Página 1 dos resultados de 1514 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

O Arsenal Farmacêutico da Antiguidade Clássica e da Idade Média

André, Bruna Alexandra Gonçalves
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.92%
Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências Farmacêuticas; Desde a Antiguidade Clássica até à Idade Média (séculos V-XV) diversos estudiosos foram descobrindo muitas substâncias de origem vegetal, mineral e animal que, desde logo, se destacaram pelas suas propriedades medicinais e farmacológicas. Deste modo, o presente trabalho pretende destacar o contributo de alguns dos maiores protagonistas no estudo das drogas destas duas épocas históricas, designadamente Hipócrates, Dioscórides, Galeno e Avicena. Todos eles se preocuparam em desenvolver o estudo e identificação das propriedades medicinais e farmacopeicas das drogas e em efetuar a sistematização e compilação delas. Neste quadro, procedemos a uma análise e levantamento das drogas referenciadas por aqueles autores; os três primeiros desenvolveram atividade durante o período greco-romano e o quarto, sendo o mais influente pensador na área da medicina e da farmácia medievais (Avicena) foi também aquele que transmitiu ao Ocidente todo o saber greco-latino e do mundo islâmico. From Classical Antiquity to the Middle Ages (V - XV centuries) several scholars have been discovering many vegetable...

História e historiografia na antigüidade tardia à luz de Gregório de Tours e Isidoro de Sevilha; History and historiography in late antiquity in the light of Gregory of Tours and Isidore of Seville

Silveira, Veronica da Costa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.92%
A pesquisa ter por objetivo analisar a escrita da história na Antigüidade Tardia à luz de dois dos mais importantes autores do período: Gregório de Tours e Isidoro de Sevilha. Desta forma, esperamos compreender as razões que levaram os autores a escolher o gênero histórico para narrar os acontecimentos que tomavam curso na Gália e na Hispânia. Defendemos que é só mediante a análise do papel outorgado pelos bispos aos francos e visigodos que é possível compreender efetivamente as intenções que motivaram a produção dos Decem Libri Historiarum e da Historia Gothorum, Wandalorum et Sueborum.; The objective of our research is analyze the writing of history in Late Antiquity in the light of the two most important authors of the period: Gregory of Tours and Isidore os Seville. Thereby, we aim to understand the reasons which made they choose the historical narrative gender to describe the events which took course in Gaul and Hispania. We advocate that it is only through the studing of the role awarded by the bishops to the Franks and Visigoths that is possible to appreciate the intentions which motivated the production of the Decem Libri Historiarum and the Historia Gothorum, Wandalorum et Sueborum.

O som e a fúria: o Eucharisticos de Paulino de Pella e o problema do fim da antiguidade; The sound and the fury: the Eucharisticos of Paulinus of Pella and the problem of the end of Antiquity

Silva, Uiran Gebara da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/04/2008 Português
Relevância na Pesquisa
37.17%
Esta dissertação apresenta uma investigação cujo objetivo é examinar o problema do confronto de paradigmas explicativos a respeito do fim da Antiguidade: a ascensão da Antiguidade Tardia, uma nova Forma da História, e o Declínio do Império Romano. Busca realizar isso através da compreensão do relato feito por um monge cristão, na forma de poema, sobre sua vida como aristocrata e proprietário de terras na Gália do século V d.C., o Eucharisticos de Paulino de Pella. A pesquisa teve como preocupações teórica e metodológica entender as diferentes mediações necessárias para a composição do poema, principalmente o instrumental literário disponível ao autor, como os gêneros literários clássicos. Estas também buscaram lidar com a relação indivíduo e sociedade na Antiguidade, propondo os limites e potencialidades que a compreensão do poema como expressão ideológica de seu autor e consequentemente de sua consciência de suas posições de classe e de status como critério da parcialidade de sua visão sobre a realidade na qual viveu.; This work consists of an investigation which aims to examine the issue of the opposing explanatory paradigm used to explain the end of Antiquity: the rise of Late Antiquity...

