Página 1 dos resultados de 1361 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Relação da cárie dentária com os hábitos alimentares da população infanto-juvenil da Guiné-Bissau

Cruz, Carolina Tendeiro da
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
67.19%
Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária; Introdução e objetivos: A cárie dentária é uma das mais frequentes doenças da infância e a alimentação pode constituir um importante factor de risco, já que a etiologia da cárie dentária está relacionada com a ação de microorganismos orais que produzem ácidos orgânicos, a partir do metabolismo dos hidratos de carbono. A higiene oral modela esses efeitos. O objectivo deste estudo foi avaliar a saúde oral e os hábitos alimentares de crianças da Guiné-Bissau. Participantes e Métodos: Foram observadas 655crianças (8,0±3,5 anos; 25,4±10,9 kg; 1,24±0,2 m; 17,0±24,1 kg/m2; 2,2±2,7 dentes) da Guiné-Bissau, institucionalizadas num Orfanato de Háfia, nos serviços de pediatria do Hospital Simão Mendes em Bissau, escolas de Geba, e da Ilha de Uno. Tratou-se de um estudo transversal, em que os indivíduos foram caracterizados em 3 componentes: saúde oral (através dos índices de cárie: CPOd ou cpod e nº dentes livres de cárie, hábitos alimentares (questionário semi-quantitativo de frequência alimentar) e antropometria (peso e estatura, tendo-se calculado o IMC). A metodologia adaptada obedeceu aos critérios preconizados pela OMS para realização de estudos epidemiológicos em saúde oral. A análise estatística descritiva e inferencial dos dados recolhidos foi realizada com o auxílio do programa informático SPSS...

Dental caries associated factors in 12 year-old schoolchildren from a municipality in the state of São Paulo, Brazil; Fatores associados à cárie dentária em escolares aos 12 anos em um município do estado de São Paulo, Brasil

Mestriner, Soraya Fernandes; MORRAYE, Monica Andrade; AGUILA, Andrea Porto; FERRAUDO, Antonio Sergio; Mestriner Junior, Wilson
Fonte: Porto Alegre Publicador: Porto Alegre
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
67.09%
Objective To analyze the possible association between dental caries, fluorosis and the need for treatment in 12 year-old schoolchildren and the socioeconomic conditions of parents/guardians in the city of Franca, in the state of São Paulo. Methods A random sample of schoolchildren aged 12 was obtained from the school records in Franca, using a systematic random technique. The epidemiological survey was carried out by a single calibrated examiner, on 258 public and private schoolchildren in order to obtain the prevalence of dental caries, the need for treatment and the severity of dental fluorosis. Parents/guardians were also interviewed to assess their socioeconomic conditions (education and per capita income). We used multiple correlation analysis to investigate associations between category variables. Results It was possible to identify two distinct groups, with associations between the variables: the first group, represented by schoolchildren with average prevalence of caries, need for treatment, low level of parental education and income; and a second group represented by schoolchildren with low prevalence of caries, no need for treatment, high parental education and income. The two dimensions explained approximately 35% of total inertia. The factors within each group are related. Conclusion High income and parental education are associated with the low prevalence of dental caries but there is no association with dental fluorosis.; Analisar as possíveis associações entre cárie dentária...

Municipalização dos serviços de saúde e a prevalência de cárie dentária no município de Itapira/SP, no período de 1991 a 2006; Municipality process of health services and dental caries prevalence in the city of Itapira-SP, during the period between 1991 and 2006

Vieira, Vladen
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/10/2007 Português
Relevância na Pesquisa
67.09%
Introdução. A criação do Sistema Único de Saúde (SUS) e o processo de descentralização que lhe é inerente levaram à municipalização das ações e serviços de saúde. Esse processo vem tendo impacto sobre as políticas públicas de saúde bucal e contribui decisivamente para a reorientação dos programas odontológicos no âmbito do SUS. Objetivo. Analisar o processo de municipalização da saúde bucal no município de Itapira, SP, no período de 1991 a 2006, e verificar seu impacto sobre os níveis de cárie dentária na população escolar de 7 a 12 anos de idade e o acesso ao tratamento odontológico. Método. Trata-se de estudo de caso complementado por levantamento epidemiológico de cárie dentária, realizado em 2006 (n=704), na área urbana. Dados secundários de dois levantamentos, realizados em 1991 (n=1.159) e 1999 (n=749), foram utilizados na análise. Nos estudos de cárie foi utilizado o índice CPOD (em 1991 conforme proposto por Klein & Palmer; em 1999 e 2006 conforme preconizado pela OMS). Entrevistas com informantes-chave foram realizadas com o objetivo de captar sua percepção da municipalização da saúde bucal e reconstruir essa história, uma vez que documentos oficiais não estavam disponíveis. A técnica do Discurso do Sujeito Coletivo foi empregada. Resultados. Os profissionais conseguiram perceber na prática os resultados da municipalização...

