Página 1 dos resultados de 487 itens digitais encontrados em 0.015 segundos

O papel da agenda 21 local na promoção da sustentabilidade: o caso do município de Alfândega da Fé

Fonseca, Margarida Manuel Reboredo da
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
66.45%
O presente projeto teve como principal foco a Agenda 21 Local, a qual deve ser adotada pelos municípios, com intuito de melhorar a qualidade de vida de cada cidadão, satisfazendo as suas necessidades sem comprometer as gerações vindouras. A participação e o envolvimento da comunidade é a chave para alcançar o desenvolvimento sustentável. Por isso, é fundamental obter a colaboração ativa dos agentes dinamizadores da comunidade, para que contribuam e se envolvam na tomada de decisão local, de forma a criar estratégias a longo prazo. O concelho de Alfândega da Fé está marcado, atualmente, por problemas de desertificação humana, com um índice de envelhecimento populacional elevado, dificuldade em fixar os jovens e com escassos recursos económicos. Porém, é também um concelho com um património natural e cultural interessante, com potencialidades para assegurar uma boa qualidade de vida a quem escolha ali viver. Estas características remetem para a necessidade de criação de novas estratégias, que inflitam as fragilidades reconhecidas e contribuam para um desenvolvimento sustentável e harmonioso, o que pode ser alcançado com a adoção dos parâmetros de uma Agenda 21 Local. Foi com base nesta questão, essencialmente prática...

Roteiro para a elaboração da Agenda 21 - Local em Almeirim

Silva, João Manuel Sousa da
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.46%
Dissertação de Mestrado em Cidadania e Ambiental e Participação apresentada à Universidade Aberta; A origem deste trabalho, fundamentou-se na necessidade de chamar à atenção dos parceiros sociais e da população em geral, da importância da implementação de uma AGENDA 21 LOCAL em Almeirim. Esta deve ser construída de uma forma sistematizada com a adopção de metodologias participativas e sustentáveis. Como o sucesso da sua implementação, depende muito do empenhamento dos seus cidadãos, torna-se necessário atrair o maior número de participação possível. Assim, seguindo a linha do pensamento que está por detrás dos princípios que reguem a implementação da Agenda 21 local, pretendeu-se em primeiro lugar saber a opinião dos actores chave do concelho, para tal procedeu-se à identificação dos diferentes actores-chave existentes no concelho de Almeirim e à sua selecção para a realização de 10 entrevistas qualitativas que foram gravadas, com o consentimento dos mesmos. Após transcrição integral do seu conteúdo, foram sujeitas a análise descritiva de natureza interpretativa, sobre as questões mais importantes e relevantes para este trabalho. Para além de se recolher informação junto dos diferentes actores chave...

Educação ambiental: agenda 21 nas escolas públicas estaduais do tocantins – Brasil

Japiassu, Yara Gomes Corrêa
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
66.41%
A crise ambiental, econômica e social vigente, decorreu da transição de paradigmas da relação entre o homem e a natureza, perpassando pela visão natural, racional e históricosocial. Gerou impactos sem precedentes na história, ocasionou a busca de um novo paradigma para solucioná-la. A Educação Ambiental pretende formar cidadãos que garantam o desenvolvimento centrado na sustentabilidade da Terra. As políticas públicas devem buscar atender à nova ordem. A Agenda 21 Global visa garantir a sustentabilidade planetária, prevendo a formação da Agenda 21 Nacional e Local. No Brasil, o MMA e o MEC lançaram o Programa Vamos Cuidar do Brasil com as Escolas que prevê a elaboração da Agenda 21 Escolar. Objetivamos analisar e descrever o processo de construção e implementação da Agenda 21 Escolar no Tocantins. Utilizamos: análise documental, pesquisa qualiquantitativa e posterior triangulação dos dados. Concluímos que a Agenda 21 Escolar não é uma realidade em todas as escolas públicas tocantinenses. Percebemos que a política pública federal de educação ambiental consegue sensivelmente mobilizar as escolas tocantinenses para a construção de suas Agendas 21, porém não viabiliza sua implementação. Sugerimos a implantação de programas estaduais para preencher esta lacuna e consolidá-la e prepararmos o Tocantins para um futuro melhor.; Orientador: Manuel Tavares Gomes Co-Orientador: António Teodoro

