Página 4 dos resultados de 298 itens digitais encontrados em 0.024 segundos

Modelos de regeneração hepática em animais em crescimento: estudos histológicos, moleculares e avaliação de efeitos de imunossupressores; Experimental models of liver regeneration in growing animals. Histological and molecular studies, and evaluation of the effects of immunosuppressants

Tannuri, Ana Cristina Aoun
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
26.11%
INTRODUÇÃO: Transplantes parciais de fígado em crianças têm sido realizados com maior freqüência, enfatizando a importância do estudo da regeneração hepática, bem como dos efeitos de drogas imunossupressoras sobre a mesma. A regeneração do parênquima é o resultado do balanço entre multiplicação celular e apoptose, esta última definida como morte celular programada. Neste processo, estão envolvidas expressões de genes pró-apoptóticos (Bak e Bax) e anti-apoptóticos (Bcl-XL e Bcl-2). Dentre as proteínas relacionadas à proliferação hepatocitária, destaca-se a interleucina-6 (IL-6). Embora o modelo de ressecção de 70% da massa hepática de ratos adultos seja amplamente utilizado para estudos de regeneração, não há trabalhos com animais em crescimento. MÉTODOS: Na presente pesquisa, foi padronizado o modelo de hepatectomia parcial em ratos recém-nascidos e em recém-desmamados: realizou-se ligadura com fio de algodão do pedículo dos lobos esquerdo lateral, esquerdo medial e direito medial, seguida da ressecção do parênquima desses lobos. Os fígados remanescentes foram imediatamente pesados e comparados com os pesos dos fígados de animais controles. Para caracterização dos modelos de regeneração...

Avaliação das concentrações das interleucinas 1-beta e 6 e da proteína amilóide A, no líquido peritoneal e no soro de pacientes com endometriose pélvica; Seric and peritoneal assessment of interleukin 1ß, 6 and protein amyloid A concentrations in patients with pelvic endometriosis.

Ejzenberg, Dani
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
26.11%
Objetivo: determinar as concentrações séricas e peritoneais das interleucinas 1ß (IL-1ß) e 6 (IL-6) e da proteína amilóide A (SAA) em pacientes com endometriose pélvica. Métodos: foram avaliadas 97 pacientes submetidas à videolaparoscopia, 57 com endometriose (A), 27 com sintomas sugestivos porém sem endometriose (B) e 13 sem sintomas e doenças (C). Foram coletados no ato cirúrgico líquido peritoneal e sangue. As concentrações dos mediadores foram determinadas em pg/ml (IL-1 e 6) e ng/ml (SAA) por método imunoenzimático e leitura óptica. Resultados: (líquido peritoneal e sangue medianas) IL-1ß: A- 11,22 and 1,83; B- 15,62 and 1,16; C- 1,92 and 0,80; IL-6: A- 6,80 and 3,70; B- 8,60 and 3,90; C- 3,40 and 2,0; SAA- A- 310,30 and 14,01; B- 306,20 and 10,39; C- 53,4 e 9,5. Conclusão: as concentrações dos mediadores de inflamação avaliados estão elevadas no líquido peritoneal e no soro das mulheres com endometriose. Estas concentrações foram semelhantes às das pacientes com sintomas sugestivos porém sem a doença. A fase do ciclo menstrual, o tipo histológico envolvido e o local de acometimento da doença não influíram de forma significante nas concentrações séricas ou peritoneais de IL-1ß, IL-6 e SAA.; Objective: to assess peritoneal and seric interleukin-1ß (IL-1ß)...

Uso de IL-2 humana recombinante em pacientes com imunodeficiência comum variável; Use of recombinant human IL-2 in patients with common variable immunodeficiency

