Página 11 dos resultados de 298 itens digitais encontrados em 0.025 segundos

Activação das células dendríticas da pele por alergenos e citocinas epidérmicas

Carvalho, Ana Luísa Vital Castanheira de
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
15.87%
As células dendríticas da pele (células de Langerhans) apresentam a capacidade de captar antigénios de contacto e activar os linfócitos T, desencadeando uma resposta imunológica específica. Neste processo, estão envolvidos mecanismos celulares complexos, que se iniciam com a captação e degradação intracelular dos antigénios de contacto. Os pequenos peptídeos resultantes desta degradação proteolítica são exocitados juntamente com as moléculas do complexo major de histocompatibilidade e apresentados na superfície membranar. Esta cascata de eventos intracelulares é acompanhada de modificações morfológicas e fenotípicas, que caracterizam o processo de maturação das células dendríticas, e do qual resulta, designadamente, a alteração da expressão de moléculas de superfície. Este trabalho teve como objectivo identificar alterações do padrão de proteínas induzidas por antigénios de contacto e por uma citocina epidérmica, designada por factor estimulante de colónias de granulócitos e macrófagos (GM-CSF), e conhecer o efeito desta citocina na sinalização intracelular em células dendríticas da pele. Para a realização deste estudo, utilizou-se como modelo experimental uma linha celular dendrítica (FSDC)...

"Efeito da terapia com laser em baixa intensidade (LILT) na produção de proteínas por macrófagos estimulados por cimentos endodônticos" ; Effect of low level laser therapy (LILT) on the protein secretion by endodontic sealers stimulated macrophages

Sousa, Lorena Ribeiro de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/03/2006 Português
Relevância na Pesquisa
15.87%
A terapia endodôntica visa o selamento biológico do complexo sistema apical, contribuindo para isso, as substâncias usadas no tratamento e a resposta imune do paciente. A LILT tem mostrado atividade antiinflamatória, favorecendo o processo reparacional. Sendo assim, este trabalho objetivou analisar o efeito da LILT na atividade secretória de macrófagos, previamente ativados por IFN-? e LPS de E.coli, e estimulados por substâncias liberadas de três tipos de cimentos endodônticos, um a base de óxido de zinco e eugenol, outro a base de hidróxido de cálcio e um terceiro resinoso. A citotoxicidade dessas substâncias foi avaliada usando a técnica de análise do MTT. Macrófagos ativados foram estimulados por essas substâncias ou não (controle) e então, irradiados ou não (controle) e a secreção de proteínas próinflamatórias (interleucina-1 b, fator de necrose tumoral-a e metaloproteinase da matriz-1) foram analisadas pelo teste ELISA. As irradiações foram realizadas com um laser GaAlAs (780 nm, 70 mW, ponta da fibra de 4 mm2, 1.67 seg, 3 J/cm2). Foram usadas duas aplicações de irradiação com intervalo de 6 h. Os dados obtidos foram tratados por Análise de Variância, quando de distribuição normal, ou teste de Friedman...

Manifestações orais do lúpus eritematoso: padrão das citocinas do infiltrado inflamatório; Oral lesions in lupus erythematosus cytokines profiles of inflammatory infiltrate

Marques, Elisa Raquel Martins da Costa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
15.87%
INTRODUÇÃO: Lúpus eritematoso (LE) é uma doença inflamatória crônica, autoimune. A presença de citocinas do tipo 1 nas lesões cutâneas discoides sugere que estas sejam críticas para a indução, desenvolvimento e manutenção destas manifestações. As citocinas do tipo 2 em combinação com Interferon- local podem estar relacionadas com a fisiopatologia do lúpus cutâneo. O perfil das citocinas ainda é desconhecido nas lesões orais do LE. MÉTODOS: Foram investigadas e comparadas as expressões das citocinas Th1 e Th2, representadas por IL-4, IL-5, IL-6, IL-10, IL-12, fator de necrose tumoral alfa (TNF-) e interferon gama (IFN-), de 29 biopsias de LE de mucosa intraoral (área não exposta ao sol) e semimucosa labial (área exposta) por meio da técnica de imuno-histoquímica. RESULTADOS: O infiltrado inflamatório das lesões de LE foi fortemente positivo para IFN- (97%) e TNF- (90%), ambas citocinas Th1. Interleucina 10 (IL-10), citocina Th2, foi fortemente expressa. Outras citocinas foram apenas moderadamente positivas. O padrão de citocinas foi semelhante nas lesões orais do LE na mucosa intraoral (área não exposta) e na semimucosa labial (área exposta). CONCLUSÕES: As lesões orais de LE estão associadas tanto a citocinas Th1 quanto a citocinas Th2...

