Página 1 dos resultados de 1071 itens digitais encontrados em 0.061 segundos

O significado do trabalho para diferentes gerações - o caso do Banco Central do Brasil na Regional do Rio de Janeiro

Oliveira, João Luiz Gondomar de
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
125.84%
Durante o século passado, a motivação para o trabalho foi intensamente estudada e as teorias produzidas a seu respeito evoluíram significativamente. Mais recentemente, o significado do trabalho vem ganhando importância na literatura como uma fonte de motivação para as pessoas. É um constructo interpretado como profundamente pessoal e dinâmico, que recebe influências geradas pelo meio ambiente no qual as pessoas vivem e trabalham. Assim, o significado do trabalho pode ser distinto para diferentes gerações. A atual pesquisa objetivou identificar o significado do trabalho para os funcionários do Banco Central do Brasil em sua Regional no Rio de Janeiro, de acordo com a geração a que pertencem: a Geração Baby Boomer e a Geração X. As bases científicas para a pesquisa foram estabelecidas na literatura sobre motivação para o trabalho, significado do trabalho e Geração Baby Boomers e Geração X. As informações sobre o significado do trabalho foram obtidas por melO de um questionário baseado no modelo proposto pelo Meaning of Working - MOW (1987). Os resultados obtidos indicam que o significado do trabalho é diferentemente percebido pelas duas gerações na maioria de seus aspectos: centralidade do trabalho...

Estudo das intervenções diárias do Banco Central do Brasil sobre o mercado de câmbio nacional, sua volatilidade de conseqüência na procura por proteção

Geraldi, Ricardo Puccinelli
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
125.84%
As intervenções efetuadas pelo Banco Central do Brasil têm sido freqüentes no mercado de câmbio à vista nestes últimos anos. Essas intervenções geram incremento das reservas internacionais do país, mas podem gerar também, entre outros, efeitos sobre o ritmo da apreciação da moeda nacional e também sobre a volatilidade do mercado. O presente trabalho buscou identificar se tais intervenções resultaram em alterações da volatilidade do mercado, concluindo que houve efeito de redução desta volatilidade em apenas uma faixa dentro do universo do volume de compras realizadas pelo Banco Central. Secundariamente buscou-se observar qual foi a demanda dos agentes de mercado na contratação de instrumentos de proteção (hedge) cambial em resposta dessas alterações da volatilidade. Não foi verificado qualquer efeito acerca da busca de proteção. A análise foi baseada no período compreendido entre janeiro de 2001 e maio de 2007, sendo que a identificação do efeito das intervenções sobre a volatilidade do mercado utilizou o modelo GARCH, e a análise subseqüente, de influência sobre a busca de proteção, foi baseada no modelo SARIMA.

A formação da expectativa inflacionária no regime monetário de metas de inflação e a credibilidade do Banco Central do Brasil

Yoshihiro, Sidney
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
125.89%
A monografia tem como objetivo analisar e tentar mensurar a Credibilidade do Banco Central do Brasil através da formação das expectativas inflacionárias dos agentes no regime monetário de metas de inflação. A credibilidade da autoridade monetária é um dos pilares do atual regime, diminuindo o custo de desinflação e ajudando a conter a inflação em patamares baixos. A credibilidade só pode ser adquirida gradativamente com um histórico de comprometimento de combate à inflação e autonomia na condução da política monetária. Um dos grandes problemas práticos encontrados atualmente é a mensuração quantitativa da credibilidade da autoridade monetária. O estudo tanta mensurar a credibilidade através do peso da meta central da inflação na formação da expectativa inflacionária, ou seja, quanto mais crível for o Banco Central, maior o peso da meta. O estudo se baseia na hipótese central de que as expectativas da meta de inflação no Brasil ainda apresentam um efeito da indexação da inflação passada que vem diminuindo com o ganho de credibilidade do Banco Central, ao mesmo tempo em que a meta vem ganhando significância. Testes econométricos foram realizados de forma a empiricamente modelar a formação das expectativas 12 meses à frente no regime de metas de inflação contemplando os efeitos históricos...

