Página 1 dos resultados de 2580 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

A sustentabilidade financeira das cooperativas de crédito rural: um estudo de caso no Estado de São Paulo; Rural credit unions financial sustainability: case study in the São Paulo state

Naves, Carolina de Figueiredo Balieiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/03/2007 Português
Relevância na Pesquisa
37.3%
Por causa da presença de informações assimétricas e de problemas como seleção adversa e moral hazard, o meio rural é pouco atrativo para o sistema financeiro vigente. Os mecanismos de seleção e monitoramento de clientes exibem custos altos, e, podem interferir no desempenho econômico de instituições financeiras. As instituições devem ser eficientes, e, trabalhar com baixas taxas de juros, de inadimplência, e de custos de transação, para serem auto-sustentáveis. As cooperativas de crédito rural, que não visam lucros, exercem taxas de juros e tarifas inferiores às cobradas pelo mercado. Foi objetivo dessa pesquisa analisar a sustentabilidade financeira das cooperativas de crédito rural. Por meio da revisão bibliográfica de teorias econômicas, de trabalhos científicos sobre custos de transação e capital social, verificou-se que alguns custos de transação são menores para as cooperativas, se comparadas com outras instituições financeiras, já que são formadas por produtores rurais de certa região, amenizando os riscos de suas transações. Além disso, certas peculiaridades das cooperativas são minimizadoras de dispêndios operacionais. Foi proposto um modelo, adaptado da análise de desempenho econômico de instituições financeiras...

Distribuição de resultados e desempenho de cooperativas de crédito: estudo comparativo no estado de São Paulo; Distribution of results and performance of credit unions: a comparative study in the state of São Paulo

Barroso, Marcelo Francini Girão
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.34%
Cooperativas de crédito são criadas como extensão da economia de seus cooperados e com objetivo de prestar serviços financeiros a eles. Atuam similarmente a outros tipos de instituições financeiras, captando depósitos de usuários superavitários de liquidez, oferecendo crédito a usuários deficitários e prestando serviços diversos de pagamentos e compensação de documentos. Uma das diferenças fundamentais, entretanto, é que nas cooperativas os usuários são também os proprietários, destinatários portanto da divisão das sobras operacionais resíduo financeiro geradas pela organização periodicamente. Sobras em cooperativas de crédito, assim como lucro em instituições financeiras de propriedade de investidores, advêm do superávit gerado nas operações com os usuários. Em cooperativas, entretanto, o superávit é gerado em operações com os próprios sócios, devendo lhes ser devolvidas posteriormente e proporcionalmente às operações que as deram origem. Essa devolução pode ser feita como depósito à vista nas respectivas contas correntes, ou como integralização de quota-parte nas contas de capital social; ou ainda, partes maiores ou menores dessas sobras podem ser alocadas em reservas e provisões indivisíveis aos cooperados...

Modelo de gestão e estratégias: o caso de duas cooperativas mistas de leite e café de Minas Gerais; Management model and strategies: the case of two milk and coffee cooperatives of Minas Gerais - Brazil

Antonialli, Luiz Marcelo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/04/2000 Português
Relevância na Pesquisa
37.35%
A presente pesquisa teve por objetivo analisar as influências do modelo de gestão nas estratégias de duas cooperativas mistas de leite e café da região sul de Minas Gerais. Especificamente, fez-se a análise externa do ambiente (ameaças e oportunidades) ao qual as cooperativas estão expostas e também a análise interna (pontos fortes e fracos) dessas organizações; investigou-se as articulações políticas entre as chapas envolvidas no último processo eleitoral; analisou-se o grau da influência da mudança de gestão na formulação e implementação das estratégias nas cooperativas, comparando-as com indicadores de eficiência financeira, econômica e social. Finalmente, foram levantadas as opiniões dos cooperados a respeito da validade dos princípios doutrinários que regem o cooperativismo e do modelo de gestão de suas cooperativas. Quanto à metodologia, a pesquisa classifica-se como descritiva conclusiva e, também na tipologia de estudos de casos. Adotou-se, para a coleta de dados, a triangulação de técnicas: entrevista pessoal, análise documental (parte qualitativa da pesquisa) e questionário estruturado (parte quantitativa) ao qual aplicou-se a análise discriminante para verificar as divergências nas opiniões dos cooperados considerando-se o porte de produtor rural. Optou-se por omitir os nomes das cooperativas para manter o sigilo tanto das organizações quanto dos entrevistados. Os resultados demonstraram que as principais ameaças do ambiente às cooperativas são: concorrência de produtos lácteos (principalmente com as multinacionais e o mercado informal de leite); concorrência com os distribuidores de insumos agropecuários; dependência das cooperativas em relação à Cooperativa Central de Laticínios do Estado de São Paulo (Central Paulista)...

