Página 1 dos resultados de 70 itens digitais encontrados em 0.022 segundos

As Empresas Militares Privadas e o Peacekeeping

Vinha, Luís Miguel da
Fonte: Centro de Estudos Sociais Publicador: Centro de Estudos Sociais
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
45.79%
O término da Guerra Fria assistiu à proliferação de diversos actores privados envolvidos em actividades tradicionalmente monopolizadas pelos Estados-nação. A beligerância, nas suas diversas dimensões, passou a ser uma actividade na qual as empresas privadas se envolvem cada vez com mais frequência e intensidade. Neste sentido, as Empresas Militares Privadas (EMP) têm-se estabelecido como actores privilegiados nas áreas da segurança e defesa. Mais concretamente, ao longo dos últimos anos muitas EMP assumiram actividades que se assemelham às operações de peacekeeping, tradicionalmente conduzidas por forças multinacionais sancionadas pela ONU. Contudo, as actividades desenvolvidas pelas EMP têm suscitado um debate aceso sobre os benefícios e os riscos inerentes à participação das EMP nas acções de estabilização e consolidação da paz

Expatriação e gênero: um referencial para multinacionais brasileiras; Expatriation and gender: a reference to Brazilian multinationals

Gialain, Eliana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/05/2009 Português
Relevância na Pesquisa
45.91%
Este estudo de caráter exploratório teve como objetivo a identificação, análise e discussão de teorias e práticas de Recursos Humanos que possam oferecer às empresas brasileiras em processo de internacionalização suporte para o tratamento das questões de gênero na gestão de processos de expatriação. Este estudo originou-se da motivação em se obter uma melhor compreensão quanto à influência do gênero nos processos de expatriação, especialmente em função da constatação de que a participação de mulheres em expatriações ainda é muito menor do que a dos homens, e em função da relevância que a gestão de expatriações passou a ter diante do desafio de internacionalização que empresas brasileiras vêm enfrentando recentemente, o que as caracteriza como entrantes tardios no cenário competitivo global. No desenvolvimento do referencial teórico observou-se que a investigação da influência do gênero nos processos de expatriação representa uma parte menor dos estudos internacionais realizados a respeito dos processos de expatriação, e no âmbito nacional, não foram encontrados estudos específicos sobre a relação entre expatriação e gênero. Considerando tais descobertas iniciais, optou-se então pela realização de duas etapas de pesquisa. Na primeira etapa foi realizado um levantamento bibliográfico das principais pesquisas acadêmicas internacionais que relacionam gênero e processos de expatriação...

A influência da transferência de conhecimento e de fatores culturais na iniciativa das subsidiárias de multinacionais brasileiras; The influence of knowledge transfer and cultural factors in initiatives of Brazilian multinational subsidiaries

Silva, Natacha Bertoia da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
46.07%
Diante do processo recente da internacionalização das empresas brasileiras, que ainda suscita estudos para melhor compreender a dinâmica e o estabelecimento dos entrantes tardios verde-amarelos em todos os continentes e, visto que os estudos sobre subsidiárias de multinacionais brasileiras ainda são incipientes, o objetivo geral desta pesquisa foi analisar a influência da transferência de conhecimento e de fatores culturais na iniciativa das subsidiárias de multinacionais brasileiras. A partir das reflexões acerca dos estudos sobre matrizes e subsidiárias de multinacionais, sobretudo aqueles relacionados à cultura, transferência de conhecimento e iniciativa, as três hipóteses deste estudo emergiram e; baseado no modelo de iniciativa da subsidiária de Birkinshaw (1999), o modelo desta pesquisa foi explicitado considerando o contexto corporativo e o local da subsidiária, configurados por dimensões predominantemente comportamentais. Em termos metodológicos, empregou-se a estratégia sequencial explanatória, caracterizada pela coleta e análise de dados quantitativos seguido pela coleta e análise de dados qualitativos. Na primeira etapa, utilizou-se de técnicas estatísticas para analisar uma amostra de 66 subsidiárias de multinacionais brasileiras; enquanto na segunda etapa...

