Página 1 dos resultados de 5676 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Componentes imunológicos do colostro bovino: células, teores de imunoglobulinas e atividade bactericida dos fagócitos para a Escherichia coli enterotoxigênica (ECET); Immunological components of bovine collostrum: cells, immunoglobulin content and bactericidal activity of phagocytes against enterotoxigenic Escherichia coli

Gomes, Viviani
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/03/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.03%
Estudou-se quantitativamente e qualitativamente a citologia, os teores de imunoglobulinas, e a atividade bactericida dos fagócitos do colostro bovino contra a Escherichia coli enterotoxigênica (ECET), analisando-se a influência da opsonização prévia destas células. Para tal finalidade foram utilizadas 53 vacas da raça Holandesa, das quais realizou-se a colheita de um total 212 amostras de colostro obtidas antes da primeira e segunda ordenha. As amostras positivas (n=41) ao exame bacteriológico do leite foram excluídas desta pesquisa. Para a análise citológica quantitativa e qualitativa do colostro, foram utilizadas as técnicas de microscopia direta e citocentrifugação, respectivamente. As dosagens das imunoglobulinas (IgG, IgM e IgA) foram realizadas por meio da técnica de imunodifusão radial, utilizando-se Kits comerciais. Para a avaliação da atividade bactericida indireta dos fagócitos e verificação da influência da opsonização prévia da ECET, foram realizados os seguintes ensaios: utilizando somente suspensão de fagócitos mononucleares e polimorfonucleares em meio de cultura (Grupo Controle - C); suspensão de fagócitos mononucleares e polimorfonucleares adicionados a suspensão de ECET não opsonizada (Grupo NO); suspensão de fagócitos mononucleares e polimorfonucleares adicionados a suspensão de ECET previamente opsonizada com 10% de sobrenadante de colostro bovino delipidado (Grupo O). A atividade bactericida indireta dos fagócitos foi mensurada por meio da quantidade de nmoles de peróxido de hidrogênio liberado por estas células...

Efeito da extrusão termoplástica nas características físico-químicas e nutricionais do rúmen bovino e sua aplicação na alimentação humana; Thermoplastic extrusion effects on physical-chemical and nutritional properties of bovine rumen and its application in human feed.

Silva, Ana Carolina Conti e
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/02/2008 Português
Relevância na Pesquisa
35.94%
Introdução. O rúmen bovino constitui um subproduto de abatedouro por ser rejeitado sensorialmente e culturalmente. Apesar disso, representa uma ótima fonte protéica, sendo desejável seu aproveitamento integral na alimentação humana. Objetivo geral. Desenvolver um produto à base de rúmen bovino, avaliando suas características físico-químicas e nutritivas e sua aplicação em alimentos. Metodologia. O rúmen bovino foi desengordurado a frio e extrusado em extrusora de rosca única. Utilizou-se a Metodologia de Superfície de Resposta para verificação dos efeitos da extrusão sobre as propriedades funcionais do rúmen: capacidade de retenção de água, capacidade de emulsificação, estabilidade da emulsão, solubilidade da proteína e hidrofobicidade da superfície protéica. Foi avaliada a composição nutritiva do rúmen (composição centesimal, colesterol, perfil de ácidos graxos e sua qualidade protéica através da composição de aminoácidos e digestibilidade real em ratos). Três produtos cárneos (lingüiça toscana, hambúrguer de frango e quibe) foram fabricados com extrusado ou com farinha de rúmen, analisados sensorialmente e comparados com produtos cárneos contendo extrusado de concentrado protéico de soja. Resultados. A capacidade de emulsificação...