O modelo de integração econômico e social nas cooperativas agropecuárias do Paraná

Ricken, José Roberto
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.38%
Analisar o modelo de integração das cooperativas de produtores agropecuários no estado do Paraná foi o propósito deste estudo. Foram estudadas as características, os fatores que dificultam e as ações que facilitam a integração entre cooperados e suas cooperativas e destas entre si. As cooperativas têm características distintas dos outros atores do mercado, nos seus objetivos, na forma de gestão, na formação do capital e na sua identificação com a comunidade onde atuam. O desenvolvimento das cooperativas agropecuárias no Paraná é resultante dos Projetos Integrados de Cooperativismo (PICs), implementados a partir de 1972. O modelo previa cooperativas singulares, cada qual com sua área de ação, com o objetivo de proporcionar assistência técnica, creditícia e apoio logístico aos produtores associados, e centrais cooperativas, por região, para industrialização e comercialização da produção. Os resultados proporcionados pelos projetos integrados são evidentes, pois, quase 60% da produção agropecuária atual provém das cooperativas em todo o estado. Porém, ao longo do tempo, em razão do crescimento desigual das cooperativas, surgiram disputas por área de ação entre cooperativas e conflitos de interesses em relação às centrais que comprometeram o modelo de integração idealizado. Pesquisa de campo realizada para este estudo...

Estrutura e desempenho das cooperativas agropecuarias de cafe do estado de São Paulo

Jader Bianco
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/11/2000 Português
Relevância na Pesquisa
37.33%
O objetivo deste trabalho foi avaliar a gestão e o desempenho econômico-financeiro das cooperativas agropecuárias de café do Estado de São Paulo, face as mudanças nos ambientes econômicos brasileiro e mundial. Especificamente foram analisados os principais indicadores de desempenho, as estratégias e as formas de gestão das cooperativas agropecuárias, para os anos de 1992 e 1997, através dos dados obtidos nos projetos elaborados para enquadramento no Programa de Revitalização de Cooperativas de Produção Agropecuária-Recoop e nos Relatórios das Diretorias e Balanços Anuais das cooperativas em estudo, utilizando-se das técnicas de análise fatorial em cOmponentes principais, complementada pela análise hierárquica. Os dados da análise não permitiram identificar um modelo único e estruturado de gestão cooperativa, evidenciando que a necessidade de participar de um mercado competitivo, em condições de igualdade com outras empresas comerciais, gera conflitos na gestão cooperativa. O leque de atividades, comerciais e de prestação de serviços, das cooperativas agropecuárias, ampliou-se de tal maneira que dificultou a adnúnistração, tornando-as, em muitos casos, dispersivas e pouco efetivas, com carência de sistemas de controle e avaliação de desempenho. Observou-se que algumas das atividades comerciais alternativas fora do foco principal de algumas cooperativas...

