Página 1 dos resultados de 807 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Importância das cooperativas de crédito para fornecedores de cana-de-açúcar: um estudo de caso

Oñate, Carlos Andrés; Lima, Roberto Arruda de Souza
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
46.16%
No presente trabalho analisa-se a importância das cooperativas no mercado de crédito rural do Brasil, com foco na visão de quem demanda empréstimos. Para tanto, realizou-se um estudo de caso referente à Cooperativa de Crédito Rural dos Fornecedores de Cana e Agropecuaristas da Região de Piracicaba (Cocrefocapi). O objetivo principal é mostrar a importância da Cocrefocapi no financiamento dos fornecedores de cana de Piracicaba, a partir da análise da influência de vários fatores presentes na decisão dos cooperados em escolher esta instituição como principal financiadora. Assim, foram elaborados e testados dois modelos econométricos de resposta qualitativa, além de várias análises descritivas. Os resultados mostram que o tamanho da terra é um fator que deve ser considerado ao se analisar a demanda por crédito agrícola. Além disso, não existe evidência econométrica que mostre que os associados com maior participação no capital institucional da Cocrefocapi tenham maiores incentivos para tomar empréstimos junto à cooperativa. Por outro lado, embora os fornecedores que tomaram empréstimos na Cocrefocapi a tenham escolhido principalmente por menores custos de transação, os resultados indicam que muitas destas pessoas tomaram empréstimos em outras instituições...

Direito, desenvolvimento e experimentalismo democrático: um estudo sobre os papéis do direito nas políticas públicas de capital semente no Brasil; Law, development and democratic experimentalism: a study about the roles of law in seed capital public policies in Brazil

Zanatta, Rafael Augusto Ferreira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/05/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.39%
A presente dissertação analisa a relação entre direito e experimentalismo institucional por meio de um estudo sobre o surgimento de políticas públicas de capital semente no Brasil. A partir de uma pesquisa empírica sobre a colaboração público-privada na criação e execução de fundos públicos de investimentos em empresas nascentes do BNDES e do trabalho de Mario Schapiro, a pesquisa analisa os arranjos jurídicos que procedimentalizam canais de comunicação entre o Estado e os gestores privados e geram aprendizado institucional para revisão dos arranjos contratuais da política. Ainda, a dissertação apresenta uma resenha da literatura de experimentalismo democrático em especial, Roberto Mangabeira Unger e Charles Sabel e a utiliza para analisar criticamente os arranjos jurídicos dos fundos de capital semente do BNDES, que ainda não garantem formas de accountability e controle social das políticas públicas de capital de risco. Ao analisar a experiência do Fundo Criatec, a dissertação a identifica como um exemplo de inovação institucional do BNDES, dotada de flexibilidade e horizontalidade. Entretanto, conclui-se que tais políticas públicas estão distantes do modelo de experimentalismo democrático e que há novas questões para os juristas brasileiros. Sugere-se que o novo ativismo estatal brasileiro incita uma agenda de sociologia jurídica aplicada.; This dissertation examines the relationship between law and institutional experimentalism through a study of the emergence of seed capital public policies in Brazil. Based on an empirical research about the public-private collaboration in the creation and implementation of the Brazilian Development Banks public investment funds in emerging firms...

Análise de contratos de private equity & venture capital : o alinhamento dos interesses entre fundos investidores de PE/VC e empresários nas empresas investidas no contexto institucional brasileiro

Santos, Luiz Alfredo Francisco
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.44%
Nas economias desenvolvidas, especialmente nos Estados Unidos, a indústria de Private Equity & Venture Capital, que vive o seu segundo ciclo de expansão no Brasil, representa importante fonte de crescimento e dinamização da atividade econômica, através do fomento do empreendedorismo e da inovação tecnológica. Como tal, o estudo da adaptabilidade deste mecanismo a diferentes ambientes jurídico-institucional merece crescente atenção. A complexidade dos chamados contratos incompletos pelas incertezas e assimetrias de informações intrínsecas a estas operações, aliado ao estabelecimento de estruturas de incentivos ótimas que remunerem e protejam adequadamente tanto o investidor quanto o empreendedor, pode ser um fator limitante da expansão do modelo de PE/VC em determinadas geografias. Estas limitações seriam maiores nos países com sistemas legais e instituições menos adaptáveis ao modelo norte-americano de PE/VC. O objetivo central deste trabalho é estudar modelos de financial contract praticados no Brasil entre fundos de PE/VC e empresas investidas em diferentes estágios de maturação; visando a identificar como, se é que existem, condições impeditivas do nosso ambiente jurídico-institucional à celebração de contratos mais eficientes. À luz das teorias em financial contracting e das peculiaridades do ambiente jurídico-institucional brasileiro avaliar-se-á a adequação das estruturas contratuais mais utilizadas em operações de PE/VC no Brasil comparadas aos modelos e às estruturas contratuais mais praticados internacionalmente. De posse destes insights...