Bagaudas e circunceliões: revoltas rurais e a escrita da história das classes subalternas na Antiguidade Tardia; Bacaudae and circumcellions: rural revolts and the writing of history of the subaltern classes in late antiquity

Silva, Uiran Gebara da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.92%
Esta pesquisa é um estudo comparativo entre os bagaudas gauleses e os circunceliões africanos, dois grupos revoltosos rurais da Antiguidade Tardia. Seu objetivo primário é descrever o caráter social de ambos os grupos, levando em conta os múltiplos relatos nas fontes antigas e as interpretações modernas divergentes a respeito deles, que vão desde multidões rurais sob domínio patronal, monges cristãos fanáticos, até rebeliões camponesas. A comparação histórica é composta por três perspectivas analíticas. A primeiraestabelece uma compreensão comparada das tradições de composição e recepção dos textos por meio dos quais a memória social sobre bagaudas e circunceliões se objetivou em vestígios textuais. A segundaexplora a hipótese de uma crise de hegemonia nasregiões rurais do Império Romano tardio, tendo como base as possíveis relações das revoltas com as práticas de produção e de reprodução das condições de existência, as relações de trabalho e as experiências de classe. A terceiraobserva as iniciativas e respostas das estruturas imperiais na Gália e na África às ações desses movimentos de insurgência. Tal perspectiva lida com a questão fundamental da ação do Estado imperial contra essas revoltas e o papel desse Estado na manutenção da Ordem social nas zonas rurais do Império Romano...

Adorno, Eisenstein e tradução em Notícias da Antiguidade Ideológica (2008); -

Linck, Gabriela Wondracek
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.17%
Minha dissertação se divide em três partes. A primeira é dedicada à trajetória de Alexander Kluge na televisão, no cinema e em sua incursão por outras formas midiáticas, de modo a verificar o percurso que tornou possível o projeto estético de "Notícias da Antiguidade Ideológica" (2008). A segunda é uma contextualização de "Notícias da Antiguidade Ideológica" (2008), que parte das anotações de Eisenstein, escritas entre 1927 e 1929, sobre filmar O Capital de Marx segundo a lógica de Ulysses, de James Joyce, e é concluída com uma análise de como Kluge se aproximou de tais ideias do diretor russo. A terceira parte é composta por quatro análises de entrevistas apresentadas em "Notícias da Antiguidade Ideológica" (2008) - com Galina Antoschewskaja, Peter Sloterdjik, Oskar Negt e Jean-Luc Godard - que evidenciam como Kluge usa exemplos do processo tradutório para reivindicar uma leitura mais poética de O Capital de Karl Marx.; My dissertation is divided in three parts. The first one is dedicated to the trajectory of Alexander Kluge in television and cinema and his incursion into other media, in order to verify the path that made the aesthetic project "News from Ideological Antiquity - Marx/Eisenstein/Das Kapital" (2008) possible. I devote the second part of my dissertation to contextualizing "News from Ideological Antiquity - Marx/Eisenstein/Das Kapital"...

A presença da antigüidade clássica em Auguste Comte

Heinrichs Júnior, Cláudio
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.92%
Para Augusto COMTE, a História fornece vínculos explicativos decisivos e sustenta um projeto de futuro relacionado à evolução continuada da humanidade. Este filósofo realizou uma leitura original e abrangente da História da humanidade, com relações causais entre os diferentes estágios, o que significa a atribuição de valores às diferentes etapas e culturas, entre as quais, com grande destaque, as culturas da antigüidade. Neste estudo da vinculação histórica em COMTE, privilegiou-se a percepção do clássico greco-romano, uma referência muito importante no contexto histórico em que COMTE viveu, demonstrando quais as imagens produzidas e funções atribuídas a este momento da História, dentro dos escopos da doutrina positivista.; This paper intends to realize how did Auguste COMTE detached from his tenets the several demands of historical meanings necessary to his explanation of the present to his projects for the humankind. It is clear on the work of this philosopher his major concerning about History, provider of elucidative and ultimate bonds, and sustaining of a future project related to continuous evolution. COMTE fulfilled an original and exhibited interpretation of the Humanity History, with casual relationships among distinct levels...

