Página 1 dos resultados de 293 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Regulação dos Afetos e Expressão Facial das Emoções em Arteterapia

Cruz, Paula Maria Marta Ribeiro da
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.6%
Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para a obtenção do grau de Mestre em Psicologia, Ramo de Psicologia Clínica e da Saúde; O presente trabalho procura articular três eixos de pesquisa: a arteterapia, a regulação dos afetos e a expressão facial das emoções, e divide-se em três partes: uma introdução teórica, a metodologia e a conclusão. Na primeira parte, apresenta-se, num primeiro momento, a arteterapia como contexto do estudo, pois é no contexto de um processo de intervenção arteterapêutico que irá decorrer o nosso estudo. Referem-se as principais contribuições de Freud, de Jung, de Klein, de Winnicott e de Milner, o inconsciente, o inconsciente coletivo e os arquétipos, as relações de objeto, o espaço potencial e o brincar, o modelo de intervenção arteterapêutica. Num segundo momento, denominado por enquadramento teórico, reflete-se sobre a regulação dos afetos, a contribuição do modelo de vinculação, apresenta-se o modelo de biofeedback social do espelhamento parental dos afetos, e analisa-se ainda a relação entre regulação dos afetos, o processo de mentalização e o desenvolvimento do self. Finalmente, a expressão facial das emoções é apresentada como objeto de estudo do presente trabalho...

Expressão facial da emoção

Braz, Miguel Ricardo Oliveira Barroso
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.6%
Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciado em Criminologia; O estudo e existência de literatura sobre a expressão facial da emoção em Portugal é ainda consideravelmente reduzido. Assim, pretende-se com este projecto de graduação contribuir para a sua divulgação, expansão e solidificação. A expressão facial da emoção está presente em todos os indivíduos, podendo ser aplicável a todas as áreas do conhecimento científico sobre a humanidade. O principal objetivo desta investigação passa por comprovar cientificamente que a expressão facial da emoção pode ser uma técnica para analisar alterações na qualidade de vida do indivíduo. Para o efeito, serão estudados dois grupos de pessoas que têm como principal diferença a prática de uma actividade desportiva.; The study and the existence of literature about facial expression of emotion in Portugal still considerably reduced. Thus, it is intended with this graduation project contribute to its dissemination, expansion and solidification. The facial expression of emotion is present in all individuals, and may be applicable to all areas of scientific knowledge about humanity. The main objective of this research involves scientifically prove that the facial expression of emotion can be a technique to analyze changes in the quality of life of the individual. To this end...

Expressão facial da emoção

Ribeiro, João Paulo Alves
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.6%
Projecto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciado em Criminologia; O estudo da expressão facial da emoção em Portugal destaca-se, e destaca, em particular, o trabalho científico produzido pelo Professor Doutor Freitas-Magalhães. Contudo, a literatura e a evidência empírica produzida é ainda, parca e diminuta. O objetivo do presente projeto de graduação é, não só, acompanhar a tendência científica de investigação da aplicação da análise da emoção através da expressão facial a diferentes áreas do saber, como também, aprofundar e difundir esta área. Assim, partindo das características usualmente associadas à agressividade, pretende-se estabelecer um paralelismo e, possível correlação, de determinados marcadores na expressão facial que atuem como preditores da agressividade. Para o efeito, foram analisadas imagens em vídeo e fotografias de determinados indivíduos quando em situações de confronto com terceiros (e.g. vítimas, juízes, policias).; The study on facial expression of emotion in Portugal stands out and highlights in particular the scientific work produced by Professor Freitas-Magalhães. However, literature and produced empirical evidence is still scant and small. The objective of this graduation project is not only to follow the trend of scientific research of the application of the analysis of emotion through facial to different areas of knowledge...

