Página 1 dos resultados de 12746 itens digitais encontrados em 0.010 segundos

Resistance to recombinant human erythropoietin therapy - studies in experimental models of anemia and chronic kidney disease

Garrido, Ana Patrícia Amieiro
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
36.95%
A doença renal crónica (DRC) é uma doença que afeta cerca de 7% das pessoas com mais de 30 anos, traduzindo-se em mais de 70 milhões de pessoas em países desenvolvidos por todo o mundo. A anemia é uma complicação da DRC que se desenvolve no início da doença, aumentando a sua frequência e gravidade com o declínio da função renal. Esta patologia tem sido principalmente associada à diminuição da produção de eritropoietina, através da falência renal e de outros fatores, tais como a inflamação crónica, a perda de sangue e deficiências em vitaminas. A terapêutica com eritropoietina recombinante humana (rHuEPO) para tratar a anemia associada à DRC reduziu os requisitos de transfusões e melhorou a qualidade de vida dos doentes. No entanto, existe uma grande variabilidade na resposta ao tratamento, e cerca de 10% dos doentes desenvolvem resistência à terapêutica com EPO, agravando o seu prognóstico. Apesar da investigação dos últimos anos, os mecanismos subjacentes ao desenvolvimento de resistência à rHuEPO permanecem ainda por elucidar. Modelos animais poderão ser ferramentas úteis para clarificar as características celulares e moleculares desta condição. Os nossos objetivos foram, usando um modelo animal de DRC induzida por nefrectomia (5/6)...

Anemia e deficiência de ferro em pré-escolares da Amazônia Ocidental brasileira: prevalência e fatores associados; Anemia and iron deficiency among schoolchildren in the Western Brazilian Amazon: prevalence and associated factors

CASTRO, Teresa Gontijo de; SILVA-NUNES, Mônica; CONDE, Wolney Lisboa; MUNIZ, Pascoal Torres; CARDOSO, Marly Augusto
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.95%
Estudo transversal de base populacional que investigou prevalênciasde anemia e fatores associados à anemia, anemia ferropriva e deficiência de ferro entre crianças de 6 a 60 meses da área urbana de dois municípios do Acre, Brasil (N = 624). Dosagens de hemoglobina sanguínea, ferritina e receptor solúvel de transferrina plasmáticas foram realizadas mediante sangue venoso. Condições sócio-econômicas, demográficas e de morbidade foram obtidas por questionário. Razões de prevalências foram calculadas por regressão de Poisson em modelo hierárquico. As prevalências de anemia, anemia ferropriva e deficiência de ferro foram de 30,6%, 20,9% e 43,5%, respectivamente. Menores de 24 meses apresentaram maior risco para anemia, anemia ferropriva e deficiência de ferro. Pertencer ao maior tercil do índice de riqueza conferiu proteção contra anemia ferropriva (RP = 0,62; IC95%: 0,40-0,98). Pertencer ao maior quartil do índice estatura/idade foi protetor contra anemia (0,62; 0,44-0,86) e anemia ferropriva (0,51; 0,33-0,79), e ocorrência recente de diarréia representou risco (anemia: 1,47; 1,12-1,92 e anemia ferropriva: 1,44; 1,03-2,01). A infestação por geohelmintos conferiu risco para anemia, anemia ferropriva e deficiência de ferro.; This cross-sectional population-based study investigated prevalence rates and associated factors for anemia...

"Prevalência de anemia ferropriva em crianças matriculadas em duas creches municipais de Guarapuava - PR.2005" ; "Prevalency of iron deficiency anemia in children registered two municipal day-care centers of Guarapuava - PR. 2005"