Os usos da antiguidade clássica na elaboração dos conceitos de barbárie e civilização na obra Os Sertões

Kunst, Rafael Vicente
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.92%
Este trabalho tem como objetivo analisar como e por quais motivos a Antiguidade clássica é utilizada na elaboração dos conceitos de barbárie e civilização na obra Os Sertões, de Euclides da Cunha. Através dos estudos da retórica e da teoria da recepção, investigo quais são as fontes do autor para a elaboração dessas referências e como elas são lidas e significadas pelo autor. Ao final, interpreto a elaboração peculiar das noções de bárbaro e civilizado presentes na obra a partir dessa vinculação entre seus conhecimentos sobre o Mundo antigo e sua observação sobre o conflito de Canudos.; This work aims to analyze how and for what reasons the Classical Antiquity is used in the elaboration of the concepts of barbarism and civilization in Os Sertões, by Euclides da Cunha. Based in studies of rhetoric and reception theory, I investigate what are the sources by the author in preparing these references and how they are read and the author meant. At the end, I interpret the development of the peculiar notions of barbarian and civilized present in Cunha’s book using the link between their knowledge of the Ancient World and your observation about the conflict in Canudos.

Quando não se morre como nas óperas de Verdi : reflexões histórico-filosóficas sobre suicídio e o suicídio racional na Antiguidade Clássica

Santos, Laura Ferreira dos
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /04/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.92%
Neste artigo, abordam-se questões terminológicas acerca dos termos da Antiguidade clássica que significavam ‘suicídio’ e ‘eutanásia’; fala-se da posição adoptada por certas escolas e certos autores Antigos perante a morte voluntária; contextualiza-se, historicamente, o conhecido Juramento de Hipócrates e analisa-se a posição particular de Séneca sobre o suicídio racional, a partir de duas das suas Cartas a Lucílio.; This article addresses: the terminological questions concerning the terms that signified ‘suicide’ and ‘euthanasia’ in classic Antiquity; the positions adopted by certain philosophical schools and authors in the context of the Greeks about voluntary death; the historical context of the Hippocratic Oath; and, finally, the particular ideas on rational suicide witnessed by two of Seneca’s Letters to Lucilius.

Compromisso organizacional e intenções de saída : Será a antiguidade uma variável moderadora?

Belo, Neuza Raquel
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.38%
Este estudo visa explorar a influência da antiguidade nos níveis de compromisso e nos níveis de turnover e ainda verificar se a sua presença altera a relação existente entre essas duas variáveis. A importância e pertinência deste estudo é assim verificar se face à conjuntura atual que afeta as organizações, a antiguidade na empresa deixa de ser uma condição para o compromisso e para as intenções de saída, ou se pelo contrário o seu impacto se mantém tal como nos mostra a literatura, que nos diz que a antiguidade ajuda a promover o compromisso organizacional e consequentemente a diminuir as intenções de saída. Participaram neste estudo 525 sujeitos (180 do sexo masculino e 345 do sexo feminino), colaboradores de diferentes organizações de todo o território português. Os resultados revelaram um efeito positivo e significativo entre o Compromisso Organizacional e as Intenções de Saída; um efeito positivo e significativo entre a Antiguidade e o Compromisso Organizacional; um efeito positivo e significativo entre a Antiguidade e as Intenções de saída; e por fim verificou-se que a Antiguidade modera a relação entre o Compromisso Calculativo e as Intenções de Saída. Não foi assim possível, comprovar a existência de um efeito moderador da Antiguidade na relação entre o Compromisso...

Capitéis da Antiguidade Tardia em Portugal (Séc. III/IV-VIII)

Limão, Filomena Maria Lopes Coelho M.
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.34%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Doutor em História da Arte da Antiguidade,; O objectivo fundamental da presente investigação é reunir um corpus de capitéis da Antiguidade Tardia encontrados no actual território português. A análise do corpus dos capitéis visa a compreensão das características gerais e específicas das peças e sua consequente organização em tipologias identificativas e inserção cronológica nos diferentes contextos da Antiguidade Tardia (séculos III/IV-VIII). A clarificação de um léxico adequado aos capitéis, com base em Vitrúvio, é uma etapa essencial da análise. A composição do corpus de capitéis da Antiguidade Tardia segue o critério da geografia histórica da proveniência dos capitéis: os espaços reunidos em torno de uma sede de bispado (grupos episcopais) como foram definidos em contexto romano, suévico e visigótico (séculos III/IV-VIII). Este espaço é estruturante porque parte das principais linhas orientadoras da organização territorial romana e pré-romana da faixa litoral da Península Ibérica. Verifica-se que a evolução dos capitéis na Antiguidade Tardia segue uma linha de continuidade da matriz clássica. No entanto...