O reconhecimento das emoções básicas através da expressão facial: estudo comparativo

Rodrigues, Priscila Morgado do Couto
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
56.35%
Partindo do pressuposto que as emoções podem ser definidas como uma realidade multidimensional, e reconhecendo a universalidade da sua expressão e reconhecimento nos rostos humanos, de acordo com o postulado pela Teoria Neurocultural das Emoções, procedeu-se a um estudo comparativo, com o principal objectivo principal de verificar a exactidão do reconhecimento das emoções básicas, junto de populações específicas, através de imagens de expressões faciais que obedecem a critérios universais de exibição. Da aplicação do Teste de Reconhecimento das Emoções Básicas a uma amostra de 239 participantes, sendo 32 deles psicólogos, 74 estudantes de psicologia e 133 indivíduos com várias outras profissões, resultaram diferenças significativas na prestação dos sujeitos, ao nível do género, idade e profissão. A emoção melhor reconhecida foi a Alegria, como era esperado, e a mais difícil de identificar a Raiva, ao contrário do habitual nestes estudos.; Considering that emotions can be defined as a multidimensional reality, and recognizing the universality of their display, such as Neurocultural Theory claims, a comparative study was made, regarding evaluate basic emotions recognition accuracy in specific groups...

"Percepção de expressões faciais da emoção e lateralização cerebral". ; Perception of facial expressions and brain lateralization.

Alves, Nelson Torro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/09/2004 Português
Relevância na Pesquisa
46.53%
Tem sido freqüentemente discutido na literatura científica o papel que desempenha cada hemisfério cerebral no processamento da informação emocional. O estudo realizado teve por objetivo investigar o padrão de dominância hemisférica para a percepção das expressões faciais de alegria, tristeza, raiva e medo. Em dois experimentos realizados foi utilizada a técnica de estudo campo visual dividido com a apresentação taquitoscópica de estímulos por 150 ms na tela de um monitor. Os estímulos foram compostos com fotografias de faces de quatro indivíduos (2H, 2M) retiradas da série Pictures of Facial Affect. Vinte e um observadores destros (9H, 12M) participaram do experimento 1. Em cada tentativa eram apresentadas duas fotografias de faces, uma à esquerda e outra à direita do ponto de fixação na tela do computador, em quatro diferentes condições: 1) face com emoção à esquerda e face neutra à direita, 2) face neutra à esquerda e face com emoção à direita, 3) face com emoção à direita e à esquerda, 4) face neutra à direita e à esquerda. Em cada tentativa, os observadores determinaram o lado em que havia sido apresentada a face que aparentava expressar mais emoção. Dezessete observadores destros (8H, 9M) participaram do experimento 2. Em cada apresentação de estímulo...

O uso da música e de estímulos vocais em pacientes em estado de coma: relação entre estímulo auditivo, sinais vitais, expressão facial e escalas de Glasgow e Ramsay.; The use of music and vocal stimuli in patients in coma state – relations between auditory stimulus, vital signs, face expression and Scale of Glasgow or Scale of Ramsay.

Puggina, Ana Cláudia Giesbrecht
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/07/2006 Português
Relevância na Pesquisa
46.45%
Os objetivos desse trabalho foram: (1) verificar a influência da música e mensagem oral sobre os Sinais vitais e Expressão facial dos pacientes em coma fisiológico ou induzido; (2) relacionar a existência de responsividade do paciente com a Escala de Coma de Glasgow ou com a Escala de Sedação de Ramsay, no que se refere ao estímulo musical e ao estímulo verbal. Foi realizado um Ensaio Clínico Controlado e Randomizado, a amostra consistiu-se de 30 pacientes de uma UTI, que foram divididos em 2 grupos: Grupo controle (sem estímulos auditivos) e Grupo experimental (com estímulos auditivos). Os familiares elaboraram uma mensagem gravada com a sua própria voz e escolheram uma música de acordo com a preferência do paciente, que foram gravadas no mesmo CD. Foram feitos dois CD’s idênticos em tempo de gravação; um com e outro sem estímulos para, então, ser feita a divisão aleatória dos grupos. Os pacientes foram avaliados segundo uma das Escalas, usaram fones de ouvido e foram submetidos a três sessões, em dias consecutivos. Durante as sessões, os dados referentes aos Sinais vitais e Expressão facial foram anotados em um instrumento de coleta de dados. Encontramos alterações estatisticamente significativas nos Sinais vitais (Saturação de O2 – sessão 1; Saturação de O2 – sessão 3; Frequência respiratória – sessão 3) durante a mensagem e na Expressão facial...