Perfil epidemiológico de cárie dentária em pré-escolares e o conhecimento de pais e de educadores sobre saúde bucal; Epidemiologic profile of dental caries in primary schoolchildren and knowledge of the parents and educators about oral health

Carvalho, Fábio Silva de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2009 Português
Relevância na Pesquisa
67.17%
O objetivo deste estudo foi analisar a experiência de cárie dentária em préescolares de Bauru entre 3 e 6 anos de idade e identificar o conhecimento de pais e educadores em relação à saúde bucal. Foi estudada a população de três escolas municipais, a partir de uma amostra de 283 crianças. Foi aplicado questionário a 235 pais e 23 educadores. O índice adotado para investigação de cárie dentária foi o ceod. Foram empregados os índices de cuidado, de saúde dentária, significativo de cárie (SiC) e o coeficiente de Gini. O ceod encontrado na amostra foi de 1,40, e o percentual de crianças livres de cárie foi de 63,25%. O componente cariado correspondeu a 77,28% do ceod. O índice de cuidados foi de 19,70%, indicando menor utilização de serviços odontológicos pelas crianças. O índice de saúde dentária foi de 0,85, o SiC de 4,11 e o coeficiente de Gini de 0,78. A prevalência e severidade de cárie dentária foram consideradas baixas na amostra estudada e identificou-se a ocorrência da polarização demonstrando a desigualdade de distribuição da doença. Os educadores apresentaram bom conhecimento em relação à saúde bucal, no entanto, os pais revelaram maiores limitações em relação aos conceitos referentes à cárie dentária e à importância de atitudes e práticas preventivas. A interação de profissionais de saúde...

Prevalência de cárie dentária em crianças portadoras de fissura de lábio e/ou palato na faixa etária entre 6 e 72 meses; Caries prevalence in children with cleft lip and/or palate aged 6 to 72 months

Moura, Agda Maria de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
67.18%
A saúde bucal é indispensável ao sucesso da reabilitação estética e funcional da criança com fissura labiopalatal. O objetivo desta pesquisa foi conhecer em maior profundidade como a doença cárie se expressa em pacientes atendidos desde os primeiros dias de nascido no Ambulatório de Prótese Buco Maxilo Facial da FOUSP. Um único pesquisador examinou 285 crianças na faixa etária de 6 a 72 meses, das quais 116 eram do gênero feminino e 139 do masculino, sendo 30 crianças não portadoras de fissura, formando o grupo controle e 255 fissuradas, compreendendo o grupo de estudo, classificadas em 145 crianças com Fissura transforame incisivo, 36 com Fissura pré-forame incisivo e 74 com Fissura pós-forame incisivo. Um grupo de 57 crianças fissuradas foi acompanhado de forma longitudinal por meio de 3 exames realizados com intervalo de 12 meses entre eles. Um outro grupo de 30 crianças fissuradas tiveram seus dados pareados com os de seus irmãos que moravam na mesma casa e que correspondiam ao grupo controle. O exame clínico, visual e tátil, realizou-se após profilaxia dental, sob luz artificial por meio de espelho clínico e sonda IPC quando necessária. A cárie dentária foi diagnosticada pelos critérios da OMS, a severidade de acordo com a FDI/WHO e a gravidade segundo a American Academy Dental Association. Os dados tabelados foram submetidos à análise estatística através do teste Qui-Quadrado ajustado pela estatística de Fisher ou pela correção de Yates. No grupo de 255 crianças...

