Página 1 dos resultados de 1151 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Produção de carotenoides por leveduras; Production of carotenoids by yeasts

Iriani Rodrigues Maldonade
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/03/2003 Português
Relevância na Pesquisa
37.61%
Este trabalho teve como objetivo isolar e selecionar leveduras produtoras de carotenóides de ecossistemas brasileiros. As leveduras pigmentadas foram isoladas de amostras de solos, flores, folhas, frutos da região de Campinas-SP e de alimentos processados. As amostras foram colocadas em frascos de erlenmeyer de 50 mL, contendo 20 mL de meio de Extrato de Malte e Levedura (YM), e incubadas a 30° C por 48 horas. Após 48 horas, as amostras foram inoculadas em placas de petri contendo meio ágar-YM e incubadas a 30°C, por 120 horas. As colônias de leveduras que apresentaram coloração entre amarelo e vermelho, foram transferidas para tubos de ensaio contendo meio ágar YM inclinado e incubadas a 30°C até crescimento satisfatório. Estas leveduras foram reisoladas, pelo método de estrias de esgotamento, em placas de petri contendo meio ágar YM (30°C por 72 horas) e, posteriormente, transferidas para tubos de ensaios contendo ágar GYMP inclinado. As culturas pigmentadas foram codificadas do seguinte modo: L12, isolada como contaminante em massa de tomate; L108, isolada de solo da região da Universidade Estadual de Campinas; L125, isolada a partir de folhas da cana-de-açúcar; L135 e L137 isoladas de solo em Holambra-SP. Através das características morfológicas...

Alterações na biossintese de carotenoides em leveduras induzidas por agentes quimicos.; Alterations in biosynthesis of carotenóides in induced leavenings for chemical agents.

Maybi Cristina da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/08/2004 Português
Relevância na Pesquisa
37.65%
Os carotenóides são corantes naturais, alguns são precursores de vitamina A e, recentemente, a estes compostos tem sido atribuído um importante papel na diminuição do risco de várias doenças degenerativas. A produção biotecnológica de carotenóides específicos, utilizando bactérias, fungos e leveduras, vem despertando crescente interesse. O presente trabalho teve como objetivo estudar os efeitos de vários agentes químicos na biossíntese de carotenóides, a fim de aumentar e dirigir a carotenogênese para a produção de carotenóides de interesse. O Capítulo 1 apresenta uma revisão bibliográfica sobre a biossíntese de carotenóides e produção biotecnológica de carotenóides. Alguns fatores que podem influenciar a carotenogênese em leveduras foram considerados, tais como a incidência de luz, temperatura e a adição de agentes químicos ao meio de cultivo. O Capítulo 2 descreve os efeitos de b-ionona e de ácido acético, adicionados individualmente ou combinados ao meio de cultivo "Yeast and Malt", nos teores de carotenóides produzidos por Rhodotorula glutinis e Rhodotorula mucilaginosa. Foram construídas curvas de crescimento que mostraram que ambas as leveduras necessitavam de 48 horas de cultivo para atingirem a fase estacionária de crescimento. b-ionona inibiu o crescimento e a carotenogênese em ambas leveduras...

Determinação da composição de carotenoides e antocianinas de camu-camu (Myrciaria dubia).; Composition determination of carotenoids and anthocyanin in camu-camu (Myrciaria dubia).

