Página 17 dos resultados de 5994 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Inserção de hortaliças e frutas orgânicas na merenda escolar: as potencialidades da participação e as representações sociais de agricultores de Parelheiros, São Paulo; Insertion of organic vegetables and fruits into the school meal: potentiality of participation and the social representation of agriculturists of Parelheiros, Sao Paulo.

Badue, Ana Flávia Borges
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
26.93%
O presente estudo aponta que programas de inserção de hortaliças e frutas orgânicas na merenda escolar têm sido implementados em escolas municipais e estaduais brasileiras como estratégia de Segurança Alimentar e Nutricional e de desenvolvimento local sustentável. A avaliação da potencialidade dessa inserção na merenda escolar em Parelheiros, no município de São Paulo, está sendo realizada por um projeto de pesquisa e intervenção coordenado pela FSP-USP (2006-2008) e financiado pelo CNPq, com apoio de instituições públicas e da sociedade civil organizada. Esta dissertação se insere como parte do diagnóstico desse projeto, sob o enfoque da produção e abastecimento. Nesse contexto, as perguntas centrais deste estudo foram: Quais as potencialidades da participação dos agricultores na oferta de hortaliças e frutas orgânicas na merenda escolar da região de Parelheiros? Quais os desafios e oportunidades que os agricultores de Parelheiros teriam para se engajar no projeto de abastecimento de orgânicos nas escolas? Para se obterem as respostas, realizou-se a identificação das representações sociais de 30 agricultores, com o objetivo de detectar o que entendem por agricultura orgânica e sua opinião e interesse em participar da proposta de inserção de hortaliças e frutas orgânicas na merenda escolar...

Identificação e análise da cadeia de distribuição das frutas cítricas de mesa sem sementes : um estudo de caso na cidade de São Paulo; Identification and analysis of the distribution chain of the seedless citric fruits : a case study in São Paulo city

Senna, Ana Júlia Teixeira; Pedrozo, Eugenio Avila; Koller, Otto Carlos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
26.93%
O objetivo deste trabalho foi identificar mecanismos de comercialização para as frutas cítricas, de mesa, sem sementes, provenientes dos municípios de São Gabriel, Santa Margarida do Sul e Rosário do Sul, situados no limite norte da metade sul do Estado do Rio Grande do Sul. O método de pesquisa foi um estudo de caso, de caráter exploratório, em que foram entrevistados dez comerciantes na cidade de São Paulo. Constatou-se que há comerciantes que importam frutas cítricas do Uruguai e da Espanha para abastecer o mercado interno e que esses, em sua maioria, estão interessados em substituir as importações por frutas produzidas no Brasil, desde que possuam qualidade semelhante à das frutas importadas e preço mais baixo. A Central de Abastecimento (CEAGESP) é o estabelecimento que, num mesmo lugar, responde pelo maior volume de frutas distribuídas. Neste estudo, determinou-se a configuração da cadeia de distribuição das frutas cítricas sem sementes.; This research aims at identifying commercial mechanisms for in nature seedless citric fruits which are produced in São Gabriel, Santa Margarida do Sul and Rosário do Sul, cities located in the north boundary of the southern half of the state of Rio Grande do Sul. The research method consisted of an exploratory case study...

Macro and microminerals are frozen fruits a good source?

