Página 16 dos resultados de 11940 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Medidas de bem‐estar e sustentabilidade: desenvolvimento de metodologias de análise e selecção de métricas

Gama, Margaridado Carmo Fráguas Pereira
Fonte: FCT - UNL Publicador: FCT - UNL
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.7%
Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para a obtenção do grau de Mestre em Engenharia do Ambiente, perfil de Gestão e Sistemas Ambientais; O PIB é um indicador económico introduzido por Kuznets na década de 1930 com o objectivo de medir a capacidade de produção de um país em tempo de guerra. Desde então, passou a utilizar‐se de forma generalizada como medida de bem‐estar a nível nacional. Contudo, não foi desenhado com este objectivo, não tendo capacidade para reflectir os aspectos ambientais e sociais de um país. Com a crescente preocupação ambiental e social, surgiu o conceito de desenvolvimento sustentável, tornando‐se necessário considerar não só os aspectos económicos, mas também os aspectos sociais e ambientais do desenvolvimento. É neste âmbito que surgem as métricas de sustentabilidade. A presente dissertação inclui uma análise comparativa de um conjunto de métricas de sustentabilidade consideradas relevantes, observando o seu contexto, as suas características metodológicas, assim como a sua difusão ao nível da sociedade em geral e da tomada de decisão. Com base na análise comparativa é possível verificar que os contextos em que as métricas surgem são bastante diversos. Inicialmente as métricas baseavam‐se sobretudo em medidas económicas...

A sustentabilidade do Alto Douro vinhateiro: realidade ou utopia? Contributo para a avaliação e melhoria da sustentabilidade da região

Ferreira, José Francisco de Carvalho
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em /06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.7%
Tese apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Doutor em Geografia e Planeamento Territorial, especialidade em Geografia Humana; O Alto Douro Vinhateiro (13 concelhos da NUT III Douro), uma das mais importantes regiões vinhateiras portuguesas, situada no norte interior de Portugal, enfrenta graves problemas, comuns a muitas áreas rurais do país e do mundo. O envelhecimento e a perda de população, a baixa densidade económica, social e cultural, a dinâmica económica débil, a baixa instrução, as dificuldades no sector do vinho, principal cultura da região, o deficiente movimento associativo, as parcas oportunidades de emprego, a aparente falta de estratégias comuns aos vários municípios, o difícil entrosamento institucional indiciavam que a região não estaria a ser gerida de modo sustentável. Com esta investigação pretendeu-se mostrar até que ponto esta constatação era ou não verdadeira, com o conceito de desenvolvimento sustentável como pano de fundo. Tendo percorrido os conceitos de desenvolvimento rural e desenvolvimento sustentável e perscrutadas diversas metodologias para avaliar a sustentabilidade, foram seleccionados 76 indicadores, agrupados em 23 aspectos e em 5 dimensões (ambiental...

Projectos inovadores para a sustentabilidade local ancorados em dinâmicas sociais e redes de cidadãos. ensinamentos a registar e o papel do engenheiro do ambiente

Silva, Ana Cristina Martins
Fonte: Faculdade de Ciências e Tecnologia Publicador: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.7%
Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia do Ambiente, perfil de Ordenamento do Território e Impactes Ambientais; A actualidade tem sido marcada por várias crises, não só a nível económico mas também a nível ambiental e social. De forma a contornar estas dificuldades é urgente actuar a nível dos problemas que ocorrem na sociedade. No entanto, é necessário que as comunidades se adaptem, que sejam resilientes, ou seja, tenham a capacidade de suportar perturbações sem colapsar, adaptando-se às novas condições de forma a reequilibra-las e a tornar a sociedade mais sustentável. Este discurso de sustentabilidade tem sido largamente discutido devido aos problemas que a sociedade enfrenta, e tem enfrentado, ao longo dos anos. Para a atingir é fundamental agir de forma mais incisiva. No entanto, a maioria dos problemas que impedem a sua prossecução possuem raízes locais, sendo assim indispensável actuar num âmbito territorial mais reduzido. De acordo com esta abordagem, é fundamental agir a nível da sustentabilidade local, com a colaboração de todos, como factor estratégico para uma sustentabilidade global. A realização desta dissertação teve como principal objectivo avaliar projectos inovadores...