Kmetiuk, Silvana Franco
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/10/2005 Português
Relevância na Pesquisa
36.96%
O presente estudo teve como objetivo descrever a prevalência de anemia ferropriva em crianças matriculadas em duas creches municipais de Guarapuava – PR, no ano de 2005. Caracteriza-se como seccional ou corte transversal, de prevalência e de base populacional, envolvendo 156 crianças com idade inferior a seis anos, matriculadas nas creches municipais da zona urbana da cidade. Para caracterizar a população estudada foram obtidas informações junto às fichas cadastrais nas creches sobre variáveis relativas à criança: data de nascimento e sexo. Para mensuração da dosagem de hemoglobina sangüínea, foram coletadas amostras de sangue na ponta do dedo médio, para leitura em hemoglobinômetro portátil (Hemocue). A prevalência da anemia nas creches estudadas foi de 42,9%, ou seja 67 das 156 crianças em que se determinou a concentração de hemoglobina com valores inferiores a 11 g/dl. A prevalência para o sexo feminino foi de 42,3%, ou seja, entre as 71 meninas, 30 delas apresentaram concentração de hemoglobina com valores inferiores a 11g/dl e, para o sexo masculino igual a 43,5%, ou seja, entre os 85 meninos, 37 deles apresentaram concentração de hemoglobina com valores inferiores a 11g/dl. Dentre as 67 crianças com anemia...

Prevalência de anemia em crianças de 3 a 12 meses de vida em relação ao aleitamento materno, num serviço de saúde de Ribeirão Preto-SP; Anemia in children 3 to 12 months old in a health service in Ribeirão Preto, SP, Brazil in relation to the breastfeeding

Reis, Marcia Cristina Guerreiro dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/09/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.94%
O presente estudo teve como objetivo verificar a prevalência de anemia em crianças de 3 a 12 meses de idade, associada às variáveis maternas, neonatais e de aleitamento materno, atendidas num serviço de saúde de Ribeirão Preto, SP. Neste estudo, que foi um recorte de um projeto multicêntrico, utilizou-se parte dos dados coletados na UBDS Vila Virginia, em Ribeirão Preto-SP, a fim de se atingirem os objetivos propostos. Estudo transversal, observacional, descritivo e quantitativo, do qual participaram 121 mães e seus respectivos filhos, de 3 a 12 meses de idade, atendidos no serviço de puericultura da UBDS Vila Virgínia, turno da tarde, no período de 01 de setembro/2005 a 31 de julho/2006. No seu desenvolvimento, realizaram-se entrevistas com as mães, para preenchimento do formulário, e também colheu-se amostra de sangue da região do calcâneo da criança, para dosagem da hemoglobina (Hb). Adotaram-se três critérios internacionais, como parâmetros de anemia, usando-se para as crianças de 3 a 5 meses de idade completos dois critérios, de Hb < 10,0 g/dL segundo padrão Brault-Dubuc e Hb< 10,3 g/dL, padrão Saarinen; para as crianças e 6 a 12 meses de idade incompletos, critério de Hb < 11,0 g/dL, adotado pela OMS. Na análise dos dados...

Rastreamento de anemia em adultos usuários do Programa de Saúde da Família em área de baixa renda da cidade de São Paulo; Screening for anemia in adult users of the Family Health Program in a low income area in the city of Sao Paulo

Oliveira, Simone Augusta de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/04/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.95%
Objetivo: Rastreamento de anemia em adultos usuários de um serviço de Atenção Básica atendidos pelo Programa de Saúde da Família em área de baixa renda da cidade de São Paulo Desenho: Transversal Local: O estudo foi conduzido numa Unidade de Atenção Básica usando a estrutura do Programa Saúde da Família Casuística: Todos os 1067 adultos, dos 18 aos 65 anos, moradores de três micro-áreas atendidas por uma equipe de saúde da família numa Unidade de Atenção Básica foram convidados para participarem do estudo. Métodos: Os participantes responderam a questionários sobre aspectos sociodemográficos, sintomas de anemia, alcoolismo, transtornos mentais comuns (SRQ-20) e qualidade de vida (SF-36), eles também foram submetidos a uma avaliação clínica e coleta de sangue para realização do hemograma. Resultados: De 1048 indivíduos elegíveis, 532 responderam aos questionários e 475 destes tiveram seus hemogramas realizados. A freqüência encontrada de anemia foi de 6,5% (4,5- 9,1), e 87% dos casos foram de anemia leve (>=10g/dL). Houve predomínio de anemia ferropriva (41,9%). Observou-se que entre os portadores de anemia o desemprego foi mais freqüente (p=0,04). Os sintomas associados com anemia foram anorexia (p=0...