Evidenciação dos recursos do FATES – Fundo de Assistência Técnica, Educacional e Social - nas cooperativas de crédito sediadas no município de Florianópolis/SC

Silva, Carlos Alberto da
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: f.; 62 f.
Português
Relevância na Pesquisa
37.28%
TCC (Graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socioeconômico. Curso de Ciências Contábeis; O presente estudo tem por objetivo buscar conhecer nas Cooperativas de Crédito singulares do município de Florianópolis, como são demonstrados os recursos do FATES, de forma que possibilite verificar o resultado de seus aspectos sociais. No que diz respeito à pesquisa, foram coletados dados e informações pertinentes à compreensão do trabalho, fornecendo a fundamentação teórica. A pesquisa de campo foi realizada por meio de questionário aplicado aos responsáveis das Cooperativas de Crédito, analisaram-se os dados obtidos com base nos questionários traçando-se um comparativo entre os objetivos sociais relacionados ao FATES e a realidade vivenciada. A metodologia utilizada constituiu um estudo de caso, pois necessita de uma análise profunda e detalhada, visto que não é obrigatória a evidenciação do FATES. Desta forma, o caso estudado verificou os procedimentos de elaboração e publicação das demonstrações sociais das Cooperativas de Crédito no município de Florianópolis. No total de 13 (treze) cooperativas contactadas, participaram da pesquisa 70%, ou seja, 9 (nove) cooperativas...

Um exame da contribuição das cooperativas brasileiras ao comércio exterior

Alves de Araujo, Roberto; Chaves Lima, Ricardo (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
37.28%
Esta dissertação tem como objetivo examinar a contribuição das cooperativas exportadoras no crescimento da economia nacional, salientando que estas instituições são uma alternativa que possui elevada eficácia e eficiência para contribuir na atenuação das disfunções dos sistemas econômicos, gerando concorrência de mercado, beneficiando o consumidor, gerando renda para seus cooperados e empregados. Com a utilização de bibliografia específica ao cooperativismo, de anuários setoriais de entidades como as Organizações das Cooperativas Brasileiras (OCB), de órgãos públicos brasileiros (Receita Federal e Ministério do Desenvolvimento da Indústria e Comércio), que permitiram obter informações sobre o setor cooperativista, com o intuito de implementar melhores estratégias de mercado voltadas para a exportação. As nossas cooperativas seguem a tendência da economia brasileira de exportarem bens do segmento agropecuário. Estas agrocooperativas possuem diversas vantagens competitivas em relação aos seus concorrentes convencionais no mercado doméstico, tais como: as cooperativas dos mais diversos ramos conseguem financiamentos nas cooperativas de crédito com juros e tarifas mais baixos do que são praticados pelos bancos; estas cooperativas estabelecem parcerias com cooperativas de consumo de várias nações que importam nossos produtos e através de terceirização conseguem preços mais satisfatórios com as cooperativas de trabalho. Há ainda fusões com outras cooperativas que desempenham as mesmas atividades e conseguem criar economias de escala e expansão vertical com o objetivo o de implementar cadeias produtivas para elevar seu grau de competitividade no comércio exterior

Impacto das cooperativas de crédito sobre o PIB per capita dos municípios brasileiros

Jacques, Elidecir Rodrigues
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.33%
Resumo: As evidências empíricas indicam uma relação forte entre desenvolvimento financeiro e crescimento econômico, sendo que a maioria dos trabalhos demonstra que esta relação é direta, ou seja, que o desenvolvimento financeiro se constitui em uma alavanca para o crescimento econômico. Nesse sentido, o crédito aparece como uma das principais variáveis a ser considerada, sendo natural pensar no crédito fornecido pelos bancos. Entretanto, num país de grandes dimensões como o Brasil, ainda existem municípios desprovidos de agências bancárias e, portanto, sem acesso ao crédito bancário. As cooperativas de crédito aparecem como instituições alternativas no fornecimento de crédito, com características distintas dos bancos, por sua importância para o desenvolvimento local. Isso porque as cooperativas assumem os riscos de suas aplicações em prol da comunidade em que se localizam, promovendo o desenvolvimento local através da formação de poupança e do microcrédito direcionado a iniciativas empresariais locais. Este trabalho mensura o impacto das cooperativas de crédito nos municípios brasileiros usando dois métodos distintos de avaliação de tratamento: o propensity score matching (PSM), para avaliar o impacto da existência de cooperativas sobre o PIB per capita e o propensity score generalizado (GPS)...

