Página 1 dos resultados de 174 itens digitais encontrados em 0.016 segundos

The Inov@Douro cooperative network: shaping collaboration among Douro Region viticulture companies focusing tourism

Cunha, Carlos R.; Peres, Emanuel; Morais, Raul; Reis, Manuel Cabral
Fonte: International Business Information Management Association Publicador: International Business Information Management Association
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
65.95%
This paper describes a business and technological model proposal, known as Inov@Douro, intended to support and to promote competitive and sustained precision agriculture practices in the Portuguese Douro Region. Our approach is based on a distributed cooperative network, tailored to meet the specific needs of viticulture enterprises which also explore tourism as a valuable national and international business source. Instead of focusing on operational issues, such as remote sensing and data transmission, among others, we present the Inov@Douro model from the knowledge generation point-of-view, intended to support the multidisciplinary concept of a cooperation approach among regional partners. As a result, this collaborative approach might be the most suited technological tool to promote precision agriculture sustainability practices based on a symbiotic cooperation with the tourism sector. The Inov@Douro model aims to represent a new working style for this unique region, where the concept of public and private information is a key feature to achieve the desired success as a knowledge network. As a guideline to attain the implementation of such a model, information technology and infrastructures tools are discussed in order to promote precision agriculture practices while giving valuable and dynamic tourist information to the general public.

Multi-management schemes for MAF platforms

Lopes, Rui Pedro
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
56.04%
Due to the crescent complexity of networks and systems, network management solutions are being pushed towards more distributed and cooperative models. Several specifications promoted by the IETF DISMAN charter already allow strong distribution of management tasks. Unfortunately, they are not adequate to achieve cooperative models. According to recent research, mobile agents provide a good platform to back cooperative models but several lacks are still identified - interoperability between different platforms and SNMP integration. Based on Mobile Agent Facility specification from the OMG, we propose a MIB to better integrate mobile agent models into SNMP frameworks and a GUI tool to monitor and control mobile agents platforms.

The use of mobile devices with multi-tag technologies for an overall contextualized vineyard management

Cunha, Carlos R.; Peres, Emanuel; Morais, Raul; Oliveira, Ana A.; Matos, Samuel G.; Fernandes, Miguel A.; Ferreira, P.J.S.G.; Reis, M.J.C.S.
Fonte: Elsevier Publicador: Elsevier
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
45.74%
This paper describes a Viticulture Service-Oriented Framework (VSOF) which turns around context elements or tags that are placed in the field and which can be decoded by mobile devices such as mobile phones or PDAs. The tags are used to automatically associate a field location to the relevant database tables or records and also to access contextual information or services. By pointing a mobile device to a tag, the viticulturalist may download data such as climatic data or upload information such as disease and pest incidence in a simple way, without having to provide coordinates or any other references, and without having to return to a central office. This work is part of an effort to implement a large-scale distributed cooperative network in the Douro Demarcated Region in Northeast Portugal, a region in which the effort makes particular sense due to the extremely variable topography and mesoclimates. The possibility of exchanging contextualized information and accessing contextualized services in the field, using well-known devices such as cell phones, may contribute to increase the rate of adoption of information technology in viticulture, and contribute to more efficient and closer-to-the-crops practices.

Técnicas de gerenciamento de chaves compartilhadas em grupos Multicast.; Techniques of group keys management in Multicast network.

Ferreira, Fernando Teubl
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/02/2007 Português
Relevância na Pesquisa
35.96%
Com a popularização da rede global, a Internet, as aplicações colaborativas ganharam destaque, sendo imprescindíveis nas mais diversas atividades pessoais e comerciais. Os avanços tecnológicos modernos trouxeram novas demandas de aplicações, com a inclusão de diversas funcionalidades em ambientes cooperativos como, por exemplo, a distribuição de dados multimídia sobre redes de comunicação. Entretanto, quando estas ferramentas são aplicadas em ambientes coletivos com muitos usuários, o uso das mesmas é deteriorado pelas limitações da rede. Protocolos Multicast possibilitam o uso destas aplicações colaborativas em razão de proporcionarem a redução do uso da rede para atividades coletivas, possibilitando a interação com dezenas, centenas ou milhares de usuários simultaneamente. Na medida em que as ferramentas colaborativas ganham espaço entre os usuários, surge também a necessidade do emprego de segurança entre grupos de usuários. Os grupos devem ser capazes de estabelecer comunicações Multicast seguras em que apenas os membros autorizados sejam hábeis a acessar os conteúdos veiculados pelo grupo. São exemplos de aplicativos que exigem Multicast seguro: videoconferências confidenciais, sincronismo de tabelas financeiras entre matriz e filiais...

