Página 16 dos resultados de 3653 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Avaliação da atividade antioxidante de extratos brutos de macroalgas marinhas do litoral brasileiro

Martins, Cintia Dalcuche Leal
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Monografia Graduação Formato: 86 f. : il.color.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
26.86%
Orientador: Angelica Ribeiro Soares; Monografia (graduação) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Centro de Estudos do Mar, Curso de Oceanografia com Habilitação em Pesquisa Oceanográfica; Resumo: Os radicais livres e outros derivados ativos do oxigênio são reconhecidos como subprodutos naturais do metabolismo aeróbico. No entanto, as espécies reativas do oxigênio participam diretamente de mecanismos relacionados a diversos estados patológicos como câncer, diabetes, aterosclerose, Alzheimer, Parkinson, entre outros. A aplicação tópica ou a administração oral de antioxidantes tem sido uma das maneiras de prevenção aos danos desencadeados pelo estresse oxidativo. As algas marinhas representam uma importante fonte de substâncias antioxidantes naturais, uma vez que têm sistemas de defesa antioxidante bem desenvolvidos. O objetivo desse trabalho foi avaliar o potencial antioxidante, através do método de seqüestro de radicais DPPH e do sistema -caroteno/ácido linoléico; mensurar o conteúdo fenólico total, através do método Folin-Ciocalteu; e determinar o perfil químico por cromatografia em camada delgada dos extratos brutos obtidos a partir de 26 espécies de macroalgas marinhas coletadas em praias da costa sul e sudeste do Brasil. Os extratos que apresentaram resultados relevantes quanto à atividade antioxidante foram analisados por RMN...

Efeitos do exercício físico no balanço entre estresse oxidativo e defesas antioxidantes e suas possíveis relações com a integridade cognitiva de idosos

Schames, Maurício Lemieszek
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
26.86%
Introdução: a Teoria do Estresse Oxidativo sugere que, ao longo da vida, ocorre o acúmulo de radicais livres, produzidos pela mitocôndria, gerando um desequilíbrio progressivo entre sistema pró-oxidante e antioxidante. O estresse oxidativo pode causar um aumento de danos proteicos e gerar possíveis mutações e inflamações, assim como contribuir para o desenvolvimento de diversas doenças, entre as quais as neurodegenerativas. A prática de exercício físico pode melhorar a tolerância tecidual aos danos causados pelo estresse oxidativo e aumentar as defesas enzimáticas.Objetivo: avaliar o efeito do exercício físico regular e orientado sobre aspectos cognitivos e parâmetros plasmáticos de estresse oxidativo e defesas antioxidantes.Metodologia: participaram deste estudo 28 indivíduos idosos que foram divididos em dois grupos experimentais: o grupo de idosos sem atividade física orientada (n=11) e o grupo com atividade física orientada (n=17). Foram utilizados instrumentos de rastreio de demências, como Mini Exame do Estado Mental, e de depressão, como a Escala de Depressão de Beck, Questionário Internacional da Atividade Física, para o levantamento de dados sobre a prática diária de exercício físico, Teste de Cartas de Wisconsin...

Avaliação do potencial antioxidante de coprodutos de indústrias de suco de uva e de vinho visando sua aplicação em linguiça de frango

Casagrande, Maira
Fonte: Pato Branco Publicador: Pato Branco
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
26.86%
The search for natural products and the risk to human health due to consumption of synthetic antioxidants encourage research for the discovery of new potential sources of bioactive compounds. The production of wine and grape juice generates large amounts of pomace rich in phenolic compounds that can be used as natural antioxidants. The objective of this work was to evaluate the extraction of bioactive compounds from pomace of grape juice (BUS) and wine (BUV) industry using a 24-1 fractional factorial design. After the determination of the better extraction condition for both co-products, was determinate with the total antioxidant activity using different determination methodology, and among the two samples (BUS and BUV), which obtained the largest quantifications by these methodologies, would be tested in the processing of chicken sausage in order to verify the inhibition of formation of malondialdehyde compared to synthetic antioxidant ES (sodium erythorbate)The independent variables studied were grape fruit pomace (GJP) and grape wine pomace (GWP), both temperature (40 and 60°C), extraction time of compounds (15- 45 min), and solvent type (acetone and ethanol, 80%). Co-products extracts were analyzed in terms of the contents of TPC by Folin Ciocalteu and scavenging activity of the DPPH• radical. After determining the best extraction method of bioactive compounds in each pomace (GJP and GWP)...