Cinthia Fernanda Zanatta
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/10/2004 Português
Relevância na Pesquisa
37.48%
O camu-camu (Myrciaria dúbia) é uma pequena fruta arredondada, com coloração variando de avermelhada a roxo, que cresce em árvore nativa da região amazônica. Esta espécie tem despertado grande interesse devido ao seu elevado potencial funcional, principalmente por apresentar altos teores de ácido ascórbico, concentrações consideráveis de potássio, além da presença de carotenóides e antocianinas. Os carotenóides e as antocianinas não são apenas pigmentos naturais responsáveis pela coloração atrativa de frutas, flores e vegetais, mas são compostos que também desempenham diversas funções e ações benéficas ao ser humano. Como a composição completa dos pigmentos desta fruta ainda não foi estabelecida, o objetivo do presente trabalho foi separar, por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE), os carotenóides e antocianinas, caracterizar estes pigmentos e quantificá-los. Foram analisados frutos de camu-camu provenientes das cidades de Iguape e Mirandópolis, estado de São Paulo. Combinando a cromatografia em camada delgada e a CLAE em colunas de fase reversa C18 e C30, foram isolados 46 carotenóides; destes, 43 tiveram sua identidade confirmada e 3 não foram identificados. A all-trans-luteína foi o carotenóide principal encontrado nos frutos de camu-camu...

Extração de carotenoides de pitanga liofilizada com dioxido de carbono supercritico.; Supercritical Fluid extraction of carotenoids from a freeze-dryed powder of Eugenia uniflora.

Genival Lopes Filho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/11/2007 Português
Relevância na Pesquisa
37.45%
Pitanga (Eugenia uniflora) é uma fruta nativa do Brasil e amplamente distribuída nos países da América do Sul. Atualmente, seu uso é para a obtenção de polpas e sucos, mas quando se fala do seu potencial antioxidante e propriedades farmacológicas, a pitanga ainda é pouco estudada. Os carotenóides por sua vez, são amplamente conhecidos pelo seu poder corante, valor nutricional, atividade antioxidante e proteção contra algumas doenças. No presente trabalho, foram obtidos extratos a partir dos frutos liofilizados da pitanga usando o dióxido de carbono supercrítico como solvente de extração, nas condições de 40°C e 60°C e nas pressões de 100, 150, 200, 250, 300, 350 e 400 bar. Os ensaios foram realizados em duplicata. Os extratos foram saponificados com KOH metanólico e a análise dos carotenóides foi realizada por cromatografia líquida de alta eficiência com detector de arranjo de diodos. O maior rendimento global em extrato foi de 1,03% na condição de 60°C e 350 bar. Quanto à composição de carotenóides, os extratos apresentaram uma composição complexa sendo b-criptoxantina, licopeno e rubixantina os carotenóides majoritários. A condição de maior concentração de carotenóides totais nos extratos foi a 60°C e 250 bar perfazendo 5474ìg/g...

Carotenoides e compostos bioativos : relação com propriedades anti-radical livre e corante em frutas tropicais; Carotenoids and bioactive compounds : relationship between free radical scavenger properties and color in tropical fruits

Gisela Pizarro de Mattos Barreto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/07/2008 Português
Relevância na Pesquisa
37.57%
O aumento da demanda dos consumidores por maior qualidade de vida tem impulsionado o interesse da indústria de alimentos pelo segmento de alimentos funcionais, definidos como qualquer alimento com potencial para conferir benefícios à saúde do consumidor. Os compostos bioativos, como os carotenóides, compostos fenólicos e ácido ascórbico, presentes em alimentos estão envolvidos nestas ações benéficas. Inicialmente, foi realizado um estudo com alguns padrões de carotenóides, que não somente apresentam atividade anti-radical livre como também são responsáveis pela cor de vários alimentos. Foi avaliado o comportamento destes carotenóides, em diferentes concentrações, em relação à sua atividade anti-radical livre (ABTS) e parâmetros de cor CIELAB. Os resultados revelaram que, o número de ligações duplas conjugadas e a presença do grupo carbonila influenciaram tanto na atividade anti-radical livre como nos parâmetros de cor dos carotenóides, assim como a concentração. Posteriormente, para a determinação da atividade anti-radical livre de extratos complexos, pelo método ABTS, foram preparadas no laboratório extratos de polpas de 18 frutas tropicais, aplicando análises estatísticas multivariadas, especificamente Análise de Componentes Principais (ACP) e Análise Hierárquica de Agrupamentos (AHA)...

