Página 14 dos resultados de 11035 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

El género comedia en el teatro español actual; El género comedia en el teatro español actual: aproximación conceptual y estudio panorámico

Pérez Jiménez, Manuel
Fonte: Servicio de Publicaciones de la Universidad de Cádiz Publicador: Servicio de Publicaciones de la Universidad de Cádiz
Tipo: Parte de Livro Formato: 170555 bytes; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.8%
Revisión del estudio publicado en 2003 con el título "El género comedia en el teatro español actual: aproximación conceptual y estudio panorámico"; El presente trabajo, situado en el ámbito de la historia del teatro español posterior a 1975, constituye un estudio destinado a revelar especialmente (teniendo en cuenta la existencia de una bibliografía adecuada para el período la Transición Política) el panorama constituido por los comediógrafos y las comedias de la época democrática, esto es, la comprendida entre el año 1983 y nuestros días. Partiendo del planteamiento de algunas cuestiones previas específicas del género de la comedia y de sus actuales manifestaciones, se practica un análisis apoyado en la caracterización conceptual del género y en la determinación, como génesis inmediata del mismo, del modelo constituido por la pieza bien hecha surgida y desarrollada en el teatro francés de bulevar. El cuerpo principal del estudio está dedicado a la sistematización de las piezas del teatro español actual que permiten ser adscritas al género de la comedia, clasificándolas en las tres modalidades o sugbéneros (comedia de evasión, de humor y dramática) que, procediendo empíricamente a partir del corpus considerado...

Panorama del teatro español en los años 80 y 90; Panorama del teatro español último (1983-1996)

Pérez Jiménez, Manuel
Fonte: Ñaque Editora Publicador: Ñaque Editora
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 124002 bytes; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.8%
Revisión del artículo publicado en 1998 bajo el título "Panorama del teatro español último (1983-1996)"; El presente trabajo pretende establecer una aproximación a la creación teatral llevada a cabo por los dramaturgos españoles una vez acabado el período de la Transición Política. La sistematización del objeto de este estudio (constituido por los autores y obras más representativos de la historia del teatro español entre 1983 y 1996) se basa en la consideración de unas corrientes creadoras que, a su vez, se hallan presentes en el teatro español de todo el siglo XX y sobre cuya vigencia en el período señalado se reflexiona en el desarrollo del trabajo. Dichas corrientes o cauces comunes poseen una naturaleza eminentemente formal, en tanto que constituyen grandes vías o modelos compositivos que funcionan, en el acto de la creación teatral, como referentes paradigmáticos en relación con los cuales establecen los dramaturgos la previsión de los estilos escénicos que configuran sus obras. Por otra parte, el concepto de corriente creadora revela, en razón de su propia composición semántica, el carácter dinámico y solidario que posee la creación artística y que se traduce en la influencia progresiva, sobre cada autor...

El concepto de autoría en el teatro contemporáneo: raíces histórico-teatrales e implicaciones estéticas

Pérez Jiménez, Manuel
Fonte: Servicio de Publicaciones de la Universidad de Alcalá Publicador: Servicio de Publicaciones de la Universidad de Alcalá
Tipo: Parte de Livro Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.8%
Este trabajo se proponer sistematizar un conjunto de reflexiones acerca del concepto de autoría teatral, a fin de arrojar alguna luz sobre la relativa variedad de las acepciones que ofrece hoy aquel término y bajo las que subyacen, con frecuencia, concepciones integrales de la propia naturaleza del teatro y de los distintos elementos que intervienen en la creación y comunicación del hecho teatral. Para abordar su objeto, el estudio se sitúa de lleno en el ámbito de las teorías teatrales, esto es, de las grandes formulaciones que han producido sistematizaciones conceptuales acerca del teatro, con frecuencia estrechamente relacionadas con las manifestaciones escénicas adscritas a la estética que dichas formulaciones describen. Al mismo tiempo, la exposición adopta un enfoque plenamente inserto en la historia del teatro, en tanto que el intento de clarificar los sentidos actuales del término autor (y de otros que comparten su campo semántico) se lleva a cabo a través de la indagación en las dos líneas estéticas que se hallan situadas en la génesis inmediata de la diversidad que caracteriza hoy a dicha parcela semántica. Así, las dos teorías teatrales constituidas por el Naturalismo y por el Simbolismo (las cuales...