Avaliação da estabilidade térmica e oxidativa do biodiesel de algodão e do efeito da adição de antioxidantes (α-tocoferol e BHT)

Gondim, Amanda Duarte
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Química; Físico-Química; Química Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Química; Físico-Química; Química
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
26.86%
This work aims to study the effects of adding antioxidants, such as, α- tocopherol and BHT on the thermal and oxidative stability of biodiesel from cottonseed (B100). The Biodiesel was obtained through the methylical and ethylical routes. The main physical and chemical properties of cotton seed oil and the B100 were determined and characterized by FTIR and GC. The study of the efficiency of antioxidants, mentioned above, in concentrations of 200, 500, 1000, 1500, 2000ppm, to thermal and oxidative stability, was achieved by Thermogravimetry (TG), Differential Thermal Analysis (DTA), Differential Scanning Calorimetry (DSC), Differential Scanning Calorimetry - Hi-Pressure (P-DSC) and Rancimat. The Biodiesel obtained are within the specifications laid down by Resolution of ANP No7/2008. The results of TG curves show that the addition of both antioxidants, even in the lowest concentration, increases the thermal stability of Biodieseis. Through the DTA and DSC it was possible to study the physical and chemical transitions occurred in the process of volatilization and decomposition of the material under study. The initial time (OT) and temperature (Tp) of oxidation were determined through the P-DSC curve and they showed that the α-tocopherol has a pro-oxidant behavior for some high concentrations. The BHT showed better results than the α-tocopherol...

Adição de vitamina C, ácido ascórbico 2-glicosídeo, α-tocoferol e ácido docosahexaenoico ao diluidor de refrigeração do sêmen equino

Sampaio, Breno Fernandes Barreto
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
26.86%
O objetivo da revisão de literatura foi abordar os aspectos relacionados à refrigeração, produção de ROS e o sistema de defesa antioxidante do sêmen equino. O primeiro experimento teve por objetivo avaliar os efeitos da adição dos antioxidantes hidrossolúveis vitamina C (Vit C), ácido ascórbico 2-glicosídeo (AA2G) e do antioxidante lipossolúvel α-tocoferol (α-Toh) ao diluidor, isoladamente e em associação, sobre as variáveis seminais do espermatozoide equino submetido à refrigeração por 72 horas. Na análise da peroxidação lipídica o grupo controle apresentou 2.506,2 ± 796,4 ng de MDA x 108 espermatozoides, valor que foi significativamente superior aos grupos tratados com os antioxidantes. Os valores médios de motilidade e vigor no grupo AA2G foram, respectivamente, 68,4 ± 18,1% e 3,7 ± 0,7, significativamente superiores aos descritos no grupo controle que apresentou 62,1 ± 16,2% e 3,4 ± 0,7. O segundo experimento avaliou os efeitos da adição do ácido docosahexaenoico (DHA) e do antioxidante lipossolúvel α-tocoferol (α-Toh) ao diluidor, isoladamente e em associação, sobre as variáveis seminais do espermatozoide equino submetido à refrigeração por 72 horas. Não foi observada diferença significativa na motilidade e vigor entre o grupo controle e os grupos tratados com DHA e α-Toh isoladamente...

