Página 3 dos resultados de 11940 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Sistema de indicadores de sustentabilidade: uma aplicação ao contexto de desenvolvimento do turismo na região de Bueno Brandão, Estado de Minas Gerais, Brasil; A system of sustainability indicators: the case of an application to tourism development in the Bueno Brandão region, Minas Gerais state, Brazil

Hanai, Frederico Yuri
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/07/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.83%
A presente pesquisa teve como objetivo principal investigar e elaborar instrumentos e procedimentos para a proposição do Sistema de Indicadores de Sustentabilidade do Desenvolvimento do Turismo (SISDTur), utilizando-se abordagem participativa e envolvendo a comunidade local do município de Bueno Brandão-MG, localizado na região da bacia hidrográfica de montante do rio Mogi-Guaçu, no sul do estado de Minas Gerais, Brasil. As preocupações com os problemas e desafios socioeconômicos e ambientais, relacionados ao uso dos recursos hídricos e à estrita dependência econômica da produção agropecuária nesta região remetem à necessidade e proposição de oportunidades de desenvolvimento local, visando propiciar melhores condições de vida aos moradores locais. A inserção do turismo, no contexto de novas perspectivas de desenvolvimento, torna-se alternativa socioeconômica emergente, exigindo a elaboração e aplicação de procedimentos, instrumentos e indicadores que verifiquem e avaliem a efetivação das condições de sustentabilidade (ambiental, social, econômica, cultural e institucional) do desenvolvimento do turismo. Assim, o processo de desenvolvimento da pesquisa envolveu: a contextualização do desenvolvimento sustentável e da sustentabilidade aplicada ao turismo; a análise das condições atuais do desenvolvimento turístico na região; a elaboração e a aplicação do programa de sensibilização turística; a abordagem conceitual e tipológica de indicadores...

Uma proposta de modelo de referência para mensuração da sustentabilidade corporativa; A proposal of a reference model to measure corporate sustainability

Delai, Ivete
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/10/2006 Português
Relevância na Pesquisa
36.83%
A mensuração da sustentabilidade corporativa é um tema complexo e fundamental para a operacionalização do desenvolvimento sustentável na rotina diária das organizações. Por isso, inúmeros sistemas para sua mensuração foram desenvolvidos após o alerta apresentado pela Agenda 21 Global quanto à sua importância. Apesar da existência desses vários sistemas, algumas lacunas ainda impedem a inclusão da sustentabilidade na agenda operacional das organizações, dentre elas a falta de congruência em relação ao seu conteúdo apresentada pelos diferentes sistemas. Por isso, o objetivo desta pesquisa é desenvolver um modelo de referência para mensuração da sustentabilidade corporativa que possa ser utilizado pelas organizações como ponto de partida para o desenvolvimento e avaliação de seus atuais modelos de avaliação do desenvolvimento sustentável. Para tanto, faz-se um análise comparativa da complementaridade dos oito principais sistemas de mensuração da sustentabilidade corporativa e nacional - Global Reporting Initiative (GRI), Métricas do Instituto dos Engenheiros da Inglaterra (ICheme), Índice Dow Jones (DJSI), Triple Bottom Line Index System (TBL), Indicadores Ethos de Responsabilidade Social Empresarial...

Sustentabilidade como semântica: sobre as ordens de conservação do mundo e suas dinâmicas de transformação; Sustainability as semantics: on the conservation orders of the world and its dynamics of transformation

Fiscina, Luciano Alvim
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.83%
Esta tese é um estudo analítico da semântica do termo sustentabilidade e dos processos sociais de significação dos seus conteúdos constitutivos com o objetivo de desenvolver um sistema de referência que o estruture como um conceito organizador e regulador das ordens de conservação e das dinâmicas de transformação do mundo contemporâneo. A hipótese é que existe uma vacuidade conceitual no uso estratégico do termo de modo que suas projeções semânticas não são suficientes para estruturá-lo como um conceito de organização e transformação social. Assim, seu sentido estruturante se encontraria na necessidade lógica de explicar as ordens de conservação do mundo frente à questão socioambiental. Sob o enfoque desta tese, o termo sustentabilidade se constituiria no interior da atividade psicológica imanente ao sujeito histórico que busca interpretar seu mundo e explicar suas ordens de permanência e transformação. A tese parte da premissa de que a sustentabilidade se estrutura como conceito regulador do pensamento socioambiental contemporâneo, constituindo-se em necessidades de inovação técnocientífica, conservação material e simbólica do mundo vivido e mudança dos panoramas naturais e sociais contemporaneamente experienciados. O método da pesquisa envolve três ordens de derivação do significado do termo sustentabilidade que assumem...

