Página 1 dos resultados de 7990 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Enzimas fibrolíticas e emurchecimento no controle de perdas da ensilagem e na digestão de nutrientes em bovinos alimentados com rações contendo silagem de capim Tanzânia.; Fibrolytic enzymes and wilting to control ensiling losses and nutrient digestion in bovine fed with Tanzania grass silage based rations.

Loures, Daniele Rebouças Santana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/04/2004 Português
Relevância na Pesquisa
36.97%
Este trabalho teve por objetivo avaliar o efeito de enzimas fibrolíticas na degradação da parede celular do volumoso, quando aplicadas antes da ensilagem e no momento da alimentação do animal. No experimento I analisou-se o efeito do emurchecimento, da redução do tamanho de partículas e da adição de enzimas fibrolíticas (associadas ou não ao inoculante bacteriano Lactobacillus plantarum) na fermentação e nas perdas do processo de ensilagem de capim Tanzânia (Panicum maximum, Jacq. cv. Tanzânia). A forragem foi cortada aos 45 dias de crescimento vegetativo e armazenada em silos experimentais (50 L) durante 136 dias. Durante o período de armazenamento o efluente foi coletado e quantificado no 1o, 2o, 7o, 14o, 21o, 60o, 90o e 136o dias. A redução do tamanho de partícula não influenciou as perdas totais, embora o tamanho menor tenha contribuído para garantir maior estabilidade aeróbia da silagem. A taxa de recuperação e as perdas de MS por efluente e gases foram de 72, 5 e 23% nas silagens não-emurchecidas e de 80, 0 e 21% nas silagens emurchecidas, respectivamente. A adição de enzimas fibrolíticas associadas ou não ao inoculante bacteriano promoveu redução da fração fibrosa (FDN, FDA, celulose, hemicelulose)...

"Aplicação da bioinformática no estudo dos genes e enzimas envolvidos na síntese da goma fastidiana produzida pela xylella fastidiosa" ; "Bioinformatic applied in studies of the enzymes involved in the biosynthesis of the exopolysaccharide, fastidian gum, produced by Xylella Fastidiosa"

Muniz, João Renato Carvalho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/04/2003 Português
Relevância na Pesquisa
36.92%
Xylella fastidiosa é uma bactéria Gram-negativa, limitada ao xilema das plantas e o agente causador de diversas doenças em importantes plantações como citros, videiras, mirta, amêndoa, arbustos e café. Em citros, X. fastidiosa causa a Clorose Variegada dos Citros (CVC) ou “amarelinho”. Nove enzimas (GumB, C, D, E, F, H, J, K e M) estão envolvidas nas etapas biossintéticas de um polissacarídeo extracelular (EPS), chamado de goma fastidiana, um dos mecanismos envolvidos na patogênese da bactéria. Essas enzimas catalisam reações de adição de açúcares, polimerização e exportação do EPS através da membrana da bactéria. No presente trabalho, ferramentas de bioinformática foram utilizadas para o estudo e entendimento da biossíntese da goma fastidiana. As nove enzimas foram estudadas quanto ao seu conteúdo de estrutura secundária, análise de hidrofobicidade e das regiões transmembrânicas, classificação quanto as suas funções. A construção de modelos estruturais para as enzimas Gums através de comparação por homologia seqüencial mostrou ser um processo impossível, devido a falta de moléculas homólogas com estruturas tridimensionais conhecidas. Por outro lado, métodos de reconhecimento de enovelamento mostraram bons resultados e comparações entre as estruturas secundárias das enzimas Gums foram calculadas com a utilização dos programas GenThreader e THREADER 3.3. Modelos tridimensionais para as enzimas GumB...