"Agenda 21 local: desafios da sua implementação, experiências de São Paulo, Rio de Janeiro, Santos e Florianópolis"

Kohler, Maria Claudia Mibielli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/02/2003 Português
Relevância na Pesquisa
66.55%
A Agenda 21, apresentada neste trabalho, foi um dos principais resultados da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento – CNUMAD, Rio-92. Com o objetivo de analisar a experiência de quatro cidades brasileiras, duas metrópoles – São Paulo e Rio de Janeiro – e duas cidades litorâneas de médio porte – Santos e Florianópolis – no desenvolvimento de suas Agendas 21 Locais, procurou-se caracterizar os processos empregados em sua construção. Para isso, utilizaram-se como instrumentos metodológicos a pesquisa bibliográfica, a pesquisa documental, e a entrevista com a aplicação de formulário semi-estruturado. A Cidade de São Paulo foi a primeira capital brasileira a iniciar o processo de construção da Agenda 21 Local, incorporando setores governamentais, não-governamentais e sociedade civil, em momentos distintos. Na Cidade do Rio de Janeiro foi o Fórum 21 o responsável pelo desenvolvimento da Agenda 21. Já a Agenda 21 Local de Santos teve início com o apoio do International Council for Local Environmental Initiatives - ICLEI. O Município de Florianópolis iniciou seu processo de discussão da Agenda 21 Local com a realização de um Seminário, criando-se, então, o Fórum Agenda 21 Local do Município de Florianópolis. As cidades de São Paulo...

A aplicabilidade da Agenda 21 empresarial na agência de Entre Rios

Schust, Irene Maria Scorsim
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.49%
O objetivo principal desta monografia é identificar o desempenho do Banco do Brasil na Agência de Entre Rios nas questões relacionadas ao compromisso firmado perante a Agenda 21. A pesquisa, de cunho quantitativo, visou identificar o desempenho do Banco do Brasil na Agência de Entre Rios nas questões relacionadas ao compromisso firmado perante a Agenda 21. Para tanto, adotou-se o método do estudo de caso, onde foram coletados os dados, a partir de aplicação de questionários aos funcionários e clientes da agência de Entre Rios. A Agenda 21 tem o condão de orientar a população, nas áreas em que há impacto ambiental, da necessidade de desenvolver um padrão novo para o desenvolvimento sustentável (dimensões social, econômica e ambiental). O Banco do Brasil se comprometeu com a assunção de responsabilidades sócio-ambientais, voltadas ao desenvolvimento regional sustentável. Este compromisso com a Agenda 21 e o Banco do Brasil denominou-se Agenda 21 Empresarial. Diante destas propostas assumidas, o papel das agências é fundamental, mas o importante neste ensaio é o desenvolvimento de políticas que priorizem o desenvolvimento sustentável na Agência de Entre Rios, ou seja, sua aplicabilidade que evidencie o meio ambiente a sociedade e a economia.; The on purpose central of this work is detecting the performance of the bank from the Brazil at the Agency from among Rivers at the questions mentioned to the appointment assumed name pear the agenda 21. The search...

Análise socioambiental da cidade de Juazeiro do Norte: subsídios para a construção da Agenda 21 local

Pereira, Cieusa Maria Calou e
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 156 f. : fots., gráfs., il.
Português
Relevância na Pesquisa
66.45%
Pós-graduação em Geografia - IGCE; A presente pesquisa é uma análise socioambiental da cidade de Juazeiro do Norte, nas áreas de saneamento e saúde, com o objetivo de estudar soluções para cada setor e, a partir daí, apresentar propostas como subsídios para a elaboração da Agenda 21 Local. Dessa forma, tem como objetivos específicos discutir as propostas das Agendas 21 Global, Brasileira e Local; identificar as características do município estudado, destacando sua evolução urbana e populacional; realizar levantamento de informações sobre a questão do saneamento ambiental e da saúde pública da população e, por fim, apresentar propostas para a Agenda 21 Local. Trata-se de uma pesquisa de campo, descritiva, que, com a colaboração de órgãos públicos como IBGE, Secretaria de Saúde do município, CAGECE, reuniu informações sobre evolução urbana, crescimento populacional, abastecimento de água e condições de saúde da população da cidade. Também utilizou questionários estruturados e semiestruturados aplicados junto à comunidade de seis bairros de Juazeiro do Norte, visando verificar a questão do saneamento ambiental e saúde pública e, a partir das informações levantadas, elaborar propostas para a Agenda 21 do município. Ressalta-se que o setor de saneamento ambiental é deficiente...