Otimização da liofilização do pericárdio bovino com o auxílio de ferramentas matemáticas; Freeze-drying optimization of bovine pericardium by mathematical modeling

Borgognoni, Camila Figueiredo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2009 Português
Relevância na Pesquisa
35.96%
A liofilização é um método de conservação utilizado para a obtenção de produtos desidratados de alta qualidade. É um processo que requer tempo e energia, podendo levar dias para terminar se o ciclo de liofilização não for otimizado. O objetivo da otimização do processo de liofilização é minimizar o consumo de energia e reduzir o tempo de processo, sem que ocorra a perda na qualidade do produto liofilizado. A utilização de modelos matemáticos que predizem o comportamento do produto durante a liofilização pode reduzir drasticamente o número de experimentos, além de determinar variáveis importantes que não podem ser medidas experimentalmente. Tecidos biológicos são produtos sensíveis que se submetidos à altas temperaturas podem sofrer alterações irreversíveis. O estudo da liofilização do pericárdio bovino tem como objetivo sua conservação, facilitando sua manipulação e armazenamento. O objetivo deste projeto foi o uso da teoria fenomenológica que envolve a liofilização, com a utilização de parâmetros essenciais determinados por experimentos de laboratório, para guiar o desenvolvimento de um modelo matemático capaz de descrever a dinâmica do processo de liofilização do pericárdio bovino para...

Estudo comparativo da biocompatibilidade in vivo de matrizes acelulares de pericárdio bovino e porcino; In vivo biocompatibility study of acellular bovine and porcine pericardium matrices

Ottoboni, Flávia Correia Fuso
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/2011 Português
Relevância na Pesquisa
35.94%
As matrizes acelulares são utilizadas na engenharia de tecidos com o objetivo da reconstrução ou substituição de tecidos danificados. Nesse trabalho matrizes acelulares foram preparadas a partir de pericárdio porcino e pericárdio bovino, por possuírem uma grande quantidade colágeno tipo I, usando-se ao tratamento de hidrólise alcalina nos tempos de 12 e 24 horas. Essas matrizes foram desenvolvidas para serem utilizadas como barreiras de proteção no processo de cicatrização de feridas como também na indução de formação de tecidos ósseos. Foram submetidas ao teste de biocompatibilidade in vivo, com a implantação das matrizes no subcutâneo de 65 ratos Wistar, machos, adultos que sofreram eutanásia aos 7, 14, 21, 28 e 35 dias de pós-operatório. A avaliação microscópica no 7º dia mostrou existência da matriz e uma grande quantidade de infiltrado inflamatório em volta do material, sendo que ao 14º dias além do infiltrado inflamatório, foi observado uma neovascularização. Aos 21º e 28º dias foi observado uma diminuição gradual do infiltrado inflamatório, crescimento celular no local em que as fendas se formaram nas matrizes e uma grande revascularização. Ao 35º dias a matriz de pericárdio bovino e porcino foram reabsorvidas totalmente. Comparando o pericárdio bovino com o porcino tratado por 12 e 24 horas em relação ao tempo de degradação...

Síntese enzimática, caracterização físico-química e térmica de biodiesel de sebo bovino por rota etílica; Enzymatic synthesis, physico-chemical and thermal characterization of biodiesel from beef-tallow by ethyl route

Silva, Guilherme Augusto Martins da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/06/2009 Português
Relevância na Pesquisa
35.96%
O objetivo deste projeto foi estabelecer um processo de síntese enzimática de biodiesel empregando sebo bovino como matéria-prima lipídica. Para o desenvolvimento deste projeto de mestrado, o trabalho experimental foi direcionado para as seguintes atividades: 1) Determinação das propriedades físico-químicas da matéria-prima; 2) Testes de seleção do derivado imobilizado mais efetivo para mediar a síntese de biodiesel a partir do sebo bovino; 3) Estabelecimento de metodologias para analisar o produto transesterificado por diferentes técnicas; 4) Otimização da síntese de biodiesel por planejamento experimental; 5) Aumento de escala e comprovação do modelo estatístico e 6) Caracterização do produto formado e comparação com o biodiesel comercial. Os resultados das análises de composição da matéria-prima indicaram que a amostra de sebo bovino atende ao padrão exigido para ser utilizado na reação de transesterificação (baixo teor de água e índice de acidez). Para os testes de triagem do biocatalisador, diferentes fontes de lipase (EC 3.1.1.3) foram imobilizadas no suporte híbrido POS-PVA e utilizadas para mediar a reação de transesterificação do sebo bovino e etanol em meio isento de solventes. Todas as reações foram realizadas nas mesmas condições operacionais (temperatura de 45°C...

