Página 1 dos resultados de 2515 itens digitais encontrados em 0.013 segundos

Influências das normas de gênero na prevenção de Aids: avaliando um modelo educativo para jovens; Influences of gender norms on AIDS prevention: evaluating an educative model for young adults

Antunes, Maria Cristina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/03/1999 Português
Relevância na Pesquisa
66.4%
Estuda as práticas sexuais de risco para a infecção pelo HIV entre jovens (18 a 25 anos) do período noturno de escolas públicas da cidade de São Paulo; avalia os efeitos de um modelo de prevenção segundo variáveis baseadas no Modelo de Redução de Risco em AIDS; analisa diferenças entre os gêneros. Desenvolveu-se um estudo longitudinal, envolvendo 4 escolas divididas randomicamente em grupo-intervenção e grupo-controle. 394 estudantes participaram do baseline, sendo que 77% completaram o questionário pós-intervenção. Desenvolvimento de Oficinas de Sexo Mais Seguro com 4 encontros, de 3 horas cada, onde foram discutidos: o simbolismo da AIDS; percepção de risco; influência das normas de gênero nas atitudes; informações sobre AIDS; corpo erótico e reprodutivo; prazer sexual; negociação do uso do preservativo. Dados do baseline mostraram que a freqüência do uso de preservativo foi baixa entre os jovens que mantiveram relação sexual, e que há diferenças significativas entre os gêneros com relação à sexualidade e aspectos envolvidos na prevenção de AIDS. Ao avaliar as oficinas, observaram-se efeitos estatisticamente significativos entre as mulheres, que tiveram relações sexuais mais seguras, e em algumas variáveis envolvidas com a prevenção da AIDS. As mudanças foram menos significativas entre os homens. Conclui-se que o risco para a infecção pelo HIV pode ser diminuído...

Camisinha, homoerotismo e os discursos da prevenção de HIV/aids; Condom, homoeroticism and discourses on HIV/AIDS prevention

Pinheiro, Thiago Félix
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/06/2015 Português
Relevância na Pesquisa
56.5%
A proposição inicial do uso de camisinha como prevenção de HIV/aids está vinculada à noção de sexo seguro, desenvolvida pela comunidade gay estadunidense no início da década de 1980. No Brasil, o sexo seguro foi incorporado nas primeiras respostas à epidemia e, com o desenvolvimento das ações preventivas, a camisinha foi adotada como a principal estratégia de proteção contra a transmissão do HIV por via sexual. Atualmente, o segmento populacional composto por gays e outros homens que fazem sexo com homens (HSH) configura um dos focos de concentração da epidemia e, portanto, um dos públicos-chave para o direcionamento da prevenção. Este trabalho tem como objetivo recuperar os discursos acerca da camisinha como estratégia de prevenção de HIV/aids entre gays/HSH, construídos pela política pública de saúde e pelos movimentos sociais no Brasil, buscando compreender seus significados no contexto dos impasses enfrentados pela prevenção ao longo de sua história. O estudo é fundamentado nas abordagens construcionistas da sexualidade e utiliza como referências a perspectiva da vulnerabilidade e a teoria dos scripts sexuais. Trata-se de investigação qualitativa, realizada com base em entrevistas em profundidade com 13 pessoas que mantêm/mantiveram envolvimento significativo com o enfrentamento da epidemia de HIV/aids no país e/ou com a reflexão acerca das questões relativas à prevenção...

"The shameless woman" and "the responsible cheater" : analysing gender representations in public service annoucements for HIV/AIDS prevention

Meyer, Dagmar Elisabeth Estermann; Santos, Luís Henrique Sacchi dos; Oliveira, Dora Lúcia Leidens Corrêa de; Wilhelms, Daniela Montano; Hoff, Jeffrey
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.26%
From the perspective of community health agents who work in the Family Health Program in the periphery of Porto Alegre, RS, this article discusses Public Service Announcements that were part of official HIV-AIDS prevention campaigns implemented in Brazil from 1994-2000. The purpose is to contribute to a critical reading of this type of material, considering the gender relations they present. The paper analyzes, from a cultural-analysis focus, discourses that institute two representations: that of “the shameless woman” and of the “responsible cheater”. It argues that representations such as these are produced by the information that supports the prevention campaigns and wind up reiterating gender and sexual behaviors and practices that the campaigns intend to transform or change.