Estudo da produção de carotenoides pela bacteria Kocuria rhizophila; Study of carotenoids production by Kocuria rhizophila

Beatriz Torsani Ubeda
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/08/2008 Português
Relevância na Pesquisa
37.48%
Algumas espécies microbianas já foram identificadas como importantes fontes de diversos tipos de carotenóides. Estes compostos, que podem ser obtidos de forma natural por processos fermentativos, são amplamente utilizados como corantes e desempenham importantes funções biológicas em seres humanos devido a sua capacidade de aumentar o sistema imunológico e, com isso, diminuir o risco de doenças degenerativas. Neste trabalho, estudou-se a capacidade da bactéria Kocuria rhizophila de sintetizar carotenóides quando submetida ao crescimento em meio de cultivo contendo fonte de carbono solúvel (sacarose) ou insolúvel (óleo de soja). Para cada fonte de carbono foram elaborados delineamentos experimentais com o objetivo de observar a influência de seis variáveis (concentração da fonte de carbono, concentração da fonte de nitrogênio orgânico, concentração da fonte de nitrogênio inorgânico, pH inicial da fermentação, temperatura de incubação e agitação) na produção de carotenóides totais e no crescimento celular e, posterior seleção daquelas que maximizaram o rendimento do processo. Os ensaios foram conduzidos em agitador rotativo (frasco Erlenmeyer de 250 mL) e as amostras foram coletadas a cada 24 horas. A extração dos pigmentos da massa celular foi feita com metanol à temperatura controlada. A concentração de carotenóides totais foi obtida pela leitura da absorbância do extrato metanólico no comprimento de onda de máxima absorção e o crescimento bacteriano foi determinado pela quantificação da massa celular seca. Após a análise dos resultados foi possível observar que as condições de cultivo necessárias para a obtenção da máxima produção de carotenóides totais e do maior crescimento celular diferiram de acordo com a fonte de carbono utilizada. Em meio de cultivo contendo sacarose a máxima concentração de carotenóides totais (2024...

Provaveis correlações entre a biossintese de carotenoides e a maturação de maracuja

Carlos Alberto Bento da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em /10/1972 Português
Relevância na Pesquisa
37.45%
o maracujá é um fruto que, ultimamente, está chamando atenção para sua industrialização, principalmente pela aceitação comercial de seu suco. Várias aplicações estão sendo exploradas, tais como suco puro ou suco diluído, esterilizados ou preservados (mais comuns no Brasil); suco congelado, misturas com outros sucos = como, por exemplo, mistura de 5 a 10 % com suco de maçã - ou preparação de “punches”, “cordials”, “squashes”, bebidas carbonatadas, em mistura com bebidas alcoólicas e como aromatizante em produtos de confeitaria. O maracujá roxo (Passiflora edulis Sims.) e o maracujá amarelo (Passiflora edulis forma flavicarpa Degener) são os mais explorados comercialmente. A colheita do maracujá é feita; geralmente após a queda do fruto da planta sem que sejam utilizados como referências; resultados de análises físico químicas do suco. o teor em suco está acima de 30 % em relação ao peso do fruto. Seus constituintes químicos seguem mais ou menos padrão de outros frutos, ressaltando-se apenas a presença de amido. Os pigmentos identificados em suco de maracujá roxo são os carotenóides fitoflueno, alfa-caroteno, beta-caroteno e zeta-caroteno. Existem xantofilas mas não estão identificadas. Alguns exemplos da ocorrência de carotenóides em sucos de frutos explorados industrialmente são dados neste trabalho...