Narciso, João Henrique Fagundes Bastos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/05/2008 Português
Relevância na Pesquisa
26.05%
Na imunodeficiência comum variável (ICV) têm sido descritas alterações de linfócitos T, incluindo a produção diminuída da interleucina-2 (IL-2). Desde que a IL-2 pode promover a produção de imunoglobulinas in vitro, nosso principal objetivo foi investigar os efeitos in vivo do tratamento com IL-2 recombinante (IL-2r) em pacientes com ICV. Foram selecionados 4 pacientes que apesar de tratamento adequado com imunoglobulina EV apresentavam infecções recorrentes. Após um período de observação de 12 meses, os pacientes receberam doses crescentes de IL-2r durante 16 semanas com reposição de imunoglobulina apenas se a IgG sérica atingisse níveis menores do que 400mg/dL. A seguir, permaneceram em observação por mais 12 meses recebendo imunoglobulina . A gravidade das infecções foi avaliada segundo um "score" numa escala de 3 a 10. A avaliação in vitro incluiu: quantificação dos níveis de IgG, IgA e IgM séricas; resposta linfoproliferativa à PHA; populações linfocitárias CD4+, CD8+, CD19+ e CD25+ no sangue periférico. As reações adversas à IL-2r foram leves e localizadas. Houve redução aparente do número e gravidade das infecções durante os 12 meses subseqüentes ao término da IL-2r. Os níveis da IgG sérica e das células CD4+...

Lesão causada pela isquemia seguida de reperfusão em modelo experimental de transplante de intestino em porcos jovens: avaliação por meio de métodos histológicos, imunoistoquímicos e de biologia molecular  ; Experimental model of intestinal transplantation in pigs: evaluation of the ischemia reperfusion injury by means of histological, and immunohistochemical methods and molecular biology

Pinho-Apezzato, Maria Lúcia de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/02/2011 Português
Relevância na Pesquisa
26.05%
INTRODUÇÃO: O transplante de intestino (TI) estabeleceu-se como tratamento para pacientes com falência intestinal e complicações da nutrição parenteral. Entretanto, sepse continua sendo a principal causa de mortalidade. A lesão causada pela isquemia seguida de reperfusão (LIR) é apontada como um dos fatores de ruptura da barreira mucosa intestinal, com consequente translocação bacteriana e sepse, seja precocemente, por lesão epitelial direta, seja mais tardiamente pela sua associação com o desenvolvimento da rejeição celular aguda. Criou-se um modelo de TI em porcos jovens com a finalidade de estudar a LIR e seus efeitos no epitélio intestinal. MÉTODOS: Para a padronização do modelo, foram realizados 25 procedimentos, tendo sido testados os tamanhos dos animais, as soluções de preservação, o tipo de drenagem venosa, o tipo de reconstrução intestinal e o tempo de duração do experimento. Na pesquisa propriamente dita, 20 porcos jovens foram submetidos a TI ortotópico. Dois grupos foram determinados conforme o tempo de isquemia fria a que foi submetido o intestino: grupo 1 (n=12) 90 minutos (min) e grupo 2 (n=8) 180 min. O procedimento foi realizado sob técnica asséptica e as anastomoses vasculares realizadas entre a aorta do doador e a aorta infra-renal do receptor e a veia porta do doador e a veia cava inferior do receptor. O trânsito intestinal foi reconstruído através de anastomoses entre o jejuno proximal do doador e do receptor e o íleo terminal do doador e do receptor. A solução de preservação utilizada foi Euro Collins. Não foi administrada medicação imunossupressora...

Associação do gene IL23A com a proteção ao diabetes mellitus tipo 1 autoimune; IL23A gene association with protection to type 1 autoimmune diabetes mellitus

Costa, Vinicius Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
26.11%
Introdução: Diabetes tipo 1A(DM1A) é uma doença causada pela destruição autoimune das células beta. Em adição aos linfócitos T helper 1(Th1) e Th2, um subtipo específico de células T helper recentemente descrito, Th17, caracterizado pela produção da interleucina 17(IL-17A), IL-17F e IL-22, está também envolvido na imunidade adaptativa e autoimunidade, incluindo DM1A. A IL-23 tem função fundamental na expansão e sobrevivência das células Th17. A mesma é composta por 2 subunidades: a p19-específica (IL-23A) e a p40. Variantes dos genes IL-23A e de seu receptor (IL-23R) ou o aumento das concentrações séricas da IL-23 estão associados a várias doenças autoimunes, mas seus efeitos no DM1A não estão definidos. Com o intuito de avaliar a importância da IL-23 na patogênese do DM1A, as variantes dos genes IL23A e IL23R foram analisadas. Metodologia: A região codificadora e os regiões intrônicas proximais do gene IL23A, incluindo a região 5 proximal foram sequenciadas. Duas variantes do gene IL23A (rs2066808 e rs11171806) e duas do gene IL-23R (rs11209026 e rs10889677) foram também genotipadas. A amostra contou com 370 pacientes com DM1A e 314 indivíduos controles saudáveis. As medidas das concentrações séricas da IL-23 e os autoanticorpos pancreáticos e extra-pancreáticos foram determinados. Resultados: Nós observamos somente uma das seis variantes da IL-23 descritas nos bancos de dados (rs11171806 G>A localizada no exon 3) e descrevemos uma nova variante no gene IL-23A...