Aplicação de enzimas no processamento de couros : comparação entre processos químicos e coenzimáticos

Souza, Franck da Rosa de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.96%
A procura por tecnologias que minimizem o consumo de água e o potencial poluidor da indústria do couro tem aumentado. O uso de enzimas em diversas etapas produtivas deste processo é uma alternativa cada vez mais comum, pois além de ser considerada tecnologia limpa, acelera o processo produtivo. O objetivo deste trabalho foi analisar o desempenho de oito enzimas comerciais (A1, B1, B2, B3, C1, C2, C3 e C4) fornecidas por três empresas do setor (A, B e C) em processos chamados coenzimáticos, com teores reduzidos de produtos químicos, nas etapas de remolho, depilação/caleiro e purga, por meio da comparação com processos tradicionais puramente químicos. Na etapa de remolho foi verificada a influência do tempo de processamento, tipo e concentração de enzima, sendo a pele analisada quanto ao teor de gorduras e matéria volátil e o banho analisado com relação à concentração de cloretos, sólidos totais, fixos e voláteis. Na etapa de depilação/caleiro foi estudada a influência do tempo, tipo e concentração de enzima, em comparação com dois processos químicos (tradicional e reduzido), sendo analisada a pele em diferentes tempos de processo (via análise de MEV). Na etapa de purga, o processo foi avaliado com relação ao tipo de enzima aplicada e ao tempo de processamento. Ao todo foram realizados 24 testes (12 de remolho...

Seleção, isolamento e otimização dos meios de cultivo de microorganismos produtores de enzimas para aplicação ao processamento de peles na etapa de depilação/caleiro

Dettmer, Aline
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.97%
A indústria coureira tem se deparado com novos desafios e a necessidade de melhorar e otimizar processos, a fim de atingir a qualidade exigida em seus artigos finais bem como atender a legislação ambiental. A utilização de enzimas na produção de couros é uma alternativa para a redução do impacto ambiental desta atividade. As enzimas comerciais existentes, ainda não possuem especificidade suficiente, tampouco suas características são conhecidas em detalhes. Além disso, sua atividade é determinada utilizando caseína como substrato, sendo que as peles bovinas não possuem esta proteína. Desta forma, é importante que características tais como atividade sobre colágeno e queratina sejam conhecidas, bem como que sejam buscadas novas enzimas para aplicação na indústria do couro e avaliada detalhadamente sua ação nos processos de ribeira. Neste trabalho, foram caracterizadas cinco enzimas comerciais, normalmente, aplicadas às etapas de remolho, caleiro e purga. Para tanto, foram testadas diferentes temperaturas, valores de pH, a estabilidade térmica das mesmas, bem como a ação de inibidores e produtos químicos comumente utilizados em conjunto com as enzimas. A temperatura ótima de ação das enzimas ficou em torno de 55°C...

Produção e avaliação de enzimas fibrolíticas exógenas na ensilagem de milho

Lara, Erika Christina
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: iv, 71 p. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
36.92%
Pós-graduação em Zootecnia - FCAV; O presente trabalho avaliou a produção de enzimas fibroliticas exógenas obtidas a partir da fermentação fúngica e sua aplicação em diferentes doses na ensilagem de milho. Para isso, o projeto foi dividido em dois experimentos, sendo o primeiro caracterizado pela produção de enzimas e sua estabilidade em condições ruminais. Cinco amostras de diferentes locais foram coletadas e 45 fungos foram isolados e avaliados quanto a produção de xilanases e celulases. O micro-organismo selecionado como o melhor produtor foi um Aspergillus niger, capaz de produzir significativas quantidades das enzimas de interesse neste estudo (7,04 e 0,09 U/mL de xilanases e celulases, respectivamente). Após, seguiu-se um ensaio de otimização das condições de cultivo do fungo e avaliação da atividade enzimática buscando a máxima produção das enzimas de interesse. As condições ótimas de pH e temperatura de reação das enzimas em estudo corresponderam a 4,6 e 3,6 para as xilanases e celulases, respectivamente, com temperatura ótima de 60ºC em ambas as enzimas. A maior produção de xilanases ocorreu com 96 e 168 horas na fermentação submersa com ou sem agitação, respectivamente. Na produção de celulases os maiores níveis enzimáticos foram observados com 120 horas de cultivo nas duas condições de crescimento (submersa com ou sem agitação). A concentração ideal de esporos a ser inoculado no meio foi de 1...

