Página 10 dos resultados de 298 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Caracterização da resposta imune periférica na doença de alzheimer

Gonçalves, Milene Vieira
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
15.92%
INTRODUÇÃO: A inflamação do sistema nervoso central é uma característica da Doença de Alzheimer (DA). Apesar do papel da inflamação não estar bem esclarecido no processo neurodegenerativo, existem evidências da relação desta processo com a toxicidade da proteína β-amilóide e a patologia da doença. Diferentes estudos sugerem que a inflamação não está presente apenas nos cérebros de doentes de Alzheimer mas também nas células imunes periféricas. Desta forma, o objectivo deste estudo é perceber se existem diferenças nas células do sistema imune periférico de doentes com défice cognitivo ligeiro (DCL) e de doentes de Alzheimer, de forma a perceber o envolvimento do sistema imune periférico no processo neurodegenerativo. MÉTODOS: Foram usados três grupos constituídos por indivíduos com a mesma média de idades. Assim foram recrutados 10 indivíduos sem doenças cognitivas que constituem o grupo controlo; 10 indivíduos diagnosticados com DA através da classificação NINCDS-ADRDA (McKhann, 1984) e 10 indivíduos diagnosticados com DCL, segundo os critérios da escala do ratio da demência clínica (Critérios de Petersen, 2001). Estes indivíduos não eram portadores de doenças como Diabetes, inflamações crónicas ou doenças neoplásicas...

Resistência à insulina em mulheres com síndrome dos ovários policísticos modifica fatores de risco cardiovascular; Cardiovascular risk markers in polycystic ovary syndrome in women with and without insulin resistance

MARTINS, Wellington de Paula; SOARES, Gustavo Mafaldo; VIEIRA, Carolina Sales; REIS, Rosana Maria dos; SÁ, Marcos Felipe Silva de; FERRIANI, Rui Alberto
Fonte: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia Publicador: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
15.93%
OBJETIVO: avaliar se a presença de resistência à insulina (RI) modifica fatores de risco cardiovascular em mulheres com síndrome dos ovários policísticos (SOP). MÉTODOS: estudo transversal no qual 60 mulheres com SOP, com idade entre 18 e 35 anos e sem uso de hormônios, foram avaliadas. A RI foi avaliada por meio do quantitative insulin sensitivity check index (QUICKI). RI foi definida como QUICKI <0,33. As seguintes variáveis foram comparadas entre o grupo com e sem RI: antropométricas (peso, altura, circunferência da cintura, pressão arterial e frequência cardíaca), laboratoriais (homocisteína, interleucina-6, fator de necrose tumoral-α, testosterona, fração de androgênios livre, colesterol total e frações, triglicerídeos, proteína C reativa e insulina, glicose) e ultrassonográficas (distensibilidade e espessura íntima-média da carótida e dilatação mediada por fluxo da artéria braquial). RESULTADOS: Dezoito mulheres (30%) apresentaram RI. As mulheres com RI, comparadas às sem RI, apresentaram diferenças significativas nos seguintes marcadores antropométricos (SOP com RI e sem RI respectivamente): índice de massa corporal (35,5±5,6 versus 23,9±4,8 kg/m², p<0,01;), cintura (108,1±11,53 versus 79...

Lychnophora ericoides' Mart: avaliação farmacológica e considerações sobre o metabolismo oxidativo das substâncias bioativas; Lychnophora ericoides Mart: pharmacological evaluation and considerations on the oxidative metabolism from its bioactive compounds