O processo de negociação empresa-governo na atração de IDE e os relacionamentos com as organizações locais : um estudo comparativo de casos no setor automotivo

Nascimento, Maurício Reinert do
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
45.96%
O objetivo desta pesquisa era identificar se o processo de negociação para a implantação de duas empresas multinacionais no Estado do Paraná influenciou a formação dos relacionamentos das empresas. Foram analisados os processos de negociação tendo como base a literatura sobre Investimento Direto Externo, em especial o Modelo do Poder de Barganha. Duas diferenças essenciais foram encontradas nos dois processos. A globalização e decorrente abertura do mercado brasileiro fez com que o poder de barganha do país e do Estado do Paraná fossem menor na negociação ocorrida na década de 90. A mudança de regime político e a descentralização fiscal que tiveram como conseqüência a guerra fiscal fizeram com que o poder de barganha do estado do Paraná fosse menor na década de 90. O menor poder de barganha da Volvo frente ao país e ao Estado na década de 70 influenciou-a a formar mais relacionamentos com os fornecedores locais. Já na década de 90 a Renault não foi influenciada a formar relacionamentos com os fornecedores locais. Portanto, ao serem analisados os relacionamentos das duas empresas com as organizações locais, os dados demonstraram que existia diferença significativa apenas com relação aos relacionamentos com fornecedores nacionais e multinacionais. A Volvo possui maior proporção de fornecedores nacionais que a Renault...

Políticas de carreiras para o gestor internacional : um estudo em empresas brasileiras internacionalizadas

Domingues , Carlos Roberto
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
45.85%
Esta pesquisa teve como objetivo identificar quais são as políticas para a carreira de gestor internacional delineadas por empresas brasileiras, como fatores externos e internos influenciam no desenho destas políticas e quais os resultados alcançados. O contexto escolhido deveu-se ao fato de que o Brasil tornou-se uma economia emergente, com indicadores sociais e econômicos em crescimento, o que propicia um ambiente de expansão para diferentes tipos de negócios. A internacionalização tem sido estimulada pelo governo brasileiro e as oportunidades que surgem no cenário internacional são alavancas para o processo de internacionalização das empresas de setores e portes distintos. Assim, elas passam a demandar de profissionais capacitados para atuar e gerir a operação internacional. Como base teórico-empírica de referência foram consultados estudos sobre a internacionalização das empresas sob o ponto de vista dos modelos econômicos e de estratégia. Também foram analisados os estudos sobre as mudanças e adequações necessárias à gestão das empresas, de suas estruturas, processos e controles dentro do processo de internacionalização. E, de forma mais específica, foi abordado como a área de Recursos Humanos deve se estruturar para atender às expectativas e estratégias delineadas pelas empresas por meio de suas políticas e práticas. Os estudos sobre carreira foram utilizados para retratar as mudanças ocorridas no ambiente de trabalho e na expectativa de vida dos indivíduos...

Localization strategies of multinationals in Brazil which characteristics of the Brazilian market force multinational companies to localize their marketing activities?

Regehr, Dominic
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
46.03%
Uma vez que as perspectivas de crescimento económico nos países mais desenvolvidos, como a Europa, os EUA eo Japão estão diminuindo, os mercados emergentes têm se tornado cada vez mais importante para muitas empresas multinacionais. Brasil, Rússia, Índia e China (BRICs) são agora os principais mercados em crescimento em todo o mundo e as empresas estão buscando estratégias para explorar ao máximo o potencial de consumo promissor nessas regiões. Um dos modos mais elaborados de prosseguir essa estratégia é conhecida como "localização" - uma adaptação das práticas de negócios (ao longo de toda a cadeia de suprimentos) com as preferências e condições locais. Este artigo é projetado para analisar as atividades de localização de empresas multinacionais no Brasil. O foco da análise é o de investigar as características do mercado brasileiro, que induzem as multinacionais a localizar o seu marketing mix (composto de produto, preço, colocação e promoção). Em dois estudos de casos com a empresa Suiça Nestlé e a empresa Alemã Volkswagen vários padrões de localização foram no mercado consumidor brasileiro. Os quatro resultados mais significativos da análise são os diferentes padrões sociais o Brasil, que forçar as empresas a reformular certas funções do seu mix de marketing (por exemplo...