Estudo dos determinantes das perfomances socioeconômicas dos assentamentos de reforma agrária do Rio de Grande do Sul : análise comparada nas perspectivas do capital social e da nova economia institucional

Siman, Renildes Fortunato
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.48%
O objetivo deste estudo foi estudar as performances socioeconômicas dos assentamentos de reforma agrária do estado do Rio Grande do Sul por meio da análise dos indicadores de capital social e de suas instituições. O problema de pesquisa foi exposto com a seguinte questão: Em que medida as abordagens da Nova Economia Institucional e do Capital Social explicam as distintas performances dos assentamentos de reforma agrária? Tratou-se de estudar as relações entre os assentados e entre esses e os demais atores envolvidos no processo de desenvolvimento dos assentamentos para conhecer o tipo de capital social que é gerado e acumulado internamente. As áreas de estudos compreenderam três assentamentos da região metropolitana de Porto Alegre, a saber: Capela, 19 de Setembro e Integração Gaúcha localizados nos municípios de Nova Santa Rita, Guaíba e Eldorado do Sul, respectivamente. A metodologia utilizada foi a de corte qualitativo fazendo-se uso do método histórico, do comparativo, do survey de questionários e entrevistas pessoais semi-estruturadas. A base de dados foi organizada utilizando o software Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) e cotejada por meio da análise de Variância, Crosstabulation e Regressão Linear. O estudo foi dividido em sete capítulos. O primeiro...

Estratégias territoriais de desenvolvimento e sustentabilidade no semi-árido brasileiro

Rocha, Juliana Dalboni
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
46.61%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2008.; A presente tese de doutorado aborda a importância do capital institucional (presença e interação das instituições e organizações) na sustentabilidade do desenvolvimento dos sistemas territoriais de produção e o considera fator determinante da capacidade de resposta dos territórios. Essa importância é ainda maior nos territórios de baixo dinamismo socioeconômico (correspondente à grande parte dos municípios do semi-árido brasileiro), que não possuem condições próprias de alavancarem seu desenvolvimento. Desse modo, parte-se da hipótese de que o êxito e a sustentabilidade das estratégias de promoção do desenvolvimento territorial estão diretamente associados ao grau de cooperação institucional e organizacional existente – o capital institucional –, assim como ao grau de sustentabilidade do próprio tecido institucional, promotor das estratégias. A proposta desta tese de doutorado, de aprofundar o conhecimento sobre os elementos que definem o capital institucional, na implantação de estratégias de desenvolvimento territorial, e que dão condições à sua sustentabilidade, resultou no desenvolvimento de um modelo específico. O passo inicial na concepção do modelo foi a definição dos principais elementos que proporcionam a cooperação institucional e organizacional e a sustentabilidade do capital institucional. Com o objetivo de clarear o entendimento e a leitura de cada um desses elementos...

The functional gap: a reflection on the limits to institutional capital

Mourato, João Morais, 1975-
Fonte: CEGOT Publicador: CEGOT
Tipo: Parte de Livro
Publicado em /03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
56.29%
Functional regions have earned a growing relevance in EU documents and proposed regulations for the EU financial framework for 2014-2020. In fact, the European Commission proposals for the five Funds of the Common Strategic Framework, as well as several other strategic documents, let believe that the concept of functional region may be an important tool in the design and implementation of some instruments of EU cohesion, rural development and even specific sectoral policies in the 2014-2020 financial programming period. The use of functional regions, as a policy tool, brings along a large set of challenges that test the limits of the institutional capital of the territories where they will be implemented. In this paper we will expand on the institutional constraints and capacity gaps that may emerge in the face of the use of functional regions as a policy concept and forward a set of pre-emptive guidelines towards an institutional environment that will better accommodate partnership-based functional policies.; As regiões funcionais ganharam crescente importância nos documentos e propostas de regulamento da preparação do quadro financeiro da União Europeia para 2014-2020. De facto, as propostas da Comissão para os cinco fundos do Quadro Estratégico Comum...