Spada, Patricia Kelly Wilmsen Dalla Santa; Bortolini, Giovana Vera; Pra, Daniel; Santos, Carla Eliete Iochims dos; Henriques, Joao Antonio Pegas; Dias, Johnny Ferraz; Salvador, Mirian
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
26.88%
As frutas são ricas em minerais, sendo estes essenciais para uma grande variedade de processos metabólicos e fisiológicos no corpo humano. A utilização de frutas congeladas tem se ampliado nos últimos anos, não só na preparação de sucos, mas também como matéria-prima para iogurtes, doces, biscoitos, bolos, sorvetes e alimentos infantis. No entanto, até o momento não há dados sobre o perfil mineral de frutas congeladas. Este trabalho é o primeiro banco de dados para quantificarosníveisdemineraisem23amostrasdefrutascongeladas, bastante consumidas em todo o mundo e de algumas frutas nativas da floresta amazônica, Brasil. Considerando-se as Referências de Ingestão Diárias, 100g de frutas congeladas podem fornecer 0,2-2,8% de macro e de 2,5 a 100% dos microminerais para adultos (31-50 anos). Embora as diferenças geográficas devam ser consideradas, estes dados ajudam para o plano de dietas e desenvolvimento de intervenções junto à população com o objetivo de prevenir doenças crônicas.; Fruits are rich in minerals, which are essential for a wide variety of metabolic and physiologic processes in the human body. The use of frozen fruits has greatly spread in the last years not only in the preparation of juices...

Alergia ao látex e a frutas em profissionais da área da saúde

Marin, Flávia Andréia; Peres, Suely Prieto de Barros Almeida; Venturini, Maria do Carmo; Francisco, Rosane C. Melchiori; Zuliani, Antônio
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 415-421
Português
Relevância na Pesquisa
26.88%
INTRODUÇÃO: A alergia ao látex tornou-se um risco crescente aos indivíduos expostos, como os profissionais da área da saúde, tendo como agravo a associação com hipersensibilidade a vários alimentos, especialmente frutas. OBJETIVO: Avaliar a freqüência de sensibilização ao látex e a frutas em profissionais da área da saúde. MÉTODOS: Foram avaliados 53 profissionais da saúde, 81,9% do sexo feminino, aplicando-se questionário alergológico e testes cutâneos por puntura para alérgenos inaláveis, do látex e de frutas (mamão papaia, kiwi, abacate, banana, figo, tomate, noz). RESULTADOS: Dos 53 indivíduos estudados, 15 (28,5%) eram alérgicos ao látex. A sensibilidade a frutas foi diagnosticada em 14 (26,4%), dos quais 10 (18,8%) apresentavam teste por puntura positivo para o látex; as frutas alergênicas mais freqüentes foram papaia (80,0%), kiwi (60,0%) e abacate (50,0%). CONCLUSÃO: Estes achados demonstram a existência da alergia látex-fruta, como descrito na literatura, sendo de suma importância uma avaliação in vivo em profissionais da área de saúde, caracterizados como potencial grupo de risco.; INTRODUCTION: Latex allergy is becoming an increasing risk to exposed individuals, such as the health care workers...

Avaliação da desidratação de mamão utilizando métodos combinados

Garcia, Carolina Castilho
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 173 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
26.93%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Engenharia e Ciência de Alimentos - IBILCE; Com o intuito de agregar valor a frutas nacionais desidratadas, os efeitos de pré-tratamentos sobre a secagem de mamão Formosa foram avaliados. Para tanto, foram utilizados previamente à secagem convectiva o branqueamento, a desidratação osmótica (DO) e a aplicação de coberturas comestíveis na superfície das frutas frescas e osmoticamente desidratadas. Com base em um planejamento fatorial, verificou-se que a DO das fatias de mamão frescas e branqueadas em solução de sacarose a 50% p/p adicionadas de 1% p/p de lactato de cálcio e 0,1 M de ácido lático por 120 min e 105 min, respectivamente, foram as condições que ocasionaram redução na atividade de água das amostras e pequenas variações em sua cor. A cinética de DO das frutas frescas e branqueadas mostrou que o branqueamento resultou em maiores coeficientes de difusão da água e dos solutos. Melhores ajustes para as difusividades das fatias de fruta foram verificados considerando-as como placas infinitas. Os resultados evidenciaram grande atividade de invertase no mamão, o qual se apresentou como uma fonte potencial para a extração da referida enzima. As isotermas de sorção de fatias frescas...

