Página 8 dos resultados de 3653 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Geração de espécies reativas por fluconazol em Candida glabrata : ativação de enzimas antioxidantes e dano oxidativo no DNA

Mahl, Camila Donato
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.73%
A participação das espécies reativas de oxigênio (ERO) no mecanismo de ação dos antifúngicos azólicos, bem como a relação entre resistência aos antifúngicos e resposta ao estresse oxidativo, têm sido sugeridos. Entretanto, os dados ainda são inconclusivos e diferem entre os micro-organismos. Neste estudo estão apresentados os resultados da geração de ERO pelo fluconazol em isolados de C. glabrata sensíveis e resistentes a esse antifúngico e a resposta antioxidante da levedura. Nesses isolados, tratados e não tratados com fluconazol em concentração subinibitória, de acordo com sua concentração inibitória mínima (CIM), até fase de crescimento estacionário, foi avaliado se o fluconazol geraria ERO. Subsequentemente, foram analisadas as defesas antioxidantes glutationa peroxidase (GPx), superóxido dismutase (SOD), glutationa-S-transferase (GST), consumo de peróxido de hidrogênio e glutationa total, bem como possível dano oxidativo causado pelo fluconazol em lipídeos, proteínas e ácidos nucleicos e os níveis de nitritos e nitratos. Os resultados mostram que nos isolados de C. glabrata sensíveis e resistentes ao fluconazol, na presença do antifúngico, houve um aumento da geração ERO e maior atividade enzimática da GPx e SOD comparada a dos isolados não tratados com fluconazol...

Efeito do processamento industrial para obtenção de goiabada sobre os compostos antioxidantes e cor

Tasca, Ana Paula Wolf
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 110 f.
Português
Relevância na Pesquisa
36.73%
Pós-graduação em Alimentos e Nutrição - FCFAR; A goiaba (Pisidium guajava) é matéria-prima da goiabada, bem como da polpa de goiaba, utilizada pela indústria durante a entressafra da fruta. O processamento térmico pode provocar mudanças substanciais em alguns alimentos. A cor é um fator de aceitação do alimento, averiguado pelos consumidores antes mesmo do sabor e da textura e os carotenóides são responsáveis pela coloração apresentada pela maioria das frutas. Os objetivos deste trabalho foram avaliar a composição da goiaba cv. Paluma, em relação aos teores de ácido ascórbico, carotenóides totais, fenólicos totais e flavonóides totais; verificar o efeito do processamento industrial para obtenção da goiabada sobre os teores destes compostos; medir a capacidade antioxidante da fruta e de seus subprodutos; e correlacionar os parâmetros de cor do sistema CIELAB com o teor de carotenóides totais. O teor de ácido ascórbico foi determinado titulometricamente com 2,6 diclorofenolindofenol 0,025%; o conteúdo de carotenóides totais foi realizado através de leitura espectrofotométrica do extrato etéreo a 470 nm; o conteúdo de fenólicos totais foi obtido através do método colorimétrico de Folin-Ciocalteu; o teor de flavonóides totais foi mensurado com base na reação entre NaNO2 5%...

Efeitos de antioxidantes adicionados ao meio de fecundação in vitro sobre a capacitação espermática e desenvolvimento embrionário em bovinos

Gonçalves, Fernanda da Silva
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xxiii, 117 f: il.
Português
Relevância na Pesquisa
36.73%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Medicina Veterinária - FCAV; Recentemente, tem-se dado atenção crescente aos efeitos deletérios dos radicais livres sobre os oócitos e embriões cultivados in vitro em mamíferos. No entanto, poucos estudos foram conduzidos sobre a ação desses agentes sobre a interação entre o espermatozóide-oócito durante a fertilização in vitro (FIV). Com o intuito de melhorar os resultados da produção in vitro de embriões bovinos, este trabalho teve por objetivo avaliar os efeitos da suplementação do meio de fecundação in vitro com antioxidantes cisteamina (Cist) e 2-Mercaptoetanol (2-ME) sobre a capacitação espermática, fecundação, qualidade dos zigotos e competência no desenvolvimento embrionário. Os espermatozóides apresentaram o DNA íntegro quase na totalidade entre os diferentes tratamentos e durante o tempo no processo da FIV.; Recently, deleterious effects of free radicals over oocytes and embryos cultivated in vitro in mammals have received increasing attention. Nonetheless, few studies were conducted about the action of those agents over the interaction between the sperm-oocyte during in vitro fertilization (IVF). Aimed at improving results of in vitro production of bovine embryos...