Técnicas de sustentabilidade ecológica aplicadas ao projecto de arquitectura paisagista. Casos de estudo: projectos da Câmara Municipal de Tavira

Martins, Andreia Filipa Carvalho
Fonte: Universidade do Algarve Publicador: Universidade do Algarve
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.7%
Dissertação de mest., Arquitectura Paisagista, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Univ. do Algarve, 2013; A ecologia está vinculada à arquitectura paisagista desde o aparecimento da profissão, tanto no âmbito internacional como nacional. A partir da década de 60, do século XX, assistiu-se ao desenvolvimento de técnicas de sustentabilidade ecológica aplicadas ao projecto. Actualmente, este é um tema em franca expansão na investigação e na prática da arquitectura paisagista, em termos mundiais. No entanto, em Portugal, não se identificaram até à data quaisquer estudos que investiguem a aplicação de técnicas de sustentabilidade ecológica no projecto. Seria de esperar que as preocupações ecológicas fossem traduzidas no projecto mas, o estudo dessa situação nos Estados Unidos da América, alerta que a proposta de técnicas pode ser inferior ao esperado, e que podem existir entraves à sua aplicação. A presente dissertação testa a aplicação duma metodologia de investigação de casos de estudo, especificamente desenvolvida para efeitos deste trabalho, num conjunto de projectos da Câmara Municipal de Tavira, que visa investigar a aplicação de técnicas de sustentabilidade ecológica e averiguar a relação entre as preocupações dos projectistas e a realidade de aplicação dessas técnicas. Foram considerados para o efeito 22 projectos...

Sustentabilidade para a moda : a moda como fenómeno social

Duarte, luís
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /10/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.7%
A preocupação para com os problemas ambientais e a constante procura das várias áreas do Design por respostas sustentáveis, tem influenciado o Designer de Moda, incutindo no mesmo a curiosidade e desejo por experimentação. Da análise do novo comportamento do consumidor, surgem artigos de design elaborados e estudados com base em conceitos estéticos, ergonómicos, sociais, justos e sustentáveis. Hoje em dia, o consumidor está consciente dos produtos ecologicamente correctos, em que é notória a busca por uma simbiose entre produto e consumidor, consciência e desenvolvimento de produto. Esta dissertação analisa a nova realidade que se estabeleceu no século XXI, o desenvolvimento ambientalmente sustentável e, a sua intervenção na criação de produtos de moda. À luz deste tema, é praticada uma pesquisa e investigação àcerca da Sustentabilidade e da sociedade de consumo, procurando entender o que faz os consumidores seguirem determinada tendência e se a sustentabilidade é vista como tal. Estabelecendo uma relação entre a indústria e exemplos prácticos de marcas/produtos/empresas produzidos de forma ética, este estudo foca-se nos princípios da sustentabilidade aplicados no ramo da Moda. Não é pretendido o foque numa peça ou produto...

Agricultura familiar, extrativismo e sustentabilidade: o caso dos "samambaieiros" do litoral norte do Rio Grande do Sul