Produção e avaliação das aplicações de enzimas quitinolíticas e queratinolíticas

Santos, Emerson dos
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 132 f. : il., gráfs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
36.89%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas - FCFAR; Enzimas são catalisadores fundamentais para os sistemas biológicos sendo amplamente estudadas e aplicadas em todo o mundo, especialmente na área da saúde. Neste trabalho foi avaliada a aplicação de enzimas quitinolíticas e queratinolíticas em ensaios in vitro contra Pedicullus humanus capitis e na degradação de calos humanos, respectivamente. Foram selecionados os micro-organismos com maior potencial para produção dessas enzimas e determinados os parâmetros de produção, as condições de separação, purificação e caracterização das enzimas. Os micro-organismos com maior potencial para a produção de quitinases e queratinases foram os fungos Metarhizium anisopliae CG374 e Aspergillus oryzae, respectivamente. As maiores produções de quitinases foram obtidas em biorreator a 28°C, pH 7,0, 1,5 vvm e 200 rpm após 120 h. Quando produzida em biorreator hiperbárico sob pressão de 5 bar, apresentou um aumento de 21,3% na produtividade em relação ao biorreator convencional. Para queratinases em biorreator, os parâmetros de produção foram 28°C, pH 6, 200 rpm, 1,5 vvm e 120 h. A produção das quitinases e queratinases em biorreator foi 83 e 154% maior do que em frascos Erlenmeyer...

Glucoamilases mutantes termoestáveis do fungo Aspergillus awamori expressas em levedura Saccharomyces cerevisiae: Sequenciamento do gene, produção e purificação das enzimas obtidas por fermentação submersa

Pavezzi, Fabiana Carina
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 92 f. : il., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
36.89%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ciências Biológicas (Microbiologia Aplicada) - IBRC; A glucoamilase é uma enzima hidrolítica que catalisa a liberação sucessiva de β-D-glicose a partir do amido e oligossacarídeos relacionados. Neste trabalho foram estudadas as glucoamilases de Aspergillus awamori expressas em levedura Saccharomyces cerevisiae. Foram utilizadas duas linhagens alteradas denominadas M1 e M2, e uma linhagem selvagem (WT), utilizada como parâmetros na comparação dos resultados. As enzimas foram produzidas em fermentação submersa, e amidos de diferentes origens vegetais foram utilizados como uma fonte extra de carbono na produção das enzimas. O melhor substrato para a produção da glucoamilase selvagem e da mutante M2 foi o amido de batata com 8,2 e 6,6 U/mL, respectivamente. Para a linhagem M1 foi o amido de mandioca com atividade enzimática de 5,9 U/mL. O amido de milho mostrou ser um substrato menos indicado para a produção destas enzimas. Para a purificação foi preparada uma coluna de afinidade com resina sepharoseTM 6B epóxi ativada ligada a acarbose, onde diferentes concentrações do ligante foram avaliadas. A coluna apresentou boa eficiência no processo de purificação conforme análise por eletroforese SDS-PAGE...

Enzimas exógenas na alimentação do cachara (Pseudoplatystoma reticulatum)

Stech, Márcia Regina
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: x, 115 f. : il., grafs.
Português
Relevância na Pesquisa
36.97%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Zootecnia - FCAV; Neste trabalho foi avaliado o uso de enzimas exógenas: amilase com endo-β-glucanase (AG) e fitase (Fi) em dietas para cachara (Pseudoplatystoma reticulatum). Foram realizados ensaios de digestibilidade de nutrientes de dietas contendo quatro diferentes níveis destas enzimas, em esquema fatorial 4x4. Este estudo mostrou que a adição das enzimas alteraram os valores dos coeficientes de digestibilidade aparente dos nutrientes e de absorção dos minerais. No entanto as alterações foram dependentes dos níveis utilizados, e houve interações entre os níveis das enzimas estudadas. Após, foi realizado um ensaio de desempenho com 70 dias de duração, no qual foi avaliado o efeito da ausência de enzimas ou adição de 150 mg de AG kg-1; 2.500 UF kg-1; 100 mg de AG kg-1 com 1.500 UF kg-1 em duas dietas (com 30 ou 60% da proteína de origem animal). Neste experimento, além do desempenho produtivo dos peixes, foram observadas alterações na produção endógena das enzimas digestivas; alterações histológicas do trato gastrintestinal, pâncreas e fígado; alterações na composição da carcaça; e na retenção de fósforo...

