Página 1 dos resultados de 15 itens digitais encontrados em 0.010 segundos

Responsabilidade social das empresas

Mota, Goreti; Dinis, Maria Alzira
Fonte: Edições Universidade Fernando Pessoa Publicador: Edições Universidade Fernando Pessoa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2005 Português
Relevância na Pesquisa
35.82%
O tema da Responsabilidade Social das Empresas (RSE) tem vindo a conhecer algum desenvolvimento e maior visibilidade nos últimos anos, facto a que não é porventura alheio o esforço de algumas empresas multinacionais de melhorarem a sua reputação e imagem e de múltiplas outras se demarcarem de inaceitáveis práticas relacionadas com a exploração de mão-de-obra infantil, catástrofes ambientais, encerramentos polémicos de empresas, fraudes contabilísticas e fiscais em grande escala, delapidação de valores afectos a finalidades e fundos sociais.

Fatores do ambiente de negócios determinantes para a formação de centros de excelência: um estudo com subsidiárias de multinacionais no Brasil; Factors of business environment determinants for the formation of centers of excellence: a study un subsidiaries of multinationals in Brazil

Cipolla, José Hamilton Maturano
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
35.95%
Este trabalho analisa os fatores do ambiente de negócios que favorecem a formação de centros de excelências (Frost; Birkinshaw; Ensign, 2002). Centros de Excelência são importantes fontes para a criação e desenvolvimento de tecnologia. A presença desses centros no Brasil pode significar um papel importante para o país na economia global do conhecimento, sendo relevante a compreensão dos fatores ambientais que possam levar à decisão das multinacionais estrangeiras em criar tais centros. Em relação aos instrumentos de análise do ambiente de negócios, foram utilizados os modelos do diamante da vantagem competitiva nacional de Porter (1989) e o do diamante duplo generalizado de Moon, Rugman e Verbeke (1998). O diamante nacional já foi utilizado em pesquisa realizada por Frost, Birkinshaw e Ensign, (2002). Esta tese ampliou a análise do ambiente de negócios com a perspectiva do diamante internacional, possibilitada pelo modelo do duplo diamante generalizado, o qual considera relevante o papel das multinacionais. Foi realizado um survey com amostra de 172 questionários respondidos por CEOs de subsidiárias brasileiras pertencentes a multinacionais estrangeiras. Os resultados mostram que os determinantes do diamante nacional são relevantes para o desempenho de 154 das subsidiárias entrevistadas...

Estratégia internacional padronizada de responsabilidade social corporativa: estudo de caso no setor siderúrgico brasileiro

Sambaquy, Leonardo São Paulo
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
25.77%
O conceito de Responsabilidade Social Corporativa – RSC surgiu na década de 50 com questões sobre que responsabilidades para com a sociedade o homem de negócio deveria assumir. A partir da década de 70 este conceito ganha dimensão global com o reconhecimento das questões sócio-ambientais pela agenda internacional, transformando RSC em um dos principais desenvolvimentos da área de estratégia. O conceito ganha corpo com o crescente processo de globalização, passando a integrar o rol de preocupações das grandes empresas multinacionais, nas relações com seus diversos stakeholders. Surgem perspectivas a padronização de estratégias de RSC em contraposição a diferenciação dessas estratégias para atendimento as demandas locais, ainda mantendo vigente o viés econômico da firma. A literatura dominante é pouco capaz de perceber outras influências motivadas pelo histórico da firma, a cultura local, as características gerenciais e os conceitos diversificados de RSC sobre as definição e implementação destas estratégias. A partir de uma abordagem interdisciplinar esta dissertação reconhece os principais debates das áreas de estratégia e negócios internacionais aplicados às dimensões de responsabilidade social e aponta dimensões negligenciadas na literatura que podem contribuir para o entendimento dos conceitos de RSC aplicados de uma maneira mais ampla. Com este objetivo são alinhados os conceitos de RSC com as concepções da estratégia como uma prática social utilizando o de estudo de caso de uma empresa multinacional do setor siderúrgico no Brasil. O caráter exploratório do estudo revela algumas questões importantes que poderão contribuir para a reflexão de praticantes e o desenvolvimento de pesquisas futuras sobre a estratégia de RSC tais como: a influência de empresas familiares em estratégias de RSC em países emergentes...