Caracterizações e aplicações analíticas de eletrodos compósitos modificados com Azul da Prússia e determinações simultâneas em sistemas de análise por injeção em batelada empregando somente um eletrodo de trabalho

Silva, Rodrigo Amorim Bezerra da
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
26.86%
Esta tese apresenta algumas potencialidades dos sistemas de análise por injeção em fluxo (FIA) e análise por injeção em batelada (BIA) acopladas à detecção amperométrica para o desenvolvimento de métodos de rotina úteis em alguns setores industriais, como o alimentício, farmacêutico e de biocombustíveis. Nesta perspectiva, foi empregado um eletrodo compósito modificado com azul da Prússia na determinação de peróxido de hidrogênio em leite e antisséptico bucal. Além disso, um eletrodo de diamante dopado com boro (BDD) foi usado em determinações simultâneas de fármacos presentes na mesma formulação farmacêutica (paracetamol e cafeína; dipirona e cafeína) e de três antioxidantes adicionados em biodiesel: terc-butilhidroquinona (TBHQ), butilhidroxianisol (BHA) e butilhidroxitolueno (BHT). O eletrodo compósito modificado com azul da Prússia foi construído a partir de um compósito fluído preparado em laboratório (grafite / adesivo epóxi / ciclohexanona / partículas de azul da Prússia). Os melhores resultados foram obtidos quando o grafite modificado com azul da Prússia foi adicionado no compósito fluido em proporções de até 30 % (m/m). Este compósito modificado foi inserido em dois distintos materiais suporte: (1) ponteira de micropipeta (Ø = 1...

Cultivo in vitro de embriões de coquinho azedo (Butia capitata (Mart.) Becc)

Carneiro, Pedro Augusto Porto
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
26.86%
Os experimentos foram conduzidos em Uberlândia-MG, e os frutos de coquinho azedo foram coletados na região de Montes Claros – MG. No primeiro experimento, foram testados diferentes tempos de imersão dos embriões em solução de 0,25% de cloro por 10, 20 e 30 minutos, colocados ou não durante 10 minutos em solução de 1,5 mL L-1 do fungicida tiofanato metílico. O experimento foi montado em esquema fatorial 2x3, e o delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com 6 tratamentos, 4 repetições e 24 parcelas. Não houve necessidade de utilização de fungicida no controle da contaminação e indica-se a permanência em solução de cloro 0,25% por período entre 10 a 30 minutos. No segundo experimento, foi utilizado o delineamento experimental inteiramente casualizado em esquema fatorial com 8 tratamentos, 4 repetições e 12 parcelas. Os tratamentos consistiram do acréscimo de diferentes substâncias antioxidantes (testemunha – ausência de substâncias antioxidantes; ácido ascórbico – 100 mg L-1; PVP – 400 mg L-1 e carvão ativado – 3,0g L-1) ao meio MS com 75% de força iônica, com ou sem imersão em solução de ácido ascórbico (100 mg L-1). Ao final de 45 dias, foram avaliadas as características: oxidação (em %)...

Matura??o in vitro de o?citos bovinos em meios suplementados com quercetina e seu efeito sobre o desenvolvimento embrion?rio

GUEMRA, Samuel; MONZANI, Paulo S?rgio; SANTOS, E. S.; ZANIN, Renato; OHASHI, Ot?vio Mitio; MIRANDA, Moys?s dos Santos; ADONA, Paulo Roberto
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
26.86%
A quercetina ? um flavonoide, amplamente encontrada em frutas, vegetais, gr?os, flores, com elevada concentra??o no vinho tinto, e tem sido caracterizada funcionalmente pela atividade antioxidante. Para avalia??o da matura??o nuclear e do desenvolvimento embrion?rio bovino, os o?citos foram maturados por 22h na presen?a de quercetina (0,4, 2, 10 e 50?M), cisteamina (100?M) e na aus?ncia dos antioxidantes. Os o?citos maturados foram corados com Hoechst para avalia??o da matura??o in vitro. Para avalia??o do desenvolvimento embrion?rio, os o?citos foram fertilizados e cultivados in vitro, as taxas de desenvolvimento embrion?rio foram determinadas no s?timo dia de cultivo e o percentual de eclos?o e o n?mero de c?lulas dos embri?es no oitavo dia. Os n?veis de glutationa (GSH) dos o?citos foram mensurados por emiss?o de fluoresc?ncia com CMF2HC. A porcentagem de matura??o nuclear (?89%) n?o diferiu entre os grupos. O desenvolvimento embrion?rio variou entre os tratamentos, o percentual de blastocisto foi superior (P<0,05) nos grupos tratados com 0,4, 2, 10 e 50?M de quercetina (56,9, 59,5, 53,6 e 49,6%, respectivamente) e com 100?M de cisteamina (50,4%) em rela??o ao grupo controle (42,3%). Na compara??o entre os dois antioxidantes...