Uma ferramenta peer-to-peer para gerenciamento cooperativo de redes; A Peer-to-Peer Tool for Cooperative Network Management

Vilanova, Felipe Jung
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
96.29%
Com o crescimento em número e diversidade dos componentes das redes de computadores, surge a necessidade de buscar uma maneira consistente de realizar seu gerenciamento para, com isso, manter toda sua estrutura funcionando de forma suave e atendendo às necessidades de seus usuários e às expectativas de seus administradores. Em aspectos gerais, as abordagens centralizadas têm se mostrado inadequadas para o gerenciamento de redes de computadores com um grande número de nós ou com grande diversidade de dispositivos. A necessidade de distribuição da gerência torna-se, assim, evidente, onde vários operadores administram cooperativamente a rede, cada um sendo responsável por um segmento da mesma, mas que precisam poder inspecionar os demais segmentos para poder resolver problemas distintos. Por isso a necessidade de um sistema de suporte ao gerenciamento cooperativo, que forneça suporte à interação dos administradores, independente de tempo e da localização dos participantes. É esse sistema que determinará como os administradores vão se comunicar, distribuir responsabilidades, compartilhar informações, e utilizar as ferramentas disponíveis. Nesse contexto, esta dissertação de mestrando apresenta a proposta de um ambiente de gerenciamento distribuído e cooperativo...

Suporte a cooperação em sistemas de gerenciamento de redes utilizando tecnologias peer-to-peer; Cooperation support in network management systems using peer-to-peer technologies

Rosa, Diego Moreira da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
76.21%
O gerenciamento das redes de comunicações modernas frequentemente requer que operadores de diferentes domínios administrativos interajam uns com os outros de modo a realizar uma tarefa de gerenciamento de maneira cooperativa. Nesse contexto, pode-se observar que há distribuição tanto na execução das ações como na tomada das decisões pelos operadores participantes da sessão de gerenciamento. As soluções tradicionais de gerenciamento de redes praticamente não oferecem suporte algum ao gerenciamento baseado na cooperação entre humanos, pois foram concebidas levando em consideração um único domínio administrativo sendo gerenciado por um único operador ou por um grupo de operadores pertencentes a uma mesma organização. Visando solucionar esse problema, é introduzido nesse trabalho o uso de tecnologias peer-to-peer (P2P) em soluções de gerenciamento de redes de modo a permitir o gerenciamento baseado na cooperação entre humanos. Nessa abordagem, operadores de rede usam ferramentas híbridas que, ao mesmo tempo, gerenciam os seus domínios locais e fazem parte de um sistema P2P de gerenciamento. A proposta de gerenciamento apresentada foi implementada através de uma ferramenta chamada ManP2P, a qual combina funcionalidades de gerenciamento de redes e trabalho cooperativo.; Modern networks not rarely require human operators from different administrative domains to interact with one another in order to accomplish a management task in a cooperative fashion. In this scenario one observes that not only management actions are executed in a distributed way...

Um discriminador inteligente de eventos de rede para o ambiente CINEMA; A network events intelligent discriminator for the CINEMA environment

Nunes, Cristina Moreira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.17%
Com o crescimento das redes de computadores e, principalmente, de sua importância para as organizações, o gerenciamento de redes tornou-se fundamental. Contudo, o gerenciamento de redes é um processo difícil dada sua complexidade e mudanças freqüentes em sua configuração. O ideal seria que sistemas pudessem fazer o trabalho de administradores de redes, reduzindo com isso a sobrecarga de trabalho dos administradores, ou seja, essas pessoas poderiam realizar outras tarefas enquanto o sistema ficaria gerenciando a rede. O principal objetivo deste trabalho é propor um paradigma que, à medida que seja constatada a ocorrência de algum problema na rede, se tenha um módulo com inteligência suficiente para diagnosticá-lo, determinando porque aquele problema ocorreu. O trabalho descreve um sistema especialista para a gerência de redes que integrado com um sistema de registro de problemas. Módulos especializados, orientados à análise de aspectos específicos do comportamento da rede, efetuam uma análise das características e do status da mesma, filtrando eventos e tentando prover resposta automatizada e/ou recomendações sobre cursos de ação para as anormalidades percebidas. Portanto, com esse objeto, definiu-se um sistema denominado MAD (Módulo de Automatização de Diagnóstico)...