Política monetária sob o regime de metas de inflação : uma estimativa da função de reação do Banco Central do Brasil (2000 – 2009)

Sulzbach, Vanessa Neumann
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
135.82%
O presente trabalho procura apresentar uma estrutura funcional da regra de política monetária seguida pelo Banco Central do Brasil após a adoção do sistema de metas de inflação, de forma a avaliar se esta segue um formato próximo daquele originalmente apresentado por John B. Taylor em 1993. Ainda, procura-se verificar se a autoridade monetária brasileira leva em consideração a mudança dos preços relativos na sua tomada de decisão da taxa básica de juros, e se há sinais de continuidade no processo de condução do regime entre a presidência de Armínio Fraga e Henrique Meirelles à frente do Banco Central.; The aim of this work is to present a functional structure of the monetary policy rule adopted by the Central Bank of Brazil after the adoption of the inflation targeting regime, and to evaluate if this structure follows a close format of the originally one presented by John B. Taylor in 1993. Furthermore, the work intend to verify if the Brazilian monetary authority takes into account the changes in relative prices when decides about the level of benchmark interest rate (Selic), and if there is continuity in the process of conducting the regime between two Central Bank governors, Armínio Fraga and Henrique Meirelles.

A determinação da taxa de juros pelo Banco Central do Brasil durante o sistema de metas para a inflação

Luz, Maria Reiniger da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
135.79%
O presente trabalho aborda a evolução da teoria econômica no âmbito da política monetária. Atualmente a estabilidade de preços é considerada uma variável fundamental para a expansão da atividade econômica. Neste sentido, o papel da política monetária é de extrema importância. No entanto, a autoridade responsável por sua condução está sujeita ao viés inflacionário, que leva a resultados inconsistentes com política de equilíbrio futuro. Neste contexto, foram colocadas em prática ancoras nominais, que atuaram na restrição da política monetária discricionária e, com isso, ajudaram na prevenção do problema da inconsistência temporal. Após as experiências de regimes monetários baseados na taxa de câmbio e nos agregados monetários, foi criado o regime de metas para a inflação. Este sistema foi adotado inicialmente pela Nova Zelândia em 1990, sendo posteriormente introduzido formalmente por inúmeros países desenvolvidos e em desenvolvimento, que vislumbravam na meta uma ferramenta para alcançar a estabilidade de preços. Em razão da importância do sistema de metas para política monetária global, seu escopo teórico e sua experiência internacional e doméstica são analisados no trabalho. No Brasil...

A redução gerencial e a transposição do planejamento estratégico no Banco Central do Brasil

Rosso, Vagner Fantinel de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
135.82%
Nas duas últimas décadas, a administração pública brasileira tem respondido à pressão para aumentar a eficiência de seus processos gerenciais valendo-se do conhecimento acumulado na iniciativa privada. O Banco Central do Brasil, autarquia federal vinculada ao Ministério da Fazenda, tem buscado aumentar sua eficiência pela importação de modelos e ferramentas gerenciais. Uma dessas ferramentas é o planejamento estratégico, resultado de uma longa tradição em planejamento e em estratégia, concebida no campo militar e depois apropriada pelo setor empresarial. Várias abordagens procuram explicar o fenômeno da transposição de tecnologias gerenciais e, dentre elas, destaca-se a redução gerencial (Bergue, 2009), modelo desenvolvido a partir da redução sociológica de Guerreiro Ramos (1996). Esta abordagem traz para o campo da gestão o caráter crítico e reflexivo inerente à redução sociológica e fornece cinco categorias teóricas de análise para o estudo do fenômeno. Essas categorias procuram evidenciar a capacidade dos atores organizacionais de perceber o contexto em que a organização está inserida, reconhecendo seus condicionantes, e o contexto em que as tecnologias gerenciais são produzidas, identificando seus conceitos e pressupostos essenciais...