Santos, Michel David dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/09/2006 Português
Relevância na Pesquisa
15.92%
O estudo de determinada espécie vegetal com fins medicinais é uma tarefa multidisciplinar que envolve a realização de pesquisas físicas, químicas e biológicas. Neste contexto, estudos farmacológicos e toxicológicos possuem papel de destaque pois permitem avaliar parâmetros como segurança e eficácia do medicamento, essenciais para o paciente e necessários para o registro aos órgãos reguladores. Lychnophora ericoides (arnica da serra), uma espécie endêmica no Brasil, é amplamente utilizada pela medicina tradicional para o tratamento de dor e inflamação. Por outro lado, a espécie carece de estudos para comprovar sua segurança e propriedades terapêuticas. Assim, os objetivos deste trabalho são: realizar ensaios farmacológicos in vivo para avaliar as propriedades analgésica (modelo da contorção abdominal induzida por ácido acético em camundongos e teste da formalina em ratos), antiinflamatória (edema de pata induzido por carragenina em ratos) e antipirética (febre induzida por LPS em ratos) de frações polares de L. ericoides e do ácido clorogênico (CGA, ácido 5-cafeoilquínico); avaliar o efeito de metabólitos secundários de L. ericoides sobre a síntese de mediadores inflamatórios produzidos por células U-937 cultivadas in vitro; e estudar o metabolismo oxidativo destes metabólitos em reações catalisadas por metaloporfirinas sintéticas (sistema biomimético do citocromo P450) e por mitocôndrias isoladas de fígado de ratos. Os resultados obtidos nos ensaios farmacológicos mostram que as propriedades farmacológicas do vegetal estão distribuídas em partes distintas da planta. Enquanto as raízes são predominantemente analgésicas...

Avaliação de marcadores de inflamação em pacientes com lesão renal aguda em unidade de terapia intensiva; Assessement of inflammatory mediators in critically ill AKI patients

Martins, Amanda Francisco
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/01/2009 Português
Relevância na Pesquisa
15.92%
A incidência de lesão renal aguda (LRA) em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) é de 5 a 25% e está associada a elevada mortalidade. A intensidade da resposta inflamatória reflete a magnitude do processo fisiopatológico da LRA e parece estar relacionada a um aumento na gravidade desses pacientes. Os objetivos desse estudo foram: a) avaliar o nível de mediadores inflamatórios em pacientes críticos com LRA; b) avaliar o perfil desses mediadores em conjunto com parâmetros clínicos e laboratoriais, comparando pacientes críticos com e sem LRA; c) avaliar o impacto desses mediadores na sobrevida dos pacientes. Foi realizado um estudo observacional, prospectivo, do tipo caso-controle, em quatro UTIs do HCFMUSP no período entre novembro de 2006 e março de 2008. LRA foi definida segundo a classificação de RIFLE. Foram realizadas dosagens séricas dos seguintes marcadores: fator de necrose tumoral- (TNF-), receptor solúvel do tipo 1 do TNF- (sTNFR1), interleucina (IL)-6, IL-8, IL-10, leptina e proteína C-reativa (PCR). Os mediadores foram dosados no dia do diagnóstico de LRA (D1), dois dias após o D1, denominado D3 e quatro dias após o D1, denominado D5. A população final de análise foi composta por 52 pacientes no grupo caso e 9 pacientes no grupo controle. No D1...

Efeitos da reposição volêmica com solução salina hipertônica a 3% na resposta inflamatória e na lesão orgânica após choque hemorrágico; Effects of 3% hypertonic saline solution on inflammatory response and end-organ damage after hemorrhagic shock

Vincenzi, Rodrigo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/09/2009 Português
Relevância na Pesquisa
15.93%
INTRODUÇÃO: Recentes estudos avaliam o uso da solução salina hipertônica na concentração de 3% no tratamento de pacientes com traumatismos cranioencefálicos, entretanto, poucos trabalhos têm analisado a sua eficácia no tratamento do choque hemorrágico. O objetivo deste trabalho é avaliar os efeitos do tratamento do choque hemorrágico com a solução salina hipertônica a 3%, analisando principalmente seus possíveis efeitos benéficos na atenuação da resposta inflamatória decorrrente do choque. Para tal, esta solução será comparada a outras duas, amplamente estudadas: a solução salina hipertônica a 7,5% e a solução de Ringer lactato. MÉTODOS: Foram utilizados, neste estudo, 26 ratos Wistar. Os animais foram anestesiados com pentobarbital sódico por via intraperitoneal (50 mg/Kg) e, então, submetidos a um protocolo de choque hemorrágico controlado. Neste protocolo, os animais foram sangrados até que fosse atingida uma pressão arterial média (PAM) de 35 mmHg, em um período de 10 minutos, sendo este nível de PAM mantido por 50 minutos. Ao término deste período de choque, os animais foram randomizados em três grupos para reposição volêmica: reposição com solução de Ringer lactato (grupo RL, n=7)...