Comparação de dois modelos experimentais de hipertensão pulmonar; Comparison of two experimental models of pulmonary hypertension

Polonio, Igor Bastos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
26.05%
Objetivos: Comparar dois modelos de hipertensão pulmonar (monocrotalina isoladamente e pneumonectomia com monocrotalina) em relação à gravidade hemodinâmica, estrutura das artérias pulmonares, marcadores inflamatórios - interleucina-1 (IL-1) e fator de crescimento derivado de plaquetas (PDGF) - e sobrevida em 45 dias. Métodos: Total de 80 animais analisados em 2 protocolos de estudo: análise estrutural e análise de sobrevida. Foram divididos em 4 grupos [controle (C), monocrotalina (M), Pneumonectomia com monocrotalina (PM) e pneumonectomia (P)]. Após 28 dias, os animais foram cateterizados, sendo obtidos os valores hemodinâmicos. Após foram sacrificados, sendo obtidos os tecidos cardíaco e pulmonar. O ventrículo direito (VD) foi dissecado do septo interventricular e a relação do seu peso sobre o peso do ventrículo esquerdo (VE+S) com o septo foi obtida como índice de hipertrofia de VD. No tecido pulmonar foram realizadas as análises histológicas (área da camada média das artérias pulmonares) e dosados os peptídeos IL-1 e PDGF através da técnica de ELISA. Para o estudo de sobrevida os animais foram observados por 45 dias. Resultados: Os grupos M e PM apresentaram hipertensão pulmonar em relação aos demais. Houve aumento significativo da relação VD/VE+S no grupo PM em relação aos demais. Não houve diferença significativa entre os grupos M e PM na área da camada média das artérias pulmonares...

Expressão de genes envolvidos na resposta imune de indivíduos com síndrome de Down frente à doença periodontal

Cavalcante, Lícia Bezerra
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 105 f. : il. color. + anexo
Português
Relevância na Pesquisa
26.11%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ciências Odontológicas - FOAR; Vários periodontopatógenos podem colonizar muito precocemente a cavidade bucal de indivíduos com Síndrome de Down (SD). Isso reflete a alta prevalência (40%) de Doença Periodontal (DP) em adolescentes com SD, que evolui para cerca de 100% em indivíduos com idade próxima aos 30 anos. A higienização oral deficiente dos indivíduos com SD não é capaz de isoladamente explicar a destruição periodontal severa nesses indivíduos. Esta pesquisa investigou a expressão dos genes IL10 (interleucina 10), IL10RA, IL10RB (receptores Alfa e Beta da IL-10), JAK1 (janus-quinase 1), STAT3 (transdutor de sinal e ativador da transcrição 3), SOCS3 (supressor de sinalização de citocina 3), IP10 (proteína 10 induzível por interferon gama) e ICAM1 (molécula de adesão intercelular 1) em indivíduos com Síndrome de Down com Doença Periodontal e sem DP em relação a indivíduos sem SD com e sem DP. Fizeram parte deste estudo 80 indivíduos entre 6 e 61 anos de idade subdivididos em 4 grupos: Síndrome de Down com Doença Periodontal (SDcDP); indivíduos com SD sem DP (SDsDP); indivíduos não-sindrômicos com DP (CcDP) e indivíduos não-sindrômico sem DP (CsDP). A expressão gênica foi investigada por meio de quantificação relativa utilizando a técnica da reação em cadeia da Polimerase (PCR) em Tempo Real com o sistema Sybr Green. Obteve-se como resultado uma superexpressão do gene IL10 em indivíduos não-sindrômico com DP e uma menor expressão em indivíduos com SD. Nos indivíduos com SD houve uma superexpressão do IL10RB. Observou-se que os genes SOCS3...