A voz e a partitura : teatro musical, industria e diversidade cultural no Rio de Janeiro (1868-1908)

Fernando Antonio Mencarelli
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2003 Português
Relevância na Pesquisa
36.8%
o teatro musical foi um dos primeiros momentos de formação de uma ampla e diversificada rede de produtos culturais voltados para a crescente população urbana das grandes cidades do século 19. Tornou-se um negócio lucrativo e em expansão a partir da década de 70 do século 19 no Rio de Janeiro, como exemplificam as trajetórias de alguns dos principais empresários teatrais do período e a abertura de inúmeras companhias que tinham a opereta, a mágica e a revista de ano como seus principais produtos. Voltada para o público heterogêneo das concentrações urbanas, essa nova empresa teatral desconsiderava o teatro edificante e investia na espetacularidade cênica, reunindo na produção de suas peças uma grande diversidade de sujeitos e práticas constitutivas do cenário culturaL Os artistas e profissionais envolvidos tornaram essa nova "indústria" do teatro musical um campo de diálogos e confrontos culturais, propulsor de sua popularidade. A diversidade da música popular que emergiu ou se associou a esse teatro musical encontrou distintos espaços e estratégias para sua difusão, contribuindo, principalmente através da canção popular, para a formatação de um circuito de diversão urbana massificada; The musical comedy was one of the first forrnation moments of a vast and varied net of cultural products towards a growing urban population of the big cities of the 19th century. It became a profitable and growing business from the 70's of the 19th century in Rio de Janeiro as show the career of some of the most important impresarios of that time and the opening of several companies that had the operetta...

Brincar a ser: Avintes e o teatro

Rodrigues, Hermínia Maria Morais
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.8%
Com esta dissertação, procurámos reflectir sobre as relações entre teatro e expressão dramática, manifestações culturais diferenciadas que proporcionam experiências sociais de valor essencial na educação, ao compreender as suas relações no âmbito das correntes e teorias sobre a temática. A constatação de um afastamento cada vez maior do papel da escola como pólo cultural e da desvalorização dos aspectos sensoriais e afectivos, conduziu a procura de fundamentos da educação pela arte, particularmente a teatral, por ser a mais completa. O jogo dramático, de faz-de-conta, está na base da constituição dos grupos humanos não podendo deixar de fazer parte da experiência escolar. Em Avintes - "Capital do Teatro Amador" -, Brincar a ser faz parte das vivências da comunidade pela forte implantação das colectividades de teatro amador, dai o interesse em procurar as razões socioculturais para a importância que o teatro amador tem nesta localidade. O contacto próximo com esta realidade despertou o interesse pela divulgação de uma prática promotora da qualidade de vida das crianças e das populações. As pontes entre o associativismo cultural e a educação foram motivo de pesquisa na tentativa de propor caminhos para a integração do teatro na educação. A qualidade da educação é melhorada pela ligação a arte e a cultura...

A estética metaficcional do teatro de animação gaúcho contemporâneo

Borges, Paulo César Balardim
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.8%
A milenar arte do Teatro de Animação possui especificidades próprias à sua linguagem. Dentre essas especificidades, a metaficcionalidade é um relevante componente. Este trabalho, examinando o conceito de metalinguagem presente na obra de Roman Jakobson e seu deslocamento para fenômenos literários, derivado dos estudos introduzidos por Gérard Genette e Roland Barthes, os quais analisaram profundamente questões como a transtextualidade, aponta para o resgate da arte da animação no contexto das artes pós-modernas, por tratar-se de uma arte metaficcional por excelência. A estrutura do trabalho consta de uma primeira parte que esclarece sobre o funcionamento das convenções utilizadas no Teatro de Animação, sua definição, suas propriedades intrínsecas e um pouco de sua história, bem como procuramos estender e afirmar a idéia de que o Teatro de Animação é metaficcional por natureza, sendo que, apesar disso, a metaficcionalidade como pressuposto estético apenas começou a ser amplamente explorada a partir do início da pós-modernidade. A segunda parte aborda a presença dos metaficcionais no Teatro de Animação, analisados a partir do estudo de alguns espetáculos contemporâneos realizados no Rio Grande do Sul. Na análise desses espetáculos...

