Página 10 dos resultados de 262 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Variabilidade espacial e temporal da precipitação pluvial na bacia hidrográfica do Ribeirão João Leite-GO

Santos,Eduardo H. M. dos; Griebeler,Nori P; Oliveira,Luiz F. C. de
Fonte: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola Publicador: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2011 Português
Relevância na Pesquisa
26.03%
A precipitação pluvial constitui-se na principal variável hidrológica de entrada do ciclo hidrológico e para conhecimento da variabilidade espacial e temporal como informação básica para estudos hidrológicos, manejo de bacias hidrográficas, gestão de recursos hídricos, dentre outros. Os recursos hídricos superficiais produzidos nessa bacia são essenciais ao desenvolvimento do eixo Goiânia-Anápolis-Brasília e, recentemente, com o aumento da demanda hídrica, tem sido relatados conflitos pelo uso da água. Dessa maneira, tem-se que o desenvolvimento de estudos hidrológicos visando ao melhor entendimento e aproveitamento dos recursos hídricos é estratégico para o desenvolvimento da região. Nesse sentido, objetivou-se com este estudo mapear a precipitação média mensal e anual na bacia hidrográfica do Ribeirão João Leite, com o auxílio de técnicas geoestatísticas. Foram avaliados os modelos de semivariograma esférico, exponencial e gaussiano, ajustados pelo método dos mínimos quadrados ponderados, sendo que o modelo utilizado no mapeamento por krigagem foi o que apresentou o menor erro médio indicado pela validação cruzada. Foi constatado bom desempenho das técnicas geoestatísticas no mapeamento da precipitação média mensal e anual...

Árvore de decisão para classificação de ocorrências de ferrugem asiática em lavouras comerciais com base em variáveis meteorológicas

Megeto,Guilherme A. S.; Oliveira,Stanley R. de M.; Ponte,Emerson M.del; Meira,Carlos A. A.
Fonte: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola Publicador: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
26.03%
A ferrugem asiática é a mais importante doença da soja no Brasil. Apesar de sua epidemiologia ser conhecida, são escassos os estudos sobre os fatores que desencadeiam a doença com base em dados de campo. Este trabalho objetivou modelar a influência de variáveis meteorológicas a partir de um conjunto extenso de dados de ocorrência da ferrugem, por meio da técnica de indução de árvores de decisão. Os modelos foram desenvolvidos com dados de data de ocorrência da doença em quatro safras (2007/08 a 2010/11) e variáveis de temperatura e chuva em diferentes janelas de tempo prévias à data de detecção. Para cada registro de ocorrência, foi gerado um correspondente de "não ocorrência" como sendo o trigésimo dia anterior ao dia da detecção, assumindo-se a presença de inóculo, mas condições meteorológicas desfavoráveis à doença. O conjunto de treinamento para a modelagem foi composto de 45 variáveis de chuva e temperatura e 12.591 registros. O modelo preditivo escolhido resultou em uma árvore de decisão com, aproximadamente, 78% de taxa de acerto e 108 regras, determinadas por validação cruzada. O modelo interpretado, com 28 regras, considerou variáveis de temperatura como mais importantes, sendo que temperaturas abaixo de 15 °C e acima de 30 °C foram relacionadas com eventos de não ocorrência...

Estudo comparativo de modelos computacionais gerados sobre representações de imagens de coloscopia: tecido de mucosa normal VS tecido de mucosa de pólipo cólico

