Página 1 dos resultados de 8 itens digitais encontrados em 0.010 segundos

Desenvolvimento e avaliação da estabilidade de formulações cosméticas anticelulíticas contendo o extrato comercial de Trichilia catiguá Adr. Juss (e) Ptychopetalum olacoides Bentham, padronizado em flavonóides totais; Development and stability assay of anticelulitic cosmetic formulations containing the Trichilia catigua Adr. Juss (e) Ptychopetalum olacoides Bentham commercial extract, standardized in total flavonoids

Baby, André Rolim
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/07/2005 Português
Relevância na Pesquisa
56.07%
A hidrolipodistrofia ginóide, popularmente denominada de celulite, é caracterizada como um processo distrófico que produz alterações estruturais dos elementos presentes na pele, como: modificações no tecido conjuntivo, comprometimento da microcirculação periférica cutânea, hipertrofia e hiperplasia dos adipócitos e edema. Os flavonóides são utilizados como substâncias ativas em preparações anticelulíticas por reduzirem a permeabilidade capilar. Os objetivos estabelecidos para esta pesquisa foram: (1) desenvolver emulsões cosméticas com finalidades anticelulíticas; (2) validar metodologia analítica para o doseamento de flavonóides totais, equivalentes em rutina, por espectrofotometria na região do ultravioleta; (3) avaliar a estabilidade física, físico-química e química das formulações. Formulações cosméticas anticelulíticas foram desenvolvidas contendo o extrato vegetal comercial de Trichilia catiguá Adr. Juss (e) Ptychopetalum olacoides Bentham (Slimbuster® H1), padronizado em flavonóides totais, equivalentes em rutina, e avaliadas quanto à estabilidade física, físico-química e química. Para sua quantificação, o método espectrofotométrico na região do ultravioleta a 361,0 nm foi empregado...

Avaliação físico-química e tecnológica da fração saponosídica dos frutos de ilex paraguariensis A. St. Hil. : potencialidade como adjuvante espumógeno; Physico-chemical and technologycal avaliation of the saponins of Ilex paraguariensis A. St. Hil. fruits : potential adjuvant foaming

Canto, Gizele Scotti do
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
26.01%
As saponinas são tensoativos naturais, caracterizadas principalmente por sua atividade espumógena. Ilex paraguariensis A. St. Hil, conhecida como "erva-mate", é uma espécie vegetal rica em saponinas e de importância econômica e cultural para este Estado. Estudos anteriores demonstraram que os frutos imaturos de I. paraguariensis, uma parte do vegetal sem valor comercial, apresenta teores mais elevados de saponinas que as folhas da erva-mate. O objetivo deste trabalho foi avaliar a potencialidade das saponinas dos frutos imaturos de I. paraguariensis como adjuvante espumógeno, sob o ponto de vista físico-químico e tecnológico, bem como a avaliação do potencial de irritação dérmica. Para isso, foram empregados um extrato bruto liofilizado (EXL) obtido por turbólise na proporção de 1:10 droga-solvente em etanol:água (40:60 v/v) como líquido extrator e dois produtos purificados ricos em saponinas, denominados Fr.7090 e P6, obtidos por um processo de fracionamento em fase sólida e eluição com metanol-água (método I) e por um processo de complexação com polímero polivinílico por contato direto (método II), respectivamente. Para a caracterização do perfil das saponinas e monitoramento de processos, foi desenvolvida uma metodologia analítica por CLAE em fase reversa C18...

Schinus Terebinthifolius Raddi: estudo anatômico e histoquímico das folhas e investigação do potencial farmacêutico do extrato etanólico e suas frações