Análise da relação de qualidade da dieta com nível de atividade física e destes com perfil lipídico e estado inflamatório em indivíduos de risco cardiometabólico; Analysis of the relationship between diet quality and physical activity level and these with lipid profile and inflammatory status in individuals at high cardiometabolic risk

Pires, Milena Monfort
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/08/2011 Português
Relevância na Pesquisa
15.92%
Introdução: Baixo nível de atividade física (AF) associado ao alto consumo energético contribuíram para transição nutricional no Brasil. Estilo de vida saudável reverte em benefícios cardiometabólicos. Considerando que estado inflamatório subclínico media os danos ao sistema cardiovascular, é possível que hábitos de vida saudáveis melhorem os fatores de risco, via atenuação da inflamação. Instrumentos padronizados para medir qualidade da dieta e AF estão disponíveis, mas não estudos locais avaliando a relação destes fatores entre si com base nestes instrumentos, ou examinando suas associações com estado inflamatório e perfil lipídico. Objetivos: Este estudo avaliou a associação entre a versão brasileira do Healthy Eating Index (B-HEI) e nível de AF e destes com marcadores inflamatórios, índice de resistência à insulina e variáveis lipídicas em indivíduos com alto risco cardiometabólico. Métodos: Nesta análise transversal foram incluídos 204 participantes (64,7 por cento mulheres; média de idade de 54,1 anos) de Estudo de Prevenção de Diabetes do CSEscola da FSP-USP, com pré-diabetes ou de síndrome metabólica sem diabetes. Foram realizados questionários e coletas de sangue. Foram utilizados três recordatórios alimentares de 24h para obtenção do B-HEI. O nível de AF foi medido pela versão longa do IPAQ...

Doença óssea em pacientes com nefrite lúpica: aspectos inflamatórios; Bone disease in lupus nephritis patients: inflammatory aspects

Resende, Aline Lázara
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
15.95%
INTRODUÇÃO: O comprometimento ósseo em pacientes portadoras de nefrite lúpica é comum e multifatorial. O objetivo deste trabalho foi estudar a contribuição do componente inflamatório para o comprometimento ósseo destas pacientes. MÉTODOS: Foram estudadas 15 pacientes do sexo feminino (no menacme) com diagnóstico recente (<= 2 meses) de Lupus Eritematoso Sistêmico e Nefrite Lúpica (NL). Foram excluídos pacientes com história/evidência de doença renal ou óssea prévia. A avaliação laboratorial incluiu a dosagem de 25-hidroxivitamina D3 ([25(OH)D] e de citocinas inflamatórias associadas a fisiopatologia do lupus [Interleucina-6, Fator de necrose tumoral ? e Monocyte Chemoattractant Protein-1 (MCP-1)]. Além disso, as pacientes foram submetidas a biópsia óssea, com análise histomorfométrica, imunohistoquímica e cultura celular (estudo da proliferação e citometria de fluxo). RESULTADOS: As pacientes lúpicas apresentavam em média 29,5±10 anos, com uma proteinúria de 4,7±2,9 g/dia, e uma taxa de filtração glomerular estimada de 37(31-87) ml/min/1,73m², e estavam em uso de glicocorticóide por 34±12 dias. Todas as pacientes apresentavam níveis insuficientes de vitamina D (9,9±4,4ng/ml, variando de 4 a 20 ng/ml). Os níveis de 25(OH)D se correlacionaram negativamente com os de todas as citocinas inflamatórias estudadas. Os níveis de MCP-1 urinário se correlacionaram negativamente com os de 25(OH)D (r= -0...