Componentes antioxidantes do azeite de oliva: cinética enzimática e estudo da relação entre estresse oxidativo e metabolismo energético no músculo cardíaco de ratos normais e obesos

Ebaid, Geovana Maria Xavier
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 92 f.
Português
Relevância na Pesquisa
36.73%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Fisiopatologia em Clínica Médica - FMB; O presente trabalho teve por objetivo determinar os efeitos da suplementação nutricional de azeite de oliva extra-virgem e seus fenóis, oleuropeína e ácido caféico, sobre os parâmetros morfométricos, calorimétricos e estresse oxidativo no músculo cardíaco de ratos normais e obesos. Para tanto, foram utilizados 48 ratos, Wistar, 180,52 ± 21,05g, divididos inicialmente em 2 grupos. O grupo P (n=24) foi mantido com ração padrão e água ad libitum e o grupo H (n=24) foi mantido com ração rica em colesterol e sacarose e água ad libitum. Após 21 dias de tratamento os dois grupos foram divididos em 4 subgrupos cada (n=6): (C) considerados controles, mantidos com as respectivas dietas P, ou H e sem suplementação; (AO) receberam respectivamente ração P ou H e suplementação nutricional com azeite de oliva extra-virgem (Colavita, Itália) (3mL/Kg/dia); (O) receberam ração P ou H, respectivamente e suplementação nutricional com oleuropeína (Genay, France) (0,023mg/Kg/dia); (AC) receberam respectivamente ração P ou H e suplementação nutricional com ácido caféico (Sigma, USA) (2,66mg/Kg/dia). O experimento teve duração de 43 dias. Ingestão de ração hipercalórica induziu obesidade. A análise calorimétrica permitiu sugerir que os efeitos da suplementação nutricional com azeite de oliva foram similares à suplementação com ácido cafeico...

Avaliação dos efeitos da inibição da maturação nuclear e de antioxidantes sobre a maturação oocitária, fecundação e desenvolvimento embrionário bovino in vitro

Barreto, Letícia Siqueira de Sá
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xxiv, 88 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
36.73%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Medicina Veterinária - FCAV; O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da suplementação do meio de maturação com roscovitina, butirolactona I, cisteamina e b-mercaptoetanol na maturação oocitária e suas conseqüências na fecundação e desenvolvimento embrionário bovino in vitro, além da variabilidade da freqüência de danos ao DNA embrionário. Oócitos foram maturados a 38,8oC em atmosfera de 5% CO2 em ar em meio TCM-199 suplementado com 0,6% BSA, 0,5 mg FSH, 100 UI hCG e 1 mg estradiol/mL (controle - C), adicionado de 50 æM de cisteamina (CC) ou 50 æM de bmercaptoetanol (CM). O grupo padrão do laboratório (S) foi suplementado com 10% de SFB como fonte protéica. Os oócitos em meio suplementado com butirolactona I ou roscovitina foram pré-maturados por 24 horas em meio TCM-199 suplementado com 0,3% BSA, antibiótico e piruvato, de acordo com os grupos: 100 æM de butirolactona I (CB), 100 æM de butirolactona I + 50 æM de cisteamina (CBC), 100 æM de butirolactona I + 50 æM de b-mercaptoetanol (CBM), 25 æM de roscovitina (CR), 25 æM de roscovitina + 50 æM de cisteamina (CRC) e 25 æM de roscovitina + 50 æM de b-mercaptoetanol (CRM). Após o cultivo de pré-maturação...

