Página 10 dos resultados de 1021 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Importância do aleitamento materno

Universidade Aberta do SUS da Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS/UFMA
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // Português
Relevância na Pesquisa
16.76%
Este material compõe o Curso Autoinstrucional de Capacitação em Atenção Integral à Saúde Sexual e Reprodutiva I, produzido pela UNA-SUS/UFMA e voltado para médicos que atuam na Atenção Básica. Trata-se de um vídeo que apresenta a importância do aleitamento materno, bem como o papel dos profissionais de saúde em apoiar, proteger e promover a amamentação.

Estratégias de controle da toxoplasmose congênita

Lago, Eleonor Gastal
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
16.76%
Objetivos – O primeiro objetivo deste estudo foi avaliar a prevalência de toxoplasmose congênita em recém-nascidos atendidos na rede pública de saúde de Porto Alegre, cidade de cerca de 1. 500. 000 habitantes, localizada no sul do Brasil, através da triagem neonatal para IgM anti-T. gondii. O segundo objetivo foi verificar se os casos de toxoplasmose congênita identificados por esta metodologia teriam sido detectados pelo programa de triagem pré-natal já implantado na mesma população. Métodos – Foi utilizado um teste fluorimétrico para pesquisar a IgM anti- Toxoplasma gondii em amostras de sangue absorvidas em papel filtro, aproveitando as mesmas amostras rotineiramente obtidas de todos os recém-nascidos para triagem de doenças metabólicas. Quando a triagem era positiva para IgM anti-Toxoplasma gondii, eram solicitadas amostras séricas do lactente e da mãe para sorologia confirmatória, e o lactente era submetido a uma completa investigação clínica.Resultados – Durante o ano de 2002 o teste para IgM foi realizado em 10. 000 recém-nascidos consecutivos. Em sete pacientes o teste foi positivo, e em seis foi confirmada a toxoplasmose congênita. Três casos já haviam sido identificados ao nascimento, pois suas mães haviam sido testadas para toxoplasmose no momento do parto...

Avaliação do desenvolvimento pulmonar por meio de testes de função pulmonar em crianças portadoras de bronquiolite obliterante pós-infecciosa

Brito, Roberta Ferreira Sá
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
16.76%
Introdução: A bronquiolite obliterante (BO) pós-infecciosa é uma enfermidade caracterizada por uma limitação ao fluxo aéreo, apresentando inflamação brônquica crônica, com graus variáveis de fibrose da parede das vias aéreas (VA), sendo o sexo masculino o mais acometido. É uma enfermidade grave e irreversível das vias aéreas, e inicialmente, o que mais chama atenção são os sintomas obstrutivos persistentes. Objetivo: Descrever longitudinalmente o desenvolvimento pulmonar por meio dos testes pulmonares em crianças portadoras de bronquiolite obliterante pós-infecciosa. Métodos: Foi realizado o teste de função pulmonar de lactente (TFPL) em 19 pacientes por meio do teste de compressão torácica rápida (CTR). Recrutamos estas crianças para realizar os testes de função pulmonar por meio da técnica do interruptor Rint, espirometria e pletismografia, pré e pós broncodilatador (BD). Resultados: A idade média das crianças que realizaram teste de função pulmonar de lactente (FPL) foi de 88,8 semanas e nos testes da técnica do interruptor Rint, espirometria e pletismografia foram de nove anos. Os parâmetros avaliados na FPL de capacidade vital forçada (CVF) estão dentro da normalidade e o FEF25-75%, está reduzido...