Avaliação neuropsicológica de funções executivas e da variabilidade simpático/parassimpática cardíaca de pacientes com transtorno de estresse pós-traumático

Menezes, Itiana Castro
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.59%
O transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) é um distúrbio psiquiátrico que desenvolve-se após a exposição do indivíduo a um evento extremamente estressante. Pacientes com esse transtorno tem um acentuado prejuízo em sua qualidade de vida, considerando os sintomas que incluem o prejuízo das funções executivas, assim como a hiper-reatividade simpático/parassimpática, somados ao possível desenvolvimento de outras comorbidades associadas ao TEPT. Ainda são raros os estudos que investiguem esses aspectos nos pacientes com TEPT na população brasileira. Visando conhecer as particularidades neuropsicológicas e psicofisiológicas presentes nesse transtorno para poder, futuramente, contribuir para desenvolvimento de tratamentos mais eficazes e específicos, o presente trabalho teve como objetivos gerais: a) avaliar características e habilidades neuropsicológicas de pacientes com TEPT e compará-las com as de indivíduos do grupo controle; e, b) estudar a variabilidade dos componentes simpático e parassimpático cardíacos de pacientes com TEPT e de indivíduos controle submetidos à percepção de expressões faciais com valências emocionais, de forma consciente e não-consciente. A amostra contou com indivíduos adultos...

Biofeedback eletromiográfico no tratamento da disfunções orofaciais neurogênicas: Revisão integrativa de literatura

Freitas, Gabriela SIlva de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: xx f.
Português
Relevância na Pesquisa
46.56%
TCC(graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde. Fonoaudiologia.; Introdução: Várias são as estratégias utilizadas na terapia fonoaudiológica para conscientização da realização de um padrão ideal das funções orofaciais e de fala. O uso do biofeedback eletromiográfico ainda é pouco descrito na Fonoaudiologia. Esta técnica vem se mostrando uma modalidade eficaz no tratamento de uma variedade de distúrbios neuromusculares, podendo ser utilizado no auxilio do treinamento de relaxamento muscular, de coordenação muscular, assim como no recrutamento de maior número de unidades motoras durante atividade do músculo trabalhado. Objetivo: Determinar se o uso do biofeedback eletromiográfico na terapia voltada às funções orofaciais (expressão facial, mastigação, deglutição, fonação e fala) produz efeitos benéficos para os indivíduos com doenças neurológicas. Métodos: Estudo de revisão integrativa da literatura, no qual foi realizada uma busca nas bases de dados Medline (por meio do portal Pubmed), Lilacs e Scielo (por meio do portal Bireme), por meio dos descritores “electromyographic biofeedback”, “swallowing”, “speech” “chewing”, “phonation”, e “facial expression”. A busca nas bases de dados e a seleção dos artigos foi realizada independentemente por duas pesquisadoras e...

Para além das mãos: elementos para o estudo da expressão facial (EF) em Língua Gestual Portuguesa (LGP)

Morais, Amilcar; Jardim, João Champalimaud; Silva, Ana; Mineiro, Ana
Fonte: UCEditora Publicador: UCEditora
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.54%
O presente artigo aborda a expressão facial (EF) enquanto parâmetro fonológico na Língua Gestual Portuguesa (LGP). A expressão facial em LGP assume assim funções linguísticas gramaticalizadas promovendo, por um lado a entoação e por outro lado a estruturação morfofonológica dos gestos em LGP. A EF não parece possuir o mesmo valor linguístico em todas as línguas gestuais no mundo e neste artigo aventámos a hipótese que não se encontra confirmada de ela assumir um maior relevo nas línguas gestuais dos países que aderiram às orientações do Congresso de Milão (1880), nomeadamente a LGP.; ABSTRACT - This article looks into facial expression (EF) as a phonological parameter in Portuguese Sign Language (LGP). In LGP, facial expression assumes grammatical linguistic functions, and it promotes intonation and morphophonological structure in LGP signs. EF does not posess the same linguistic value in every sign language in the world. In this article we propose the not confirmed hypothesis that EF might have a more relevant part in sign languages that have obeyed the orientations of the Milan Congress (1880). This is the case of LGP.