Caracterização do consumo alimentar de frutas, verduras e legumes em adultos na atenção primária

Barim, Estela Maria
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 98 f.
Português
Relevância na Pesquisa
26.93%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Saúde Coletiva - FMB; A alimentação inadequada e o consumo insuficiente de frutas, verduras e legumes estão relacionadas à maior prevalência de doenças e agravos crônicos não transmissíveis, como diabetes, obesidade, doenças cardiovasculares e alguns tipos de cânceres. A complexidade dos determinantes relacionados a essa situação tem exigido o desenvolvimento de investigações que ampliem o conhecimento científico sobre os diferentes aspectos envolvidos. As doenças e agravos crônicos não transmissíveis são de etiologia multifatorial e compartilham vários fatores de riscos modificáveis entre eles a alimentação inadequada, com destaque para a ingestão insuficiente de frutas, verduras e legumes. Considerando a importância desse grupo alimentar para a saúde em geral e redução das doenças e agravos crônicos não transmissíveis, o presente estudo visou descrever o consumo de frutas, verduras e legumes e identificar os fatores associados a esse consumo em uma população adulta, usuária de um serviço público de atenção primária à saúde. Para descrever o consumo de frutas, verduras e legumes foi utilizado recordatório alimentar de 24 horas e realizado método de ajuste pelo consumo energético. Para a obtenção das informações socioeconômicas...

Qualidade e conservação de pessegos com utilização de 1-MCP e resfriamento rapido; Quality and peach conservation with the use of 1-MCP and cooling

Luciana Calore de Barros Pinto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2005 Português
Relevância na Pesquisa
26.93%
As perdas pós-colheita variam entre os diversos produtos vegetais, porém de modo geral entre as frutas e hortaliças tem-se perdas da ordem de 30-50%. Tais perdas estão fundamentadas ao seu manuseio inadequado desde o momento da colheita até o consumo final. Assim, este trabalho tem como objetivo a aplicação do 1-metilciclopropeno (1-MCP), do resfriamento rápido com ar-forçado (RR), e do armazenamento refrigerado (AR) em pêssegos a fim de avaliar seus efeitos no processo de amadurecimento desta fruta. Os parâmetros avaliados no julgamento da qualidade foram as análises fisiológicas como a perda de massa fresca, a cor de fundo, a firmeza, o pH, a acidez titulável, os sólidos solúveis, o ?Ratio? e a produção de CO2 e etileno, e análises sensoriais como a cor, a textura e o sabor. O experimento foi dividido em duas etapas. Na primeira etapa testou-se as concentrações de 30; 60 e 90nl l-1 de 1-MCP aplicado nas temperaturas de 0 e 20ºC; as frutas não tratadas com 1- MCP foram denominadas de controle, para as duas temperaturas estudadas. A concentração de 90nl l-1 de 1-MCP à 0ºC apresentou menor atividade respiratória nas frutas, sendo este tratamento selecionado para ser combinado com o resfriamento rápido de pêssegos na etapa seguinte. Desta forma...

Estudo experimental e modelagem do crescimento de fungos filamentosos termorresistentes em sucos tropicais

Cunha, Vanessa Albres Botelho da
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 134 f.| tabs., grafs.
Português
Relevância na Pesquisa
26.93%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Alimentos.; A crescente preocupação da população com a qualidade de vida e com a saúde fez com que houvesse um aumento no consumo de sucos a base de frutas naturais e sem conservantes. Os fungos filamentosos termorresistentes são um dos principais contaminantes de sucos processados termicamente. Estudos sobre a incidência de fungos termorresistentes evidenciam que o solo é a principal fonte de contaminação das frutas por estes fungos. Conseqüentemente, frutas e vegetais que estiverem em contato ou próximos do solo são mais susceptíveis à contaminação por estes microrganismos que, além de produzirem enzimas que degradam as frutas e seus produtos derivados, podem produzir micotoxinas. A elaboração de produtos de frutas a partir de matéria-prima contaminada por esporos termorresistentes compromete a vida de prateleira do produto, uma vez que este será deteriorado antes do prazo de validade previsto, pois estes fungos sobrevivem às temperaturas normais de pasteurização e se desenvolvem no produto final. Neste contexto, a microbiologia preditiva se apresenta como uma ferramenta importante no estudo do crescimento de vários microrganismos...