Processo de formação de estratégias de desenvolvimento sustentável de grupos multinacionais

Cruz, Luciano Barin
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.1%
Em um contexto de explicitação dos problemas ambientais e sociais que assolam o planeta, causando enormes disparidades entre países, as empresas, e mais fortemente as Multinacionais, se vêem diante da cobrança pela adoção de uma postura de responsabilidade ampliada, ou seja, de incorporação das 3 dimensões do desenvolvimento sustentável (econômica, social e ambiental) em suas estratégias. Esta responsabilização das empresas, traz à tona o problema da gestão dos trade offs envolvidos com estas 3 dimensões e, para as Multinacionais, a gestão destes trade offs na relação entre Matriz e suas Filiais. Tendo por objetivo, justamente, a proposição de um framework baseado em um conjunto de proposições para a concepção do processo de formação da estratégia de desenvolvimento sustentável, na relação entre Matriz e Filial, de Multinacionais, a presente pesquisa foi conduzida em 3 fases. Adotou-se uma postura epistemo-metodológica de concepção, aceitando a interação entre sujeito e objeto e a intencionalidade do sujeito/pesquisador ao longo da pesquisa, buscando-se explicitamente, a geração de conhecimento aplicável aos gestores dos Grupos estudados. Adotou-se também uma lógica abdutiva, ou seja, permitindo constantes “idas e vindas” entre teoria e campo empírico...

O serviço público de abastecimento água e o acordo geral sobre comércio de serviços

Brzezinski, Maria Lúcia Navarro Lins
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xii, 179 f.| mapas, grafs.
Português
Relevância na Pesquisa
25.7%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas. Programa de Pós-Graduação em Direito; O trabalho objetiva analisar o serviço público de abastecimento de água em um contexto de liberalização do comércio e de mercantilização de uma substância vital: a água. Apesar de ser insubstituível, a água tem sido tratada como uma mercadoria em um contexto internacional de crise dos recursos hídricos em razão de: crescimento populacional, urbanização, poluição, desmatamento, aquecimento global, e em função dos múltiplos usos dos recursos hídricos. São grandes as desigualdades em relação ao acesso à água potável tanto internacionalmente como no interior de cada país, desigualdades que dizem respeito não somente à disponibilidade hídrica em determinado lugar ou região, como também à concentração populacional e ao poder aquisitivo da população. O conjunto de idéias que fundamenta a atribuição de um valor econômico à água e a privatização dos serviços de abastecimento estabeleceu-se como a única solução possível para todos os problemas e com o apoio das empresas multinacionais do setor e das organizações do sistema das Nações Unidas. O contexto internacional se reflete no ordenamento jurídico interno no que se refere ao tratamento dos recursos hídricos e do serviço público de abastecimento. Com relação ao serviço...

Desinvestimento Internacional - Uma Perspectiva Teórica e um Estudo de Caso

Torres, Francisco António Albuquerque
Fonte: Faculdade de Economia da Universidade do Porto; FEP Publicador: Faculdade de Economia da Universidade do Porto; FEP
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
25.77%
Economia e Gestão Internacional; Master in International Economics and Management; Este trabalho visa acrescentar evidência empírica sobre um fenómeno empresarial em expansão, o Desinvestimento Internacional, e, simultaneamente, estudar os vectores e condicionantes do desinvestimento em subsidiárias sediadas em países diversos, por parte de empresas com actividades internacionais. Partindo do processo decisional de desinvestimento internacional, é criado um modelo de regressão logístico, explicativo do comportamento de desinvestimento internacional com vista a ser utilizado, numa amostra alargada de empresas e possibilitando a análise da importância dos diversos condicionantes (Financeiros, Estratégicos, Ambientais e Actores) sobre a propensão para o desinvestimento das subsidiárias. Com este modelo tornam-se perceptíveis e compreensíveis padrões, justificações e motivações transversais a este fenómeno. Neste trabalho, para além da formulação de um modelo econométrico estatisticamente viável e aplicável neste contexto, é estudada a actividade de desinvestimento internacional do Millennium bcp segundo os parâmetros teóricos do modelo apresentado. Em epítome, e relativamente a este estudo de caso, é concluída a influência e a corroboração das hipóteses previstas no modelo ao nível dos factores financeiros...