Anemia em crianças de 6 a 60 meses no interior da Amazônia, Jordão - Acre, Brasil; Anemia in children aged between 6 and 60 months from the interior of Amazonia, Jordão - Acre, Brazil

Oliveira, Cristielí Sergio de Menezes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/10/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.93%
Introdução - A anemia constitui o problema nutricional de maior magnitude no mundo, sendo as crianças menores de cinco anos um dos grupos populacionais de maior risco juntamente com mulheres grávidas. Como os demais problemas de saúde pública sua origem é multicausal. Como determinantes principais dessa deficiência destacam-se a dieta, no que diz respeito ao consumo e biodisponibilidade de ferro, e a idade da criança. No Brasil, nos últimos anos, muitos estudos têm investigado a prevalência e fatores associados à anemia na infância em diferentes regiões. Contudo, são ainda escassos inquéritos de base populacional na região norte do país, especialmente na área rural e em municípios de difícil acesso. Objetivo - Verificar a prevalência de anemia segundo variáveis sócio-demográficas, ambientais, nutricionais e de morbidade em crianças de 6 a 60 meses no município do Jordão, Estado do Acre, Amazônia Brasileira. Métodos - Estudo transversal de base populacional conduzido em 429 crianças de 6 a 60 meses no município de Jordão (área urbana, n = 186; área rural = 243 crianças). Foram coletadas informações sobre características demográficas, socioeconômicas, antropométricas, de morbidade e condições de saúde. A determinação de hemoglobina sangüínea foi feita por punção digital com uso de hemoglobinômetro portátil Hemocue...

Prevalência de anemia em idosos, causas de persistência ou recorrência e sua relação com demência: resultados do São Paulo Ageing and Health Study; Anemia prevalence in older subjects, causes of persistence or recurrence and its relation with dementia

Santos, Itamar de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/09/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.96%
Anemia é doença freqüente e sua prevalência aumenta com a idade. Sua relação com demência vem sendo estudada nas últimas décadas, com resultados conflitantes. Este trabalho tem por objetivos (a) Estimar, de acordo com os critérios estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde, a prevalência de anemia em amostra populacional de idosos do distrito do Butantã; (b) Verificar se anemia evolui como doença persistente ou recorrente nessa população e quais etiologias são as determinantes mais freqüentes dessa evolução; e (c) Avaliar se existe associação entre anemia e demência nessa amostra. Foram avaliados os 1.948 participantes do São Paulo Ageing & Health Study (braço brasileiro do 10/66 Dementia Research Group) submetidos à avaliação de demência e coleta de hemograma. Encontrou-se anemia em 203 (10,4%) indivíduos. 777 participantes (39,9%) com níveis de hemoglobina no início do estudo 13,5g/dl foram convidados a uma etapa de reavaliação, ocorrida, em mediana, 25,9 meses (intervalo interquartil: 25,1-30,9 meses) após a entrada no estudo. Essa etapa consistiu em uma entrevista estruturada, exame clínico e realização de exames laboratoriais para determinar a presença e causa de anemia. Foram realizados hemograma completo...

Anemia em gestantes atendidas em serviços públicos de pré-natal das cinco regiões brasileiras antes e após a política da fortificação das farinhas com ferro; Anemia in pregnant women assisted by public health care services of the five Brazilian regions before and after the policy of fortification of flours with iron

Sato, Ana Paula Sayuri
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.94%
Introdução: Anemia é um importante problema de saúde pública no Brasil, ainda muito associado às condições sociais. A fortificação de alimentos com ferro é uma alternativa de grande alcance no combate à deficiência de ferro e controle da anemia, pois representa uma fonte complementar que contribui para a formação de reservas do mineral para os períodos de maior vulnerabilidade. As gestantes compõem um dos grupos mais vulneráveis à anemia, com consequências deletérias à sua saúde e do feto. Considerando que a fortificação compulsória das farinhas de trigo e milho com ferro foi efetivamente implantada em junho de 2004, supõe-se que mulheres em idade reprodutiva tenham aumentado suas reservas, tornando as gestações de menor risco. Justifica-se, assim, avaliar o efeito da fortificação das farinhas no controle da anemia em gestantes. Objetivo: Avaliar o efeito da fortificação das farinhas de trigo e milho com ferro, no controle da anemia em gestantes atendidas em serviços públicos de pré-natal, localizados em municípios das cinco regiões do Brasil. Métodos: Estudo de avaliação de intervenção por meio de painéis repetidos, com amostras transversais independentes, realizado em serviços públicos de saúde localizados em municípios das cinco regiões do Brasil. Foram coletados dados retrospectivos de 12.119 prontuários de gestantes distribuídas em dois grupos: Antes-fortificação (parto antes de Jun/2004) e Após-fortificação (última menstruação após Jun/2005). Anemia foi definida como Hb<11g/dL. Níveis de hemoglobina-Hb por idade gestacional foram avaliados segundo critérios do Center for Disease Control-CDC (1989) e Szarfarc et al. (1983). Utilizou-se teste qui-quadrado...

