Página 1 dos resultados de 46 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Integração adaptativa de aplicações multicast para conferência multimédia

Deusdado, Sérgio
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.8%
Tese de Mestrado em Informática, Especialização em Comunicações por Computador; A Internet, sobretudo a nova geração, perfila-se como panaceia para as exigências de comunicação digital nos mais vastos domínios. Na educação, e particularmente no ensino à distância, a via da "webização" não ficou por explorar. À medida que o serviço WWW foi evoluindo, incorporaram-se ferramentas de conferência multimédia distribuída que fomentam a interactividade e as relações pró-humanas. As aplicações de comunicação em grupo são, cada vez mais, representativas no rol de aplicações que usam a Internet mas, insipientes em sustentar o seu desempenho devido a uma Qualidade de Serviço (QoS) limitada. Tais aplicações, encontraram na tecnologia multicast uma aliada para a sua implantação e escalabilidade. O suporte à tecnologia de difusão selectiva ou multicast encontra-se entre as directivas para a concepção de redes informáticas da nova geração. Sendo uma metodologia eficiente para comunicar em grupo, o multicast exponenciará o desenvolvimento futuro das tecnologias de interligação e aplicacionais. Apesar do tráfego de rede decrescer, a dimensão dos grupos e a heterogeneidade da Internet podem colocar problemas de escalabilidade. Em ambientes com recursos variáveis...

Técnicas de gerenciamento de chaves compartilhadas em grupos Multicast.; Techniques of group keys management in Multicast network.

Ferreira, Fernando Teubl
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/02/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.65%
Com a popularização da rede global, a Internet, as aplicações colaborativas ganharam destaque, sendo imprescindíveis nas mais diversas atividades pessoais e comerciais. Os avanços tecnológicos modernos trouxeram novas demandas de aplicações, com a inclusão de diversas funcionalidades em ambientes cooperativos como, por exemplo, a distribuição de dados multimídia sobre redes de comunicação. Entretanto, quando estas ferramentas são aplicadas em ambientes coletivos com muitos usuários, o uso das mesmas é deteriorado pelas limitações da rede. Protocolos Multicast possibilitam o uso destas aplicações colaborativas em razão de proporcionarem a redução do uso da rede para atividades coletivas, possibilitando a interação com dezenas, centenas ou milhares de usuários simultaneamente. Na medida em que as ferramentas colaborativas ganham espaço entre os usuários, surge também a necessidade do emprego de segurança entre grupos de usuários. Os grupos devem ser capazes de estabelecer comunicações Multicast seguras em que apenas os membros autorizados sejam hábeis a acessar os conteúdos veiculados pelo grupo. São exemplos de aplicativos que exigem Multicast seguro: videoconferências confidenciais, sincronismo de tabelas financeiras entre matriz e filiais...

Endereçamento por título: uma forma de encaminhamento multicast para a próxima geração de redes de computadores.; Addressing by title: enabling multicast to the next generation of computers networks.

Silva, Flávio de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/10/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.84%
A Internet foi projetada em contexto distante da realidade atual. Novas aplicações, novas tecnologias e dispositivos definem um novo conjunto de requisitos, que, entre outros, consiste de suporte a mobilidade, segurança, QoS e multicast. Pesquisadores de todo o mundo estão engajados no projeto da Internet do Futuro. Enquanto muitos procuram evoluir a Internet atual, outros partem do princípio de que arquitetura atual deve ser ignorada afim de se conceber uma nova arquitetura. Partindo de uma visão disruptiva, este trabalho tem por objetivo definir, projetar e avaliar experimentalmente uma forma de encaminhamento onde o multicast seja um requisito central para as aplicações. Essa forma de encaminhamento é baseada em novas relações entre entidades que se comunicam e na utilização de uma identificação/endereçamento única, não ambígua e independente da topologia: seu Título. A arquitetura Entity Title Architecture (ETArch), construída sobre uma infraestrutura baseada em redes definidas por software, estabelece novas relações entre as entidades de sistemas distribuídos. A definição do Workspace, implementado neste trabalho, permite estabelecer um canal por onde múltiplas entidades se comunicam naturalmente de uma forma multicast...