Ferrero,Carlos Andres; Lee,Huei Diana; Spolaôr,Newton; Coy,Cláudio Saddy Rodrigues; Fagundes,João José; Machado,Renato Bobsin; Cherman,Everton Alvares; Wu,Feng Chung
Fonte: Cidade Editora Científica Ltda Publicador: Cidade Editora Científica Ltda
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 Português
Relevância na Pesquisa
26.03%
OBJETIVO: analisar a qualidade preditiva de modelos computacionais para a diferenciação de tecidos cólicos, construídos a partir da representação de Imagens de Coloscopia (IC) como Matrizes de Co-ocorrência (MC). MATERIAIS E MÉTODOS: os modelos foram construídos aplicando técnicas de análise de imagens e de inteligência artificial. Foram utilizadas 67 IC, contendo pólipos, a partir das quais foram extraídas uma imagem da parte de tecido de pólipo e outra de tecido sem pólipo adjacente, totalizando 134 imagens. Para cada imagem, foram construídas MC para diferentes valores do parâmetro distância, D = 1 a 5, e extraídas 11 características de textura. Com essa representação, foram criados cinco modelos computacionais baseados em árvores de decisão. Os modelos foram avaliados utilizando: (a) validação cruzada e (b) tabelas de contingência. RESULTADOS: na análise (a), o modelo de D = 3 apresentou o menor erro médio (22,25% ± 11,85%). Na análise (b), os modelos de D = 1 e 3 apresentaram os melhores valores de precisão. CONCLUSÃO: os valores do parâmetro de distância D = 1 e 3 apresentaram os modelos com as melhores qualidades preditivas. Os resultados mostraram que os modelos construídos apresentaram-se promissores para a construção de sistemas computacionais de suporte à decisão.

Um estudo de climatologia diária da temperatura mínima, máxima e chuva acumulada e uma aplicação de "Model Output Statistics" (MOS) para a previsão de curto prazo no Estado do Paraná

Kim,Ilya S.; Beneti,Cesar A.; Vissotto Junior,Dornelles
Fonte: Sociedade Brasileira de Geofísica Publicador: Sociedade Brasileira de Geofísica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2001 Português
Relevância na Pesquisa
26.03%
Foi feito um estudo de climatologia das anomalias diária da temperatura mínima, máxima e chuva acumulada com uso de dados das estações meteorológicas da rede do Instituto Agronômico do Paraná. Foi mostrado que a distribuição de freqüência de ocorrência das anomalias de temperatura mínima é quase normal, mas a distribuição de freqüência de ocorrência das anomalias de temperatura máxima é quase uniforme e a distribuição de freqüência de chuva tem uma assimetria positiva. Foi adaptado o MOS (Model Output Statistics), onde foram usados a saída do modelo numérico do National Center for Environmental Prediction (NCEP - EUA) do período de abril de 1997 a março de 2000 e os dados correspondentes de temperatura mínima, máxima e chuva acumulada de 26 estações do IAPAR. Na implementação do MOS foi aplicado o método de grupos análogos. O MOS foi implementado separadamente para os períodos abril-setembro (período do ano frio) e outubro-março (período do ano quente). Foram calculadas e avaliadas as previsões com a utilização do método de validação cruzada ("cross validation") de 1 a 4 dias para o período de abril de 1997 à março de 2000. A ocorrência de chuva é prevista com acerto de 78%, 76%...

Modelagem geoestatística da infecção por Ascaris lumbricoides

Fortes,Bruno de Paula Menezes Drumond; Ortiz Valencia,Luis Iván; Ribeiro,Simone do Vale; Medronho,Roberto de Andrade
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2004 Português
Relevância na Pesquisa
26.03%
O estudo tem por objetivo modelar a distribuição espacial da ocorrência de ascaríase, utilizando mapas de risco mediante técnicas de geoprocessamento e análise geoestatística. Com base no banco de dados do PAISQUA, foram selecionados 19 setores censitários do Rio de Janeiro. Foram amostradas e georreferenciadas, no centróide de seu respectivo domicílio, 1.550 crianças com idade de 1 a 9 anos. Mapas de risco de Ascaris lumbricoides foram gerados usando krigagem indicadora. Com base na validação cruzada, os valores estimados foram comparados aos observados por intermédio da curva ROC. Um modelo de semivariograma isotrópico esférico com alcance de 30m e efeito pepita de 50% foi empregado na krigagem ordinária indicadora para a construção de um mapa de probabilidade de infecção por A. lumbricoides. A acurácia global, mensurada por meio da área sob a curva ROC, mostrou-se significativa. O uso da krigagem ordinária indicadora permitiu a modelagem de mapas de risco valendo-se da amostra de uma variável indicadora. O emprego das técnicas de análise estatística espacial mostrou-se adequado na predição da ocorrência do fenômeno, não ficando restrita a delimitações político-administrativas da região.