Determinação dos níveis séricos e urinários da Interleucina 8 em recém-nascidos prematuros com sepse tardia

Bentlin, Maria Regina
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 137 f. : il., tabs., grafs.
Português
Relevância na Pesquisa
26.11%
Pós-graduação em Pediatria - FMB; A sepse neonatal tardia é importante causa de morbidade e mortalidade em recém-nascidos prematuros. Os sinais e sintomas são inespecíficos, o que dificulta o diagnóstico. As citocinas são potentes mediadores inflamatórios que desempenham importante papel na patogênese da infecção. Níveis séricos aumentados de citocinas são observados durante infecções. A Interleucina 8 (IL-8) tem função de atrair e ativar neutrófilos, mantendo o processo inflamatório. O objetivo deste estudo foi determinar os níveis séricos e urinários da IL-8 em recém-nascidos prematuros com sepse tardia confirmada por culturas (sangue, urina ou líquor) ou associada com meningite, e avaliar se os níveis urinários de IL-8 podem ser utilizados como teste diagnóstico da sepse neonatal tardia. Amostras de sangue e urina foram coletadas de 36 RN prematuros com suspeita clínica de sepse tardia e os exames foram repetidos após 48 horas do início do estudo. Os valores séricos e urinários da IL-8 foram determinados pelo método de ELISA e a IL-8 urinária foi ajustada pelo valor da creatinina urinária. Dois grupos foram constituídos: Grupo séptico: 19 RN com sepse confirmada por culturas ou associada a meningite...

Avaliação do efeito do laser de Er:YAG no tratamento da doença periodontal crônica em humanos: análises clínica, imunológica e microbiológica

Lopes, Beatriz Maria Valério
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 136 f. : il. color. + anexo
Português
Relevância na Pesquisa
26.14%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Odontologia - FOAR; Introdução: O objetivo do presente estudo foi de comparar o efeito do laser de Er:YAG (100mJ/pulso, 10Hz, 12,9J/cm2), associado ou não, à raspagem e alisamento radicular (RAR), com a RAR sozinha no tratamento de pacientes com doença periodontal crônica, por meio de parâmetros clínicos, imunológico e microbiológico. Metodologia: Vinte e um pacientes apresentando 4 bolsas entre 5 e 9 mm, em sítios não vizinhos foram selecionados. Em um estudo de boca dividida, cada sítio foi randomizado e divididos nos grupos: 1)RARL - RAR e Laser; 2)L - Laser somente; 3)RAR - RAR somente e 4)C - sem tratamento algum. Os índices de placa (IP) e gengival (IG), sangramento à sondagem (SS), níveis de interleucina 1 Beta (IL-1β – pelo teste ELISA) e a presença de bactérias (Aa, Pg, Pi, Pn e Tf pela técnica PCR) foram avaliados no inicial 12, 30, 90 e 180 dias pós-tratamentos, enquanto profundidade de sondagem (PS), recessão gengival (RG) e nível de inserção (NI) foram avaliados antes, 30, 90 e 180 dias após os tratamentos. Análise estatística dos dados foi realizada (p<0,05) intra e inter grupos. Resultados: Doze dias após os tratamentos...

Interação entre celulas conjuntivas hepaticas e mastocitos

Jose Marques Brito Neto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //1994 Português
Relevância na Pesquisa
26.11%
Na esquistossomose, parte dos ovos liberados pelo S. mansoni são embolizados no figado. Inicia-se então um processo inflamatório que evolui em um granuloma periovular. As células inflamatórias, principalmente macrófagos, são as primeiras a formarem o granuloma. Posteriormente há o crescimento de células conjuntivas hepáticas, que passam a ser um dos principais constituintes do granuloma e também há grande deposição de matriz extracelular. Os fatores envolvidos neste processo ainda não estão esclarecidos. Nesta etapa foi descrita a proliferação localizada de células mielóides e monomacrofágicas. As células conjuntivas derivadas do granuloma (GR) periovular mostraram-se capazes de sustentar in vitro a proliferação de células mielóides FDC-P1 e AD-3. O objetivo deste trabalho foi identificar qual ou quais fatores estariam sendo secretados pelas células GR. Em nosso estudo usamos mastócitos como modelo para identificar estes fatores. Eles são dependentes de interleucina-3, Interleucina-4 e/ou "Stem Cell Factor". As células GR sustentaram a viabilidade e proliferação de mastócitos peritoneais murinos, os quais mantiveram a síntese de heparina por cinco semanas em cocultura com células GR. Também sustentaram a proliferação de mastócitos humanos (dependentes de "Stem Cell Factor") por nove dias de cocultura. Demonstramos que células GR podem ser induzidas por mastócitos a expressar mensagem para "Stem Cell Factor"...