Cárie dentária e desigualdades socioeconômicas no Brasil; Dental caries and socioeconomic inequalities in Brazil

Mendes, Haroldo José
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/05/2014 Português
Relevância na Pesquisa
67.19%
O estudo dos determinantes sociais dos processos de saúde e doença da população é um importante campo da Saúde Coletiva, indicando que o entendimento desses fatores favorece ações concretas de cuidado e respostas às necessidades de saúde, principalmente na promoção, prevenção, tratamento e recuperação da saúde, aumenta a redução de vulnerabilidades, de iniquidades em saúde e promove justiça social. A presente pesquisa teve como objetivos verificar a evolução dos indicadores socioeconômicos e de cárie dentária, ocorrida no Brasil entre os anos 2000 e 2010, e a influência dos determinantes socioeconômicos na ocorrência de cárie dentária no Brasil, no ano de 2010. Trata-se de um estudo do tipo ecológico de caráter exploratório envolvendo dados secundários oficiais coletados dos inquéritos populacionais em Saúde Bucal, dos anos de 2003 e 2010, e do Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013. O teste de correlação de Spearman foi utilizado para avaliar as diferenças encontradas entre os indicadores socioeconômicos e de cárie dentária entre os anos 2000 e 2010 e as técnicas de análise exploratória multivariada, denominadas Análise de Agrupamentos e Análise do Componente Principal, utilizadas para verificar a similaridade e influência entre os indicadores socioeconômicos e de cárie dentária no ano de 2010. Os resultados mostraram que entre os anos 2000 e 2010 houve melhora significativa em todos os indicadores socioeconômicos estudados em todas as regiões administrativas. Neste mesmo período...

Relação de fatores socioeconômicos e comportamentais com prevalência e severidade de fluorose e cárie dentária; Relationship of prevalence and severity of dental caries and dental fluorosis with socieconomic and behavioral factors

Angélica Cristiane Bulio Soares
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
67.16%
Este estudo objetivou estimar a prevalência e severidade da cárie e fluorose dentária aos 12 anos de idade na cidade de Piracicaba/SP e relacionar os dados encontrados com fatores sociais e comportamentais. Foi realizada amostragem probabilística aleatória simples para a seleção das escolas púbicas e dos voluntários. A amostra constituiu de 1104 escolares, provenientes de 21 escolas, que foram examinados de acordo com a metodologia proposta pela OMS (1997), por dois examinadores previamente treinados e calibrados. No presente estudo, foram analisadas as variáveis dependentes (CPO-D e Fluorose) e as variáveis independentes (Socioeconômicas e Comportamentais). A média do Índice CPO-D encontrada foi de 0,7 e a prevalência de cárie foi de 31,5%. O número total de dentes examinados foi de 27949 dos quais 97,22% (n=27173) estavam hígidos, 0,68% (n=190) estavam cariados, 0,06% (n=16) foram perdidos e 2,04% (n=570) estavam obturados revelando que apenas 2,7% do total de dentes examinados apresentou experiência de cárie (CPO-D>0). Somente 7,5% das crianças apresentou Fluorose dentária (T-F?1), valores considerados muito baixos segundo classificação da OMS. Considerando-se a série histórica desde 1973 quando se iniciou a fluoretação da água de abastecimento público em Piracicaba/SP até o ano de 2013...

Avaliação da frequência do consumo de alimentos cariogénicos e sua relação com a cárie dentária numa amostra de crianças : trabalho de investigação

Silva, Joana Maranhas Fonseca da
Fonte: Porto : edição de autor Publicador: Porto : edição de autor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 2 vols.(tese + relatório); 30 cm
Português
Relevância na Pesquisa
67.13%
Resumo da tese:A cárie dentária é uma doença crónica multifactorial, que constitui um grave problema de saúde pública. A relação entre a alimentação e o desenvolvimento desta doença está bem estabelecida, sendo que um regime alimentar rico em alimentos cariogénicos caracteriza-se por ser rico em açúcares e outros hidratos de carbono fermentáveis. Objectivos: Avaliar a associação entre alimentos cariogénicos e a cárie dentária, descrever a frequência da cárie dentária e identificar os alimentos associados com o desenvolvimento da cárie dentária. Amostra: Participaram no estudo 288 crianças, com idades compreendidas entre os 6 e 8 anos, que frequentavam Escolas Básicas do concelho de Matosinhos. Métodos: O estudo desenvolvido foi transversal. Foi medido o peso e a altura e aplicado um inquérito a ser preenchido pelos encarregados de educação com dados relativos às crianças, dados sócio-demográficos da criança e família, e um questionário de frequência alimentar. Foram calculados os coeficientes de variação relativos ao índice CPOD, ajustados através de modelos de regressão linear múltipla para cada uma das classes de alimentos compostas por mono e dissacarídeos ou amido. Resultados: A frequência de cárie dentária nas crianças foi de 43...