Strengthening Monitoring and Evaluation of HIV/AIDS Components in Road Projects

World Bank
Fonte: World Bank Publicador: World Bank
Português
Relevância na Pesquisa
56.48%
This report aims to strengthen the monitoring and evaluation (M&E) aspects of HIV/AIDS components in road projects. Result-based M&E helps decision makers assess whether and how goals are being achieved over time, while at the same time identify problems that need to be tackled. The report assesses the extent of M&E in current HIV/AIDS components in the portfolio of road projects financed by the World Bank. It provides an overview of work to date to identify core indicators for measuring results of HIV and AIDS prevention, specifically focusing on the monitoring of results of transport related activities, proposing a menu of HIV and AIDS indicators and a sample results framework.

Stimulating Demand for AIDS Prevention : Lessons from the RESPECT Trial

de Walque, Damien; Dow, William H.; Medlin, Carol; Nathan, Rose
Fonte: Banco Mundial Publicador: Banco Mundial
Português
Relevância na Pesquisa
56.45%
HIV-prevention strategies have yielded only limited success so far in slowing down the AIDS epidemic. This paper examines novel intervention strategies that use incentives to discourage risky sexual behaviors. Widely-adopted conditional cash transfer programs that offer payments conditioning on easily monitored behaviors, such as well-child health care visits, have shown positive impact on health outcomes. Similarly, contingency management approaches have successfully used outcome-based rewards to encourage behaviors that are not easily monitored, such as stopping drug abuse. These strategies have not been used in the sexual domain, so this paper assesses how incentives can be used to reduce risky sexual behavior. After discussing theoretical pathways, it discusses the use of sexual-behavior incentives in the Tanzanian RESPECT trial. There, participants who tested negative for sexually transmitted infections are eligible for outcome-based cash rewards. The trial was well-received in the communities, with high enrollment rates and more than 90 percent of participants viewing the incentives favorably. After one year...

Best Practice in Prevention of HIV

World Bank
Fonte: Washington, DC Publicador: Washington, DC
Português
Relevância na Pesquisa
56.35%
Participants from Australia to Zambia attended the HIV prevention works, an official satellite symposium of the Eleventh International Conference on AIDS, held on July 6, 1996 in Vancouver, British Columbia. The symposium highlighted what works in HIV prevention, why sound HIV prevention programs and policies are public investments, and where attention should be directed in the future. This brief encapsulates the lessons learned and recommendations, which, a year later, have not lost their validity or relevance. The symposium was designed to profile international best practices, including models of successful HIV/AIDS prevention programs and policies, and to share and deepen knowledge about those programs and policies. Presentations were made on preventing HIV infection, consequences and conditions of risk, working with individuals and families, working with communities, working with organizational and societal change, and research for prevention evaluation.

Partnerships Against AIDS : A Southern African Experience in Changing Sexual Behavior

Chirenda, Patience; Wilson, David; Dube, Noleen; Mavikeni, Lucy
Fonte: World Bank, Washington, DC Publicador: World Bank, Washington, DC
Português
Relevância na Pesquisa
56.32%
Rates of HIV infection in Southern Africa are reaching levels yet to be reported elsewhere in the world. HIV prevalence rates exceed 30 percent among pregnant women attending urban and peri-urban facilities in Botswana, Malawi, Zambia and Zimbabwe. The highest prevalence rates of HIV infection 40 percent are among pregnant women at 24 and 25 years of age in Harare. Similar rates are believed to exist among military personnel. Like several other regions in the world, the vast majority of infected people in Southern Africa are infected as a result of their sexual behavior. Since sexuality is not easily discussed, changing sexual behavior at the individual level and norms at the community level requires substantial effort. Experience suggests however, that people do change their sexual behavior when empowered with the knowledge, skills and encouragement often provided in AIDS prevention programs.