Efeito da terapia fotodinâmica como adjuvante ao tratamento periodontal não-cirúrgico e na terapia periodontal de suporte em diabéticos tipo 2: estudo clínico e laboratorial em humanos; Photodynamic therapy as an adjunct to non-surgical periodontal treatment and periodontal maintenance in diabeticss type II. A randomized, controlled clinical and laboratory trial

Macedo, Guilherme de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
15.87%
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da terapia fotodinâmica (TFD) como adjuvante à terapia periodontal (TP), no preparo básico e na fase de terapia periodontal de suporte (TPS), de pacientes diabéticos tipo 2. O estudo foi divido em duas fases (fase 1 tratamento e fase 2 terapia de suporte). Foram selecionados 45 pacientes diabéticos tipo 2, dos quais 30 receberam a TP associada à TDF (Grupo G1) e 15 realizaram TP. Foi prescrita antibioticoterapia (doxiciclina 100mg/dia) por 14 dias a todos os pacientes de ambos os grupos. Foram avaliados no exame inicial e 3 meses após a terapia os seguintes parâmetros: Índice de Placa (IP), Profundidade de Sondagem (PS), Nível de Inserção Clínica (NIC),Sangramento à Sondagem (SS), Supuração (SUP), Hemoglobina Glicosilada (HbA1c), Glicemia em Jejum (GJ). Foi coletado um pool de amostras de fluido gengival e biofilme subgengival para análise da interleucina I beta (IL1-β) e exame microbiológico. Os resultados da fase 1 serviram como dados iniciais para fase 2. Nesta fase 2, o Grupo G1 foi subdividido em dois grupos de 15 indivíduos: G1R onde foi realizada raspagem e alisamento; e G1-F onde foi realizada somente aplicação de PDT. O grupo G2 (n=15) recebeu raspagem e alisamento radicular. As mesmas avaliações da fase 1 foram feitas após 3...

Avaliação do efeito adjunto da terapia fotodinâmica antimicrobiana aos procedimentos de raspagem e alisamento radicular em pacientes fumantes. Estudo clínico controlado e randomizado; The adjunctive effect of antimicrobial photodynamic therapy to nonsurgical periodontal treatment in smokers: a randomized clinical trial

Queiroz, Adriana Corrêa de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
15.92%
A periodontite é causada por bactérias patogênicas, podendo ser tratada com sucesso por meio de procedimentos que incluem instruções de higiene oral, eliminação de fatores retentivos de biofilme, raspagem e alisamento radicular (RAR), combinados ou não com cirurgias periodontais. A literatura tem relatado que os pacientes fumantes apresentam uma resposta inferior ao tratamento periodontal convencional, cirúrgico ou não, quando comparados aos pacientes não-fumantes. Assim, justifica-se a avaliação de terapias complementares aos procedimentos convencionais de raspagem e alisamento radicular (RAR) nesses pacientes. Estudos in vitro e in vivo têm demonstrado o potencial da terapia fotodinâmica antimicrobiana (TFDa) contra as bactérias periodontopatogênicas. Desta forma, o presente estudo visou analisar a ação complementar da TFDa à RAR em pacientes fumantes portadores de periodontite crônica. Foram selecionados 20 pacientes fumantes com periodontite crônica, apresentando um par de dentes contralaterais com sangramento à sondagem e profundidade de sondagem maior ou igual a 5 mm. Cada par de dentes foi aleatoriamente dividido em grupo controle (GC), no qual foi realizada a RAR e em grupo teste (GT), no qual além da RAR foi realizada a TFDa...