Altera????es morfofisiol??gicas e bioqu??micas em sementes de mamona (Ricinus communis L.) submetidas ?? Radia????o gama Cobalto60; Altera????es morfofisiol??gicas e bioqu??micas em sementes de mamona (Ricinus communis L.) submetidas ?? Radia????o gama Cobalto60; Morphophysiological and biochemical changes in castor bean seeds (Ricinus communis L.) subjected to gamma Radiation Cobalt-60.; Morphophysiological and biochemical changes in castor bean seeds (Ricinus communis L.) subjected to gamma Radiation Cobalt-60.

LOPES, Amanda Moreira
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Biologia; Programa de P??s-Gradua????o em Fisiologia Vegetal; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Biologia; Programa de P??s-Gradua????o em Fisiologia Vegetal; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
26.86%
This study aimed to evaluate the radiosensitivity of castor bean seeds cultivar IAC80 subjected to different doses of cobalt60 gamma radiation. Firstly, the mechanical removal of the caruncle seeds was performed, after being pre-soaked for 24 hours and irradiated with cobalt60 gamma radiation (0, 50, 100, 150 and 200Gy) and, then, sown in polystyrene trays containing soil. Parameters such as electrical conductivity, emergence index and emergence rate, growth parameters and analysis of antioxidant enzymes (SOD, CAT and APX) measured/assessed in leaves and roots of castor bean plantlets /seedlings were evaluated. The results were submitted to ANOVA and the averages compared through Turkey test (5%). The electrical conductivity was not affected by the radiation doses used. The results showed that gamma radiation negatively affected plantlets/seedlings development, given that the dose of 200Gy significantly reduced emergence and speed of emergence index. The growth parameters showed a reduction in the plantlets size with the increase of radiation doses. The activities of antioxidant enzymes, superoxide dismutase showed a significant difference only at a dose of 200Gy to the leaves, not being significant to the roots. The activity of the enzyme ascorbate peroxidase showed increased activity in the leaves as the radiation doses were also increased. The activity of catalase showed no significant difference when exposed to different doses of gamma radiation in both leaves and roots. From the foregoing it can be concluded that the doses of Co60 gamma radiation used in this study were shown to have a negative effect on the morphological and physiological characteristics evaluated in this work. Regarding the activity of antioxidant enzymes (SOD and APX)...

Evaluación de la actividad antioxidante de las hojas de Pentacalia corymbosa y Pentacalia nitida (Asterales: Asteráceae)

Uribe Holguín, Camila
Fonte: Pontifícia Universidade Javeriana Publicador: Pontifícia Universidade Javeriana
Formato: PDF
Português
Relevância na Pesquisa
26.86%
Los radicales libres, debido a su electrón desapareado, son átomos inestables, que al intentar estabilizarse capturan electrones de las moléculas que tienen a su alrededor y las desestabilizan (Youngston, 2005). A pesar de que el cuerpo humano, en su metabolismo normal y al combatir infecciones produce radicales libres, el exceso de contaminación y estrés, generan un exceso de radicales libres, que al intentar estabilizarse, generan una reacción oxidativa, que genera grandes daños en nuestras células, lo que termina en enfermedades degenerativas, como cardiomiopatías y diferentes tipos de cáncer (Avello & Suwalsky, 2006). Según los estudios de Choi y colaboradores (2002), los radicales libres pueden detener su acción oxidativa por medio de antioxidantes, quienes donan electrones y/o hidrógeno logrando estabilizar los radicales libres. Estas sustancias antioxidantes se pueden encontrar de forma natural en nuestro cuerpo y en los metabolitos secundarios de diferentes plantas, con propiedades antioxidantes, como es el caso de las Asteráceas de la tribu Senecioneae, del género Pentacalia, que según los estudios de Sklenár & Balslev (2004) y de Tene y colaboradores (2007) se han registrado en los páramos de la región andina...