Processo de formação de estratégias de desenvolvimento sustentável de grupos multinacionais

Cruz, Luciano Barin
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.06%
Em um contexto de explicitação dos problemas ambientais e sociais que assolam o planeta, causando enormes disparidades entre países, as empresas, e mais fortemente as Multinacionais, se vêem diante da cobrança pela adoção de uma postura de responsabilidade ampliada, ou seja, de incorporação das 3 dimensões do desenvolvimento sustentável (econômica, social e ambiental) em suas estratégias. Esta responsabilização das empresas, traz à tona o problema da gestão dos trade offs envolvidos com estas 3 dimensões e, para as Multinacionais, a gestão destes trade offs na relação entre Matriz e suas Filiais. Tendo por objetivo, justamente, a proposição de um framework baseado em um conjunto de proposições para a concepção do processo de formação da estratégia de desenvolvimento sustentável, na relação entre Matriz e Filial, de Multinacionais, a presente pesquisa foi conduzida em 3 fases. Adotou-se uma postura epistemo-metodológica de concepção, aceitando a interação entre sujeito e objeto e a intencionalidade do sujeito/pesquisador ao longo da pesquisa, buscando-se explicitamente, a geração de conhecimento aplicável aos gestores dos Grupos estudados. Adotou-se também uma lógica abdutiva, ou seja, permitindo constantes “idas e vindas” entre teoria e campo empírico...

Training and development in brazilian multinationals : is the investment madein the headquarters reproduced in foreign branches?; Capacitação em multinacionais brasileiras : o investimento nas filiais estrangeiras reproduz o da matriz?

Aguzzoli, Roberta López; Lengler, Jorge Francisco Bertinetti; Antunes, Elaine di Diego; Ribeiro, Vanderlei Becker
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.03%
A necessidade da capacitação dos trabalhadores tem se tornado um recorrente na Gestão de Pessoas Internacional. No entanto, a globalização acirra a competitividade, exigindo corte nos gastos. Estudos recentes indicam que as multinacionais instaladas no Brasil não capacitam a força produtiva local. E as empresas brasileiras, desenvolvem seus funcionários na matriz? E no exterior, suas políticas são as mesmas da sede? Desta forma, objetiva o presente estudo verificar qual a relação organizacional das 71 maiores multinacionais brasileiras com sua força de trabalho. Este objetivo será perseguido através de entrevistas em profundidade junto a gestores de nove multinacionais do sul do país e da análise de investimentos, através de balanços sociais, em educação, treinamento e desenvolvimento. Esta pesquisa, de caráter exploratório e cunho quantitativo e qualitativo, analisou estatisticamente informações referentes à geração de empregos diretos e indiretos, investimento em educação, treinamento e desenvolvimento, faturamento e lucro líquido ajustado das principais multinacionais brasileiras. E, qualitativamente, como investem em sua força produtiva estrangeira.

A internacionalização de investimentos sociais privados corporativos : uma análise de práticas de empresas multinacionais brasileiras