On the investigation of the joint use of self-* properties and peer-to-peer for network management; Investigação do uso integrado de propriedades self-* e peer-to-peer para o gerenciamento de redes

Marquezan, Clarissa Cassales
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
76.17%
Ao longo dos anos, a comunidade de gerenciamento de redes têm sido levada a criar alternativas de gerenciamento que sejam capazes de lidar com problemas de heterogeneidade, escalabilidade, confiabilidade, e com a redução da intervenção humana. Atualmente, existem duas principais alternativas empregadas na definição e desenvolvimento de soluções de gerenciamento de redes. A primeira utiliza computação autonômica e propriedades self-*, enquanto a segunda utiliza conceitos e tecnologias peer-to-peer (P2P). Geralmente, as investigações relacionadas com a aplicação de computação autonômica e propriedades self-* no gerenciamento de redes são focadas na definição de modelos de alto nível (ex., ontologias e políticas), os quais são capazes de determinar as ações autônomas do sistema. Em contrapartida, pesquisas relacionadas com P2P no gerenciamento de redes estão mais focadas na definição da infraestrutura de comunicação da solução de gerenciamento. Sendo assim, de um lado existem as pesquisas ligadas à aplicação de computação autonômica e propriedades self-* que sofrem com o problema da falta de aproximação dos modelos de alto nível com a infraestrutura de gerenciamento, e do outro lado existem as que aplicam P2P e que sofrem com o problema oposto. Dado o cenário descrito acima...

Manutenção da consistência do estado dos dados de gerenciamento em sistemas de gerenciamento autonômico baseados em infraestruturas peer-to-peer

Nobre, Jéferson Campos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
45.97%
O Gerenciamento Autonômico de Redes é uma visão que utiliza princípios da Computação Autonômica para o Gerenciamento de Redes. Além disso, algum grau de descentralização é necessário para habilitar capacidades autonômicas completas. Uma alternativa interessante de infraestrutura para essa união é a utilização de overlays Peer-to-Peer (P2P). No entanto, a consistência do estado dos dados de gerenciamento entre os peers é um desafio importante. Mecanismos tradicionais para manter a consistência desses estados são implementados por meio de centralização, o que desperdiça algumas propriedades desejáveis de abordagens P2P. Em contraste com esses mecanismos, é proposto um mecanismo distribuído, escalável e robusto para a manutenção da consistência do estado dos dados de gerenciamento pela introdução de funcionalidades de Manutenção da Verdade Multiagente. Além disso, são propostas estratégias de comunicação para prover suporte a essas funcionalidades. São apresentados também estudos de caso para ilustrar as possibilidades da proposta: o gerenciamento cooperativo de falhas em enlaces Ethernet em provedores de serviços e a ativação distribuída de políticas de gerenciamento de redes. Experimentos simulados são realizados a fim de verificar as propriedades de escalabilidade e robustez da presente proposta.; Autonomic network management is a vision that brings Autonomic Computing principles to Network Management. Besides...

Results of Clinical and Management Studies in a Primary Care Cooperative Network

Bise, B.; Nelson, E.; Kirk, J.; Chapman, R.; Hale, F.; Stamps, P.; Wasson, J.
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 04/11/1981 Português
Relevância na Pesquisa
36%
Many of the obstacles inherent in the conduct of primary care research have been overcome by an experimental program in Northern New England, the Primary Care Cooperative Information Project. This Project uses a medical information network in 44 rural medical practices to carry out both clinical and management research. This article describes the developmental problems encountered and the results of the first two clinical and two management studies conducted by the network and presents observations on its future research directions.