Ribas,Rafael Perez; Severo,Christiane Marques; Miguel,Lovois de Andrade
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.7%
O artigo apresenta os resultados de uma pesquisa sobre a sustentabilidade dos agricultores extrativistas da região da Encosta Atlântica do Rio Grande do Sul. O extrativismo em questão é de uma espécie conhecida popularmente como samambaia-preta [Rumohra adiantiformis (G.Forest.) Ching]. Estima-se que 3 mil famílias da região têm nesta atividade, não-regulamentada por lei, sua principal fonte de renda. O grau de sustentabilidade dos agricultores foi estimado através da adoção de informações relativas às dimensões ambiental, social e econômica e aos critérios de produtividade, estabilidade, equidade, resiliência e autonomia. A análise focou-se na comparação entre os Índices Relativos das Dimensões (IRD), dos Critérios (IRC) e de Sustentabilidade (IRS) de cada tipo de sistema de produção. Os resultados apontaram para a existência de 4 tipos de sistemas de produção, sendo 3 deles abrangidos nessa pesquisa. Os sistemas de produção dos tipos 1 e 2 se caracterizam pela baixa disponibilidade de meios de produção e por uma grande dependência de rendas não-agrícolas e do extrativismo. O sistema de produção do tipo 3 é caracterizado pela prática de agricultura de subsistência e de atividades agrícolas de cunho comercial...

Sustentabilidade em Silvânia (GO): o caso dos assentamentos rurais São Sebastião da Garganta e João de Deus

Alves,Luiz Batista; Bastos,Rogério Pereira
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.7%
A proposta básica do trabalho foi analisar e verificar a sustentabilidade nos assentamentos São Sebastião da Garganta (ASSG) e João de Deus (AJD) no município de Silvânia (GO). Aplicou-se questionário com variáveis socioeconômicas, ambientais e de capital social, que possibilitaram os cálculos dos respectivos índices: Índice de Desenvolvimento Socioeconômico (Idese) de 0,6779 e 0,2868; Índice Ambiental (IA) de 0,6470 e 0,2742; e Índice de Capital Social (IKS) de 0,8939 e 0,2778, que permitiram a composição pela média aritmética simples do Índice de Sustentabilidade (IS), que atingiu o valor de 0,7396 e 0,2796, respectivamente, para ASSG e AJD, caracterizando nível médio de sustentabilidade no primeiro e nível baixo de sustentabilidade no segundo. Os valores dos índices em separado indicaram que ocorreu nível médio de desenvolvimento socioeconômico, alto de capital social e médio no aspecto ambiental para o ASSG e níveis baixos de desenvolvimento socioeconômico, de capital social e no aspecto ambiental para o AJD.

Amazônia socioambiental: sustentabilidade ecológica e diversidade social

Lima,Deborah; Pozzobon,Jorge
Fonte: Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo Publicador: Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2005 Português
Relevância na Pesquisa
36.7%
ESTE ARTIGO baseia-se no emprego de um conceito central do discurso ambientalista - o de sustentabilidade ecológica - para construir um quadro analítico da diversidade socioambiental da Amazônia contemporânea. O exercício consiste em um ordenamento geral de categorias sociais segundo seu comportamento ambiental. Este é o ponto de partida para uma análise dos fundamentos históricos, econômicos e culturais da sustentabilidade ecológica atribuída a cada segmento social. A análise mostra a complexidade da interação entre múltiplos fatores que explicam o comportamento ecológico particular de cada um dos seguintes segmentos sociais considerados: a) povos indígenas de comércio esporádico, b) povos indígenas de comércio recorrente, c) povos indígenas dependentes da produção mercantil, d) pequenos produtores "tradicionais", e) latifúndios "tradicionais", f) latifúndios recentes, g) migrantes/ fronteira, h) grandes projetos e i) exploradores itinerantes. Com este exercício, alguns estereótipos consagrados são contrariados, como aqueles que relacionam baixa sustentabilidade ecológica com pobreza, ou alta sustentabilidade ecológica com identidade indígena. Concluímos mostrando a importância de prosseguir com análises de amplo espectro para entender a diversidade socioambiental da Amazônia.