Impacto da pressão arterial sobre os marcadores metabólicos, inflamatórios e hemodinâmicos em pacientes com síndrome metabólica; Impact of blood pressure on the metabolic, hemodynamic and inflammatory markers in patients with metabolic syndrome

Gil, Juliana dos Santos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
15.95%
Introdução: A Síndrome Metabólica (SM) é uma condição clínica caracterizada pela agregação de fatores de risco cardiovascular em um mesmo indivíduo. No entanto, a definição da SM é heterogênea e baseada em opiniões de especialistas de diferentes Organizações Médicas. Além disto, não está claro o papel relativo de cada componente da SM ou se existe um componente de maior importância. A maior parte da literatura tem focado no papel da gordura abdominal como eixo principal da SM. No entanto, o potencial papel de um outro componente da SM - o aumento da pressão arterial (PA) - ainda é pouco estudado. O aumento da PA está frequentemente associado com um aumento da atividade simpática que por sua vez pode contribuir para a alterações cardiovasculares na SM. Avaliamos essa hipótese estudando indivíduos com SM de acordo com a presença (MS+PA) ou ausência (MS-PA) do critério de aumento da PA. Métodos: Estudamos 75 pacientes consecutivos com diagnóstico recente de SM (critérios da ATPIII). Foram excluídos pacientes com obesidade mórbida, hipertensão arterial grave, formas secundárias de hipertensão arterial, diabetes em tratamento, fumantes, doença crônica e uso regular de medicamentos (inclusive para hipertensão arterial e diabetes). Dividimos em 2 grupos de acordo com critério do aumento da PA. Exames de sangue em jejum foram colhidos para testes bioquímicos e para níveis de citocinas. Parâmetros antropométricos...

Ação da insulina na liberação de citocinas por macrófagos residentes de camundongos diabéticos estimulados com lipopolissacarídeo; Insulin actions on release of cytokines by resident macrophages of diabetic mice stimulated with lipopolysaccharide

Tessaro, Fernando Henrique Galvão
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
15.94%
Indivíduos diabéticos apresentam incidência elevada de doenças infecciosas. Isto pode estar relacionado às alterações na capacidade da resposta destes indivíduos aos agentes agressores. Em animais diabéticos, algumas destas alterações já foram descritas, assim como sua reversão pela administração de insulina. Este hormônio regula o metabolismo celular, modulando a atividade de proteínas e mediadores inflamatórios envolvidos neste processo. Sabemos que o lipopolissacarídeo (LPS) estimula, em macrófagos alveolares (MA) de animais não-diabéticos, a liberação do fator de necrose tumoral (TNF)-α e do óxido nítrico (NO). O pré-tratamento deste MA com insulina inibiu todos estes efeitos. Assim, neste projeto, avaliamos o papel da insulina em MA e macrófagos peritoneais (MP) de camundongos, tornados diabéticos pela indução com aloxana (60 mg/kg, i.v.). Uma suspensão contendo 1x106 células foi estimulada com LPS (100 ng/mL) na presença ou não de insulina (1mU/mL). Realizamos a evolução temporal (0,5; 1; 3; 6; 24 horas) para a dosagem de NO, TNF-α e interleucina (IL)-10. Nos tempos de maior produção destas citocinas (0,5 e 3 horas), também quantificamos IL-6, interferon (IFN)-γ e IL-4. Nossos resultados mostram que a produção/liberação dos mediadores imunes por MA e MP estimulados por LPS...

Estudos sobre a ação de leucócitos no endométrio de éguas.

Neves, Adriana Pires
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
15.94%
As endometrites bacterianas são uma das principais causas de infertilidade na égua. Entre os tratamentos utilizados nesta patologia, estão as infusões uterinas de plasma homólogo acrescido de leucócitos e a infusão de leucócitos heterólogos criopreservados. O presente trabalho teve por objetivo realizar testes in vivo e in vitro, que foram descritos em dois artigos. No primeiro artigo, objetivou-se avaliar in vitro a quimiotaxia dos leucócitos eqüinos em relação a diferentes quimioatraentes, bem como sua vitalidade e produção de radicais livres de oxigênio (ROS) pós-descongelamento. No experimento 1, testou-se dextrose em concentrações de 0, 1, 2 e 6%, acrescida ou não de interleucina-8 (IL-8), como quimioatraente para leucócitos eqüinos suspensos em salina fosfatada tamponada (PBS) ou em R3F; no experimento 2, testou-se plasma homólogo ou heterólogo, a 3% (com ou sem IL-8), 10, 30, 60 e 90%, como quimioatraente; no experimento 3, foi testada a quimiotaxia de leucócitos íntegros em relação a diferentes quantidades de leucócitos lisados. O experimento 4 avaliou a vitalidade e a geração de ROS pelos leucócitos após o descongelamento, comparando quatro graus de diluição em NaCl e PBS. Concluiu-se que a dextrose não apresenta bom efeito quimioatraente para leucócitos eqüinos. Dentre as concentrações de plasma utilizadas...