Zingano, Elisa Dihl
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.17%
No cenário de crescente envolvimento do setor privado em questões sociais públicas, em que a distinção entre o público e o privado torna-se cada vez mais tênue e empresas são conclamadas para a solução de demandas sociais, disseminam-se práticas de Responsabilidade Social Corporativa (RSC), e organizações multinacionais passam, gradativamente, a desenvolver iniciativas sociais além de suas fronteiras, enfrentando desafios inusitados. O Investimento Social Privado (ISP), que é definido na literatura brasileira como o repasse de recursos voluntários a projetos sociais e que representa a dimensão da RSC focada na comunidade e nas ações sociais voltadas ao interesse público (GIFE, 2013), vem se tornando objeto constante de pesquisas no Brasil. Dentre os desafios relacionados ao ISP, aponta-se a lacuna de estudos que analisem a internacionalização do Investimento Social Privado, fato este particularmente significativo visto que multinacionais brasileiras vêm expandindo suas práticas sociais para além das fronteiras do país (NOGUEIRA; SCHOMMER, 2009). Neste contexto, a presente pesquisa qualitativa e exploratória, realizada através de estudos de casos múltiplos em quatro representativas multinacionais brasileiras que investem socialmente em países estrangeiros nos quais mantêm atividades...

A configuração institucional da responsabilidade social empresarial nas relações capital/trabalho : empresas multinacionais de mineração no Brasil e no Canadá

Lamontagne, Annie
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
66%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Centro de Pesquisa e Pós-Graduação sobre as Américas, Programa de Pós-Graduação sobre as Américas, 2015.; A Responsabilidade Social Empresarial (RSE) alimenta o debate sobre o crescente papel econômico e político das empresas multinacionais (EMN) na sociedade e sobre os interesses que estão em jogo. Esta tese propõe entender as práticas de RSE e sua institucionalização com base em múltiplas lógicas em ação com atores imbricados nos contextos institucionais. A governança corporativa e os recursos humanos são duas áreas de superposição dos níveis nacionais e internacionais. No entanto, as práticas internas de RSE foram pouco estudadas em relação às externalidades causadas pelas EMN, particularmente, por EMN de economias em desenvolvimento com subsidiárias em países desenvolvidos. A pesquisa empírica foi conduzida no Brasil e no Canadá, com duas EMN de mineração – Kinross Gold e Vale – presentes em ambos os países em foco, a fim de comparar os processos de adoção e de incorporação da RSE interna nesses países e corporações. A perspectiva das Lógicas Institucionais forneceu uma abordagem sistemática para a análise da heterogeneidade cultural nos países de operação e para a compreensão das ordens institucionais em jogo na institucionalização da RSE nas relações capital/trabalho. Com a abordagem das Lógicas Institucionais...

Online discourse construction of enterprise identity : a cognitive-semiotic approach

Órfão, Paula Rosa dos Santos, 1976-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
46.1%
Cognitive linguistics postulates an intimate relationship between experience and linguistic conceptualizations. Therefore, the human body plays a fundamental role in conceptualizing abstract notions, which, according to the cognitive perspective, is, to a great extent, achieved by means of processes that have an overwhelmingly metaphorical nature. In our work, conceptual metaphor theory, blending theory and the semiotic mental space network model constitute an integrated perspective for a more comprehensive and accurate understanding of meaning representation and meaning construction that accounts for the presence of the phenomenological human body in the language presented by multinationals in their websites. Thus, the present work deals with self-representations of enterprise discourse on the internet, that constitutes a common means of disseminating information on these organizations in all their domains. As it happens, self-representations of multinational organizations are anchored in conceptual mappings that render enterprise discourse as intelligible as possible, thus representing and structuring the identity of these multinationals. In a globalized computer-mediated era, metaphorical mappings of organizations and of multinationals in particular...

O processo de internacionalização de pequenas e médias empresas de perfumaria, cosméticos e higiene pessoal do estado do Paraná

Cordeiro, Maria Cecilia Flores
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
45.83%
Resumo: O mercado internacional é o destino de grande parte das empresas de todos os segmentos industriais. Para se lançar neste mercado as empresas precisam estar preparadas. Cada vez mais empresas de pequeno e médio porte se aventuram no mercado mundial, competindo com grandes empresas multinacionais nos mais variados setores. Tem sido assim no setor de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos, pequenas e médias empresas brasileiras estão no mercado mundial competindo com as “gigantes” americanas, francesas e japonesas. E muitas têm obtido sucesso nessa empreitada. Este trabalho busca analisar a inserção de pequenas e médias empresas de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos do Estado do Paraná no mercado internacional. Para isso, são identificadas as aracterísticas do comércio internacional e os condicionantes da inserção internacional de empresas; o perfil das empresas de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos do Paraná, quanto à sua localização, porte (tamanho das firmas e número de empregos), produção e vendas; analisa-se o desempenho das empresas paranaenses do setor no comércio internacional, através do índice de comércio intraindústrias e identificam-se as principais ferramentas existentes no Brasil que contribuem para que pequenas e médias empresas consigam se inserir no mercado global.