Establishing an effective integrated emergency management system

Ji, Man
Fonte: Universidade Nacional da Austrália Publicador: Universidade Nacional da Austrália
Tipo: Relatório
Português
Relevância na Pesquisa
45.99%
Disasters occur very frequently and often on a large-scale. Further, there are some emerging disasters of the recent times. In addition, it is predicted that there will be more complex disasters of very different nature than the conventional ones. This changing trend and scale of disasters require concerted effort of a number of emergency agencies because these disasters are beyond capacity of a lone agency. Accordingly, South Korea is also in the process of establishing integrated emergency management, but its progress has not been encouraging. Analysis of the United States’ emergency management system, show that all levels of agencies including private sectors are closely linked, and the link is uniformly administrated by hierarchy. It can be termed as “hierarchical network”. Scrutinizing the South Korean system through this hierarchical network, its weakness becomes clear. First, South Korea developed its emergency management focused on hierarchical integration in terms of the structure of organizations. However, the structured organization failed to function effectively. Furthermore, cooperative network among emergency managements has been neglected in the reform agenda of emergency management. On the other hand, although there is no national law that directs and legally mandates the activities of emergency agencies...

Management of networks involving Technology Transfer from public to private sector: a conceptual framework

Rampersad, G.; Quester, P.; Troshani, I.
Fonte: Inderscience Publishers Publicador: Inderscience Publishers
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
55.92%
Over recent decades, increasingly complex networks have emerged among universities, industries and governments involved in technology transfer from public to private sector. Despite the growing international importance of such networks, academic research examining the key management factors leading to their effectiveness is still sparse. This exploratory study investigates such network management factors in various industries in Australia. Based on interviews held with members from university, industry and government, we provide an analysis from a network-level perspective. Findings are used to develop a conceptual framework concerned with managing networks involving technology transfer from public to private sector.; Giselle Rampersad, Pascale Quester and Indrit Troshani; Copyright © 2009 Inderscience Enterprises Limited

Distributed Protocols for Signal-Scale Cooperation

Hunter, Christopher R.
Fonte: Universidade Rice Publicador: Universidade Rice
Português
Relevância na Pesquisa
36.04%
Signal-scale cooperation is a class of techniques designed to harness the same gains offered by multi-antenna communication in scenarios where devices are too small to contain an array of antennas. While the potential improvements in reliability at the physical layer are well known, three key challenges must be addressed to harness these gains at the medium access layer: (a) the distributed synchronization and coordination of devices to enable cooperative behavior, (b) the conservation of energy for devices cooperating to help others, and (c) the management of increased inter-device interference caused by multiple spatially separate transmissions in a cooperative network. In this thesis, we offer three contributions that respectively answer the above three challenges. First, we present two novel cooperative medium access control protocols: Distributed On-demand Cooperation (DOC) and Power-controlled Distributed On-demand Cooperation (PDOC). These protocols utilize negative acknowledgments to synchronize and trigger cooperative relay transmissions in a completely distributed manner. Furthermore, they avoid cooperative transmissions that would likely be unhelpful to the source of the traffic. Second, we present an energy conservation algorithm known as Distributed Energy-Conserving Cooperation (DECC). DECC allows devices to alter their cooperative behavior based on measured changes to their own energy efficiency. With DECC...

Management and Sensing of Spectrum in Cognitive Radio

Akhavan Astaneh, Saeed
Fonte: Quens University Publicador: Quens University
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
46.13%
Under the contemporary spectrum usage regulations, radio frequency bands are allocated statically to licensed users in a large geographical area and over a long period of time. Recent investigations have revealed that such static spectrum allocation has led to very poor usage of the overall spectrum. Cognitive radio has emerged as a new communication paradigm to improve the utilization of the radio spectrum. It is defined as an intelligent wireless communication system that allows coexistence of unlicensed users with the licensed ones as long as the perceived interference at the licensed user is capped below some acceptable level. In addition, the users in this system adopt efficient communication protocols to enhance spectral efficiency. We employ cooperative mechanisms wherein multiple users cooperate in order to accomplish the following tasks: 1) Cooperative spectrum sensing: In this task, the licensed users do not actively engage. Instead, the unlicensed users passively monitor the activity of the licensed users and transmit only during their absence. 2) Cooperative spectrum management: The licensed and unlicensed users can benefit from cooperation with each other, e.g., they can assist each other in transmission via relaying. In this fashion...