Implantação da Agenda 21 Local: Estudo de Caso no Município de Florianópolis

Velloso, Thiago de Moraes Garcia
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 105 f.
Português
Relevância na Pesquisa
66.42%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Curso de Administração.; O crescimento ilimitado do modo de produção capitalista e a organização social que deste advém, contribuíram paulatinamente para o agravamento dos problemas ambientais. nesse contexto de degradação crescente e de efeitos imprevisíveis que o Desenvolvimento Sustentável surge, como modelo de gestão que inclui a preservação ambiental, como alternativa para prover uma maior qualidade de vida. Na Conferencia conhecida como Eco-92, a comunidade internacional elaborou e aprovou um documento denominado Agenda 21, o qual propõe uma série de ações com o intuito de promover as mudanças dos padrões atuais de desenvolvimento, garantindo um ambiente saudável e mais equilibrado As gerações futuras, sob o ponto de vista ecológico, econômico, histórico e cultural. A Agenda 21 Global, em seu capitulo 28, convoca diretamente as autoridades locais de cada pais a darem inicio a um processo de construção de Agenda 21 Local. A A21 Local tem um importante papel para o inicio da conscientização, tanto do governo como da sociedade civil, pois convoca a participação dos cidadãos para uma gestão democrática no campo das políticas públicas locais...

A agenda 21 local nos municípios portugueses

Álvares, Maria Manuela de Carvalho
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 29/06/2009 Português
Relevância na Pesquisa
66.49%
Dissertação de Mestrado - Área de Especialização Administração Pública; A agenda 21 é um documento que contém compromissos assumidos entre os países participantes da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, realizada no Rio de Janeiro em 1992, para a mudança do padrão de desenvolvimento no século XXI. A ideia fundamental era tornar possível a construção de um plano de acção e um planeamento participativo global, nacional e local capaz de permitir um novo paradigma de desenvolvimento. Os municípios, a nível individual ou organizados em associações, por estarem mais perto dos problemas e soluções têm um papel crucial na construção e implementação das Agendas 21 Locais, através do envolvimento dos cidadãos e stakeholders, e com o objectivo comum de atingir um desenvolvimento sustentável. A Agenda 21 Local difundiu-se essencialmente através da prática e das campanhas organizadas por um organismo internacional, o ICLEI (International Council for Local Environmental Iniciatives) que desenvolveu uma estrutura para orientar os governos e as comunidades locais nos seus planos de acção para o desenvolvimento sustentável. O presente trabalho teve como objectivo geral avaliar a situação das Agenda 21 Local nos municípios portugueses...

Agenda 21 local: o caso de estudo do Norte Alentejano

Sousa, Maria José Almeida Dias de, 1971-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
66.41%
Tese de mestrado. Ciências e Tecnologias do Ambiente. Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2009; A presente dissertação tira partido do trabalho realizado em Agendas 21 Locais em que a autora participou e que foi desenvolvido ao longo de cerca de dois anos em doze municípios do Norte Alentejano. Este trabalho revisita o processo identificando os principais pontos fortes e fracos e os efeitos decorrentes da Agenda. Para tal, recorre a um conjunto de entrevistas aos líderes políticos e técnicos locais envolvidos no processo. Existe um importante consenso que o desenvolvimento sustentável não conseguirá ser alcançado sem a participação dos actores locais. De facto, tem-se argumentado que o planeamento e a tomada de decisão devem ser estratégicos e participados. A Agenda 21 Local (A21L) é um meio para alcançar este desígnio e o esforço feito por cada município para o atingir pode ser medido através do seu grau de implementação (Garcia-Sanchéz & Prado-Lorenzo, 2009). O Norte Alentejano é um território rural com problemas de desertificação humana e elevado envelhecimento populacional, níveis de escolaridade baixos, incapaz de fixar os mais jovens e qualificados e com escassos recursos. Estas características do território são vistas como factores críticos para a implementação deste tipo de processos (Kern et al....