Internacionalização do setor vinícola: o caso da região das Beiras

Pais, Ana Paula Baptista
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
15.82%
Numa economia cada vez mais interdependente e sem fronteiras a expansão internacional deixou de ser exclusiva das grandes multinacionais, estendendose a PME’s (Pequenas e Médias Empresas) que se internacionalizam cada vez mais cedo. Internacionalizar-se representa incerteza e risco, obrigando a uma contínua aprendizagem e à reintrodução de conhecimento e experiência nas dinâmicas empresariais. Através de um estudo exploratório realizado com empresas do setor vitivinícola da região das Beiras, apresentamos uma análise detalhada das caraterísticas dessas empresas e dos seus gestores, procurando identificar e descrever as motivações e barreiras que condicionam as estratégias de internacionalização do setor dos vinhos. Os dados deste estudo permitem ainda identificar os modos preferenciais de entrada nos mercados de destino bem como as principais aprendizagens efetuadas com as experiencias de internacionalização. Num setor crescentemente competitivo é vital adaptar-se às mudanças ambientais, explorando novas ideias e processos e desenvolvendo novos produtos para os mercados emergentes, sem nunca perder de vista a rentabilização dos produtos já consolidados. Partindo da revisão alargada da literatura mais recente e conjugando com os dados recolhidos...

Publicação didática globalização económica 5

Vieira, Isabel
Fonte: na Publicador: na
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
25.82%
A análise dos efeitos ambientais da globalização avalia as consequências de uma falha de mercado que a globalização é acusada de exacerbar: a existência de externalidades ambientais. Os críticos da globalização defendem que esta está a conduzir a uma catástrofe ambiental e que o planeta está a ser destruído em benefício das empresas multinacionais. Subjacente a esta acusação está a ideia de que as transações que têm lugar nos mercados internacionais não consideram os malefícios que delas decorrem, em termos de poluição das águas, esgotamento dos recursos não renováveis ou aquecimento global. Na sequência desta negligência, os problemas ambientais são cada vez mais graves e as suas consequências cada vez mais irreversíveis.

CSR and sustainable development: Multinationals are they socially responsible in Sub-Saharan Africa? The case of Areva in Niger

Daouda, Youssoufou Hamadou
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 12/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
15.88%
The purpose of this paper is to contribute in understanding issues related to Corporate Social Responsibility (CSR) in Sub-Saharan Africa. The paper demonstrates that even though multinationals strategies participate with economic and social development, there still is much to do given environmental, social and economic expectations. The case of Areva discussed here illustrates the discrepancy that exists between such companies’ CSR strategies and the local conditions in which they evolve (armed conflicts, poverty, social inequalities, air pollution, environmental degradation, water contamination, etc.). Therefore, two challenges are essentials. On one hand, MNCs should take into account external costs of their activities and participate in projects that improve social and economic welfare. On the other hand, in case of accentuated opposition between MNCs and stakeholders (civil society, social partners, NGOs, etc.) public regulations could orientate corporate actions in a more responsible social development process.; O objetivo deste trabalho é contribuir na compreensão das questões relacionadas com a Responsabilidade Social Empresarial (RSE) na África Subsariana. O artigo demonstra que, apesar de as estratégias das multinacionais participarem no desenvolvimento económico e social...