Um modelo de gestão para redes de cooperação : um estudo de caso em empresas juniores; A model to management enterprises cooperative networks : the case of junior enterprises

Virgilio Ferreira Marques dos Santos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/07/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.11%
A adequação do Núcleo ao modo de trabalho cooperativo foi o tema escolhido devido ao potencial impacto positivo que a cooperação tem no desenvolvimento e competitividade de uma rede de empresas. A escolha por auxiliar o Núcleo a trabalhar desta maneira deu-se pela importância que as "empresas juniores" da UNICAMP têm para a difusão de tecnologia a baixo custo às micro e pequenas empresas da região de Campinas, pois a universidade provém recursos e tecnologia a preço de custo e isentos de tributação para as "empresas juniores" que assim, buscam transferi-lo para os empresários da região que não dispõem de grandes somas para a contratação de consultorias em pesquisa e desenvolvimento, e ganham uma pequena quantia por isso, para que possam pagar seus custos e desenvolver seus membros. Assim, uma rede mais forte irá potencializar a inclusão tecnológica das empresas da região e difundir os conceitos e vantagens do trabalho cooperativo, ampliando assim a competitividade da região, gerando mais riquezas e trabalho para a população. Ao final, o trabalho forneceu sugestões para que a rede adéqüe-se ao modelo de gestão proposto através do reforço dos benefícios da cooperação entre micro, pequenas e médias empresas...

Cooperative framework for open real-time systems

Maia, Cláudio
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Engenharia do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Engenharia do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
35.98%
Actualmente, os sistemas embebidos estão presentes em toda a parte. Embora grande parte da população que os utiliza não tenha a noção da sua presença, na realidade, se repentinamente estes sistemas deixassem de existir, a sociedade iria sentir a sua falta. A sua utilização massiva deve-se ao facto de estarem practicamente incorporados em quase os todos dispositivos electrónicos de consumo, telecomunicações, automação industrial e automóvel. Influenciada por este crescimento, a comunidade científica foi confrontada com novos problemas distribuídos por vários domínios científicos, dos quais são destacados a gestão da qualidade de serviço e gestão de recursos - domínio encarregue de resolver problemas relacionados com a alocação óptima de recursos físicos, tais como rede, memória e CPU. Existe na literatura um vasto conjunto de modelos que propõem soluções para vários problemas apresentados no contexto destes domínios científicos. No entanto, não é possível encontrar modelos que lidem com a gestão de recursos em ambientes de execução cooperativos e abertos com restrições temporais utilizando coligações entre diferentes nós, de forma a satisfazer os requisitos não funcionais das aplicações. Devido ao facto de estes sistemas serem dinâmicos por natureza...

Governança, gestão e capital social em redes horizontais de empresas : uma análise de suas relações com o desempenho das empresas participantes

Wegner, Douglas
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.1%
O presente estudo foi motivado por lacunas teóricas sobre a governança e gestão de redes horizontais de empresas e suas relações com o capital social dos empresários e o desempenho das empresas participantes. Argumenta-se que, apesar do interesse acadêmico na cooperação interorganizacional, os estudos enfatizam excessivamente os motivos e benefícios das estratégias cooperativas, mas pouco os aspectos internos de organização das redes horizontais. Além disso, estima-se que no Brasil tenham sido constituídas até o presente aproximadamente 1.000 redes horizontais, formadas principalmente por micro e pequenas empresas que mantêm sua individualidade legal, mas usufruem dos benefícios que o trabalho em rede proporciona. Através de uma pesquisa com 218 empresas associadas a 34 redes horizontais no Brasil, analisou-se como a governança da rede, as práticas de gestão da rede e o capital social dos empresários estão relacionados ao desempenho empresarial. Os resultados mostram que a governança se modifica de acordo com as características da rede em termos de tempo de existência, número de associados e abrangência geográfica. Além disso, verificou-se a relação negativa da centralização das decisões nas redes tanto para o desempenho das empresas associadas quanto para o capital social dos empresários. Esse resultado aponta para um dilema que as redes brasileiras devem enfrentar à medida que crescem: desenvolver sistemas de governança que sejam suficientemente ágeis e eficientes em mercados altamente competitivos e que...

