Página 1 dos resultados de 2 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Metalistas x papelistas : origens teóricas e antecedentes do debate entre monetaristas e desenvolvimentistas; Metallists vs. "paper moneyists"

Fonseca, Pedro Cezar Dutra; Mollo, Maria de Lourdes Rollemberg
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
17.17%
O artigo analisa o debate entre metalismo e papelismo, ocorrido no Brasil, na segunda metade do século XIX, e defende que esta última foi uma das correntes que contribuíram para a gênese do desenvolvimentismo. Para tanto, retoma as controvérsias monetárias da Inglaterra, desde o início daquele século, e nelas identifica as origens teóricas do debate brasileiro, com destaque especial à questão referente à neutralidade ou não da moeda. A seguir, mostra como esse foi adaptado às peculiaridades da economia brasileira, com ênfase à opção dos papelistas pelo crescimento, rompendo com a ortodoxia da época. A influência no desenvolvimentismo nascente é trabalhada empiricamente por meio de manifestações assumidas por Getúlio Vargas, já que esse foi o personagem central do Estado desenvolvimentista, que marcou a experiência histórica brasileira após 1930.; The paper analyzes the debate between metallism and “paper moneyism” which took place in Brazil in the second half of the 19th century and advocates that the latter was one of the currents that contributed to the genesis of developmentalism. In order to do so, it reviews the monetary controversies in England since the beginning of that century. Based on them...

The microeconomics of bullionism : arbitrage, smuggling and silver outflows in Spain in the early 18th century

Nogues-Marco, Pilar
Fonte: Universidade Carlos III de Madrid Publicador: Universidade Carlos III de Madrid
Tipo: info:eu-repo/semantics/draft; info:eu-repo/semantics/workingPaper Formato: application/pdf
Publicado em /06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
38.41%
In the Early Modern period, there was a systematic flow of precious metals from the American colonies to Spain and Portugal and, from there, throughout the world. In this paper, I use newly discovered data on the black market for silver in Cadiz to reconstruct a picture of Castilian smuggling and international silver flows in the Age of Bullionism (1729-1741). The arbitrage equation shows persistent violations of the silver-point that made arbitrage systematically profitable until devaluation pegged the exchange rate to the arbitrated parity. Market structure explains the persistent violations. The Cadiz shadow price was lower than the international market price because bullionist regulations configured an oligopsonistic structure. The price gap was the reason for the Castilian silver outflows to Europe