Reinventar a democracia pela sustentabilidade: o desafio da Agenda 21 Local na promoção da participação pública – O caso de Vila Franca de Xira –

Pereira, Luís Capucha
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 18/07/2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.45%
Mestrado em Sociologia; A emergência de um novo paradigma de desenvolvimento, o do Desenvolvimento Sustentável, vulgarizado em 1987 através do Relatório Brundtland “O Nosso Futuro Comum”, surge num contexto de crescente consciencialização das populações face às prementes questões ambientais e sociais que assolam a humanidade. Inerente à promoção deste conceito está o de participação pública, que permite institucionalizar, em diversas esferas de governo, a actuação directa dos cidadãos, organizados ou não, na decisão dos interesses da sociedade. A participação, surgindo como contraponto ou complemento dos processos da democracia representativa, é uma questão central da promoção da sustentabilidade. No centro da investigação que levámos a cabo, está a Agenda 21 Local, enquanto processo que prevê a elaboração de um Plano de Acção multissectorial, envolvendo os vários sectores da comunidade, por forma a implementar a sustentabilidade a nível local. No caso concreto da Agenda 21 Local de Vila Franca de Xira, através da aplicação de inquéritos aos participantes nas sessões públicas realizadas, procurou-se descortinar um perfil de participação e o potencial efectivo de utilização da deste processo para a configuração de uma democracia mais participativa. A Agenda 21 Local...

Agenda 21 : um estudo da percepção de gestores e lideranças comunitárias sobre o Programa nas comunidades de Olinda em Pernambuco

Barbosa Pontes, Simone; Wanderley Lubambo, Cátia (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
66.38%
O escopo do estudo tem como objetivo compreender a percepção dos moradores, gestores e lideranças de comunidades de Olinda sobre a implementação da Agenda 21 no município. A base da fundamentação teórica é a percepção do autor PENNA. E sendo assim a metodologia é análise de conteúdo que possibilita as comparações das categorias em foco de estudo. O espaço de investigação foram as RPAs 2 e 3 nos Bairros de Alto da Conquista, Águas Compridas, Sapucaia de Dentro, Peixinhos e Sítio Novo.O principal instrumento de coleta de dados foi à realização de entrevistas semi-estruturadas para observar as perspectivas de captar possíveis mudanças na percepção dos indivíduos através de suas experiências e vivências sobre o programa Agenda 21. Foram feitas entrevistas com os seguintes gestores: a Prefeita de Olinda, os Secretários de Planejamento e Planejamento Estratégico do município, com a coordenadora do Fórum da Agenda e o Diretor da Secretaria do Fórum da Agenda, e assim também com 13 lideranças comunitárias nos equipamentos sociais de educação, saúde, ONGs e Associações Comunitárias. As mesmas foram elaboradas com o intuito de verificar como as comunidades vêem a Agenda e quais as reais mudanças que já se podem verificar nas populações assistidas desde sua implementação até agora. O estudo traz uma comparação entre a percepção dos gestores do projeto e os dados coletados nas entrevistas feitas com as lideranças das comunidades escolhidas para estudo. A realização dessa pesquisa possibilitou várias respostas sobre questões sociais...

Agenda 21 local: consolidando as bases para o desenvolvimento sustent?vel da minera??o em pequena escala.