Traditional Medicine and AIDS

Bodeker, Gerard; Kabatesi, Donna; King, Rachel; Homsy, Jacques
Fonte: World Bank, Washington, DC Publicador: World Bank, Washington, DC
Português
Relevância na Pesquisa
56.32%
The note looks at the work of a regional task force in East, and Southern Africa, established on April 2000 to coordinate activities related to the widespread use of traditional medicine, by people with HIV/AIDS in the region, and on the role of traditional healers in AIDS prevention. The high costs, and scarcity of many essential drugs, including antiretroviral drugs in Africa, means that most people affected by the epidemic, use traditional herbal treatments. At the same time, various agencies, and nongovernmental organizations were leading the development of partnerships between biomedical, and traditional health sectors. Clinical data on herbal treatments effective against herpes, and HIV-associated chronic diseases have been cited, as was preliminary data on herbal medicine that seems to increase CD4-cell counts, conducive to improvements in HIV-related illnesses. However, mutual misunderstanding between modern, and traditional practitioners, and weak organization of healers, contribute to the marginal status of traditional medicine. On reviewing efforts...

Allocating Resources to Control HIV/AIDS in Guangxi Zhuang Autonomous Region : Potential Relevance for China

World Bank
Fonte: Washington, DC Publicador: Washington, DC
Português
Relevância na Pesquisa
56.49%
In recent years, China has dramatically scaled up its response to the HIV/AIDS epidemic. Key steps include the establishment of HIV prevention and control as a priority in the 11th National Five-Year Development Plan (2006-2010), the development of a comprehensive policy framework for HIV/AIDS prevention treatment and care (reflected in the Five-Year action Plan to Control HIV/AIDS 2006-2010), and in March 2006, the issuance of the first legislation directly aimed at controlling HIV/AIDS (Regulations on AIDS prevention and treatment., Decree of the State Council No. 457). Under this framework, China has implemented a number of innovative harm reduction and prevention interventions and significantly strengthened its epidemiological and behavioral surveillance system. In addition, the government has launched a major treatment, care and support initiative (the Four Free and One Care) for poor rural and urban patients. These measures have been accompanied by firm demonstrations of commitment to fighting AIDS by key Chinese leaders.

Möglichkeiten und Bedingungen von HIV/AIDS-Prävention in einem afrikanischen Land am Beispiel Tansania; Capabilities and Conditions of HIV/AIDS Prevention in an African Country using the Example of Tanzania

Bittner, Eva
Fonte: Universität Tübingen Publicador: Universität Tübingen
Tipo: Dissertation; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis
Português
Relevância na Pesquisa
56.49%
Die Kraft des Sports kann Frieden stiften, Begegnung schaffen und Chancengleichheit herstellen. Es sind grundlegende Argumente politischer Legitimationen zur Instrumentalisierung des Sports für entwicklungspolitische Ziele. Politische Deklarationen sehen den Sport darüber hinaus als konkretes Mittel zur HIV/AIDS-Prävention. Ein persönlicher Projektbesuch der Leichtathletik-Trainerausbildung des Deutschen Olympischen Sportbundes in Tansania bestätigte die Notwendigkeit von HIV/AIDS-Präventionsangeboten in afrikanischen Entwicklungsländern wie Tansania. In der entwicklungstheoretischen Diskussion erscheint die Verbindung von HIV/AIDS und Sport erklärungsbedürftig. Doch der moderne Sport verkörpert in Industrieländern die Symbole moderner Gesellschaften und kann ein Katalysator zur Modernisierung von Gesellschaften und zur Erreichung von Entwicklungszielen wie der HIV/AIDS-Bekämpfung sein. Die Ergebnisse zeigen, (1) dass Sport in der HIV/AIDS-Prävention bei jungen Frauen in Tansania zur Bildung von Persönlichkeits-Eigenschaften einen Mehrwert bietet, die für ihr sexuelles Verhalten entscheidend sind. Ebenso eröffnet die Partizipation und die Gleichberechtigung als konstitutive Elemente des Sports eine Chance für Frauen zur Mitbestimmung. Es sind religiöse und traditionelle Hintergründe vor allem bei Frauen muslimischen Glaubens zu berücksichtigen. (2) dass bei jungen Männern Anreize zu schaffen sind...