Níveis de inclusão de sorgo e adição de enzimas Exógenas em dietas para frangos de corte

Pasquali, Guilherme Aguiar Mateus
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: iii, 67 f. : tabs
Português
Relevância na Pesquisa
36.94%
Pós-graduação em Zootecnia - FMVZ; A study was conducted to determine the influence of replacing maize with sorghum without or with a combination of exogenous protease, xylanase and phytase on broiler performance. The experimental design was a 3 × 2 factorial arrangement of treatments, which included three replacement levels of maize with sorghum (0, 50% and 100%) without or with exogenous enzymes. Weight gain was improved with enzymes supplementation. Total maize replacement with sorghum impaired weight gain from one to 14- and from one to 35-days post-hatch but did not affect performance at 21 and 42 days post-hatch. There was interaction between maize replacement level and enzyme supplementation for dry matter and gross energy metabolizability. Exogenous enzymes improved dry matter and gross energy metabolizability from 11 to 21 days post-hatch only in sorghum-based diet. Maize replacement with sorghum reduced crude protein metabolizability from 11 to 21 days and 25 to 35 days post-hatch. From 11 to 21 crude protein and from 25 to 35 days post-hatch gross energy metabolizability were improved and at day-21 post-hatch, relative gizzard and small intestine weights were decreased by exogenous enzymes. Litter moisture was decreased by maize replacement with sorghum and increased by exogenous enzymes. Maize replacement with sorghum and enzymes inclusion decreased feed cost and increased profitability. Overall...

Sintese e estudo do desempenho de suportes polimericos na imobilização de enzimas

Vicelma Luiz Cardoso
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/11/1988 Português
Relevância na Pesquisa
36.97%
A técnica de imoblização de enzimas vem sendo muito pesquisada atualmente, devido à possibilidade de sua utilização em processos enzimáticos que requerem alto custo na recuperação deste catalisador do meio reacional. As enzimas utilizadas nesse estudo foram a invertase e a amiloglicosidase imobilizadas nas resinas N-metilolacrilamida e uréia-formaldeído na forma pulverizada e impregnadas em microcamadas sobre malhas de poliéster. Neste trabalho foram estudadas a síntese e a caracterização das resinas, a preparação dos suportes, a caracterização das enzimas em fase líquida, e a influência de parâmetros importantes no desempenho das enzimas imobilizadas e no processo de imobilização, tais como: temperatura, pH, força iônica da solução tampão, estabilidade do catalisador após uso prolongado, agitação, concentração de enzimas nos suportes, grau de retenção das resinas nos tecidos, tempo de estocagem, estabilidade térmica e a conversão em função do tempo de reação. Foi desenvolvido ainda um estudo cinético das enzimas, imobilizadas em reator de leito fixo e um estudo da estabilidade operacional em reatores de leito fixo e de leito fluidizado. Os resultados experimentais conduziram à determinação de condições ótimas de operação...

Frangos de corte alimentados com dietas de diferentes densidades nutricionais suplementadas ou não com enzimas

Toledo,Geni Salete Pinto de; Costa,Paulo Tabajara Chaves; Silva,Jose Henrique; Ceccantini,Marcio; Poletto Junior,César
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.94%
Este experimento foi conduzido para avaliar o efeito de enzimas exógenas adicionadas a dietas à base de milho e farelo de soja com diferentes densidades nutricionais. Foram utilizados 480 pintos de corte machos de um dia de idade da linhagem COBB 500, distribuídos em um delineamento fatorial (2 x 2), alimentados com dietas de duas densidades nutricionais (padrão e baixa), com ou sem um pool de enzimas (50g t-1 de Rovábio®). Para cada tratamento, foram utilizadas seis repetições de 20 aves cada, distribuídas em boxes de 1,5 x 1,5m. A densidade nutricional da dieta padrão foi: 22,00/3000; 19,80/3100 e 17,82/3200 de proteína bruta (%) e energia metabolizável (Kcal kg-1), respectivamente na fase inicial, de crescimento e final. As dietas de baixa densidade continham 2% menos de PB, lisina e metionina+cistina, e 65kcal de EM kg-1. Consumo alimentar, peso corporal, conversão alimentar e índice bio-econômico alimentar foram analisados. Para a fase inicial, não houve interação entre as densidades nutricionais e o complexo enzimático; entretanto, na fase de crescimento e final, houve interação significativa para consumo alimentar e peso corporal entre as aves da dieta padrão e de baixa densidade. As aves alimentadas com dietas de baixa densidade suplementadas com enzimas apresentaram maior ganho de peso quando comparadas com as sem enzimas. Consumo alimentar e ganho de peso corporal das aves das dietas padrão sem enzimas foram superiores aos observados nas de dietas de baixa densidade com e sem enzimas; entretanto...