Análise de poliomorfismo genético e metilação no promotor do gene Interleucina-8 em pacientes com periodontite cronica e agressiva; Genetic polymorphism and methylation analysis in the promoter region of the Interleukin8 gene in the patients with chronic and aggressive periodontis

Andia, Denise Carleto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/02/2010 Português
Relevância na Pesquisa
26.16%
A Doença Periodontal ou Periodontite é uma afecção complexa e multifatorial, resultante da interação dos mecanismos de defesa do hospedeiro com as espécies bacterianas da placa. Estudos em animais e humanos indicam que fatores genéticos e epigenéticos podem modificar a resposta inflamatória e imune, afetando a experiência da periodontite. Constitutivamente expressa por células epiteliais, a quimiocina Interleucina-8 (IL-8) participa ativamente da resposta inflamatória do hospedeiro, frente ao desafio bacteriano, por sua habilidade em mediar e ativar a migração de neutrófilos. A proposição deste estudo foi investigar aspectos epigenéticos (metilação), genéticos (polimorfismo) e os níveis de transcritos gênicos no promotor do gene IL8 em pacientes com periodontite crônica e agressiva. O primeiro capítulo relata a investigação sobre o single-nucleotide polymorphism (SNP) rs4073 do gene IL8 e sua relação com a periodontite crônica, observando também os níveis de mRNA IL-8 nos tecidos controles e nos acometidos pela doença. O SNP rs4370 foi detectado e analisado por PCR-RFLP em 289 amostras de DNA genômico de pacientes controles (108) e com periodontite crônica generalizada (181). A expressão relativa do mRNA da IL-8 (12 pacientes controles x 12 periodontite) foi investigada utilizando PCR quantitativa para a detecção dos níveis de transcritos gênicos. As análises dos resultados foram ajustadas pelo modelo de regressão logística multivariada e uma associação estatisticamente significante da periodontite com o genótipo TA (p=4.78x10-3) e com a idade (p=4.32x10-7) foi encontrada. Observou-se também um aumento da frequência do alelo A no grupo doente. Além disso...

Análise da correlação entre condição periodontal e polimorfismos nos genes das citocinas IL-1, IL-6, TNF-alpha e da enzima paraoxonase em indivíduos afetados ou não com Diabetes Melito tipos I e II; Analysis of the correlation between periodontal status and polymorphisms in the IL-1, IL-6, TNF-alpha and paraoxonase enzyme in individuals affected or not with Diabetes type I and II

Ana Camila Pereira Messetti
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/07/2018 Português
Relevância na Pesquisa
26.16%
A doença periodontal (DP) é uma doença inflamatória crônica de ampla distribuição etária e mundial, que resulta da interação entre fatores etiológicos heterogêneos e que pode sofrer influência ambiental e sistêmica, especialmente na presença do diabetes melito (DM). Os mecanismos que envolvem a associação entre o DM e a presença da DP ainda não estão completamente elucidados, mas as características genéticas ou epigenéticas do hospedeiro, como os polimorfismos genéticos, podem influenciar esta relação. Dessa forma, o objetivo deste estudo foi avaliar o envolvimento de polimorfismos nos genes de IL1-α (-889), de IL1-β (+3984), de IL-6 (-174), de TNF-α (-308) e da paraoxanase (-192) e da paraoxonase (-55) no desenvolvimento de DP e DM em um grupo de pacientes brasileiros. Os polimorfismos rs1800587 e rs1143634 no gene IL-1, rs1800796 no gene IL6, rs1800629 no gene TNF-α, e rs662 e rs854560 no gene paraoxanase foram genotipados em 302 adultos, dos quais 96 eram diabéticos com DP (ADM+DP), 20 eram diabéticos com saúde periodontal (ADM-DP), 112 eram normoglicêmicos com DP (AN+DP) e 74 eram normoglicêmicos com saúde periodontal (AN-DP); e em 88 crianças e adolescentes, dos quais 11 eram diabéticos com gengivite (CDM+G)...