Avaliação do risco de cárie dentária em crianças com 6 anos de idade no âmbito do programa nacional de promoção da saúde oral

Gonçalves, Joaquim Eduardo Pombal
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
67.13%
Introdução: O Programa Nacional de Promoção da Saúde Oral define um conjunto de finalidades, em termos de saúde oral, reconhecendo ainda a importância da avaliação do risco de cárie dentária, para que crianças de alto risco tenham prioridade no encaminhamento para tratamentos dentários e aplicação de medidas preventivas. Objetivos: Este estudo teve como objetivos avaliar o risco individual de cárie dentária e os fatores/comportamentos associados a esse risco, bem como analisar a importância da escola na prevenção e promoção da saúde oral e, assim, definir um conjunto de estratégias para melhorar os comportamentos e estado de saúde oral das crianças. Metodologia: Foi realizado um estudo epidemiológico observacional transversal, em crianças com 6 anos de idade, do Agrupamento de Escolas Diogo Cão, em Vila Real. Para verificar a associação entre o risco de cárie e os fatores/comportamentos associados, foi aplicado o teste de Qui-quadrado com um nível de significância de 5%. Para classificar o grau de dependência entre as variáveis utilizou-se o coeficiente de correlação de Pearson. Resultados: Verificou-se que 61,1% das crianças apresentaram um alto risco de cárie dentária. O índice cpod foi de 1...

Cárie dentária e condições sócio-econômicas no Estado do Paraná, Brasil, 1996

Baldani,Márcia Helena; Narvai,Paulo Capel; Antunes,José Leopoldo Ferreira
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2002 Português
Relevância na Pesquisa
67.1%
O presente estudo foi conduzido com o objetivo de analisar as relações entre cárie dentária e fatores sócio-econômicos no Estado do Paraná, Brasil. Foram reunidas informações sobre a prevalência de cárie dentária (CPO-D aos 12 anos) para os municípios do Estado, conforme dados oficiais disponibilizados pela Secretaria de Estado da Saúde. Pôde-se observar correlação significante entre o índice de cárie dentária nos municípios e vários indicadores de desenvolvimento social, através da análise de regressão linear simples. A relação visual entre as cidades com piores figuras de CPO-D e indicadores sociais, foi apresentada em mapas através do georreferenciamento de dados. Observou-se CPO-D médio menos elevado nos municípios cujos reservatórios de água foram fluorados. Observou-se também, correlação negativa entre o índice de cárie dentária e a proporção de domicílios ligados à rede de abastecimento de água, nos municípios com água fluorada. Nesse sentido, sublinha-se a importância desse benefício, não só como recurso para a redução dos níveis de cáries, como também para atenuar o impacto das desigualdades sócio-econômicas sobre a prevalência de cárie dentária.

Prevalência de cárie dentária em pré-escolares da rede pública de Recife, Pernambuco, Brasil, aos quatro anos de idade

Feitosa,Sandra; Colares,Viviane
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 Português
Relevância na Pesquisa
67.09%
Esta pesquisa teve como objetivo determinar a prevalência de cárie dentária em crianças com quatro anos de idade, de ambos os sexos, das escolas públicas municipais da cidade do Recife, Pernambuco, Brasil, no ano de 2002, enfatizando a necessidade de tratamento dentário para essa faixa etária. Os dados foram coletados por meio do exame clínico de 861 crianças pertencentes a 45 escolas públicas. O exame clínico foi realizado por uma examinadora calibrada (Kappa = 1), na própria escola, após assinatura do consentimento livre e esclarecido pelo responsável. Para determinação da prevalência de cárie dentária foi adotado o índice ceo-d. Após análise dos dados, verificou-se que a prevalência de cárie dentária na população estudada foi de 47,00% e o ceo-d médio foi de 2,06. Apenas 13,60% das crianças que apresentavam cárie possuíam restaurações. É pertinente concluir que as crianças examinadas apresentaram uma alta prevalência de cárie dentária (47,00%), apesar do percentual de crianças portadoras de cárie em estágio severo ter sido considerado baixo (8,94%).