Estudos com carotenoides de leveduras do genero Rhodotorula : desenvolvimento de metodo analitico, influencia de inibidores e cultivo em meio alternativo a base de caldo de cana-de-açucar

Fabio Marcio Squina
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2001 Português
Relevância na Pesquisa
37.53%
Os carotenóides compõem um grupo de pigmentos naturais amplamente distribuídos na natureza com grande diversidade de estruturas e funções. O interesse pelos carotenóides tem aumentado onsideravelmente nos últimos anos, havendo uma potencial demanda por fontes naturais destes compostos nas indústrias de alimentos, farmacêutica e cosmética. As principais fontes industriais de carotenóides são a síntese química e a extração a partir de plantas, porém são poucos os carotenóides que possuem métodos economicamente eficientes de produção. Atualmente, apesar do pequeno número de carotenóides produzidos por biossíntese microbiana, esforços têm sido direcionados no desenvolvimento de processos biotecnológicos para a sua produção. Os carotenóides em microrganismos estão localizados intracelularmente, portanto além de uma elevada quantidade de carotenóides, os organismos selecionados para o desenvolvimento de processos biotecnológicos devem apresentar outras possibilidades, como o cultivo em resíduos ou substratos de baixo custo, produção de carotenóides com alto valor agregado, ou de outros compostos de interesse comercial, como ácidos graxas insaturados ou polissacarídeos. A primeira etapa deste trabalho foi o desenvolvimento de uma metodologia para extração e separação dos carotenóides de Rhodotorula rubra...

Composição e estabilidade de carotenoides em alimentos; Composition and stability of carotenoids in food

Cintia Nanci Kobori
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/02/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.53%
Os carotenóides estão entre os componentes de maior interesse em relação aos efeitos benéficos dos alimentos a saúde humana. Entretanto, estas atividades benéficas estão ligadas às suas estruturas e as concentrações presentes nos alimentos. Dados confiáveis de quantificações são necessários para indicar fontes, aprimorar processos, estabelecer melhor a associação entre ingestão/consumo e a incidência/risco de desenvolvimento de doenças e compreender seu mecanismo de ação e degradação. O capítulo 1 apresenta uma revisão bibliográfica das pesquisas realizadas nos últimos 5 anos em relação aos carotenóides em alimentos, descrevendo os principais efeitos benéficos à saúde, a biodiversidade de fontes carotenogênicas, os aspectos analíticos, os processamentos emergentes que buscam preservar e/ou estabilizar estes componentes, e por fim, estudos de degradação. A alta instabilidade dos carotenóides faz com que sua análise seja um desafio. Para garantir a confiabilidade dos resultados, o Laboratório de Carotenóides da FEA/UNICAMP faz avaliações periódicas do desempenho do método e dos analistas. O capítulo 2 apresenta os resultados mais recentes dessa avaliação, utilizando um material de referência certificado (baby food composite 2383). Participaram do estudo...

Carotenóides de bactérias halófilas : produção, caracterização e atividade antioxidante; Carotenoids of halophily bacteria : production, characterization and antioxidant activity

Viviane Santos Miranda
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/05/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.57%
O interesse pelos carotenóides tem aumentado consideravelmente nos últimos anos pela evidência dos seus já conhecidos benefícios à saúde humana, devido às suas propriedades antioxidantes, anticarcinogênicas e imunomodulatórias. As principais fontes industriais de carotenóides são a síntese química e a extração a partir de plantas e microalgas, porém são poucos os carotenóides cuja produção seja economicamente viável. Considerando que os microrganismos extremófilos são importantes fontes de compostos bioativos e que algumas bactérias extremófilas produzem carotenóides com características estruturais muito diferentes das encontradas nos alimentos, os objetivos deste trabalho foram: identificar os carotenóides produzidos pelas bactérias Halococcus morrhuae (ATCC 17082) e Halobacterium salinarium (ATCC 33171), através de cromatografia líquida de alta eficiência conectada aos detectores de arranjo de diodos e de massas (HPLC-DAD-MS/MS) e estudar, através de planejamento fatorial, o efeito de diferentes condições de cultivo no crescimento de biomassa celular, produção de carotenóides e proteção proporcionada pelos carotenóides contra o oxigênio singlete (O2(1Dg)). Foram identificados 8 carotenóides nas linhagens de Hcc. morrhuae e Hbt salinarium. O carotenóide majoritário foi alltrans-bacterioruberina...

