Página 13 dos resultados de 5994 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Efeito comparativo do calor, S0(2) e ácido ascórbico na atividade da polifenol oxidase e peroxidase de algumas frutas e hortaliças

Nogueira,J.N.; Silva,E.
Fonte: Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura Publicador: Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1989 Português
Relevância na Pesquisa
36.61%
O objetivo deste trabalho foi o de comparar o efeito do calor, do SO2 e do ácido ascorbico, visando determinar qual o método mais eficiente para controlar o escurecimento enzímico de cada uma das frutas e hortaliças estudadas. Os resultados mostraram que para a banana, pêssego, maça, cenoura, couve-flor e palmito, o calor foi o melhor agente inativador do sistema enzímico responsável pelo escurecimento. O SO2 foi mais eficiente para a pera, e para o figo e batata, o melhor agente inibidor foi o ácido ascórbico.

Parasitismo natural em moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) no semiárido do sudoeste da Bahia, Brasil

Sá,Ricardo Falcão de; Castellani,Maria Aparecida; Nascimento,Antonio Souza do; Ribeiro,Ana Elizabete Lopes; Moreira,Aldenise Alves
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.61%
Parasitoides são importantes agentes de controle natural de tefritídeos, e os conhecimentos sobre as relações tritróficas podem subsidiar o manejo destas pragas. Este trabalho objetivou estimar índices de parasitismo em moscas-das-frutas, em 21 espécies vegetais, e identificar as espécies de parasitoides associados, nas condições do semiárido do sudoeste da Bahia. Oito hospedeiros apresentaram infestação por Anastrepha spp. e, destes, em quatro, ocorreu parasitismo superior a 20,0%, sendo: 20,8% (Ziziphus joazeiro L.); 21,3% (Spondias tuberosa L.); 32,4% (Spondias purpurea L.) e 57,1% (Malpighia emarginata L.). Os parasitoides coletados pertencem à família Braconidae, sendo 89% de Doryctobracon areolatus e 11% de Asobara anastrephae.

Escoamento de ar através de embalagens de polapa de frutas em caixas comerciais: efeito sobre os perfis de velocidade em túneis de congelamento

Resende,Jaime Vilela de; Neves Filho,Lincoln de Camargo; Silveira Jr.,Vivaldo
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2002 Português
Relevância na Pesquisa
36.61%
As variações nas velocidades do ar causadas pela resistência ao escoamento em função da quantidade de embalagens de polpa de frutas (100g), acondicionadas em caixas comerciais durante o processo de congelamento, foram avaliadas e as vazões estimadas, com base em um método de tratamento dos dados experimentais. As velocidades foram medidas antes da passagem do ar pelo empilhamento de caixas na câmara. As medições foram analisadas utilizando-se uma rotina de regressão não linear e as vazões determinadas pelo método de integração numérica dos perfis das velocidades ajustadas. O método apresentou estimação 10% superior à encontrada pelo método tradicional. Mantendo as condições operacionais do ventilador constantes, a vazão para arranjos de sete camadas resultou ser 62% inferior à de três camadas e, 50,9% inferior à de cinco camadas. Estes valores foram proporcionais à redução do espaço livre para escoamento do ar.

Efeitos do processamento térmico e da radiação gama na conservação de caldo de cana puro e adicionado de suco de frutas

Oliveira,Aline Cristine Garcia de; Spoto,Marta Helena Fillet; Canniatti-Brazaca,Solange Guidolin; Sousa,Cristina Paiva de; Gallo,Claudio Rosa
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.61%
O caldo de cana apresenta grande aceitação popular e, se devidamente explorado, é um produto com elevado potencial mercadológico. O presente trabalho teve como objetivos realizar a caracterização físico-química, microbiológica e sensorial do caldo de cana puro e adicionado de suco de limão e de suco de abacaxi submetido ao tratamento térmico (70 °C/25 minutos) e/ou à radiação gama (2,5 kGy), acondicionado em garrafas de polietileno de alta densidade. Os resultados foram avaliados através da análise de variância e comparação das médias pelo teste de Tukey. Os processamentos aplicados reduziram as quantificações microbianas e não alteraram significativamente o aroma e sabor das bebidas em relação ao controle. A luminosidade foi maior no produto submetido ao tratamento térmico combinado com a radiação gama do que nos demais tratamentos. A atividade da polifenoloxidase nas bebidas processadas foi significativamente menor em relação ao controle. A adição de suco de frutas ao caldo de cana não alterou sua composição físico-química. No entanto, a adição de suco de abacaxi ao caldo de cana incrementou significativamente o teor de manganês e o de açúcares redutores quando comparado ao caldo de cana puro e adicionado de suco de limão.