Sustentabilidade: da evolução dos conceitos à implementação como estratégia nas organizações

Oliveira,Lucas Rebello de; Medeiros,Raffaela Martins; Terra,Pedro de Bragança; Quelhas,Osvaldo Luiz Gonçalves
Fonte: Associação Brasileira de Engenharia de Produção Publicador: Associação Brasileira de Engenharia de Produção
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.7%
Este trabalho apresenta uma contextualização acerca da literatura e das diferentes abordagens sobre sustentabilidade nas organizações, relacionando-a com o planejamento estratégico. O estudo enquadra-se na Engenharia da Sustentabilidade, uma das áreas do conhecimento definida pela ABEPRO para a Engenharia de Produção. Adaptando os conceitos do Balanced Scorecard (BSC), são propostas diretrizes de gestão, que promovem o alinhamento entre a sustentabilidade e a estratégia, denominada Matriz de Alinhamento Estratégico Sustentável (MAES). Para avaliar a aplicabilidade, foi realizado estudo de caso em uma fabricante de cosméticos. A avaliação da aplicação das diretrizes propostas foi feita a partir da análise das práticas de gestão na organização estudada. Algumas considerações foram feitas acerca dos resultados encontrados, especialmente no que tange ao grau de desenvolvimento ambiental inerente aos processos internos, e são apontadas algumas sugestões de melhoria, no que se refere ao aprimoramento do binômio entre aprendizado e crescimento e o pilar social da sustentabilidade.

Sustentabilidade empresarial e o impacto no custo de capital próprio das empresas de capital aberto

Silva,Lílian Simone Aguiar da; Quelhas,Osvaldo Luiz Gonçalves
Fonte: Universidade Federal de São Carlos Publicador: Universidade Federal de São Carlos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 Português
Relevância na Pesquisa
36.7%
Este trabalho apresenta o impacto no custo de capital próprio para as empresas brasileiras de capital aberto face à adoção dos princípios de sustentabilidade. O conceito de desenvolvimento sustentável tem se aprimorado num processo contínuo de reavaliação da relação existente entre: crescimento econômico, a sociedade civil e o meio ambiente. O triple-bottom-line das dimensões econômica, ambiental e social da sustentabilidade tem emergido como um modelo de interpretação pelas empresas, embora cada uma dessas dimensões represente um grande desafio. O segmento corporativo vem atendendo às demandas cada vez maiores da sociedade frente a essas questões, ficando a dúvida quanto à legitimidade dessas ações e o questionamento relativo ao papel das empresas na economia e na sociedade. Para avaliar o impacto no custo de capital próprio, foi implementado um modelo de decomposição do beta em medidas contábeis de risco, incluindo uma variável referente à sustentabilidade. O resultado confirma a expectativa de que ao aderir aos padrões de sustentabilidade a empresa reduz o risco corporativo medido pelo risco sistemático, determinando a redução do custo de capital e aumento do valor econômico.

Aplicação de indicadores de sustentabilidade para lagoas de estabilização

Kellner,Erich; Calijuri,Maria do Carmo; Pires,Eduardo Cleto
Fonte: Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental - ABES Publicador: Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental - ABES
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.7%
A escolha de uma alternativa tecnológica para tratamento de efluentes, assim como o local para implantação deve ser precedida de um estudo de sustentabilidade do ambiente. Foi proposto um método para avaliação da sustentabilidade de estações de tratamento de esgoto, baseado nas características ambientais, sociais e econômico-financeiras dessas unidades. O método foi aplicado em três ETE, constituídas por lagoas de estabilização, localizadas nos municípios de Cajati, Jacupiranga e Pariquera-Açu, todas pertencentes à bacia do Baixo Ribeira de Iguape (SP). A falta de dados para alguns parâmetros considerados na composição dos indicadores prejudicou a obtenção de valores mais realistas. O método proposto mostrou-se de fácil visualização da condição de sustentabilidade das ETE constituídas por lagoas de estabilização.