Importância das cooperativas de crédito para fornecedores de cana-de-açúcar: um estudo de caso

Oñate,Carlos Andrés; Lima,Roberto Arruda de Souza
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
46.09%
No presente trabalho analisa-se a importância das cooperativas no mercado de crédito rural do Brasil, com foco na visão de quem demanda empréstimos. Para tanto, realizou-se um estudo de caso referente à Cooperativa de Crédito Rural dos Fornecedores de Cana e Agropecuaristas da Região de Piracicaba (Cocrefocapi). O objetivo principal é mostrar a importância da Cocrefocapi no financiamento dos fornecedores de cana de Piracicaba, a partir da análise da influência de vários fatores presentes na decisão dos cooperados em escolher esta instituição como principal financiadora. Assim, foram elaborados e testados dois modelos econométricos de resposta qualitativa, além de várias análises descritivas. Os resultados mostram que o tamanho da terra é um fator que deve ser considerado ao se analisar a demanda por crédito agrícola. Além disso, não existe evidência econométrica que mostre que os associados com maior participação no capital institucional da Cocrefocapi tenham maiores incentivos para tomar empréstimos junto à cooperativa. Por outro lado, embora os fornecedores que tomaram empréstimos na Cocrefocapi a tenham escolhido principalmente por menores custos de transação, os resultados indicam que muitas destas pessoas tomaram empréstimos em outras instituições...

Desenvolvimento institucional e capital social : um estudo do programa de mobilização de recursos da Oxfam Grã-Bretanha no Brasil

Cristina Teixeira Rondon, Helena; Rodrigues Oliveira, Rezilda (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
36.47%
Analisa-se o Programa de Mobilização de Recursos (PMR) desenvolvido pela Oxfam Grã-Bretanha, de forma pioneira e inédita no Brasil, desde 1999. Para tanto, investigou-se como o PMR contribui para que haja fortalecimento institucional e geração de capital social entre as Organizações da Sociedade Civil (OSC s) do País. O estudo mostra que a Oxfam elaborou um programa de cooperação internacional, cuja linha temática e programática de parceria focaliza a mobilização de recursos, o desenvolvimento institucional e a sustentabilidade dessas organizações. O público alvo da Oxfam é constituído tanto por indivíduos como por organizações do setor privado, para quem é direcionada sua ação, visando a promover: (a) conhecimento das causas e conseqüências dos problemas sociais; (b) engajamento de todos no apoio das causas e missões das OSC s; e (c) mobilização de recursos no nível local. Como levantar recursos públicos e gerar recursos próprios veio em um segundo momento a fazer parte deste programa. No trabalho, foram estudadas as organizações parceiras integrantes do núcleo central do PMR, a saber: ASSEMA; AQCC; IBASE; Escola Pernambucana de Circo; e Ação Educativa. Outras três organizações foram também estudadas...

Análise dos fatores de demanda de crédito em uma instituição cooperativa de crédito da cidade de Goiânia-GO

Toniolo, Lucas Miquelito
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas (RG); Administração (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas (RG); Administração (RG)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Português
Relevância na Pesquisa
46.16%
Este trabalho tem como objetivo analisar a importância das instituições cooperativas no mercado de crédito do Brasil, focando principalmente na visão de quem demanda empréstimos e tomando como loco de estudo uma cooperativa de crédito de livre admissão localizada na cidade de Goiânia- GO. Discute-se a influência de vários fatores presentes na decisão do cooperado em escolher a cooperativa como principal instituição financiadora, além disso, analisar as características socioeconômicas dos cooperados com algum empréstimo tomado no Sistema Financeiro Nacional. Para isso, foram elaborados três modelos econométricos de resposta qualitativa, além de um conjunto de análises descritivas. Os dados obtidos tiveram como fonte relatórios gerenciais da própria cooperativa e de um conjunto de informações colhidas através de um questionário aplicado aos cooperados. Os resultados demonstraram que o cooperativismo de crédito consegue atender parcialmente as demandas creditícias dos seus associados. Em relação à análise socioeconômica a amostra demonstrou que a maioria dos cooperados era da indústria da construção civil, com endividamento não comportado unicamente pela cooperativa, levando os cooperados a buscar outras instituições para complementarem seu portfólio de empréstimos. Também foi verificado que as variáveis taxa de juros e capital institucional foram significativamente relacionadas ao volume de crédito tomado na cooperativa.