La incidencia del teatro en el ambito educativo

Marulanda Alvarez, Alonso
Fonte: Universidad Tecnológica de Pereira; Facultad Ciencias de la Educación Publicador: Universidad Tecnológica de Pereira; Facultad Ciencias de la Educación
Tipo: Tese de Doutorado Formato: PDF
Português
Relevância na Pesquisa
36.8%
El teatro y nuestra posición propone una visión pluralista de la mente en el arte escénico, se planifica el más mínimo detalle, porque en el teatro hay personas que desarrollan muchas inteligencias, sus capacidades para el bien de la puesta en escena y su presencia en la misma, en el nada es juzgado de manera arbitraria, todo es muy pensado y justificado para la actividad teatral es necesario observar las ciencias y su evolución, por esto nos mueve el postulado de un científico como lo es Albert Einstein cuando dice “Todos somos ignorantes, solo que en temas distintos” y podríamos decir desde la formación teatral que todos los seres que hacen teatro o han sido trastocados por esta disciplina, podrían agregar todos somos inteligentes, porque mi profesión así me lo exige, dado que en el teatro son muchas las inteligencias que se encuentran, es decir, esto exige que se fusionen porque el teatro es como la síntesis de todas las artes, en el concilian todas las inteligencias indagadas por Gardner y muchas otras dados que son muchos los talentos que posee el proyecto humano. Por todo esto nos proponemos aportar y dar una mayor fortaleza, una luz propia a los proyectos curriculares y que sea a través del teatro y a su vez esté al servicio de la ética...

El teatro mexicano: una perspectiva de 40 años

Woodyard, George
Fonte: Universidad Nacional Autónoma de México Publicador: Universidad Nacional Autónoma de México
Tipo: Ponencia
Português
Relevância na Pesquisa
36.8%
Ponencia presentada en el Primer Coloquio Debate Internacional: el teatro mexicano como fuente de investigación, organizado por el Colegio de Literatura Dramática y Teatro de la FFyL-UNAM en febrero de 2005.; A veces he incorporado la teoría generacional acuñada para explicar los ciclos de expansión y recesión, correspondiendo a etapas de treinta años. Es interesante notar que el distinguido crítico argentino, Osvaldo Pellettieri, en un artículo reciente, comenta específicamente este fenómeno: “En los años treinta, los sesenta, [y] los noventa…, el ambiente teatral se vuelve a agitar alrededor de la utopía del teatro nuevo”. Muchos de los autores canónicos, no sólo mexicanos sino latinoamericanos en general, aparecen en esos años. . Igual que el “boom” de la novela hispanoamericana, el teatro disfrutó de una época de desarrollo increíble desde las formas iniciales del teatro chicano hasta las expresiones del Cono Sur. Es una época que establece los parámetros de la búsqueda de la identidad, con estilos que van desde el realismo hasta el absurdo.; Universidad Nacional Autónoma de México

O teatro como meio de animação sociocultural em contexto escolar

Barbosa, Esmeralda Romano dos Santos Pinto
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.8%
Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação, Especialização em Animação Sociocultural; Este trabalho pretende estudar as questões relacionadas com o Teatro e a Educação, no contexto da escola pública atual. Visamos, assim, obter algumas respostas a questões que, à partida, se nos colocaram, no que diz respeito à utilização do Teatro, como meio de Animação Sociocultural numa escola secundária. Neste contexto, delimitamos o problema da investigação que se consubstancia em duas dimensões: a entrada do aluno numa nova escola e num novo ciclo de estudos e o desenvolvimento integral do jovem, condição indispensável para o exercício de uma cidadania de pleno direito. Definimos, então, como objetivo principal da investigação: compreender e aprofundar o estudo da importância das práticas teatrais, na formação dos jovens, no âmbito do desenvolvimento pessoal, no contexto de uma integração plena e de uma participação ativa na escola que frequentam. Procedemos à estruturação do enquadramento teórico, a partir da revisão crítica da literatura de referência, na área em estudo, que apresentamos no Capítulo II (O Teatro e a Animação Sociocultural) e no Capítulo III (O Teatro na Educação). No que concerne o referencial empírico...