Definição de classes para comunicação Unicast e Multicast

Amaral, Jeferson Botelho do
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.6%
No projeto de arquiteturas computacionais, a partir da evolução do modelo cliente-servidor, surgiram os sistemas distribuídos com a finalidade de oferecer características tais como: disponibilidade, distribuição, compartilhamento de recursos e tolerância a falhas. Estas características, entretanto, não são obtidas de forma simples. As aplicações distribuídas e as aplicações centralizadas possuem requisitos funcionais distintos; aplicações distribuídas são mais difíceis quanto ao projeto e implementação. A complexidade de implementação é decorrente principalmente da dificuldade de tratamento e de gerência dos mecanismos de comunicação, exigindo equipe de programadores experientes. Assim, tem sido realizada muita pesquisa para obter mecanismos que facilitem a programação de aplicações distribuídas. Observa-se que, em aplicações distribuídas reais, mecanismos de tolerância a falhas constituem-se em uma necessidade. Neste contexto, a comunicação confiável constitui-se em um dos blocos básicos de construção. Paralelamente à evolução tanto dos sistemas distribuídos como da área de tolerância a falhas, foi possível observar também a evolução das linguagens de programação. O sucesso do paradigma de orientação a objetos deve-se...

Uma Solução baseada em políticas para gerenciamento integrado de QoS e Multicast em redes IP

Vaguetti, Leandro
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.57%
Aplicações como videoconferência, vídeo sob-demanda, aplicações de ensino a distância, entre outras, utilizam-se das redes de computadores como infra-estrutura de apoio. Mas para que tal uso seja efetivo, as redes de computadores, por sua vez, devem fornecer algumas facilidades especiais para atender às necessidades dessas aplicações. Dentre as facilidades que devem ser fornecidas estão os suportes à qualidade de serviço (QoS - Quality of Service) e as transmissões multicast. Além do suporte a QoS e multicast nas redes, é necessário fornecer um gerenciamento da rede adequado às expectativas de tais aplicações. Soluções que fornecem gerenciamento de forma individual para tais facilidades, já foram propostas e implementadas. Entretanto, estas soluções não conseguem agir de modo integrado, o que torna a tarefa do gerente da rede extremamente complexa e difícil de ser executada, pois possibilitam um fornecimento não adequado das facilidades desejadas às aplicações. Nesta dissertação é apresentada uma solução para gerenciamento integrado de QoS e multicast. Fazem parte da solução: a definição e implementação de uma arquitetura para gerenciamento integrado de QoS e multicast, utilizando gerenciamento baseado em políticas (PBNM - Policy-Based Network Management)...

Implementação de uma rede em chip com suporte a clusters dinâmicos e multicast; Implementation of a network on a chip supporting dynamic clusters and multicast

Santini, Thiago Caberlon
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.66%
Sistemas em Chip de núcleo único utilizam o paralelismo de instruções para agilizar a computação e conforme o limite deste paralelismo é alcançado é necessário buscar alternativas. Graças ao aumento contínuo da taxa de integração de transistores tornou-se possível a multiplicação de núcleos dentro de um único chip, surgindo assim um novo paradigma cujo objetivo é o paralelismo de tarefas. Neste novo paradigma surge um aumento elevado nas taxas de comunicações entre os elementos do sistema. Isto exige um mecanismo de comunicação que possa atender um alto número de requisições simultaneamente e que seja facilmente replicável, eliminando assim a viabilidade de uso de barramentos tradicionais. Uma nova proposta de interconexão para estes sistemas são as Redes em Chip (NoCs). Mapeando tarefas em um conjunto de recursos, como núcleos e memórias, é possível criar clusters para tratar tarefas. Com a disponibilidade de múltiplos recursos é possível criar diversos clusters, e é desejável que eles não interfiram entre si. Além disso, uma parcela significativa da comunicação quando utiliza-se paralelismo a nível de tarefas tende a ser de um para muitos nodos. Atualmente, multicasts são suportados através de múltiplos unicasts ou broadcast. Infelizmente esses métodos não são eficientes. Este trabalho implementa e modifica uma Rede em Chip utilizando SystemC...