Avaliação das concentrações de superóxido dismutase e da fragilidade osmótica eritrocitária em cães com linfoma multicêntrico com e sem anemia; Evaluation of the concentration of superoxide dismutase and erythrocyte osmotic fragility in dogs with multicentric lymphoma with and without anemia

Macedo, Thais Rodrigues
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.96%
Linfomas são as neoplasias hematopoiéticas mais comumente relatadas em cães, podendo ocorrer em qualquer idade. A etiologia ainda é desconhecida, porém se aceita que seja multifatorial. São classificadas de acordo com sua localização anatômica, estadio clínico da Organização Mundial de Saúde (OMS), critérios cito-histológicos e imunofenotípicos. A anemia é a anormalidade hematológica mais observada em pacientes com câncer e manifesta-se em cerca dois terços dos cães com linfoma. Os radicais livres de oxigênio produzidos pelas células tumorais aumentam o estresse oxidativo, sendo este demonstrado por mudanças na atividade das enzimas antioxidantes, podendo ocorrer oxidação de proteínas de DNA, aumento da peroxidação de lipídeos e alterações da fragilidade osmótica eritrocitária, acarretando a diminuição da meia vida das hemácias e, sendo essa diminuição um dos fatores que pode levar à anemia nos casos de linfoma. A superoxido dismutase (SOD) é uma enzima antioxidante que catalisa a dismutação do radical superóxido em oxigênio e peróxido de hidrogênio, protegendo as células dos danos induzidos por estes radicais livres. O objetivo deste estudo foi determinar as concentrações eritrocitárias de superóxido dismutase...

Determinantes da anemia em mães e filhos no Brasil; Determinants of anemia in mothers and children in Brazil

Araújo, Claudia Regina Marchiori Antunes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.97%
Introdução: Anemia por carência alimentar de ferro é a deficiência nutricional mais freqüente e preocupante do ponto de vista da saúde coletiva. Afeta principalmente crianças, gestantes e mulheres em idade fértil. Apesar das medidas de intervenção para prevenção e controle da anemia no Brasil, estudos mostram que as prevalências ainda continuam elevadas. Objetivo: Investigar a situação da anemia e seus determinantes em mães e filhos no Brasil, considerando o contexto familiar. Método: Pesquisa transversal de abordagem quantitativa, que utilizou o banco de dados da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da Mulher e da Criança (PNDS) 2006. Foram utilizados dois questionários com informações básicas sobre o domicílio e seus moradores e informações detalhadas sobre o público-alvo, mulheres de 15 a 49 anos e seus filhos menores de 5 anos. Aproximadamente 40% dos domicílios foram selecionados para coleta de sangue das mulheres, porém todas as crianças nascidas a partir de janeiro de 2001 tiveram o sangue colhido, desde que filhos biológicos da entrevistada. Análise de hemoglobina foi realizada em 5.915 mulheres e 4.558 crianças. Este estudo analisou 1.476 pares, considerando a mãe e apenas uma criança. O programa Statistical Package for Social Science (SPSS versão 18.0) foi utilizado para análise dos dados...