Estrutura dimensional da versão brasileira da Escala de Satisfação com o Processo Interpessoal de Cuidados Médicos Gerais

Nascimento,Maria Isabel do; Reichenheim,Michael Eduardo; Monteiro,Gina Torres Rego
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
26.03%
O objetivo do estudo foi reavaliar a estrutura dimensional da versão brasileira da Escala de Satisfação com o Processo Interpessoal de Cuidados Médicos Gerais, originalmente proposta como unidimensional. A análise de fatores confirmatória (AFC) e análise de fatores exploratória (AFC/E) modelada segundo os princípios da AFC foram usadas para identificar o modelo mais parcimonioso e melhor ajustado. A AFC não corroborou a estrutura unidimensional original. Na sequência, a AFC/E ajustou adequadamente uma estrutura bi-dimensional que foi reavaliada pela AFC, evidenciando um modelo sem carga cruzada como mais parcimonioso e com adequados índices de ajuste (CFI = 0,982 e TLI = 0,988), exceto o RMSEA (0,062). Embora, o modelo tenha alcançado a validade convergente, a validade discriminante foi questionável, com a raiz quadrada da variância média extraída do fator 1 abaixo da respectiva correlação de fatores. O estudo sugere que ainda não há evidências suficientes para recomendar o uso imediato do instrumento e que são necessários outros estudos para aprofundar as estruturas postuladas.

Esquema Estatístico de Combinação e Correção de Previsões Climáticas - ECCOCLIM

Bezerra,Ana Cleide N.; Pezzi,Luciano P.; Kayano,Mary T.
Fonte: Sociedade Brasileira de Meteorologia Publicador: Sociedade Brasileira de Meteorologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2008 Português
Relevância na Pesquisa
26.03%
Uma técnica de pós-processamento é aplicada para corrigir estatisticamente, as previsões de precipitação geradas pelos modelos climáticos numéricos disponíveis no CPTEC. O método chamado de Esquema Estatístico de Combinação e Correção de Previsões Climáticas (ECCOCLIM) é determinístico e baseia-se no método de Regressão Linear Múltipla (RLM). A verificação do desempenho é feita com a técnica de validação cruzada. Apesar dos ganhos observados nas previsões com o novo método serem localizados e variados ao longo dos anos, estes são destacados em áreas da América do Sul, as quais usualmente apresentam baixa previsibilidade climática, como no caso das regiões Sudeste e Centro-Oeste. Em geral, sobre a América do Sul o ECCOCLIM mostra resultados melhores, reduzindo os erros, comparados à tradicional média aritmética das previsões de diferentes modelos.