Efeitos da articaína livre e associada a lipossomas com gradiente de pH transmembranar sobre a viabilidade celular e expressão de IL-6 em queratinócitos humanos (HaCaT) = : The effects of plain and liposome-associated articaine with transmembrane pH gradient on humam keratinocytes (HaCaT) viability and IL-6 expression; The effects of plain and liposome-associated articaine with transmembrane pH gradient on humam keratinocytes (HaCaT) viability and IL-6 expression

Bruno Vilela Muniz
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/05/2014 Português
Relevância na Pesquisa
26.05%
A articaína não encapsula em proporção significativa em lipossomas sem gradiente de pH transmembranar. O objetivo deste estudo foi preparar e realizar a caracterização inicial de formulação de articaína associada a lipossomas unilamelares (400nm) com gradiente de pH transmembranar, com sulfato de amônia como tampão interno sobre a viabilidade celular em culturas de queratinócitos humanos (HaCaT) e sobre a liberação de uma interleucina pró-inflamatória (IL-6), comparando com formulações de articaína livre. As células foram expostas às formulações de articaína nas concentrações 0,1%, 0,2% e 0,3% na forma de solução e em suspensão lipossomal (lipossomas unilamelares), além dos controles (soro fisiológico, suspensão lipossomal e meio de cultura). A avaliação da viabilidade celular (redução do MTT - espectrofotometria) foi realizada após 10 min e 4h e a quantificação da IL-6 (imunoensaio de ELISA) após 4h da exposição às formulações. Os resultados foram submetidos aos testes de Kruskal-Wallis com post-hoc de Dunn (viabilidade celular) e de Student-Newman-Keuls (IL-6) com significância de 5%. As vesículas lipossomais mantiveram-se integras após a encapsulação de articaína, apresentando 18...

Avaliação da proporção linfocitária (Th1,Th2 e Tc) e interleucina 1B em indivíduos não tratados com diagnóstico de neoplasias hematológicas

Borges, Dayanne da Silva
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 91 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
26.11%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Nutrição, Florianópolis, 2013.; As neoplasias hematológicas são aquelas originárias de células da linhagem hematopoéticas (leucemias) e do sistema imunitário (mieloma e linfomas). Nas leucemias agudas ocorre alteração maligna na fase inicial do precursor hematopoiético, com manutenção da proliferação, porém com interrupção no processo de diferenciação, resultando em acúmulo das células mielóides ou linfóides imaturas, que irão substituir a medula óssea normal. O desenvolvimento destas neoplasias desencadeia o processo inflamatório, que por sua vez, tem ações divergentes sobre o processo neoplásico. Enquanto uma população de células T, secretoras de intérferon (IFN)-?, podem apresentar atividade antitumoral, outra população que expressa FOXp3 (forkhead box P3) e interleucina (IL)-10, podem influenciar positivamente a atividade pró-tumoral. Outro exemplo é a IL-17, secretada por linfócitos T auxiliares (Th), que estimula o processo inflamatório, e com isso pode promover tanto o crescimento como a regressão tumoral. Neste contexto o presente estudo teve por objetivo avaliar a proporção linfocitária (Th1...

Efeito anti-inflamatório da mistura de triterpenos pentacíclicos α,β-amirina no modelo de colite induzida pelo dss em camundongos

Matos, Israel
Fonte: Florianópolis, SC. Publicador: Florianópolis, SC.
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 48
Português
Relevância na Pesquisa
26.05%
TCC(graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências Biológicas. Biologia.; A mistura de triterpenos pentacíclicos α,β-amirina, extraída de plantas do gênero Potrium já possui propriedades anti-inflamatórias reportadas pela literatura, sendo um potencial composto para o tratamento de diversas condições inflamatórias severas. Evidências recentes indicam que α,β-amirina exerce suas propriedades anti-inflamatória através do sistema canabinoide. Nós verificamos os efeitos da α,β-amirina no processo inflamatório usando o modelo de colite induzida por sulfato de dextrana sódica (DSS) em camundongos e investigamos sua interação com os receptores canabinoides. Nossos resultados mostraram que os tratamentos preventivo e terapêutico reduziram significativamente o índice de atividade da doença, perda de peso, dano no cólon, bem como a atividade das enzimas mieloperoxidase e N-acetilglicosaminidase. Além disso, α,β-amirina reduziu os níveis de fator de necrose tumoral α, interleucina 1-β e da quimiocina CXCL/1, enquanto que aumentou os níveis de interleucina 4. Além disso, também foi observado que α,β-amirina levou à redução significativa dos níveis de RNAm das moléculas de adesão VCAM-1...