Emoções e Expressão Facial: Novos Desafios

De Sousa, Cristina
Fonte: Edições Colibri Publicador: Edições Colibri
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.45%
Partindo de questões controversas na pesquisa sobre a emoção e as expressões faciais, revemos posições teóricas da Abordagem da Expressão Emocional e apresentamos alternativas de pesquisa. São analisadas questões como: terminologia; expressões involuntárias ou deliberadas; tipo de informação que deriva das e expressões faciais; cultura versus universalidade das expressões faciais da emoção; influência do contexto; metodologia. Novos desafios de pesquisa são enfatizados quando analisamos as directrizes emergentes na pesquisa da ligação entre emoção e expressão facial, que apontam para: influência dos aspectos sociais e comunicativos, multifuncionalidade; dialectos emocionais específicos de cada cultura; valorização crescente do contexto; análise dos componentes; comportamento facial como variável dependente; análise de contextos naturais; ênfase nos Modelos Componenciais.

Vinculação e expressão facial de emoções em crianças

Barata, Filipa Gonçalves
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
56.41%
Mestrado em Psicologia das Emoções; Este trabalho tem por objectivo contribuir para uma melhor compreensão da relação entre diferentes padrões de vinculação e expressões faciais de emoção em crianças. Recorreu-se a uma amostra constituída por 25 díades figura de vinculação – criança, tendo as crianças idade compreendida entre os 12 e os 24 meses. A recolha de dados foi realizada em três locais. Para a avaliação da qualidade da vinculação, utilizou-se o procedimento laboratorial Situação Estranha (Ainsworth, Blehar, Waters, & Wall, 1978) e para a análise das expressões faciais de emoção recorreu-se ao instrumento BabyFACS (Oster, 2009). A amostra é composta por 20 crianças com vinculação segura, 3 com vinculação insegura ambivalente-resistente e 2 com vinculação insegura evitante. Os resultados mostram a existência de uma relação significativa entre os padrões de vinculação e as expressões faciais de emoção, bem como uma associação significativa entre as expressões faciais de emoção e os episódios analisados da Situação Estranha.; The goal of this investigation is to contribute to a better understanding of the relationship between attachment styles and facial expressions of emotion in children. The sample was comprised of 25 dyads attachment figure-child and the children were aged between 12 and 24 months. The data was collected in three different places. The Strange Situation (Ainsworth...

Fatores que interferem no reconhecimento por adultos da expressão facial de dor no recém-nascido

Balda,Rita de Cássia X.; Almeida,Maria Fernanda B.; Peres,Clóvis de Araújo; Guinsburg,Ruth
Fonte: Sociedade de Pediatria de São Paulo Publicador: Sociedade de Pediatria de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 Português
Relevância na Pesquisa
66.52%
OBJETIVO:Avaliar quais fatores relacionados ao observador adulto interferem no reconhecimento da expressão facial de dor do recém-nascido a termo. MÉTODOS: Foram entrevistados 405 indivíduos (191 profissionais da área da saúde da criança e 214 pais/mães de recém-nascidos), pesquisando-se características pessoais, profissionais e socioeconômicas. Ao término da entrevista, cada indivíduo observou três séries de fotos de três bebês diferentes, cada série com oito fotos da face de cada neonato em oito tempos diferentes (T1, T3, T6 e T8: repouso; T2: estímulo luminoso; T4 e T5: fricção do calcâneo; T7: punção) e respondeu à seguinte pergunta: em qual foto desta prancha o senhor acha que o bebê está sentindo dor? Os 405 entrevistados foram analisados de acordo com número de acertos para as três séries de fotos por regressão linear múltipla. RESULTADOS: Constatou-se um menor número de acertos para os entrevistados sem parceiro fixo, com maior número de filhos, renda per capita elevada, atuação profissional na área da saúde e escolaridade inferior a 16 anos ou com atuação profissional em outras áreas que não a da saúde e escolaridade superior a 16 anos. Ou seja, os entrevistados detentores dessas características tiveram maior dificuldade para reconhecer a expressão facial de dor do recém-nascido. CONCLUSÕES: Diante da heterogeneidade dos fatores que interferem no reconhecimento da expressão facial de dor no recém-nascido por observadores adultos aqui encontrada...