Expressão dos membros da subfamília do fator de crescimento fibroblástico 8 (FGF8, FGF17 e FGF18) e dos receptores de fatores de crescimento fibroblástico(FGFRs) durante o desenvolvimento e regressão do corpo do lúteo bovino

Guerra, Diego Marcondes
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 79 f. : il., gráfs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
35.94%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ciências Biológicas (Farmacologia) - IBB; A compreensão dos mecanismos moleculares controladores do desenvolvimento, função e regressão do CL bovino é necessária para o aprimoramento da manipulação hormonal ovariana. Fortes evidências sugerem o envolvimento de fatores de crescimento fibroblástico (FGFs) na regulação do crescimento e regressão do CL. “Splicing” alternativo de 4 genes formam sete subtipos de FGFRs com afinidade variável por diferentes FGFs. Os membros da subfamília do FGF8 (FGF8, 17 e 18) ativam eficientemente o FGFR3C e 4 e podem atuar em cooperação nos tecidos que expressão estes receptores. O objetivo deste trabalho foi determinar o padrão de expressão dos FGFRs e dos membros da subfamília do FGF8 no CL bovino (CL). Os CLs foram obtidos de ovários de abatedouro e classificados em 4 estádios de desenvolvimento (estádio/1= corpo hemorrágico, estádio/2= CL em desenvolvimento, estádio/3= CL maduro/início da luteólise funcional e estádio/4= luteólise estrutural). O RNAm foi mensurado por PCR semiquantitativo e a proteína localizada por imunohistoquímica. A expressão do RNAm codificante das isoformas ‘B’ e ‘C’ de FGFR1 e FGFR2 foi detectada no CL bovino por PCR associado à eletroforese e foi acompanhada pela localização da proteína nas pequenas e grandes células luteínicas. A expressão do RNAm do FGFR1C e 2C não variou durante o desenvolvimento luteínico...

Monitoração da ocorrência do Vírus Respiratório Sincicial Bovino (BRSV) em plantéis leiteiros infectados pelo Herpesvírus Bovino Tipo 1 (BoHV-1)

Affonso, Ingrid Bortolin
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xii, 47 f.
Português
Relevância na Pesquisa
35.98%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Medicina Veterinária - FCAV; O Vírus Respiratório Sincicial Bovino (BRSV) é um dos patógenos pertencentes ao complexo respiratório bovino. Apesar de não provocar enfermidade severa na maioria dos casos, há evidências de que este vírus possa facilitar o estabelecimento de outros patógenos. Assim, o presente estudo buscou estabelecer a possibilidade de relação entre o BRSV e o Herpesvírus Bovino Tipo 1 (BoHV-1), em três propriedades leiteiras, localizadas em três municípios do noroeste do Estado de São Paulo. Além disso, visou também monitorar ao longo do tempo os títulos de anticorpos contra o BRSV em bezerros desde o nascimento. Com base em dados previamente estabelecidos, essas propriedades foram categorizadas como tendo alta, média e baixa prevalência de BoHV-1, respectivamente, propriedade A, no município de Viradouro, (78,6%); propriedade B, no município de Altinópolis, (40%); e, propriedade C, no município de Jaboticabal, (1,6%). Com relação à prevalência de BRSV, a propriedade B apresentou maior prevalência sorológica (82,4%), possivelmente por possuir fatores de risco facilitadores para o desenvolvimento da infecção...