Estabilidade de carotenóides, flavonóides e vitamina C em alimentos submetidos às tecnologias emergentes de processamento; Stability of carotenoids, flavonids and vitamin C in foods subjected to emerging processing technologies

José Emilson Macêdo Ferreira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.59%
A implementação de novas tecnologias de processamento e o desenvolvimento de novos produtos amplia a necessidade de se estudar não apenas seus atributos sensoriais e sua vida de prateleira, mas também os seus aspectos nutricionais e funcionais. Dentre estas tecnologias emergentes, o uso da microencapsulação na preservação dos carotenóides e flavonóides em alimentos durante o processamento e na estocagem do produto, focando os materiais de parede e as condições operacionais utilizadas foram objetos da revisão bibliográfica no primeiro capítulo. No segundo capítulo, as técnicas de processamento sob alta pressão e seus possíveis efeitos na isomerização e degradação dos carotenóides em frutas e hortaliças foi o foco da pesquisa bibliográfica. A microfiltração de sucos e polpas de frutas, suas limitações tecnológicas, a permeação e possíveis perdas de carotenóides, flavonóides e da vitamina C foram descritos na revisão do terceiro capítulo. No quarto capítulo, a otimização da microencapsulação por spray drying da polpa de pitanga com maltodextrina, amido modificado e goma arábica, visando a maior retenção dos carotenóides e dos flavonóides, foi realizada por metodologia de superfície de resposta. As melhores retenções dos carotenóides e dos flavonóides no processamento por spray drying ocorreram na temperatura de entrada de 150°C...

Composição e bioacessibilidade in vitro dos carotenóides em alimentos; Composition and in vitro bioacessibility of carotenoids in foods

Giovanna Pisanelli Rodrigues de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.59%
Dentre os fitoquicos de maior interesse por proporcionarem beneficios à saude humana estão os carotenoides. O Brasil possui o maior banco de dados sobreos teores mas faltam estudos da biodisponnibilidade.O Capitulo 1 apresenta uma revisao bibliografica descrevendo o mecanismo de digestao, transporte e absorçao dos carotenoides, os fatores que podem afetar a biodisponibilidade e os metodos in vivo e in vitro utilizados para determina-la. Metodos in vitro tem sido desenvolvidos para determinar a bioacessibilidadedos carotenoides de maneira mais rapida e barata, porem, não houve uma avaliaçao comparativa dos diferentes metodos. O Capitulo 2 apresenta a comparaçao dos resultados obtidos por uma metodologia de determinação da bioacessibilidade in vitro e com algumas modificaçoes sugeridas para melhor simular a fisiologia humana. A bioacessibilidade dos carotenoides de cenoura, tomate e espinafre cru e cozido foi, no geral, significativamente maior utilizando-se o metodo de Reboul et al. (2006). A fase oral proposta para integrar a digestao in vitro antes da fase gastrica nao alterou a bioacessibilidade dos carotenoides nas amostras estudadas, porem, a adiçao delipase e carboxil ester lipase aumentou a bioacessibilidade dos carotenoides. O tempo de homogeneizaçao da amostra tambem afetou significativamente a porcentagem de micelarizaçao dos carotenoides. O Capitulo 3 apresenta a bioacessibilidade dos carotenoides de vegetaisfolhosos comerciais e de folhas nativas além de avaliar o efeito do cozimento na bioacessibilidade. Dentre as amostras cruas analisadas...