Autonomia estratégica em cooperativas de crédito

Grzeszczeszyn, Geverson
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.41%
Resumo: Este estudo analisou a autonomia estratégica de Cooperativas de Crédito Singulares em relação às suas respectivas Cooperativas de Crédito Centrais. O problema de pesquisa foi alicerçado no fato de que as Cooperativas de Crédito Centrais, criadas pelas Cooperativas de Crédito Singulares, tornam-se as organizações que concentram o poder de decisão estratégica e uma série de controles sobre as Cooperativas de Crédito Singulares. Diante do exposto, o objetivo geral da pesquisa foi "Analisar o processo de formulação de estratégias em Cooperativas de Crédito Singulares filiadas à Cooperativa de Crédito Central, no que se refere à autonomia das Cooperativas de Crédito Singulares". Trata-se de um estudo qualitativo, desenvolvido por meio de dezenove entrevistas semiestruturadas. Foram pesquisadas seis Cooperativas de Crédito Centrais e onze Cooperativas de Crédito Singulares vinculadas a essas Centrais. Foram pesquisadas também duas Cooperativas de Crédito Singulares Independentes, ou seja, não são filiadas em Sistemas Cooperativos. Logo, foram realizadas um total de dezenove entrevistas in loco, nas cooperativas de crédito, as quais se localizam nos estados do Paraná e Santa Catarina. Após a transcrição das entrevistas...

GERENCIAMENTO DE PROJETOS PARA EDIFÍCIOS RESIDENCIAIS DE MÚLTIPLOS PAVIMENTOS: DIRETRIZES APROPRIADAS PARA COOPERATIVAS HABITACIONAIS AUTOGESTIONÁRIAS; PROJECT MANAGEMENT FOR RESIDENTIAL BUILDINGS OF MULTIPLE FLOORS: GUIDELINES FOR APPROPRIATE Housing Cooperative AUTOGESTIONE

BARBOSA, Carlos Alberto de Jesus
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Engenharia Civil; Engenharias Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Engenharia Civil; Engenharias
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.31%
Studies carried out by the United Nations (UN) show that a third of the population of the planet is suffering from the lack or inadequacy of dwellings and infra-basic structure. The deficit per dwelling is more serious in underdeveloped countries and developing countries, such as Brazil, and is becoming increasingly difficult to be solved without a great effort of the public, private initiative, financial institutions, education/research and associations on the basis of the various categories of work. As an alternative provision housing, has-if the participative management by mutual assistance, highlighting-if the housing cooperatives of auto-management. This program have presented high performance, where the works housing are being marketed and financed through this modality constructive, reducing the overall cost and increase the quality of the ventures. The mitigation of the overall cost of venture is a preponderant factor of success and survival of housing cooperatives of auto-management. The construction of residential buildings multiple floors enables the ventures housing cooperatives, because the high cost of developed land, usually with areas reduced, requiring increase the number of floors of the product for the better use of sites. The survival and servicing objectives of housing cooperatives of auto-management should consider four fundamental aspects: effectiveness in running (including the projects management)...