A presença dos cinco capitais no índice de sustentabilidade empresarial (ISE); The presence of the five capitals in the corporate sustainability index

Guimarães, Ricardo Galvão
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.83%
Esta pesquisa é um estudo exploratório-descritivo que relaciona avaliação de desempenho organizacional, sustentabilidade e o questionário do Índice de Sustentabilidade Empresarial. A avaliação de desempenho organizacional é um importante instrumento de gestão, que por meio de diferentes modelos teóricos pode auxiliar empresas a realizarem seus objetivos. A incorporação da sustentabilidade na gestão é uma realidade, e têm-se realizado esforços no sentido de aprimorar a gestão socioambiental das organizações. Neste contexto, foi elaborado o modelo de avaliação de desempenho organizacional SIGMA Sustentabilidade, o qual analisa a empresa sob a ótica de cinco diferentes capitais: natural, social, humano, manufaturado e financeiro. A criação do Índice de Sustentabilidade Empresarial, que visa reunir as organizações com destaque em governança corporativa, responsabilidade social e sustentabilidade, também é reflexo deste contexto. O índice utiliza um questionário, enviado à um conjunto de empresas que possuem ações negociadas na bolsa de valores, para avaliar e selecionar as companhias que se encaixam no perfil descrito. Este estudo pretende identificar e descrever a presença dos cinco capitais no questionário do Índice de Sustentabilidade Empresarial. Para tal...

Atores da rede sociotécnica do etanol de cana-de-áçucar: argumentos acerca da sustentabilidade; Socio-technical network actors on sugar cane ethanol: arguments regarding sustainability

Gomes, Franciele
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/05/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.83%
Desde meados dos anos 1960 novos temas tornaram-se cada vez mais caros a sociedade de forma global. Dentre esses temas, o relacionamento entre as ações humanas com o meio ambiente passou a ser visto e discutido nos mais diferentes setores da sociedade, o que fez formatar uma nova dimensão de desenvolvimento, que abarcasse outras variáveis além do crescimento econômico, tais como as advindas da área social e ambiental (SACHS, 2009a e 2009b; VEIGA, 2010). Apesar disso, as discussões acadêmicas levantam o fato de que tal termo carece de um quadro conciso de significados, adquirindo um caráter pluridimensional. Dentre deste debate, o Brasil e sua proeminência de caráter mundial no setor de produção de combustíveis alternativos, se constrói enquanto a base desta pesquisa, que teve como propósito tecer relações mais sólidas entre estes dois temas, especificamente, a sustentabilidade e o etanol de cana-deaçúcar. Para isso, procurou-se entender quais são as traduções de sustentabilidade no setor sucroenergético, ou seja, de que forma o tema da sustentabilidade está sendo estrategicamente definido pelos atores que se relacionam de forma direta com o etanol de cana-de-açúcar, e assim realizar um cruzamento com os principais aspectos de sustentabilidade presentes na literatura sobre a questão. Para a consecução dos objetivos foi utilizada a Teoria Ator-Rede como ferramenta metodológica. Nesse sentido...