Do topos clássico à paisagem cultural: Sintra e a sua envolvência na Antiguidade

Maciel, Manuel Justino
Fonte: Edições Colibri / Instituto de História da Arte - Faculdade de Ciências Sociais e Humanas/UNL Publicador: Edições Colibri / Instituto de História da Arte - Faculdade de Ciências Sociais e Humanas/UNL
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2007 Português
Relevância na Pesquisa
37.07%
Revista do IHA, N.4 (2007), pp.28-53; A classificação contemporânea de Sintra como Património Mundial, na categoria Paisagem Cultural, resulta da convergência de múltiplos comportamentos, iniciados na Antiguidade, em que o sagrado interage com o profano em sucessivas etapas hierarquizadas numa dinâmica de entropia cultural. Do cabo Ofiúsa ao monte Sagrado onde se cultuava oficialmente na época romana o Sol e a Lua, da topografia cristã à desmitificação humanista típica do Renascimento que transforma o locus sacer em locus amoenus, eis um conjunto de referências que definem a Antiguidade Clássica e Tardia como condicionante de uma paisagem que, de natural, se tornou humanizada, numa vivência edénica que se adensou ao longo dos tempos.

Fundamentos da medicina tradicional chinesa : elementos para uma comparação com as bases filosóficas da medicina da antiguidade clássica

Torres, Lia de Sousa
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.07%
O objectivo desta dissertação é estudar a hipótese de que a Medicina Tradicional Chinesa se baseia em modelos conceptuais semelhantes aos das medicinas naturalistas da cultura greco-romana, tal como são conhecidos desde os filósofos pré-socráticos e se mantiveram sem alterações na sua essência até ao renascimento. A Medicina Tradicional Chinesa fundamenta-se em conceitos filosóficos que englobam uma força ou corrente vital (o qi), o equilíbrio entre duas forças vitais que se opõem e complementam (o yin e o yang), e na teoria de que todas as coisas são compostas por cinco elementos. Como factores de doença aparecem causas externas, como o vento ou a humidade, e factores internos que produziriam desequilíbrios entre as forças que constituem o universo, desequilíbrios esses que se traduziriam na doença. O papel da medicina seria o de restaurar os equilíbrios perdidos, no quadro de um ser humano visto como inserido num cosmos. O estudo que fizemos sobre o pensamento da antiguidade clássica, a sua influência sobre o exercício da medicina e a forma como ambos perduraram durante séculos na sua essência, quando não mesmo nos seus aspectos acidentais, nas culturas do Ocidente, parecem-nos constituir suporte para a tese de que a medicina tradicional chinesa e as medicinas ocidentais de fundamento naturalista anteriores à modernidade têm muito em comum. Também no Ocidente...

A teoria econômica dos Estados antigos: a questão do capitalismo na Antiguidade na visão de Weber

Deininger,Jürgen
Fonte: Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo Publicador: Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.17%
O artigo discute o problema do capitalismo na Antiguidade, tal como Max Weber o formulou. Trata, portanto, de reconstruir o entendimento de Weber desse fenômeno, ou seja, das formas de organização econômica na Antiguidade. A análise do texto de Weber de 1908, "Agrarverhältnissen im Altertum" [Relações agrárias na Antiguidade], oferece a base de toda a discussão; mas também são abordados o contexto intelectual da problematização de Weber, como a polêmica Meyer-Bücher acerca dos fundamentos da economia antiga, assim como aspectos específicos do capitalismo antigo, no entender de Weber, em que a relação com a dimensão política ocupa papel de destaque.

Max Weber e as ciências especializadas: o exemplo da história econômica da Antiguidade

Nippel,Wilfried
Fonte: Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo Publicador: Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.07%
O artigo investiga como a história econômica da Antiguidade aparece na obra de Max Weber e qual papel a Antiguidade exerce em seu pensamento. Para tanto, discute também qual o estatuto da história no pensamento de Weber, e como isso se relaciona com o conjunto das disciplinas acadêmicas de sua época. Além disso, procura-se indicar como Weber se situava entre as diversas disciplinas e como diferentes debates e polêmicas informaram a sua reflexão.