Efeitos do sistema intra-uterino de Levonorgestrel sobre marcadores de risco cardiovascular de pacientes com endometriose: estudo comparativo com o análogo do GnRH; Effects of the levonorgestrel-releasing intrauterine system on cardiovascular risk markers in patients with endometriosis: a comparative study with the GnRH analogue

Ferreira, Rodrigo Alves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/10/2009 Português
Relevância na Pesquisa
15.92%
INTRODUÇÃO: Aventa-se a hipótese de quepacientes com endometriose poderiam apresentar risco elevado para doenças cardiovasculares. Existe, porém, controvérsia quanto ao perfil lipídico observado nessas pacientes. OBJETIVOS: avaliar os marcadores de risco cardiovascular associados à endometriose, comparando-se o efeito sobre eles de dois diferentes tratamentos para esta doença: Sistema Intra-uterino liberador de levonorgestrel (SIU-LNG) e o análogo do GnRH na forma de depósito (aGnRH). Marcadores inflamatórios, parâmetros clínicos e avaliação lipídica foram utilizados como marcadores de risco cardiovascular. MATERIAL E MÉTODOS: Quarenta pacientes entre 18 e 40 anos, com diagnóstico laparoscópico de endometriose, foram randomizadas para receber tratamento com SIU-LNG (n=22) e com o aGnRH (n=18), durante 6 meses. Foram avaliados o índice de massa corporal, a freqüência cardíaca, as pressões arteriais sistólica e diastólica, além dos seguintes parâmetros laboratoriais: lipidograma (colesterol total (CT), HDL-colesterol (HDL-C), LDL-colesterol (LDL-C), triglicérides (TGL)), interleucina-6 (IL-6), proteína C reativa (PCR), homocisteína, molécula de adesão decélula vascular (VCAM), fator de necrose tumoral ?(TNF-?) e contagem de leucócitos (LCT)...

Efeitos clínicos e metabólicos do implante liberador de etonogestrel sobre o puerpério de mulheres sadias; Clinical and metabolic effects ofthe etonogestrel-releasing implant on the puerperium of healthy women Master's paper

Brito, Milena Bastos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/03/2009 Português
Relevância na Pesquisa
15.92%
Os contraceptivos de progestagênios isolados, como o implante de etonogestrel, representam uma opção para uso no puerpério. Classicamente, recomenda-se seu uso, a partir da sexta semana após o parto, mas sabe-se que para um grupo de pacientes de risco para curtos intervalos intergestacionais (com baixa adesão ou pouco acesso às orientações contraceptivas neste período), os mesmos podem ser prescritos no puerpério imediato. Porém, mais estudos são necessários para avaliar a segurança materna e neonatal/infantil do implante de etonogestrel (ETG), quando inserido no puerpério imediato. O objetivo do presente estudo foi avaliar dados de segurança materna (clínicos e metabólicos) e neonatal (clínicos) do uso do implante de ETG no puerpério imediato, durante as primeiras 12 semanas após o parto. Foram randomizadas 40 pacientes, entre 18-35 anos, no Ambulatório de Pré-Natal de Baixo Risco do HCFMRP-USP, para dois grupos: 20 para uso doimplante liberador de etonogestrel (ETG), inserido 24-48 horas após o parto; e 20 para uso de 150 mg de acetato de medroxiprogesterona de depósito (AMP-D), a partir da 6ª semana de puerpério (grupo de controle). Os parâmetros clínicos avaliados foram: pressão arterial (PA)...

Avaliação dos efeitos da utilização de plasma autólogo condicionado em articulações sinoviais hígidas de equinos; Effects evaluation of autologous conditioned plasma in healthy equine synovial joints

Moreira, Juliana Junqueira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
15.9%
O cavalo tem sido há milhares de anos um dos animais de maior utilidade para o homem, tanto no trabalho quanto no esporte. A integridade de sua estrutura física é determinante para a qualidade de seu desempenho, sendo alvo importante das estratégias terapêuticas e preventivas da atualidade. Diversos estudos têm esclarecido parte da cascata de eventos que ocorre em ambiente intra-articular, revelando os principais mediadores nocivos e ampliando as opções para tratamentos mais eficientes. Experimentos utilizando a citometria de fluxo foram capazes de demonstrar que a adição de plasma às células de líquido sinovial (LS) previamente inflamadas diminui a produção de espécies reativas de oxigênio durante o burst oxidativo, conferindo capacidade antioxidante a este hemoderivado. Pouco se sabe, no entanto, sobre seu potencial pró ou anti-inflamatório, pois não existem relatos na literatura investigando tal atividade. Assim, desenvolvemos este estudo com o objetivo de acompanhar os efeitos exercidos pelo plasma autólogo condicionado (ACP) sobre os tecidos articulares, reportando as alterações clínicas e no LS das articulações metacarpofalangeanas hígidas que receberam este tratamento. Foram administrados 4 ml de ACP em 10 articulações metacarpofalangeanas de equinos saudáveis...