Continuidade espacial de chuvas intensas no estado de Minas Gerais

Mello,Carlos Rogério de; Viola,Marcelo Ribeiro; Mello,José Marcio de; Silva,Antônio Marciano da
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2008 Português
Relevância na Pesquisa
26.03%
O mapeamento de variáveis climáticas, como chuvas intensas, é de fundamental importância para o manejo ambiental. Para isto, ferramentas estatísticas para interpolação espacial devem ser devidamente analisadas e caracterizadas. Assim, objetivou-se com este trabalho analisar modelos e métodos de modelagem do semivariograma que melhor se ajustem a chuvas intensas com duração de 20, 60, 360 e 1440 minutos e tempos de retorno de 5, 50 e 100 anos, fornecendo subsídios primordiais para espacialização da mesma pelo interpolador geoestatístico, para o Estado de Minas Gerais. Foram testados os modelos esférico, exponencial e gaussiano pelos métodos de ajuste da Máxima Verossimilhança (MV) e Mínimos Quadrados Ponderados (MQP). Utilizou-se como critério de escolha do melhor modelo, o menor erro médio gerado pela validação cruzada, e em caso de similaridade, também foram considerados o maior grau de dependência espacial e o menor efeito pepita, além da análise visual do ajuste do modelo ao semivariograma experimental. O modelo exponencial se sobressaiu em nove das doze situações analisadas, o gaussiano em duas e o esférico em uma situação. Quanto aos métodos de ajuste, o MQP sobressaiu em todos os casos estudados...

Continuidade espacial de atributos físico-hídricos do solo em sub-bacia hidrográfica de cabeceira

Junqueira Júnior,José Alves; Silva,Antonio Marciano da; Mello,Carlos Rogério de; Pinto,Daniel Brasil Ferreira
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 Português
Relevância na Pesquisa
26.03%
O conhecimento da estrutura de continuidade espacial dos atributos fisico-hídricos de solos é uma importante ferramenta para o manejo solo em sub-bacias hidrográficas. No entanto, o mapeamento produzido não pode apresentar-se enviesado, com tendências, como acontece com aqueles puramente geométricos. Desta forma, neste trabalho, objetivou-se avaliar modelos de semivariogramas, bem como, métodos de ajuste, para volume total de poros (VTP), condutividade hidráulica do solo saturado (k o), porosidade drenável (m), umidade volumétrica na capacidade de campo (qcc), umidade volumétrica no ponto de murcha permanente (qpmp) e capacidade total de armazenamento de água (CTA), em uma sub-bacia hidrográfica na cabeceira do Rio Grande, na Serra da Mantiqueira. Para isto, foram feitas amostragens em 198 pontos na camada de 0-0,15m em grids de 300m x 300m, 60m x 60m e 20m x 20m. Foram ajustados os modelos de semivariogramas esférico, exponencial e gaussiano ao semivariograma experimental, pelos métodos dos mínimos quadrados ponderados (MQP) e máxima verossimilhança (MV). A análise variográfica mostrou que todos os atributos estudados apresentaram-se estruturados espacialmente. A maioria dos atributos apresentou melhor ajuste pela metodologia dos MQP...

Remoção de erros em mapas de produtividade via filtragem de dados brutos

Menegatti,Leonardo A. A.; Molin,José P.
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 Português
Relevância na Pesquisa
26.03%
A automação do processo de obtenção do mapa de produtividade introduz erros nos dados coletados. Processos de filtragem de dados podem eliminar parte dos erros e elevar a qualidade da informação. Um processo de filtragem foi desenvolvido para as características de cada erro presente em um mapa de produtividade. Tais erros podem ser de posicionamento, produtividades improvavelmente altas e baixas, largura de plataforma incorreta, umidade de grãos, distância entre pontos, intervalo de enchimento e limites estatísticos para dados discrepantes. O filtro foi aplicado a seis conjuntos de dados obtidos de seis diferentes monitores de produtividade comerciais. A análise geoestatística dos conjuntos de dados mostrou que a aplicação do filtro diminuiu o efeito pepita e obteve melhores resultados qualitativos na validação cruzada por krigagem, elevando a qualidade final da informação.