Dois ensaios sobre política monetária ótima aplicada ao Banco Central do Brasil : preferências no período do regime de metas para a inflação e consideração da restrição de não negatividade Sul

Schifino, Lucas Aronne
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
135.86%
O objetivo desta dissertação, composta por dois ensaios, é estudar a condução da política monetária brasileira com base no arcabouço teórico popularizado por Svensson (1997) e Ball (1999), centrado em um banco central otimizador restrito à estrutura da economia. Nesse sentido, o primeiro ensaio atualiza o trabalho de Aragón e Portugal (2009), buscando identificar as preferências do Banco Central do Brasil (BCB) durante a vigência do Regime de Metas de Inflação (RMI) por meio da calibragem do modelo otimização intertemporal. Os resultados mostram que, enquanto o hiato do produto possui menos de 10% de ponderação nas preferências do BCB, a extensão da amostra de 2007 até 2011 aumenta o peso do objetivo de suavização da taxa de juros. Apesar disso, a meta de inflação permanece preponderante nas preferências da autoridade monetária brasileira. Ademais, expandindo a metodologia para investigar se a trajetória da taxa de juros reflete fear of floating por parte do BCB, os resultados evidenciam que a taxa de câmbio não parece desempenhar papel relevante em seus objetivos. O segundo ensaio objetiva verificar as consequências da consideração da restrição de não negatividade sobre a taxa de juros nominal...

COMPORTAMENTO DA FUNÇÃO DE REAÇÃO DO BANCO CENTRAL DO BRASIL: Uma análise para o período do Sistema de Metas de Inflação

Schnorrenberger, Richard
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 58 f.
Português
Relevância na Pesquisa
125.86%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; A função de reação do Banco Central expressa as preferências da autoridade monetária em relação aos desvios da inflação à sua meta e ao hiato do produto. O presente trabalho investiga estas preferências e possíveis assimetrias nos objetivos do Banco Central do Brasil durante o período do sistema de metas para inflação, aplicando e estendendo o modelo de Clarida, Galí e Gertler (1999) com abordagem forward-looking. A econometria de séries temporais é empregada como principal ferramenta estatística para obtenção dos resultados. Os resultados indicam que o Banco Central do Brasil tem conduzido uma política monetária com preferências assimétricas em relação aos seus objetivos. O formulador de política monetária é mais sensível à estabilidade de preços, mas também se atenta aos movimentos do hiato do produto e suaviza intertemporalmente a taxa de juros de curto prazo. Ainda, a autoridade monetária reagiu com maior intensidade aos preços dos itens administrados nas gestões de Armínio Fraga e Henrique Meirelles e aos preços livres na gestão de Alexandre Tombini. Foram identificadas oscilações na função de reação em períodos de alta instabilidade financeira...

Oferta e demanda de informação financeira pessoal : o Programa de Educação Financeira do Banco Central do Brasil e os universitários do Distrito Federal

Matta, Rodrigo Octávio Beton
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
135.78%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, Departamento de Ciência da Informação e Documentação, 2007.; Esforços objetivando a educação financeira das pessoas são raros no Brasil. São quase inexistentes os estudos voltados ao tema. Diante dessa escassez, desenvolveu-se uma pesquisa de caráter exploratório descritivo envolvendo um dos raros programas existentes no país sustentado por um órgão público voltado à educação financeira da população. Realizou-se um estudo de usuários cujo objetivo geral foi verificar o alinhamento entre a oferta de informação do Programa de Educação Financeira do Banco Central do Brasil (PEF-BC) e a demanda de informação pelos universitários do Distrito Federal sobre finanças pessoais. Foi estudada a oferta de informação pelo PEF-BC e, em seguida a demanda de informação pelos estudantes universitários, para comparar os dados e concluir sobre o alinhamento. Utilizaram-se as técnicas de levantamento documental e entrevista no estudo do PEF-BC e de sua oferta de informação, onde foram identificadas e descritas 44 fontes de informação que abordavam o tema finanças pessoais. Para o estudo da demanda de informação sobre finanças pessoais pelos universitários do Distrito Federal...

Convênio Bacen Jud

Banco Central do Brasil (Bacen)
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Legislação Formato: 44517 bytes; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
145.77%
Convênio de cooperação técnico-institucional que fazem entre si o Banco Central do Brasil, o Conselho da Justiça Federal e o Superior Tribunal de Justiça, para fins de operacionalização do Sistema Bacen Jud 2.0.