Prevalência de defeitos de esmalte e sua relação com cárie dentária nas dentições decídua e permanente, Indaiatuba, São Paulo, Brasil

Hoffmann,Rosana H. Schlittler; Sousa,Maria da Luz R. de; Cypriano,Silvia
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2007 Português
Relevância na Pesquisa
67.13%
Os objetivos deste estudo foram verificar a prevalência de hipoplasia, opacidade demarcada e fluorose dentária em escolares nas dentições decídua e permanente e verificar a associação entre a presença desses defeitos de esmalte e a cárie dentária. A amostra foi de 624 pré-escolares de 5 anos e 309 escolares de 12 anos. A prevalência de cárie dentária foi avaliada por meio dos índices ceod e CPOD, e a prevalência dos defeitos de esmalte, com o índice DDE. A fluorose dentária foi medida pelos critérios do índice de Dean. O teste do qui-quadrado foi usado para verificar a associação e a razão de chances, analisando a força e a direção da associação. Aos cinco anos de idade, em crianças com experiência de cárie, houve associação positiva entre cárie dentária e defeitos de esmalte. Entretanto, na dentição permanente, apenas a hipoplasia e a opacidade demarcada foram associadas à cárie. Os resultados deste estudo indicaram maior chance de crianças virem a ter cárie, tanto na dentição decídua como na permanente, na presença de defeitos de esmalte, porém mais estudos são necessários para a comprovação dessa associação.

A fluoretação da água de abastecimento público e seus benefícios no controle da cárie dentária: cinqüenta anos no Brasil

Ramires,Irene; Buzalaf,Marília Afonso Rabelo
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
67.1%
A fluoretação da água de abastecimento público representa uma das principais e mais importantes medidas de saúde pública no controle da cárie dentária. O objetivo deste trabalho foi o de reafirmar, através de uma revisão de literatura, a importância e o alcance da fluoretação no controle da cárie dentária. Um dos meios mais efetivos para manter constante a presença de flúor na cavidade bucal, fundamental para controle da cárie dentária, a fluoretação da água é reconhecida como um importante fator para o declínio da prevalência da cárie dentária. Portanto, além de ser mantida, deve ser monitorada, a fim de que o teor de flúor seja mantido dentro dos padrões adequados para o controle da cárie e prevenção da fluorose dentária.

Impacto da cárie dentária na qualidade de vida de adultos residentes no entorno de Belo Horizonte, MG, Brasil

Costa,Simone de Melo; Vasconcelos,Mara; Abreu,Mauro Henrique Nogueira Guimarães
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2013 Português
Relevância na Pesquisa
67.09%
O artigo discute o impacto da cárie dentária na qualidade de vida das pessoas. O objetivo foi avaliar a qualidade de vida de adultos moradores no entorno de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, conforme a prevalência e a severidade de cárie dentária. Trata-se de estudo transversal, de base domiciliar realizado a partir de amostragem por conglomerados. Os indicadores utilizados na coleta de dados foram o índice de cárie CPOD e a Escala WHOQOL-bref. A prevalência de cárie foi definida a partir da presença de pelo menos um dente cariado (C > 1) e a maior gravidade pelo CPOD > 25. A população examinada foi de 1138 adultos, sendo que 461 tinham pelo menos um dente cariado. Houve melhores índices de qualidade de vida para os grupos de pessoas sem cárie e com menor gravidade de cárie. À medida que o número de dentes cariados e o CPOD aumentam a qualidade de vida diminuí (p < 0,001). A correlação negativa entre cárie e qualidade de vida foi verificada nos domínios psicológico, relações sociais e meio ambiente. Concluiu-se que a cárie dentária resulta em impacto negativo na qualidade de vida de adultos. Os indicadores subjetivos contribuíram para qualificar as informações clínicas de saúde bucal.