Mapeamento da precipitação mínima provável para o sul de Minas Gerais

Ávila,Léo F.; Mello,Carlos R. de; Viola,Marcelo R.
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
26.03%
O mapeamento da precipitação mínima provável associada a um período, local e freqüência de ocorrência, consiste em importante ferramenta para subsídios de práticas agrícolas. O objetivo neste trabalho foi mapear a precipitação provável mínima mensal e quinzenal para o Sul do Estado de Minas Gerais, por meio de técnicas geoestatísticas. O nível de probabilidade considerado foi de 75% e o período analisado foi a estação chuvosa (outubro a março). Os valores de precipitação provável foram estimados pela distribuição de probabilidade Log-Normal, após teste de sua adequação, por Kolmogorov-Smirnov, a partir de séries históricas de dados totais diários de precipitação referentes a 69 estações pluviométricas da região e arredores. Os modelos de semivariograma exponencial e esférico ajustados pela máxima verossimilhança (MV) e por mínimos quadrados ponderados (MQP) foram modelados para a escolha do melhor modelo que representasse o semivariograma experimental. Com base no grau de dependência espacial e pela validação cruzada, o modelo exponencial ajustado por MQP apresentou melhor desempenho. Os mapas de precipitação provável mostraram considerável variabilidade durante a estação chuvosa...

Utilização da espessura de dobras cutâneas para a estimativa da gordura corporal em idosos

Rech,Cassiano Ricardo; Cordeiro,Braian Alves; Petroski,Edio Luiz; Vasconcelos,Francisco de Assis Guedes de
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2010 Português
Relevância na Pesquisa
26.03%
OBJETIVO: Analisar a concordância de equações de espessura de dobras cutâneas para a estimativa da gordura corporal em idosos brasileiros, tendo como referência a Absortometria Radiológica de Dupla Energia. MÉTODOS: Trata-se de um estudo correlacional. Realizaram-se as medidas antropométricas (estatura, massa corporal, perímetros corporais e espessura de dobras cutâneas) de 180 idosos (60 homens e 120 mulheres) com idades entre 60 e 81 anos. A gordura corporal foi mensurada por meio da Absormetria Radiológica de Dupla Energia e comparada com os valores estimados pelas dobras cutâneas. Foram analisadas as equações de Durnin et al., Jackson etal., Visser et al. e Lean et al. Os critérios de validação cruzada sugeridos por Lohman e a análise gráfica das dispersões em relação à média, por meio do método proposto por Bland & Altman, foram utilizados. RESULTADOS: O grupo avaliado apresentou uma gordura corporal média de 23,1% (DP=5,8%) nos homens e 37,3% (DP=6,9%) nas mulheres, com uma variação entre 6% a 51,4%. Houve uma elevada concordância entre as equações generalizadas de Durnin et al. e a Absormetria Radiológica de Dupla Energia (64,4% nos homens e 60,1% nas mulheres). Nos homens as equações de dobras cutâneas tenderam a superestimar os valores de gordura corporal...

Descrição e construção do questionário senior de atividades físicas para idosos (QSAP)

Farinatti,Paulo de Tarso Veras; Vanfraechem,Jacques Henri-Paul; Clemen,Daniel
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/1998 Português
Relevância na Pesquisa
26.03%
A avaliação da autonomia do idoso focaliza-se habitualmente nas atividades desempenhadas ou na aptitude funcional. Raros são os instrumentos que levam em conta ambos os aspectos. Este estudo descreve o desenvolvimento de uma das partes de um sistema de avaliação que tenta cobrir esta lacuna _ o Questionário Senior de Atividades Físicas (QSAP). Trata-se de uma entrevista em quatro partes, quantificando as necessidades para uma vida autônoma em termos de força (FO) e de produção de energia para o trabalho (PA). A Parte I considera as atividades cotidianas no domicílio, profissionais e de tempo livre. A Parte II avalia o contexto de vida do entrevistado. A Parte III aprecia as dificuldades para tarefas cotidianas e os sentimentos quanto às atividades que se gostaria de fazer. A Parte IV considera o ponto de vista do entrevistador. Obtêm-se para cada parte dois índices parciais _ TOT (FO) e TOT (PA). Os índices gerais são três: ITOT (FO), ITOT (PA) e IAE. Aplicaram-se 164 questionários a belgas de 60 a 90 anos (X = 69,9 ± 7,12). Determinou-se o IAE por: a) análise de componentes principais para os índices TOT; b) cálculo dos escores fatoriais referentes ao primeiro fator; c) regressão múltipla entre os escores fatoriais e os ITOT; d) transformação dos resultados da regressão em unidades correspondentes à idade cronológica. Testaram-se a representatividade e a estabilidade do IAE por: a) comparação aos resultados parciais do questionário; b) comparação com a idade cronológica; c) validação cruzada para 20 indivíduos (X = 67...