Oliveira, Luciano Batista de
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Mineral. Departamento de Engenharia de Minas, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Mineral. Departamento de Engenharia de Minas, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.42%
A presente disserta??o estuda o processo de implanta??o do Projeto Global da Agenda 21 na hist?rica Ouro Preto, Estado de Minas Gerais, como parte do Programa de Extens?o da Universidade Federal de Ouro Preto. O ciclo do ouro, no Brasil, constituiu a maior produ??o do metal na hist?ria do mundo, fazendo de Ouro Preto a capital do Estado de Minas Gerais e o principal centro econ?mico, pol?tico e cultural da ?poca. Isso porque o ouro extra?do entre 1700 e 1770 era equivalente ? produ??o inteira da Am?rica, da descoberta at? 1850, ou ? metade da produ??o mundial dos s?culos XVI, XVII e XVIII. Portanto a hist?ria da cidade e da regi?o que a circunda est? estritamente ligada ? minera??o, desde a primeira corrida do ouro, na ?ltima d?cada do s?c 17. Mesmo assim, Ouro Preto sofreu revezes econ?micos, ciclo representado pela exaust?o de reservas de ouro no fim do s?culo XVIII, e pela transfer?ncia da capital do Estado para Belo Horizonte, no fim do s?culo XIX. Hoje a cidade, declarada Patrim?nio Cultural da Humanidade pela UNESCO, tem economia muito diversa, cujas bases s?o o turismo, a educa??o (valorizada com a Universidade Federal de Ouro Preto, o Centro Federal de Educa??o Tecnol?gica de Ouro Preto e a Funda??o de Artes de Ouro Preto) e a ind?stria...

O local e o global na periferia da globaliza????o: a Agenda 21 como alternativa democr??tica na Regi??o Sul do Rio Grande do Sul (Pelotas, S??o Jos?? do Norte e S??o Louren??o do Sul); The Local and the Global in the outskirts of Globalization: Agenda 21 as a democratic alternative in the southern region of Rio Grande do Sul (Pelotas, S??o Jos?? do Norte and S??o Louren??o do Sul).

MIRANDA, Sandro Ari Andrade de
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Ci??ncias Huamnas; Programa de P??s-Gradua????o em Ci??ncias Sociais; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Ci??ncias Huamnas; Programa de P??s-Gradua????o em Ci??ncias Sociais; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.42%
Globalization is a process of intensification of relations on a global scale that related to the ecological crisis, causing major social, environmental and economic issues, calling into question the current development model. As a counterpart of this situation, several alternatives are being built locally, with particular reference to Agenda 21, participatory mechanism, arising from an agreement signed by 179 countries at the National Conference of the United Nations for Sustainable Development 1992 in Rio de Janeiro . The present study had as its central theme the construction of sustainable alternative development, based on participatory democratic processes in cities located in peripheral region, within the context of economic, social and political globalization. In the specific case, Southern S??o Louren??o do Sul and S??o Jos?? do Norte. The practical reality of the cities studied, it was found that all cases had the initiative of the municipality, and the results point to the political marginalization of Agenda 21 within the municipal administrative structure, the same spot with a share of the population in their development, being limited to environment policy. This marginalization is reinforced by the discontinuity government. In all cases...

Processo participativo da população na construção da agenda 21 local:o caso de Parnamirim

Macedo, Júlio César de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais; Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais; Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.51%
One of the agreements assumed at the conference of the United Nations for the Environments and Development which took place in Rio de Janeiro in 1992; through Global Agenda 21, was that the signatory countries would create a national Politics of sustainable development, by means of their national Agenda 21. Demonstrating the relevance of municipal districts and the local communities, during the definitions of new development standards compromised to the transformation of the society, socia1ly and environmentally well-balanced world, it was also agreed on that places under the responsibilities of the municipal districts would promote their own local Agenda 21. We need to point out though that the government has the prerogative and the responsibly of facilitating the population participation process in the construction of national and local Agenda. This made it possible again, to plan the scheming process directly towards the insertion of population participation at the different levels, involving the entire local sectors while establishing a new local partnership through the local municipal government. Thus, we decide to verify the participation of the population in the construction of their local Agenda 21, choosing for the study case Parnamirim municipality from RN. The question which originated the objectives and analysis was formulated on the following terms: Up to which stage was the process of population participation effective in the elaboration of Parnamirims's local Agenda 21? Based on this uneasiness...