Anemia e envelhecimento: panorama populacional e associação com desfechos adversos em saúde - estudo SABE; Anemia and aging: population overview and association with adverse health outcomes - SABE Study

Corona, Ligiana Pires
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.93%
Introdução: A anemia é a disfunção hematológica mais comumente encontrada nas pessoas idosas tendo, entre os que residem na comunidade, uma prevalência próxima de 10 por cento . Associa-se a várias condições crônicas e tem significativo impacto nos desfechos de saúde como fragilidade, mobilidade comprometida e comprometimento funcional. Objetivo: Avaliar os fatores associados à anemia e sua associação com desfechos adversos em saúde nas pessoas idosas do município de São Paulo. Métodos: Estudo observacional transversal de base populacional, com amostragem probabilística representativa, onde foram avaliados 1256 pessoas com idade igual e superior a 60 anos em 2010. A anemia foi diagnosticada a partir da concentração sanguínea de hemoglobina, de forma contínua e categorizada segundo parâmetros estabelecidos pela OMS (mulheres:<12g/dL; homens:<13g/dL). A regressão logística hierárquica foi utilizada para avaliar os fatores associados à presença de anemia e a associação de anemia com desfechos adversos em saúde. Resultados: A prevalência de anemia foi de 7,7 por cento na população e os fatores significativamente associados após ajuste foram idade mais avançada, diabetes e câncer referidos e presença de sintomas depressivos. Em relação aos desfechos adversos...

Anemia e deficiência de vitamina A em crianças brasileiras; Anemia and vitamin A deficiency in Brazilian children

Lima, Daniela Braga
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.96%
Introdução: Dentre as carências nutricionais de maior relevância destacam-se, neste estudo, anemia e deficiência de vitamina A, que constituem as principais preocupações das políticas públicas, na área de alimentação e nutrição. Apesar de medidas de prevenção e controle já terem sido implantadas no Brasil há algum tempo, suas prevalências continuam elevadas, com profundas repercussões na saúde infantil. Assim, embora reconhecidos como problemas de saúde pública e bastante explorados, politicamente, ainda há espectros de interesse epidemiológico a serem investigados. Objetivo: Analisar os determinantes da anemia e da deficiência de vitamina A (DVA), bem como a presença concomitante dessas duas carências nutricionais em crianças brasileiras. Métodos: Reanálise dos dados da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da Criança e da Mulher (PNDS) de 2006, abrangente inquérito das condições de saúde de mulheres e crianças brasileiras cuja 3ª edição incorporou a avaliação dos níveis de hemoglobina e vitamina A. Essa reanálise baseou-se numa amostra probabilística complexa com representação nacional, o que permitiu descrever a situação de anemia e DVA nas macrorregiões brasileiras e suas áreas urbanas e rurais. O presente estudo incluiu a análise de 3.417 crianças de 6 a 59 meses. Anemia foi definida como hemoglobina (Hb) <11g/dL...

Associação entre doença renal e anemia em idosos atendidos em um centro se atenção integrada a melhor idade de Manaus (AM)

Matos, Miharu Maguinoria Matsuura
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 54 f.
Português
Relevância na Pesquisa
36.93%
Pós-graduação em Fisiopatologia em Clínica Médica - FMB; Em países em desenvolvimento, como o Brasil, idoso é o indivíduo com idade a partir de 60 anos. Esses indivíduos apresentam características próprias da idade devido a mudanças fisiopatológicas, dentre elas destaca-se a anemia e a disfunção renal. Sabe-se que as prevalências dessas alterações aumentam com o envelhecimento, entretanto, poucos estudos avaliaram a relação entre a insuficiência renal e anemia em idosos assintomáticos. Com o objetivo de se avaliar essa associação foram estudados 178 idosos atendidos no CAIMI da zona oeste de Manaus/Am. A presença ou não de anemia foi avaliada pelo nível de hemoglobina arbitrado pela OMS. A função renal foi avaliada pela taxa de filtração glomerular (TFG), estimada pela a fórmula de CKD-epi cistatina. Foi realizada análise univariada para associações entre variáveis demográficas, clínicas e laboratorial com a presença de anemia e a seguir, aplicado o modelo de regressão logística para a presença de associações independentes. A frequência de anemia encontrada no corrente trabalho foi de 14%, sendo a maioria do tipo normocítica e normocrômica. As características socioeconômicas e de comorbidades analisadas (diabetes...