Estr??s oxidativo y suplementaci??n antioxidante de la dieta en el envejecimiento, la aterosclerosis y la disfunci??n inmunitaria

Miquel, J.; Ram??rez-Bosc??, A.
Fonte: Universidad de Granada, Facultad de Farmacia Publicador: Universidad de Granada, Facultad de Farmacia
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
26.86%
El aumento de la longevidad en los paises industrializados requiere costosos servicios sanitarios y asistenciales, pues muchas personas ancianas sufren un proceso de envejecimiento patol??gico ligado a enfermedades degenerativas cr??nicas y d??ficits funcionales de larga duraci??n. Por otra parte, numerosos estudios sugieren que m??s personas podr??an evitar el envejecimiento patol??gico si consumieran dietas ricas en antioxidantes. As?? ser??a posible proteger m??s eficazmente al organismo contra el estr??s oxidativo, que contribuye al envejecimiento normal y tiene un papel a??n m??s importante en la aterosclerosis, la inmunodepresi??n y otros procesos degenerativos que a menudo forman parte del envejecimiento patol??gico. De acuerdo con lo anterior, y seg??n los datos revisados, la suplementaci??n de la dieta de los sujetos de edad madura o avanzada con antioxidantes (como la tioprolina, la N-acetilcisteina y los antioxidantes fen??licos de la c??rcuma) podr??a aumentar las probabilidades de prevenir o frenar los mencionados procesos degenerativos, ayudando as?? a conseguir una mayor longevidad con adecuada preservaci??n funcional.; The increase in longevity in the developed countries requires costly health and social aid programs...

Efeito da coenzima Q10 nos danos oxidativos induzidos pela L-tiroxina no músculo sóleo de ratos

Freitas Silva, Fabiana Barreiro de; Dias de Medeiros, Hyllana Catarine; Guelfi, Marieli; Santana, Andreia Tieme de; Mingatto, Fabio Erminio
Fonte: Soc Brasileira Med Esporte Publicador: Soc Brasileira Med Esporte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 84-88
Português
Relevância na Pesquisa
26.86%
Introduction: skeletal muscles are dynamic tissue that can change their phenotypic characteristics providing a better functional adaptation to different stimuli. L-thyroxine is a hormone produced by the thyroid gland and has been used as an experimental model for stimulation of oxidative stress in skeletal muscle. Coenzyme Q10 (CoQ10) is a fat-soluble provitamin endogenously synthesized and found naturally in foods such red meat, fish, cereals, broccoli and spinach. It has antioxidant properties and potential in the treatment of degenerative and neuromuscular diseases. Objective: to evaluate the protective effect of CoQ10 in the soleus muscle of rats against the oxidative damage caused by L-thyroxine. Methods: the rats were divided in four groups of six animals each: Group 1 (control); Group 2 (coenzyme Q10); Group 3 (L-thyroxine), and Group 4 coenzyme Q10 and L-thyroxine). After euthanasia, blood was collected and serum activity of the enzymes creatine kinase (CK) and aspartate aminotransferase (AST) was analyzed. In the soleus muscle homogenates the factors related to oxidative stress were assessed. Results: CoQ10 protected the soleus muscle against the damage caused by L-thyroxine and favored the maintenance of the antioxidant enzymes glutathione reductase and glutathione peroxidase...

Características físico-químicas e aceitação sensorial de abacaxi "Pérola" minimamente processado adicionado de antioxidantes; Physico-chemical characteristics and sensory acceptance of minimally processed pineapple 'Pérola' with added antioxidants