Créditos de nitrogênio, alterações nos atributos químicos do solo e nos componentes de produção da cultura do milho em função da aplicação de esterco bovino

Silva, Marcio Silveira da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: ix, 47 p. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
35.96%
Pós-graduação em Agronomia (Produção Vegetal) - FCAV; Os adubos orgânicos se constituem como uma importante forma de reciclagem de nutrientes, em especial o nitrogênio. No entanto, estimar a quantidade de N que é fornecida durante o ciclo da cultura é uma tarefa complexa. Nesse sentido, foram conduzidos simultaneamente dois experimentos em um Latossolo Vermelho eutroférrico muito argiloso, no município de Jaboticabal-SP, durante o ano agrícola 2011/2012 com o objetivo de se avaliar os créditos de nitrogênio para a cultura do milho, as alterações nos componentes de produção e as alterações nos atributos químicos do solo em função da aplicação de esterco bovino. Ambos os experimentos foram conduzidos em blocos casualizados com quatro repetições. Os tratamentos no primeiro experimento foram constituídos por doses de N, sendo elas: 0; 60; 90; 120; 180 e 240 kg ha-1, de N utilizando-se como fonte a ureia. Este experimento foi conduzido para de determinar a curva de resposta da cultura ao nitrogênio e, por meio desta calcular os créditos de nitrogênio provenientes da adubação com esterco. Já no segundo experimento, os tratamentos foram constituídos por sete doses de esterco bovino, 0; 5; 10; 15; 30; 45 e 60 Mg ha-1. Foram avaliados os componentes de produtividade do milho...

Estudo comparativo de diferentes metodologiasde preservação do sêmen bovino para a utilização e programas de inseminação artificial em tempo-fixo(IATF)

Crespilho, André Maciel
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 97 f.
Português
Relevância na Pesquisa
35.94%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Medicina Veterinária - FMVZ; O objetivo do estudo foi comparar a efetividade de três diluidores empregados para criopreservação e refrigeração do sêmen bovino em relação aos padrões de motilidade, integridade de membrana plasmática e acrossomal, índice de peroxidação lipídica e fertilidade nos programas de inseminação artificial em tempo-fixo (IATF). No Trabalho científico número 1 foi comparado a viabilidade e fertilidade pós-descongelação proporcionada pelos diluidores Tris-frutose (TRIS, Controle) e Botu-Bov® (BB), ambos contendo 20% de gema de ovo como fonte de lipoproteínas, frente à diluição em Botu- Bov®-Lecitina de Soja (meio BB-L) apresentando 1% de lecitina em substituição ao produto de origem animal. No Trabalho 2 foram avaliados os mesmos diluentes quando utilizados para a refrigeração do sêmen bovino por 48 horas a 5°C. Já no Trabalho número 3 foi avaliada a taxa de concepção na inseminação artificial (C/IA) proporcionada pelo sêmen bovino refrigerado por 24 horas em meio Botu-Bov® em comparação ao sêmen convencionalmente criopreservado no mesmo diluidor. Os meios TRIS e BB a base de gema de ovo foram mais efetivos na manutenção da viabilidade espermática pósdescongelação...

Influência do ph final e tipo de embalagem na conservação de carne de bovino da raça maronesa: Parâmetros microbiológicos, físico-químicos, sensoriais e fracção volátil

Saraiva, Cristina Maria Teixeira
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
35.94%
Tese de Doutoramento em Ciências Veterinárias; A carne de bovino é uma das que tem maior valor comercial no panorama das espécies pecuárias. Para além do valor intrínseco da carne de bovino, a sua origem associada a uma raça autóctone e a um sistema de produção ecologicamente sustentável, como é o caso da raça bovina Maronesa DOP, aumenta o seu valor comercial e a sua aceitabilidade. Porém, para poder explorar todo o potencial desse produto, é necessário assegurar que chega ao consumidor nas melhores condições, e encontrar formas de apresentação que tornem mais fácil e segura a sua distribuição por unidades comerciais que frequentemente não têm serviço de corte de carnes. Assim, a comercialização desta carne previamente embalada, num sistema que prolongue ao máximo a sua vida útil, preservando o seu aspecto natural, principal factor que determina a decisão de compra pelo consumidor pode ser vantajosa. Por outro lado, é conhecida a ocorrência de carnes de condição DFD no sistema de produção desta carne, cuja capacidade de conservação é previsivelmente inferior. O presente trabalho teve como objectivo determinar quais as melhores condições de embalagem de carne de bovino Maronês DOP, de diferentes condições post mortem - Normal...