Testes de força e resistência muscular: confiabilidade e predição de uma repetição máxima - Revisão e novas evidências

Pereira,Marta Inez Rodrigues; Gomes,Paulo Sergio Chagas
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2003 Português
Relevância na Pesquisa
26.03%
A confiabilidade intra-avaliadores é fundamental na determinação da qualidade dos dados coletados em uma pesquisa. Poucos estudos controlados têm reportado valores de confiabilidade de testes de força e, apesar de esta ser considerada boa na maioria dos estudos publicados (0,79 a 0,99), as diferenças entre teste e reteste têm sido observadas como estatisticamente significativas. Dessa forma, sugere-se a utilização dos valores de um segundo teste, pelo menos, em estudos de pesquisa, de modo que eventuais modificações nos valores de força possam ser atribuídas ao efeito dos tratamentos realizados e não à simples adaptação ao protocolo de teste. As relações entre testes de força máxima e testes submáximos ou variáveis antropométricas têm sido investigadas com o intuito de predizer a força máxima sem que o indivíduo tenha que ser submetido a um teste de carga máxima, evitando possíveis riscos de lesão. Valores de carga máxima, ou percentuais desta, são comumente utilizados para melhor prescrever o treinamento. A predição de uma repetição máxima (1RM) através de testes submáximos parece boa (em geral, correlações > 0,90); entretanto, na maioria dos estudos revisados, as equações preditivas desenvolvidas quase sempre não são aprovadas no escrutínio de uma validação cruzada. Assim sendo...

Desenvolvimento e validação de um novo sistema de seleção de talentos para a ginástica olímpica feminina: a Bateria PDGO

Albuquerque,Patrícia Arruda de; Farinatti,Paulo de Tarso Veras
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
26.03%
A ginástica olímpica (GO) envolve atividades motoras que exigem capacidades específicas. Todavia, há carência de testes para detectar o potencial para o desempenho na GO em idades precoces. Este estudo descreve e apresenta evidências da validade de uma bateria de testes para a seleção de talentos para GO feminina. Inicialmente, foram levantadas as atividades que vêm sendo aplicadas por especialistas em GO, na literatura e por consulta através de questionários. A partir das 30 atividades mencionadas, foi delineada uma bateria de testes com 22 atividades, aplicada em 55 crianças de cinco a nove anos de idade. Com uso de técnicas de análise fatorial, os escores fatoriais individuais foram calculados para o primeiro fator, sendo adotados como variável independente representativa do potencial das crianças para o desempenho em GO (PDGO). Uma regressão múltipla passo a passo gerou uma equação por meio da qual o PDGO era estimado a partir de apenas oito atividades. A validade cruzada da bateria e do índice PDGO foi verificada em 16 ginastas experientes e 19 crianças de escolinha. As primeiras obtiveram médias significativamente maiores (PDGO = 85,1) que as últimas (PDGO = 54,8), indicando que a bateria discriminou bem o potencial geral para o desempenho. Confirmou-se a validade construto com base na estrutura da análise fatorial...