Anemia em pacientes com cancer : papel da atividade inflamatoria sobre a eritropoiese e metabolismo do ferro; Anemia in cancer patients: inflammatory activity in erythropoiesis and iron metabolism

Michele Leal Vieira Jacober
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/02/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.93%
Os pacientes com câncer podem apresentar diversas anormalidades hematológicas, sendo a anemia a alteração mais comum. A etiologia da anemia é multifatorial, envolvendo mecanismos que podem estar relacionados ou não à doença (perda de sangue, hemólise, infiltração medular), ao tipo e estágio do tumor e também à terapêutica utilizada (radioterapia e quimioterapia). A redução nas taxas de hemoglobina pode estar relacionada a alterações na produção e na resposta dos precursores eritróides à Eritropoetina, à liberação de citocinas nas diversas fases da doença e também ao déficit nutricional muitas vezes encontrado nesses indivíduos. O objetivo desse estudo foi avaliar aspectos relacionados à atividade inflamatória sobre o metabolismo do ferro e a eritropoiese em pacientes com tumores sólidos. Foram coletadas amostras de sangue de 402 pacientes adultos com diversos tipos de câncer. Os pacientes com anemia foram sub-classificados como tendo anemia ferropriva (AF) (hipoferremia e hipoferritinemia), Anemia de Doença Crônica (ADC) (hipoferremia e ferritina sérica normal ou aumentada) e Anemia Relacionada ao Câncer (ARC) (sem anormalidades no metabolismo do ferro). Para a avaliação da eritropoiese foram realizados hemograma completo e dosagem de eritropoetina; para a avaliação do metabolismo do ferro: determinações do ferro sérico...

Avaliação funcional dos eosinófilos na anemia falciforme e o efeito do tratamento com hidroxiureia; Altered functional properties of eosinophils in sickle cell anemia and effects of hydroxyurea therapy

Flávia Rubia Pallis
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/05/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.94%
O estado homozigoto para hemoglobina S é denominado anemia falciforme. A inflamação tem papel importante no processo de vaso-oclusivo nesta doença; leucócitos, citocinas pró-inflamatórias e moléculas de adesão estão aumentados no sangue periférico dos pacientes com anemia falciforme. A leucocitose está associada com a morbidade e mortalidade nestes pacientes. Além disso, os neutrófilos de pacientes com anemia falciforme apresentam aumento nas propriedades adesivas e quimiotáticas. No entanto, há poucas evidências sobre as possíveis alterações funcionais dos eosinófilos e na produção de mediadores derivados destas células. Os eosinófilos participam intensamente de processos inflamatórios das vias aéreas, são numericamente maiores e apresentam propriedades adesivas aumentadas na anemia falciforme. Os pulmões são particularmente vulneráveis aos eventos vaso-oclusivos na anemia falciforme e as complicações pulmonares são as principais causas de morte e a segunda causa mais comum de hospitalização em pacientes com esta doença. Atualmente a hidroxiureia é o único medicamento utilizado no tratamento das manifestações clínicas da anemia falciforme, por aumentar os níveis de Hb fetal, reduzindo a polimerização da hemoglobina S...

Avaliação do papel das citocinas inflamatórias, LIGHT e CD40L, na inflamação mediada por plaquetas na anemia falciforme; Role of the pro-inflammatory cytokines, LIGHT and CD40L, in platelet-mediated inflammation in sickle cell anemia

Vanessa Tonin Garrido
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.93%
A anemia falciforme (AF) é uma hemoglobinopatia hereditária resultante de uma mutação no gene que codifica a subunidade β-globina, levando à produção da hemoglobina S (HbS) nos eritrócitos. Com a polimerização da HbS, durante a desoxigenação, ocorre a deformação e fragilização das células vermelhas, resultando em anemia hemolítica e eventos vaso-oclusivos. As crises vaso-oclusivas são a principal causa de morbidade nos pacientes com anemia falciforme e as plaquetas parecem ter um papel importante nesse processo, pois uma vez ativadas elas secretam e expressam mediadores que induzem uma resposta inflamatória tanto em leucócitos como em células endoteliais. A proposta deste trabalho foi investigar a produção e expressão dos mediadores inflamatórios derivados de plaquetas, LIGHT e CD40L, em controles (indivíduos saudáveis; CON), pacientes com anemia falciforme (AF) e pacientes com anemia falciforme em terapia com hidroxiureia (AFHU). Também avaliamos o envolvimento das plaquetas e seus mediadores na ativação de leucócitos e células endoteliais. Os níveis plasmáticos de ambas citocinas foram significativamente maiores em indivíduos AF e AFHU do que nos indivíduos controle e, curiosamente, apesar da hidroxiureia ser capaz de diminuir a concentração plasmática de algumas citocinas inflamatórias...