Co-branding de marcas colectivas de carne de bovino: avaliação do valor atribuído pelos consumidores

Oliveira, Diana Judite Moura de
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
35.94%
Dissertação de Mestrado em Gestão; Ocorrendo o Co-branding quando dois ou mais nomes de marcas já estabelecidas de diferentes instituições aparecem num mesmo produto, consideramos como pressuposto para a nossa investigação que uma forma de estimular a produção de carnes bovinas com Denominação de Origem Protegida (DOP) ou produzidas em modo de produção biológico seria pela associação em Co-branding destas duas marcas coletivas de carne bovina (DOP ou Biológica, individualmente ou em simultâneo) a marcas comerciais ou do distribuidor. Estas últimas marcas são normalmente detidas por empresas com dinâmicas comerciais mais fortes do que os agrupamentos de produtores e/ou cooperativas/empresas que comercializam as marcas coletivas referidas de produtos agro-alimentares tradicionais. Mas para que essa decisão de associarem mais do que uma marca em Co-branding possa ser tomada pelos produtores e empresas que comercializam carnes bovinas com marcas comerciais, do distribuidor ou coletivas (DOP ou Biológica), é necessário avaliar se essas eventuais opções de Co-branding são valorizadas e reconhecidas pelos consumidores como geradoras de mais valias que justificam um pagamento adicional da sua parte. Assim, o objetivo deste estudo é o de avaliar a valorização dada pelos consumidores e compradores de carne bovina a opções de Co-branding que associem marcas coletivas de uma carne bovina com Denominação de Origem Protegida (DOP) e/ou Biológica a carnes bovinas com marca comercial ou do distribuidor/supermercado. Por outro lado...

Período de absorção intestinal de macromoléculas em cabritos recém-nascidos após a ingestão de colostro bovino

Yanaka,Rodrigo; Camargo,Diogo G. de; Bovino,Fernanda; Santos,Wildemberto A.; Dócusse,Maíra R.; Cavassano,Bruno S.; Feitosa,Francisco L.F.
Fonte: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Publicador: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
35.99%
Após o nascimento, os cabritos são dependentes das imunoglobulinas colostrais devido às características placentárias que não permitem a passagem de macromoléculas da circulação materna. De acordo com a literatura, os cabritos possuem capacidade absortiva por até quatro dias. Muitos aspectos fisiológicos de outras espécies são aceitos e utilizados para caprinos, mas aqueles relacionados à transferência de imunidade passiva precisam de investigação. Os objetivos do presente estudo foram determinar o período de passagem de macromoléculas da mucosa intestinal para a circulação e a duração da proteção humoral transferida passivamente pela ingestão de colostro bovino e caprino. Sessenta cabritos recém-nascidos foram distribuídos em seis tratamentos: T 0 (n=25), ingestão natural de colostro caprino à vontade; T 1 (n=7), colostro bovino entre o nascimento e duas horas pós-parto; T 2 (n=7), ingestão de colostro bovino entre quatro e seis horas pós-nascimento; T 3 (n=7), leite nas primeiras oito horas e colostro bovino entre 10 e 12 horas pós-parto; T 4 (n=7), ingestão de leite até 18 horas e colostro bovino entre 22 e 24 horas pós-nascimento; T 5 (n=7), leite até 30 horas e ingestão de colostro bovino entre 34 e 36 horas pós-parto. Determinaram-se as concentrações séricas de proteína total (PT)...