A expressão da modularidade

Ades,César
Fonte: Universidade de São Paulo, Departamento de Filosofia Publicador: Universidade de São Paulo, Departamento de Filosofia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 Português
Relevância na Pesquisa
56.26%
Desde Fodor (1983) a modularidade comportamental tem gerado fortes controvérsias, especialmente em torno do quanto são especializados os módulos eventuais e do quanto são encapsulados, isto é, independentes de controles externos. No presente ensaio, depois de rever formulações precursoras a respeito de instinto e de aprendizagens especializadas e de expor as características básicas da modularidade, tomo, como estudo de caso, pesquisas sobre a percepção da expressão facial da emoção, mostrando tanto o lado especializado desse processo como a sua abertura para controles externos. Termino defendendo a necessidade de, junto à estratégia de delimitar processos comportamentais especializados, colocar a questão de como eles se integram e se controlam uns aos outros e são eventualmente gerenciados por processos gerais.

Expressões faciais de dor

Gil, Maria Luísa Esperança Carreiras Marques
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
46.47%
A expressão facial de dor é composta por diferentes acções faciais consoante as condições em que se manifesta, nomeadamente, entre a condição espontânea e a controlada, podendo a última ser simulada ou inibida. Assim, o objectivo deste estudo consiste em identificar as diferentes unidades de acção facial de dor em três condições: espontânea, simulada e inibida, bem como procurar a existência de diferenças entre géneros. Foram filmadas as expressões faciais de 24 participantes (12 homens; 12 mulheres), submetidos ao CPT (cold pressor test - teste de Ruch) em 3 condições experimentais: espontânea, simulada e inibida. As expressões faciais obtidas foram codificadas pelo sistema FACS (Facial Action Coding System, Ekman, Friesen & Hager, 2002). Os resultados obtidos indicam que não há diferenças de género no tipo de acções expressadas. Contudo, no total, as mulheres usam mais expressões faciais do que os homens. Relativamente às diferenças entre condições verificamos também uma maior proporção de acções faciais entre a condição espontânea e inibida, mas não entre a espontânea e simulada; ABSTRACT: The facial expression of pain is composed by different facial actions depending on the conditions under which manifests itself...

A expressão da modularidade

ADES, César
Fonte: Universidade de São Paulo, Departamento de Filosofia Publicador: Universidade de São Paulo, Departamento de Filosofia
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
56.4%
Desde Fodor (1983) a modularidade comportamental tem gerado fortes controvérsias, especialmente em torno do quanto são especializados os módulos eventuais e do quanto são encapsulados, isto é, independentes de controles externos. No presente ensaio, depois de rever formulações precursoras a respeito de instinto e de aprendizagens especializadas e de expor as características básicas da modularidade, tomo, como estudo de caso, pesquisas sobre a percepção da expressão facial da emoção, mostrando tanto o lado especializado desse processo como a sua abertura para controles externos. Termino defendendo a necessidade de, junto à estratégia de delimitar processos comportamentais especializados, colocar a questão de como eles se integram e se controlam uns aos outros e são eventualmente gerenciados por processos gerais.; Since Fodor's seminal publication (1983), behavioral modularity has generated much controversy, mainly centered on the amount of specialization of eventual modules and the degree of their encapsulation (autonomy with regard to external control). After reviewing precursor formulations about instinct and specialized learning processes and examining basic properties of modularity, I take, as a case study, research on the perception of facial expressions of emotion and I show that results support both specialization and openness to external control. I argue...