Avaliação microbiológica de polpas de frutas congeladas

Santos,Cristina Auler do Amaral; Coelho,Ana Flavia Santos; Carreiro,Solange Cristina
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.61%
Foram analisadas 98 amostras de polpas de frutas congeladas de 8 sabores diferentes, comercializadas em uma feira livre da cidade de Palmas-TO. Foram determinados o pH das polpas, Número Mais Provável de coliformes totais e termotolerantes (NMP.g-1) e Unidades Formadoras de Colônia de bolores e leveduras (UFC.g-1). O pH médio das polpas variou entre 2,5 e 4,8. Apenas 5 amostras (4,3%) apresentaram resultados positivos para coliformes totais e duas confirmaram a presença de coliformes termotolerantes e E. coli, com valores entre 0,3 e 0,9 NMP.g-1. Noventa por cento das amostras apresentaram contaminação por bolores e leveduras, sendo que as contagens variaram de < 10 até 6,2 x 10(4) UFC.g-1. Dentre as amostras que apresentaram bolores e leveduras, 29,6 % não se enquadraram nos padrões estabelecidos pela legislação em vigor.

Adição de extratos de Ginkgo biloba e Panax ginseng em néctares mistos de frutas tropicais

Sousa,Paulo Henrique Machado de; Ramos,Afonso Mota; Maia,Geraldo Arraes; Brito,Edy Sousa de; Garruti,Deborah dos Santos; Fonseca,Ana Valquíria Vasconcelos da
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.61%
O estudo objetivou desenvolver formulações de néctares mistos de frutas tropicais, acrescidos de diferentes concentrações de extratos de Ginkgo biloba, Panax ginseng e misturas de Ginkgo biloba e Panax ginseng, avaliar características sensoriais, físico-químicas e químicas dos néctares selecionados. As formulações dos néctares tiveram a seguinte composição de polpa: caju (Anacardium occidentale), 12,25%; manga (Mangifera indica L), 21%; e acerola (Malpighia emarginata D.C.), 1,75%. Foram desenvolvidas diferentes formulações, com a adição dos extratos nas concentrações variando de 15 a 30 mg.100 mL-1 de néctar. A avaliação sensorial da impressão global, sabor e aroma foi feita por meio de teste de aceitação. Para as bebidas formuladas com Panax ginseng, somente o atributo sabor apresentou variação com o aumento da concentração do extrato. Para as bebidas acrescidas de Ginkgo biloba, observou-se um decréscimo linear para todos os atributos avaliados com o aumento da concentração do extrato. Para a mistura de extratos, não se observou variação das médias com o aumento da concentração dos extratos. Conclui-se que a adição de extrato de Panax ginseng até a concentração de 20 mg.100 mL-1 de néctar e a mistura dos extratos...

Índice de desempenho competitivo das empresas de polpa de frutas do Estado do Pará

Santana,Antônio Cordeiro de
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.61%
O objetivo do trabalho foi construir um índice de desempenho competitivo para as empresas de polpa de frutas do Estado do Pará. Utilizaram-se as técnicas de análise fatorial e de regressão múltipla para estimar o IDC. Os resultados mostraram que, das 27 empresas analisadas, apenas uma empresa apresentou alto IDC e três IDC intermediários. Finalmente, observou-se uma relação positiva entre as variáveis margens de lucro e número de fornecedores e o IDC das empresas.

ANÁLISE FAUNÍSTICA DE ESPÉCIES DE MOSCA-DAS-FRUTAS (DIP., TEPHRITIDAE) EM MINAS GERAIS

CANAL,N.A.; ALVARENGA,C.D.; ZUCCHI,R.A.
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1998 Português
Relevância na Pesquisa
36.61%
Em seis locais de quatro municípios (Janaúba, Jaíba, Nova Porteirinha e Itacarambí) do norte do Estado de Minas Gerais, foram coletados 29.454 espécimes de mosca-das-frutas, pertencentes a Ceratitis capitata e a 20 espécies de Anastrepha. O levantamento foi feito entre janeiro de 94 e dezembro de 96, utilizando armadilhas plásticas tipo McPhail. Ceratitis capitata foi a espécie predominante em áreas urbanas. As espécies de Anastrepha predominaram em áreas rurais. A. obliqua, A. zenildae e Anastrepha n. sp.3 foram as espécies predominantes do gênero, entretanto, essa predominância variou de local para local em função da disponibilidade de hospedeiros. As comunidades apresentaram índices de diversidade baixos e quocientes de similaridade entre 73 e 100%.