Dinâmica de distribuição de fontes de capitais científicos entre docentes / pesquisadores de um programa de pós-graduação Stricto-Sensu de uma universidade pública; Dynamics of distribution of sources of scientific capital among teachers / researchers of a master's and doctorate's degree program of a public university

Teixeira, Juliana Cristina; Oliveira, Pâmella Gabriela; Tavares, Nathália Vasconcelos; Carrieri, Alexandre de Pádua; Cappelle, Mônica Carvalho Alves
Fonte: Universidade Federal de Lavras Publicador: Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
46.34%
In the context of universities and more specifically, of graduate school, this study aims to analyze, in an exploratory way, the dynamics of scientific capital distribution among teachers of a Master’s and Doctorate’s degree program at a public university. Specifically, how teachers are distributed among those activities that allow them to accumulate pure scientific capital (such as publications and academic contributions to the field of knowledge) and institutional scientific capital (as occupying the positions that give them the power of decision within the field of science). Bourdieu´s approach (2003, 2004a; 2004b) about the scientific field was considered, because it allows us to apprehend the dynamics of capital distribution, which represents specific types of power. The approach was quantitative and qualitative, using documentary research in the curriculum Lattes of twenty-three teachers participating of the program, which is located in a city in Minas Gerais (Brazil) and belongs to the area of Applied Social Sciences. As main results, the dynamics demonstrates (1) that mostly teachers occupy median positions within the distribution of capital, (2) it’s difficult to accumulate both types of capital, (3) there isn't a polarization among teachers that have a strong accumulation of one kind of capital...

Capacidade institucional dos municípios da região do Alto Paranaíba - MG; Alto Paranaíba's (MG) cities' institutional capacity

Silva, Edson Arlindo
Fonte: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS; DAE - Programa de Pós-graduação; UFLA; BRASIL Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS; DAE - Programa de Pós-graduação; UFLA; BRASIL
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 19/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.42%
O argumento central desta tese é de que quanto maior o conhecimento da população a respeito das instituições locais, seus papéis e suas funções, maior a possibilidade de engajamento cívico, maior o capital social e maior a probabilidade de se efetivar a administração pública societal. Todos esses aspectos em seu conjunto formam, então, o que se denomina de Capacidade Institucional. A presença e o funcionamento adequado das instituições em um município tornam-se condição decisiva para o desenvolvimento local sustentável, pois expressam as manifestações de elementos primordiais à vida em sociedade como descentralização de poder, valores coletivos, confiança social, normas e leis, participação democrática e ações cívicas. A compreensão da capacidade institucional dos municípios do Alto Paranaíba revelou as potencialidades e as limitações encontradas nas instituições públicas da região. A pesquisa em três municípios (Patos de Minas, Estrela do Sul e Santa Rosa da Serra) revelou a percepção e avaliação da população em relação à capacidade dessas instituições públicas locais. Os resultados encontrados demonstram um grau razoável de conhecimento da população sobre as instituições locais. Assim considerando...

O modelo brasileiro de private equity e venture capital; Private equity and venture capital: uncovering the brazilian model