A responsabilidade objetiva do Banco Central do Brasil por omissão na fiscalização da atividade bancária nas relações com correntistas e poupadores

Nascimento, Geraldo Machado
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Português
Relevância na Pesquisa
145.76%
Monografia apresentada ao Curso de Especialização Telepresencial e Virtual em Direito Constitucional, na modalidade Formação para o Mercado de Trabalho, como requisito parcial à obtenção do grau de especialista em Direito Constitucional.; Analisando os requisitos e espécies da responsabilização civil, o presente trabalho procura demonstrar a responsabilidade objetiva do Banco Central do Brasil em virtude de danos sofridos por correntistas, investidores e poupadores, causados pela má fiscalização, ausência de fiscalização ou fiscalização tardia desta Autarquia Federal.; Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Responsabilidade por omissão do auditor externo no âmbito do sistema financeiro nacional : considerações sobre o poder disciplinar do Banco Central do Brasil, a culpabilidade e a justiça da pena

Erling, Marlos Lopes Godinho
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
145.78%
Tece "considerações acerca da atuação do poder disciplinar pelo Banco Central do Brasil na hipótese em que diagnosticada omissão injustificável e relevante, no exercício da atividade de auditoria externa, por parte de sociedades de empresa de auditoria ou pelo auditor externo independente em instituições financeiras ou demais instituições autorizadas a funcionar pela Autarquia".

Gest??o do conhecimento e aloca????o de recursos humanos no setor p??blico: a experi??ncia do Banco Central do Brasil

Banco Central do Brasil
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP)
Tipo: Relato de Experi??ncia
Português
Relevância na Pesquisa
145.83%
Procedimentos adotados - com a finalidade de colocar a pessoa certa no lugar certo - na localiza????o de 249 servidores que ingressaram do Banco Central do Brasil - BC, por meio do Concurso Analista/2000. O BC decidiu investir nos conceitos e pr??ticas presentes na gest??o do conhecimento. Foram utilizados m??todos e programas de computador j?? testados no mercado, buscando adequar o perfil comportamental e de conhecimentos do futuro servidor ao dos postos de trabalho do BC. Sua valida????o ocorreu por meio de pesquisa de satisfa????o com os servidores e respectivas chefias; N??mero de p??ginas: 6 p.; Classifica????o::Administra????o P??blica. Teoria Geral da Administra????o::Desenvolvimento Gerencial::Inova????o; Iniciativa premiada no 6?? Concurso Inova????o na Gest??o P??blica Federal sob responsabilidade de Gercy Brasil Cardoso Lima e Ricardo Luis Paix??o; A????es premiadas no 6?? Concurso Inova????o na Gest??o P??blica Federal - Pr??mio H??lio Beltr??o - 2001; ??reas tem??ticas: gest??o de pessoas e capacita????o; gest??o e desenvolvimento de pessoas

Determinantes de intervenção do Banco Central do Brasil no mercado de câmbio: uma abordagem empírica por regressão logística e redes neurais

Figueiredo, Cassius Marcellus do Carmo
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
135.84%
Em economias com regimes de metas de inflação é comum que Bancos Centrais intervenham para reduzir os níveis de volatilidade do dólar, sendo estas intervenções mais comuns em países não desenvolvidos. No caso do Brasil, estas intervenções acontecem diretamente no mercado à vista, via mercado de derivativos (através de swaps cambiais) ou ainda com operações a termo, linhas de liquidez e via empréstimos. Neste trabalho mantemos o foco nas intervenções no mercado à vista e de derivativos pois estas representam o maior volume financeiro relacionado à este tipo de atuação oficial. Existem diversos trabalhos que avaliam o impacto das intervenções e seus graus de sucesso ou fracasso mas relativamente poucos que abordam o que levaria o Banco Central do Brasil (BCB) a intervir no mercado. Tentamos preencher esta lacuna avaliando as variáveis que podem se relacionar às intervenções do BCB no mercado de câmbio e adicionalmente verificando se essas variáveis se relacionam diferentemente com as intervenções de venda e compra de dólares. Para tal, além de utilizarmos regressões logísticas, como na maioria dos trabalhos sobre o tema, empregamos também a técnica de redes neurais, até onde sabemos inédita para o assunto. O período de estudo vai de 2005 a 2012...