Serviços de comunicação para a plataforma multiware

Ladislau Conceição
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/10/1995 Português
Relevância na Pesquisa
26.62%
A Plataforma Multiware é um modelo de referência para o suporte ao processamento distribuído aberto (ODP). Esta plataforma é dividida nas camadas de processamento local, middleware, groupware e de aplicação. A camada middleware tem a responsabilidade de prover as funcionalidades ODP e é composta por serviços de comunicação se constituem na base para o processamento distribuído. Os serviços providos são: comunicação com reserva de banda, comunicação em grupo e comunicação sem-conexão confiável. Este trabalho apresenta o projeto e implementação destes serviços de comunicação. O serviço de comunicação com reserva de banda provê comunicação para transmissão de dados multimídia, tais como áudio e vídeo. Neste trabalho foi projetado um protocola para operar sobre redes de tráfego assíncrono, tais como Ethernet e FDDI (sem tráfego síncrono). Um esquema de taken-possing foi utilizado para disciplinar o acesso ao meio. O serviço de comunicação em grupo (reliable multicast) é um aperfeiçoamento de um protocolo já existente. Nele foi incluído controle de fluxo e recuperação total em caso de falha do nodo seqüenciador. O serviço de comunicação sem-conexão confiável é um serviço de datagramas com reconhecimento. Normalmente...

Port system : sistema de comunicação em grupo para o ambiente Xchart

Edilmar Lima Alves
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/03/1996 Português
Relevância na Pesquisa
36.57%
O objetivo do corrente trabalho é fornecer um sistema de comunicação em grupo que servirá de base para o desenvolvimento de outros subsistemas do Ambiente Xchart. O Ambiente Xchart contém um conjunto de ferramentas que permitem a especificação e a implementação de interfaces homem-computador concorrentes, ou seja, interfaces que podem ser divididas em várias sub-interfaces. Cada sub-interface pode ser executada em um computador diferente de um sistema distribuído. Sendo assim, é necessária a existência de um ambiente de controle da execução distribuída de sub-interfaces, denominado Gerente de Distribuição. Este trabalho implementa o subsistema de mais baixo nível do Gerente de Distribuição, e é formado pelos seguintes módulos: Sistema de Comunicação ( responsável pela troca de mensagens com o sistema distribuído), Sistema de Detecção de Falhas (detecta falhas na comunicação e avisa o Sistema de Comunicação), Servidor de Grupos (responsável pela manutenção de grupos e envio de multicast para um grupo de processos), e Servidor de Nomes (fornece a transparência de localização de recursos compartilhados no sistema distribuído); The aim of this work has been the implementation of a group communication system...

O padrão UMIOP como base para comunicação de grupo confiável em sistemas distribuídos de larga escala