Prevalência de aleitamento materno e os fatores associados ao desmame precoce

Kamiya, Elisabete
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
16.76%

Ambiente de sono seguro no primeiro ano de vida; Safe sleep environment in first year of life

Azevedo, L.; Mota, L.; Machado, A.
Fonte: Centro Hospitalar do Porto Publicador: Centro Hospitalar do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
16.76%
Introdução: A maioria dos cuidados antecipatórios relativos à promoção de um ambiente de sono seguro estão relacionados com a prevenção do Síndrome da Morte Súbita do Latente. Na atualidade, esconhece-se até que ponto as medidas preventivas recomendadas são praticadas pelos progenitores. Objetivos: Caracterizar os comportamentos maternos relacionados com a promoção de um ambiente de sono seguro durante o primeiro ano de vida. Material e Métodos: Foi realizado um estudo observacional, descritivo e transversal, com uma amostra de conveniência constituída pelas mães de crianças com idade inferior ou igual a 12 meses, com consulta entre 01.09.2012 e 30.12.2012. Os dados foram recolhidos através da aplicação de um questionário anónimo, para auto preenchimento pelas mães, e procedeu-se à análise estatística descritiva. Resultados: Obtiveram-se 89 questionários; 38.2% das inquiridas optaram preferencialmente pelo decúbito dorsal para colocar a criança a dormir e, das 58.4% que optaram pelo decúbito lateral 75.0% fizeram-no por considerarem ser a posição mais segura; 89.9% das inquiridas referiram colocar a criança a dormir no mesmo quarto dos pais, sendo que 68.5% afirmaram terem adormecido com a criança na sua cama pelo menos uma vez...

Apresentação atípica de estenose hipertrófica do piloro; Atypical presentation of infantile hypertrophic pyloric stenosis

Moniz, M; Figueiredo, A; Torre, ML
Fonte: Sociedade Portuguesa de Pediatria Publicador: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
16.76%
A estenose hipertrófica do piloro (EHP), no pequeno lactente, é uma causa conhecida de vómitos não biliosos que se apresenta habitualmente entre a terceira e sexta semana de vida. Com o desenvolvimento dos métodos de imagem a apresenta- ção clássica tornou-se rara. É apresentado o caso de um lactente de quatro meses internado por má progressão ponderal e vómitos intermitentes, não biliosos desde a segunda semana de vida. Apresentava alcalose metabólica hipoclorémica e excreção urinária de potássio elevada, o que levou a considerar outros diagnósticos, para além de EHP excluída aos dois meses por ecografia abdominal normal. Este caso relembra que embora rara, a EHP deve ser considerada em lactentes com mais de seis semanas de vida.

Mastocitose Cutânea Difusa — Um Caso Clínico

Morais, Lurdes; Silva, Ermelinda; Carvalho, Carmen; Rosário, Conceição; Lopes, Inês
Fonte: Sociedade Portuguesa de Pediatria Publicador: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Formato: application/pdf
Publicado em 25/09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
16.76%
A mastocitose é uma entidade clínica heterogénea caracterizada pela infiltração dos diferentes tecidos e orgãos por mastócitos.A mastocitose cutânea difusa é uma forma rara que ocorre quase exclusivamente no lactente, com complicações potencialmente fatais e maior probabilidade de envolvimento sistémico e evolução para a cronicidade.Os autores descrevem o caso de um lactente com mastocitose cutânea difusa na forma bolhosa, com manifestações sistémicas, lesões cutâneas urticariformes e angioedema. A pele nunca teve o aspecto classicamente descrito e o diagnóstico foi apenas efectuado aos 14 meses aquando de um surto vesicobolhoso grave, que motivou internamento. O tratamento incluiu evicção dos factores causadores de desgranulação mastocitária e/ou libertadores de histamina, hidroxizina e ketotifeno sendo a evolução ulterior favorável.A propósito deste caso os autores discutem a etiopatogenia, manifestações clínicas que devem_ alertar para o diagnóstico, bem como a terapêutica e o prognóstico.

Sling da Artéria Pulmonar: Caso Clínico e Breve Revisão Teórica

Santos, Isabel; Ramalheiro, Graça; Pires, António; Ribeiro, Lúcia; Costa, Helder; Mota, Ana; Castela, Eduardo
Fonte: Sociedade Portuguesa de Pediatria Publicador: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Formato: application/pdf
Publicado em 29/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
16.76%
ResumoO Sling da Artéria Pulmonar é uma anomalia congénita na qual a artéria pulmonar esquerda emerge da face posterior da artéria pulmonar direita, passando anterior ao esófago e posterior à traqueia, formando um anel que pode causar compressão traqueal. A incidência não é tão rara como inicialmente se julgava e deve ser pensado como uma causa de dificuldade respiratória no recém-nascido e pequeno lactente. A mortalidade pode ser de 90% na ausência de correcção cirúrgica.Os autores apresentam um caso clínico de um pequeno lactente com Sling da Artéria Pulmonar. Faz-se uma pequena revisão teórica.Palavras-Chave: Sling da Artéria Pulmonar — Estenose Traqueal — Anel Vascular