Fundamentos da medicina tradicional chinesa : elementos para uma comparação com as bases filosóficas da medicina da antiguidade clássica

Torres, Lia de Sousa
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.07%
O objectivo desta dissertação é estudar a hipótese de que a Medicina Tradicional Chinesa se baseia em modelos conceptuais semelhantes aos das medicinas naturalistas da cultura greco-romana, tal como são conhecidos desde os filósofos pré-socráticos e se mantiveram sem alterações na sua essência até ao renascimento. A Medicina Tradicional Chinesa fundamenta-se em conceitos filosóficos que englobam uma força ou corrente vital (o qi), o equilíbrio entre duas forças vitais que se opõem e complementam (o yin e o yang), e na teoria de que todas as coisas são compostas por cinco elementos. Como factores de doença aparecem causas externas, como o vento ou a humidade, e factores internos que produziriam desequilíbrios entre as forças que constituem o universo, desequilíbrios esses que se traduziriam na doença. O papel da medicina seria o de restaurar os equilíbrios perdidos, no quadro de um ser humano visto como inserido num cosmos. O estudo que fizemos sobre o pensamento da antiguidade clássica, a sua influência sobre o exercício da medicina e a forma como ambos perduraram durante séculos na sua essência, quando não mesmo nos seus aspectos acidentais, nas culturas do Ocidente, parecem-nos constituir suporte para a tese de que a medicina tradicional chinesa e as medicinas ocidentais de fundamento naturalista anteriores à modernidade têm muito em comum. Também no Ocidente...

Valor de antiguidade, consideração e restauro; Valor de antigüedad, conservación y restauración; Age-value, conservation and restoration

Azevedo, Mirandulina Maria Moreira
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 25/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.07%
A teoria e a prática da conservação de monumentos de Alois Riegl(1858-1905) está articulada ao valor de antiguidade, noçãofundamental da obra Culto moderno dos monumentos (1903). Adiscussão promovida pelo autor suscita, até hoje, o interesse dosespecialistas em preservação de bens culturais, seja no locus de suaconcepção – a conservação –, seja no terreno da teoria e prática derestauro.A leitura de alguns registros conhecidos de Riegl, em que o autor,diante dos problemas relacionados à prática da conservação de bensculturais, elabora opiniões profissionais com acurado rigor conceitual,levou-nos a identificar uma afinidade maior com a abordagem deproblemas de restauro. É nosso objetivo, neste artigo, expor estaaproximação, tendo por linha mestra o valor de antiguidade.; La teoría y la práctica de la conservación de monumentos de AloisRiegl (1858-1905) está relacionada al valor de antigüedad, puntofundamental de El culto moderno a los monumentos (1903). Ladiscusión propuesta por el autor suscita, hasta los días de hoy, elinterés de los especialistas en preservación de bienes culturales, tantoen el espacio de su concepción - la conservación -, como en elterreno de la teoría y la práctica de la restauración.La lectura de algunos registros conocidos de Riegl...

Patrimônio cultural e rememoração: notas preliminares sobre o valor de antiguidade; Cultura Heritage and memory: preliminary notes on the value of antiquity

Azevedo, Mirandulina Maria Moreira
Fonte: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP. Publicador: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.07%
Nos últimos tempos, em se tratando de patrimônio cultural, a leitura sobre a reflexão de Aloïs Riegl (1858- 1905) se impõe quase como uma obrigação epistemológica, em relação a uma obra em especial: Der moderne denkmalkultus (O culto moderno dos monumentos). Riegl tem sido introduzido por obras relacionadas à preservação de bens culturais, já há mais de uma década. De nossa parte acreditamos poder contribuir com a continuação deste interesse procurando aproximação com autores cujas preocupações dizem respeito ao aparecimento de uma consciência de valor patrimonial, relacionada à crítica das condições da arquitetura e das cidades no final do século 19. O recorte compreende um diagnóstico que interliga a crise da cidade como um dilema para o corpo com as possibilidades para o aparecimento do valor de antiguidade, bem como o relaciona a outros valores, seja por guardar alguma afinidade - caso do valor de reverência; seja em relação a sofrer sua influência cultural - caso da predominância moderna do valor de exposição sobre o valor de culto. Organizamos a argumentação em três passos: 1. Crise da Cidade como dilema para o corpo: a aproximação com Camilo Sitte; 2. Ver e rememorar arquitetura: a aproximação com John Ruskin; 3. Valor de culto e valor de exposição: a compreensão de uma nova época e o valor de antiguidade.; Regarding cultural heritage...