Prevalence of Anemia in Children Three to 12 Months Old in a Health Service in Ribeirão Preto, SP, Brazil; Prevalência de anemia em crianças de 3 a 12 meses de vida em um serviço de saúde de Ribeirão Preto, SP, Brasil; La prevalencia de anemia en niños de 3 a 12 meses de vida en un servicio de salud de Ribeirão Preto, SP, Brasil

REIS, Márcia Cristina Guerreiro dos; NAKANO, Ana Márcia Spanó; SILVA, Isília Aparecida; GOMES, Flávia Azevedo; PEREIRA, Maria José Bistafa
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.93%
Iron deficiency anemia is the most common nutritional deficiency among children. This cross-sectional, descriptive and quantitative study is part of a multicenter project, which verified the prevalence of anemia in children aged three to 12 months, treated by a health service unit in Ribeirão Preto, SP, Brazil. Interviews with mothers and determining hemoglobin dosage were carried out with 121 children who participated in the study. Two international criteria were adopted as parameters of anemia according to the children's age. Descriptive statistics, measures of central tendency and associations were used for data analysis. The prevalence of anemia among 69 children aged three to 5 months was 20.2% and 48.0% among 52 children aged six to 12 months. The total prevalence of anemia was 32.2%. There was significant association between anemia and children's age, and anemia and the consumption of liquid cow's milk.; Das carências nutricionais entre crianças, a anemia ferropriva constitui-se no evento mais frequente. Este é um estudo transversal, descritivo, quantitativo, recorte de um projeto multicêntrico, que verificou a prevalência de anemia em crianças de 3 a 12 meses, em um serviço de saúde em Ribeirão Preto, SP. Foram realizadas entrevistas e dosagem de hemoglobina de 121 crianças que participaram do estudo. Adotaram-se dois critérios internacionais como parâmetros de anemia...

Prevalência da anemia e fatores associados em crianças de seis a 59 meses de Pernambuco; Prevalencia de la anemia y factores asociados en niños de seis a 59 meses de Pernambuco, Noreste de Brasil; Prevalence of anemia and associated factors in children aged 6-59 months in Pernambuco, Northeastern Brazil

Leal, Luciana Pedrosa; Batista Filho, Malaquias; Lira, Pedro Israel Cabral de; Figueiroa, José Natal; Osório, Mônica Maria
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.95%
OBJETIVO: Estimar a prevalência de anemia e identificar seus fatores associados em crianças de seis a 59 meses. MÉTODOS: Estudo transversal com dados da III Pesquisa Estadual de Saúde e Nutrição/Pernambuco em amostra representativa de 1.403 crianças para as áreas urbana e rural. A anemia foi diagnosticada pela dosagem da hemoglobina. A análise multivariada foi realizada a partir de um modelo hierárquico, utilizando a regressão de Poisson, com variância robusta para estimar a razão de prevalência em função de variáveis: biológicas, de morbidade e estado nutricional da criança, socioeconômicas, de habitação, de saneamento e fatores maternos. RESULTADOS: A prevalência ponderada de anemia foi de 32,8%: 31,5% na área urbana e 36,6% na rural. Na área urbana, as variáveis que se associaram significantemente à anemia foram: escolaridade materna, bens de consumo, número de crianças menores de cinco anos no domicílio, tratamento da água de beber, idade e anemia materna e idade da criança. Na área rural, apenas a idade materna e a idade da criança associaram-se de modo significante à anemia. CONCLUSÕES: A prevalência de anemia nas crianças pernambucanas é semelhante nas áreas urbana e rural. Os fatores associados à anemia apresentados devem ser considerados no planejamento de medidas efetivas para o seu controle.; OBJETIVO: Estimar la prevalencia de anemia e identificar sus factores asociados en niños de seis a 59 meses. MÉTODOS: Estudio transversal con datos de la III Investigación Estatal de Salud y Nutrición/Pernambuco (Noreste de Brasil) en muestra representativa de 1.403 niños para las áreas urbana y rural. La anemia fue diagnosticada por la dosificación de la hemoglobina. El análisis multivariado fue realizado a partir de un modelo jerárquico...