Avaliação in vitro da atividade antioxidante dos carotenóides totais extraídos do músculo de camarões cultivados Litopenaeus vannamei

Silva, Fabiana Ourique da
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 123 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
37.55%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Nutrição, Florianópolis, 2010; Os carotenóides têm sido bastante investigados como agentes quimiopreventivos, funcionando como antioxidantes em sistemas biológicos. A astaxantina é um carotenóide do grupo das xantofilas, de ocorrência natural em algas, peixes e frutos do mar, sendo o camarão uma de suas principais fontes alimentares. Sua atividade antioxidante parece ser muito superior àquela dos demais carotenóides. No presente estudo foi avaliada a atividade antioxidante in vitro dos carotenóides totais (CT) extraídos do músculo de camarões Litopenaues vannamei cultivados em cativeiro, utilizando-se como parâmetros a medida de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS), o seqüestro do radical livre 2,2-difenil-1-picrilhidrazil (DPPH) e a co-oxidação do ?-caroteno/ácido linoléico, utilizando-se a astaxantina sintética como padrão. Foram utilizados dois grupos de camarões: camarão controle (CC) que recebeu ração controle não suplementada, com 3 ppm de carotenóides e camarão suplementado (CS) que recebeu ração contento 60 ppm de carotenóides provenientes da alga Haematococcus pluvialis. Após 30 dias de tratamento...

Diversidade de Carotenóides Antioxidantes em frutos de espécies de Solanum (seção Lycopersicon) : caracterização via Cromatografia Líquida de Alta Resolução (CLAE) e análise filogenética do gene codificador da enzima Licopeno-β-ciclase

Morais, Ana Heloneida de Araújo
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
37.48%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Celular, 2007.; O tomateiro (Solanum lycopersicum L.) apresenta um papel de destaque na dieta humana de diferentes etnias e regiões geográficas. Entre as estratégias para aumentar e/ou permitir um consumo adequado de nutrientes essenciais, destacam-se a introdução de alimentos ricos em carotenóides na dieta, além do melhoramento genético visando aumentar o teor pró-vitamínico e de antioxidantes em culturas adaptadas para plantio e com tradição de consumo nas regiões geográficas onde ocorrem carências nutricionais. Um dos objetivos neste trabalho foi avaliar os tipos e o conteúdo de carotenóides visando selecionar genótipos com melhores características nutricionais. Outro objetivo foi, baseado em informações genéticas para genes que codificam enzimas envolvidas na via biossíntetica de carotenóides, gerar oligonucleotídeos iniciadores (primers) universais para uso em PCR. Estes primers foram utilizados para isolar alelos do gene que codifica a enzima licopeno β-ciclase em diferentes acessos de tomate. Os dados obtidos destas seqüências foram avaliados para estimar as relações filogenéticas dentro do gênero Solanum (seção Lycopersicon). Esta análise foi comparada com estudos anteriores utilizando o gene waxy ou GGSSI (Grandule-bound starch syntase). Esta análise foi informativa e a sua utilização forneceu uma boa resolução na definição das espécies de tomate. Demonstrou ainda que as espécies com frutos verdes...

Caracterização e diversidade genética de acessos de maracujás do cerrado com base no perfil de carotenóides; Characterization and genetic diversiy of cerrado passion fruit accessions based on carotenoids profile

Wondracek, Daniele Cristina
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.59%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2009.; A composição de carotenóides em frutas é complexa e variável. Por isso, métodos de extração e processos analíticos diferenciados precisam ser aplicados para uma determinação correta dos carotenóides. As frutas e os vegetais são suas fontes principais na dieta humana. Os carotenóides são responsáveis pela coloração da polpa do maracujá e de muitos frutos, flores e folhas. No Cerrado são encontradas mais de 40 espécies de Passiflora. Porém, o potencial de muitas dessas espécies é desconhecido do ponto de vista científico. Os objetivos deste estudo foram avaliar a influência da saponificação na determinação de carotenóides de cinco acessos de três espécies de maracujás do Cerrado (um acesso de P. cincinnata, um acesso de P. setacea e três acessos de P. edulis); a composição qualitativa e quantitativa de carotenóides da polpa de oito acessos de quatro espécies de maracujás do Cerrado (dois acessos de P. cincinnata, um acesso de P. nitida, um acesso de P. setacea e quatro acessos de P. edulis) e a diversidade genética entre esses maracujás do Cerrado com base no perfil de carotenóides presentes na polpa de seus frutos utilizando...