“Uma estranha prostração…”

Vaz, Ana; Figueiredo, Nuno
Fonte: Sociedade Portuguesa de Pediatria Publicador: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Formato: application/pdf
Publicado em 13/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
16.76%
Resumo: A forma letárgica de invaginação intestinal é rara, estando o choro, sinal clássico de apresentação ausente. Apresenta-se o caso de um lactente de 9 meses, com vómitos persistentes e prostração que alternava com períodos de boa disposição. Cerca de 30 horas após o início do quadro apresentava dor e defesa no flanco direito e teve uma dejecção com sangue. A ecografia abdominal efectuada confirmou o diagnóstico. A redução hidrostática ecoguiada foi feita com sucesso. Neste lactente a forma de apresentação levou a um atraso no diagnóstico, felizmente, sem complicações para a criança. Dada a importância do diagnóstico precoce de invaginação intestinal, com vista a um tratamento atempado, sem complicações, é necessário ter presente a possibilidade de manifestações atípicas, como no caso descrito.

Esclarecimento sobre suplemento da Acta Pediátrica Portuguesa

Guerra, António; Videira Amaral, João M
Fonte: Sociedade Portuguesa de Pediatria Publicador: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Formato: application/pdf
Publicado em 26/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
16.76%
Alguns colegas manifestaram dúvidas ou reservas relativamente à utilização do logótipo do Nestlé Nutrition Institute (NNI) no suplemento da Acta Pediátrica Portuguesa publicado em Outubro relativo a um texto da responsabilidade da Comissão de Nutrição da Sociedade Portuguesa de Pediatria (SPP) subordinado ao tema “Alimentação do lactente”. Gostaríamos de a esse propósito esclarecer o seguinte: Todos os números da Acta Pediátrica Portuguesa (APP) bem como os seus suplementos contêm publicidade de empresas ligadas quer a produtos farmacêuticos, quer a produtos nutricionais ou de cosmética, em páginas separadas das relativas aos conteúdos científicos. Só assim é possível reunir os fundos necessários que permitam a publicação dos números regulares anuais da Acta e eventuais suplementos, bem como a sua distribuição pelos CTT a todos os membros da SPP. No sentido de concretizar a publicação de um suplemento relativo à alimentação do lactente, foi obtido o necessário apoio financeiro, não de uma empresa comercial, mas do Nestlé Nutrition Institute que é uma organização que tem por objectivo exclusivo o apoio a iniciativas centradas na educação e na divulgação do conhecimento científico, particularmente na área da nutrição. Ao contrário do que ocorre com os números regulares da Acta...

Leites e Fórmulas Infantis: a realidade portuguesa revisitada em 2012

Rêgo, Carla; Teles, Andreia; Nazareth, Margarida; Guerra, António
Fonte: Sociedade Portuguesa de Pediatria Publicador: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 22/10/2013 Português
Relevância na Pesquisa
16.76%
A alimentação e o perfil de crescimento nos primeiros meses/anos de vida são determinantes do estado de saúde futura. O leite materno supre em exclusivo todas as necessidades do lactente durante o 1º semestre de vida e é recomendável que, até ao final do 1º ano, constitua a fonte láctea preferencial enquanto se processa a diversificação alimentar. Para além das vantagens para saúde na dependência da sua composição nutricional, os benefícios na dependência dos componentes bioactivos do leite e do estímulo afectivo/cognitivo consequente ao acto de amamentar tornam-no insubstituível. No entanto, na sua ausência, existem fórmulas infantis que têm sido, ao longo dos anos, sucessivamente modificadas, tendo como objectivo major não apenas a aproximação máxima do leite humano mas, particularmente, a promoção de um perfil de crescimento, de composição corporal e de marcadores bioquímicos e funcionais o mais semelhante ao registado no lactente alimentado com leite materno. À luz do conhecimento actual e suportados nas recomendações das sociedades pediátricas de nutrição e na legislação europeia e nacional, bem como na informação veiculada pela indústria, os autores efectuaram uma revisão relativamente ao número e à composição dos leites e fórmulas infantis existentes no mercado português (87 a 1 de Janeiro de 2013)...