Estratégias políticas nos mercados internacionais

Meyer, Bernardo
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
45.79%
Resumo: O desempenho de uma organização depende de variáveis políticas. As organizações desenvolvem estratégias políticas para se adaptarem aos diferentes ambientes, criando as condições necessárias para o sucesso de suas operações. O objetivo desta pesquisa foi analisar as estratégias políticas praticadas por uma empresa brasileira em sua atuação em mercados estrangeiros. O referencial teórico apoiou-se, especialmente, nas contribuições de Boddewyn e Brewer (1994), Schuler (1996), Hillman e Hitt (1999) e Blumentritt (2003) quanto às estratégias políticas; dos autores Pfeffer e Salancik (2003) quanto à teoria da dependência de recursos e de autores como Scott (2001) e Zimmerman e Zeitz (2002) no que se refere à teoria institucional. O estudo caracterizou-se como um estudo aprofundado de um caso, concentrando-se em uma única organização, do ramo de construção, examinando as estratégias políticas utilizadas em suas operações internacionais. Os resultados indicaram que a organização utilizou-se de uma variedade de estratégias políticas direcionadas a atores governamentais, tanto no país de origem quanto no país de destino. Outros atores não governamentais também foram alvo de estratégias políticas específicas mas...

Atores, trabalho institucional e a institucionalização da diversificação e das práticas sociais em uma cooperativa agroinsdustrial , no período de 1963-2003

Leonel Junior, Ronei da Silva
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
45.82%
Resumo: Um dos principais desafios das cooperativas tem sido a conciliação entre os padrões competitivos exigidos para atuação em um mercado cada vez mais competitivo e os padrões sociais advindos da doutrina que sustenta o movimento cooperativista. Tem-se como pressuposto que as cooperativas não são apenas uma forma de organização econômica de mobilização de recursos visando a uma finalidade estabelecida, mas sim um produto natural das pressões e necessidades sociais de seus membros e da sua comunidade. Neste sentido, a problemática da conciliação foi colocada a partir de uma perspectiva histórica e estruturada com base na vertente sociológica da teoria institucional em organizações. O objetivo principal foi analisar a institucionalização das práticas de diversificação (aspecto econômico) e das práticas sociais (aspecto social) na Cocamar, durante o período de 1963 a 2003, através do trabalho institucional realizado por atores sociais que influenciaram nas mudanças ocorridas no nível de institucionalização dessas práticas organizacionais para, desta maneira, compreender a dinâmica do relacionamento entre o aspecto econômico e o social durante o período analisado. A cooperativa escolhida possui uma ampla história de diversificação...