Tecnologias para o manejo da mosca-das-frutas [Anastrepha fraterculus Wied. 1830 (Diptera: Tephritidae)] e Grapholita [Grapholita molesta Busck 1916 (Lepidoptera: Tortricidae)] em pessegueiro.

HÄRTER, W. da R.
Fonte: 2009. Publicador: 2009.
Tipo: Teses/dissertações (ALICE) Formato: 72 p.
Português
Relevância na Pesquisa
36.61%
O pessegueiro tem como pragas-chave a mosca-das-frutas sul-americana Anastrepha fraterculus (Wied.) e a mariposa-oriental Grapholita molesta (Busck.). Para o controle destas espécies, iscas-tóxicas e feromônios sexuais foram avaliados visando substituir as pulverizações com inseticidas fosforados na cultura. No primeiro experimento, o efeito dos inseticidas (acetamiprido - Mospilan, 30g/100L, espinosade - Tracer 480 SC, 20 mL/100L e malationa - Malathion 500 CE, 200 mL/100L), associados aos atrativos alimentares melaço de cana (7%) e proteína hidrolisada (Biofruit®, 3%) e a isca comercial Success® (1:1,5) foram avaliados para o controle de A. fraterculus em laboratório. As iscas tóxicas contendo malationa, espinosade e o produto comercial Success foram igualmente eficientes no controle de A. fraterculus. A isca-tóxica à base de malationa causou 100% de mortalidade as 24 horas igualando-se quando comparado com as 72 horas do inseticida espinosade. Acetamiprido não proporcionou mortalidade significativa por ingestão e os atrativos melaço e proteína hidrolisada foram equivalentes entre si. Em plantas de pessegueiro, foi observado que o residual das iscas contendo proteína hidrolisada (3%) apresentaram a mesma eficiência que o melaço (7%)...

Comportamento de cópula em moscas-das-frutas tephritídeos.

PARANHOS, B. A. J.; MALAVASI, A.
Fonte: In: ENCONTRO ESTADUAL DO PROGRAMA DE CONTROLE DE MOSCAS-DAS- FRUTAS, 6., 2007, Porto Seguro. [Anais...] Porto Seguro: ADAB: UESB, 2007. Publicador: In: ENCONTRO ESTADUAL DO PROGRAMA DE CONTROLE DE MOSCAS-DAS- FRUTAS, 6., 2007, Porto Seguro. [Anais...] Porto Seguro: ADAB: UESB, 2007.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
Português
Relevância na Pesquisa
36.61%
2007

Frequência de moscas-das-frutas do gênero Anastrepha (Diptera: Tephritidae) no Submédio do Vale do São Francisco.

VIANA, R. E.; VIRGÍNIO, J. F.; CAMBESES, D.; PARANHOS, B. A. J.; MALAVASI, A.
Fonte: In: SEMINÁRIO BRASILEIRO DE PRODUÇÃO INTEGRADA DE FRUTAS, 11.; SEMINÁRIO SOBRE SISTEMA AGROPECUÁRIO DE PRODUÇÃO INTEGRADA, 3., 2009, Petrolina. Produção integrada: base de sustentabilidade para a agropecuária brasileira. Petrolina: Embrapa Semi-Árido: Valexport, 2009. Publicador: In: SEMINÁRIO BRASILEIRO DE PRODUÇÃO INTEGRADA DE FRUTAS, 11.; SEMINÁRIO SOBRE SISTEMA AGROPECUÁRIO DE PRODUÇÃO INTEGRADA, 3., 2009, Petrolina. Produção integrada: base de sustentabilidade para a agropecuária brasileira. Petrolina: Embrapa Semi-Árido: Valexport, 2009.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
Português
Relevância na Pesquisa
36.61%
2009

Injúrias causadas por mosca-das-frutas sul-americana em cultivares de videira.