China : AIDS Expenditure Tracking in Guangxi Zhuang Autonomous Region

China Health Economics Institute; World Bank
Fonte: World Bank, Washington, DC Publicador: World Bank, Washington, DC
Tipo: Economic & Sector Work :: Other Social Protection Study; Economic & Sector Work
Português
Relevância na Pesquisa
56.47%
The Chinese government's spending on HIV/AIDS has increased dramatically in recent years. However, it only accounts for a part of the total resources dedicated to HIV/AIDS. The fragmented nature of HIV/AIDS financing makes it difficult to register the flows of funds in a holistic and useful manner. More importantly, there are questions over the extent to which increased resources for HIV/AIDS have been allocated and utilized in an equitable and effective manner in order to achieve the intended outcomes specified in the Second Five Year Action Plan for HIV/AIDS Prevention and Control (2005-2010). This study was designed to gain a better understanding of possible impediments to an effective local HIV/AIDS response. It mainly focused on: (a) assessing different aspects of HIV/AIDS financing such as sources of financing, HIV/AIDS related services and their providers being financed, and beneficiaries; (b) estimating households out of pocket spending on HIV/AIDS; and (c) identifying bottlenecks preventing the effective and equitable utilization of existing HIV/AIDS resources.

The Potential Demand for an HIV/AIDS Vaccine in Brazil

Dutilh Novaes, Hillegonda Maria; Luna, Expedito J.A.; Goldbaum, Moises; Kilsztajn, Samuel; Rossbach, Anaclaudia; de la Roca Carvalheiro, Jose
Fonte: World Bank, Washington, DC Publicador: World Bank, Washington, DC
Tipo: Publications & Research :: Policy Research Working Paper; Publications & Research
Português
Relevância na Pesquisa
56.32%
This study assesses the potential demand by the public sector for a preventive HIV/AIDS vaccine in Brazil and the costs of alternative strategies for a vaccination program. Brazil has a mature AIDS epidemic: the percent of the population living with HIV or AIDS (about 0.6 percent of adults) is not as high as in other severely affected developing countries, but infection rates in specific risk groups in the population are very high and HIV has spread beyond these groups into the general population of low-risk individuals. Preventive HIV/AIDS vaccines are still in the testing stage. The characteristics of the first vaccines developed, in terms of their efficacy, duration of effectiveness, ease of administration, and price, are still unknown. But the potential benefits of such a vaccine in Brazil would be high. The study reviews the cost and impact of HIV/AIDS in Brazil, in terms of disease and economic burden, as a proxy for the benefits of an HIV/AIDS vaccine. The epidemiology of AIDS and Brazil's experience with immunization coverage with other vaccines are used to assess the number of vaccines...

Avaliação da implantação de atividades de prevenção das DST/AIDS na atenção básica: um estudo de caso na Região Metropolitana de São Paulo, Brasil; Evaluating the implementation of STD/AIDS prevention activities in primary health care facilities: a case study in Greater Metropolitan São Paulo, Brazil

FERRAZ, Dulce Aurélia de Souza; NEMES, Maria Ines Battistella
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
56.38%
Desde os anos 1990, a incorporação da prevenção das DST/AIDS na atenção básica é internacionalmente recomendada. No Brasil, investimentos para essa incorporação vêm sendo feitos pelo Ministério da Saúde. Esta pesquisa realiza uma avaliação da implantação dessas atividades, mediante estudo de caso em profundidade, realizado numa unidade de saúde da família da Região Metropolitana de São Paulo. Analisam-se o conjunto das atividades da unidade e aquelas específicas de prevenção das DST/AIDS, por meio de observações diretas e entrevistas semi-estruturadas com profissionais do serviço. Verifica-se que o perfil tecnológico da unidade se assemelha ao dos tradicionais serviços da atenção básica brasileiros, apresentando limitado potencial de concretização do princípio da integralidade. Incorporam-se atividades de prevenção das DST/ AIDS, porém esvaziadas de importantes sentidos tecnológicos, como o diálogo e a atenção à singularidade dos usuários. Esta e outras características revelam um tensionamento entre as propostas tecnológicas do programa e o perfil tecnológico atual da atenção básica. Entretanto, a explicitação desse tensionamento pode favorecer a reflexão sobre novos valores no cotidiano da atenção básica...