Adição de enzimas exôgenas para leitões dos 10 aos 30 kg de peso

Nery,Víctor Libardo Hurtado; Lima,José Augusto de Freitas; Melo,Rosana Coelho de Alvarenga e; Fialho,Elias Tadeu
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2000 Português
Relevância na Pesquisa
36.94%
Três experimentos foram realizados para estudar o desempenho e a digestibilidade dos nutrientes e determinar os níveis de enzimas endógenas em suínos na fase de recria, alimentados com rações suplementadas com enzimas exógenas. A ração experimental foi constituída de milho, farelo de soja, vitaminas e minerais mais a adição de enzimas exógenas. A mistura consistiu de 25 g de enzima exógena por 100 kg de ração. A composição básica das rações foi 18,00% proteína bruta (PB) e 3400 kcal/kg de energia digestível (ED). No experimento 1, foram utilizados 160 leitões mestiços Landrace x Large White de 9,87±1,48 kg de peso vivo, distribuídos em cinco tratamentos (controle ou dieta basal; DB + amilase; DB + lipase; DB + protease; e DB + complexo de amilase, lipase e protease) e oito repetições; as variáveis estudadas foram consumo de ração diário médio (CRDM), ganho de peso diário médio (GPDM) e conversão alimentar (CA). No Experimento 2, foram utilizados 20 leitões machos castrados de 17,4±0,5 kg, mantidos em gaiolas metabólicas e em ambiente controlado; as variáveis estudadas foram ED, energia metabolizável (EM) e coeficiente de digestibilidade da proteína bruta (CDPB). Este experimento consistiu dos cinco tratamentos acima...

Efeito de enzimas fibrolíticas e do teor de matéria seca em silagens de capim-tanzânia sobre os parâmetros ruminais, o comportamento ingestivo e a digestão de nutrientes, em bovinos

Loures,Daniele Rebouças Santana; Nussio,Luiz Gustavo; Paziani,Solidete de Fátima; Pedroso,André de Faria; Mari,Lucas José; Ribeiro,José Leonardo; Zopollatto,Maity; Schmidt,Patrick; Junqueira,Marta Coimbra; Packer,Irineu Umberto; Campos,Fábio Prudên
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 Português
Relevância na Pesquisa
36.92%
Objetivou-se, com este trabalho, avaliar o efeito do emurchecimento e uso de enzimas fibrolíticas aplicadas durante a ensilagem de capim-tanzânia (Panicum maximum Jacq. cv. Tanzânia) ou antecedendo o fornecimento aos animais. Foram realizadas avaliações de parâmetros de fermentação e cinética ruminal, comportamento ingestivo, consumo voluntário e digestibilidade dos nutrientes em bovinos. Os tratamentos utilizados consistiram da ensilagem das forragens, conforme descrito: A - forragem emurchecida sem aplicação de enzimas; B - não-emurchecida sem aplicação de enzimas; C - emurchecida com aplicação de enzimas (2 L/t de massa verde); D - não-emurchecida com aplicação de enzimas e E - não-emurchecida com enzimas (10 L/t de massa verde) aplicadas após a abertura do silo e antes da oferta aos animais. Cinco novilhos da raça Nelore foram distribuídos ao acaso em delineamento do tipo quadrado latino 5 x 5, recebendo rações contendo 50% de silagem na MS. Os parâmetros de cinética de passagem de sólidos (2, 23%/hora) e de líquidos (4, 83%/hora) foram similares nos tratamentos avaliados. As médias das concentrações molares totais dos AGVs (109, 62 mM) e de nitrogênio amoniacal (5, 6 mg/dL) do fluido ruminal não foram alteradas. O emurchecimento da forragem determinou menor relação C2:C3 ruminal. O comportamento ingestivo dos animais não foi alterado com a adição de enzimas fibrolíticas na ensilagem...