Análise da ação administrativa em cooperativas agropecuárias: um estudo de multi casos

Rodrigues, Maria de Lourdes
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.33%
Este estudo teve como objetivo analisar as ações administrativas em cooperativas agropecuárias, considerando a geração de bem-estar aos cooperados. Além disso, partiu-se da hipótese de que os resultados sociais não são divulgados de maneira adequada. O tema foi escolhido dada à relevância do cooperativismo como modelo de associação. O procedimento técnico de pesquisa escolhido para desenvolver o trabalho foi o estudo de multi casos, onde foram pesquisadas quatro cooperativas agropecuárias, todas de laticínios, localizadas no estado de Minas Gerais, especificamente na região do Triângulo Mineiro. A pesquisa realizada consistiu em identificar as ações administrativas das cooperativas considerando quatro categorias de análise: tamanho da organização, ações sociais, oferta de serviços e divulgação de resultados sociais. Inicialmente realizou-se a revisão da bibliografia sobre terceiro setor, cooperativismo e balanço social. Em seguida buscou-se definir quais cooperativas seriam estudadas. Sendo que o critério utilizado para tal escolha foi à classificação fornecida pela OCEMG, na qual as cooperativas são classificadas por regiões e volume de Patrimônio Líquido. Uma vez escolhidas as cooperativas foi realizada uma pesquisa de campo com entrevistas...

Aspectos relacionales en la base social de las cooperativas agrarias de comercialización : efectos sobre la disposición de los socios a invertir y el desempeño de la cooperativa

Marcos Matás, Gustavo
Fonte: Universidade de Múrcia Publicador: Universidade de Múrcia
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.34%
La cooperativa agraria de comercialización se presenta como una de las alternativas organizativas a disposición de los agricultores para operar en los mercados agrarios. Se trata de una organización particular, con un grado de integración intermedio entre la empresa productora-comercializadora (mayor grado de integración) y la venta directa en el mercado a través, por ejemplo, de alhóndigas (ningún tipo de integración). En esta fórmula, los socios son propietarios y controlan, una característica de la jerarquía, pero también son proveedores de producto, lo que otorga a la relación una característica de mercado. Así, la cooperativa agraria se aprovisiona casi en su totalidad de las producciones de sus socios, los cuales además son sus propietarios, usuarios de sus servicios y supervisores de una organización que distribuye al beneficio de forma igualitaria sobre la base del uso o volumen comercializado por el socio. Estas características confieren al análisis de la relación socio-cooperativa un papel muy relevante en el estudio de las cooperativas. Las cooperativas agrarias tienen que competir con otras formas de organización en unos mercados cada vez más competitivos, globales y desregulados, con frecuentes cambios legislativos...

Estrategias de financiamento das cooperativas agricolas do estado de São Paulo : caso da cooperativa dos agricultores de Orlandia

Ralph Panzutti
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/11/1996 Português
Relevância na Pesquisa
37.3%
A tese discute as estratégias das cooperativas agrícolas para o crescimento e seus mecanismos de financiamento. Aborda primeiramente, o caráter da agroindústria cooperativa e as transformações da agricultura, procurando evidenciar que o desenvolvimento recente das cooperativas deve ser compreendido no contexto de tais transformações. Indica ainda, como o governo utilizou o sistema cooperativista para financiar a agricultura em geral - e o segmento cooperativista em particular - e a atuação do Estado no desenvolvimento do cooperativismo paulista. Em seguida realiza uma primeira aproximação das diferenças entre as estratégias das empresas cooperativas e não cooperativas, a partir das especificidades daquelas. Aponta que cada empresa, incorpora estratégias que as diferenciam entre si, pois, estas tendem a interpretar, a partir de suas vivências as oportunidades, os próprios limites de crescimento. Apesar das estratégias gerais serem comuns a todas as cooperativas, estas se diferenciam e, por isso são analisadas quatro cooperativas agrícolas: Cooperativa Agrícola de Cotia - CAC (SP), Cooperativa Regional Tritícola Serrana Ltda. - cOTRIJUÍ (RS), Cooperativa dos Cafeicultores e Agropecuária de Maringá Ltda. - COCAMAR (PR) e Cooperativa dos Agricultores da Região de Orlândia - CAROL. Para o estudo de caso da CAROL...