Avaliação do efeito do laser de Er:YAG no tratamento da doença periodontal crônica: análise clínica e imunológica

Lopes, Beatriz Maria Valério
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 108 f. : il. color.
Português
Relevância na Pesquisa
15.94%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Odontologia - FOAR; O objetivo do presente estudo foi comparar o efeito do laser de Er:YAG, associado ou não, à raspagem e alisamento radicular no tratamento periodontal não cirúrgico. Foram selecionados 21 pacientes saudáveis, com doença periodontal crônica, apresentando 4 bolsas periodontais entre 5 e 9mm, em sítios não vizinhos. Os pacientes foram tratados sob efeito de anestesia local e os sítios foram divididos aleatoriamente em quatro grupos, sendo: Grupo Raspagem+Laser: associação da raspagem e alisamento radicular com instrumentos manuais com o laser Er:YAG; Grupo Laser: laser Er:YAG sozinho; Grupo Raspagem: somente raspagem e alisamento radicular com instrumentos manuais; Grupo Controle: não foi feito tratamento algum. Os parâmetros utilizados para o laser de Er:YAG foram 100mJ/pulso em uma freqüência de 10Hz (12,9J/cm2). Os parâmetros clínicos índice de placa (IP), índice gengival (IG), sangramento à sondagem (SS), profundidade de sondagem (PS), recessão gengival (RG) e nível de inserção clínico relativo (NICR) foram avaliados antes, 30 e 90 dias após o tratamento. Amostras de fluido crevicular das bolsas foram coletadas junto com IP...

Histologia e citocinas renais após ressuscitação fluídica de ratos submetidos à hemorragia aguda sob efeito do sevoflurano

Zamorano, Mariana Cecília Ramirez
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 66 f.
Português
Relevância na Pesquisa
15.93%
Pós-graduação em Anestesiologia - FMB; Em ratos anestesiados com sevoflurano, após hemorragia aguda, investigar a influência da ressuscitação fluídica com solução de Ringer ou hidroxietilamido 130/0,4 (HEA) pelas alterações da pressão arterial média (PAM), histologia e expressão de citocinas renais. Foram anestesiados 44 ratos com sevoflurano, alocados em 4 grupos (n=12): GSevo - ratos submetidos à hemorragia, sem ressuscitação fluídica, GRinger- hemorragia e ressuscitação com solução de Ringer (proporção de 3:1 de sangue retirado), GHEA – hemorragia e ressuscitação com HEA (proporção de 1:1) e GSham - sem hemorragia. A hemorragia foi de 30% da volemia: três etapas de 10% a cada 10 minutos. Realizada hidratação basal com solução de Ringer, 7 mL/kg/h, em todos os animais. Após o fim da ressuscitação fluídica, realizada nefrectomia bilateral nos 4 grupos para análise histológica e das citocinas fator-α de necrose tumoral (TNF-α) e interleucina-1 (IL-1) renais. No final do experimento todos os grupos apresentaram hipotensão arterial, exceto GHEA. A degeneração tubular foi a lesão mais encontrada, estando presente em todos os grupos, mais intensa em GSham. Apenas em GSham, GRinger e GHEA foi observada necrose tubular - um rim de cada grupo. Houve expressão de IL-1 em todos os rins...