Treinamento físico e antioxidantes enzimáticos no tecido cerebral de ratos diabéticos experimentais

Spagnol, Alexandre Roveratti
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 61 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
36.73%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ciências da Motricidade - IBRC; Several studies have demonstrated different effects of physical exercise (FE) upon the antioxidant defense system. However, when it is associated with Diabetes Mellitus (DM) these effects require clarification, thus, the present study aimed to investigate the actions of a protocol of exercise on antioxidant system and other parameters in blood and brain tissue of diabetic rats . For that we used male Wistar rats divided in sedentary control (SC), trained control (TC), sedentary diabetic (SD) and trained diabetic (TD). The training session consisted of a swimming 1 hour per day for 5 consecutive days per two days of rest for 8 weeks, with a load equivalent to the anaerobic threshold of 5.8 % and of 4.2 % of the body mass for TC group and for DT group, respectively. We assessed the concentration of blood glucose, liver glycogen and of the thiobarbituric reactive substances (TBARS), the activity of the antioxidant enzymes: catalase (CAT) and superoxide dismutase (SOD) in brain and blood. Also it was quantified the expression of SOD isoforms 1 and 2 in the cerebellum. As expected, exercise acted reducing blood glucose in the TD group. Although the FE has remained oxidative standards of sedentary control group ...

Determinação dos mecanismos de ação envolvidos nas atividade antiulcerogenica e antioxidantes de Rhizophora mangle L; Determination of the mechanisms of action in the antiulcerogenic and antioxidant activities of Rhizophora mangle L

Felipe Meira de Faria
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/06/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.73%
A pesquisa farmacológica têm se voltado ao conhecimento da medicina popular, a fim de estabelecer as bases científicas dos seus efeitos farmacológicos. Atualmente taninos têm papel de destaque em função de sua capacidade antioxidante e em função dos avanços obtidos na análise e identificação desses compostos além de suas possibilidades terapêuticas. Entre as diversas fontes naturais desses compostos destacou-se, neste trabalho, uma planta bastante conhecida nos ambientes costeiros, a Rhizophora mangle L. (manguevermelho), pertencente à família RHIZOPHORACEAE. O gênero Rhizophora compreende cinco espécies das regiões equatorial, tropical e subtropical de ambos os hemisférios. É uma das mais importantes fontes de taninos (15 a 36% da massa da casca seca) para uso industrial. R. mangle é conhecida na medicina popular caribenha por suas propriedades antinflamatória, antifúngica, bactericida, anti-úlcera, antihipertensiva e antioxidante. Este trabalho avaliou as atividades antiulcerogênica e antioxidante de R. mangle, assim como traçou o perfil químico das substâncias presentes em suas cascas. Para tanto foram realizados ensaios químicos e farmacológicos com o extrato bruto (acetona:água 7:3) e frações orgânicas (aquosa - fr aq...

Caracterização parcial da polifenoloxidase e avaliação de compostos fenolicos e antioxidantes em pessego (cv. Biuti); Parcial characterization of polyphenoloxidase and antioxidants and phenolic compounds evaluation in peach (cv. Biuti)

Ana Silvia Fidelis Belluzzo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/02/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.73%
O pêssego é uma das frutas que vêm ganhando destaque na produção nacional. Dentre as principais variedades produzidas, a biuti é uma das mais cultivadas, sendo utilizada tanto para o consumo in natura quanto para a indústria. A indústria de processamento de pêssego encontra muita dificuldade na manutenção da qualidade de seus produtos devido às alterações orgnolépticas que ocorrem durante sua vida de prateleira. A principal causa dessas alterações são as enzimas peroxidase (PDO) e polifenoloxidase (PPO), as quais catalisam reações de escurecimento enzimático, causando também mudanças indesejáveis no sabor e textura dos alimentos. O objetivo deste trabalho foi investigar as características bioquímicas da PPO de pêssego biuti, propor um tratamento térmico eficiente para a inativação da PPO e quantificar os compostos fenólicos e antioxidantes do pêssego congelado, pêssego em calda e polpa de pêssego. A PPO apresentou atividade ótima a 20°C em pH 5,5. A enzima se mostr ou estável após 30 minutos de tratamento térmico na faixa de 15 a 40°C. Na fa ixa de pH 7,0 a 8,0 a atividade ainda se manteve a níveis de 70 a 90% de atividade. A ação dos inibidores mostrou que os mais eficientes foram: ácido ascórbico...