Prevalência de cárie dentária e fluorose dentária numa amostra de crianças e adolescentes de um meio com água fluoretada (Ponta Delgada) e de um meio sem água fluoret (Viseu) : estudo piloto

Arrimar, Ana Carolina Cardoso
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 17/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
67.14%
Introdução: O consumo de água fluoretada e o recurso a outros métodos de administração de flúor tem sido utilizado eficazmente, há várias décadas, na prevenção de cárie dentária, no entanto, tem sido associado a um aumento da prevalência de fluorose dentária. Objectivos: Avaliar a prevalência de cárie dentária e fluorose dentária numa amostra de jovens de um meio com água naturalmente fluoretada (Ponta Delgada) e de um meio sem água fluoretada (Viseu). Relacionar o índice CPOD e o índice de Dean com variáveis sócio-demográficas, hábitos de higiene oral, consumo de alimentos açucarados e acesso a diferentes formas de administração de flúor. Metodologia: Realizou-se um estudo-piloto desenhado como estudo epidemiológico observacional transversal que avaliou uma amostra de 157 jovens de Ponta Delgada e 98 de Viseu, entre os 10 e 17 anos, com uma média de idades de 12,77 e 11,21 anos, respectivamente, através da realização de um exame intra-oral, para análise do índice CPOD e índice de Dean, e de um questionário para avaliação das características sócio-demográficas, comportamentos de saúde oral e acesso a diferentes formas de administração flúor. Na inferência estatística foram utilizados o teste do Qui-Quadrado e o teste exacto de Fisher para identificar a existência de dependência entre as variáveis em análise. Resultados: Os resultados revelaram...

Influência do alfabetismo em saúde bucal de cuidadores familiares na cárie dentária de pré-escolares

Montes, Gisele Ristow
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 57 f. : il.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
67.11%
Orientador: Prof. Dr. Fabian Calixto Fraiz; Co-Orientadora: Prof. Dra. Fernanda Morais Ferreira; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Odontologia. Defesa: Curitiba, 20/06/2015; Inclui referências : f. 44-47; Área de concentração: Saúde bucal durante a infância e adolescência; Resumo: A literatura científica tem demonstrado a associação entre o baixo alfabetismo em saúde bucal e a negligência nos cuidados bucais, o péssimo estado de saúde bucal e o uso esporádico dos serviços de saúde. O objetivo deste estudo foi investigar a influência do alfabetismo em saúde bucal de cuidadores familiares e a cárie dentária de pré-escolares. Foi realizado um estudo transversal com base populacional (n=415) representativo de pré-escolares de 4 a 5 anos de idade da Rede Municipal de Educação da Cidade de Curitiba, PR, Brasil. As crianças foram aleatoriamente selecionadas e três examinadores previamente treinados e calibrados (Kappa >0,8) realizaram exames clínicos para placa dental (índice de placa visível), cárie dentária (ceo-d) e suas consequências clínicas (pufa). Além disso, foram coletadas informações sobre dados sócio-econômicos...

Relationship between dental caries and socio-economic factors in adolescents; Cárie dentária entre os adolescentes e sua relação com as variáveis sócio-econômicas

Gushi, Lívia Litsue; Soares, Maria da Candelária; Forni, Tania Izabel Bighetti; Vieira, Vladen; Wada, Ronaldo Seichi; Sousa, Maria da Luz Rosário de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Bauru Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Bauru
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2005 Português
Relevância na Pesquisa
67.11%
A cárie dentária tem origem multifatorial e dentro desta multifatoriedade estão as variáveis sócio-econômicas e as de acesso a serviços odontológicos que foram abordadas no levantamento nacional realizado em 2002. O objetivo deste estudo foi conhecer os fatores sócio-econômicos e de acesso aos serviços odontológicos associados com a prevalência e severidade da cárie dentária entre adolescentes no Estado de São Paulo. O delineamento do estudo foi do tipo transversal, onde foram analisados os dados de 1825 adolescentes entre 15 e 19 anos de idade, obtidos a partir do levantamento epidemiológico em saúde bucal, realizado no Estado de São Paulo, em 2002, que incluiu exames epidemiológicos e entrevistas com questões previamente formuladas. O Significant Caries Index (SiC Index) foi empregado para definir o grupo com maior experiência de cárie. Foram realizados cálculos da distribuição de freqüência, testes de associação do Qui-quadrado (c²) para avaliar o relacionamento entre a variável dependente (CPOD) e as variáveis independentes, estimando-se as razões de chance (Odds Ratio - OR) e respectivos intervalos de confiança. Não ser estudante, estudar em escolas públicas e renda familiar menor que 5 salários-mínimos foram indicadores para a presença de cárie dentária. Além destes fatores citados...