Convenios e cooperativas odontologicas na região metropolitana de São Paulo : uma analise operacional; A study of dental corporative and convention established in the Metropolitan Region of São Paulo, Brazil

Luiz Schiavolin Neto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/03/2006 Português
Relevância na Pesquisa
37.3%
No Brasil, a assistência odontológica obedece a uma prática predominantemente privada, curativa e socialmente excludente, sendo que a maior parte da população tem acesso limitado ao sistema público. Diante disso, as demandas pelo atendimento odontológico em Convênios e Cooperativas têm crescido significativamente. Neste estudo, faz-se uma análise operacional desses sistemas na Região Metropolitana de São Paulo, com a finalidade de entender e conceituar sua dinâmica. Do total de 96 Convênios e 8 Cooperativas existentes na localidade, foram estudados, por meio de aplicação de questionários semi-estruturados, 21% (n=20) dos Convênios e 100% das Cooperativas (n=8). O estudo revelou forte ligação dos cirurgiões-dentistas com os sistemas, apontando os seguintes resultados: (a) as Cooperativas têm mais usuários e mais profissionais credenciados do que os Convênios, com tempo de funcionamento também maior; (b) o número de profissionais especialistas e de especialistas/clínicos-gerais é maior nos Convênios, mas as Cooperativas oferecem maior número de especialidades; (c) os critérios predominantes para credenciamento em Convênios e Cooperativas são o aumento do número de usuários e a necessidade de novas especialidades; (d) o principal motivo para a rescisão de contrato do profissional é o descumprimento das normas internas; (e) 75% dos reembolsos nos Convênios é feito após a conclusão do trabalho; (f) nos Convênios os usuários têm acesso ao atendimento em sede própria e locais credenciados e nas Cooperativas somente em locais credenciados; (g) menos da metade dos Convênios e Cooperativas realiza fiscalização nos consultórios; (h) as especialidades odontológicas oferecidas por todos os Convênios e Cooperativas são: dentística...

Programa de mejoramiento tecnológico para cooperativas de servicios sanitarios de zonas rurales

Cooperativa de Agua Potable Santo Domingo Limitada; Federacion Nacional de Cooperativas de Serviciossanitarios Ltda; Instituto Chileno de Educacion Cooperativa Icecoop Limitada; Sociedad de Desarrollo Tecnologico de la Universidad de Santiago de Chile Ltd
Fonte: Corporação de Fomento da Produção Publicador: Corporação de Fomento da Produção
Tipo: Proyecto
Publicado em 16/02/2010 Português
Relevância na Pesquisa
47.16%
El Programa busca la incorporación y mejoramiento de habilidades directivas y gerenciales (elementos de apoyo a la gestión) y tecnologías adecuadas para el mejoramiento de los servicios sanitarios que las cooperativas entregan a sus asociados y a su vez potenciar el rol de la Federación Nacional de Cooperativas de Servicios Sanitarios Ltda. como ente coordinador y aglutinador de acciones y soluciones. Además se contará con la participación de ICECOOP para la estructuración de las metodologías de difusión y traspaso de conocimientos.; El Programa busca la incorporación y mejoramiento de habilidades directivas y gerenciales (elementos de apoyo a la gestión) y tecnologías adecuadas para el mejoramiento de los servicios sanitarios que las cooperativas entregan a sus asociados y a su vez potenciar el rol de la Federación Nacional de Cooperativas de Servicios Sanitarios Ltda. como ente coordinador y aglutinador de acciones y soluciones. Además se contará con la participación de ICECOOP para la estructuración de las metodologías de difusión y traspaso de conocimientos.; Corporación de Fomento de la Producción

Trabajo Juvenil y Construcción de Protagonismo Social: el caso de las Cooperativas Escolares. Análisis de los Discursos Juveniles en torno a Experiencias de Trabajo y Protagonismo Social desde la Participación en Cooperativas Escolares.