O mito de Ifigênia no teatro : Eurípides, Racine e Michel Azama; The myth of Iphigenia in the theatre : Euripides, Racine and Michel Azama

Vera Lúcia Crepaldi Pereira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 06/02/2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.8%
Este estudo tem como objetivo ler uma tragédia do teatro clássico grego escrita por Eurípides, Ifigênia em Áulis, com base em um tema mítico, e analisá-la sob o olhar dos helenistas, estabelecendo, a partir daí, um diálogo com a mesma temática em tragédias do período clássico e do teatro contemporâneo de autores franceses, através das obras Iphigénie e Iphigénie ou le Péché des Dieux, de Jean Racine e de Michel Azama, respectivamente. Apoia-se esta pesquisa em conceitos da filosofia moderna e pós-moderna para explicar o movimento do mito nessas diversas etapas da temporalidade que fazem parte do processo evolutivo do teatro, desde a Grécia Antiga até a época atual, sem perder de vista o período clássico. No caminho que se percorreu, procurou-se destacar a questão do conceito de sacrifício nesse mito que impulsionou as peças teatrais que são a base do corpus deste trabalho. Verificou-se que todas as obras levantam a ideia do sacrifício simbolizada através da Guerra de Troia e revisitada no momento em que esses autores comparavam valores políticos, sociais e religiosos moldados de acordo com a noção do poder vigente, em suas próprias épocas. Conclui-se, assim, que os três autores fazem uso da tragédia para denunciar o sacrifício e que Ifigênia continua viva no mundo atual. Desde a peça euripideana...

O campo do teatro documentário: morada possível de experiências artístico-pedagógicas; -

Solér, Marcos Marcelo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/06/2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.8%
A presente tese se apoia no estudo do campo ocupado pelo que se designa como teatro documentário, com a certeza da necessidade de trabalhar com um termo agregador, mas sem a intenção de criar rótulos ou de estabelecer uma tipologia sistemática e ordenadora. À procura de conceitos ricos em conteúdo histórico, defende-se a opção consciente por se documentar, o consequente trabalho com dados não ficcionais e a percepção por parte do espectador da natureza documentária do discurso como os princípios que norteiam as produções que de algum modo são associadas ao documental. Ainda que a existência de um termo, ligado a uma tradição e à determinadas práticas, afaste a generalização tão perniciosa quanto a criação de definições restritivas e simplificadoras, propõe-se que, no campo do teatro documentário, forças opostas coexistam, marcando a presença de vários teatros documentários. Dentre essa diversidade, os processos da Cia. Teatro Documentário foram discutidos como uma forma de corroborar a teoria construída, além de ressaltar como as práticas documentais propostas pelo grupo não dissociam o caráter estético do educacional, numa perspectiva que justifica a presença de um olhar imbuído pelos estudos em pedagogia do teatro...

A produção tardia do teatro moderno no Brasil

Costa, Iná Camargo
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/1990 Português
Relevância na Pesquisa
36.8%
Quando Brecht escreveu que o teatro épico pressupõe a posse dos meios de produção teatral pelo movimento operário, além de indicar as raízes históricas de suas opções estéticas, estava expondo um critério de añálise para o conjunto da produção teatral moderna. Já a tardia importação do teatro moderno pelos brasileiro foi patrocinada por uma burguesia desenvolvimentista geralmente ciosa da necessidade de cortar ou obscurecer os vínculos das obras passíveis de consumo local. Mas no final dos anos cinquenta vamos observar o encontro entre forma importada e adaptada e demandas culturais que ultrapassavam os estreitos limites impostos ao nosso mercado teatral modernzado.

Teatro vs. Game: interfaceamento da cena em “INCUBADORA”; Theatre vs. Game: scene interfacing in "INCUBADORA"; Teatro contra Videojuego: interfaz de la escena en "INCUBADORA"

Andrade, Ivan Artur Miranda de
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 07/10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.8%
“INCUBADORA” é uma pesquisa teórico-prática que confronta teatro com games.  O foco do trabalho prático é o “interfaceamento” da cena teatral e apropriação da “jogabilidade” dos “games de simulação”.  A proposta visa perturbar o espaço do “espectador-contemplador” e testar a possibilidade de um “espectador-interator”.  Essa desestabilização das convenções da obra teatral gera experiências cênicas típicas da performance, por isso, o conceito de “teatro performativo”, de Josette Féral, é o eixo de investigação teórica. ; "INCUBADORA" is a theoretical-practical research that confronts theatre with games.  The focus of the practical work is "interfacing" theatrical scene and the appropriation of "gameplay" of "simulation games".  The proposal aims to disrupt the space of "spectator-beholder" and test the possibility of a "viewer-user".  This destabilization of the conventions of theatrical work generates scenic experiences typical of performances, therefore, the concept of "performative theatre" by Josette Féral is the axis of theoretical research.; "INCUBADORA" es una investigación teórico-práctica que hace el teatro frente a los videojuegos.  El enfoque del trabajo práctico es el "interfaciamiento" de la escena teatral y la apropiación del "modo de juego" de los "juegos de simulación".  La propuesta pretende interrumpir el espacio del "espectador-contemplador" y probar la posibilidad del "espectador-usuario".  Esta desestabilización de los convenios del trabajo teatral genera experiencias escénicas típicas del arte performática...