Chaves, Kamila Ferreira; Cruz, Welliton Fagner da; Silva, Vanessa Riani Olmi; Martins, Aurélia Dornelas de Oliveira; Ramos, Alcinéia de Lemos Souza; Silva, Maurício Henriques Louzada
Fonte: Empresa Estadual de Pesquisa Agropecuária da Paraíba S.A. - EMEPA Publicador: Empresa Estadual de Pesquisa Agropecuária da Paraíba S.A. - EMEPA
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /03/2011 Português
Relevância na Pesquisa
26.86%
This study aimed to evaluate the physico-chemical quality and sensory acceptance of minimally processed pineapple 'Pérola' with added antioxidants. After preparing, the pineapple was packed and stored for 24, 48, 72 and 96 hrs at 5 and 10 °C. The addition of antioxidant agents (ascorbic acid and citric acid at a concentration of 2%) and the physicochemical analysis were simultaneously done according to the methodologies proposed by the Adolfo Lutz Institute. The sensory acceptance analysis was done by sensory hedonic scale of 9 points. Mass loss values were interfered by temperature storage of pineapple. There were differences between the values of pH, total soluble solids, weight loss, acidity and humidity. The weight loss and acidity of the pineapple increased with storage time while the values of water activity decreased. The product with better sensory acceptance was the treatment with ascorbic acid at 10 ºC. Some physicochemical characteristics of pineapple 'Pérola' are changed with the treatment with antioxidants, however, the use of this additive is needed in its minimal processing since this fruit is susceptible to browning.; Este trabalho teve como objetivo avaliar a qualidade físico-química e aceitação sensorial de abacaxi 'Pérola' minimamente processado adicionado de antioxidantes. Após o preparo...

Uso de ervas aromáticas na estabilidade oxidativa de filés de sardinha (Sardinella brasiliensis) processados; The use (ou effect) of herbs on oxidative stability of processed sardine (Sardinella brasiliensis) fillets

Piedade, Karen Rother
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/09/2007 Português
Relevância na Pesquisa
26.86%
Durante as últimas décadas a preocupação do consumidor em relação à qualidade dos alimentos cresceu consideravelmente, juntamente com a procura por alimentos funcionais ou componentes alimentares ativos fisiologicamente, também designados bioativos. Paralelamente objetiva-se a redução do emprego de produtos sintéticos em alimentos industrializados fortalecendo o apelo de que o alimento deve desempenhar funções terapêuticas e ainda não trazer riscos à saúde. Os peixes são alimentos que atendem bem a alguns desses requisitos já que possuem ácidos graxos poliinsaturados essenciais omega-3. A sardinha é um excelente exemplo. Em diversas investigações foi verificado que esses ácidos graxos têm um efeito cardioprotetor, além de estarem ligados à redução de susceptibilidade a tumores malignos. Muito se fala sobre a importância do aproveitamento de lipídeos de pescado e seus derivados para a alimentação humana, mas é necessário um balanço de ácidos graxos poliinsaturados na dieta assim como de antioxidantes que evitem a oxidação lipídica já que esta pode causar importantes danos biológicos, começando com o comprometimento desses componentes. A deterioração oxidativa dos lipídeos é uma das reações mais importantes e freqüentes nos alimentos onde estão presentes...

Identificação de flavonoides, quantificação de isovitexina e avaliação das atividades antioxidante e fotoprotetora in vitro dos extratos metanólico e glicólico de Passiflora coccinea (Aubl.); Identification of flavonoids, quantification of isovitexin and evaluation of antioxidant and photoprotective in vitro activities of methanolic and glycolic Passiflora coccinea (Aubl.) extracts

Gislaíne Corrêa da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/05/2012 Português
Relevância na Pesquisa
26.86%
As espécies do gênero Passiflora são ricas em flavonoides, que apresentam atividade antioxidante e, por isso, têm potencial para uso em formulações que combatam o envelhecimento extrínseco da pele. Esse envelhecimento está ligado à formação de espécies reativas de oxigênio pela absorção da radiação ultravioleta. Neste contexto, formulações fotoprotetoras contendo antioxidantes podem contribuir para com a defesa da pele contra essas espécies reativas. Com isso, este trabalho visou à identificação e quantificação de flavonoides nos extratos metanólico (rico em flavonoides) e glicólico (empregável em fitocosméticos), de folhas Passiflora coccinea (Aubl.) obtidos por ultrassom ou maceração à temperatura ambiente ou a 30 °C. Avaliaram-se as atividades antioxidantes, pelos métodos DPPH (radical 2,2-difenil-1-picrilidrazil) e ORAC- FL (do inglês Oxygen Radical Absorbance Capacity, realizado com fluoresceína), e fotoprotetoras direta in vitro dos extratos dentro e fora de uma formulação creme. Os extratos metanólicos apresentaram atividades antioxidantes semelhantes entre si, enquanto que, dentre os extratos glicólicos, o de maior atividade, inferior a dos extratos metanólicos, foi obtido por maceração a 30 °C por 72 h. Os extratos foram individualmente incorporados a um creme e não apresentaram fotoproteção direta. Apenas o creme contendo o extrato metanólico a 1...