Agenda 21 nacional e indicadores de desenvolvimento sustentável: contexto brasileiro; National agenda 21 and sustainable development indicators: the brazilian context

MALHEIROS, Tadeu Fabricio; PHLIPPI JR., Arlindo; COUTINHO, Sonia Maria Viggiani
Fonte: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.Associação Paulista de Saúde Pública. Publicador: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.Associação Paulista de Saúde Pública.
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.46%
Respondendo às crescentes pressões da sociedade civil organizada para implementação de diretrizes estabelecidas nos instrumentos de comprometimento internacionais voltadas à promoção do desenvolvimento sustentável, estados nacionais vêm elaborando suas estratégias e planos de desenvolvimento sustentável. Esforços também vêm sendo dispensados na proposição de indicadores para acompanhar resultados e impactos na implementação de políticas. Em 2002, o Brasil aprovou sua Agenda 21, elaborada por meio de processo participativo, que é uma experiência significativa num contexto de grande diversidade social, ambiental e econômica, embora o Governo brasileiro não tenha ainda um sistema consolidado de monitoramento e avaliação da Agenda 21 brasileira. Seguindo orientação e incentivo da Comissão de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) publicou em 2002 os Indicadores de Desenvolvimento Sustentável - Brasil 2002. Apesar de ambos os esforços terem se desenvolvido em momentos concomitantes e possuírem como foco a mesma temática - desenvolvimento sustentável do Brasil - a não priorização da integração desses processos gerou lacunas no conjunto de indicadores...

Projeto Rondon: extensão universitária e Agenda 21 na Amazônia; Rondon Project: university extension and Agenda 21 in the Amazonia; Proyecto Rondon: extensión universitaria y agenda 21 en Amazonia; Projet Rondon: extension de l'université et Agenda 21 Local

FANTIN, Jader Tadeu
Fonte: Universidade Católica Dom Bosco Publicador: Universidade Católica Dom Bosco
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.47%
Este texto faz uma reflexão da participação de uma equipe acadêmica no Projeto Rondon, no ano de 2008, em Mocajuba-PA. As atividades realizadas se pautaram em estratégias de concepção e de gestão dos processos e das políticas de desenvolvimento, tendo como referenciais os princípios da Agenda 21 Local. Apoiado nos componentes epistêmicos do campo do Desenvolvimento Sustentável, busca enfocar a abordagem político-pedagógica feita junto à comunidade local e suas perspectivas transformadoras.; This paper is referred to the results of the activities developed by an academic team in the Rondon Project, in 2008, in the Mocajuba-PA. The activities carried out were grounded on strategies of conception and management of development processes and policies, having as reference the principles of the Local Agenda 21. Supported by the epistemic components of the Sustainable Development, the paper focuses on the political-pedagogical approach worked with the local community and the main transforming proposals.; Cet article contient une réflexion sur la participation d'une équipe d'universitaires dans le Projet Rondon, en 2008, en Mocajuba-PA. Les activités menées ont été guidés dans la conception des stratégies et des processus de gestion et les politiques de développement...

Estudo do processo de construção da agenda 21 nas escolas da diretoria de ensino de Jundiaí - SP; Study of the Agenda 21's development process in schools at the Teaching Direction in Jundiaí

Formis, Claudete Aparecida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/10/2006 Português
Relevância na Pesquisa
66.45%
Introdução. Estudo do processo de construção da Agenda 21 nas escolas públicas estaduais da Diretoria de Ensino de Jundiaí-SP, a partir da proposta pedagógica "Água Hoje e Sempre: Consumo Sustentável". A educação ambiental como instrumento na formação da cidadania no ensino formal. Objetivo. Identificar e registrar os conhecimentos e práticas dos professores sobre as questões ambientais; descrever as representações sociais dos educadores sobre meio ambiente e Agenda 21; analisar as transformações ocorridas nas escolas e propor encaminhamentos que possam colaborar com a construção da Agenda 21 Escolar. Metodologia. Pesquisa qualitativa, com utilização de três instrumentos para levantamento de dados: grupo-focal, entrevista e análise documental. A análise dos resultados foi feita por triangulação. Resultados. Para a maioria dos professores a representação social sobre meio ambiente continua naturalista. Os docentes de uma maneira geral não conheciam as propostas da Agenda 21 Global. Os projetos e trabalhos apresentados sobre meio ambiente deram destaque para os temas: água, lixo, horta e saúde. Os projetos foram realizados de forma multidisciplinar e não interdisciplinar. As escolas do município de Louveira apresentaram resultados mais positivos por relacionarem a prática pedagógica ao espaço local de forma crítica e propositiva. Conclusões. É necessário que se implementem cursos de capacitação em educação ambiental para todas as disciplinas...