Bessani, Alysson Neves
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xiii, 91 f.| il., tabs., grafs.
Português
Relevância na Pesquisa
26.71%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica.; O conceito de grupo de objetos é uma abstração largamente usada no tratamento de replicação em sistemas distribuídos tolerantes a faltas. Os sistemas que se baseiam neste conceito geralmente utilizam algum tipo de suporte de comunicação de grupo (SCG), que oferece comunicação multiponto através de primitivas com níveis diferenciados de confiabilidade de entrega e ordenação de mensagens. Em sistemas de larga escala, como a Internet, o multicast IP é a tecnologia base para a construção de protocolos de difusão seletiva confiável, que se constituem na base dos SCG. A junção dos conceitos de objetos distribuídos e de grupo em suportes de middleware, em especial os que seguem a arquitetura CORBA, tem sido objeto de pesquisas recentes, que motivaram a OMG a lançar duas especificações no sentido de introduzir o conceito de grupo nesta arquitetura: FT-CORBA (Fault-Tolerant CORBA), que introduz alguns serviços para suporte à tolerância a faltas nesta arquitetura, e o UMIOP (Unreliable Multicast Inter-ORB Protocol), que provê um protocolo de difusão não confiável (MIOP) baseado em multicast IP e um modelo de objetos para suportar este protocolo em ORBs CORBA. Com estes dois padrões a OMG separa claramente aspectos de comunicação de grupo (UMIOP) e de membership (FT-CORBA). Este trabalho propõe um modelo de integração entre o FT-CORBA e o UMIOP utilizando o ReMIOP (Reliable MIOP)...

Groupware multicast com QoS pró-activa integrado num sistema de e-learning

Deusdado, Sérgio; Carvalho, Paulo
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /10/2004 Português
Relevância na Pesquisa
36.66%
Comunicação apresentada na Conferencia eLES 04 - eLearning no Ensino Superior, Aveiro, 2004.; As novas formas de geração, desenvolvimento, transmissão e conservação dos saberes convergem nos sistemas de processamento de informação digital e na sua interligação, em súmula na Internet. As novas aplicações, cada vez mais próhumanas e interactivas, que fomentam encontros virtuais usáveis e plausíveis no e-learning, emergem sem garantias de qualidade de serviço (QoS) substantivas, óbice do modelo IP best-effort. As aplicações multicast, pelo suporte telemático eficiente à comunicação em grupo, afirmam-se como fundamentais para a implantação de serviços multimédia interactivos. Em prol do seu desenvolvimento e adicionalmente aos seus atributos de eficiência, estas aplicações deveriam incorporar mecanismos que lhes permitissem integrar-se amigavelmente na competição por recursos da Internet. A capacidade de adaptação da QoS de uma aplicação em face dos recursos disponíveis é um factor de qualidade dessa mesma aplicação. As aplicações de tempo crítico tolerantes, como as videoconferências, são potenciais beneficiárias desta inovação, no entanto, nem todas incorporam tecnologia adaptativa que lhes permita um comportamento "consciente" perante a QoS prestada pela rede e pelo sistema final. A adaptação...

Encaminhamento multicast em redes IP

Amaral, António Manuel Nunes Carvalho
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
26.75%
Actualmente a maioria das aplicações que usam Internet baseiam-se no modelo de comunicação ponto-a-ponto. No entanto, os recentes avanços tecnológicos e o aparecimento de aplicações cada vez mais sofisticadas fizeram surgir a necessidade de transmitir informações para grupos de participantes (comunicações ponto-multiponto e multiponto-multiponto), como por exemplo, áudio e vídeo conferência para encontros remotos, programas de entretenimento, entre muitos outros. Por outro lado, a evolução da Internet, actualmente baseada no protocolo IPv4, para o protocolo IPv6, deverá ser feita de uma forma progressiva recorrendo a mecanismos de transição e as comunicações multicast terão que ter em consideração este factor. O IETF (Internet Engineering Task Force) definiu dois modelos de transmissão multicast. Inicialmente foi definido o modelo ASM (Any Source Multicast) e mais recentemente, o modelo SSM (Source Specific Multicast). Actualmente existem soluções protocolares que permitem garantir as comunicações multicast em redes IPv4 e em redes IPv6, usando os dois modelos, mas poucas soluções existem que permitam garantir as comunicações multicast em redes mistas IPv4/IPv6. Do ponto de vista de gestão do encaminhamento...