Sustentabilidade além da fronteira empresarial : proatividade e articulação na cadeia de suprimentos

Alves, Ana Paula Ferreira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.83%
A introdução efetiva da sustentabilidade em empresas exige ações que extrapolam os limites organizacionais, abarcando o ambiente interorganizacional. Dessa maneira, as empresas deixam de ser consideradas isoladamente e passam a ser analisadas de acordo com suas cadeias de suprimentos, compostas por organizações que contribuem para o alcance dos mesmos objetivos de desempenho. Nesse sentido, uma cadeia de suprimentos é considerada mais sustentável quando insere as dimensões econômica, ambiental e social em suas operações, nas estratégias e na tomada de decisão, possuindo bons níveis de desempenho em tais dimensões. A adoção de práticas de sustentabilidade em cadeias de suprimentos pode ser analisada em um contínuo, formado por dois extremos: a resposta reativa e proativa. Nesse contexto, a proatividade de práticas sustentáveis pode ser definida como a adoção de ações, realizadas voluntariamente por empresas, com a finalidade de melhorar o desempenho ambiental e o desempenho social, além das exigências legais. A empresa proativa afirma sua preocupação e seu compromisso com a sociedade e o ambiente natural, em que está inserida. Diante dessas considerações, tem-se a premissa dessa pesquisa: a postura proativa de empresas em relação a práticas sustentáveis estimula melhor articulação com os elos de sua cadeia de suprimentos...

Metodologia para avaliação da sustentabilidade de projetos de edifícios

Fossati, Michele
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 1 v.| il.
Português
Relevância na Pesquisa
36.83%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil; Os princípios de construção sustentável figuram como uma das alternativas globalmente utilizadas frente a ameaça do aquecimento global e as conseqüentes alterações climáticas. Praticamente cada país desenvolvido possui sua metodologia de avaliação ambiental de edifícios e os países em desenvolvimento começaram, mais recentemente, a também desenvolver as suas. O foco nos países em desenvolvimento é a avaliação da sustentabilidade, que pressupõe o equilíbrio entre os aspectos ambientais, sociais e econômicos relacionados às construções. O objetivo principal deste trabalho é propor uma metodologia de avaliação da sustentabilidade de projetos de edifícios de escritórios, estabelecendo requisitos, critérios e parâmetros de desempenho que auxiliem na elaboração de novos projetos para esta tipologia de edifícios. Para atendimento do objetivo proposto, foi elaborada uma lista de verificação (checklist) dividida em seis categorias (Uso e ocupação do solo; Água; Energia; Materiais e recursos; Transporte e acessibilidade; e Qualidade do ambiente interno e saúde), baseada em requisitos de sustentabilidade incluídos em diferentes metodologias internacionais e em documentos complementares como normas...

Como as empresas classificadas no índice de sustentabilidade empresarial (ISE) 2011 abordam o tema sustentabilidade em seus relatórios financeiros?

Abreu, Ana Cristina Silva
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 60 f.| il.
Português
Relevância na Pesquisa
36.83%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Curso de Ciências Contábeis.; O presente estudo faz uma análise das formas de abordagem do tema "sustentabilidade" pelas companhias pertencentes ao Índice de Sustentabilidade Empresarial, através de seus relatórios financeiros anuais - referentes a 2011 - sob os seguintes aspectos: a freqüência de menções aos termos referentes à sustentabilidade nestes documentos, dentre os exigíveis pela CVM (Notas Explicativas, Relatório da Administração e Formulário de Referência) ou de divulgação arbitrária (Relatório Anual, Relatório de Sustentabilidade, Balanço Social); paralelamente, observou-se como são - e se são - apresentadas definições para o que seria a "sustentabilidade" no conteúdo destes relatórios. Para proceder na análise do teor dos textos conceituais emitidos pelas empresas, fez-se necessário o exame prévio de três abordagens fundamentais sobre o tema: Relatório Brundtland; Triple Bottom Line, Sustentabilidade Corporativa (pelo Dow Jones Sustainability Indexes). Trata-se, essencialmente, de uma análise descritiva dos resultados: numa abordagem quantitativa, quanto à freqüência de menções de palavras-chave arbitradas para a pesquisa; qualitativamente...