Late Antiquity, the fall of Rome and the debate over the "end of the Ancient World"; A antiguidade tardia, a queda do Império romano e o debate sobre o "fim do mundo antigo"

Machado, Carlos Augusto Ribeiro
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2015 Português
Relevância na Pesquisa
37.07%
Late Antiquity is now consolidated both as a field of studies and as a historical period. However, from the time of its inception to its “explosion”, to use an expression of Andrea Giardina, this periodization has posed important historiographic questions that remain unexplored. By focusing the attention of scholars and students in general on the continuities between the ancient world and the period that follow it, late Antiquity leaves aside issues that were of crucial importance to traditional historians; some of these issues remain relevant, however, as in the case of the so-called fall of the Roman Empire. In this article, we intend to consider these issues, taking into account the important developments observed in recent decades.; A Antiguidade tardia está hoje consolidada seja como campo de estudos ou como um período histórico. No entanto, desde sua concepção até a sua “explosão”, para usarmos uma expressão de Andrea Giardina, esta periodização colocou questões historiográficas de imensa importância que permanecem pouco exploradas. Ao chamar a atenção de estudiosos e leitores em geral para as continuidades entre o mundo antigo e o período que o seguiu, a Antiguidade tardia deixa de lado importantes questões que eram fundamentais para uma historiografia mais tradicional e que continuam relevantes como o problema da assim chamada queda do Império romano. Neste artigo...

Economic theory of the ancient States: Weber's view of the question of capitalism in Antiquity; A teoria econômica dos Estados antigos: a questão do capitalismo na Antiguidade na visão de Weber

Deininger, Jürgen
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.17%
The article discusses the problem of capitalism in Antiquity, as formulated by Max Weber. It seeks to reconstruct Weber's understanding of the phenomenon, that is, the forms of economic organization in Antiquity. An analysis of Weber's 1908 text "Agrarverhältnissen im Altertum" [Agrarian relations in Antiquity] provides the basis for the discussion as a whole. However the article also examines the intellectual context of Weber's problematization, such as the Meyer-Bücher polemic concerning the fundamental aspects of the ancient economy, as well as specific aspects of ancient capitalism, as Weber understood them, where the relation with the political dimension assumes a prominent role.; O artigo discute o problema do capitalismo na Antiguidade, tal como Max Weber o formulou. Trata, portanto, de reconstruir o entendimento de Weber desse fenômeno, ou seja, das formas de organização econômica na Antiguidade. A análise do texto de Weber de 1908, "Agrarverhältnissen im Altertum" [Relações agrárias na Antiguidade], oferece a base de toda a discussão; mas também são abordados o contexto intelectual da problematização de Weber, como a polêmica Meyer-Bücher acerca dos fundamentos da economia antiga, assim como aspectos específicos do capitalismo antigo...

Max Weber e as ciências especializadas: o exemplo da história econômica da Antiguidade; Max Weber and the specialized sciences: the example of the economic history of Antiquity

Nippel, Wilfried
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.07%
The article investigates how the economic history of Antiquity appears in the work of Max Weber and the role played by Antiquity in his thought. It also therefore discusses the status of history in Weber's thought and how this related to the academic disciplines of his period as a whole. In addition the article seeks to show how Weber was situated among the diverse disciplines and how different debates and polemics informed his approach.; O artigo investiga como a história econômica da Antiguidade aparece na obra de Max Weber e qual papel a Antiguidade exerce em seu pensamento. Para tanto, discute também qual o estatuto da história no pensamento de Weber, e como isso se relaciona com o conjunto das disciplinas acadêmicas de sua época. Além disso, procura-se indicar como Weber se situava entre as diversas disciplinas e como diferentes debates e polêmicas informaram a sua reflexão.