Difusão e multicast em UMTS

Videira, António Germano Paiva
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.74%
Desde os primórdios da existência humana que existe a necessidade de comunicar. O ser humano desde então tem procurado meios de comunicação mais rápidos e eficientes. A eficácia da comunicação bem como a partilha de conteúdos quando vários clientes requerem a mesma informação no mesmo instante de tempo constituem o tema central deste trabalho, permitindo utilizar os recursos de rede dos operadores móveis de uma forma muito mais optimizada. Actualmente as redes UMTS usam a transmissão em modo unicast que não é uma solução escalável para a distribuição de conteúdos em tempo real, distribuídos em massa, como é o caso da Mobile TV. A release 6 da norma UMTS introduziu pela primeira vez capacidades de difusão e multicast nas redes móveis através do serviço MBMS. Com isto podemos ter aplicações que permitem às redes móveis disponibilizar serviços do tipo multicast e broadcast nos telemóveis que são considerados por muitos como as killer applications que há muito se procura, podendo contribuir para o aumento da receita por utilizador dos operadores. Este trabalho começa com a apresentação do estado da arte das comunicações móveis seguido da apresentação de uma plataforma de distribuição de conteúdos que vai ser evoluída na sua arquitectura e funcionalidades. O principal objectivo é a especificação de um BM-SC e fazer um estudo aprofundado do MBMS. Com vista à validação e avaliação dos conhecimentos foi contruido um demostrador com especial enfoque para o protocolo entre o BM-SC e os distribuidores de conteúdos. No final...

Avaliação de controlo de sessões multicast em redes com contexto

Condeixa, Tiago Silvestre
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.53%
Os utilizadores pretendem aceder, cada vez mais, a serviços multimédia com requisitos mais exigentes e personalizados. As limitações impostas pelos ambientes existentes (internet, 3G) para fornecer estes serviços levam à procura de melhores soluções, nomeadamente uma gestão eficaz das sessões multiparty. Neste tipo de soluções é normalmente utilizado o multicast, já que este permite reduzir os recursos utilizados, diminuindo o número de pacotes na rede. Contudo, o multicast não está consistente ao nível dos cenários de mobilidade, fundamentais nas redes de próxima geração. Actualmente existe uma vasta gama de tecnologias de acesso sem fios como WiFi, GPRS, UMTS e WiMAX. No futuro estas tecnologias diferentes complementar-se-ão convergindo numa infra-estrutura heterogénea capaz de fornecer um melhor serviço aos utilizadores, denominadas de redes 4G. A evolução dos terminais móveis também permitirá que estes se liguem simultaneamente a várias redes de acesso. Para uma melhor distribuição dos serviços dos utilizadores pelas redes de acesso disponíveis são necessários novos mecanismos de selecção. Uma nova selecção da rede baseada em informação de contexto (entidades e ambiente) tem tido grande relevo na comunidade científica. Assim...

Next generation multimedia multicast services; Serviços multimédia multicast de próxima geração

Pinho, Luís André Silva Cruz
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.81%
Uma das mais recentes conquistas na evolução móvel foi o 3G, permitindo o acesso a serviços multimédia com qualidade de serviço assegurada. No entanto, a tecnologia UMTS, tal como definida na sua Release ’99, é apenas capaz de transmitir em modo unicast, sendo manifestamente ineficiente para comunicações multimédia almejando grupos de utilizadores. A tecnologia IMS surge na Release 5 do 3GPP que começou a responder já a algumas necessidades, permitindo comunicações sobre IP oferecendo serviços Internet a qualquer momento e em qualquer lugar sobre tecnologias de comunicação móveis fornecendo pela primeira vez sessões multimédia satisfatórias. A Release 6 por sua vez trouxe a tecnologia MBMS que permite transmissões em broadcast e multicast para redes móveis. O MBMS fornece os serviços de aplicações multimédia que todos estavam à espera, tanto para os utilizadores como para os prestadores de serviços. O operador pode agora fazer uso da tecnologia existente aumentando todo o tipo de benefícios no serviço prestado ao cliente. Com a possível integração destas duas tecnologias passa a ser possível desenvolver serviços assentes em redes convergentes em que os conteúdos são entregues usando tecnologias unicast...