Influências ambientais e inovação de produtos: estudo de casos em subsidiárias de multinacionais no Brasil

Boehe,Dirk Michael; Zawislak,Paulo Antônio
Fonte: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração Publicador: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2007 Português
Relevância na Pesquisa
35.82%
Este artigo busca identificar e entender as influências do ambiente no processo de inovação de produtos e propor um modo de classificar estas diferentes formas de influências. A inovação em produtos requer capacidades tecnológicas e estas resultam de processos de aprendizagem. Contrastando as perspectivas que tratam de processos internos de aprendizagem, este artigo enfoca estímulos externos que impulsionam e sustentam esses processos. A principal contribuição consiste na classificação de diferentes tipos de estímulos externos, que podem ser atribuídos a três categorias: o ambiente operacional, o ambiente institucional e o ambiente corporativo da subsidiária. Da combinação desses ambientes resulta uma tipologia com oito categorias, as quais serão ilustradas, usando evidências empíricas de subsidiárias localizadas no Brasil. Como segunda contribuição deste estudo, será explorada a possibilidade de reforço mútuo dos estímulos desses três ambientes. Quando houver uma combinação sinérgica entre eles, mais sustentáveis serão as atividades inovadoras da subsidiária ao longo do tempo. Nesse sentido, a análise de mudanças nos três ambientes pode explicar por que as atividades inovadoras da subsidiária têm sido reduzidas...

The debate on companies’ liability for international environmental damages: a comparison between the jurisdictional rules of the European Union and the United States = O debate sobre a responsabilidade de empresas por danos ambientais internacionais: uma comparação entre as regras de competência jurisdicional dos Estados Unidos e da União Europeia

Oliveira, Carina Costa de
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
45.9%
DOI: 10.5102/rdi.v11i1.2825; Trata da responsabilidade das empresas internacionais em relação aos danos ambientais causados por elas. Aborda a competência jurisdicional para julgar estas empresas em relação à matéria ambiental. Compara a jurisprudência dos Estados Unidos e dos países membros da União Europeia no que tange a julgar as empresas oriundas desses países que têm gerado prejuízos ao meio ambiente.

Base da pirâmide e sustentabilidade : estudo de casos múltiplos

Silva, Rodrigo Luiz Morais da
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 177f. : il.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
15.92%
Orientador : Prof. Dr. Farley Simon Mendes Nobre; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Administração. Defesa: Curitiba, 09/02/2015; Inclui referências; Área de concentração: Inovação e tecnologia; Resumo: A pobreza é um problema que afeta, em menor ou maior intensidade, todos os países do mundo, em especial os em desenvolvimento ou emergentes. Como proposta para auxiliar na redução deste problema, C. K. Prahalad e Stuart L. Hart iniciam, em 2002, um campo de estudo dentro da área de ciências sociais aplicadas, chamado de Base da Pirâmide (BoP). De acordo com a lógica BoP, as organizações empresariais poderiam ajudar na diminuição da pobreza por meio da oferta de produtos e serviços inovadores e adaptados à realidade dessas populações e através da adoção dos integrantes desta classe social como parceiros de negócios e, desta forma, seria gerada renda para estas populações que passariam a viver melhor. Porém, a integração destas comunidades carentes no mercado consumidor global aos moldes tradicionais poderia agravar inúmeros problemas ambientais, como os relacionados à extração desregulada de recursos não renováveis e ao descarte de resíduos na natureza. Diante da necessidade de ações que auxiliem na redução da pobreza e da necessidade de que isso ocorra em consonância com os preceitos ambientais...