A sustentabilidade da água : proposta de um índice de sustentabilidade de bacias hidrográficas

Isaias, Fábio Bakker
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.83%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2008.; A água é um recurso indispensável para a sobrevivência de todas as espécies e exerce uma influência decisiva na qualidade de vida das populações. Contudo, o modo como são utilizados e gerenciados os recursos hídricos tem levado a um nível de degradação ambiental e a um risco de escassez de água que comprometem a qualidade de vida desta e das gerações futuras. Gerenciar os recursos hídricos não e tarefa fácil, uma vez que envolve conflitos sociais, econômicos, políticos e ambientais. Este trabalho tem como objetivo a composição de um índice de sustentabilidade de bacias hidrográficas (ISBH), que permita subsidiar a adoção de políticas públicas no sentido da sustentabilidade do uso dos recursos hídricos. Como forma de validação do índice proposto, a pesquisa em questão aplicou a metodologia do ISBH em 11 microbacias do Distrito Federal, Brasil. O ISBH proposto é composto por quatro dimensões, a saber: ambiental; de qualidade da água; socioeconômica; e político institucional. As dimensões, por sua vez, são compostas por indicadores e estes, em alguns casos, por variáveis básicas. Os resultados da aplicação do ISBH estão pautados não somente na proposta de uma ferramenta de avaliação do grau de sustentabilidade de bacias hidrográficas...

Estratégias territoriais de desenvolvimento e sustentabilidade no semi-árido brasileiro

Rocha, Juliana Dalboni
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
36.83%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2008.; A presente tese de doutorado aborda a importância do capital institucional (presença e interação das instituições e organizações) na sustentabilidade do desenvolvimento dos sistemas territoriais de produção e o considera fator determinante da capacidade de resposta dos territórios. Essa importância é ainda maior nos territórios de baixo dinamismo socioeconômico (correspondente à grande parte dos municípios do semi-árido brasileiro), que não possuem condições próprias de alavancarem seu desenvolvimento. Desse modo, parte-se da hipótese de que o êxito e a sustentabilidade das estratégias de promoção do desenvolvimento territorial estão diretamente associados ao grau de cooperação institucional e organizacional existente – o capital institucional –, assim como ao grau de sustentabilidade do próprio tecido institucional, promotor das estratégias. A proposta desta tese de doutorado, de aprofundar o conhecimento sobre os elementos que definem o capital institucional, na implantação de estratégias de desenvolvimento territorial, e que dão condições à sua sustentabilidade, resultou no desenvolvimento de um modelo específico. O passo inicial na concepção do modelo foi a definição dos principais elementos que proporcionam a cooperação institucional e organizacional e a sustentabilidade do capital institucional. Com o objetivo de clarear o entendimento e a leitura de cada um desses elementos...

Crescimento Económico e Sustentabilidade

Belbute, José Manuel Madeira
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
36.84%
"Sem resumo feito pelo autor"; - Quando iniciei esta viagem ao mundo das interacções entre a economia e o ambiente, estava longe de encontrar um corpo científico coma dimensão e importância que vim a encontrar. De resto a minha primeira reacção ao ouvir o termo "Economia do Ambiente" foi, confesso, de alguma estranheza e certa desconfiança. Depressa compreendi que os meus "preconceitos" eram infundados e, artigo após artigo, livro após livro, fui descobrindo e tomando consciência do tema, da sua importância e actualidade. Cada artigo ou capítulo era lido com um misto de avidez e de espanto. As bibliografias, uma enorme fonte de esperança. Toda a actividade humana e sociocultural tem lugar num contexto de certo tipo de relações entre o homem, a sociedade e o resto da natureza. Desenvolvimento implica necessariamente transformação dessa relação e à medida que as sociedades evoluem, assim se alteram as relações que mantêm com a natureza. Por vezes as transformações são benéficas para ambos os sistemas e "ecologicamente sustentáveis". Outras, porém o modo como as sociedades procuram tirar partido das dotações ambientais para melhorar as suas hipóteses de sobrevivência ou a sua qualidade de vida, provocam danos irreparáveis nos ecossistemas de que dependem...