Rodríguez Martínez, Ana Carolina
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
Português
Relevância na Pesquisa
37.3%
Socióloga; Las Cooperativas de Servicios Escolares son un fenómeno emergente en nuestro país. Se trata de micro empresas organizadas por jóvenes al interior de colegios municipalizados, cuyas ganancias tienen una función social y solidaria. Al mismo tiempo, según los y las estudiantes que participan en ellas, estas iniciativas son una experiencia innovadora en la adquisición de capacidades prácticas y relacionales para desenvolverse en el mundo laboral, algunas de las cuales son Desarrollo Organizacional, Mediación, Toma de Decisiones Colectivas, Planificación, Redes Sociales y Negociación, Contabilidad, etc. Además, según las disciplinas que se imparten en los liceos donde las cooperativas se sitúa, estas suelen ser un espacio de práctica laboral donde los y las estudiantes pueden generar beneficios económicos al desarrollar la actividad que están estudiando (venta de alimentos, coctelería, animaciones infantiles, servicios contables, etc.). Las Cooperativas de Servicios Escolares han tenido un amplio desarrollo en Canadá, específicamente en la provincia de Québec, y en Chile, como iniciativas socioeducativas, comienzan a ser puestas en práctica gracias a su conexión con los principios de la Reforma Educacional desde el año 1996. Esos principios apuntaban a potenciar habilidades de autogestión en estudiantes cuya realidad socio-económica les impidiera alcanzar una adecuada participación en el mundo laboral. Es así que en 1998 estas actividades se vinculan a la gestión de la Universidad de Chile a través de un Convenio firmado por el Programa Interdisciplinario de Estudios Asociativos...

La generación y reconstrucción del capital social en empresas cooperativas sociales de multistakeholders: un enfoque dinámico del sistema; The generation and re-generation of social capital and enterprises in multi-stakeholders social cooperative enterprises: a system dynamic approach; A construção e reconstrução de capital social em empresas cooperativas sociais de multi-staheholders: uma abordagem dinâmica do sistema

Travaglini, Claudio
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.35%
Teorias sobre o capital social e o empreendedorismo social têm dado destaque à iniciativa do capital social em gerar e nutrir boas relações entre o Terceiro Setor e o Setor Público. Neste trabalho, considera-se o capital social como um ativo do Terceiro Setor; as cooperativas sociais de multi-stakeholders são vistas como fruto do capital social e, ao mesmo tempo, suas criadoras e propagadoras. Para representar essa dinâmica, emprega-se a abordagem sistêmica do ponto de vista qualitativo, associada à análise das redes sociais como ferramentas para reconstrução e modelagem de processos dentro das empresas sociais da comunidade e dos sistemas de negócios conectados. A cooperação entre voluntários, clientes, líderes da comunidade e os empreendimentos locais do Terceiro Setor é fundamental para o estabelecimento da confiança nas relações entre as autoridades públicas locais e as cooperativas. Essas relações ajudam as cooperativas a manter contratos de longo prazo com as autoridades locais, como fornecedoras de serviços sociais, e possibilitam-lhes trazer inovação aos seus serviços, desenvolvendo experiências, administrando modelos e mantendo um intercâmbio com os servidores públicos. No longo prazo, essas relações unem as empresas cooperativas sociais entre si e ao setor público...

Uma aplicação do sistema PEARLS às cooperativas de crédito brasileiras; Una aplicación del sistema PEARLS a las cooperativas de crédito brasileñas; An application of the PEARLS system to Brazilian credit unions