Antígeno plaquetários humanos (HPA) em portadores do vívus da hepatite c (HCV)

Moraes, Camila Fernanda Verdichio de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 77 f.
Português
Relevância na Pesquisa
15.94%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Fisiopatologia em Clínica Médica - FMB; A Hepatite C é uma das principais causas de doença crônica hepática. A combinação entre o interferon peguilado e a ribavirina tem sido considerado o padrão-ouro de tratamento para Hepatite C. A resposta ao tratamento vem sendo associada a fatores ambientais, do vírus e também do paciente, tais como polimorfismos genéticos dos antígenos leucocitários humanos (HLA), da interleucina-10 e do fator de necrose tumoral-a. Plaquetas possuem em suas membranas glicoproteínas que expressam segmentos protéicos polimórficos, os quais são chamados de antígenos plaquetários humanos (HPA). Os sistemas HPA-1, -3, -4 e -5 residem em integrinas, proteínas que possuem interações com interferon. O objetivo desse estudo foi avaliar a associação entre freqüência dos HPA-1, -3, -4 e -5 e a resposta ao tratamento, em 138 pacientes tratados para Hepatite C. A genotipagem dos HPA-1, -3 e -4 foi realizada pela técnica de PCR-SSP e do HPA-5 pela PCR-RFLP. A genotipagem do HCV foi realizada através do Kit comercial INNO-LiPA® v.1.0 (Innogenetics, Ghent, Belgium), segundo as instruções do fabricante. Os pacientes foram divididos em grupos e subgrupos de acordo com o esquema terapêutico...

Estudo do estado de hipercoagulabilidade na doença falciforme; Study of the hypercoagulability state in sickle cell disease

Marina Pereira Colella
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/10/2013 Português
Relevância na Pesquisa
15.94%
A anemia falciforme (AF) é caracterizada pela presença de crises vaso-oclusivas e hemólise intravascular com consequente depleção de óxido nítrico, ativação endotelial e inflamação crônica. Praticamente todos os elementos da coagulação estão alterados na direção pró-coagulante na AF, de forma que uma incidência aumentada de eventos tromboembólicos tem sido descrita nesta doença. A hidroxiuréia é atualmente um dos pilares do tratamento destes pacientes, tendo como principal ação induzir um aumento da hemoglobina fetal. A hemoglobinopatia SC (HbSC) é a segunda hemoglobinopatia mais prevalente após a AF. Sabe-se que há uma incidência elevada de eventos tromboembólicos na HbSC, porém conhece-se muito pouco sobre a ativação da coagulação nesta doença. O presente estudo foi dividido em duas partes, tendo dois objetivos principais: (1) testar a hipótese de que a hidroxiuréia teria um efeito benéfico no estado de hipercoagulabilidade visto na AF; (2) avaliar o estado de hipercoagulabilildade presente na HbSC. Na primeira parte do estudo avaliamos a ação da hidroxiuréia nos principais componentes do balanço hemostático em pacientes com AF tratados (SS-HU) ou não (SS) com hidroxiureia; e estudamos o efeito da hidroxiureia na ativação final da coagulação em um modelo murino de AF incapaz de expressar a hemoglobina fetal. Nossos resultados mostraram que o tratamento com hidroxiuréia esteve associado com melhora dos marcadores de ativação da coagulação...

Efeito do chá mate (Ilex paraguariensis) no perfil glicêmico e lipídico, nos marcadores inflamatórios e na função endotelial de indivíduos com diabetes mellitus tipo 2

Amaral, Camilla Lais
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 168 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
15.94%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Nutrição, Florianópolis, 2014; A incidência de diabetes mellitus, particularmente do tipo 2 (DM2), tem crescido em todo o mundo. Sabe-se que a melhor estratégia para prevenir as complicações macrovasculares do DM2 é a redução da glicemia e dos demais fatores de risco cardiometabólico. Neste sentido, há crescente interesse na utilização de espécies vegetais com propriedades anti-hiperglicêmicas, hipocolesterolêmicas e anti-inflamatórias no tratamento adjuvante do DM2, como por exemplo, a erva-mate (Ilex paraguariensis). Assim, o objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito do consumo do chá mate tostado (Ilex paraguariensis), durante 60 dias, nos perfis glicêmico e lipídico, marcadores inflamatórios e na função endotelial de indivíduos com DM2. Participaram do estudo 32 indivíduos (19 homens e 13 mulheres), com idade entre 43 e 67 anos, diagnosticados com DM2 há 8,2 ± 5,4 anos (média ± DP). Após período basal de 30 dias, os participantes ingeriram 1 litro de chá mate diariamente e amostras de sangue foram coletadas antes e após 30 e 60 dias para as análises de glicose...