Racionalidade comunicativa e processo administrativo em equipes funcionais: o caso do Banco Central do Brasil

Silva, Wanderley
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
125.84%
o objetivo desta dissertação é analisar como se configuram as funções '< administrativas de planejamento, organização, direção e controle, nas equipes funcionais em nível operacional do Banco Central do Brasil, em função do grau de racionalidade comunicativa I. que referencia a ação gerencial. A partir dos conceitos de processo administrativo e de suas funções integrantes, decorrentes da teoria clássica da administração, a ação gerencial é analisada à luz da epistemologia crítica, particularmente quanto aos conceitos de racionalidade comunicativa e das categorias de ação social. A pesquisa classifica-se como explicativa quanto aos fins e utiliza-se do método de estudo de caso, pois a análise é ambientada nas equipes de trabalho em nível operacional do Banco Central do Brasil. Os dados foram coletados por meio de aplicação de questionário junto aos servidores da instituição que trabalham nos componentes administrativos denominados "Coordenadorias". A partir desses dados foi possível a validação", das escalas e das correlações estabelecidas entre os construtos integrantes do modelo de pesquisa. Os resultados obtidos permitiram confirmar e discutir a hipótese principal do presente estudo de que a racionalidade comunicativa é preditora dos atributos das funções administrativas de planejamento...

O papel do Banco Central do Brasil no combate e prevenção a lavagem de dinheiro nas instituições financeiras brasileiras.

PORTO, Ayrton Rubens Barbosa Ferreira
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Português
Relevância na Pesquisa
125.86%
Em 1998 foi aprovado, no Brasil, a Lei de nº 9.613, que viria a ser conhecida com a lei de lavagem de dinheiro (LLD), sendo alterada pontualmente em 2012 pela Lei de nº 12.683 e concluindo o arcabouço legal do Banco Central do Brasil com a Lei Complementar 105. A complexidade da lavagem de dinheiro evolui cotidianamente, portanto, assim devem ser aperfeiçoados os sistemas e mecanismos legais que a previnem e combatem. Logo, haja vista o vultuoso papel desempenhado pelo Bacen como órgão regulador do Sistema Financeiro Nacional (SFN), é necessário identificar quais os esforços empregados pelo Banco Central do Brasil, em ordem a combater e prevenir o crime de lavagem de dinheiro, nas instituições financeiras brasileiras? O presente trabalho trata do papel efetivamente desempenhado por essa entidade reguladora no combate e prevenção do crime supracitado. Foi realizado um estudo de natureza exploratória e uma pesquisa bibliográfica, analisando material bibliográfico diverso como por exemplo livros, teses, periódicos, informações disponíveis em sites específicos e artigos científicos. A análise dos materiais permitiu deixar claro o papel do Banco Central, responsável por prevenir e combater a lavagem de dinheiro em solo Brasileiro. Também foi possível concluir que o papel do Banco Central na matéria é configurado através das avaliações de controles internos e compliance1 realizadas pelos colaboradores do Bacen...

Banco Central do Brasil: institucionalidade, relações com o Estado e com a sociedade civil, autonomia e controle democrático; Texto para Discussão (TD) 1549: Banco Central do Brasil: institucionalidade, relações com o Estado e com a sociedade civil, autonomia e controle democrático; Brazil Central Bank: institutions, relations with the state and civil society, autonomy and democratic control; Texto para Discussão Cepal Ipea 31: Banco Central do Brasil: institucionalidade, relações com o Estado e com a sociedade civil, autonomia e controle democrático

Carvalho, Carlos Eduardo; Oliveira, Giuliano Contento de; Monteiro, Marcelo Balloti
Fonte: Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL); Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL); Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
125.83%
Analisa os poderes do Banco Central do Brasil (Bacen) no sentido de sua autonomia de fato e de suas implicações. Aborda o grau de sua autonomia para a tomada de decisão; seu dever de prestação de contas aos demais poderes e à sociedade em períodos de normalidade; sua capacidade de atuar de forma discricionária em momentos de instabilidade financeira.; 48 p. : il.