A fluoretação da água de abastecimento público e seus benefícios no controle da cárie dentária: cinqüenta anos no Brasil

Ramires,Irene; Buzalaf,Marília Afonso Rabelo
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
67.1%
A fluoretação da água de abastecimento público representa uma das principais e mais importantes medidas de saúde pública no controle da cárie dentária. O objetivo deste trabalho foi o de reafirmar, através de uma revisão de literatura, a importância e o alcance da fluoretação no controle da cárie dentária. Um dos meios mais efetivos para manter constante a presença de flúor na cavidade bucal, fundamental para controle da cárie dentária, a fluoretação da água é reconhecida como um importante fator para o declínio da prevalência da cárie dentária. Portanto, além de ser mantida, deve ser monitorada, a fim de que o teor de flúor seja mantido dentro dos padrões adequados para o controle da cárie e prevenção da fluorose dentária.

Cárie dentária e condições sócio-econômicas no Estado do Paraná, Brasil, 1996

Baldani,Márcia Helena; Narvai,Paulo Capel; Antunes,José Leopoldo Ferreira
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2002 Português
Relevância na Pesquisa
67.1%
O presente estudo foi conduzido com o objetivo de analisar as relações entre cárie dentária e fatores sócio-econômicos no Estado do Paraná, Brasil. Foram reunidas informações sobre a prevalência de cárie dentária (CPO-D aos 12 anos) para os municípios do Estado, conforme dados oficiais disponibilizados pela Secretaria de Estado da Saúde. Pôde-se observar correlação significante entre o índice de cárie dentária nos municípios e vários indicadores de desenvolvimento social, através da análise de regressão linear simples. A relação visual entre as cidades com piores figuras de CPO-D e indicadores sociais, foi apresentada em mapas através do georreferenciamento de dados. Observou-se CPO-D médio menos elevado nos municípios cujos reservatórios de água foram fluorados. Observou-se também, correlação negativa entre o índice de cárie dentária e a proporção de domicílios ligados à rede de abastecimento de água, nos municípios com água fluorada. Nesse sentido, sublinha-se a importância desse benefício, não só como recurso para a redução dos níveis de cáries, como também para atenuar o impacto das desigualdades sócio-econômicas sobre a prevalência de cárie dentária.

Prevalência de defeitos de esmalte e sua relação com cárie dentária nas dentições decídua e permanente, Indaiatuba, São Paulo, Brasil

Hoffmann,Rosana H. Schlittler; Sousa,Maria da Luz R. de; Cypriano,Silvia
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2007 Português
Relevância na Pesquisa
67.13%
Os objetivos deste estudo foram verificar a prevalência de hipoplasia, opacidade demarcada e fluorose dentária em escolares nas dentições decídua e permanente e verificar a associação entre a presença desses defeitos de esmalte e a cárie dentária. A amostra foi de 624 pré-escolares de 5 anos e 309 escolares de 12 anos. A prevalência de cárie dentária foi avaliada por meio dos índices ceod e CPOD, e a prevalência dos defeitos de esmalte, com o índice DDE. A fluorose dentária foi medida pelos critérios do índice de Dean. O teste do qui-quadrado foi usado para verificar a associação e a razão de chances, analisando a força e a direção da associação. Aos cinco anos de idade, em crianças com experiência de cárie, houve associação positiva entre cárie dentária e defeitos de esmalte. Entretanto, na dentição permanente, apenas a hipoplasia e a opacidade demarcada foram associadas à cárie. Os resultados deste estudo indicaram maior chance de crianças virem a ter cárie, tanto na dentição decídua como na permanente, na presença de defeitos de esmalte, porém mais estudos são necessários para a comprovação dessa associação.