Osteointegração de osso bovino desvitalizado, hidroxiapatita de coral, poliuretana de mamona e enxerto autógeno em coelhos

Figueiredo,Arthur Silveira de; Fagundes,Djalma José; Novo,Neil Ferreira; Inouye,Celso Massaschi; Takita,Luiz Carlos; Sassioto,Maria Cristina Pita
Fonte: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Publicador: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2004 Português
Relevância na Pesquisa
35.94%
OBJETIVO: Estudar comparativamente implantes de osso bovino desvitalizado, hidroxiapatita porosa de coral, poliuretana de mamona e enxerto ósseo autógeno no reparo de defeito ósseo de 6x10mm em fêmur de coelhos. MÉTODOS: Noventa e seis coelhos Nova Zelândia distribuídos em 4 grupos conforme o material de preenchimento do defeito ósseo. Após seguimento de 4 e 12 semanas, as peças foram submetidas a análise macroscópica, microscópica, radiográfica, tomográfica e histométrica. Aos resultados aplicou-se testes estatísticos de Kruskal-Wallis, Mann-Whitney, Fisher, “t” de Student e quiquadrado. RESULTADOS: O enxerto ósseo autógeno mostrou maior potencial osteogênico; o osso bovino desvitalizado produz maior reação inflamatória, maior número de cavidades císticas e lentidão de integração; a hidroxiapatita porosa de coral mantém a radiodensidade inicial; os implantes de osso bovino desvitalizado e poliuretana de mamona mostraram radiodensidades aumentadas conforme foram invadidos pelo tecido ósseo neoformado. CONCLUSÃO: O implante de osso bovino desvitalizado induz reparação tecidual guiada mais lenta quando comparado ao enxerto ósseo autógeno e aos implantes de hidroxiapatita porosa de coral e poliuretana de mamona.

Utilização de plasma bovino na formulação de pó para sorvete

Lopes, Toni Jefferson; Canzi, Clóvis; Machado, Maria Inês Rodrigues; Faria, Gabriela Ubatuba de; Pinto, Luiz Antonio de Almeida; Furlong, Eliana Badiale
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
35.94%
O aproveitamento do sangue bovino e de suas frações é interessante pelas propriedades funcionais e nutricionais de suas proteínas e para diminuir a poluição ambiental. Sob o ponto de vista econômico, poderia ser interessante para a obtenção de insumos de maior valor agregado. Os resultados de trabalhos anteriores que utilizaram o processo de secagem de plasma bovino e sangue, adsorvidos em farelo de arroz, em leito de jorro, indicaram a possibilidade de aproveitar estes materiais como constituintes da formulação de produtos alimentícios. Este trabalho teve como objetivo aproveitar a fração plasma do sangue bovino, seca em leito de jorro, na formulação de sorvete. Os ensaios experimentais realizados permitiram definir uma formulação que apresentou 11,1% de proteína, 2,6% de umidade, 3,2% de cinzas e 1,1% de extrato etéreo, com boa estabilidade de emulsão, solubilidade e digestibilidade. Isto levou à conclusão de que o plasma de sangue bovino seco em leito de jorro se credencia tecnologicamente para ser utilizado na formulação de pó para sorvete.; The exploitation of bovine blood and its fractions is interesting due to the functional and nutritional properties of its proteins and in order to decrease environmental pollution. From the economic point of view...

Carbonatação do leite de colostro bovino

Lenzer, Fabíola Thaís Becker
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
35.96%
Resumo: O leite de colostro bovino se destaca por suas propriedades nutricionais, terapêuticas e apresenta alta quantidade de imunoglobulinas, sendo uma fonte potencial de anticorpos aos humanos. O uso da carbonatação tem o intuito de inibir o crescimento microbiano do meio, com a possibilidade de aumentar o tempo útil do produto cru durante o armazenamento refrigerado. Este trabalho tem como objetivo avaliar o efeito da acidificação com CO? sobre as características físico-químicas como, pH, acidez titulável, densidade, gordura, proteínas, EST, ESD, cinzas, cálcio, viabilidade das imunoglobulinas IgG e contagem microbiológica de mesófilos, psicrotróficos, coliformes totais e E.coli do leite de colostro bovino após 48 horas do processo da carbonatação. O CO2 foi adicionado ao leite de colostro bovino, em sistema aberto, sob pressão ambiente, à temperatura de 5ºC até atingir os valores médios de pH 6,30 e 6,06. As análises foram realizadas em triplicata, exceto a imunodifusão radial simples e análises microbiológicas que foram realizadas em duplicata. Inicialmente os resultados foram checados quanto a Normalidade pelo teste de Kolmogorov-Smirnov e a homogeneidade de variâncias entre as três amostras de leite de colostro bovino foi estudada pelo teste de Hartley. Diferenças estatisticamente significativas foram avaliadas pela análise de variância (ANOVA) unifatorial e o teste de Fisher foi utilizado para comparar as médias entre os tratamentos. Imunoglobulinas da classe IgG...