Produção, purificação, caracterização e aplicação industrial de lacase fungica

Rosana Cristina Minussi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/06/2002 Português
Relevância na Pesquisa
26.86%
As condições ótimas de cultivo em meio semi-sólido e líquido de Trametes versieolor, Trametes villosa, Lentinus edodes e Botrytis einerea para produção de lacase foram estudadas. A maior atividade de 1acasefoi obtida em meio líquido com o fungo T. versicolor na presença de 2,5- xilidina e cobre como indutores. A atividade de lacase presente no extrato bruto foi então purificada e caracterizada. Foram encontradas duas fonnas de lacases (LI e L2) com a mesma massa molecular de 66 kDa. As lacases purificadas apresentaram propriedades catalíticas e fisicoquímicas similares as lacases de outros fungos basidiomicetos. A aplicação de lacase de T. versieolor em efluentes provenientes da indústria papeleira e da produção de óleo de oliva mostrou o alto potencial biotecnólogico desta enzima em presença e ausência de mediadores. A presença do mediador entendeu os substratos oxidados pela enzima. Fungos foram selecionados com base na sua habilidade em descolorir efluente têxtil e corantes comerciais em meio sólido. Atividade de lacase foi observada em placas descoradas por Trametes versieolor e Trametes villosa de corante Azul Reativo 19. Lentinus edodes mostrou a maior habilidade em termos de extensão e rapidez de descoloração nos diferentes corantes. Os resultados obtidos indicam uma possível relação entre a produção de sideróforos e a descoloração de corantes utilizados na indústria têxtil. Uma grande correlação entre potencial antioxidante total e teor de fenóis totais em vinhos comerciais foi observada. Ácido gálico foi o mais abundante dos ácidos fenólicos em vinhos tintos...

Infusões à base de folhas de passifloras do cerrado : compostos fenólicos, atividade antioxidante in vitro e perfil sensorial

Rodrigues, Juliana da Silva Quintiliano
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
26.86%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Nutrição, Programa de Pós-Graduação em Nutrição Humana, 2012.; Os compostos bioativos naturalmente presentes, em pequenas quantidades, em alimentos de origem vegetal são considerados constituintes extranutricionais. Avaliados como de grande importância na alimentação humana por possuírem a capacidade de quelar metais, inibir a ação da lipoxigenase e combater radicais livres, esses compostos fazem parte dos alimentos considerados pela legislação brasileira como alimentos com alegação de propriedade funcional ou de saúde. O crescente consumo dos chás já faz da bebida a segunda mais consumida em todo o mundo. Associar a composição de um alimento a uma aceitação sensorial satisfatória potencializa as chances de sucesso no mercado consumidor. O objetivo deste trabalho foi caracterizar as propriedades antioxidantes e sensoriais de chás de passifloras do Cerrado, em comparação com as do chá verde (Camellia sinensis). As folhas foram colhidas, tanto na área experimental da Embrapa Cerrados, como na propriedade de um agricultor conveniado da Embrapa Cerrados. As caracterizações química e sensorial foram realizadas...