Conceitos de anemia entre mulheres nicaragüenses de baixa renda; Conceptos de anemia entre mujeres nicaragüenses de baja renta; Concepts of anemia among low income Nicaraguan women

Ailinger, Rita L.; Moore, Jean B.; Pawloski, Lisa; Cortés, Lidya Ruth Zamora
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/04/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.93%
A anemia e um problema de saúde comum entre as mulheres de todo a mundo inteiro, mas tem havido um mínimo de investigação sobre os conceitos de anemia entre as mulheres. O objetivo deste estudo foi o de analisar os conceitos de anemia em mulheres nicaragüenses com baixos rendimentos. Foi utilizado um desenho qualitativo. Para a coleta de dados, entrevistas semi-estruturadas foram conduzidas, áudio gravadas em espanhol para 14 mulheres. As fitas foram transcritas e tornou-se uma análise conteúdo. Os resultados indicam que poucas mulheres possuem conhecimento biomédico preciso sobre anemia, tal como ingestão de alimentos pobre em ferro. Outras mantiveram outras crenças populares incluindo remédios caseiros, ingestão de leite de égua ou suco de beterraba e certos alimentos como sopa de feijão. A maioria das mulheres não conhecia nenhum sintoma de anemia e poucas relataram que pode progredir para leucemia. Estes conceitos de anemia são esclarecedores para os enfermeiros que trabalham com doentes na Nicarágua e que será muito útil para desenvolver intervenções de enfermagem para minorar o problema de saúde pública.; La anemia es un problema de salud común entre las mujeres alrededor del mundo, sin embargo, se han realizado pocas investigaciones sobre los conceptos de anemia entre las mujeres. El propósito de este estudio fue examinar los conceptos de anemia en mujeres Nicaragüenses de bajos ingresos económicos. La investigación fue de orden cualitativa. Para la recolección de datos...

Prevalência de anemia em crianças de 3 a 12 meses de vida em um serviço de saúde de Ribeirão Preto, SP, Brasil; La prevalencia de anemia en niños de 3 a 12 meses de vida en un servicio de salud de Ribeirão Preto, SP, Brasil; Prevalence of Anemia in Children Three to 12 Months Old in a Health Service in Ribeirão Preto, SP, Brazil

Reis, Márcia Cristina Guerreiro dos; Nakano, Ana Márcia Spanó; Silva, Isília Aparecida; Gomes, Flávia Azevedo; Pereira, Maria José Bistafa
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.94%
Das carências nutricionais entre crianças, a anemia ferropriva constitui-se no evento mais frequente. Este é um estudo transversal, descritivo, quantitativo, recorte de um projeto multicêntrico, que verificou a prevalência de anemia em crianças de 3 a 12 meses, em um serviço de saúde em Ribeirão Preto, SP. Foram realizadas entrevistas e dosagem de hemoglobina de 121 crianças que participaram do estudo. Adotaram-se dois critérios internacionais como parâmetros de anemia, de acordo com a idade da criança. Para a análise dos dados foram utilizadas estatística descritiva, medidas de tendência central e associações. A prevalência de anemia nas 69 crianças de 3 a 5 meses foi de 20,2% e naquelas 52, de 6 a 12 meses, foi de 48%. A prevalência total de anemia foi de 32,2%. Encontrou-se associação significativa entre anemia e idade da criança e anemia e uso de leite de vaca fluido.; Entre las carencias nutricionales de niños, la anemia ferropénica es la más frecuente. Estudio transversal, descriptivo, cuantitativo es un extracto de un proyecto multicéntrico que verificó la prevalencia de anemia en niños de 3 a 12 meses de edad, en un servicio de salud de Ribeirão Preto, SP, Brasil. Fueron realizadas entrevistas y dosificación de hemoglobina en los 121 niños. Dos criterios internacionales fueron adoptados como parámetro de anemia...