Práticas de sustentabilidade para a performance

Firmo, Carla Maria Cunha
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.84%
Mestrado em Ciências Empresariais; A literatura de sustentabilidade reconhece a necessidade de envolver gestores de topo que estejam fortemente motivados para a resolução de problemas ambientais, no desenvolvimento de negócios sustentáveis. Neste sentido, esta literatura sugere que sejam aplicadas estratégias proativas, como práticas de sustentabilidade, que têm vindo a ser consideradas como um fator precursor para a melhoria da performance empresarial. No entanto, as relações entre estas três dimensões (orientação para a sustentabilidade, práticas sustentáveis e performance sustentável) ainda não estão bem estabelecidas na literatura. O presente estudo divide as práticas de sustentabilidade em práticas de inbound, produção e outbound, e utiliza o conceito de Triple Bottom Line para medir performance sustentável. O modelo conceptual proposto avalia o efeito destes três grupos de práticas e da orientação para a sustentabilidade na performance sustentável. O efeito da orientação para a sustentabilidade em cada uma das práticas é também proposto no modelo conceptual. Para testar o modelo conceptual foram usadas 173 respostas dadas por empresas portuguesas de manufatura certificadas pela norma ISO 9000...

Sustentabilidade de sistemas de rotação e sucessão de culturas em solos de várzea no Sul do Brasil

Vernetti Junior,Francisco de Jesus; Gomes,Algenor da Silva; Schuch,Luis Osmar Braga
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.84%
A avaliação quantitativa com diferentes tipos de indicadores é fundamental na determinação da sustentabilidade dos sistemas de rotação e sucessão de culturas. Este estudo teve como objetivo avaliar a sustentabilidade de algumas sucessões de culturas em solo de várzea, nos sistemas de plantio direto (PD) e convencional (SC). O trabalho foi conduzido em Pelotas, Rio Grande do Sul (RS), em área experimental da Embrapa Clima Temperado. Os tratamentos foram constituídos por cinco anos de implantação de sistemas de rotação e sucessão de culturas de inverno e de primavera-verão, seguidos de dois anos de pousio e três anos da cultura do arroz irrigado. As culturas de primavera-verão foram o milho e a soja, além do arroz; enquanto que as de inverno foram gramíneas, leguminosas, consórcios, nabo forrageiro e campo natural. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso com parcelas subdivididas, com três repetições. As culturas de verão ocuparam as parcelas, enquanto as espécies de inverno foram alocadas nas subparcelas. Os parâmetros observados foram transformados em índices para padronizar as diversas variáveis, cada uma em relação àquela de melhor comportamento mensurado, e dispostos em quatro categorias de análise: (a) indicadores agronômicos (matéria seca e rendimento de grãos); (b) indicadores ambientais (fertilidade do solo); (c) indicadores energéticos (produção e eficiência energética); d) indicadores econômicos (valor bruto da produção e rentabilidade). Pela média harmônica obtida entre os índices dos indicadores...

Inserção das uinidades e conservação na sustentabilidade regional: o caso do sub-médio São Francisco

Virgínia Vieira de Melo, Ana; Augusto Pessoa Braga, Ricardo (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
36.84%
A presente dissertação se propõe a avaliar o papel das Unidades de Conservação- Parque Nacional do Catimbau e a Apa da Chapada do Araripe na sustentabilidade socioambiental do submédio São Francisco, a partir da apresentação e discussão dos conceitos de desenvolvimento sustentável e Governança, do levantamento dos instrumentos de gestão, previstos na legislação ambiental brasileira para as áreas protegidas. Em seguida é apresentado o estado da arte das UCs estudadas inseridas no contexto regional dos municípios de abrangência das UCs. Os indicadores de sustentabilidade empregados na pesquisa, foram definidos a partir de diretrizes que, de certa forma, emanam do conceito de desenvolvimento sustentável e da Agenda 21. Na proposição dos indicadores de sustentabilidade para a área de estudo optamos pelo marco ordenador proposto pela comissão de Desenvolvimento sustentável CDS, das Nações Unidas e, adotado no Brasil pelo IBGE, na organização dos indicadores e, quatro dimensões: Ambbiental, Social, Econômica e Institucional. Os indicadores de sustentabilidade são instrumentos importantes para nortear a gestão integrada e participativa das UCs por considerar aspectos sociais, ambientais, econômicos e institucionais. Com base na metodologia adotada na pesquisa...