Obtenção de carotenoides utilizando a bactéria Halorubrum saccharovorum (archaea)

Santos, Rossana Calegari dos
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.51%
Resumo: Os carotenoides são pigmentos que apresentam funções relacionadas à saúde, atuando na prevenção de doenças e também são aplicados nas indústrias alimentícia, farmacêutica e cosmética, atuando como corantes e antioxidantes. Diversos organismos são capazes de produzir carotenoides, entre eles estão os halofílicos do domínio Archaea. Dessa forma, a bactéria halofílica Halorubrum saccharovorum, pertencente ao domínio Archaea, foi cultivada para a investigação da sua composição de carotenoides por espectrofotometria, cromatografia em camada delgada (CCD), cromatografia em fase líquida de alta eficiência hifenada a espectrometria de massas (CLAE-EM) e por espectrometria de ressonância magnética nuclear de hidrogênio (RMN de 1H). Essas análises foram realizadas no extrato seco obtido a partir da extração com acetona dos pigmentos das células secas do micro-organismo. Os resultados obtidos nas análises de CLAE-EM e RMN de 1H evidenciaram a presença no extrato do carotenoide bacterioruberina, que possui 50 átomos de carbono e apresenta alta atividade antioxidante, além de outros compostos isoprenoides. Portanto, a existência da bacterioruberina no extrato foi confirmada pela presença dos íons de m/z 741...

Estudo da cinética de produção de carotenoides de Sporobolomyces ruberrimus e de técnicas de extração de pigmentos

Albuquerque, Clarissa Detomi de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 177 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
37.48%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Alimentos, Florianópolis, 2015.; Os carotenoides pigmentados podem ser produzidos por ampla variedade de bactérias, leveduras, fungos filamentosos, plantas e algas. Além de produzirem pigmentos que conferem cor, variando em tons amarelados, laranja e vermelho, os carotenoides são antioxidantes naturais e representam um grupo de moléculas valiosas para aplicações na indústria farmacêutica, química, de alimentos e rações. Os carotenoides sintetizados por Sporobolomyces ruberrimus são intracelulares e a rigidez da parede celular da levedura limita a extratibilidade desses compostos, necessitando a aplicação de métodos de extração para recuperação desses pigmentos. Este trabalho teve como objetivo estudar a cinética de produção de carotenoides em cultivo submerso de Sporobolomyces ruberrimus, buscando potencializar a biossíntese de torularrodina por meio de estresse oxidativo e investigar metodologias de extração de pigmentos empregando técnicas: mecânica, química e em alta pressão. Três concentrações de oxigênio dissolvido (20, 50, 80 %) foram empregadas no cultivo descontínuo de Sporobolomyces ruberrimus em biorreator...

Bactéria termófila Thermus filiformis : produção de carotenóides e avaliação da capacidade antioxidante; Thermophilic bacterium Thermus filiformis : production of carotenoids and evaluation of antioxidant capacity

Fernanda Mandelli
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.63%
Os carotenoides pertencem a um grupo de pigmentos naturais amplamente distribuídos na natureza, com grande diversidade de estruturas e funções. O interesse pelos carotenoides tem aumentado consideravelmente nos últimos anos pela evidência dos seus já conhecidos benefícios à saúde humana, devido às suas propriedades antioxidantes, anticarcinogênicas e imunomodulatórias. As principais fontes industriais de carotenoides são a síntese química e a extração a partir de plantas. Porém, são poucos os carotenoides que possuem métodos economicamente eficientes de produção. Uma alternativa para a obtenção natural destes pigmentos é a sua produção por micro-organismos, sendo uma das fontes as bactérias termófilas que, em sua maioria, possuem carotenoides com estrutura específica para fortalecimento da membrana celular. Assim sendo, o presente estudo tem como objetivos: identificar os carotenoides da linhagem Thermus filiformis ATCC 43280, avaliar o crescimento de massa celular, produção de carotenóides e porcentagem de proteção contra o oxigênio singlete através de diferentes condições de cultivo e verificar a atividade antioxidante do extrato rico em carotenoides na desativação do radical ABTS¿+ (2,2¿- azinobis-(3-etilbenzotiazolina-6-ácido sulfônico)) e do peróxido de hidrogênio. Para atingir os objetivos...