Eletrodo modificado a base de 4-nitroftalonitrila : sensor amperometrico para quantificação de alguns antioxidantes de relevancia biologica; Modified electrode based on 4-nitrophthalonitrile : amperometric sensor for quantification of some antioxidants of biological relevance

Phabyanno Rodrigues Lima
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/07/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.73%
Neste trabalho descreve-se o desenvolvimento de sensores amperométricos a base de um simples eletrodo de pasta de carbono modificado com um novo mediador redox, a 4-nitroftalonitrila (4-NO2FN), para a determinação de alguns antioxidantes de relevância biológica [L-cisteína (L-CySH), L-glutationa (L-GSH), ácido L-ascórbico (L-AscH2), ácido úrico (AU) e nicotinamida adenina dinucleotídeo (forma reduzida) (NADH)]. Com este propósito, inicialmente, a 4-NO2FN foi ativada in situ, gerando o par redox nitroso/hidroxilamina (4-NOFN/4- NHOHFN) estável na superfície eletródica, o qual apresentou atividade electrocatalítica na oxidação dos analitos estudados. As técnicas empregadas para a realização deste trabalho foram voltametria cíclica e cronoamperometria, as quais foram utilizadas para estudar o comportamento dos eletrodos modificados, para otimização dos parâmetros experimentais, obtenção dos parâmetros cinéticos e caracterização analítica dos sensores. Além disso, os estudos hidrodinâmicos e cronoamperométricos foram realizados com o objetivo de se obter maiores informações sobre os processos de oxidação entre L-AscH2, NADH e os eletrodos modificados. Assim, por meio dos gráficos e equações de Koutech- Levich e Cottrell foi possível obter os valores para o coeficiente de difusão (D) e constante de velocidade da reação (kobs) para L-AscH2 e NADH. Os valores do D e de kobs...

Efetividade de antioxidantes sobre a dentina afetada por cárie na degradação da união com sistemas adesivos; Effectiveness of deproteinizing agents on caries-affected dentin in degradation of bonding systems

Larissa Ferreira Pacheco
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.73%
O estudo avaliou a efetividade dos antioxidantes em prevenir a degradação da interface dentina/resina ao longo do tempo. Cento e oito terceiros molares humanos foram submetidos ao modelo biológico de produção de cárie (S. mutans). Eles foram cortados perpendicularmente ao longo eixo do dente, obtendo "flats" de superfície dentinária. Os fatores avaliados são: tratamento ¿ NaOCl à 6%, EDTA, e grupo sem tratamento (Controle); sistemas adesivos - Clearfil SE Bond (SE) e Single Bond 2 (SB); e tempo de armazenamento - 24 horas (h), 12 e 18 meses. Foram construídos blocos de resina (Charisma) sobre a dentina, com altura total de 4 mm. Após 24 h imersos em água deionizada, cada espécime foi seccionado para obtenção de palitos com área média de aproximadamente 2,0 mm2 para a realização do teste de resistência de união (RU). Parte dos palitos obtidos permaneceram submersos em 1 mL de água deionizada por: 12 e 18 meses, sendo então submetidos ao teste de microtração. Os padrões de fratura foram analisados em Microscópio Eletrônico de Varredura (MEV). A nanoinfiltração, ao longo do tempo, foi avaliada por meio de fatias obtidas por secções longitudinais seriadas de outros espécimes. Estas foram imersas em solução traçadora de nitrato de prata amoniacal por 24 h...

Avaliação da genotoxicidade e das atividades anti-herpética e antioxidantes de compostos fenólicos

Savi, Luciane Anita
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 139 f.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
36.73%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia.; Os compostos fenólicos (CF) são substâncias presentes numa grande variedade de plantas. Eles podem atuar nos vegetais como antioxidantes, antimicrobianos, fotorreceptores, atraentes visuais e repelentes de predadores. Muitos estudos mostraram que os CF possuem inúmeras

Estudo das defesas antioxidantes em fatias de hipocampo de ratos submetidas a glutamato e à privação de glicose/oxigênio

Brongholi, Karina
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: vi, 70 f.| grafs.
Português
Relevância na Pesquisa
36.73%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Neurociências.; Avaliação da atividade das enzimas antioxidantes catalase, superóxido dismutase, glutationa peroxidase e glutationa redutase e dos níveis de glutationa total e captação de glutamato em fatias de hipocampo de ratos submetidas a glutamato e à privação de glicose/ oxigênio.