Ribeiro, Leonardo de Lima
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/01/2006 Português
Relevância na Pesquisa
36.45%
O sucesso alcançado pela indústria de Private Equity e Venture Capital (PE/VC) no fomento ao empreendedorismo e na dinamização do setor empresarial norte-americano encorajou diversos países a importar este modelo vencedor de intermediação financeira. Entretanto, a atividade de PE/VC foi criada para desempenhar sob o ambiente institucional norte-americano, fazendo com que estudiosos tais como Gompers e Lerner (1999) levantassem dúvida sobre o sucesso na implantação deste modelo em outros países. Para verificar como a atividade de PE/VC se molda segundo o ambiente, este trabalho conduz um estudo empírico com todas as 65 organizações gestoras de PE/VC com escritórios no Brasil. A pesquisa foi realizada ao final de 2004 e obteve 100% de resposta. A análise foca no tamanho e a na macroestrutura da indústria. Os resultados são plenamente representativos e revelam um setor de PE/VC com tamanho modesto, bastante limitado pelo ambiente econômico-institucional, que prejudica a realização de negócios, embora ofereça oportunidades de investimento que supram as insuficiências do país em termos de infra-estrutura, segurança etc. Como principal resultado, o trabalho identifica similaridades e diferenças do modelo brasileiro de PE/VC em relação ao modelo vigente nos EUA. Os principais pontos em comum são: (i) predominam as organizações independentes que gerenciam recursos de investidores institucionais; (ii) o capital é concentrado regionalmente e em poucas organizações gestoras; (iii) os investimentos tendem a ser feitos próximos às organizações gestoras; (iv) os setores de software e TI são os mais procurados; (v) a qualificação dos gestores é similar a de seus pares internacionais. Por sua vez...

A trajetoria recente da institucionalização do venture capital no Brasil : implicações para o futuro; Recent path of venture capital institutionalization in Brazil: implications for the future

Leide Albergoni
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/06/2006 Português
Relevância na Pesquisa
36.51%
Venture capital representa uma alternativa de financiamento adequada a empresas de base tecnológica com grande potencial de crescimento. O estabelecimento de um mercado de venture capital, no entanto, depende da conformação de um ambiente econômco, institucional e legal adequado à atuação dos atores. A atividade formal de venture capital surgiu nos Estados Unidos na década de 1950, quando as primeiras medidas de estímulo e fomento ao desenvolvimento desse mercado começaram a ser adotadas. A difusão para os demais países envolveu a reprodução adaptada do modelo norte-americano de venture capital, com políticas e ações específicas à realidade de cada país. Os estudos realizados sobre o funcionamento da atividade de venture capital destacam alguns elementos que afetam o crescimento desse mercado, quais sejam eles: a) regulamentação adequada; b) mecanismos de saída; c) incentivos fiscais aos investidores; d) participação de fundos de pensão no mercado; e) ambiente empreendedor; f) mercado financeiro estabelecido; g) ambiente econômico favorável; entre outras. O estabelecimento desses elementos depende, no entanto, dos esforços das instituições envolvidas na promoção da atividade, denominado "arranjo institucional". Esse trabalho tem como intenção analisar a constituição e atuação do arranjo institucional no Brasil...

A gênese do empresário gaúcho : uma interpretação a partir dos modelos de matriz institucional e de construção mental de Douglass North

Costa, Ana Monteiro
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.48%
Dentro da proposta de estudo do desenvolvimento, a presente pesquisa propõe a análise da gênese do empresário no Rio Grande do Sul sob a perspectiva institucional, mais propriamente segundo os modelos de matriz institucional e de construção mental de Douglass North. Para tanto, recorre-se a teoria de Schumpeter para caracterizar esse empresário, bem como o seu papel no sistema capitalista. Os primeiros empresários gaúchos são imigrantes ou descendentes de germânicos e, ao contrário do que acontece em São Paulo, na sua maioria são descapitalizados. Boa parte exerce também a função de capitalista, e assume-se a tese de Pesavento de que o capital industrial é acumulado na atividade comercial, prioritariamente vinculada à economia colonial. Deste modo, apesar de ser a economia pecuária-charqueadora a mais rentável durante a formação econômica do estado, não é dela que surgem o capital e a mão-de-obra da indústria, nem o empresário. Visando compreender o ambiente tradicional não propício ao surgimento do empresário vis-à-vis o capitalismo moderno, são utilizadas as teses de Weber e Veblen sobre o desenvolvimento das sociedades, relacionando as instituições com as trajetórias seguidas. Ainda, para o estudo dessa dicotomia entre instituições tradicionais e modernas...