Homogeneidade versus diversidade contextual na adoçao de estratégias

Torres, Denia
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
45.78%
Resumo: O presente estudo tem por objetivo geral verificar o nível de adaptação contextual das estratégias adotadas por uma subsidiária brasileira da Robert Bosch, com sede na cidade de Curitiba, Paraná - que atua no setor industrial de auto-peças - em face às diretrizes norteadoras da empresa matriz com sede em Stuttgart, Alemanha. Para isto foi realizado um estudo de caso, tendo-se como referencial teórico a perspectiva institucional com base na qual se definem as estratégias organizacionais utilizadas por subsidiárias de multinacional como resultantes da pressão de dois conjuntos de forças: pressões por isomorfismo advindas da matriz e pressões por isomorfismo nacional advindas do país anfitrião da subsidiária. Nesse estudo foi analisado o nível de influência do contexto ambiental brasileiro sobre cinco grupos de estratégias - mercadológicas, relacionadas à clientela, relacionadas à gestão de recursos (humanos, financeiros e tecnológicos), concernentes ao relacionamento corporativo e concernentes ao produto - por meio da identificação do comportamento estratégico em direção à homogeneização ou diversificação em relação às diretrizes da matriz alemã. Os procedimento metodológicos utilizados possuem natureza descritivo-analítica e os dados coletados em diferentes fontes foram tratados por meio de análise qualitativa de conteúdo do tipo categorial temática cujos temas foram definidos pelos trinta e oito indicadores que compõem os cinco grupos delineados. Da análise foi constatado que o grupo de estratégias referentes à gestão de recursos financeiros direciona-se para a homogeneização; o grupo de produto apresenta um equilíbrio no direcionamento estratégico e nos demais foi observada a tendência à diversidade. Foram identificadas no contexto ambiental brasileiro vinte e quatro fontes geradoras de adaptações nas estratégias da filial. Entre elas constatou-se uma predominância de mecanismos coercitivos...

Modelo institucional do processo de estruturação de empresas de desenvolvimento de software: um estudo de múltiplos casos

Martins, Daniel de Araujo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Administração; Políticas e Gestão Públicas; Gestão Organizacional Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Administração; Políticas e Gestão Públicas; Gestão Organizacional
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
45.83%
Some authors have shown the need of understanding the technological structuring process in contemporary firms. From this perspective, the software industry is a very important element because it provides products and services directly to many organizations from many fields. In this case, the Brazilian software industry has some peculiarities that distinguish it from other industries located in developed countries, which makes its understanding even more relevant. There is evidence that local firms take different strategies and structural configurations to enter into a market naturally dominated by large multinational firms. Therefore, this study aims to understand not only the structural configurations assumed by domestic firms but also the dynamic and the process that lead to these different configurations. To do so, this PhD dissertation investigates the institutional environment, its entities and the isomorphic movements, by employing an exploratory, descriptive and explanatory multiple cases study. Eight software development companies from the Recife's information technology Cluster were visited. Also, a form was applied and an interview with one of the main firm s professional was conducted. Although the study is predominantly qualitative...

Processo de eletrificação em Goias e no Distrito Federal : retrospectiva e analise dos problemas politicos e sociais na era da privatização; Electrification process in Goias and Federal District : retrospect and analysis of the social and political problems in the age of privatization

Josias Manoel Alves
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/10/2005 Português
Relevância na Pesquisa
45.78%
Este trabalho de tese introduz, no estudo do processo de eletrificação, o conceito de politização dos serviços de energia elétrica. O texto inicialmente discute a noção de indústria de energia elétrica e ao mesmo tempo coloca em relevância alguns temas centrais do recente processo de privatização e desregulamentação dessa indústria no Brasil. Além do mais, informa os métodos que são utilizados para pesquisar os problemas políticos e sociais na era da reestruturação da indústria de eletricidade. Em seguida, são feitas duas retrospectivas: a primeira recai sobre a singular história de Goiás, ressaltando a construção das modernas cidades, Goiânia, a nova capital do Estado (nos anos 1930), e Brasília, a da República (nos anos 1950). Cabe também destaque à criação do Estado do Tocantins em 1988 e a recomposição do quadro político regional pós-regime militar até os dias atuais. A segunda reconstitui o processo de implantação de usinas, das linhas de transmissão e de distribuição de eletricidade em Goiás e no Distrito Federal ao longo do século XX. Neste processo, destaca-se a criação das empresas pioneiras de eletricidade, a ação dos grupos estrangeiros LIGHT e AMFORP, a intervenção dos governos estadual e federal através da criação da CELG e da CEB...