THE GOVERNANCE STRUCTURE OF COOPERATIVE NETWORKS –

Milagres, Rosileia
Fonte: Universidade de São Paulo. Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 06/11/2014 Português
Relevância na Pesquisa
46%
Cooperative networks constitute a critical unit of analysis in the context of innovation. Despite this, networks are complex to manage successfully. Some of the difficulties pointed out by authors are associated with the lack of specific management tools, problems related to governance, as well as asymmetries in terms of objectives. The present case study seeks to contribute to this debate by examining the governance and the tools used by the Genolyptus Network. The study demonstrates the importance of this structure and the need for regular investments in its development. The analysis shows that the governance structure is influenced by the objectives established, the partners’ experience, the types of knowledge and the context where network is inserted. The case highlights the importance of learning during the process, but, although present, it can be negatively influenced by the context and the possibility of future partnerships.

ANÁLISE DE COOPERATIVAS HABITACIONAIS A PARTIR DOS FATORES ESTRUTURANTES DA SOCIEDADE EM REDE; ANALYSIS OF HOUSING COOPERATIVES IN LIGHT OF THE STRUCTURING FACTORS OF NETWORK SOCIETY; ANÁLISIS DE COOPERATIVAS HABITACIONALES A PARTIR DE LOS FACTORES ESTRUCTURANTES DE LA SOCIEDAD EN RED

Giglio, Ernesto Michelangelo; Gamba, José Roberto
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 20/08/2015 Português
Relevância na Pesquisa
45.89%
As redes de negócios, incluindo as redes de cooperação, constituem um tema de interesse atual, pois indicam algumas soluções de desenvolvimento de organizações a partir de ações coletivas, que os modelos tradicionais de competição isolada têm dificuldades em explicar. Ocorre que esses modelos de competição isolada são dominantes entre pesquisadores e empreendedores, razão pela qual existe pouco conhecimento sobre a formação, desenvolvimento e gerência das redes de negócios no Brasil. Os estudos de redes organizam-se em três paradigmas principais, um voltado para aspectos econômicos, outro para variáveis sociais e um terceiro para uma nova sociedade. O objetivo deste trabalho é apresentar e analisar exemplos do terceiro paradigma, cujo argumento principal é que todas as organizações estão em redes, quer utilizem, quer não, suas conexões. A proposição orientadora é de que é possível encontrar e desenhar redes de relações a partir dos fatores estruturantes de uma rede e iniciando a investigação com qualquer empresa do ramo selecionado. Por meio do uso de técnicas de coleta de dados secundários e primários foram analisadas quatro redes de cooperativas habitacionais do Estado de São Paulo. Os resultados mostraram ser possível encontrar e desenhar as redes de relações das cooperativas a partir dos fatores interdependência...

Growth strategies and governance of horizontal business networks: the case of the biggest German cooperative food retail network; Estratégias de crescimento e a governança de redes horizontais de empresas: o caso da maior rede cooperativa de varejo de alimentos na Alemanha DOI:10.5007/2175-8077.2011v13n30p220

Wegner, Douglas; Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS; Padula, Antonio Domingos; Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Estudo de caso; Formato: application/pdf
Publicado em 10/08/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.16%
Several growth strategies may be adopted by cooperative retail networks, but these strategies create dilemmas about how to organize business networks with a large number of participants and the adjustments in the governance system that are necessary to facilitate growth. The article examines the relations between the growth strategies adopted by a horizontal business network and its governance system. We analyze the case of Edeka, a centennial cooperative network, leader in food retail in Germany, showing its growth strategies and implications for the network structure. The case study was based on various secondary data sources and focuses the whole network – and not the networked firms – as the unit of analysis. Results indicate that, in order to grow, the network changed its governance structure and the process of participation of members in decision making, creating a hierarchical structure with professional management. The paper contributes to the discussions on cooperative governance and demonstrates that governance systems are transient and adapt to the network strategies. From a management viewpoint, the results show the effects of the growth strategies adopted by business networks, regarding the role of network managers and entrepreneurs in network management.; Diversas estratégias de crescimento podem ser adotadas por redes cooperativas do varejo...