Variabilidade espacial de atributos do solo em sistema de semeadura direta com rotação de culturas no cerrado brasileiro

Bottega,Eduardo Leonel; Queiroz,Daniel Marçal de; Pinto,Francisco de Assis de Carvalho; Souza,Cristiano Márcio Alves de
Fonte: Universidade Federal do Ceará Publicador: Universidade Federal do Ceará
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
26.03%
O presente estudo objetivou analisar a variabilidade espacial dos atributos químicos e da textura de um Latossolo Vermelho distroférrico. A propriedade onde o estudo foi realizado localiza-se no município de Sidrolândia (MS) e produz soja, milho e algodão, adotando rotação de culturas e o sistema de plantio direto. Em uma área experimental de aproximadamente 90 hectares foi amostrado solo em 181 pontos georeferenciados. As amostras foram compostas por quatro amostras simples, representativas da profundidade de 0,00-0,20 m. Foram mensurados os atributos químicos e a textura do solo. Realizou-se, inicialmente, análise de discrepantes e, posteriormente, análise descritiva e geoestatística para caracterizar as amostras e identificar a dependência espacial dos atributos estudados. Não foi detectada dependência espacial para os atributos acidez ativa em água, alumínio, acidez potencial, saturação por bases e matéria orgânica. As melhores estimativas de valores para locais não amostrados foram observadas para os atributos físicos do solo, os quais apresentaram os melhores parâmetros de ajuste dos variogramas e da validação cruzada. As técnicas de geoestatística utilizadas possibilitaram o ajuste dos modelos teóricos que melhor representaram a semivariância experimental...

Modelos de alerta para o controle da ferrugem-do-cafeeiro em lavouras com alta carga pendente.

MEIRA, C.A.A.; RODRIGUES, L.H.A.; MORAES, S.A. de.
Fonte: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.44, n. 3, p. 233-242, mar. 2009. Publicador: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.44, n. 3, p. 233-242, mar. 2009.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
26.03%
O objetivo deste trabalho foi desenvolver árvores de decisão como modelos de alerta da ferrugem-do-cafeeiro em lavouras de café (Coffea arabica L.) com alta carga pendente de frutos. Dados de incidência mensal da doença no campo coletados durante oito anos foram transformados em valores binários considerando limites de 5 e 10 pontos percentuais na taxa de infecção. Foi gerado um modelo para cada taxa de infecção binária a partir de dados meteorológicos e do espaçamento entre plantas. O alerta é indicado quando a taxa de infecção, prevista para o prazo de um mês, atingir ou ultrapassar o respectivo limite. A acurácia do modelo para o limite de 5 pontos percentuais foi de 81%, por validação cruzada, chegando até 89% segundo estimativa otimista. Esse modelo apresentou bons resultados para outras medidas de avaliação importantes, como sensitividade (80%), especificidade (83%) e confiabilidades positiva (79%) e negativa (84%). O modelo para o limite de 10 pontos percentuais teve acurácia de 79%, e não apresentou o mesmo equilíbrio entre as demais medidas. Em conjunto, esses modelos podem auxiliar na tomada de decisão referente ao controle da ferrugem-do-cafeeiro no campo. A indução de árvores de decisão é alternativa viável às técnicas convencionais de modelagem e facilita a compreensão dos modelos.; 2009

Utilização de titulação potenciométrica e regressão por mínimos quadrados parciais para determinação seletiva de ácidos carboxílicos.