Efeito de Enzimas Fibrolíticas e do Teor de Matéria Seca em Silagens de Capim-Tanzânia sobre os Parâmetros Ruminais, o Comportamento Ingestivo e a Digestão de Nutrientes, em Bovinos.

LOURES, D. R. S.; NUSSIO, G. L.; PAZIANI, S. de F.; PEDROSO, A. de F.; MARIM J.; RIBEIRO, J. L.; ZOPOLLATTO, M.; SCHMIDT, P.; JUNQUEIRA, M. C.; PACKER, I. U.; CAMPOS, F, P. de.
Fonte: Revista Brasileira de Zootecnia, v. 34, n. 3, p. 736-745, 2005. Publicador: Revista Brasileira de Zootecnia, v. 34, n. 3, p. 736-745, 2005.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
36.92%
Objetivou-se, com este trabalho, avaliar o efeito do emurchecimento e uso de enzimas fibrolíticas aplicadas durante a ensilagem de capim-tanzânia (Panicum maximum Jacq. cv. Tanzânia) ou antecedendo o fornecimento aos animais. Foram realizadas avaliações de parâmetros de fermentação e cinética ruminal, comportamento ingestivo, consumo voluntário e digestibilidade dos nutrientes em bovinos. Os tratamentos utilizados consistiram da ensilagem das forragens, conforme descrito: A - forragem emurchecida sem aplicação de enzimas; B - não-emurchecida sem aplicação de enzimas; C - emurchecida com aplicação de enzimas (2 L/t de massa verde); D - não-emurchecida com aplicação de enzimas e E - não-emurchecida com enzimas (10 L/t de massa verde) aplicadas após a abertura do silo e antes da oferta aos animais. Cinco novilhos da raça Nelore foram distribuídos ao acaso em delineamento do tipo quadrado latino 5 x 5, recebendo rações contendo 50% de silagem na MS. Os parâmetros de cinética de passagem de sólidos (2,23%/hora) e de líquidos (4,83%/hora) foram similares nos tratamentos avaliados. As médias das concentrações molares totais dos AGVs (109,62 mM) e de nitrogênio amoniacal (5,6 mg/dL) do fluido ruminal não foram alteradas. O emurchecimento da forragem determinou menor relação C2:C3 ruminal. O comportamento ingestivo dos animais não foi alterado com a adição de enzimas fibrolíticas na ensilagem...

Fucana magnetizada como suporte para imobilização de enzimas aplicadas na coagulação do leite

Silva, Valdeene Albuquerque Jansen da
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
36.92%
O polissacarídeo fucana extraído da alga Sargassum cymossum foi magnetizado e posteriormente usado como suporte para imobilização de enzimas coaguladoras do leite. A caracterização básica da enzima imobilizada foi realizada pela determinação da temperatura ótima, estabilidade térmica, influência do cloreto de cálcio na atividade coagulante do leite, re-uso e estocagem. O método de imobilização mostrou-se adequado, apresentando uma retenção em proteína de 80% e 78% para as duas enzimas testadas, quimosina bovina e quimosina bovina recombinante, respectivamente. A atividade coagulante do leite nestes DEIs (Derivados Enzimáticos Imobilizados) foi 11,8 U/mL e 1,33 U/mL, respectivamente para as quimosinas bovina e recombinante. As temperaturas ótimas encontradas foram 60ºC (36 U/mL) e 50ºC (3,53 U/mL) para as quimosinas bovina e recombinante imobilizadas, respectivamente. Experimentos de estabilidade térmica revelaram que ambas as enzimas imobilizadas foram mais sensíveis à temperatura quando comparadas as enzimas livres. A perda da atividade com relação à enzima livre foi 66,35% para quimosina bovina após 30 minutos a 35º C, e 16,54% para recombinante após 30 minutos a 35º C. A influência do CaCl2 na atividade coagulante do leite foi comprovada tanto para as enzimas livres quanto para as imobilizadas. Na ausência do cálcio...