Avaliação de marcadores inflamatórios séricos em indivíduos com diabetes mellitus tipo 2 após tratamento periodontal intensivo não-cirúrgico: estudo clínico randomizado; Evaluation of serum inflammatory markers in individuals with type 2 diabetes mellitus after intensive non-surgical periodontal therapy: a randomized clinical trial effects

Artese, Hilana Paula Carillo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
15.92%
O objetivo deste trabalho foi comparar os efeitos sorológicos e clínicos de dois protocolos de terapias periodontais em indivíduos com diabetes tipo 2 (DMT2) e periodontite crônica. Foram analisados 36 pacientes, randomizados em dois grupos: um grupo recebeu terapia intensiva de raspagem e alisamento radicular (INT; n=18) e outro recebeu apenas raspagem supragengival (SUP; n=18). Os grupos foram avaliados quanto aos parâmetros clínicos periodontais e marcadores inflamatórios séricos, antes e após 6 meses do tratamento periodontal. O exame clínico periodontal avaliou: placa visível (IP), índice gengival (IG), supuração (SUPUR), profundidade clínica de sondagem (PCS) e nível clínico de inserção (NCI). Amostras sanguíneas foram obtidas para análise de marcadores inflamatórios e hemoglobina glicada (HbA1c). Os marcadores de inflamação avaliados foram: interleucina (IL)-1, IL-2, IL-4, IL-5, IL-6, IL-7, IL-8, IL-10, IL-12, IL-13, IL-17, fator estimulador de colônias granulocitárias (G-CSF), fator estimulador de colônias de granulócitos-macrófagos (GM-CSF), interferon- (IFN-), proteína quimiotática de monócito-1 (MCP-1), proteína inflamatória de macrófago-1 (MIP-1) e fator de necrose tumoral (TNF-), através do imunoensaio multiplex (Bioplex). Ambas as terapias resultaram na melhora de quase todos os parâmetros clínicos periodontais (p<0...

Avaliação de mediadores inflamatórios após a terapia fotodinâmica no tratamento de bolsas periodontais residuais de pacientes em manutenção periodontal; Evaluation of inflammatory mediators following photodynamic therapy in the treatment of residual periodontal pockets of periodontal patients in maintenance

Andrade, Priscila Vivas da Cruz
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/01/2015 Português
Relevância na Pesquisa
15.92%
O objetivo deste estudo foi avaliar o impacto da terapia fotodinâmica (PDT) no tratamento de bolsas residuais de pacientes portadores de periodontite crônica em manutenção periodontal, através da avaliação de parâmetros imunológicos, durante 12 meses de acompanhamento. Foi conduzido um estudo prospectivo intervencional com 28 pacientes com periodontite crônica, que foram submetidos ao tratamento periodontal não-cirúrgico e apresentaram ao menos quatro sítios com bolsas residuais para serem submetidos à PDT. Os pacientes foram pareados em gênero, idade e média de profundidade clínica de sondagem (PCS) dos sítios experimentais, e assim sorteados em grupo teste (PDT) ou grupo controle. A intervenção foi feita no início do estudo, aos três, seis e nove meses e a coleta do fluido gengival foi realizada antes da intervenção, uma semana após, três e 12 meses depois. A avaliação imunólogica, realizada por meio do Luminex, quantificou os níveis de dez citocinas: interleucina (IL) IL-1(alfa), IL-1ß, IL-8, IL-1ra, fator de crescimento de fibroblastos (FGF), fator de crescimento vascular endotelial (VEGF), interferon- ? (IFN- Y), fator de necrose tumoral- (alfa) (TNF-(alfa)), IL-4 e IL-10. Em relação a essa análise...