Avaliação dos perímetros de irrigação na perspectiva da sustentabilidade da agricultura familiar no semiárido pernambucano

Maria Caminha Mendes de Oliveira Carvalho, Renata; do Carmo Martins Sobral, Maria (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
36.84%
A implantação dos perímetros de irrigação no semiárido pernambucano necessita de adequação, pois não atendem a multidimensionalidade exigida pela inter-relação entre as dimensões ecológica, social, econômica e político-institucional para a sustentabilidade da agricultura familiar. Objetivou-se avaliar os perímetros de irrigação na perspectiva da sustentabilidade da agricultura familiar visando à melhoria da qualidade de vida da população local, nos Perímetros de Irrigação Apolônio Sales e Icó-Mandantes, localizados nos municípios de Petrolândia e Floresta, na porção centro-oriental do Submédio São Francisco, em Pernambuco. Trata-se de um estudo de caso, com peculiaridades qualiquantitativas e caracteres descritivo-explicativo. Os perímetros de irrigação escolhidos são fortes representantes da problemática existente, como desperdício de água, salinização, descartes e permutas dos lotes, conflitos sociais, entre outras. O Perímetro Apolônio Sales apresenta a peculiaridade de ser constituído por agricultores oriundos de um projeto consolidado, com experiência no manejo de agricultura irrigada. Para coleta de dados secundários, utilizou-se de levantamento bibliográfico, documental e do arcabouço legal. Os dados primários foram coletados a partir de visitas técnicas em campo com aplicação de entrevistas abertas e estruturadas...

A evolução da sustentabilidade no ambiente construído: projecto e materiais dos edifícios.

Colaço, Luís Manuel de Miranda
Fonte: Universidade Portucalense Publicador: Universidade Portucalense
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.84%
Nas recentes décadas, o relacionamento entre a Humanidade e o ambiente desenvolveu-se fortemente, em especial com o aumento populacional em grande parte concentrado em torno das cidades e nas zonas costeiras. Seguramente, com o passar dos tempos, a preocupação e a participação dos cidadãos nas questões ecológicas e ambientais tornou-se mais frequente em todo o mundo e, recentemente a relação e ligação dessas questões com os aspectos sociais e económicos tem conduzido à concepção e ao aparecimento de um novo paradigma denominado sustentabilidade. De acordo e no âmbito desta tese são estudados a origem, a evolução e a exequibilidade para aplicar o conceito de sustentabilidade no ambiente construído e em particular no sector da construção civil. Neste estudo foram adoptados os critérios e principais documentos das Nações Unidas sobre a sustentabilidade. Para adaptar e aproximar os princípios da sustentabilidade ao ambiente construído e ao sector da construção de edifícios, é necessário o aparecimento de padrões e indicadores fiáveis capazes de serem relacionados e estarem de acordo com as recentes normas e especificações para o sector da construção civil. Integrar os conceitos e os princípios da sustentabilidade para o ambiente construído e em particular para o sector da construção civil...

A contribuição dos institutos de ciência e tecnologia para a formação de um regime internacional de sustentabilidade

Lima, Rafael Gustavo de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 248 p.| il., tabs., grafs.
Português
Relevância na Pesquisa
36.84%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Programa de Pós-graduação em Relações Internacionais, Florianópolis, 2014; A presente pesquisa em nível de Mestrado no Programa de Pós- Graduação em Relações Internacionais - UFSC parte do objetivo geral de verificar em que medida os Institutos de Ciência e Tecnologia (ICT's) estão a contribuir para a formação de um regime internacional de sustentabilidade evidenciando a capacidade de construção de quadros de referência internacionalmente compartilhados para a temática da sustentabilidade. A existência e o compartilhamento de redes, regras e diretrizes de acompanhamento de práticas internacionais evidencia a formação de um regime internacional de sustentabilidade promovido por Institutos de Ciência e Tecnologia. A pesquisa desenvolve e aplica um modelo de avaliação de sustentabilidade para ICT's que considera as preocupações do referido regime e, para isso, combina a métrica das diretrizes da GRI (Global Reporting Iniciative), da A3P (Agenda Ambiental na Administração Pública) e da ISCN - (International Sustainable Campus Network). Neste sentido, têm-se os seguintes objetivos específicos: verificar a trajetória conceitual e histórica relativa à sustentabilidade...