Percepções de responsáveis pela aquisição de alimentos para a família sobre compra e consumo de alimentos saudáveis

Moreira, Caroline Camila
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 105 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
26.93%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Nutrição, Florianópolis, 2013.; A escolha dos alimentos ainda no momento da compra reflete o início da cadeia de consumo no ambiente familiar. No entanto, a alimentação saudável é associada a preços mais elevados e baixa disponibilidade e o orçamento familiar pode ser uma barreira para a escolha e a compra de alimentos saudáveis e de qualidade. Tendo em vista que as famílias brasileiras de todos os estratos de renda têm adquirido, cada vez mais, alimentos industrializados ultraprocessados e, em contrapartida, quantidade insuficiente de frutas e hortaliças, estudar não somente o comportamento de compra, mas o consumo de frutas e hortaliças de responsáveis pela aquisição de alimentos para a família possibilita conhecer como percepção sobre preço e disponibilidade influencia a aquisição e o consumo de alimentos saudáveis. Objetivou-se, com esta pesquisa, caracterizar o comportamento de compra de alimentos e o consumo de frutas e hortaliças de uma amostra de pais responsáveis pela aquisição de alimentos para a família. Foi realizado um estudo quantitativo, de caráter observacional...

Fatores associados ao consumo de frutas, legumes e verduras em adultos da cidade de São Paulo

Figueiredo,Iramaia Campos Ribeiro; Jaime,Patricia Constante; Monteiro,Carlos Augusto
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2008 Português
Relevância na Pesquisa
26.93%
OBJETIVO: Descrever a freqüência de consumo de frutas, legumes e verduras por adultos e analisar os fatores associados ao seu consumo. MÉTODOS: Estudo transversal realizado entre outubro e dezembro de 2003 no município de São Paulo (SP). Foram realizadas entrevistas telefônicas em amostra probabilística da população adulta (>18 anos) residente em domicílios servidos por linhas fixas de telefone, totalizando 1.267 mulheres e 855 homens. A freqüência do consumo de frutas, legumes e verduras foi medida por meio de um roteiro com perguntas curtas e simples. Na avaliação dos fatores associados ao consumo, realizou-se análise de regressão linear multivariada e hierarquizada, com variáveis sociodemográficas no primeiro nível hierárquico, comportamentais no segundo e relacionadas ao padrão alimentar no terceiro nível. RESULTADOS: A freqüência de consumo de frutas, legumes e verduras foi maior entre as mulheres. Para ambos os sexos, verificou-se que a freqüência desse consumo aumentava de acordo com a idade e a escolaridade do indivíduo. Entre mulheres que relataram ter realizado dieta no ano anterior houve maior consumo de frutas, legumes e verduras. O consumo de alimentos que indicam um padrão de consumo não saudável como açúcares e gorduras se mostrou inversamente associado ao consumo de frutas...

Mercado de frutas frescas no município de Mineiros-GO

Tofanelli,Mauro Brasil Sias; Fernandes,Marilaine de Sá; Carrijo,Núbia Sousa; Martins Filho,Oscar Barbosa
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
26.93%
A eficiência na comercialização de frutas necessita de estudos constantes nos mercados para fornecer informações que possam servir de suporte à elaboração de estratégias e execuções de ações para melhorias do contexto mercadológico. O presente trabalho teve como objetivo realizar levantamento do mercado de frutas frescas no município de Mineiros-GO, a fim de fornecer informações de mercado que possam auxiliar em ações específicas ao setor. Para isso, foram realizadas pesquisas em estabelecimentos comerciais (equipamentos varejistas: supermercados, quitandas/sacolões e feira-livre), entre dezembro de 2005 e janeiro de 2006, mediante aplicação de questionários em cada equipamento. Dentre as frutas relacionadas pelos resultados da pesquisa, a laranja foi a que apresentou o maior volume de comercialização (7.196 kg semana-1), seguida da banana (2.812 kg semana-1) e maçã (2.526 kg semana-1). Os resultados demonstraram que os supermercados e as quitandas são os principais responsáveis pelo comércio de frutas em Mineiros. A deficiência na produção local de frutas em Mineiros pôde ser sugerida quando ficou demonstrado que 93,3% dos estabelecimentos de frutas comercializadas neste município são abastecidos pelos Ceasas e apenas 6...