Influencia do fator idade na modulação da resposta de celulas do ligamento periodontal induzida pelo fator de crescimento basico de fibroblastos (bFGF); The influence of aging on the modulation of periodontal ligament cells response induced by basic fibroblast growth factor (bFGF)

Bruno Braga Benatti
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
15.92%
O objetivo deste trabalho foi investigar a influência do fator idade sobre o comportamento e expressão gênica de células do ligamento periodontal (CLPD), e quais alterações o tratamento com fator de crescimento básico de fibroblastos (bFGF) pode induzir nestas populações celulares. Culturas primárias de CLPD foram obtidas e divididas nos seguintes grupos experimentais: A ? inclusos (células obtidas de terceiros molares inclusos de voluntários entre 18 e 30 anos de idade), B ? jovens (células obtidas de pré-molares erupcionados de voluntários entre 15 e 20 anos de idade), C ? idosos (células obtidas de dentes erupcionados de voluntários acima de 60 anos de idade), D ? grupo A submetido ao tratamento com 10?g/ml de bFGF, E ? grupo B submetido ao tratamento com 10?g/ml de bFGF e F ? grupo C submetido ao tratamento com 10?g/ml de bFGF. Foram realizados ensaios de proliferação e viabilidade celular, mineralização, quantificação dos níveis de proteína total e do padrão de expressão dos seguintes genes: Colágeno tipo I e III, metaloproteinase (MMP)-2 e -8, inibidor tecidual de metaloproteinase (TIMP)-1 e ?2, fator de crescimento derivado de plaquetas (PDGF)-1, proteína morfogenética óssea (BMP)-3, bFGF, osteoprotegerina (OPG)...

Efeito dos prebióticos oligofrutose, galacto-oligossacarídeos e de sua combinação no metabolismo ósseo de ratas wistar na meia-idade; Effect of oligofructose and galactooligosaccharides on bone metabolism in aging female wistar rats

Vivian Cristine Correia Vieira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/03/2012 Português
Relevância na Pesquisa
15.9%
Prebióticos são componentes alimentares não-digeríveis que conferem benefícios à saúde do hospedeiro por meio da modulação de sua microbiota gastrintestinal, tais como a oligofrutose e os galacto-oligossacarídeos (GOS). Diversos estudos têm sugerido que estes dois prebióticos podem estar associados à melhora da saúde óssea. Nas mulheres, a perda óssea associada ao envelhecimento tem início na terceira década de vida, e é bastante acentuada pela deficiência de estrógenos na menopausa, tendo-se um maior risco de desenvolvimento de osteoporose, doença esquelética sistêmica caracterizada por baixa massa e deterioração da microarquitetura do osso, com aumento do risco de fraturas. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar o efeito do consumo de oligofrutose, GOS e de sua combinação no metabolismo ósseo de ratas Wistar de meia-idade, nas quais ter-se-ia perda óssea associada ao envelhecimento e o estrógeno seria deficiente. Foi desenvolvido ensaio biológico com 32 ratas, divididas em 4 grupos: G1= dieta AIN-93M padrão (controle), G2=dieta AIN-93M com 5% de oligofrutose, G3=dieta AIN-93M com 5% de GOS, e G4=dieta AIN-93M com 5% de uma mistura deste prebióticos (1:1). A suplementação foi realizada por 16 semanas. Foram determinadas as concentrações séricas de paratormônio (PTH)...

Investigação dos polimorfismos dos genes da interleucina-1 (IL-1), IL1RN, IL-4, IL-6 e IL-10 em pacientes adultos portadores de púrpura trombocitopênica imune = : Investigation of interleukin-1 (IL-1), IL1RN, IL-4, IL-6 and IL-10 gene polymorphism adult patients with immune thrombocytopenic purpura; Investigation of interleukin-1 (IL-1), IL1RN, IL-4, IL-6 and IL-10 gene polymorphism adult patients with immune thrombocytopenic purpura