Estudo das propriedades antioxidantes de complexos nitrosilados de rutênio

Cousseau, Francisco Eduardo Monteiro
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 114 f.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
36.73%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Farmácia, Florianópolis, 2009; Este estudo demonstrou as propriedades antioxidantes e secundariamente a citotoxicidade de cinco complexos nitrosilados de rutênio: trans-[Ru(NH3)4(L)(NO)]Cl3 (A - D; sendo que (A) L = Cafeína, (B) L = Teofileno, (C) L = Metil-1-imidazol, (D) L = Benzoimidazol), e (E) cis-[Ru(NH3)4(NO)2]Cl3. Somente o complexo (A) apresentou significante reatividade identificada pelo método de reatividade antioxidante total (TAR) e também atividade sequestradora de radical ânion superóxido através da redução do nitro blue tetrazólio (NBT). Os complexos (A), (B), (C), (D) e (E) exibiram capacidade sequestradora de radicais hidroxilas ("OH). O potencial decresceu na respectiva ordem: D>A>B>C>E (a maioria dos valores foi menor que 15 µM). O sistema gerador de radicais hidroxilas foi o complexo Fe-ácido nitriloacético (NTA) e a oxidação da deoxirribose. A inibição da mioglobina induzida por radical monóxido de nitrogênio ("NO) foi observada para os complexos seguindo a ordem: C>B>D>E>A. A proteção da peroxidação lipídica em microssomas (MC) induzida por sistema ascorbato/H2O2 Fe3+ foi potente para os complexos (D) e (E)...

Mecanismos de ação de antioxidantes de origem vegetal : estudo do polifenol ácido elágico e do extrato de caqui (Diospyros kaki)

Dalvi, Luana Taquette
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.73%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2008.; O presente trabalho foi dividido em dois capítulos. No primeiro capítulo, investigamos o mecanismo antioxidante do ácido elágico (AE) contra formação de oxirradicais em sistemas contendo íons Cu(II) e ascorbato. A propriedade antioxidante da polpa de caqui em processos oxidativos mediados por Fe(III) in vitro foi estudada no segundo capítulo. O estudo do AE demonstrou que este polifenol inibe a degradação da 2-desoxirribose (2-DR) mediada por 15 μM de Cu(II) e 500 μM de ascorbato, mostrando uma atividade antioxidante máxima com 15 μM de AE. Além disso, o percentual de proteção contra a degradação da 2-DR diminuiu com o aumento da concentração de Cu(II). Estes resultados sugerem que o AE inibe a degradação da 2-DR devido à formação de um complexo 1:1 cobre-AE. Entretanto, ao variar a concentração de 2-DR, foi observado que o percentual de proteção diminuiu significativamente à medida que a concentração de 2-DR aumentou. Este resultado sugere que a atividade antioxidante do AE se deve também à capacidade do complexo cobre-AE em seqüestrar radicais livres. O AE também foi capaz de prevenir a quebra do DNA plasmidial e inibir consideravelmente a oxidação do ascorbato e o consumo de oxigênio na razão 1:1 Cu(II):AE. Experimentos de EPR mostraram que o AE inibe a formação de radical ascorbil mediada por Cu(II) e ascorbato e uma completa inibição ocorre com uma relação 1:1 Cu(II):AE. Concluímos que o AE diminui a velocidade de redução de Cu(II) mediada por ascorbato e que o complexo cobre-AE pode ser capaz de seqüestrar radical hidroxil...