Gender differences among undergraduates in the recognition of emotional facial expressions; Diferencias de género entre estudiantes universitarios en el reconocimiento de expresiones faciales emocionales; Diferenças de gênero entre universitários no reconhecimento de expressões faciais emocionais

Pinto, Bruno Maciel de Carvalho; Dutra, Natália Barros; Filgueiras, Alberto; Juruena, Mario Francisco; Stingel, Ana Maria
Fonte: Universidade do Rosário Publicador: Universidade do Rosário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 19/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
46.39%
The perceptive accuracy of university students was compared between men and women, from sciences and humanities courses, to recognize emotional facial expressions. emotional expressions have had increased interest in several areas involved with human interaction, reflecting the importance of perceptive skills in human expression of emotions for the effectiveness of communication. Two tests were taken: one was a quick exposure (0.5 s) of 12 faces with an emotional expression, followed by a neutral face. subjects had to tell if happiness, sadness, anger, fear, disgust or surprise was flashed, and each emotion was shown twice, at random. on the second test 15 faces with the combination of two emotional expressions were shown without a time limit, and the subject had to name one of the emotions of the previous list. in this study, women perceived sad expressions better while men realized more happy faces. there was no significant difference in other emotions detection like anger, fear, surprise, disgust. Students of humanities and sciences areas of both sexes, when compared, had similar capacities to perceive emotional expressions; Se comparó la precisión de hombres y mujeres de los cursos universitarios en las áreas de la ciencia y las artes en la percepción de expresiones faciales emocionales. Las expresiones emocionales han despertado un creciente interés en diversas áreas relacionadas con la interacción humana...

Dor em bovinos na marcação a ferro quente : expressão facial, outros indicadores comportamentais e fisiológicos e a percepção dos produtores

Müller, Bruno Roberto
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 77f. : il., tabs., grafs., algumas color.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.52%
Orientadora : Profª Drª Carla Forte Maiolino Molento; Co-orientador: Prof. Dr. Ricardo Guilherme D'Otaviano de Castro Vilani; Co-orientadora: Profª. Drª. Simone Gisele de Oliveira; Texto em português e inglês; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias. Defesa: Curitiba, 20/03/2015; Inclui referências; Área de concentração : Ciências Veterinárias; Resumo: A dor é reconhecida como uma experiência subjetiva aversiva que está relacionada com sofrimento e afeta de forma significativa o bem-estar animal. Na bovinocultura de corte, os animais são submetidos a práticas de manejo que envolvem procedimentos dolorosos, como castração, descorna, caudectomia e marcação. A marcação a ferro quente é prática comum no mundo todo e nem sempre vem acompanhada de anestesia ou analgesia. Uma das principais razões da negligência no manejo e tratamento da dor em animais de produção é a dificuldade de reconhecimento da dor. Há demanda por novos métodos de diagnóstico que sejam práticos e viáveis para aplicação em situações de campo. Assim, os objetivos deste trabalho foram explorar o potencial da expressão facial e outras medidas comportamentais e fisiológicas como indicadores de dor em bovinos e identificar a percepção de produtores sobre a marcação a ferro quente e suas consequências para o bem-estar animal. Esta dissertação foi dividida em cinco capítulos: (1) Apresentação; (2) Expressões faciais associadas à dor em bovinos de corte; (3) Diagnóstico de dor em bovinos de corte por meio de expressões faciais e outros indicadores fisiológicos e comportamentais; (4) Percepção de produtores de bovinos de corte acerca da marcação a ferro quente e suas consequências para o bem-estar animal; e (5) Considerações finais. No capítulo dois...