Development of carrier systems for the controlled release of interleukin-10; Desenvolvimento de sistemas para a libertação controlada de interleucina-10

Carvalho, Vera
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 03/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
26.16%
Tese de doutoramento em Engenharia Química e Biológica (área de conhecimento em Tecnologia Enzimática e Bio-separações); Therapeutic proteins are becoming available for the treatment of a wide range of diseases. A main problem limiting the efficiency of protein therapeutics is the reduced stability and short circulation half-lives after parenteral administration. Interleukin-10 (IL-10) is an anti-inflammatory cytokine, which active form is a noncovalent homodimer with two intramolecular disulphide bonds essential for its biological activity. Due to its immunoregulatory properties, IL-10 is a promising protein to be used in several clinical applications. So, it is essential to develop delivery systems that enhance the protein bioavailability and selectivity, and that enables a targeted controlled release profile. This is the main focus of the present thesis, taking IL-10 as case study. The use of Carbohydrate-Binding Modules (CBM) as a tool for protein delivery and functionalization was attempted. Proteins and peptides can be used to functionalize biomaterials used for tissue engineering or other biomedical applications, for instance to reduce inflammation (in case of IL-10) or to enhance cellular adhesion (RGD peptide). A method based on the use of a human chitin-binding module...

Ação da fosfolipase B extracelular de Paracoccidioides brasiliensis na interação ex vivo com macrófagos alveolares; Action of extracellular phospholipase B of Paracoccidioides brasiliensis interaction with alveolar macrophage ex vivo

SOARES, Deyze Alencar
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Biologia; Ciências Biolóicas Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Biologia; Ciências Biolóicas
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
26.11%
Paracoccidioides brasiliensis, a thermodimorphic fungus, is the causative agent of the most prevalent systemic mycosis in Latin America, paracoccidioidomycosis. The phospholipase B (PLB) enzyme is considered an important virulence factor in this dimorphic fungus, involved in the immune response of the host-pathogen interaction. Our objective was to determine whether a P. brasiliensis (Pb18) PLB is involved in adhesion / internalization of yeast and evasion of host immune responses. The effect of PLB was analysed using specific inhibition of PLB (alexidine dihydrochloride) and pulmonary surfactant in an ex vivo model (Pb18) of alveolar macrophage (MHS cells) infection. PLB enzyme assays and real time RT-PCR (qRTPCR) analysis of genes differentially expressed in the process of evasion: plb1 (phospholipase B1), icl1 (isocitrate lyase) and sod3 (Cu, Zn dismutase) and immune responses: clec2 (C-type lectin domain 2), cd14 (cluster of differentiation 14), tlr2 (toll-like receptor 2), nfkb (nuclear factor kappa B), nkrf (NF-kappaB repressing factor), il1β (inteleukin-1β) and tnfα (tumor necrosis factor alpha) were carried out using selective inhibition of PLB activity and pulmonary surfactant. The levels of cytokines inteleukin 10 (IL-10)...

Análise dos efeitos do laser de baixa potencia (660nm) sobre os níveis de expressão protéica de mediadores inflamatórios após lesão cortante do tendão calcâneo comum de ratos wistar

Laraia, Érica Martinho Salvador
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
26.11%
Objetivo: Analisar os efeitos do LBP InGaALP (660nm) sobre os níveis de expressão protéica de mediadores inflamatórios após lesão cortante de tendão calcâneo comum de ratos Wistar. Métodos: 30 Rattus norvergicus, de linhagem Wistar albino, machos foram submetidos a lesão cortante parcial do tendão calcâneo comum esquerdo, divididos em três grupos de 10 animais de acordo com o tempo de eutanásia após a lesão: 6, 24 e 72 horas. Cada grupo foi sudivido em grupo controle e submetido a laserterapia (LBP) com potência de 100mW (densidade de potência de 3,57 W/cm2), área do feixe de 0,028 cm². A aplicação foi sob forma de um único ponto pelo método transcutâneo na região posterior sobre o tendão calcâneo comum, com densidade de energia de 214 joules/cm2, energia de 6 joules e tempo de 60 segundos. Os animais dos grupos LBP foram tratados todos os dias até o período de eutanásia estipulado para cada grupo. A avaliação dos mediadores inflamatórios IL-1β, IL-6 e IL-10 das amostras dos tendões foram realizadas pelo teste imunoenzimático ELISA. Resultados: Os três grupos tratados com LBP (6h: 36.6±4.8; 24h: 36.7±18.7; 72h: 9.7±1.8) apresentaram redução significante da IL-1β quando comparados aos grupos controles (6h: 53.1±14.3...