Teatro Popular Criado Pelas Mulheres da Fortaleza da Mulher Maya (FOMMA) nos Altos de Chiapas, México.; ; Teatro Popular Creado por las Mujeres de Fortaleza de la Mujer Maya (FOMMA) en los Altos de Chiapas, México

Difarnecio, Doris; Scudeler, Tradução: Camila; Fischer, Revisão: Stela
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.8%
FOMMA (Fortaleza de la Mujer Maya) é um coletivo de mulheres formado em 1994 por Isabel Juarez Espinosa (Aguacatenango, Chiapas) e Petrona de la Cruz Cruz (Zinacantan, Chiapas), mulheres maias que utilizam o teatro como ferramenta para a educação e construção de comunidade. São atrizes, escritoras, dramaturgas e professoras que viajam com seus trabalhos para suas comunidades, nacional e internacionalmente, criando montagens que enfocam os direitos das mulheres e indígenas, alfabetização, sexualidade, saúde e educação em Tzeltal e tzotzil, suas línguas indígenas originárias. Seu teatro é um processo criativo, político e educativo criado por meio de testemunhos autobiográficos das atrizes que buscam representar realidades alternativas para o seu público e criar reflexão sobre os problemas sociais e emocionais que enfrentam a população indígena. Por meio da expressão corporal e da memória das atrizes documentam a maneira que vivem, pensam e lutam desde uma perspectiva de gênero.; FOMMA (Fortaleza de la Mujer Maya) is a collective of Mayan women formed in 1994 by  Petrona de la Cruz Cruz (from Zinacantán, Chiapas) and Isabel Juárez Espinosa (from Aguacatenango, Chiapas) Mayan women who use theatre as a creative tool toward education  and community building. They are performers...

A Theater for University of São Paulo Students and Beyond; Um Teatro para os Universitários de São Paulo e Além

Martins, Ferdinando
Fonte: Universidade de São Paulo. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária Publicador: Universidade de São Paulo. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.8%
This article is about the activities of University of São Paulo Theater (TUSP) relatedto the amateur and vocational theater as well as the formation in Stage Arts. It revealsits importance to the theater field and the modernization of Brazilian Theater. Besides,its main activities are shown: the ones related to vocational and amateur theater; thepublic formation and theater pedagogy, to Stage Arts students; and to the reflectionand critics of the theater field. It also considers the importance of the university theaterin tensioning and criticizing the theatrical practices.; Este artigo trata das atividades desenvolvidas no Teatro da Universidade de São Paulo(TUSP) com relação à formação em artes cênicas e ao teatro amador e vocacional.Inicia-se com um breve resgate histórico do TUSP, evidenciando sua importância paraa constituição do campo teatral e a modernização do teatro brasileiro. Em seguida,são apresentadas suas principais atividades para o público vocacional e amador, para aformação de público, para os alunos de artes cênicas e para a reflexão e crítica sobre ocampo teatral. Reflete sobre a importância do teatro universitário no tensionamento ecrítica das práticas teatrais vigentes.

O palco dos modernos: o teatro e a Semana de 22;