Capital Institucional y Desarrollo Económico: Una aproximación a la relación normativa-conductual en comunidades extranjeras. Empresarios Judíos en Chile. 1930-1970

Vicencio Meza, Jorge Andrés
Fonte: Universidad de Chile; Programa Cybertesis Publicador: Universidad de Chile; Programa Cybertesis
Tipo: Tesis
Português
Relevância na Pesquisa
46.32%
El presente trabajo se encuentra inserto en la discusión sobre la relevancia que el Capital Institucional (reglas del juego y mecanismos de cumplimiento), en su nivel formal e informal, tiene sobre los desempeños económicos de grupos específicos. De esta forma, se estudian los fenómenos económicos que determinaron la formación de reglas del juego en Chile durante el período 1930-1970, es decir, la Crisis económica mundial de 1929 como factor esencial de influencia en la producción de un nuevo cuerpo de reglas formales. Además se analizan otros factores como la aceleración de las dinámicas migratorias judías a Chile y los conceptos teóricos que complementan el estudio del Capital Institucional (Capital Social y Capital Humano), los que permiten estructurar un marco teórico adecuado para analizar la experiencia de los sujetos elegidos. En específico se buscó contrastar un proceso específico de la historia económica chilena (1930-1970) en el cual se crearon reglas del juego favorables para el emprendimiento y el desarrollo económico con la experiencia propia de empresarios judíos que desarrollaron proyectos de relativo éxito en dicho periodo. Dichos testimonios fueron concebidos a partir del desarrollo de entrevistas realizadas por el autor y los integrantes del seminario de grado...

A volatilidade do fluxo de capital para economias emergentes: o papel da qualidade institucional do governo e do desenvolvimento do sistema financeiro doméstico; Texto para Discussão (TD) 1893: A volatilidade do fluxo de capital para economias emergentes: o papel da qualidade institucional do governo e do desenvolvimento do sistema financeiro doméstico; The volatility of capital flows to emerging economies: the role of government institutional quality and the development of domestic financial system

Rocha, Kátia; Moreira, Ajax
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
36.47%
O texto propõe um modelo de painel para os determinantes da volatilidade do fluxo de capital para um grupo de dezoito economias emergentes no período 2000-2011. Avalia, ainda, a robustez do modelo em relação a diferentes medidas de volatilidade; analisa vários tipos de fluxo de entrada de capital; e enfatiza o papel da qualidade institucional do governo (governança) e do desenvolvimento do sistema financeiro doméstico (instituições financeiras como bancos e seguradoras, bem como mercado de capital – ações, títulos e derivativos). As economias emergentes analisadas (Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, República Tcheca, Hungria, Índia, Indonésia, Malásia, México, Peru, Filipinas, Polônia, Rússia, África do Sul, Tailândia, Turquia e Venezuela) no período 2000-2011 representavam em janeiro de 2013 aproximadamente 95% do índice Emerging Markets Bond Index Global (EMBIG), além de serem classificadas como as maiores economias emergentes para destino do fluxo de capital internacional segundo relatório do Banco de Compensações Internacionais – Bank for International Settlements (BIS, 2009). Os principais resultados sugerem uma redução da volatilidade do fluxo de capital mediante a adoção de políticas voltadas para melhorias na qualidade institucional do governo e que promovam o desenvolvimento...

O Capital Social Estratégico como recurso para a Gestão da Informação e do Conhecimento no processo eleitoral brasileiro

Sousa, Paulo de Tarso Costa de
Fonte: Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação Publicador: Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 10/02/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.39%
A partir de teorias oriundas da Ciência da Informação, da administração e da sociologia, foi criado o modelo de capital social estratégico, que permite, com a visão da gestão da informação e do conhecimento, a compreensão do capital social e das redes sociais para a implementação de estratégias organizacionais. Este modelo foi construído a partir das relações existentes entre os conceitos de estratégia, capital social e gestão da informação e do conhecimento aplicados à função de planejamento institucional do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF), e tem por objetivo demonstrar o papel estratégico dos relacionamentos em uma organização. O modelo proposto possui sustentação metodológica na análise de redes sociais em conjunto com o que o capital social estratégico denomina de modelo processual. Inicialmente, os dados foram coletados a partir da aplicação da análise de redes sociais, buscando coletar os dados estruturais e de composição. Os dados estruturais foram coletados levando-se em consideração os atores, as ligações e as redes como um todo. A unidade de modelagem foi toda a organização e alguns subgrupos que fazem parte do processo de planejamento institucional. Os dados de composição foram coletados a partir dos atores identificados nas estruturas de redes. A análise das redes sociais do TRE-DF como uma das partes para a aplicação do modelo do capital social estratégico proporcionou a compreensão e a determinação de ações visando à melhoria das atividades organizacionais e possibilitou o conhecimento de suas redes de relacionamento em relação ao planejamento institucional. Estes resultados demonstraram que o capital social e as redes sociais podem ser consideradas estratégicas...