Control design for multicast-aware class-based networks; Esquema de controlo para redes multicast baseadas com classes

Logota, Evariste
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
26.66%
The expectations of citizens from the Information Technologies (ITs) are increasing as the ITs have become integral part of our society, serving all kinds of activities whether professional, leisure, safety-critical applications or business. Hence, the limitations of the traditional network designs to provide innovative and enhanced services and applications motivated a consensus to integrate all services over packet switching infrastructures, using the Internet Protocol, so as to leverage flexible control and economical benefits in the Next Generation Networks (NGNs). However, the Internet is not capable of treating services differently while each service has its own requirements (e.g., Quality of Service - QoS). Therefore, the need for more evolved forms of communications has driven to radical changes of architectural and layering designs which demand appropriate solutions for service admission and network resources control. This Thesis addresses QoS and network control issues, aiming to improve overall control performance in current and future networks which classify services into classes. The Thesis is divided into three parts. In the first part, we propose two resource over-reservation algorithms, a Class-based bandwidth Over-Reservation (COR) and an Enhanced COR (ECOR). The over-reservation means reserving more bandwidth than a Class of Service (CoS) needs...

Um protocolo ALM baseado em desigualdade triangular para distribuição de conteúdo

Huzioka, Daniel Tetsuo
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
26.73%
Resumo: A comunicação por difusão seletiva, ou multicast, permite que uma única transmissão seja feita para um grupo de destinatários. Aplicações de distribuição de conteúdo em larga escala na Internet demandam este tipo de comunicação. Por não haver amplo suporte à comunicação multicast na camada de rede da Internet, alguns protocolos (chamados protocolos ALM Application Layer Multicast) simulam a camada de rede através de redes sobrepostas na camada de aplicação, permitindo o uso da comunicação multicast sobre essas redes. Neste trabalho apresentamos o PALMS, um protocolo ALM voltado para a distribuição de contedo conteínuo proveniente de uma única fonte. Os objetivos principais do PALMS são a distribuição de conteúdo utilizando poucas mensagens de controle e a possibilidade de implantação na estrutura atual da Internet. A arquitetura do PALMS consiste de um servidor responsável pela geração de conteúdo, um tracker responsável pelo auxílio a entrada de nós na rede e pelos peers, que além de consumirem o conteúdo também são responsáveis por propaga-lo pela rede. Os peers se organizam em grupos, e acordos de compartilhamento nos grupos determinam de quem o peer recebe e para quais peers o uxo deve ser transmitido.O PALMS conta com um mecanismo que permite aos peers realizarem trocas de acordos além de diminuir o tempo de recebimento do conteúdo. Este mecanismo utiliza o round-trip-time (RTT) entre os peers...

Um protocolo de comunicação multicast na camada de aplicação com Consciência de Localização

Oliveira, Marlos André Marques Simões de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica; Automação e Sistemas; Engenharia de Computação; Telecomunicações Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica; Automação e Sistemas; Engenharia de Computação; Telecomunicações
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.9%
Internet applications such as media streaming, collaborative computing and massive multiplayer are on the rise,. This leads to the need for multicast communication, but unfortunately group communications support based on IP multicast has not been widely adopted due to a combination of technical and non-technical problems. Therefore, a number of different application-layer multicast schemes have been proposed in recent literature to overcome the drawbacks. In addition, these applications often behave as both providers and clients of services, being called peer-topeer applications, and where participants come and go very dynamically. Thus, servercentric architectures for membership management have well-known problems related to scalability and fault-tolerance, and even peer-to-peer traditional solutions need to have some mechanism that takes into account member's volatility. The idea of location awareness distributes the participants in the overlay network according to their proximity in the underlying network allowing a better performance. Given this context, this thesis proposes an application layer multicast protocol, called LAALM, which takes into account the actual network topology in the assembly process of the overlay network. The membership algorithm uses a new metric...