A Agenda 21 local e o desenvolvimento sustentável em Portugal : que perspetivas?

Dias, Paulo Jorge Brás Lopes
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
66.48%
Assumindo a sociedade atual o paradigma do desenvolvimento sustentável como modelo capaz de garantir uma gestão equilibrada dos recursos atuais que não comprometa o futuro das futuras gerações, é fundamental compreender o instrumento da Agenda 21 Local (A21L), ferramenta saída da Conferência do Rio, em 1992, que se apresenta como uma resposta internacional aos objetivos da sustentabilidade. Ao constituir-se como país signatário da Declaração do Rio, Portugal assumiu o compromisso de cooperar internacionalmente para a aplicação deste instrumento, no esforço comum de unir a proteção do ambiente com o desenvolvimento económico e social. Verifica-se que a resposta de Portugal, em matéria de A21L, foi pouco conseguida, marcada por um arranque ténue, desconcertado e disperso a que acresce o caráter dúbio que caracterizou a natureza dos primeiros processos e que, no quadro internacional, atira Portugal para o grupo de países europeus que mais tardiamente conseguiram responder ao apelo da comunidade internacional no que se refere à implementação de A21L. Neste âmbito, esta dissertação visa aprofundar o conhecimento cientifico sobre este instrumento no quadro das experiências de Agenda 21 Local implementadas no território português. O trabalho procurou examinar os objetivos...

Intervenció en educació per la sostenibilitat en centres preescolars a Nicaragua. Aplicació d'una Agenda 21 escolar

Garcia Parisi, Maria
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.49%
Es presenta un cas d’intervenció en educació per la sostenibilitat en un centre de preescolar d’Estelí ( Nicaragua) que es duu a terme creant una Agenda 21 Escolar. El marc teòric de la investigació es recolza en l’educació per la sostenibilitat i el marc metodològic es recolza en el model d’ Agenda 21 Escolar de Barcelona, adaptant-ho a la realitat del país i del centre de preescolar concret. Els resultats destaquen: una millora de la qualitat ambiental , una promoció de nous hàbits més sensibilitzats cap al medi ambient, una millora de la participació de la comunitat educativa i una bona cohesió de l’equip docent a partir del procés de creació de l’A21 E. Seguint com a model l’ A21 E de BCN i un cop fetes les adaptacions corresponents i creades les activitats dinamitzadores l’aplicació de la A21 E en preescolars d’ Estelí és una intervenció en educació per la sostenibilitat satisfactòria .; Se presenta un caso de intervención en educación para la sostenibilidad en un centro de preescolar en Estelí (Nicaragua) que se lleva a cabo creando una Agenda 21 Escolar. El marco teórico de la investigación se basa en la educación por la sostenibilidad y el marco metodológico en el modelo de Agenda 21 Escolar de Barcelona...

Agenda 21 nacional e indicadores de desenvolvimento sustentável: contexto brasileiro; National agenda 21 and sustainable development indicators: the brazilian context

Malheiros, Tadeu Fabricio; Phlippi Jr., Arlindo; Coutinho, Sonia Maria Viggiani
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2008 Português
Relevância na Pesquisa
66.47%
Respondendo às crescentes pressões da sociedade civil organizada para implementação de diretrizes estabelecidas nos instrumentos de comprometimento internacionais voltadas à promoção do desenvolvimento sustentável, estados nacionais vêm elaborando suas estratégias e planos de desenvolvimento sustentável. Esforços também vêm sendo dispensados na proposição de indicadores para acompanhar resultados e impactos na implementação de políticas. Em 2002, o Brasil aprovou sua Agenda 21, elaborada por meio de processo participativo, que é uma experiência significativa num contexto de grande diversidade social, ambiental e econômica, embora o Governo brasileiro não tenha ainda um sistema consolidado de monitoramento e avaliação da Agenda 21 brasileira. Seguindo orientação e incentivo da Comissão de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) publicou em 2002 os Indicadores de Desenvolvimento Sustentável - Brasil 2002. Apesar de ambos os esforços terem se desenvolvido em momentos concomitantes e possuírem como foco a mesma temática - desenvolvimento sustentável do Brasil - a não priorização da integração desses processos gerou lacunas no conjunto de indicadores...