Apresentação atípica de estenose hipertrófica do piloro

Moniz, Marta; Figueiredo, António; Torre, Maria de Lurdes
Fonte: Sociedade Portuguesa de Pediatria Publicador: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Formato: application/pdf
Publicado em 28/07/2014 Português
Relevância na Pesquisa
16.76%
A estenose hipertrófica do piloro (EHP), no pequeno lactente, é uma causa conhecida de vómitos não biliosos que se apresenta habitualmente entre a terceira e sexta semana de vida.Com o desenvolvimento dos métodos de imagem a apresentação clássica tornou-se rara.É apresentado o caso de um lactente de quatro meses internado por má progressão ponderal e vómitos intermitentes, não biliosos desde a segunda semana de vida. Apresentava alcalose metabólica hipoclorémica e excreção urinária de potássio elevada, o que levou a considerar outros diagnósticos, para além de EHP excluída aos dois meses por ecografia abdominal normal.Este caso relembra que embora rara, a EHP deve ser considerada em lactentes com mais de seis semanas de vida.

Prevalência e fatores de risco para sibilância em lactentes na cidade de Blumenau; Prevalence and risk factors for wheezing in wheezy baby in Blumenau city

Hamilton Rosendo Fogaça
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
16.76%
Introdução: A sibilância no primeiro ano de vida pode ocorrer de modo isolado e ocasional (SO) ou recorrente (SR), caracterizando a Síndrome do Lactente Sibilante (SLS). Ambas são condições clínicas frequentes, heterogêneas e causadas por numerosas doenças e situações de agravos às vias aéreas e se manifesta clínica e laboratorialmente como vários fenótipos. Os numerosos estudos de prevalência de SO e SLS em lactentes têm evidenciado os seguintes fatores de riscos associados: antecedentes familiares para asma, hábitos alimentares e ocupacionais durante a gestação, tabagismo passivo, ausência de amamentação no seio materno, gênero, hábito de frequentar creche, poluentes ambientais: fumaça de cigarro, sensibilização a aeroalérgenos de ácaros, baratas e epitélios de animais, pneumonia, infecções respiratórias virais pelo vírus sincicial respiratório (VSR) e rinovírus (HRV), uso de antibióticos e paracetamol. Objetivo: Verificar a prevalência e fatores de risco para sibilância ocasional (SO) e recorrente (síndrome do lactente sibilante - SLS) em uma população de lactentes na cidade de Blumenau, Santa Catarina, no sul do Brasil. Método: Pais de lactentes entre 12-15 meses de idade que responderam o questionário escrito (QE-EISL) utilizado no Estudio Internacional de Sibilância en Lactantes (EISL). Resultados: Entre 1269 lactentes incluídos...

Pequeno para a idade gestacional : neurodesenvolvimento no primeiro ano de vida; Small-for-gestational age : neurodevelopment in the first year of age