CARAPELLI, R.; GROMBONI, C. F.; SOUZA, G. B. de; NOGUEIRA, A. R. de A.
Fonte: In: JORNADA CIENTÍFICA - EMBRAPA SÃO CARLOS, 2., 2010, São Carlos, SP. Anais... São Carlos: Embrapa Instrumentação Agropecuária: Embrapa Pecuária Sudeste, 2010. Publicador: In: JORNADA CIENTÍFICA - EMBRAPA SÃO CARLOS, 2., 2010, São Carlos, SP. Anais... São Carlos: Embrapa Instrumentação Agropecuária: Embrapa Pecuária Sudeste, 2010.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
26.03%
O método de regressão por mínimos quadrados parciais (PLS) é o mais utilizado em calibração multivariada, empregando tanto as informações de concentração certificada, quanto as informações experimentais, tendo como objetivo obter a máxima correlação entre ambos conjuntos, permitindo assim a previsão de amostras com concentrações desconhecidas através do modelo proposto. Nesse trabalho foi construído um modelo utilizando misturas de ácidos orgânicos (acético, lático e fórmico) contendo diferentes concentrações conhecidas empregando titulação potenciométrica e PLS com o software pirouette 4.11 (infometrix). O interesse para a construção desse modelo justifica-se pelo fato desses ácidos apresentarem valores de dissociação muito próximos sendo impossível a sua determinação direta e seletiva por meio de titulação convencional, tornando-se necessário o emprego de análises cromatográficas que são morosas e apresentam custos elevados. Neste trabalho foram analisadas quatro soluções padrões em duplicata em diferentes concentrações para a construção do modelo quimiometrico, sendo a faixa estudada de 0,125 a 1,00 mol.L para o ácido láctico; de 0,0625 a 0,500 mol.L para o ácido acético; e de 0...

Variabilidade espacial de um Latossolo Vermelho Amarelo sob cultivo intensivo. I. Distribuição espacial de atributos químicos.

VIANA, J. H. M.; FRANCA, G. E.; MANTOVANI, E. C.; FERNANDES FILHO, E. I.; SCHAEFER, C. E. G. R.
Fonte: In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE AGRICULTURA DE PRECISÃO, 3., 2005, Sete Lagoas. [Anais]. Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo: UFV: SBEA: CIGR, 2005. Publicador: In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE AGRICULTURA DE PRECISÃO, 3., 2005, Sete Lagoas. [Anais]. Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo: UFV: SBEA: CIGR, 2005.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
26.03%
Este trabalho visou o estudo da distribuição espacial dos principais atributos químicos usados para avaliação de fertilidade em uma área experimental usada em trabalhos em Agricultura de Precisão. 647 amostras simples de solo foram coletadas em uma grade regular georreferenciada de 25 por 25 metros, de O a 20 cm de profundidade. Além destas, foram amostrados 5 pontos na área sob o pivô, e um próximo ao pivô, até 50 cm, coletando-se de 2 em 2 cm nos primeiros 10 cm, 5 em 5 cm de 10 a 40 cm, e uma amostra de 40 a 50 cm de profundidade. As análises químicas foram executadas na terra fina seca ao ar, sendo determinados o pH em água, alumínio trocável, cálcio, magnésio, fósforo, potássio, matéria orgânica e acidez trocável. Concluiu-se que a área em estudo apresenta uma fertilidade de média a alta em sua camada superficial, apresentando concentração da fertilidade nos primeiros centímetros da superfície. Foi observada grande variabilidade horizontal, mostrada pelos mapas interpolados e pelo coeficiente de variação dos dados. As características estudadas apresentaram dependência espacial em modelos mais complexos que os ajustados, e os resultados de validação cruzada indicam que o intepolador utilizado produziu resultados pouco confiáveis.; 2005

Validação cruzada e independente na seleção genômica ampla.

MARINHO, C. D.; ALMEIDA FILHO, J. E. de; AZEVEDO, C. F.; RESENDE, M. D. V. de; SILVA, F. F. e; FERREIRA, K. C. Z.; ROSSE, L. N.; SANSALONI, C. P.; PETROLLI, C. D.; GRATTAPAGLIA, D.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MELHORAMENTO DE PLANTAS, 7., 2013, Uberlândia. Variedade melhorada: a força da nossa agricultura: anais. Viçosa, MG: SBMP, 2013. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MELHORAMENTO DE PLANTAS, 7., 2013, Uberlândia. Variedade melhorada: a força da nossa agricultura: anais. Viçosa, MG: SBMP, 2013.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 84-87.
Português
Relevância na Pesquisa
26.03%
2013