An adaptive e-Learning platform based on IP multicast technology

Deusdado, Sérgio; Carvalho, Paulo
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /11/2002 Português
Relevância na Pesquisa
36.57%
Comunicação apresentada na International Conference on Information and Communication Technologies in Education, Badajoz, 2002.; A wide range of applications involving different types of media, with distinct quality of service and network resources requirements have been fostering the computer communications community in order to improve the service provided by the Internet. Besides the IETF recent proposals for introducing QoS in the Internet, multicast technology proposed by S.Deering assumes a major role in supporting group-oriented applications. This article describes the design, implementation and operation of an adaptive distance learning system based on IP multicast technology accessible through a Web browser. This system uses public domain multimedia multicast to build a system which adapts conveniently to the available network resources and to the hardware capabilities of the end-system. The system architecture includes an adaptive module based on Java applets and embedded Javascript, responsible for assessing the existing operating conditions, by collecting the client's system performance (e-student's host) and relevant group characteristics. The collected data is subsequently computed weighting parameters, such as the available bandwidth at the client side...

Seamless integration of heterogeneous networks in multicast environments; Integração transparente de redes heterogéneas em ambientes multicast

Coutinho, Nuno Alexandre Tavares
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
36.53%
Nowadays, communication environments are already characterized by a myriad of competing and complementary technologies that aim to provide an ubiquitous connectivity service. Next Generation Networks need to hide this heterogeneity by providing a new abstraction level, while simultaneously be aware of the underlying technologies to deliver richer service experiences to the end-user. Moreover, the increasing interest for group-based multimedia services followed by their ever growing resource demands and network dynamics, has been boosting the research towards more scalable and exible network control approaches. The work developed in this Thesis enables such abstraction and exploits the prevailing heterogeneity in favor of a context-aware network management and adaptation. In this scope, we introduce a novel hierarchical control framework with self-management capabilities that enables the concept of Abstract Multiparty Trees (AMTs) to ease the control of multiparty content distribution throughout heterogeneous networks. A thorough evaluation of the proposed multiparty transport control framework was performed in the scope of this Thesis, assessing its bene ts in terms of network selection, delivery tree recon guration and resource savings. Moreover...

DIMI : um disseminador multicast de informações para a arquitetura ISAM; DIMI: A mlticast information disseminator for the ISAM architecture

Moraes, Maurício Coutinho
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.6%
O projeto ISAM apresenta uma plataforma para o desenvolvimento e a execução de aplicações pervasivas. O ambiente de execução proposto na arquitetura ISAM, denominado ISAMpe (ISAM pervasive environment), foi concebido para ser implantado em escala global, com elevado número de componentes. Esses componentes podem ser móveis ou fixos e podem apresentar limitações em seus recursos computacionais. Muitas das aplicações pervasivas que podem ser executadas no ISAMpe têm necessidade de um serviço de disseminação capaz de distribuir informações de um produtor para um grande número de consumidores. Esta dissertação apresenta um serviço de disseminação de informações para a arquitetura ISAM, denominado DIMI (Disseminador Multicast de Informações). O DIMI apresenta uma arquitetura de multicast no nível de aplicação. O DIMI propõe um algoritmo de formação da topologia de disseminação que tem o objetivo de alcançar maior escalabilidade pelo alívio de sobrecarga em participantes específicos do canal, durante os momentos em que houver um grande número de novos consumidores querendo iniciar o consumo simultaneamente. No seu ambiente-alvo, o ISAMpe, o DIMI também oferece suporte à desconexão planejada, permitindo que dispositivos computacionais com limitações de conectividade participem da disseminação...