Josie Fadul Vilela
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
15.9%
A Púrpura Trombocitopênica Imune (PTI) é uma doença autoimune caracterizada pela presença de autoanticorpos contra as glicoproteínas de membrana plaquetária, tais como GPIIb/IIIa e GPIb/IX. O processo patogênico da PTI envolve uma destruição acelerada das plaquetas pelo sistema retículo-endotelial e a presença de sangramentos mucocutâneos. A reação inflamatória em doenças infecciosas e autoimune é regulada por um balanço entre as citocinas pró e anti-inflamatórias e a PTI tem sido associada com a desregulação das respostas e atividades de citocinas. Uma associação entre os polimorfismos de genes de citocinas que afetam sua produção e secreção foram relatadas em doenças infecciosas, alérgicas, autoimunes, e malignas, tanto na fase de formação quanto no decurso da doença e nas suas respostas ao tratamento. Neste estudo, o objetivo foi avaliar a importância dos polimorfismos IL1B -511C/T, IL1B +3953C/T, IL1RN intron 2 VNTR, IL4 -590C/T, IL4 intron 3 VNTR, IL6 -174G/C, IL10 -1082G/A, IL10 -819C/T e IL10 -592 A/C em pacientes portadores de PTI na região de Campinas, SP e investigar a associação entre os genótipos identificados e a resposta clínica do paciente ao tratamento. Utilizamos o método PCR e digestão com enzima de restrição (PCR-RFLP) ou PCR em Tempo real (RT-PCR) para identificação dos polimorfismos. No total...

Estudo do efeito anti-inflamatório da Esenbeckia leiocarpa Engl. no modelo da pleurisia induzida pela carragenina em camundongos

Pozzatti, Patrícia
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 119 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
15.92%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Farmácia, Florianópolis, 2012; Introdução: O gênero Esenbeckia (Rutaceae) compreende aproximadamente 30 espécies identificadas, nativas de regiões tropicais, tais como México e Brasil, incluindo principalmente os Estados brasileiros de São Paulo, Bahia, Minas Gerias, Goiás e Mato Grosso do Sul. Estudos in vivo e in vitro demonstraram que plantas deste gênero apresentam propriedades anti-inflamatórias. Objetivos: Avaliar o efeito anti-inflamatório do extrato bruto hidroalcoólico (EBH), frações e compostos isolados da Esenbeckia leiocarpa Engl., administrada por via intraperitoneal (i.p.), no modelo da pleurisia induzida pela carragenina em camundongos. Metodologia: As cascas secas da E. leiocarpa Engl. foram maceradas e extraídas com etanol para obter o EBH. A partir deste extrato, foram obtidas as frações n-hexano (Hex), acetato de etila (AcOEt), aquosa (Aq) e alcaloídica (Alc), sendo que esta última fração foi extraída com éter etílico originando duas subfrações: uma alcaloídica polar (AlcP) e outra apolar (AlcAp). O composto majoritário, o alcaloide indólico dihidrocorinanteol (DHC)...

A new variant in the interleukin-6 receptor (IL-6R) gene increases gene expression and asthma risk

Revez, Joana Nunes Mexia Allen, 1989-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
15.9%
Tese de mestrado. Biologia (Biologia Molecular e Genética). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2013; A interleucina-6 (IL-6) é uma citocina envolvida na asma alérgica, que atua nas suas células-alvo através de um recetor constituído por pelo menos duas subunidades membranares: uma glicoproteína de associação ao ligando (IL-6R) e uma glicoproteína transdutora de sinal (gp130). Embora a gp130 se expresse na grande maioria das células, apenas algumas são diretamente estimuladas pela IL-6, porque a expressão da IL-6R membranar (mIL-6R) é limitada a hepatócitos e determinadas células imunes. No entanto, a IL-6R também existe sob forma solúvel (sIL-6R), que tanto pode ser formada por clivagem da mIL-6R, como por splicing alternativo. Uma vez ligada à IL-6, a sIL-6R pode associar-se à gp130, estimulando as células por uma via alternativa, também viável em células que não expressam mIL-6R. A variante rs2228145, no gene IL6R, encontra-se na região que codifica para o local de corte da mIL-6R e é considerada o principal determinante genético dos níveis de sIL-6R, representando cerca de 19% da sua variabilidade. Portadores do alelo de risco têm elevados níveis de sIL-6R e maior risco de asma. No entanto...