Caracterização de resíduo sólido formado em biodiesel de sebo bovino

Pivesso, Paulo Roberto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Química; Físico-Química; Química Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Química; Físico-Química; Química
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
35.96%
Biodiesel production has increased over the last decade because of the benefits associated with this fuel, including renewability, domestic feedstock, lower toxicity, and biodegradability. From 2008, the use of beef tallow as a feedstock for biodiesel production in Brazil has increased in significance, representing the second largest source of biodiesel, after soybeans. However, the performance of biodiesel in cold weather conditions is worse than diesel because of deposition of insoluble at low temperatures, accelerating the plugging of fuel filters and injectors of the vehicle engine. Studies have been conducted on beef tallow biodiesel, mostly related to the properties of thermal and oxidative stability. However, few studies have described the nature of the precipitate formed and its influence on product quality. Research suggests that the cause of deposition is related to the nature of saturated esters and monoacylglycerols as inducing agents. This study monitored the levels of mono-, diand triacylglycerols, the oxidation stability and the cold filter plugging point (CFPP) in beef tallow biodiesel samples from two commercial producers in Brazil for a period of twelve months. Filtered precipitates were analyzed by comparative techniques of GCFID...

Caracterização de resíduo sólido formado em biodiesel de sebo bovino

Pivesso, Paulo Roberto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Química; Físico-Química; Química Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Química; Físico-Química; Química
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
35.96%
Biodiesel production has increased over the last decade because of the benefits associated with this fuel, including renewability, domestic feedstock, lower toxicity, and biodegradability. From 2008, the use of beef tallow as a feedstock for biodiesel production in Brazil has increased in significance, representing the second largest source of biodiesel, after soybeans. However, the performance of biodiesel in cold weather conditions is worse than diesel because of deposition of insoluble at low temperatures, accelerating the plugging of fuel filters and injectors of the vehicle engine. Studies have been conducted on beef tallow biodiesel, mostly related to the properties of thermal and oxidative stability. However, few studies have described the nature of the precipitate formed and its influence on product quality. Research suggests that the cause of deposition is related to the nature of saturated esters and monoacylglycerols as inducing agents. This study monitored the levels of mono-, diand triacylglycerols, the oxidation stability and the cold filter plugging point (CFPP) in beef tallow biodiesel samples from two commercial producers in Brazil for a period of twelve months. Filtered precipitates were analyzed by comparative techniques of GCFID...

Contributo para a análise da cadeia de valor da carne de bovino em Portugal

Riso, André Miguel Amaral Mendes
Fonte: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária Publicador: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 10/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
35.94%
Dissertação de Mestrado em Engenharia Zootécnica - Produção Animal; O consumo de alimentos numa base diária está hoje assegurado para grande parte da população mundial. Para abastecer os mercados alimentares torna-se necessário que os sectores que compõem as cadeias alimentares colaborem entre si para satisfazer as necessidades do consumidor final. A carne de bovino é um produto caraterístico da dieta portuguesa, tendo também importância no sector da produção animal em Portugal. Foi pretendido com esta dissertação a realização da análise da cadeia de valor da carne de bovino do contingente geral (fresca e transformada) em Portugal Continental no período de 2000 a 2012. Para realizar esta análise delinearam-se várias fases: a realização de um diagnóstico sectorial, a identificação e descrição das ligações da cadeia e dos principais agentes integrados em cada uma dessas ligações, a quantificação e avaliação dos custos das atividades em cada elo da cadeia, a elaboração da estrutura de preços em cada fase da cadeia e, por fim, conhecer as atitudes/opiniões de várias empresas. Para se ter maior conhecimento da cadeia de valor em Portugal foram realizados 14 inquéritos (11 à industria de abate e transformação e 3 à distribuição). O sector da produção não foi alvo de inquérito uma vez que este sector disponibiliza regular e obrigatoriamente os dados estruturais e os preços. Os protocolos de abastecimento entre a produção e a distribuição têm incentivado a uma maior participação da produção na cadeia...