A Importância do Capital Institucional na Sustentabilidade do Desenvolvimento Territorial

Rocha, Juliana Dalboni
Fonte: Editora de Livros IABS Publicador: Editora de Livros IABS
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 13/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.5%
O presente artigo aborda a importância do capital institucional (presença e interação das instituições e organizações) na sustentabilidade do desenvolvimento de sistemas territoriais produtivos e o considera fator determinante da capacidade de resposta dos territórios. Essa importância é ainda maior nos territórios de baixo dinamismo socioeconômico, que não possuem condições próprias de alavancarem seu desenvolvimento. Parte-se da hipótese de que o êxito e a sustentabilidade das estratégias de promoção do desenvolvimento territorial estão diretamente associados ao grau de cooperação institucional e organizacional existente – o capital institucional –, assim como ao grau de sustentabilidade do próprio tecido institucional, promotor das estratégias. A proposta, de aprofundar o conhecimento sobre os elementos que definem o capital institucional, na implantação de estratégias de desenvolvimento territorial, e que dão condições à sua sustentabilidade, resultou no desenvolvimento de um modelo específico. Tal modelo destina-se ao monitoramento da cooperação institucional e organizacional, do comprometimento das entidades parceiras e da sustentabilidade do capital institucional na implantação das estratégias.

Salud y Democracia en Brasil: Valor Público y Capital Institucional en el Sistema Único de Salud

Fleury,Sonia
Fonte: Salud colectiva Publicador: Salud colectiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
46.09%
El proceso de la Reforma Sanitaria en Brasil fue parte de las luchas de la sociedad por instaurar un régimen y un Estado democráticos en el país, en el último cuarto del siglo XX. Bajo la consigna del derecho universal a la salud como inherente a la ciudadanía y como deber del Estado, se ha generado una profunda transformación de la política de salud. Esa transformación se hizo a través de tres procesos simultáneos, pero no siempre convergentes. Se trata de la constitucionalización, de la institucionalización y de la individualización. El proceso de constitucionalización es relativo a las normas y leyes que aseguran el marco legal actual que garantiza el derecho universal a la salud; el proceso de institucionalización trata de la creación de un nuevo modelo de pacto federativo, descentralizado y con participación de la sociedad en todos los niveles de la política, generando instancias de concertación y co-gestión; el proceso de individualización trata de la constitución de los sujetos y actores políticos en esa arena. El artículo hace un balance del SUS (Sistema Único de Salud), que ha sido considerado la política mas original de la democracia brasileña, al evaluar los avances y contradicciones que se presentan en la dinámica diferencial de cada uno de los procesos...

Salud y democracia en Brasil: valor público y capital institucional en el sistema único de salud

Fleury,Sonia
Fonte: Universidad Nacional de Lanús Publicador: Universidad Nacional de Lanús
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
46.09%
El proceso de la Reforma Sanitaria en Brasil fue parte de las luchas de la sociedad por instaurar un régimen y un Estado democráticos en el país, en el último cuarto del siglo XX. Bajo la consigna del derecho universal a la salud como inherente a la ciudadanía y como deber del Estado, se ha generado una profunda transformación de la política de salud. Esa transformación se hizo a través de tres procesos simultáneos, pero no siempre convergentes. Se trata de la constitucionalización, de la institucionalización y de la individualización. El proceso de constitucionalización es relativo a las normas y leyes que aseguran el marco legal actual que garantiza el derecho universal a la salud; el proceso de institucionalización trata de la creación de un nuevo modelo de pacto federativo, descentralizado y con participación de la sociedad en todos los niveles de la política, generando instancias de concertación y co-gestión; el proceso de individualización trata de la constitución de los sujetos y actores políticos en esa arena. El artículo hace un balance del SUS (Sistema Único de Salud), que ha sido considerado la política mas original de la democracia brasileña, al evaluar los avances y contradicciones que se presentan en la dinámica diferencial de cada uno de los procesos...