PREVENÇÃO DA AIDS - USO DE PRESERVATIVO E PERCEPÇÕES DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS; AIDS PREVENTION - CONDOM USE AND PERCEPTIONS AMONG COLLEGE STUDENTS

Temporini, Edméa Rita; Bandeira, Antonio Carlos Albuquerque; Medeiros, Maria do Carmo
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/09/1999 Português
Relevância na Pesquisa
56.34%
Modelo do estudo: Pesquisa analítica. Objetivos: 1) Conhecer percepções e conduta de estudantes universitários, relacionadas ao uso de preservativo para evitar a AIDS; 2) subsidiar o planejamento de intervenções educativas. Métodos: Elaborou-se questionário auto-aplicável, com base em estudo exploratório. A amostra foi composta por estudantes de facudades de três cidades do Estado de São Paulo, Brasil, e obtida por critério de conveniência. Resultados: Integraram a amostra setecentos e onze (711) estudantes que apresentaram as seguintes características: 43,0% do sexo masculino e 57,0% do sexo feminino, idades entre 17 e 32 anos, 65,4% dos homens e 43,9% das mulheres declararam terem tido relação sexual. A maioria revelou grau reduzido ou médio de percepção do risco de contrair AIDS; estudantes de ambos os sexos manifestaram desconfiança em relação à eficácia de medidas preventivas. Relataram baixa credibilidade no uso de preservativo e alto grau de confiança em parceiro sexual conhecido, para evitar a AIDS. Conclusão: Considera-se necessário incrementar a realização de pesquisas de componentes sociais e culturais associados à conduta de risco, a fim de direcionar o planejamento de intervenções educativas com vistas ao controle da epidemia de AIDS.; Study design: Analytical survey. 1) To get knowledge on college students’ perceptions and behavior concerning condom use for AIDS prevention; 2) to provide subsides for planning educational interventions. Methods: An exploratory study preceded the elaboration of the self-administered questionnaire employed for data collection. College students from three different cities of the State of São Paulo...

PREVENÇÃO DA AIDS ENTRE ESTUDANTES UNIVERSITÁTRIOS: EXISTE INFLUÊNCIA DOS PARES?; AIDS PREVENTION AMONG COLLEGE STUDENTS: DO THEIR PEERS INFLUENCE THEM?

Gil, Antonio Carlos; Temporini, Edmea Rita
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2000 Português
Relevância na Pesquisa
56.35%
Modelo do estudo: Transversal analítico. Objetivo do estudo: Verificar percepções de estudantes da Grande São Paulo acerca de comportamentos de risco assumidos por seus pares, grau de risco dos colegas de contrair aids, sua competência para usar preservativo e situações em que aceitam a influência de seus pares na prevenção da aids. Metodologia: Foi elaborado um questionário auto-aplicável, após estudo exploratório. A amostra foi constituída por 1039 estudantes universitários, solteiros, de instituições particulares de ensino da Região da Grande São Paulo, obtida por critério de conveniência. Resultados: Em relação a comportamentos de risco assumidos por colegas, 56,2% dos homens e 56,4% das mulheres referem uso eventual de preservativo. Sexo com muitos parceiros foi admitido por 12,2% dos homens e 5,7% das mulheres. Quanto ao proprio risco de contrair aids, foi baixo o grau de percepção e menos acentuado entre as mulheres. Conclusões: Apesar de reconhecerem o uso de preservativo pelos pares a fim de evitar a aids, parece haver alguma incoerência nas percepções próprias acerca dos riscos de contrair aids, e nas dos colegas.; Study design: Analytical surgery. Study purpose: To check on the students’perceptions living in the Great São Paulo...