Autismo e expressão facial; Autism and Facial Expression

Roboredo, Silvia Socorro Pacheco da Costa
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
Português
Relevância na Pesquisa
56.45%
Na criança é inata a capacidade de leitura e reconhecimento facial das emoções no outro. No autismo, essa condição está prejudicada. Muitos indivíduos autistas apresentam uma ausência de reciprocidade social e emocional, uma incapacidade de reconhecimento facial das emoções. A literatura mostra prejuízos nas áreas da: interação social, comunicação e imaginação. A imaginação estaria relalcionada à incapacidade de compreensão dos desejos e crenças do outro, um prejuízo intimamente relacionado a um atraso em desenvolver o que foi nomeado como teoria da mente. Assim, essa pesquisa teve por objetivo verificar se o treino em crianças autistas de identificação das expressões faciais é utilizado como prática para o desenvolvimento de habilidades sociais. Além disso, esse projeto pretendeu identificar quais instrumentos são fundamentais para esse treino de reconhecimento das expressões faciais de diferentes emoções por crianças autistas. Para tanto, foram aplicados dois questionários, produzidos pela pesquisadora, com quatro profissionais de uma Clínica Psicopedagógica. Os resultados foram avaliados a partir de dados quantitativos e da frequência de resposta às questões abertas que foram categorizadas conforme ocorrência nos itens. Os resultados indicaram que há dificuldade das profissionais na compreensão e distinção entre instrumentos...

A relação entre a expressão facial de alegria e aprendizagem

Viana, Esther Rodrigues Alves de Melo
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
Português
Relevância na Pesquisa
66.59%
O estudo das expressões das emoções nos homens e animais foi preconizado pelo biólogo Charles Darwin no inicio do século XIX. Paul Ekman estudou as expressões das emoções através dos músculos faciais e concluiu que existem seis expressões que independentemente da cultura são caracterizadas universais. Dentre as expressões universais, destaca-se a expressão de alegria como a de menor incidência de erros na interpretação da expressão. Este estudo teve por objetivo avaliar se a expressão facial de alegria do professor durante a explicação de um conteúdo altera a percepção de agradabilidade e o processo de aprendizagem do aluno. Para tanto dois grupos de alunos de um curso de graduação em Psicologia de Brasília (um com 46 e outro com 34 participantes) foram aleatoriamente selecionados para participarem desse projeto respondendo a três questionários após assistirem a dois vídeos. Os grupos foram divididos em função da presença ou ausência de expressões de alegria da atriz nas gravações. Os resultados foram avaliados por meio de análise descritiva do Excel e indicaram que a agradabilidade do professor não é o elemento essencial para que o sujeito se torne desejante pelo saber, embora os dados evidenciam que os alunos preferem assistir a aula com professores que apresentem expressões de satisfação (dentre elas a de alegria). Assim...

A expressão da modularidade

Ades, César
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2009 Português
Relevância na Pesquisa
56.4%
Desde Fodor (1983) a modularidade comportamental tem gerado fortes controvérsias, especialmente em torno do quanto são especializados os módulos eventuais e do quanto são encapsulados, isto é, independentes de controles externos. No presente ensaio, depois de rever formulações precursoras a respeito de instinto e de aprendizagens especializadas e de expor as características básicas da modularidade, tomo, como estudo de caso, pesquisas sobre a percepção da expressão facial da emoção, mostrando tanto o lado especializado desse processo como a sua abertura para controles externos. Termino defendendo a necessidade de, junto à estratégia de delimitar processos comportamentais especializados, colocar a questão de como eles se integram e se controlam uns aos outros e são eventualmente gerenciados por processos gerais.; Since Fodor's seminal publication (1983), behavioral modularity has generated much controversy, mainly centered on the amount of specialization of eventual modules and the degree of their encapsulation (autonomy with regard to external control). After reviewing precursor formulations about instinct and specialized learning processes and examining basic properties of modularity, I take, as a case study, research on the perception of facial expressions of emotion and I show that results support both specialization and openness to external control. I argue...