ZART, M.; BOTTON, M.; FERNANDES, O. A.
Fonte: Bragantia, Campinas, v. 70, n. 1, p. 64-71, 2011. Publicador: Bragantia, Campinas, v. 70, n. 1, p. 64-71, 2011.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
36.61%
A mosca-das-frutas sul-americana, Anastrepha fraterculus (Wiedemann) (Diptera: Tephritidae), é uma das principais pragas da fruticultura no Brasil. O objetivo deste estudo foi identificar a suscetibilidade quanto à queda e deformação de bagas de diferentes cultivares/espécies de uva pela injúria causada pela oviposição de A. fraterculus. O trabalho foi realizado em vinhedos das cultivares ?Cabernet Sauvignon? (Vitis vinifera), ?Moscato Embrapa? (75% de V. vinifera) e ?Isabel? (Vitis labrusca), localizados em Bento Gonçalves (RS), na safra 2006/2007. Dois casais de A. fraterculus foram confinados por cacho, em gaiolas de tecido voile, durante os estádios fenológicos de grão ervilha, início da compactação, início da maturação e maturação plena dos cachos. Queda significativa de bagas devido ao ataque de A. fraterculus foi registrada na cultivar ?Cabernet Sauvignon? quando a infestação foi realizada nos estádios fenológicos de grão ervilha e início da compactação de cacho; estádios de grão ervilha em ?Moscato Embrapa?; e nos estádios de grão ervilha, início da compactação e início da maturação do cacho na cultivar ?Isabel?. Foi registrada deformação de bagas quando as infestações foram realizadas nos estádios de grão ervilha e início da compactação de cacho em ?Cabernet Sauvignon?...

Monitoramento de moscas-das-frutas na Amazônia: amostragem de frutos e uso de armadilhas.

SILVA, R. A. da; DEUS, E. da G. de; RAGA, A.; PEREIRA, J. D. B.; SOUZA-FILHO, M. F. de; COSTA NETO, S. V. da
Fonte: In: SILVA, R. A. da; LEMOS, W. de P.; ZUCCHI, R. A. (Ed.). Moscas-das-frutas na Amazônia brasileira: diversidade, hospedeiros e inimigos naturais. Macapá: Embrapa Amapá, 2011. p. 33-50. Publicador: In: SILVA, R. A. da; LEMOS, W. de P.; ZUCCHI, R. A. (Ed.). Moscas-das-frutas na Amazônia brasileira: diversidade, hospedeiros e inimigos naturais. Macapá: Embrapa Amapá, 2011. p. 33-50.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
36.61%
2011

Conhecimento sobre moscas-das-frutas no Estado do Amapá.

SILVA, R. A. da; DEUS, E. da G. de; PEREIRA, J. D. B.; JESUS, C. R. de; SOUZA-FILHO, M. F. de; ZUCCHI, R. A.
Fonte: In: SILVA, R. A. da; LEMOS, W. de P.; ZUCCHI, R. A. (Ed.). Moscas-das-frutas na Amazônia brasileira: diversidade, hospedeiros e inimigos naturais. Macapá: Embrapa Amapá, 2011. p. 223-236. Publicador: In: SILVA, R. A. da; LEMOS, W. de P.; ZUCCHI, R. A. (Ed.). Moscas-das-frutas na Amazônia brasileira: diversidade, hospedeiros e inimigos naturais. Macapá: Embrapa Amapá, 2011. p. 223-236.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
36.61%
2011

Conhecimento sobre moscas-das-frutas no Estado do Amazonas.

DEUS, E. da G. de; SILVA, R. A. da; RONCHI-TELES, B.; ZUCCHI, R. A.
Fonte: In: SILVA, R. A. da; LEMOS, W. de P.; ZUCCHI, R. A. (Ed.). Moscas-das-frutas na Amazônia brasileira: diversidade, hospedeiros e inimigos naturais. Macapá: Embrapa Amapá, 2011. p. 237-245. Publicador: In: SILVA, R. A. da; LEMOS, W. de P.; ZUCCHI, R. A. (Ed.). Moscas-das-frutas na Amazônia brasileira: diversidade, hospedeiros e inimigos naturais. Macapá: Embrapa Amapá, 2011. p. 237-245.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
36.61%
2011

Conhecimento sobre moscas-das-frutas no Estado de Roraima.