Prostituição juvenil feminina e a prevenção da Aids em Ribeirão Preto, SP; Female juvenile prostitution and AIDS prevention programs in Brazil

Simon, Cristiane Paulin; Silva, Rosalina Carvalho da; Paiva, Vera
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/.pdf
Publicado em 01/08/2002 Português
Relevância na Pesquisa
56.42%
OBJETIVOS: Investigar as percepções sobre a Aids para o desenvolvimento de programas de prevenção de Aids com a prostituição juvenil feminina. MÉTODOS: Foram entrevistadas 13 jovens com idades entre 18 e 21 anos, que trabalham como prostitutas na cidade de Ribeirão Preto, por meio de um roteiro semi-estruturado com questões referentes a: dados sociodemográficos; conhecimentos sobre Aids; comportamentos sexuais; tipos de relacionamentos com clientes, namorados ou companheiros; e sugestões para programas de prevenção de doenças sexualmente transmissíveis (DST) e Aids. RESULTADOS: Embora todas as entrevistadas tenham demonstrado conhecimento sobre HIV e práticas sexuais seguras, essas informações se contradizem com a crença no destino como o determinante para a infecção pelo HIV, bem como com a busca de afetividade nos relacionamentos, seja com o companheiro, namorado ou cliente fixo. Essas contradições agem como possíveis fatores impeditivos para adoção de comportamentos preventivos consistentes. CONCLUSÕES: As estratégias de prevenção para o HIV e a Aids devem levar em consideração que é necessário criar espaços nos quais se possibilitem a discussão e reflexão, que facilitem a clarificação de crenças e concepções que ainda fazem parte do imaginário social desse segmento social sobre a Aids. Também são necessárias discussões sobre os envolvimentos afetivos que são percebidos como relacionamentos imunes...

Atividades educativas na prevenção da AIDS em uma rede básica municipal de saúde: participação do enfermeiro; Actividades educativas en la prevención del SIDA en una red básica municipal de salud: participación del enfermero; Educational activities on AIDS prevention in a municipal basic health unit: nurse participation

Torres, Gilson de Vasconcelos; Enders, Bertha Cruz
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/1999 Português
Relevância na Pesquisa
66.4%
Estudo exploratório descritivo, com abordagem qualitativa, que objetivou caracterizar a atuação educativa dos enfermeiros que implementam o programa de prevenção e controle das DSTs/AIDS do município de Natal/RN, realizada nas unidades básicas de saúde, com 10 (dez) enfermeiras que atuavam desenvolvendo ações educativas na prevenção da AIDS. Utilizou-se um roteiro de entrevista estruturado. Para a análise dos dados utilizou-se a técnica de análise de conteúdo. Identificou-se que a maioria dos enfermeiros entenderam a educação em saúde como sendo repasse de informações, o programa de prevenção da AIDS possuía uma ação insuficiente, com ausência de estrutura no serviço e omissão da SMS quanto ao apoio institucional. As atividades no programa, eram tradicionais, pouco abrangentes, esporádicas e sem recursos materiais e humanos capacitados.; Este es un estudio exploratorio descriptivo, con una abordaje cualitativa, que tuvo como objetivo caracterizar la actuación educativa de los enfermeros que implementan el programa de prevención y control de las ETS y SIDA en la ciudad de Natal (RN). Fue realizado en las unidades básicas de salud, con 10 (diez) enfermeros que actuaban desarrollando acciones educativas en la prevención del SIDA. Se utilizó una guía de entrevista estructurada. Para el análisis de los datos se utilizó la técnica de análisis de contenido. Se identificó que la mayoría de los enfermeros entendieron la educación en salud como un repaso de las informaciones...

O Movimento Negro do ABC Paulista: diálogos sobre a prevenção das DST/aids; Black Movement in São Paulo ABC Region: dialogues on STD/AIDS prevention