Bioprospecção de fungos endofíticos de Bauhinia variegata : busca por substâncias agonistas da isoforma gama do receptor ativado por proliferadores peroxissomais e por substâncias antioxidantes

Mesquita, Pedro Góes
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.73%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2011.; O diabetes mellitus é uma desordem metabólica que acomete milhões de pessoas em todo o mundo e que está associada à disfunção de vários órgãos, à diminuição da expectativa de vida, além da produção de espécies reativas de oxigênio (EROs). Tiazolidinadionas são substâncias agonistas totais de receptores ativados por proliferadores peroxissomais (PPAR ), capazes de aumentar a sensibilidade à insulina e, por isso, utilizadas no tratamento do diabetes tipo 2. Porém, estas substâncias promovem o aparecimento de efeitos adversos durante o tratamento, como aumento no risco do infarto do miocárdio, hepatopatia e ganho de peso. Por causa dos efeitos indesejados, substâncias que possam substituir a terapia com tiazolidinadionas no tratamento do diabetes têm sido buscadas. Estudos recentes mostraram que extratos das folhas da Bauhinia variegata são capazes de ativar o PPAR e, ainda, que ligantes de PPARs podem regular a produção de EROs. Fungos endofíticos, microrganismos que colonizam os tecidos das plantas de forma simbiótica, são responsáveis pela produção de produtos naturais com efeitos biológicos importantes. Alguns deles são capazes de produzir os mesmos metabólitos do seu hospedeiro. O objetivo deste trabalho foi isolar das folhas de Bauhinia variegata fungos endofíticos que pudessem ser avaliados como fonte de compostos antioxidantes e agonistas a receptores nucleares PPAR . Nove extratos de cultura dos fungos endofíticos das folhas de Bauhinia variegata foram obtidos...

Alimentos funcionais com microalgas: nova fonte de pigmentos, antioxidantes e ácidos gordos ómega 3

Duarte, Diana Rita da Silva, 1986-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.73%
Tese de mestrado. Biologia (Biologia Humana e Ambiente). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2010; As microalgas são uma potencial fonte para a obtenção de variados compostos biologicamente activos (carotenóides, ácidos gordos, vitaminas e polissacáridos), com uma eficácia superior à verificada pelas tradicionais culturas vegetais terrestres. São por isso consideradas ingredientes funcionais, o que conduziu ao recente aumento do seu interesse comercial. A produção de microalgas compreende conhecimentos e competências multidisciplinares como: biotecnologia e aspectos nutricionais. Sendo esta última área um campo de pesquisa emergente, pois possibilita a avaliação da biodisponibilidade de diversos compostos. A importância terapêutica dos ácidos gordos polinsaturados n-3 (PUFA n-3) em particular o ácido eicosapentaenóico (EPA; 20:5n-3) e o ácido docosahexaenóico (DHA; 22:6n- 3) é bem conhecida. Actualmente, a maior fonte de EPA e DHA é obtida pelo pescado. Contudo, as microalgas marinhas sintetizam PUFA n-3 em elevadas quantidades, o que as torna atractivas do ponto de vista nutricional. Concomitantemente, a síntese de carotenóides pela maioria das microalgas é uma alternativa viável como suplemento dietético. O trabalho desenvolvido visa avaliar as potencialidades de novos ingredientes funcionais na dieta humana: microalga Diacronema vlkianum...

Antioxidantes enterais em lesões de isquemia e reperfusão em ratos

Köhler,Hugo Fontan; Delucca,Iara Maria Silva; Sbragia Neto,Lourenço
Fonte: Colégio Brasileiro de Cirurgiões Publicador: Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.73%
OBJETIVO: Avaliar o papel do pré-tratamento com antioxidantes dietéticos em um modelo experimental de lesão intestinal de isquemia-reperfusão (I/R) em ratos. MÉTODOS: Noventa ratos Wistar adultos machos foram utilizados. Um segmento intestinal foi isolado baseado em seu pedículo vascular. Uma biópsia controle foi realizada e o pedículo foi seccionado e anastomosado novamente, garantindo um tempo de isquemia de 60 minutos, seguido por reperfusão. Biópsias sequenciais foram realizadas ao término do período isquêmico e a cada 15 minutos, durante a reperfusão. O tratamento consistiu de solução salina ou vitamina C ou vitamina E ou a associação destas. Avaliações quantitativa e qualitativa das biópsias foram realizadas. RESULTADOS: Os grupos tratados com vitamina E isolada ou associada com vitamina C apresentaram uma atenuação estatisticamente significativa da lesão de isquemia-reperfusão, com diminuição da perda de altura dos vilos e menor infiltração neutrofílica ao final do estudo quando comparados ao grupo controle e vitamina C exclusiva. CONCLUSÃO: Neste modelo experimental de isquemia-reperfusão, o pré-tratamento com vitamina E atenuou a lesão de I/R no intestino delgado, demonstrado pela diminuição da perda de altura dos vilos e pela atenuação da infiltração neutrofílica.