Identificação e determinação da atividade antioxidante de carotenoides e antocianinas de frutas; Identification and antioxidant activity determination of carotenoids and anthocyanins from fruits

Adelia Ferreira de Faria-Machado
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.51%
Considerando a importancia de carotenoides e antocianinas, tanto como pigmentos naturais como pelas suas propriedades antioxidantes, este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar, por meio de cromatografia liquida de alta eficiencia acoplada aos detectores arranjo de diodos e espectrometro de massas (HPLC-DAD-MS/MS), a composicao de carotenoides e antocianinas em nespera, jaca e jambolao, bem como estudar a atividade antioxidante apresentada por esses pigmentos em diferentes sistemas. Em funcao da coloracao desses frutos, apenas o jambolao foi submetido a analise de antocianinas. Cinco cultivares brasileiros de nespera foram avaliados: Centenaria, Mizauto, Mizuho, Mizumo e Nectar de Cristal. De vinte e cinco carotenoides separados, vinte e tres foram identificados, sendo que os principais foram all-trans-?-caroteno (19-55 %), alltrans-?-criptoxantina (18-28 %), 5,6:5¿,6¿-diepoxi-?-criptoxantina (9-18 %) e 5,6- epoxi-?-criptoxantina (7-10 %). Os conteudos de carotenoides totais variaram entre 196 ?g/100 g (cv. Nectar de Cristal) e 3020 ?g/100 g (cv. Mizumo). Os cultivares Mizauto, Mizuho, Mizumo e Centenaria apresentaram valores de provitamina A entre 89 e 162 ?g RAE/100 g e podem ser considerados uma boa fonte desta pro-vitamina. Nos tres lotes de jaca analisados...

Base de datos de carotenoides para valoración de la ingesta dietética de carotenos, xantofilas y de vitamina A: utilización en un estudio comparativo del estado nutricional en vitamina A de adultos jóvenes

Beltrán,Beatriz; Estévez,Rocío; Cuadrado,Carmen; Jiménez,Susana; Olmedilla Alonso,Begoña
Fonte: Nutrición Hospitalaria Publicador: Nutrición Hospitalaria
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.48%
Objetivos: 1) Elaborar una base de datos de carotenoides (BD-carotenoides) de alimentos consumidos en España. 2) Valorar el estado nutricional en vitamina A (expresada en equivalentes de retinol (ER) y en equivalentes de actividad de retinol (EAR)) en adultos jóvenes. Métodos: La BD-carotenoides incluye datos de carotenos (β-caroteno, α-caroteno y licopeno) y xantofilas (β-critpoxantina, luteína y zeaxantina) generados mediante HPLC. La ingesta de vitamina A se valoró a partir de tres recuerdos de 24 horas, en 54 adultos, 20-35 años, no obesos y con retinol sérico (> 30 µg/dl), utilizando la BD-carotenoides y unas Tablas de Composición de Alimentos de amplio uso en España. Resultados: La BD-carotenoides incluye datos para 89 alimentos (9 en crudo y cocido y 14 son alimentos procesados). La ingesta de carotenoides provitamínicos-A es de 2,5 mg/p/d, la de ER 682 µg/p/d y la de EAR 499 µg/p/d. La vitamina A expresada en EAR es un 27% inferior que como ER. El 76% de las ingestas se adecuan a las ingestas recomendadas y el 63% a la ingesta diaria recomendada. Conclusiones: Los datos individualizados de carotenoides permiten mayor precisión en los estudios entre dieta y salud, y facilitan la valoración de la ingesta de vitamina A...