Spiassi, Ana Lucia; Faustino, Deivison Mendes; Viso, Ana Teresa Rodriguez; Cavalheiro, Larissa Ottati; Vichessi, Débora Fernanda; Sant'Anna, Virginia; Akerman, Marco
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
56.41%
OBJETIVO: Apresentar a avaliação realizada sobre as possibilidades de integração entre as agendas do movimento negro e a prevenção das DST/aids. METODOLOGIA: Utilizou-se o instrumento qualitativo chamado de Panel Delphi, dada a sua flexibilidade de consultas. Foram cadastradas 135 entidades do movimento negro, tendo 41 delas aceitado a proposta de participar do painel de questões. O projeto foi extensivo aos sete municípios da região do ABC paulista, sendo que 32,8% do total da população da região é composta de pretos e pardos. RESULTADOS: O grupo de 41 entidades participantes propôs-se a atuar em ações de prevenção das DST/aids diretamente (agregando-as às suas atividades cotidianas), ou indiretamente (através de ações de controle social) e avaliou a necessidade de um entendimento sócio-histórico da vulnerabilidade da população negra, em relação não somente à prevenção de DTS/aids, mas também da saúde como um todo e da totalidade da vida: "[...] a história do negro é de desumanização, negação da condição de ser humano, que expõe os negros a qualquer doença. A informação fica sem credibilidade vinda dessa maneira. O negro precisa ser visto como ser pleno." (1.10.1). CONCLUSÕES: O racismo vivenciado tem impacto nas condições de acesso à saúde e tem se refletido na maior vulnerabilidade de homens e mulheres negros para a infecção de HIV. Os elementos de afirmação da identidade racial contribuem para a promoção da saúde da população negra. Ações conjuntas entre os serviços de saúde e o movimento social possibilitam condições de fortalecimento de uma política de enfrentamento das DST/aids entre as negras e os negros brasileiros.; OBJECTIVE: To present the integration possibility evaluation (between the agendas of the black movement with the themes of health...

Representaciones y comunicaciones sobre prevención del VIH/SIDA en ambiente popular; Representações e comunicações sobre prevenção ao HIV/aids em meio popular; Representations and communications about HIV/aids prevention in ordinary popular environment

de Souza Filho, Edson Alves; UFRJ; Beldarrain-Durandegui, Angel
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 05/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
66.28%
 O objetivo deste trabalho foi verificar correspondências entre identidade sexual, prática sexual e preventiva, incluindo modo de persuasão usado para convencer o(a) parceiro(a) sexual sobre o uso de preservativo. Aplicamos questionários em escolas públicas de Brasília a respeito desses assuntos. Analisamos as respostas à luz da abordagem das representações sociais. Participaram da pesquisa 291 jovens. Mulheres casadas ao descreverem-se em termos de identidade sexual tenderam a ressaltar mais normas sociais, enquanto as solteiras mencionaram mais práticas sexuais. A ameaça para o uso do preservativo foi mais usada entre solteiros, mas as mulheres solteiras também usaram a sedução. Enfim, mulheres solteiras empregaram mais imposição que as casadas, mas os homens solteiros utilizaram o dobro desta forma (14,64%).Palavras-chave: representações sociais; prevenção ao HIV/aids; identidade sexual.;  We aimed at verifying correspondences between sexual identity, sexual and preventive practices, including means of persuasion used to talk the sexual partner into using condoms. Questionnaires revolving around these questions were applied in public schools of Brasilia. We analyzed answers in the light of the social representations’ approach. Participants in the research were 291 youngsters. When describing themselves in terms of sexual identity...

Contribuições das representações sociais ao estudo da aids; Contributions of social representations to the study of aids

Barbará, Andréa; Sachetti, Virginia Azevedo Reis; Crepaldi, Maria Aparecida
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 04/04/2006 Português
Relevância na Pesquisa
56.37%
O presente artigo tem o objetivo apresentar um breve histórico da aids relacionando os aspectos médicos da doença aos fenômenos sociais, destacando as implicações e conseqüências para o indivíduo de ser portador de uma doença estigmatizante. O assunto foi tratado a partir do referencial teórico da psicologia social, em especial da teoria das representações sociais. Alguns conceitos teóricos necessários para a compreensão do tema também foram abordados: epidemia, prevenção e atitudes. Foram ainda identificadas as pesquisas atuais na área, bem como o enfoque das campanhas de prevenção e a contribuição da teoria das representações sociais para o estudo da doença. Assim, para que seja possível refletir sobre a disseminação da aids devem-se considerar as transformações desta epidemia na sua história, principalmente em relação às formas de transmissão, às tendências de instabilidade e vulnerabilidade da doença, e também aos significados construídos para enfrentar essa realidade. Palavras-chave: representações sociais; AIDS; prevenção.; The present article aims to present a brief history of AIDS...