Maura Mikie Fukujima Goto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/02/2009 Português
Relevância na Pesquisa
16.76%
A desnutrição intra-uterina tem sido associada à morbidade neurológica em longo prazo, sendo o lactente nascido pequeno para a idade gestacional um modelo de estudo para essa situação. O presente estudo teve por objetivo avaliar e comparar os indicadores do neurodesenvolvimento segundo as Escalas Bayley do Desenvolvimento Infantil, no primeiro ano de vida, entre lactentes nascidos a termo pequenos para a idade gestacional e lactentes nascidos com peso adequado. Foram selecionados 125 neonatos no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher da UNICAMP, obedecendo aos critérios de inclusão: neonatos cujos pais ou responsáveis legais que assinaram o Termo de Consentimento Informado; que não necessitaram de cuidados especiais; com idade gestacional entre 37 e 41 semanas; com avaliação no 1º, 2º, 3º e 6º, 9º e 12º meses. Foram excluídos neonatos com infecção congênita, malformações diagnosticadas no período neonatal e aqueles resultantes de gestação múltipla. A casuística, composta por 95 lactentes que compareceram para pelo menos uma avaliação programada no 1º ano de vida, foi dividida em dois grupos de acordo com a adequação peso/idade gestacional: grupo PIG, constituído por 33 lactentes com peso ao nascimento abaixo do percentil 10 e grupo AIG por 62 lactentes com peso entre o percentil 10 e 90 da curva de crescimento fetal de Battaglia e Lubchenco (1967). Foram utilizadas as Escalas Bayley de Desenvolvimento Infantil II (1993)...

Vantagens do aleitamento materno

Universidade Aberta do SUS da Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS/UFMA
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Formato: Material interativo em formato HTML contendo imagens coloridas e botões de ação.
Português
Relevância na Pesquisa
16.76%
Este material compõe o Curso Autoinstrucional de Capacitação em Atenção Integral à Saúde Sexual e Reprodutiva I, produzido pela UNA-SUS/UFMA e voltado para médicos que atuam na Atenção Básica. Trata-se de um recurso educacional interativo que apresenta as vantagens do aleitamento materno, tanto para a mãe, quanto para a criança.; Ministério da Saúde

Importância do aleitamento materno

Universidade Aberta do SUS da Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS/UFMA
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Vídeo Formato: Vídeo colorido em formato mp4 com 1 minuto e 10 segundos de duração.
Português
Relevância na Pesquisa
16.76%
Este material compõe o Curso Autoinstrucional de Capacitação em Atenção Integral à Saúde Sexual e Reprodutiva I, produzido pela UNA-SUS/UFMA e voltado para médicos que atuam na Atenção Básica. Trata-se de um vídeo que apresenta a importância do aleitamento materno, bem como o papel dos profissionais de saúde em apoiar, proteger e promover a amamentação.; Ministério da Saúde

Fatores associados à concentração de retinol sérico em lactentes

Pereira Netto,Michele; Priore,Silvia Eloiza; Sant'Ana,Helena Maria P.; Peluzio,Maria do Carmo G.; Sabarense,Céphora Maria; Franceschini,Sylvia do Carmo C.
Fonte: Sociedade de Pediatria de São Paulo Publicador: Sociedade de Pediatria de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 Português
Relevância na Pesquisa
16.76%
OBJETIVO: Verificar os fatores associados à concentração de retinol em lactentes atendidos em serviço público de saúde. MÉTODOS: Estudo de corte transversal realizado com 101 crianças de 18 a 24 meses, atendidas no serviço público de saúde da área urbana da cidade de Viçosa. A análise da concentração de retinol no sangue venoso foi realizada por cromatografia líquida de alta eficiência. Para avaliação da prática alimentar, utilizou-se o recordatório de 24 horas. As entrevistas foram realizadas com os pais ou responsáveis pelas crianças em seus domicílios. Para avaliar as variáveis associadas ao retinol sérico, foi utilizada análise de regressão linear múltipla. RESULTADOS: Identificou-se 39,6% de prevalência da deficiência de vitamina A. Os fatores associados positivamente ao nível sérico de retinol foram tempo de escolaridade paterna e ingestão de proteína. Por outro lado, o número de moradores no domicílio e a idade da criança estiveram negativamente associados. CONCLUSÕES: A hipovitaminose A se apresenta como um problema de Saúde Pública entre os lactentes do município de Viçosa. Fatores socioeconômicos, dietéticos e biológicos se associam à deficiência da vitamina A na população infantil.