Mediterranean spotted fever and identification of new agents of rickettsioses in Portugal : epidemiological determinants, host and microbial features in portuguese patients

Sousa, Rita Marques de
Fonte: Faculdade de Ciências Médicas. Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Médicas. Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2008 Português
Relevância na Pesquisa
15.92%
Resumo: a febre botonosa, também conhecida por febre escaro-nodular (FEN) é uma doença endémica nos Países da bacia do Mediterrâneo, África, Médio Oriente, Índia e Paquistão. O agente etiológico responsável por esta patologia é a bactéria Rickettsia conorii. Contudo, em alguns países, como Portugal e Itália, esta patologia é causada por duas estirpes diferentes: R conorii Malish e R conorii Israeli spotted fever strain. O principal vector e reservatório é o ixodídeo Rhipicephalus sanguineus. Mesmo com uma elevada taxa de subnotificação detectada no nosso País, a taxa incidência da FEN é de 8.4/105 habitantes (1989-2005), uma das mais altas quando comparada coom a de outros países da bacia do Mediterrâneo. De todos os distritos portugueses, Bragança e Beja são aqueles que apresentam as taxas de incidência mais elevadas, 56,8/105 habitantes e 47,4 / 105 habitantes respectivamente. Em Portugal, as alterações climáticas verificadas na última década, nomeadamente a subida das temperaturas médias anuais, parecem ter influenciado o ciclo de vida do vector e a sua dinâmica sazonal, permitindo ao R. sanguineus completar mais de um ciclo de vida por ano. Este facto, e a possibilidade deste vector se manter activo noutros meses do ano...

Resistência à insulina em mulheres com síndrome dos ovários policísticos modifica fatores de risco cardiovascular

Martins,Wellington de Paula; Soares,Gustavo Mafaldo; Vieira,Carolina Sales; Reis,Rosana Maria dos; Sá,Marcos Felipe Silva de; Ferriani,Rui Alberto
Fonte: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia Publicador: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 Português
Relevância na Pesquisa
15.92%
OBJETIVO: avaliar se a presença de resistência à insulina (RI) modifica fatores de risco cardiovascular em mulheres com síndrome dos ovários policísticos (SOP). MÉTODOS: estudo transversal no qual 60 mulheres com SOP, com idade entre 18 e 35 anos e sem uso de hormônios, foram avaliadas. A RI foi avaliada por meio do quantitative insulin sensitivity check index (QUICKI). RI foi definida como QUICKI <0,33. As seguintes variáveis foram comparadas entre o grupo com e sem RI: antropométricas (peso, altura, circunferência da cintura, pressão arterial e frequência cardíaca), laboratoriais (homocisteína, interleucina-6, fator de necrose tumoral-α, testosterona, fração de androgênios livre, colesterol total e frações, triglicerídeos, proteína C reativa e insulina, glicose) e ultrassonográficas (distensibilidade e espessura íntima-média da carótida e dilatação mediada por fluxo da artéria braquial). RESULTADOS: Dezoito mulheres (30%) apresentaram RI. As mulheres com RI, comparadas às sem RI, apresentaram diferenças significativas nos seguintes marcadores antropométricos (SOP com RI e sem RI respectivamente): índice de massa corporal (35,5±5,6 versus 23,9±4,8 kg/m², p<0,01;), cintura (108,1±11,53 versus 79...

Avaliação do efeito antinociceptivo da agregatina D isolada de Sinningia aggregata em camundongos