Identificação e análise da cadeia de distribuição das frutas cítricas de mesa sem sementes: um estudo de caso na cidade de São Paulo

Senna,Ana Júlia Teixeira; Pedrozo,Eugenio Ávila; Koller,Otto Carlos
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 Português
Relevância na Pesquisa
26.93%
O objetivo deste trabalho foi identificar mecanismos de comercialização para as frutas cítricas, de mesa, sem sementes, provenientes dos municípios de São Gabriel, Santa Margarida do Sul e Rosário do Sul, situados no limite norte da metade sul do Estado do Rio Grande do Sul. O método de pesquisa foi um estudo de caso, de caráter exploratório, em que foram entrevistados dez comerciantes na cidade de São Paulo. Constatou-se que há comerciantes que importam frutas cítricas do Uruguai e da Espanha para abastecer o mercado interno e que esses, em sua maioria, estão interessados em substituir as importações por frutas produzidas no Brasil, desde que possuam qualidade semelhante à das frutas importadas e preço mais baixo. A Central de Abastecimento (CEAGESP) é o estabelecimento que, num mesmo lugar, responde pelo maior volume de frutas distribuídas. Neste estudo, determinou-se a configuração da cadeia de distribuição das frutas cítricas sem sementes.

Densidade de plantio, crescimento, produtividade e qualidade das frutas de morangueiro "Camino Real" em hidroponia

Portela,Isabelita Pereira; Peil,Roberta Marins Nogueira; Rodrigues,Silvana; Carini,Fernanda
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
26.93%
Com o objetivo de determinar o efeito da densidade de plantio sobre o crescimento da planta, a produtividade e características químicas relacionadas à qualidade organoléptica das frutas da cultivar de morangueiro Camino Real em sistema hidropônico do tipo NFT, diferentes densidades de plantio foram avaliadas: 15,0; 12,5; 10,7 e 9,3 plantas m-2, correspondentes ao espaçamento entre plantas de 0,25; 0,30; 0,35 e 0,40 m, sendo fixado o espaçamento entre linhas de 0,18 m. O sistema NFT foi constituído por bancadas de telhas de fibrocimento de 1,10 x 2,44 m, considerando-se cada ondulação côncava da telha como um canal de cultivo. O transplante foi realizado em 26-04-2010, encerrando-se o experimento em 05-01-2011. Avaliaram-se a matéria fresca e seca de folhas, coroa, raízes e frutas, a área foliar, o número de frutas e o peso médio das frutas. Amostras das frutas foram analisadas em relação ao teor de sólidos solúveis totais (SST) e à acidez total titulável (ATT). Com base nos resultados obtidos, conclui-se que o crescimento e a produtividade individual das plantas da cultivar de morangueiro Camino Real não são afetados pela elevação da densidade de plantio, no intervalo entre 9,3 e 15,0 plantas m-2. O crescimento e a produtividade por unidade de área...

Fatores associados ao consumo de frutas, legumes e verduras em adultos de uma cidade no Sul do Brasil

Neutzling,Marilda Borges; Rombaldi,Airton José; Azevedo,Mario Renato; Hallal,Pedro C.
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2009 Português
Relevância na Pesquisa
26.93%
O objetivo deste estudo foi descrever a freqüência de consumo de frutas, legumes e verduras por adultos de 20 a 69 anos de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil, e analisar fatores associados. Foi realizado em 2006 um estudo transversal de base populacional, incluindo 972 adultos. A freqüência do consumo de frutas, legumes e verduras foi medida por meio de três perguntas referentes ao consumo habitual destes no ano anterior. O desfecho foi o consumo regular de frutas, legumes e verduras. Cerca de 1/5 da população adulta (20,9%) consumia regularmente frutas, legumes e verduras. Indivíduos do sexo feminino, com 60 anos ou mais, das classes A e B, ex-fumantes e não sedentários apresentaram maior prevalência de consumo de frutas e legumes e verduras. A freqüência do consumo de frutas, legumes e verduras na população adulta residente no Município de Pelotas está aquém das recomendações atuais do Ministério da Saúde, em especial entre os homens mais jovens, de menor nível sócio-econômico e que não praticam atividade física no lazer. Políticas públicas que estimulem uma alimentação saudável são urgentemente necessárias.