O discurso da sustentabilidade e suas implicações para a educação

Lima,Gustavo da Costa
Fonte: ANPPAS - Revista Ambiente e Sociedade Publicador: ANPPAS - Revista Ambiente e Sociedade
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 Português
Relevância na Pesquisa
36.7%
O artigo discute a posição dominante do discurso da sustentabilidade no debate ambiental e suas implicações sobre o campo educacional. Compreende que o atual debate sobre a sustentabilidade tem sido, prioritariamente, orientado por propostas econômicas e tecnológicas que obedecem aos imperativos do mercado. O autor, entretanto, argumenta que essa sustentabilidade hegemonizada pelo mercado não é capaz de responder aos desafios colocados pela crise multidimensional que vivenciamos contemporaneamente. Também considera que a educação tem uma contribuição relevante a cumprir nessa busca de sustentabilidade social desde que consiga superar as concepções reprodutivistas que tendem a reduzi-la às necessidades da economia.

Competitividade e sustentabilidade de um cluster de turismo: uma proposta de modelo sistêmico de medida do impacto do turismo no desenvolvimento local

Cunha,Sieglinde Kindl da; Cunha,João Carlos da
Fonte: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração Publicador: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2005 Português
Relevância na Pesquisa
36.7%
Este artigo apresenta uma proposta de medida de impactos de um cluster turístico no desenvolvimento local, com o objetivo de avaliar, de forma sistêmica, o grau de interação, competitividade e sustentabilidade do cluster turístico e seus impactos em termos econômicos, sociais e ambientais. O modelo tem como fundamentação teórica o conceito e a tipologia de cluster, adaptando e integrando os conceitos de competitividade sistêmica e de sustentabilidade nas dimensões econômicas, sociais, culturais, ambientais e políticas. O modelo proposto apresenta uma visão holística, multidisciplinar e multissetorial do desenvolvimento local, resgatando, por meio da abordagem sistêmica, os conceitos de competitividade, eqüidade social e sustentabilidade. Os resultados possibilitam orientar estrategicamente agentes responsáveis pelas políticas públicas do setor de turismo, bem como as empresas e instituições públicas e privadas em suas estratégias de competitividade, competição, cooperação e sustentabilidade.

Sociedade e Sustentabilidade: qual o lugar do conhecimento?

Baumgarten,Maíra
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Sociologia - UFRGS Publicador: Programa de Pós-Graduação em Sociologia - UFRGS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.7%
O texto aporta algumas considerações histórico-teóricas sobre as relações entre sociedade, conhecimento e sustentabilidade, buscando as intersecções desse debate com a problemática do desenvolvimento no mundo contemporâneo. A seguir são apresentados os artigos que integram o dossiê Sociedade, Conhecimentos e Sustentabilidade. Esses artigos têm em comum o enlace entre sociedade, ciência e sustentabilidade, ora trazendo controvérsias teóricas e colocando em discussão o próprio fazer científico e sua crítica, ora apresentando a temática da produção científica sobre sustentabilidade, observando arranjos conceituais, abordagens das interfaces entre humanos e não humanos, hibridismos, disciplinaridade e interdisciplinaridade. As tecnologias da informação e suas aplicações e repercussões sociais também estão presentes nas análises apresentadas, que abordam, de um lado, interações mediadas pela internet e sua capacidade para a criação de apoio social e...

Educação para a sustentabilidade: a construção de caminhos no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS)

Palma,Lisiane Celia; Alves,Nilo Barcelos; Silva,Tânia Nunes da
Fonte: Universidade Presbiteriana Mackenzie Publicador: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.7%
Os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs) foram recentemente criados no Brasil. Eles têm como objetivo suprir a demanda de mão de obra técnica qualificada, que tem aumentado no país, e agregar qualidade aos currículos, buscando integrar conhecimentos básicos e técnicos e preparar os estudantes para a vida e para o exercício da cidadania. Sendo assim, demonstram em seus documentos ter preocupação com questões ligadas ao desenvolvimento sustentável. Alguns estudos têm apontado a importância da inserção de debates sobre a educação para a sustentabilidade nas instituições de ensino e também nos cursos da área de gestão. Deste modo, o presente estudo tem por objetivo identificar como questões relacionadas ao assunto estão sendo tratadas nos IFs brasileiros, especialmente no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS). Para tanto, foi realizada uma pesquisa de caráter exploratório, delineado por um escopo descritivo, para verificar como a sustentabilidade tem sido abordada nos cursos do IFRS relacionados ao eixo tecnológico gestão e negócios. Para definição dos cursos, utilizou-se como referência o Catálogo Nacional de Cursos Superiores em Tecnologia e o Catálogo Nacional de Cursos Técnicos do Ministério da Educação. Observou-se que...