Da Galeria Collectio ao Banco Central do Brasil : percursos de uma coleção de arte

Rodrigues, Rachel Vallego
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
125.84%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, 2015.; Texto parcialmente liberado pelo autor. Conteúdo restrito: Capítulos 1 a 4.; O presente trabalho buscou apresentar o percurso de formação da Coleção de Arte do Banco Central do Brasil, tendo como foco o processo aquisitivo originário da falência da Galeria Collectio Artes Ltda. Destacamos esta aquisição das demais, não apenas pela quantidade significativa de obras que passam a integrar a coleção, mas também por propiciar um balanço do cenário do mercado de arte que se constituía durante a década de 1970. Observamos nesse período uma grande especulação com o acervo modernista, principalmente em torno das comemorações do cinquentenário da Semana de Arte Moderna de 1922. A Collectio participou ativamente desse processo com a intensa realização de leilões entre 1970 e 1973. A partir da análise do posicionamento da galeria, discute-se a situação que leva o Banco Central do Brasil a receber a coleção, em decorrência da crise financeira que se instala no país após o declínio do “milagre econômico”. Ao apresentar a trajetória da coleção, pretende-se, desta forma, compreender a postura adotada pelo Banco Central em relação à aquisição...

Da Galeria Collectio ao Banco Central do Brasil : percursos de uma coleção de arte

Rodrigues, Rachel Vallego
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
125.84%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, 2015.; Texto parcialmente liberado pelo autor. Conteúdo restrito: Capítulos 1 a 4.; O presente trabalho buscou apresentar o percurso de formação da Coleção de Arte do Banco Central do Brasil, tendo como foco o processo aquisitivo originário da falência da Galeria Collectio Artes Ltda. Destacamos esta aquisição das demais, não apenas pela quantidade significativa de obras que passam a integrar a coleção, mas também por propiciar um balanço do cenário do mercado de arte que se constituía durante a década de 1970. Observamos nesse período uma grande especulação com o acervo modernista, principalmente em torno das comemorações do cinquentenário da Semana de Arte Moderna de 1922. A Collectio participou ativamente desse processo com a intensa realização de leilões entre 1970 e 1973. A partir da análise do posicionamento da galeria, discute-se a situação que leva o Banco Central do Brasil a receber a coleção, em decorrência da crise financeira que se instala no país após o declínio do “milagre econômico”. Ao apresentar a trajetória da coleção, pretende-se, desta forma, compreender a postura adotada pelo Banco Central em relação à aquisição...

Comportamento da função do Banco Central do Brasil: Uma análise para o período do sistema de metas de inflação; Behavior of the Brazilian Central Bank reaction function: an analysis for the inflation targeting period

Schnorrenberger, Richard; Universidade Federal de Santa Catarina; Meurer, Roberto; Universidade Federal de Santa Catarina
Fonte: UFSC Publicador: UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
125.88%
http://dx.doi.org/10.5007/2175-8085.2013v16n2p33A função de reação do Banco Central expressa as preferências da autoridade monetária em relação aos desvios da inflação à sua meta e ao hiato do produto. O presente trabalho investiga estas preferências e possíveis assimetrias nos objetivos do Banco Central do Brasil durante o período do sistema de metas para inflação, aplicando e estendendo o modelo de Clarida, Galí e Gertler (1999) com abordagem forward-looking. A econometria de séries temporais é empregada como principal ferramenta estatística para obtenção dos resultados. Os resultados indicam que o Banco Central do Brasil tem conduzido uma política monetária com preferências assimétricas em relação aos seus objetivos. O formulador de política monetária é mais sensível à estabilidade de preços, mas também se atenta aos movimentos do hiato do produto e suaviza intertemporalmente a taxa de juros de curto prazo. Ainda, a autoridade monetária reagiu com maior intensidade aos preços dos itens administrados nas gestões de Armínio Fraga e Henrique Meirelles e aos preços livres na gestão de Alexandre Tombini. Foram identificadas oscilações na função de reação em períodos de alta instabilidade financeira...