La gestión del trabajo en el marco de la negociación colectiva de empresas multinacionales

Delfini, Marcelo; Drolas, Ana
Fonte: Editora Mundos Sociais Publicador: Editora Mundos Sociais
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
65.93%
Las empresas multinacionales (EMN) son actores relevantes de las relaciones laborales en la medida que buscan imponer prácticas de flexibilidad laboral en el conjunto de filiales que las componen. La importancia que tienen éstas firmas en Argentina conduce a que sea central el análisis sobre la gestión de la fuerza de trabajo que llevan adelante en este país. Así, el objetivo de este artículo es construir una tipología analítica que permita establecer las diferentes prácticas de gestión que se derivan del estudio de los convenios colectivos de trabajo (CCT) en estas empresas, y en que medida se corresponden con formas de gestión flexible, para luego observar la relación entre esas prácticas y las características específicas de las EMN, teniendo en cuenta: país de origen, actividad económica y tamaño de la empresa.; As empresas multinacionais (EMN) são atores relevantes das relações laborais na medida em que procuram impor práticas de flexibilidade laboral num conjunto de filiais que a compõem. A importância que têm estas firmas na Argentina conduz a que seja central a análise sobre a gestão da força de trabalho que levam a cabo neste país. Assim, o objetivo deste artigo é a construção de uma tipologia analítica que permita estabelecer as diferentes práticas de gestão que resultam do estudo dos contratos coletivos do trabalho (CCT) nestas empresas...

O processo de internacionalização de empresas brasileiras

Alves, Kevin Ferreira, 1991-
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Monografia Graduação Formato: 54 f.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
56.06%
Orientador: Huáscar Fialho Pessali; Monografia(Graduação) - Universidade Federal do Paraná,Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Curso de Ciências Econômicas; Resumo: O propósito central dessa monografia é estudar o fenômeno de criação de multinacionais brasileiras e a evolução do Investimento Direto Estrangeiro brasileiro no mundo. Organiza-se o contexto histórico desse trabalho pelo movimento mundial de investimento direto desde o pós-Segunda Guerra Mundial até o movimento de multinacionais para os países emergentes que ganha força sobretudo na década de 1990. Procura-se aí identificar as implicâncias desse processo na economia brasileira, que a partir desse momento observa um aumento considerável do seu próprio investimento direto estrangeiro. Em seguida observa-se o panorama de desenvolvimento e surgimento dessas multinacionais brasileiras que adquirem relevância no cenário nacional e internacional em termos de eficiência e competitividade. São abordados os principais benefícios e riscos às empresas associados ao processo de investimento externo fazendo a ligação com as principais teorias de internacionalização. Ciente da importância do tema para o desenvolvimento econômico do país, o governo brasileiro passa a delinear uma série de objetivos para incentivar empresas interessadas em se internacionalizar...

Bondade ou interesse? como e porque as empresas atuam na área social; Kindness or interest? how and why enterprises operate in the social area

Peliano, Anna Maria T. Medeiros (coordenadora)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Livros
Português
Relevância na Pesquisa
45.91%
Neste livro, pode-se observar que os dados da pesquisa “ação social das empresas privadas”, realizada pelo Ipea em 1999, mostraram que o número de empresas do Sudeste que realizam ações sociais em favor da comunidade é expressivo e vem crescendo muito a partir do início dos anos 1990. O envolvimento das empresas na realização de ações sociais para a comunidade é geralmente uma iniciativa dos executivos pertencentes aos seus quadros de alta direção. Essa confirmação foi obtida com a maioria dos entrevistados, que destacaram que os diretores, o presidente ou o próprio dono foram os principais responsáveis pelo fato de a empresa exercer, atualmente, atividades em prol da comunidade. Já no campo das empresas transnacionais, pesa a influência do comportamento da matriz. Mesmo assim, menos da metade das empresas controladas por capital estrangeiro admite atuar por exigência da matriz, mas os entrevistados enfatizaram que há apenas orientação e não imposição, ou seja, trata-se de indicações de comportamentos a serem seguidos ou declarações de princípios da empresa. Em outras palavras, grande parte das empresas multinacionais expressa certa autonomia decisória quanto a sua participação social.; 103 p. : il.