Inserção da sustentabilidade no processo de formação do administrador : desvendando possibilidades

Czykiel, Renata
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.84%
A preocupação com as questões ambientais e sociais vem aumentando ao longo dos anos, principalmente no que se refere à busca pela redução dos impactos causados pelo homem. Nesse contexto, têm sido discutidas formas de inserir a Sustentabilidade na vida dos cidadãos e nas decisões das organizações, visando aliar o crescimento econômico com a conservação do meio ambiente e com a equidade social. Os administradores, devido às funções que desempenham em seus postos de trabalho, tem a oportunidade de incluir em suas decisões e atitudes princípios da Sustentabilidade, desencadeando uma mudança que inicia dentro das organizações e reflete na sociedade. É no sentido de contribuir para a formação de um profissional ético e responsável que a inserção da Educação para a Sustentabilidade na formação do gestor foi tema deste trabalho. O objetivo principal foi de explorar possibilidades que permitissem relacionar de forma direta o tema Sustentabilidade nas diferentes áreas de atuação do Curso de Graduação em Administração da Escola de Administração da UFRGS. Para isso foi realizada uma pesquisa inicial por meio de questionário com alunos do final do curso a fim de conhecer o que pensam sobre a Sustentabilidade na sua formação e no mercado de trabalho. Em uma segunda etapa...

Responsabilidade social corporativa em empresas de pequeno e médio porte: fatores que influenciam a adoção de iniciativas de sustentabilidade

Back, Léa Schmatz
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.84%
O desenvolvimento sustentável procura satisfazer as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade das gerações futuras satisfazerem suas próprias necessidades. Isso implica num papel importante das organizações, para que seja possível atingir uma harmonização entre desenvolvimento econômico, social e preservação ambiental. A Responsabilidade Social Corporativa (RSC) é um tema que vem adquirindo importância nas estratégias de negócios das empresas. No entanto, observa-se um número restrito de pesquisas sobre RSC em pequenas e médias empresas. Neste sentido, a presente pesquisa teve, por objetivo, analisar a adoção de iniciativas de sustentabilidade em empresas de pequeno e médio porte. Para atingir tal objetivo a pesquisa baseou-se em um referencial teórico que permitiu um aprofundamento sobre os propostos temas relacionados à Responsabilidade Social Corporativa, pequenas e médias empresas e fatores que influenciam iniciativas de sustentabilidade. A metodologia empregada foi de estudo de casos múltiplos no setor coureiro-calçadista da região metropolitana de Porto Alegre. Uma das contribuições trazidas por esse estudo foi a estruturação dos fatores que influenciam a adoção de iniciativas de sustentabilidade em internos e externos...

Olhares sobre a sustentabilidade nas organizações: visão de especialistas e visão do mercado; -

Araujo, Vivian Soares de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/09/2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.84%
sustentabilidade tem ganhado cada vez mais relevância nas organizações. A simbologia positiva que ela desperta gera interesse de empresas dos mais variados perfis, que a incorporam em seus discursos e práticas. O objetivo deste estudo é entender como a sustentabilidade é percebida pelos diversos agentes e influenciadores de sua adoção nas empresas. Para atingir este objetivo, foram entrevistados profissionais envolvidos na transmissão e efetivação deste conceito nas organizações brasileiras, incluindo colaboradores de áreas de sustentabilidade em empresas, consultores especializados, acadêmicos e líderes de instituições representativas para sua disseminação no meio empresarial. Como resultados, temos a identificação das diferentes visões da sustentabilidade presentes nas organizações estudadas e discussões acerca do futuro da sustentabilidade nas organizações, incluindo as etapas de sua aplicação nas empresas brasileiras e caminhos para seu desenvolvimento. É explorada ainda a evolução do próprio conceito de sustentabilidade, com especial atenção a dois paradigmas: o paradigma simbólico, em que a redução do consumo passe a ser vista simbolicamente como positiva, e o paradigma econômico, no qual a redução dos volumes vendidos pelas empresas possa ser uma possibilidade. Na construção dos sentidos para a sustentabilidade destaca-se o papel da comunicação...