Expressão do fator de transcrição HIF - 1'alfa' em condrocitos humanos cultivados em condições normais de oxigenio; Expression of hypoxia inducion factor 1 'alfa' in human chondrocytes cultivated in normoxia

Andre Luis Lugnani de Andrade
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2006 Português
Relevância na Pesquisa
26.11%
Introdução: Os condrócitos da cartilagem articular vivem em um ambiente com baixa concentração de oxigênio. Nestas condições, a proteína do fator induzido por hipóxia (HIF-1?) mantém-se estável e ativa genes que são fundamentais na homeostase do oxigênio. A expressão do HIF-1? aumenta, em joelhos com osteoartrite (OA), principalmente nas áreas mais afetadas pela degeneração. Os condrócitos são capazes de produzir mediadores inflamatórios, como a interleucina-1 (IL-1) e o fator de necrose tumoral ? (TNF-?), que estimulam a produção de prostaglandinas, metaloproteinases e óxido nítrico e relacionam-se com o início e com a progressão da osteoartrite. Os antiinflamatórios são drogas freqüentemente utilizadas no tratamento sintomático da OA. Material e Método: condrócitos humanos de joelhos osteoartríticos cultivados em suspensão e em condições normais de oxigênio foram divididos em quatro grupos: 1) controle, 2) estimulados com IL-1 ou TNF-?, 3) estimulados com meloxicam ou parecoxibe e 4) estimulados com meloxicam ou parecoxibe associados a IL-1 ou TNF-?. Os grupos foram submetidos à extração de RNA (ácido ribonucléico) e de proteína nuclear. O RNA foi convertido em cDNA, sendo então realizada a reação de PCR em tempo real para verificar a expressão do HIF-1?. As proteínas nucleares foram extraídas...

Reactantes de fase aguda y marcadores de inflamación en pacientes con enfermedad tromboembólica venosa: correlación con parámetros clínicos y evolutivos

Marchena Yglesias,P. J.; Nieto Rodríguez,J. A.; Serrano Martínez,S.; Belinchón Moya,O.; Cortés Carmona,A.; Díaz de Tuesta,A.; Bruscas Alijarde,M. J.; Ruiz Ribó,M. D.
Fonte: Anales de Medicina Interna Publicador: Anales de Medicina Interna
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/03/2006 Português
Relevância na Pesquisa
26.11%
Objetivo: Determinar si los reactantes de fase aguda, dímero D y las interleucinas 6 y 8 (IL-6 e IL-8) en el momento de diagnóstico de la enfermedad tromboembólica venosa (ETEV) se relacionan con alguna variable clínica y evolutiva relevante. Material y métodos: Se estudiaron 100 pacientes con el diagnóstico de ETEV por pruebas de imagen. Se determinaron reactantes de fase aguda (proteína C reactiva (PCR), velocidad de sedimentación globular (VSG) y fibrinógeno), dímero D así como IL-6 e IL-8 en el momento del diagnóstico. Se recogieron los eventos clínicos más relevantes (recurrencia, hemorragia, síndrome postflebítico y mortalidad) durante un período de seguimiento de 12 meses. Resultados: La IL-6 estaba elevada en 9 pacientes y la IL-8 en 3. Los factores de riesgo, la duración de los síntomas y la forma de presentación como embolismo pulmonar fueron similares entre los dos grupos. Los niveles de fibrinógeno estaban significativamente aumentados (585 ± 179 vs. 485 ± 154 mg/dl; p = 0,05) en el grupo de pacientes con IL-6 elevada. En los 12 meses de seguimiento la frecuencia de fallecimientos, recurrencias, hemorragias y síndrome postflebítico fueron 5, 3, 11 y 43, respectivamente. La VSG normal se asoció de forma significativa a la aparición de síndrome postflebítico (17...