Depressão pós parto: tratamento e risco no aleitamento

Sepúlveda, Cinthia Rodrigues
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
Português
Relevância na Pesquisa
16.76%
A depressão pós-parto atinge 5% a 20% das puérperas. O farmacoterapia da depressão pósparto levanta questionamento sobre os benefícios para a lactante e os riscos dessa exposição ao lactente. O objetivo do presente estudo é revisar na literatura sobre depressão pós-parto, tratamento e risco no aleitamento. Tratou-se de uma revisão narrativa envolvendo pesquisa na literatura por meio do Portal de Periódicos da CAPES. Sobre o tratamento atualmente, há uma diversidade de antidepressivos que são compatíveis com a lactação, outros que merecem atenção e seu uso deve ser criterioso devido à presença de reações adversas importantes e há ainda aqueles que são contra indicados. Quanto à quantidade de princípio ativo transportado através do leite deve-se considerar uma série de fatores que envolvem: o fármaco, o leite materno, a lactante e o lactente. Apesar da ampla gama de medicamentos e seus mais variados efeitos adversos, há disponibilidade e de fácil acesso ao prescritor, ferramentas de pesquisa que auxiliam a prescrição evitando o desmame precoce, fonte essencial à nutrição, desenvolvimento cognitivo e da imunidade do bebê e, vínculo materno. Vê-se atualmente, um aumento no interesse sobre a depressão pós-parto...

Tecnologia e humanização na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal: reflexões no contexto do processo saúde-doença; Tecnología y humanización en la Unidad de Terapia Intensiva Neonatal: reflexiones sobre el contexto del proceso salud enfermedad; Technology and humanization of the Neonatal Intensive Care Unit: reflections in the context of the health-illness process

Silva, Laura Johanson da; Silva, Leila Rangel da; Christoffel, Marialda Moreira
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/09/2009 Português
Relevância na Pesquisa
16.76%
Trata-se de reflexão acerca da tecnologia e da humanização do cuidado ao recém-nascido, tendo como preceito teórico o processo saúde-doença. São estabelecidos alguns paralelos entre as concepções de saúde e de doença, e suas influências em nosso modelo de agir e pensar nos espaços da assistência, como sujeitos do cuidado neonatal. O método mãe-canguru é apresentado como tecnologia relacional, que propõe o acolhimento da unidade família-bebê na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, valorizando as vivências e necessidades primordiais de afetividade e compreensão.; This article reflects on technology and humanization in care of newborns, having as theoretical premise the health-illness process. Some parallels are established among the several conceptions of health and illness, and their influences in the way we behave and think about the care spaces as subjects of the neonatal care. The Kangaroo Mother Care is presented as a relational technology that proposes to shelter the family-baby unity in the Neonatal Intensive Care Unit, valuing experiences and major needs of affection and comprehension.; Se trata de reflexión acerca de la tecnología y de la humanización del cuidado al recién nacido, teniendo como marco teórico el proceso salud enfermedad. Son establecidos algunos paralelos entre las concepciones de salud y de enfermedad y sus influencias en nuestro modelo de actuar y pensar en los espacios de la asistencia...

The routine of families with nursing infants; Rutinas familiares con lactantes; Rotinas das famílias com crianças lactentes

Boehs, Astrid Eggert; Grisotti, Márcia; Aquino, Marly Denise Wuerges de
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/10/2007 Português
Relevância na Pesquisa
16.76%
This descriptive study investigates the routine of families with nursing infants ages between six months and two years old, involving working mothers users of a Basic Health Unit in a city in the South of Brazil. The theoretical discussion is based on the families' routine approach. A total of 25 mothers were interviewed through a semi-structured questionnaire. The qualitative data analysis followed the phases of organization, codification, categorization and interpretation. The findings suggest that childcare routines vary according to the periodicity, schedule and occupation of the mother. Different alternatives to childcare were identified, and although most of the women interviewed reported to be married, they almost did not mention the husband's participation in the routine. The investigation based on family routines allows the identification of family roles, the social relations and the health care organization.; Por medio de este estudio descriptivo, con enfoque cualitativo se investigó las rutinas de familias con niños lactantes entre 06 meses a 02 años de edad, cuyas madres trabajaban y tenían como referencia un Servicio Básico de Salud de un municipio del sur del Brasil. Como fundamento teórico fueron utilizadas las rutinas familiares. Siendo entrevistadas 25 madres...