Estudo da associação entre a ativação da resposta inflamatória sistêmica na fase aguda do infarto do miocárdio com supradesnivelamento do segmento ST e a zona peri-infarto, definida por ressonância magnética

Silva, José Carlos Quinaglia e
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
15.94%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, 2013.; Introdução: O aumento da atividade inflamatória sistêmica (AIS) durante o infarto domiocárdio (IM) está diretamente associado à incidência de arritmias ventriculares letais e demorte cardíaca súbita. Do mesmo modo, a extensão da zona peri-infarto (ZPI), caracterizadapor ressonância magnética cardíaca (RMC), está relacionada com a geração de substrato paraas arritmias ventriculares em pacientes que manifestaram IM recente. Nesse contexto, opresente estudo tem como objetivos: 1) avaliar se há associação entre a ZPI e a AIS durante afase aguda do IM; 2) avaliar se o surgimento de obstrução coronariana microvascular,estimado por RMC e coronariografia, é um dos elementos de ligação entre a AIS e a ZPI; e 3)avaliar se há associação entre a extensão da ZPI e o remodelamento ventricular pós IM,constituindo, dessa maneira, um potencial elo causal alternativo para a relação entre ZPI emortalidade.Métodos: Foram incluídos prospectivamente 98 pacientes (55 ± 10 anos) nas primeiras 12horas do IM com supradesnivelamento do segmento ST. Os níveis plasmáticos de proteína Creativa (PCR)...

Development of regulatory T cells in the human thymus : one step beyond =desenvolvimento de células T reguladoras no timo humano

Cabaço, Helena Isabel Marques Nunes, 1979-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
15.95%
Tese de doutoramento, Medicina (Ciências Biomédicas), Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina, 2010; O timo é um órgão linfóide primário essencial para o desenvolvimento das células T, sendo responsável pela formação de um repertório capaz de combater possíveis patogéneos estranhos ao organismo sem comprometer a tolerância ao próprio. Esta tolerência é maioritariamente garantida pelo timo, quer pela eliminação de linfócitos T potencialmente auto-reactivos, quer pela produção de uma população de células T, denominadas células T regulatoras (Treg), devotada ao controlo da resposta imune, particularmente no contexto de processos autoimunes e inflamatórios. A diferenciação no timo de progenitores provenientes da medula óssea em células T CD4 ou CD8 maduras ocorre através de uma sequência de estadios de desenvolvimento que podem ser definidos com base na expressão das moléculas CD3, CD4 e CD8. Em humanos, células CD4- CD8- CD3- triplamente negativas (TN) adquirem inicialmente CD4 (estadio CD4 monopositivo imaturo, CD4ISP) e posteriormente CD8, tornando-se células CD4+ CD8+ duplamente positivas (DP). Na sequência de rearranjos genéticos do receptor de células T (TCR), este é expresso à superfície e é testada a sua capacidade de reconhecer o complexo de histocompatibilidade major (MHC)...

Genotipagem do vírus da hepatite C e avaliação da resposta ao tratamento em Goiânia-Goiás, com ênfase no polimorfismo relacionado ao gene IL28B; Genotyping of hepatitis C virus and evaluation of treatment response in Goiânia-Goiás, with emphasis on the polymorphism upstream of IL28B gene

Silva, Ágabo Macêdo da Costa e
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Medicina Tropical e Saúde Pública (IPTSP); Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Medicina Tropical e Saúde Pública (IPTSP); Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
15.94%
Hepatitis C represents a public health problem worldwide. Hepatitis C virus (HCV) is classified into seven genotypes and many subtypes. Besides their epidemiological importance, these genotypes have influence on the response to hepatitis C treatment, as well as other factors related to the virus and its host, such as polymorphisms upstream of interleukin (IL) 28B locus. Despite the importance of these factors in the response to treatment of hepatitis C, there are no data regarding the subject in the Midwest Region of Brazil. The present study aimed to identify the genotypes of HCV among patients attended at a reference laboratory in Goiânia-GO, and also to assess response to treatment of patients infected with genotype 1 with pegylated interferon (PEG-IFN) and ribavirin (RBV), with emphasis on the polymorphism upstream of IL28B gene (rs 12979860). For HCV genotyping, a cross-sectional study was conduct in an anti-HCV positive patients in a reference laboratory in Goiânia-GO, during in a period of 10 years (2003 to 2012) (n = 1300). From January/2012 to December/2013 (n = 101), a cohort was conduct among patients infected with HCV genotype 1 treated with PEG-IFN and RBV in order to evaluate treatment response. Patients were interviewed and blood samples collected for detection of viral RNA by polymerase chain reaction (PCR) with primers complementary to the region 5’ noncoding (NC) of HCV. All HCV RNA positive samples were genotyped by line probe assay – LiPA...