Salvi Júnior, Ademir
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 74 f.
Português
Relevância na Pesquisa
36.18%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas - FCFAR; Schinus terebinthifolius Raddi, pertence à família Anacardiaceae, é popularmente denominada como aroeira-vermelha. Trata-se de uma espécie nativa da América do Sul, especialmente do Brasil, Paraguai e Argentina. No Brasil ocorre ao longo da Mata Atlântica desde o nordeste até o sul do país. Consta oficialmente na primeira edição da Farmacopeia Brasileira, a qual designa as cascas do tronco como seu farmacógeno, embora estudos revelem que folhas e frutos também podem ser utilizados como fonte de substâncias ativas e, devido a este fato, desperta um grande interesse para a pesquisa. Na literatura é citada como cicatrizante, anti-inflamatória, antioxidante, antitumoral e antimicrobiana. Este trabalho teve como objetivos: descrever a anatomia da região mediana de folíolos de Schinus terebinthifolius; realizar testes histoquímicos nas folhas da espécie com fins de caracterização preliminar de constituintes químicos de interesse; realizar o estudo granulométrico da droga vegetal pulverizada proveniente do processo de moagem de folhas de S. terebinthifolius; estabelecer a caracterização físico-química da droga vegetal; realizar a análise fitoquímica preliminar do extrato e frações obtidas; e...

Análises fitoquímica e farmacognóstica da raiz de Cochlospermum regium (Mart. et Schr.) Pilger, Cochlospermaceae

Solon, Soraya
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
15.8%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2009.; Esta pesquisa se comprometeu a pesquisar os aspectos fitoquimicos e farmacognosticos da raiz de Cochlospermum regium (Mart. et Schr.) visando adquirir informacoes auxiliares para sua padronizacao como materia-prima vegetal para producao de fitoterapicos. Para analise fitoquimica foi realizado o fracionamento do extrato hidroalcoolico associado com a atividade antimicrobiana e, para o estudo farmacognostico foram realizados ensaios para caracterizacao morfoanatomica e fisico-quimica seguindo metodo farmacopeico. O extrato hidroalcoolico e suas fracoes, particularmente a fracao acetato de etila, apresentaram efeito antimicrobiano frente a Staphylococcus aureus e Pseudomonas aeruginosa e ausencia de atividade sobre Escherichia coli, Enterococcus faecalis e Klebsiella pneumoniae. O fracionamento quimico forneceu cinco derivados fenolicos [acido elagico, acido galico, diidrokaempferol-3-O-β-glicopiranosideo e diidrokaempferol-3-O-β-(6´´-galoil)-glicopiranosideo] e dois triacilbenzenos conhecidos como cochlosperminas A e B. Com excecao do diidrokaempferol e seu glicosideo, e a primeira vez que as substancias isoladas sao reportadas nesta especie e o registro do diidrokaempferol-3-O-β-(6´´-galoil)-glicopiranosideo e inedito na literatura. A presenca dos acidos fenolicos ratifica a acao antimicrobiana observada no extrato hidroalcoolico e fracoes mais polares de C. regium...

Desenvolvimento e validação de metodologia analítica para quantificação de esteróides por espectrofotometria na droga vegetal e produtos derivados de Acanthospermum hispidum

Araújo, Larissa Babyana Diniz Cabral de; Soares, Luiz Alberto Lira (Orientador); Randau, Karina Perrelli (Coorientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
46.14%
Os fitosteróis são substâncias esteroidais ou terpenoides tetracíclicos extraídos de espécies vegetais. A espécie vegetal Acanthospermum hispidum DC (Asteraceae) é frequentemente empregada na medicina popular, devido à sua propriedade antiasmática, a qual se acredita que está relacionada com o teor de fitosteróis. Apesar do potencial farmacológico, não há relatos na literatura de especificações no que diz respeito ao seu controle de qualidade. Deste modo, o objetivo deste trabalho foi desenvolver e validar metodologia analítica para quantificação de fitosteróis totais por espectrofotometria UV-Vis para a matéria-prima vegetal e produtos derivados das raízes de A. hispidum. Após confirmação de identidade, o material vegetal foi submetido à triagem fitoquímica por CCD e caracterização físico-química. Em seguida, uma metodologia para determinação espectrofotométrica de fitosteróis após reação com reagente de Liebermann-Burchard (LB), foi avaliada e validada de acordo com os parâmetros preconizados na RE nº 899 e ICH. A realização da triagem fitoquímica confirmou a presença de fitosteróis na droga vegetal e produtos derivados de A. hispidum, sugerindo a adequação destes compostos como marcadores químicos para o controle de qualidade da espécie. O método analítico...