Efeitos de tratamentos térmicos aplicados sobre frutas cítricas armazenadas sob refrigeração

Kluge,Ricardo Alfredo; Azevedo,Ricardo Antunes de; Jomori,Maria Luiza Lye; Edagi,Fernando Kazuhiro; Jacomino,Angelo Pedro; Gaziola,Salete Aparecida; Aguila,Juan Saavedra del
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2006 Português
Relevância na Pesquisa
26.93%
Foram aplicados tratamentos térmicos em laranja "Valência", tangor "Murcott" e lima ácida "Tahiti" armazenadas em baixa temperatura e avaliados os efeitos na redução de injúrias pelo frio e sobre outras características bioquímicas. Os seguintes tratamentos foram aplicados: T1: frutas armazenadas a 1°C (Controle); T2: aquecimento rápido das frutas em água quente a 53°C, durante 3 minutos, sendo, em seguida, armazenadas a 1°C; T3: aquecimento lento das frutas em câmara regulada para 37°C, por 2 dias, com posterior armazenamento a 1°C; e T4: aquecimento intermitente em ciclos de 6 dias a 1°C + 1 dia a 25°C. As frutas foram armazenadas durante 90 dias a 1°C e 90-95% de Umidade Relativa (UR), sendo avaliadas a cada 15 dias. Além da incidência dos danos, foram avaliadas também as atividades das enzimas antioxidativas (catalase, glutationa redutase e ascorbato peroxidase). A lima ácida "Tahiti" e o tangor "Murcott" suportaram até 90 dias de armazenamento a 1°C com aquecimento intermitente, não apresentando danos pelo frio. No tratamento controle (armazenamento contínuo a 1°C), os danos pelo frio surgiram aos 30 dias de armazenamento para a lima "Tahiti" e aos 45 dias para o tangor "Murcott". Em laranjas "Valência"...

Monitoramento de moscas-das-frutas (Diptera, Tephritidae) em cinco municípios no estado de Goiás; Monitoring fruit flies (Diptera, Tephritidae) in five municipalities of the state of Goiás Brazil

RABELO, Lilian Rosana Silva
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Agronomia; Ciências Agrárias Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Agronomia; Ciências Agrárias
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
26.93%
Fruit flies (Diptera, Tephritidae) are important insect pests in world fruit orchards; responsible for significant yield losses, and an obstacle to the fruit market due to quarantine restrictions imposed by importing countries. The knowledge of their population dynamics in a specific region is an important factor in insect pest management programs. Fruit flies were monitored by surveys conducted in five counties of the state of Goiás, aiming to increase the knowledge of the species, the faunistic index, the population fluctuation, as well as to elaborate a pictorial identification key for the species catalogued. Collecting expeditions were conducted weekly, using traps model McPhail, with corn hydrolyzed protein at 5% as food attractant. The most common species population fluctuation was assessed by the FTD (fly/trap/day) index. Surveys took place from November 2004 to October 2009 in cucurbit crops and family orchards; and from September 2008 to August 2009 in fragments of the native vegetation of the Cerrado (Brazilian Savanna), at the Vale do São Patrício - GO region, in four counties belonging to the area of Mitigating Risk System (MRS) of A. grandis. This study was also carried out in a guava commercial orchard in the Cristalina county GO...