Enzimas de organismos aquáticos e suas aplicações fisiológicas

Fernandes de Castro, Patricia; de Souza Bezerra, Ranilson (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
36.94%
Nos últimos anos, tem-se observado um aumento na demanda por produtos pesqueiros, seguido por um significativo incremento na produção mundial de organismos aquáticos. O crescimento da indústria pesqueira gera, como consequência, uma grande quantidade de resíduos e subprodutos ricos em biomoléculas, que são indevidamente descartados no ambiente. Esses resíduos podem ser usados em diversos estudos relacionados à fisiologia digestiva de espécies aquáticas de interesse comercial e ao desenvolvimento de ingredientes alternativos que possam ser usados como componentes de rações animais. O objetivo do presente trabalho foi investigar enzimas digestivas do hepatopâncreas de camarões peneídeos e avaliar o efeito de dietas com diferentes concentrações de hidrolisado protéico de camarão (HPC) sobre o crescimento, a composição corporal e a fisiologia digestiva de juvenis de Oreochromis niloticus. Amilases do hepatopâncreas dos camarões Farfantepenaeus subtilis (13g), Litopenaeus schmitti (23g) e L. vannamei (com 11 e 25g) e proteases do F. subtilis (6 e 13g) e F. paulensis (8g) foram caracterizadas a partir de estudos de atividade enzimática, inlcuindo pH e temperatura ótima, estabilidade térmica, efeito de íons metálicos e de inibidores...

Ação antimicrobiana de enzimas hidrolíticas produzidas por Trichoderma asperellum e imobilizadas em blendas de polímeros biodegradáveis.; Antimicrobial action of hydrolytic enzymes produced for Trichoderma asperellum and immobilized on biodegradable polymer blends.

SILVA, Barbara Dumas Santos
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Biologia; Ciências Biolóicas Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Biologia; Ciências Biolóicas
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.96%
The hydrolytic activity of enzymes produced by Trichoderma asperellum, immobilized biodegradable films, as growth inhibitor of microorganisms was tested. The inhibitory activity was demonstrated on Aspergillus niger, Penicillium sp. and Sclerotinia sclerotiorum, microorganisms usually related to the attack and/or food contamination at the field or packaged. We used two polymer blends with different compositions, cassava starch and poly-butylene adipate-co-terephthalate (Ecoflex®, BASF Chemical Company) and other composed for polyvinyl alcohol (PVA) and polysaccharide cashew gum (PEJU). T. asperellum was induced to produce enzymes involved in the attack mycoparasite (N-acetylglucosaminidases, β-1,3-glucanases, chitinases and proteases) by the addition of crude chitin in the growth medium. The enzymes produced in major quantity were N-acetylglucosaminidase and chitinase. The pool of enzymes produced in the experiments was then used for immobilization tests. The immobilization process was performed in films by two methods: covalent and ionic bonding. In both methods, the presence of immobilized hydrolytic enzymes resulted in reduced growth of microorganisms, but the covalent immobilization of the results were more expressive. S.sclerotiorum was the microorganism most sensitive...

Las enzimas en los alimentos : su importancia en la Química y la Tecnología de los alimentos

Pennacchiotti Monti, Irma; Schmidt Hebbel, Hermann
Fonte: Fundación Chile Publicador: Fundación Chile
Tipo: Libro
Português
Relevância na Pesquisa
36.94%
En el ámbito de la bioquímica de los alimentos la enzimología es quizás uno de los campos que se ha desarrollado más rápidamente en los últimos años. Los amplios estudios realizados en esta área han puesto en evidencia la importancia de los procesos enzimáticos en la elaboración y conservación de los alimentos. Fenómenos tan importantes en la tecnología actual, como las reacciones de pardeamiento enzimático (frutas), de rancidez (grasas y aceites), de coloración (vegetales verdes), de textura (salsa de tomate) son ejemplos muy conocidos de la intervención de enzimas. Estas sustancias catalizadoras de los procesos vitales pueden presentarse extraordinariamente activas durante el periodo posterior a la cosecha (alimentos vegetales) y los cambios que ellas determinan pueden influir en forma considerable sobre los caracteres organolépticos, textura y presentación del producto terminado. Así como hay enzimas perjudiciales que deben ser inactivadas en el momento oportuno, hay otras que la tecnología de los alimentos utiliza para una mejor preparación del alimento, como lo son las enzimas de filtración o de clarificación, las enzimas proteoliticas, para ablandar las carnes. La glucosa-oxidasa, que permite eliminar la glucosa de ciertos alimentos...