Souza, Geórgea Vanessa
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 143f. : il. algumas color., grafs.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
15.92%
Orientador : Prof. Dr. Aleksander Roberto Zampronio; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Farmacologia. Defesa: Curitiba, 26/09/2014; Inclui referências; Resumo: Estudos anteriores desenvolvidos em camundongos demonstraram que o extrato bruto de Sinningia aggregata possui ação antinociceptiva na fase inflamatória do teste da formalina e na nocicepção induzida por carragenina. Analisando-se as frações obtidas desse extrato, demonstrou-se que parte dessa propriedade deve-se a presença de um novo composto heterocíclico, isolado da fração acetato de etila, denominado de Agregatina D. A Agregatina D quando localmente aplicada na pata dos animais nas doses de 0,7-7 ng, reduziu de maneira dose-dependente a nocicepção induzida pela carragenina (300 ?g/pata), com inibição máxima de 66%. Sabe-se que a aplicação intra-plantar de carragenina induz a sensibilização dos nociceptores por meio da liberação de uma cascata de mediadores como a bradicinina (BK) e as citocinas Fator de Necrose Tumoral ? (TNF-?) e Interleucina 1? (IL-1?) e da quimiocina Quimioatraente para Neutrófilos induzido por Citocinas 1 (CINC-1), seguindo-se os mediadores finais: os prostanóides e as aminas simpáticas. Então...

Transplantação Renal Pediátrica - Experiência de 8 Anos - Unidade de Nefrologia do Serviço de Pediatria do Hospital de Santa Maria

Stone, Rosário; da Silva, J. Esteves; Simão, Carla; Mendonça, Erica; Maio, Rui; Gonçalves, Miroslava; do Vale, J. Mendes; Almeida, Margarida
Fonte: Sociedade Portuguesa de Pediatria Publicador: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Formato: application/pdf
Publicado em 03/09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
15.9%
A Unidade de Nefrologia do Serviço de Pediatria do Hospital de  Santa Maria, diferenciada desde 1975, iniciou o seu programa de transplantação renal pediátrica em Setembro de 1995, Propomo-nos analisar a actividade desenvolvida em termos de movimento» resultados, evolução e complicações, e ponderar alguns aspectos relevantes de um programa nacional de transplantação renal pediátrico, com o objectivo de optimizar o acesso dos doentes a esta modalidade de tratamento da insuficiência renal terminal, que consideramos a mais adequada ao doente de idade pediátrica.Durante os 8,5 anos a que se refere este estudo foram avaliados no sector 30 doentes, dos quais 27 foram submetidos a transplantação renal no HSM, I no Hôpital Necker, e 2 no Hospital da Universidade de Coimbra. O número de transplantações por ano foi em média de 2 até 1999 e de 5 a partir de 2000.Todos os doentes foram submetidos a diálise crónica antes da transplantação, 54% (16) efectuaram diálise peritoneal, 33% (10) hemodiálise e 13 % (4) efectuaram as duas técnicas. A média do tempo em diálise foi 19,96 ± 16,56 meses.As uropatias foram a causa de IR em 50% (15) dos doentes e as glomerulopatias cm apenas 17% (5) {Quadro I).A média de idades na data da transplantação foi de 13...

Administração de nanopartículas de ouro por fonoforese e iontoforese na tendinopatia induzida em ratos

Döhnert, Marcelo Baptista
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
15.92%
Tese de Doutorado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC, para obtenção do título de Doutor em Ciências da Saúde.; Lesões tendinosas são frequentes em atletas ou atividades profissionais que envolvam trabalho repetitivo. Dentre as diversas terapias disponíveis para o tratamento de lesões musculoesqueléticas agudas destacam-se a terapia ultrassônica (UST) e as correntes elétricas. A UST, quando utilizada para o transporte transdermal de fármacos é denominada fonoforese. Na iontoforese o transporte medicamentoso transcutâneo ocorre por eletroforese. Nanopartículas de ouro (GNP) exibem propriedades antiinflamatórias e de agente transportador de fármacos. O objetivo deste trabalho foi medir os níveis de interleucina 1-â (IL-1â) e fator de necrose tumoral á (TNF-á) na lesão aguda do tendão do calcâneo em ratos submetidos à administração de GNP isoladas ou associadas à diclofenaco dietilamônio (DFDA) por fonoforese e iontoforese. Foram usados, no total para os dois experimentos, 105 ratos Wistar machos, divididos em grupos com quinze ratos em cada. Para o experimento utilizando fonoforese foram quatro grupos: Grupo 1 – Grupo lesão sem tratamento. Grupo 2 – Grupo lesão tratado com DFDA via fonoforese. Grupo 3 – Grupo lesão tratado com DFDA via iontoforese. Grupo 4 – Grupo lesão tratado com GNP via fonoforese. Já para o experimento utilizando a iontoforese também foram quatro grupos...