Qualidade de frutas de tangerineira 'ponkan' submetidas ao raleio químico

Cruz,Maria do Céu Monteiro da; Ramos,José Darlan; Lima,Luiz Carlos de Oliveira; Moreira,Rodrigo Amato; Ramos,Patríciade Siqueira
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 Português
Relevância na Pesquisa
26.93%
Para o mercado de frutas destinadas ao consumo in natura, o tamanho é uma das principais características relacionadas à qualidade. A aplicação de Ethephon em tangerineira 'Ponkan' é realizada para promover o raleio, visando ao aumento do tamanho das frutas. Além disso, outras características relacionadas à qualidade das frutas podem ser influenciadas pela aplicação de Ethephon. O trabalho foi conduzido em pomar comercial, com objetivo de estudar o efeito do raleio químico sobre a qualidade das frutas de tangerineira 'Ponkan', enxertadas sobre limoeiro 'Cravo' (Citrus limonia Osbeck), com dez anos de idade. Foram testadas cinco concentrações de Ethephon: 0; 150; 300; 450 e 600 mg L-1, em dois estádios de desenvolvimento das frutas: 30 e 40 mm de diâmetro. Foi utilizado o esquema fatorial 5 x 2, com quatro repetições, em delineamento de blocos casualizados, sendo os fatores as cinco concentrações de Ethephon e os dois estádios de desenvolvimento dos frutos. O raleio químico, com a aplicação de Ethephon, melhorou a qualidade das frutas de tangerineira 'Ponkan'. O estádio de desenvolvimento de 40 mm mostrou-se mais adequado para a aplicação do Ethephon.

Determinación de calidad in vivo de frutas a través de la medición de permeabilidad de sus cutículas

Universidad de Santiago de Chile; Roberta Sáez González
Fonte: Corporação de Fomento da Produção Publicador: Corporação de Fomento da Produção
Tipo: Proyecto
Publicado em 11/07/2011 Português
Relevância na Pesquisa
26.93%
La permeabilidad de la cutícula de una fruta es un factor importante en su calidad ya que se encuentra asociada a microdaños en la misma disminuyendo así su calidad por pérdida de humedad (resecamiento) ataque de microorganismos y otros. Por lo tanto se busca un sistema fácil rápido y bajo costo de medición de calidad objetiva in vivo y sin daño para las frutas. Tanto para el control de calidad como para elegir la solución óptima para la aplicación de recubrimientos con películas comestibles como de fertilizantes y/o pesticidas. A partir de los resultados científicos y tecnológicos obtenidos a partir de un proyecto de Gestión Tecnológica (DGT Nº 091071-M) financiado en el periodo 2010-2011 por la Vicerrectoría de Investigación de la Universidad de Santiago de Chile se obtuvo un prototipo que permite la medición de propiedades físicas de cutículas de arándanos in vivo en condiciones controladas. Los resultados permiten probar la eficiencia del proceso de medición de permeabilidad de cutículas in vivo y la calidad del producto por su almacenamiento. Sin embargo sólo se ha probado para arándanos con lo cual el prototipo diseñado podría ser utilizado para otras frutas de interés y para varias soluciones de recubrimiento generando robustez a la patente que podría ser solicitada por el diseño del prototipo y metodología de medición de permeabilidad de cutículas in vivo. Por lo tanto uno de los principales objetivos de este perfil de proyecto es establecer una vinculación efectiva con los potenciales usuarios del prototipo (empresas nacionales o/y extranjeras) para el desarrollo de un proyecto de investigación de mayor envergadura con fondos estatales (línea 2 I+D) que permita obtener una tecnología de medición de calidad de frutas de manera rápida sencilla y de bajo costo aplicable a varias frutas de interés de manera in situ o en terreno. Se realizarán actividades que permitan formular un proyecto de línea 2 (I+D) aplicada entre ellas se realizará:-Estudio del arte sobre la situación mundial disponible de avance en la metodología y sobre la posibilidad de patentar la tecnología a desarrollar.-Estudio de mercado-Identificación evaluación y selección de las frutas a analizar con la tecnología según las necesidades de la industria.-Búsqueda de socios científicos y de empresas nacionales interesadas en validar el uso del prototipo a nivel de laboratorio y otras empresas nacionales o extranjeras interesadas en comprar o comercializar la tecnología.Es altamente probable que empresas exportadoras de frutos frescos como organismos de control de calidad se interesen en el prototipo y deseen realizar una investigación de mayor alcance por ejemplo la obtención del sistema de medición confiable de bajo costo y portátil el estudio en otros frutos de interés para la industria chilena y el estudio de otras soluciones que son factibles de aplicar por spray como pesticidas o nutrientes.; Realizar un estudio del arte y de mercado junto con la búsqueda de socios científicos y empresariales con el fin de formular un proyecto de investigación aplicada con bases en la obtención de un sistema de medición confiable de bajo costo y portátil que permita medir la calidad de frutas de interés de manera in vivo por determinación de la permeabilidad de sus cutículas y el estudio de otras soluciones que son factibles de aplicar por spray como pesticidas o nutrientes.; Corporación de Fomento de la Producción