Martins, Ferdinando
Fonte: Universidade de São Paulo. Superintendência de Comunicação Social Publicador: Universidade de São Paulo. Superintendência de Comunicação Social
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.8%
Although not present on the three days of performances, the modernization of the Brazilian theater is linked to the 1922 Modern Art Week in a myriad of ways. The building of the São Paulo Municipal Theater itself, started in 1903 and completed in 1911, is part of a broader perspective of aligning Braziliancultural manifestations with European vanguards. Such project was undertaken by the São Paulo elite, which decades later would lead to the manifestations by the Teatro Brasileiro de Comédia [Brazilian Comedy Theater] and the Oficina Theater. This article aims at highlighting the manifold theater manifestations in the city during the Modern Art Week, and at outlining the development paths taken from that unique event in the cultural history of the country.; Ainda que ausente nos três dias de apresentações, são muitos os fios que ligam a modernização do teatro brasileiro à Semana de 22. A própria construção do Teatro Municipal de São Paulo, iniciada em 1903 e concluída em 1911, inseria-se em uma perspectiva mais abrangente de alinhar as manifestações artísticas brasileiras às vanguardas europeias, projeto levado a cabo pela elite paulista que desembocará, décadas mais tarde, nas manifestações do Teatro Brasileiro de Comédia e do Teatro Oficina. Este artigo visa colocar em evidência as múltiplas manifestações teatrais na cidade no período da Semana e indicar as linhas de  desenvolvimento engendradas a partir desse evento singular da história cultural no país.

Teatro como “acontecimiento” en la América Latina de los anos 50 y 60; Teatro como “acontecimento” na América Latina dos anos 50 e 60

Muguercia, Magaly; Scudeler, Camila
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 15/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.8%
O presente texto analisa a avalanche de inquietações que assola o teatro latino-americano entre os anos de 1950 e 1960, período em que os artistas se colocam questões radicais acerca do estatuto do objeto artístico e sobre sua relação com a realidade imediata.; O presente texto analisa a avalanche de inquietações que assola o teatro latino-americano entre os anos de 1950 e 1960, período em que os artistas se colocam questões radicais acerca do estatuto do objeto artístico e sobre sua relação com a realidade imediata.

UM TEATRO SEM TEATRO: a teatralidade como campo expandido; UN TEATRO SIN TEATRO: la teatralidad como campo expandido; A THEATER WITHOUT THEATER: the theatricality as expanded field

Diéguez, Ileana; Borges), (Tradução: Eli
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 25/06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.8%
O texto busca refletir sobre a teatralidade para além do campo do teatro, retomando teóricos como Alain Badiou, e Michael Fried.; O texto busca refletir sobre a teatralidade para além do campo do teatro, retomando teóricos como Alain Badiou, e Michael Fried.; The text aims to reflect on the theatricality beyond the field of theater theorists like Alain Badiou and Michael Fried.

Global theatre histories: new perspectives for historiography; Histórias globais do teatro: novas perspectivas para a historiografia

Junqueira, Christine
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 02/07/2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.8%
Global theatre histories are a new field of research with a historiographical character, which has been outlined along with the theatre history, bringing out new multidisciplinary perspectives based on the globalization phenomenon. Creation, production, and distribution of theatre as a commodity, and the performance of international theatrical networks (tours) are some of the issues which support transnational opportunities to maximize the value of theatre as well as the mobility of artists, theatre companies and entrepreneurs since the mid-nineteenth century. ; As histórias globais do teatro configuram um novo campo de investigação de caráter historiográfico, que vem se delineando com a história do teatro, produzindo novas perspectivas multidisciplinares baseadas no fenômeno da globalização. As relações de criação, produção e distribuição do teatro enquanto commodity, a atuação das redes teatrais internacionais (turnês) são alguns dos temas que interpretam as oportunidades transnacionais de se maximizar o valor do teatro enquanto mercadoria, assim como a mobilidade de artistas, companhias e empresários a partir de meados do século XIX. 

"Apocalipse 1.11", do Teatro da Vertigem: espaços alternativos para um teatro político

Resende, Flávia Almeida Vieira; Universidade Federal de Minas Gerais
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários da Faculdade de Letras/UFMG Publicador: Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários da Faculdade de Letras/UFMG
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.8%
Este artigo apresenta uma reflexão teórica acerca do trabalho do Teatro da Vertigem, mais especificamente na peça Apocalipse 1.11, estreada em São Paulo em 2001. Entendemos que se trata de uma forma de fazer teatro político, que interfere nos fluxos e nas relações cotidianas da cidade, cria tensões entre o “real” e o “ficcional” e possibilita outras formas de relação do público com a obra. Nesse sentido, este artigo passa pelas teorias da performance para compreender em que sentido um teatro considerado “experimental” pode também ser político, sem se vincular diretamente às formas consideradas comumente como “teatro político” e sem pretender apontar caminhos ou propor soluções para os problemas sobre os quais reflete, mas bem mais possibilitar espaços alternativos para a construção das relações entre ética e estética.