Ácidos fenólicos como antioxidantes

SOARES,Sergio Eduardo
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 Português
Relevância na Pesquisa
36.73%
Os compostos fenólicos têm sido muito estudados devido a sua influência na qualidade dos alimentos. Englobam uma gama enorme de substâncias, entre elas os ácidos fenólicos, os quais, por sua constituição química, possuem propriedades antioxidantes. Assim, a presente revisão procura reunir diversos estudos que avaliaram o potencial antioxidante dos ácidos fenólicos na conservação de alimentos lipídicos. Além disso, são reunidos também estudos sobre a ação antioxidante destes compostos no sistema biológico através da neutralização dos radicais livres gerados no organismo, que estão associados a diversas doenças como câncer e doenças cardiovasculares.

Suplementação de antioxidantes: enfoque em queimados

Barbosa,Eliana; Moreira,Emília Addison Machado; Faintuch,Joel; Pereima,Maurício José Lopes
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.73%
Na queimadura, os radicais livres são produzidos durante a reposição de fluídos, alterando numerosos componentes, como os ácidos nucléicos, os lipídios e as proteínas. Sendo assim, se, por um lado, essa restauração do fluxo sanguíneo é, em geral, necessária para recuperar a função celular normal, por outro lado a reintrodução do sangue oxigenado nos tecidos isquêmicos contribui para uma produção excessiva de radicais livres derivados do oxigênio, exacerbando a lesão mediada pela isquemia. O papel dos neutrófilos ativados na célula após a queimadura também tem recebido atenção especial. A partir do sistema NADPH oxidase os neutrófilos aderidos podem produzir uma explosão de radical superóxido, produzindo um dano tecidual importante. A queimadura, além de aumentar a produção de radicais livres, também é capaz de impedir os mecanismos de defesa antioxidante, submetendo o paciente queimado ao estresse oxidativo, o qual se constitui em fator perpetuante da resposta inflamatória sistêmica, levando à piora progressiva do estado metabólico. Com esses dados, objetiva-se revisar os principais estudos com a suplementação de antioxidantes em pacientes críticos, com ênfase em pacientes queimados, e descrever os possíveis benefícios dessa intervenção.

Os radicais livres e o dano muscular produzido pelo exercício: papel dos antioxidantes

Córdova,Alfredo; Navas,Francisco J.
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2000 Português
Relevância na Pesquisa
36.73%
O exercício físico intenso e contínuo é acompanhado pela produção de radicais livres, que provocam uma alteração das membranas celulares, o que causa uma lesão acompanhada por um processo inflamatório ao nível das fibras musculares. Várias causas foram sugeridas para estas alterações, entre as quais o alto grau de estresse provocado pelo exercício, alterações da microcirculação, produção de metabólitos tóxicos e depleção intramuscular dos substratos energéticos. O rápido desenvolvimento da lesão das fibras musculares e do tecido conjuntivo é acompanhado por uma disfunção e migração de componentes intracelulares para os espaços intesticial e plasmático. O dano muscular está associado com aumentos dos níveis plasmáticos de creatinoquinase (CK) e de lactato desidrogenase (LDH), o que serve como indicador do aumento da permeabilidade celular resultante. A formação de radicais livres e o desencadeamento do processo de peroxidação também contribuem para o dano muscular. Embora o papel do exercício na produção da radicais livres não esteja ainda bem esclarecido, um grande número de autores sugerem que a elevação do consumo de oxigênio durante o exercício induz a produção de radicais livres e outras substâncias oxidantes. Recentemente...