Do economicismo à dialogicidade: as contribuições do paradigma da ecologia profunda e da noção de gestão social para a temática da sustentabilidade empresarial

Justen,Carlos Eduardo; Moretto Neto,Luís
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.7%
Este artigo, na forma de um ensaio teórico, ao buscar resposta para a problemática - o que significa planejar estrategicamente para a sustentabilidade? -, procurou evidenciar a possibilidade tanto de uma gestão mais sustentável, pois considerando a interdependência intrínseca entre homem e meio ambiente natural, quanto de uma sustentabilidade mais humana, porquanto construída a partir de uma ação comunicativa, numa relação linguística travada entre sujeitos, não entre sujeito-objeto. Desse ponto de vista, a perspectiva analítica dominante acerca da sustentabilidade foi contraposta com o paradigma da ecologia profunda e com uma noção de gestão coerente - gestão social. Ao final, foram delineados seis caracteres teórico-conceituais capazes de estabelecer um escorço de contribuição ao tema da sustentabilidade empresarial e das estratégias empresariais decorrentes.

Avaliação da cultura da cana-de-açúcar com foco na sustentabilidade ambiental.

TOSTO, S. G.; PEREIRA, L. C.
Fonte: In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL NOVA TERRITORIALIDADES E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL, 2., 2012, Recife. Anais... Recife: GRAPP, 2012. Publicador: In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL NOVA TERRITORIALIDADES E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL, 2., 2012, Recife. Anais... Recife: GRAPP, 2012.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 9 p.
Português
Relevância na Pesquisa
36.7%
A Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e Desenvolvimento, ocorrida em 1992 (Rio-92), ratificou a necessidade de se integrar meio ambiente e desenvolvimento para a formulação de políticas públicas. Indicadores ambientais representam ferramentas para a comunicação de informações sintéticas sobre o estado do meio ambiente, tanto aos formuladores de política quanto ao público em geral. A cultura da cana-de-açúcar encontra-se em expansão no Estado de São Paulo. Este fato decorre principalmente de perspectivas favoráveis da demanda por álcool combustível, no mercado interno e externo, e pelos preços competitivos do açúcar brasileiro no mercado internacional. O rápido desenvolvimento do setor sucroalcooleiro pode acarretar impactos ambientais negativos e externalidades, entre elas: o uso, ocupação e degradação de ecossistemas florestais, principalmente das Áreas de Preservação Permanente (APPs) e de Reserva Legal (RL); emissões de gases de efeito estufa decorrentes das queimadas; assoreamento dos corpos d?água; contaminação de cursos d?água e lençol freático. Este trabalho foi desenvolvido no município de Araras, que possui cerca de 53% de suas terras ocupadas com a atividade de cana-de-açúcar...