Efeitos protetores da prolactina em cultivo glial de c?rtex de ratos expostos ao metilmerc?rio

SANTOS, Andr?a Cristina Monteiro dos
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
15.94%
O metilmerc?rio (MeHg) ? um composto comprovadamente neurot?xico cujos mecanismos degenerativos ainda n?o est?o bem esclarecidos. No sistema nervoso central o MeHg ? seq?estrado do interst?cio preferencialmente por astr?citos diminuindo a carga de exposi??o neuronal. Estudos in vitro demonstraram que a prolactina (PRL) possui efeitos mitog?nicos sobre astr?citos, al?m de regular a express?o de citocinas pr?-inflamat?rias. Este estudo teve por objetivo investigar efeitos protetores da prolactina sobre dist?rbios provocados por MeHg na viabilidade, morfologia, express?o de GFAP (glial fibrillary acidic protein), mitog?nese e libera??o de interleucina-1? (IL-1 ?) em cultivo glial de c?rtex cerebral de ratos neonatos focalizando as c?lulas astrogliais. A exposi??o a diferentes concentra??es de MeHg (0,1, 1, 5 e 10 ?M) a diferentes intervalos de tempo (2, 4, 6, 18 e 24 h) ocorreu em cultivos com 10% de soro fetal bovino (SFB). Os resultados obtidos demonstraram diminui??o progressiva de 20% e 62% da viabilidade celular ap?s exposi??o ?s concentra??es de 5 e 10 ?M MeHg no tempo de 24 h, respectivamente, pelo m?todo do 3-4,5-dimetiltiazol-2-yl)-2,5-difenil tetraz?lio bromide (MTT) e dist?rbios na express?o e distribui??o de GFAP. Diferentes concentra??es de prolactina (0.1...

Adiponectina, TNF-'alfa' e IL-6 em pacientes portadores de obesidade grave : relação com a sensibilidade a insulina e com a tolerancia a glicose; Adiponectin, TNF-'alfa' and IL-6 in severe patients : relation to insulin sensitivity and glucose tolerance

Josiane Noveti Morais Ortiz
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/10/2007 Português
Relevância na Pesquisa
15.94%
A obesidade é uma doença cuja prevalência vem aumentando de forma global em todas as faixas etárias, raças e em ambos os sexos, e está associada a altas taxas de morbidade e mortalidade. Obesos desenvolvem também hiperinsulinemia e resistência à insulina, o que pode levar ao aparecimento de diabetes tipo 2 (DM). Recentemente foi demonstrado que o tecido adiposo, mais que um local de acúmulo de reservas energéticas, desempenha papel de um verdadeiro órgão secretor de moléculas sinalizadoras (adipocinas) que atuam em diversos locais do organismo. O acúmulo de tecido adiposo causado pela obesidade acarreta um aumento da produção de adipocinas, como o Fator de Necrose Tumoral Alfa (TNF-α) e a Interleucina-6 (IL-6), que ao estimular a produção de proteínas de fase aguda pelo fígado, conduzem a um estado inflamatório subclínico, associado ao surgimento das comorbidades presentes na obesidade. A adiponectina, produzida pelo tecido adiposo, ao contrário, exerce um papel protetor, diminuindo a resistência à insulina, porém encontra-se paradoxalmente diminuída em obesos. Ajudar a entender as interações existentes entre obesidade, adipocinas e resistência à insulina, avaliando concentrações séricas de adiponectina...