Characterization of bioactive compounds of dealcoholized wine: valuation of distillation process; Caracetrização dos compostos bioativos do vinho desalcoolizado: valorização do processo de destilação

Gonçalves, Fernando Jorge Andrade
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
26.86%
O vinho tinto é uma importante fonte de compostos fenólicos com atividade antioxidante e que estão relacionados com a prevenção de doenças cardiovasculares e cancro. Estes compostos são um sub-produto do processo de destilação vínica utilizado para produzir aguardente necessária para a produção de Vinho do Porto. Esta tese tem como objetivo valorizar os compostos fenólicos resultantes das destilarias de vinho, através do estudo da sua composição, das interações com o material polimérico do vinho, da sua estabilidade durante o armazenamento e avaliação dos seus potenciais efeitos biológicos in vitro. Isto irá permitir definir aplicações para estes compostos como ingredientes alimentares com propriedades funcionais. Dois vinhos tintos (RW1 e RW2) foram utilizados como fonte de compostos fenólicos. A fim de estudar estes compostos, cada vinho foi evaporado à pressão atmosférica, permitindo obter o respetivo vinho desalcolizado (DW1 e DW2). Os polissacarídeos e compostos fenólicos presentes nos vinhos desalcolizados foram fracionados por extração em fase sólida utilizando cartuchos C18 sep-pak. A fração hidrofóbica, rica em compostos fenólicos, foi separada em frações ricas em ácidos fenólicos...

Avaliação das actividades antioxidante e anti-microbiana de extractos de resíduos florestais

Luís, Ângelo Filipe Santos
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
26.86%
Os polifenóis, particularmente os flavonóides, são amplamente reconhecidos pelos seus potenciais efeitos benéficos para a saúde, como agentes antioxidantes e anticancerígenos. O objectivo deste estudo foi determinar a actividade antioxidante de extractos de alguns arbustos que crescem espontaneamente em Portugal (Pterospartum tridentatum, Cytisus scoparius e Erica spp.) de seguida, correlacioná-la com os compostos fenólicos totais e com os flavonóides. O método de Folin-Ciocalteu foi usado para determinar os fenóis totais e um método colorimétrico usando cloreto de alumínio foi utilizado para a determinação dos flavonóides totais. No que diz respeito à determinação da actividade antioxidante, foram utilizados dois métodos distintos (método do DPPH e sistema β-caroteno/ácido linoleico). Posteriormente, foi determinada a actividade anti-microbiana dos extractos brutos e das suas fracções. Conclui-se que todos os extractos apresentam actividade antioxidante relevante e que existe uma correlação linear positiva entre a actividade antioxidante e os fenóis totais dos extractos. Os extractos não têm actividade anti-fúngica e os extractos etanólicos têm maior actividade anti-bacteriana do que os aquosos. A actividade anti-bacteriana exercida pelos extractos é principalmente sobre as bactérias Gram positivas.

Actividade antioxidante de plantas medicinais angolanas

Fernandes, Nelson António Freitas
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
26.86%
Nos últimos anos tem crescido o interesse pela descoberta de novos compostos antioxidantes, a partir de fontes naturais, aplicáveis quer na indústria alimentar como na medicina preventiva. Neste trabalho foi estudada a capacidade antioxidante de extractos de dez plantas medicinais Angolanas em diferentes solventes orgânicos (Hymenodictyon floribundum, Parinari pumila, Tinnea antiscorbutica, Eragrostis viscosa, Xylopia odoratissima, Peucedanum angolense, Boscia microphylla, Adenodolichos huillensis, Cassia occidentalis e Rhus kirkii). A capacidade antioxidante foi avaliada por quatro métodos in vitro (ABTS, DPPH, TBA e Valor peróxido). A concentração de compostos fenólicos totais nos extractos foi determinada pelo método de Folin- Ciocalteau. Os compostos fenólicos totais variam entre 40,63mg/g extracto ± 0,00 para a Eragrostis viscosa em diclorometano e 549,27mg/g extracto ± 0,01 para a Parinari pumila aquoso. A percentagem mais elevada de inibição de radicais livres de DPPH, quando em comparação com uma solução de Trolox na mesma concentração dos extractos (69,79 % ± 0,43), foi observada no extracto de Parinari pumila em metanol com um valor de 36,19 % ± 0,21. Para o método de ABTS, o valor mais alto de TEAC e de percentagem de inibição...