Factores de riesgo del síndrome respiratorio bovino en terneros lactantes de Argentina

Carbonero,A.; Maldonado,A.; Perea,A.; García-Bocanegra,I.; Borge,C.; Torralbo,A.; Arenas-Montes,A.; Arenas-Casas,A.
Fonte: Archivos de Zootecnia Publicador: Archivos de Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/03/2011 Português
Relevância na Pesquisa
35.94%
Se ha realizado un estudio epidemiológico observacional de tipo transversal para conocer los factores que actúan sobre la seropositividad de los principales agentes víricos del síndrome respiratorio bovino: el herpesvirus bovino tipo 1 (HVB1), el virus de la diarrea vírica bovina (VDVB), el virus respiratorio sincitial bovino (VRSB) y el virus de la parainfluenza 3 (VPI3). Se tomaron muestras de sangre de terneros procedentes de explotaciones lecheras situadas en las provincias argentinas de Córdoba y Santa Fé, y se cumplimentaron cuestionarios epidemiológicos. Los análisis serológicos se realizaron mediante la técnica ELISA. En total se tomaron muestras de sangre de 852 terneros procedentes de 55 explotaciones entre los años 2000 y 2002. Se realizaron cuatro modelos epidemiológicos mediante regresión logística, uno por cada virus donde, entre otras, aparecen variables asociadas a la infección relacionadas con la edad del ternero, la estación del año, el número de animales, la alimentación, las vacunaciones o el sistema de crianza.

Caracterización de cementos óseos preparados con hidroxiapatita, α-TCP o hueso bovino

Vargas-Coronado,R.F.; Chan-Chan,L.H.; Cervantes-Uc,J.M.; Cauich-Rodríguez,J.V.; Piña Barba,M.C.
Fonte: Sociedad Mexicana de Ingeniería Biomédica Publicador: Sociedad Mexicana de Ingeniería Biomédica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 Português
Relevância na Pesquisa
35.94%
Este trabajo reporta la preparación de cementos óseos utilizando metacrilato de metilo (MMA) como monómero base y rellenos bioactivos tales como hidroxiapatita (HA), fosfato tricálcico alfa (α-TCP) o hueso bovino. En general, los tiempos de curado aumentaron con la inclusión de estos refuerzos (de 4 hasta 6.7 min). La temperatura máxima alcanzada durante la polimerización del cemento disminuyó ligeramente al adicionar 20% de α-TCP o hueso bovino (80.3°C y 73.2°C respectivamente) y se mantuvo sin cambio en las formulaciones con HA (84.3°C) con respecto al control de solo PMMA. El contenido de monómero residual en los cementos bioactivos fue menor al 4%. La presencia de α-TCP o hueso bovino aumentó la resistencia a la compresión del cemento base y la adición de HA la disminuyó, cumpliendo en todos los casos con la resistencia mínima a la compresión (70 MPa) sugerida para su uso como cemento óseo. La adición de α-TCP o hueso bovino aumentó la resistencia a la flexión del cemento base pero la adición de HA la redujo aunque el requerimiento mínimo de resistencia a la flexión (50 MPa) fue cumplido solamente al usar concentraciones bajas de α-TCP. La resistencia tensil mínima (30 MPa) fue satisfecha por todas las formulaciones aunque siempre fue menor que la exhibida por el cemento base.