Um Modelo para Análise da Sustentabilidade de Fontes Elétricas - Tese de doutorado em Administração, da Universidade Federal de Pernambuco

Moreira da Silva, Ricardo; André Mendes Primo, Marcos (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
36.7%
partir da década de 80, o consumo mundial de energia elétrica apresentou uma tendência de crescimento maior do que a oferta, de modo que existe uma carência de produção. Além desse desequilíbrio, atualmente há também a preocupação com as questões ambiental e social relacionadas com a produção de energia. Por mais que a energia seja necessária, a emissão de CO2, o lixo nuclear, a inundação de terras férteis e outros problemas não são mais tolerados; assim é necessário produzir energia de forma sustentável e a questão da sustentabilidade ganha notoriedade. Essa tese propõe um modelo analítico que avalia e compara a sustentabilidade de seis fontes elétricas sob os aspectos econômicos, sociais, ambientais e institucionais, tomando como caso-testes o uso dessas no Brasil e na Suécia. Nesse modelo utilizou-se como base teórica o indicador de sustentabilidade Driving force State Responsive, os princípios das leis da termodinâmica, o triângulo de fractais e a teoria da agência. A metodologia utilizada foi (1) apresentar um panorama teórico sobre fontes elétricas; (2) desenvolver um esquema-modelo para análise de suas sustentabilidades e (3) apresentar uma análise do uso das fontes no Brasil e na Suécia. Essa tese confecionou tabelas DSR que mapeiam as fontes analisadas...

Design de serviços para a sustentabilidade: proposição de um modelo de design para o direcionamento da atividade projetual sustentável o caso dos serviços turísticos de hospedagem

Michelle dos Santos, Susiane; Augusto Gómez Castillo, Leonardo (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
36.7%
As soluções propostas pelo design estão relacionadas a âmbitos progressivamente mais abrangentes, que comportam questões referentes a problemas sociais, econômicos e ambientais do atual sistema produtivo global. Neste sentido, o design amplia seu foco de atuação projetual, da indústria de produção de bens de consumo e de sua promoção, para questões sistêmicas, relacionadas a organizações, comunidades e serviços, baseando-se, decisivamente, no paradigma da sustentabilidade. O presente trabalho, desse modo, busca vincular a atividade do design, o setor de serviços turísticos, com ênfase no segmento de hospedagem, e os preceitos da sustentabilidade a fim de propor um modelo que auxilie designers a projetarem serviços frente a esta nova ideologia. A metodologia utilizada para esta pesquisa contou com pesquisa de campo, entrevistas e estudo de caso, bem como, com um levantamento bibliográfico pautado em conceitos que direcionam, juntos, a construção do modelo de Design de Serviços para a Sustentabilidade DSS, aqui proposto. Formula-se, como mais um fruto da pesquisa, um software para avaliar a eficiência do serviço diante dos critérios determinados pelo Programa de Certificação em Turismo Sustentável PCTS (em conformidade com a norma NBR 15401-2006)...

Análise dos Indicadores de Sustentabilidade da Global Reporting Initiative nas lavanderias de jeans da cidade de Toritama no Polo Têxtil do Agreste Pernambucano

Tutillo, José Alexander Benavides; Medeiros, Denise Dumke de (Orientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.7%
O presente trabalho tem como objetivo analisar os indicadores de sustentabilidade da Global Reporting Initiative nas empresas do setor de lavanderia de jeans na cidade de Toritama a fim de que as informações obtidas possam auxiliar outras empresas do setor a descobrir oportunidades de Desenvolvimento Sustentável e transformá-las em vantagem competitiva. Foi realizado um levantamento bibliográfico apresentando a evolução da Responsabilidade Social Corporativa e Sustentabilidade assim como as normas, certificações e iniciativas voluntárias no contexto mundial e brasileiro que estão ligadas a estes conceitos. Em seguida, foi apresentada a estrutura da Global Reporting Initiative assim como as características do setor de estudo. Posteriormente, a partir dos dados coletados com um questionário tomando como referência o número mínimo de indicadores GRI para publicação de relatórios de sustentabilidade em treze empresas que participaram da pesquisa, foram identificadas as principais limitações que as empresas entrevistadas enfrentam na implementação de estratégias sustentáveis, bem como os resultados que as mesmas esperam ao implantar estas estratégias. Observou-se também que, embora exista desconhecimento do termo sustentabilidade...