MARSARO JÚNIOR, A. L.; RONCHI-TELES, B.; BARBOSA, R. I.; SILVA JÚNIOR, R. J. da; AGUIAR, R. M. de; SILVA, R. A. da
Fonte: In: SILVA, R. A. da; LEMOS, W. de P.; ZUCCHI, R. A. (Ed.). Moscas-das-frutas na Amazônia brasileira: diversidade, hospedeiros e inimigos naturais. Macapá: Embrapa Amapá, 2011. p. 279-290. Publicador: In: SILVA, R. A. da; LEMOS, W. de P.; ZUCCHI, R. A. (Ed.). Moscas-das-frutas na Amazônia brasileira: diversidade, hospedeiros e inimigos naturais. Macapá: Embrapa Amapá, 2011. p. 279-290.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
36.61%
2011

Sistema de alerta.

NAVA, D. E.; MELO, M.; UENO, B.
Fonte: Cultivar Hortaliças e Frutas, Pelotas, v. 10, n. 71, p. 26-28, dez. 2011/jan. 2012. Publicador: Cultivar Hortaliças e Frutas, Pelotas, v. 10, n. 71, p. 26-28, dez. 2011/jan. 2012.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
36.61%
Diante da diminuição no número de inseticidas disponíveis para o controle de pragas em pêssego cresce a preocupação com o ataque de insetos como a mosca-das-frutas. Pesquisadores e produtores do sul do Rio Grande do Sul têm apostado no monitoramento e em mecanismos para prever a ocorrência da praga, na busca por alternativas mais eficientes de manejo.; 2011

Qualidade ambiental e produção integrada de frutas (PIF) no sub-médio do Rio São Francisco.

SILVA, A. de S.; HERMES, L. C.; FREIRE, L. C. L.; LOPES, P. R. C.; PESSOA, M. C. P. Y.
Fonte: In: SEMINARIO BRASILEIRO DE PRODUCAO INTEGRADA DE FRUTAS, 2., 2000, Bento Goncalves, RS. Anais. Bento Goncalves: Embrapa Uva e Vinho, 2000. 100p. (Embrapa Uva e Vinho. Documentos, 28). Editado por: Gilmar Ribeiro Nachtigall; Ana Beatriz Costa Czermainski. p. 1-8. Publicador: In: SEMINARIO BRASILEIRO DE PRODUCAO INTEGRADA DE FRUTAS, 2., 2000, Bento Goncalves, RS. Anais. Bento Goncalves: Embrapa Uva e Vinho, 2000. 100p. (Embrapa Uva e Vinho. Documentos, 28). Editado por: Gilmar Ribeiro Nachtigall; Ana Beatriz Costa Czermainski. p. 1-8.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
36.61%
2000

Dominadora.

SANTOS, R. S. S. dos; KLESENER, D. F.; MEGIER, G. A.
Fonte: Cultivar Hortaliças e Frutas, Pelotas, v. 8, n. 56, p. 25-27, 2009. Publicador: Cultivar Hortaliças e Frutas, Pelotas, v. 8, n. 56, p. 25-27, 2009.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
36.61%
Praga dominante entre os insetos que atacam a macieira, a mosca-das-frutas (Anastrepha fraterculus) ultrapassa 90% das espécies coletadas nas armadilhas de monitoramento instaladas nos pomares da cultura. Por isso, o acompanhamento do nível populacional é técnica imprescindível para evitar depreciação dos frutos e altas perdas na colheita.; 2009

Acesso livre.

ZART, M.; FERNANDES, O. A.; BOTTON, M.
Fonte: Cultivar Hortaliças e Frutas, Pelotas, v. 8, n. 57, p. 12-15, ago. 2009. Publicador: Cultivar Hortaliças e Frutas, Pelotas, v. 8, n. 57, p. 12-15, ago. 2009.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
36.61%
Pesquisadores apontam Anastrepha fraterculus, a mosca-das-frutas, como importante praga ddifusora de doenças nos parreiras. Os danos são causados pelas fêmeas, que perfuram o fruto para realizar a postura, e pelas larvas, que se alimentam da polpa e abrem caminho para a entrada de outros microorganismos causadores de podridões. Uma das alternativas para conter a praga é o emprego de isca tóxica, formulada com proteína hidrolisada e adição de inseticida fosforado registrado para a cultura.; 2009