Mejoramiento de la termoestabilidad de enzimas mediante dinámica molecular y análisis de componentes principales

Jofré Escobar, Javier Andrés
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
Português
Relevância na Pesquisa
36.97%
Magíster en Ciencias de la Ingeniería - Mención Química; Ingeniero Civil con Mención en Biotecnología; La industria biotecnológica precisa del uso de enzimas optimizadas, en particular, de termoestabiliad elevada ya que procesos industriales como la elaboración de biocombustibles de segunda generación requieren temperaturas de operación por sobre las temperaturas óptimas para la mayoría de las enzimas. El diseño de nuevas enzimas modificando enzimas ya existentes puede ser un proceso extensivo en términos experimentales y analíticos y no asegura necesariamente un grado determinado de mejora. En el presente trabajo se desarrolló una nueva herramienta para el mejoramiento de la termoestabilidad de enzimas con énfasis en dinámica molecular. Se diseñó un procedimiento para simular el comportamiento de la estructura de la proteína estudiada a tres diferentes temperaturas, 300, 350 y 400K. Se elaboró un nuevo índice de flexibilidad usando análisis de componentes principales, el valor if, que a partir de la simulación, permite determinar las regiones más flexibles y candidatas a ser rigidizadas para mejorar la termoestabilidad. Las estructuras de las variantes diseñadas a partir de lo anterior se simularon para evaluar su grado de mejora en términos de la flexibilidad y compactación. El procedimiento se validó mediante su aplicación a las estructuras de las enzimas Cel7A de Talaromyces emersonii y Cel7B de Melanocarpus albomyces. Se recuperaron regiones identificadas en otro estudio como flexibles y se encontraron nuevas regiones para ser rigidizadas. De la aplicación del procedimiento a la enzima Cel72 se obtuvieron 3 nuevas enzimas de las cuales dos mostraron reducir la compactación respecto de la nativa y una mostró reducir la flexibilidad de la estructura. Se diseñó una estrategia para mejorar la termoestabiliad de enzimas...

Enzimas lipolíticas de krill antártico : purificación y caracterización, ¿enzimas adaptadas al frío?

Barriga González, Andrés Antonio
Fonte: Universidad de Chile; Programa Cybertesis Publicador: Universidad de Chile; Programa Cybertesis
Tipo: Tesis
Português
Relevância na Pesquisa
36.96%
La temperatura es uno de los factores ambientales más importantes para la vida, siendo los ambientes fríos los que presentan la mayor distribución en la biosfera. Diferentes organismos han desarrollado diversas estrategias de tolerancia y adaptación al frío, entre ellas la síntesis de enzimas adaptadas/activas a bajas temperaturas. Estas enzimas especializadas se caracterizan por una alta eficiencia catalítica, temperaturas óptimas desplazadas a bajas temperaturas y termolabilidad a temperaturas moderadas. La disponibilidad del krill antártico, pequeño crustáceo explotado con fines comerciales, ha permitido el estudio de sus actividades enzimáticas. En el Centro de Ingeniería Bioquímica y Biotecnología los estudios se han centrado principalmente en la actividad proteasa y lipasa. Las enzimas lipolíticas están involucradas en le metabolismo lipídico, siendo las lipasas responsables de la hidrólisis y síntesis de triacilgliceroles. Basados en estos antecedentes se propone la siguiente hipótesis de trabajo: “el krill antártico Eupausia superba Dana posee enzimas lipolíticas adaptadas al frío, capaces de actuar in vitro a bajas temperaturas”, para el abordaje de esta hipótesis se desarrollaron tres objetivos específicos: (i) separación y obtención de enzimas lipolíticas de krill antártico...