Responsabilidade social empresarial: representações sociais e ideologia

Tatim, Denise Carvalho
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
25.82%
A presença inusitada dos novos atores da ação social, de origem empresarial, no cenário público brasileiro contemporâneo, constitui-se o tema dessa tese. Fenômeno recente, a autodenominada Responsabilidade Social Empresarial (RSE) tem sido apresentada como a nova ética dos negócios, propondo a harmonização entre o crescimento econômico e as dimensões social e ambiental. O estudo da Responsabilidade Social Empresarial foi desenvolvido sob a perspectiva da teoria das Representações Sociais de Moscovici (2003) e da Ideologia de Thompson (2002), buscando compreender como se estrutura essa representação social no contexto brasileiro e qual a sua função na fase atual do capitalismo internacional, através da análise das políticas e práticas de empresas consideradas modelo em RSE no Brasil, das suas relações com os diferentes atores envolvidos e do conteúdo ideológico subjacente ao discurso de responsabilidade social. O corpus da pesquisa foi construído a partir de pesquisa à bibliografia sobre o assunto, revistas especializadas, websites de instituições ligadas a esse movimento e 86 Relatórios Sociais de empresas indicadas como modelo em Responsabilidade Social no Brasil por entidades consideradas referência nacional e internacional no tema.A análise do material coletado foi realizada através da metodologia da Hermenêutica de Profundidade de Thompson (2002)...

A controvérsia da soja transgênica no Rio grande do Sul no período de 1998 a 2003

Daroit, Doriana
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
25.77%
As primeiras plantações brasileiras de organismos geneticamente modificados (OGM) aconteceram no Rio Grande do Sul, em 1997. As sementes plantadas correspondem à soja Roundup Ready, usualmente chamada de soja transgênica, cujos direitos de propriedade pertencem a Monsanto. Em 1998 instalou-se a controvérsia, pois foi divulgado na imprensa que existiam extensas plantações no norte do estado, a partir de sementes contrabandeadas da Argentina. A controvérsia mobilizou atores governamentais, associações de agricultores, empresas, pequenos e grandes produtores, universidades e centros de pesquisa. Logo, este estudo tem por objetivo compreender o processo inovativo da soja transgênica no Rio Grande do Sul a partir da rede de atores no período de 1998 a 2003, ano da divulgação da MP 131 que permitiu a comercialização da safra transgênica. Para isto, foi adotada a perspectiva da Actor Network Theory, que considera humanos e não-humanos como atores no processo de criação de novas tecnologias. A esta perspectiva soma-se uma formulação mais explícita de poder, a fim de compreender como se dá o processo inovativo em países periféricos, a partir de uma discussão sobre hegemonia e sobre o papel das grandes empresas multinacionais. A análise de dados foi feita através da análise crítica de discurso...

Ecologizando edifícios transnacionais: entre fluxos globais e espaços locais

Presas,Luciana Melchert Saguas; Mol,Arthur P.J.
Fonte: ANPPAS - Revista Ambiente e Sociedade Publicador: ANPPAS - Revista Ambiente e Sociedade
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2004 Português
Relevância na Pesquisa
25.92%
Este artigo desenvolve uma perspectiva teórico-metodológica para analisar e melhor compreender a atual dinâmica de reestruturação ambiental das cidades metropolitanas, argumentando que com a globalização espaços urbanos transnacionais estão surgindo - incluindo sedes corporativas de empresas e bancos multinacionais, cadeias de hotéis, restaurantes e lojas internacionais, aeroportos, etc. - e estabelecendo uma conexão entre o 'local' e o 'global' dentro de ambientes urbanos. Seguindo a tradição dos estudos sobre modernização ecológica, este artigo explora como a gestão ambiental urbana deixa de ser definida apenas por atores e políticas locais nesses espaços transnacionais, uma vez que atores e políticas emergentes no espaço de fluxos globais também a influenciam. Após conceituar o atual contexto de gestão ambiental urbana à luz dessa interface local-global, exploramos 12 estudos de casos empíricos sobre a interseção entre estratégias ambientais corporativas das empresas ABN-AMRO, ING, Andersen e IBM e políticas ambientais urbanas de três cidades globais: Amsterdã, São Paulo e Beijing. Na conclusão, o artigo aprimora o modelo conceitual proposto sobre a dinâmica das reformas ambientais urbanas e sobre a inadequação de conceituá-las como resultado apenas de processos políticos locais.