Caracterização e quantificação de marcadores químicos do extrato hidroetanólico das folhas de Kalanchoe brasiliensis Cambess

Costa, Anne Caroline de Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas; Bioanálises e Medicamentos Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas; Bioanálises e Medicamentos
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
26.03%
Kalanchoe brasiliensis Cambess (Crassulaceae), commonly known as saião , coirama branca , folha grossa , is originally from Brazil and commonly found in São Paulo to Bahia, mainly in the coastal zone. Regarding of biological activities, most preclinical studies were found in the literature, mainly about the anti-inflammatory activity of extracts obtained from leaves and / or aerial parts of K. brasiliensis. As regards the chemical constitution, it has been reported mainly the presence of flavonoids in the leaves of the species, but until this moment did not knows which are the active compounds. Although it is a species widely used in traditional medicine in Brazil, there is no monograph about the quality parameters of the plant drug. In this context, this study aims to characterize and quantify the chemical markers of hydroethanolic extract (HE) from the leaves of K. brasiliensis, which can be used in quality control of plant drug and derivatives obtained from this species. The methodology was divided into two parts: i. Phytochemical study: to fractionate, isolate and characterizate of the chemical (s) marker (s) of the HE from the leaves of K. brasiliensis; ii. To Developed validate of analytical method by High Performance Liquid Chromatography (HPLC)-diode array detector (DAD) to quantify the chemical (s) marker (s) of the EH. i. The EH 50% was prepared by turbo extraction method. It was then submitted to liquid-liquid partition...

Técnicas modernas de separação e análise de extratos vegetais; Modern techniques of separation and analysis of plant extracts

Fonseca, Fabiana Novais
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/01/2002 Português
Relevância na Pesquisa
66.03%
O uso das plantas medicinais confunde-se com a história do ser vivente. Desde a idade da pedra até meados do século XX elas constituíram a principal fonte medicamentosa para a nossa sociedade. Hoje o mercado de fitoterápicos e fitocosméticos vem movimentando bilhões de dólares a cada ano. Apesar de possuir representantes de cerca de 70% de toda a flora mundial, historicamente o Brasil não apresenta tradição cientifica no uso de medicamentos vegetais, sendo a fitoterapia praticada principalmente por caboclos, curandeiros e xamãs. Apenas recentemente, com a "biopirataria" e com o crescimento constante do interesse de grandes multinacionais na Amazônia e Mata Atlântica é que está se observando uma movimentação nacional no sentido da legalização e controle de fitoterápicos e da flora Nacional. Neste contexto o Governo Brasileiro formulou uma Resolução em Fevereiro de 2000, regulamentando a produção de fitoterápicos no País, a qual preconiza o controle de qualidade, tanto da matéria-prima quanto do produto acabado. O presente trabalho propõe metodologias para análise de compostos fenólicos (cumarinas, fenilpropanóides e f1avonóides) em extratos metanólico, glicólico e hidroalcoólico de camomila (Matricaria recutita L.) através das técnicas de cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC)...

Estudo químico e potencial antioxidante de espécies vegetais utilizadas na medicina popular de Mato Grosso do Sul – achyrocline alata (kunth) dc. e Achyrocline satureioides (lam.) Dc. – asteraceae

Zampieron, Rafaela Grassi
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
35.98%
Tese (doutorado)-Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2010.; Achyrocline alata e Achyrocline satureioides, espécies pertencentes à família Asteraceae, são utilizadas na medicina tradicional de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, sendo A. alata considerada planta sucedânea de A. satureioides. A. alata (“jateika- há) é predominante neste estado enquanto que A. satureioides (“macela”) é predominante nos demais estados do país. Estas duas espécies foram coletadas em épocas diferentes, 1996 e 2002 para comparação fitoquímica. O presente trabalho teve como objetivo o isolamento de substâncias de Achyrocline alata para então comparálas às substâncias de Achyrocline satureioides descritas na literatura. Ainda como objetivo foi comparado os extratos obtidos dessas espécies através de ensaios químicos destinados a atividade antioxidante e seqüestradora de radicais livres, utilizando como modelo _-caroteno e radical 1,1-difenil-2-picril-hidrazila , respectivamente. No estudo fitoquímico foram isolados quatro flavonóides de A. alata e por análise em CLAE-DAD-EM puderam ser identificadas onze substâncias tanto de Achyrocline satureioides como de Achyrocline alata. A análise in vitro para atividade seqüestradora de radicais e atividade antioxidante...