Fatores associados ao consumo de frutas, legumes e verduras em adultos de uma cidade no Sul do Brasil

Neutzling,Marilda Borges; Rombaldi,Airton José; Azevedo,Mario Renato; Hallal,Pedro C.
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2009 Português
Relevância na Pesquisa
26.93%
O objetivo deste estudo foi descrever a freqüência de consumo de frutas, legumes e verduras por adultos de 20 a 69 anos de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil, e analisar fatores associados. Foi realizado em 2006 um estudo transversal de base populacional, incluindo 972 adultos. A freqüência do consumo de frutas, legumes e verduras foi medida por meio de três perguntas referentes ao consumo habitual destes no ano anterior. O desfecho foi o consumo regular de frutas, legumes e verduras. Cerca de 1/5 da população adulta (20,9%) consumia regularmente frutas, legumes e verduras. Indivíduos do sexo feminino, com 60 anos ou mais, das classes A e B, ex-fumantes e não sedentários apresentaram maior prevalência de consumo de frutas e legumes e verduras. A freqüência do consumo de frutas, legumes e verduras na população adulta residente no Município de Pelotas está aquém das recomendações atuais do Ministério da Saúde, em especial entre os homens mais jovens, de menor nível sócio-econômico e que não praticam atividade física no lazer. Políticas públicas que estimulem uma alimentação saudável são urgentemente necessárias.

Fatores associados ao consumo de frutas, legumes e verduras em adultos da cidade de São Paulo

Figueiredo,Iramaia Campos Ribeiro; Jaime,Patricia Constante; Monteiro,Carlos Augusto
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2008 Português
Relevância na Pesquisa
26.93%
OBJETIVO: Descrever a freqüência de consumo de frutas, legumes e verduras por adultos e analisar os fatores associados ao seu consumo. MÉTODOS: Estudo transversal realizado entre outubro e dezembro de 2003 no município de São Paulo (SP). Foram realizadas entrevistas telefônicas em amostra probabilística da população adulta (>18 anos) residente em domicílios servidos por linhas fixas de telefone, totalizando 1.267 mulheres e 855 homens. A freqüência do consumo de frutas, legumes e verduras foi medida por meio de um roteiro com perguntas curtas e simples. Na avaliação dos fatores associados ao consumo, realizou-se análise de regressão linear multivariada e hierarquizada, com variáveis sociodemográficas no primeiro nível hierárquico, comportamentais no segundo e relacionadas ao padrão alimentar no terceiro nível. RESULTADOS: A freqüência de consumo de frutas, legumes e verduras foi maior entre as mulheres. Para ambos os sexos, verificou-se que a freqüência desse consumo aumentava de acordo com a idade e a escolaridade do indivíduo. Entre mulheres que relataram ter realizado dieta no ano anterior houve maior consumo de frutas, legumes e verduras. O consumo de alimentos que indicam um padrão de consumo não saudável como açúcares e gorduras se mostrou inversamente associado ao consumo de frutas...