Bressan, Valéria Gama Fully; Braga, Marcelo José; Bressan, Aureliano Angel; Resende Filho, Moisés de Andrade
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.3%
No presente artigo, apresenta-se estudo realizado com o objetivo de adequar os indicadores do sistema PEARLS à realidade brasileira e estimar as probabilidades de insolvência das cooperativas de crédito filiadas ao Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob). Para tanto, foi estimado um modelo Logit utilizando uma base de dados com 35.485 observações coletadas de uma amostra de 510 cooperativas filiadas ao Sicoob no período de janeiro de 2000 a junho de 2008. Os resultados obtidos mostraram a relevância de indicadores nas seguintes áreas-chave, à luz da nomenclatura original do sistema, como as mais importantes para a análise de insolvência das cooperativas estudadas: Protection (proteção), Effective financial structure (efetiva estrutura financeira), Assets quality (qualidade dos ativos) e Rates of return and costs (taxas de retorno e custos).; El objetivo en este estudio es adaptar los indicadores del sistema PEARLS a la realidad brasileña y estimar las probabilidades de insolvencia de las cooperativas de crédito afiliadas al Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob). Para ello, se estimó un modelo de regresión logística, con una base de datos de 35.485 observaciones recogidas en una muestra de 510 cooperativas afiliadas al Sicoob entre enero de 2000 y junio de 2008. Los resultados indicaron la relevancia de indicadores en las siguientes áreas clave...

Determinants of the separation of ownership and decision management in Brazilian farmer-owned cooperatives; Determinantes da separação entre propriedade e gestão nas cooperativas agropecuárias brasileiras; Determinantes de la separación entre propiedad y gestión en las cooperativas agropecuarias brasileñas

Costa, Davi Rogério de Moura; Azevedo, Paulo Furquim de; Chaddad, Fabio Ribas
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.3%
As cooperativas agropecuárias brasileiras geralmente são organizações complexas e de propriedade difusa. Entretanto, 48% dessas organizações não promovem a desvinculação dos proprietários das decisões de gestão, contrariando o que é estabelecido pelo preceito teórico dominante para empresas - cooperativas e não cooperativas - similares. Diante desse desalinhamento, neste artigo investigaram-se os possíveis determinantes da separação entre propriedade e gestão nessas organizações. Na medida em que o processo de separação compreende diferentes relações de agência, foram utilizados respectivamente os modelos logit e tobit para estudar o que determina a delegação do direito de controle formal pelos proprietários ao conselho de administração e a divisão do processo decisório entre os membros do conselho e o executivo responsável pela gestão. Dentre os resultados encontrados, destaca-se o fato de complexidade e propriedade difusa não terem se mostrado relevantes para explicar a separação entre propriedade e gestão, diferentemente do que ocorre em sociedades anônimas. Em contrapartida, características do conselho de administração (tamanho, alocação de autoridade formal, limites à reeleição, reputação e esforço) têm importante papel na determinação da ocorrência de separação. Por tratar-se do primeiro trabalho a abordar o problema do controle em cooperativas agropecuárias...

Performance of the cooperatives in the dairy industry of Brazil: an analysis by strategic groups; Desempeño de las cooperativas en la industria de productos lácteos en Brasil: un análisis por grupos estratégicos; Desempenho das cooperativas na indústria de laticínios do Brasil: uma abordagem por grupos estratégicos

Marques Ferreira, Marco Aurélio; Braga, Marcelo José
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2007 Português
Relevância na Pesquisa
37.3%
The objective of this paper was to identify and to analyze the performance the strategic groups of cooperatives in the dairy industry in Brazil. The study was based in the approach of strategic groups and in the conceptual bases of efficiency. After the definition of the efficiency scores for the Data Envelopment Analysis, the cluster analysis was used to define the strategic groups. The results pointed out the limited efficiency of the cooperatives and they made possible to build four strategic groupings: scale and differentiation, bargain, niche and village. Considering the best performance of the scale and differentiation, and bargain cooperatives, it is possible to conclude that the efficiency is more strongly associated to the vectors of strategic positioning and to the production scale.; El objetivo en este trabajo fue identificar y analizar el desempeño de grupos estratégicos de cooperativas en la industria de productos lácteos en Brasil. El estudio se basó en la teoría de grupos estratégicos y en las bases conceptuales de la eficacia. Después de la definición de los escores de eficacia por el análisis envolvente de datos, se empleó el análisis de cluster para determinar los grupos estratégicos. Los resultados señalaron la eficacia limitada de las cooperativas y permitieron construir cuatro grupos estratégicos: escala y diferenciación...