Página 1 dos resultados de 1755 itens digitais encontrados em 0.024 segundos

Políticas de formação de recursos humanos em saúde e enfermagem; Development policies of health and nursing human resources; Políticas de formación de recursos humanos en salud y enfermería

ALMEIDA, Luciana Pavanelli von Gal de; FERRAZ, Clarice Aparecida
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
86.15%
O movimento sanitário trouxe ao cenário da educação demandas de formação em saúde orientada para atenção básica, tendo em vista o descompasso da atuação profissional diante das necessidades de saúde da população. Trata-se de pesquisa documental com objetivo de identificar no marco das Conferências Nacionais e de Recursos Humanos em Saúde, no período de 1986 a 2005, as políticas de formação de recursos humanos. Os resultados revelaram que o debate acerca da formação em enfermagem se inscreve nas seguintes categorias: marcos legais da formação em enfermagem; dimensão curricular na formação em saúde; perspectiva das metodologias de ensino-aprendizagem e capacitação de recursos humanos em saúde. Essa trajetória de debate assinala o caminho a percorrer na atualidade pelas diferentes instâncias de formação.; The sanitary movement brought about, in the educational setting, demands for health training focused on primary care, considering the inconsistency between professional practice and population health needs. This is a documental research with the objective to identify human resources development policies in National and Health Human Resources Conferences, in the period from 1986 to 2005. Results show that the debate concerning nursing education is presented in the following categories: legal landmarks in nursing education; curricular dimension of health education; perspectives of teaching-learning methods; and health human resources training. This course of debate shows the current path that different education instances should trail.; El movimiento sanitario trajo al escenario de la educación demandas de formación en salud orientada para la atención básica...

Trajetória profissional na estratégia saúde da família: em foco a contribuição dos cursos de especialização; Professional trajectories in the family health strategy: focusing the contribution of the specialization courses

Silva, Tatiane Aparecida Moreira da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
75.99%
A formação de profissionais para atuar na Estratégia Saúde da Família (ESF) é um problema importante para a qualificação da Atenção Básica (AB) no Brasil. O objetivo desta pesquisa foi analisar a trajetória profissional dos egressos dos Cursos de Especialização em Saúde da Família, oferecidos pelo Pólo de Formação, Capacitação e Educação Permanente em Saúde da Família da Região Metropolitana de São Paulo. Trata-se de um estudo de caso, de natureza descritiva e exploratória, com abordagem qualitativa. Foram sujeitos deste estudo 11 egressos dos cursos de especialização ocorridos no período de 2002 a 2004. Os resultados mostraram que os casos estudados representam principalmente a trajetória de mulheres, com mais de 40 anos de idade, nascidas no Estado de São Paulo e graduadas em medicina e enfermagem em escolas privadas há mais de 20 anos. A análise das trajetórias mostrou que seis profissionais não trabalham mais na mesma unidade de saúde na qual trabalhavam no início do curso e que todos possuem experiência em AB. Com relação à capacitação prévia, todos haviam feito o curso introdutório; entretanto, três não fizeram capacitação clínica para os ciclos de vida. A maioria dos sujeitos desta pesquisa relatou baixa identidade com a ESF...

A formação crítico-reflexiva em enfermagem no contexto do fortalecimento do SUS: o que falam os professores e alunos; The critical-reflexive formation in nursing in the context of the SUS strengthening: what the professors and the students say

Pessoa, Daniela França Barros
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/09/2011 Português
Relevância na Pesquisa
75.94%
A educação universitária em Enfermagem, no Brasil, enfrenta desafios postos pela necessidade de formação de profissionais generalistas, críticos e reflexivos que contribuam, não só para a melhoria da atenção prestada pelo enfermeiro e pela equipe de saúde, mas, também, para o fortalecimento da identidade profissional, para que se efetive o compromisso na implementação dos princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde. Baseando-se no movimento macroestrutural de implementação das políticas públicas rumo a essa priorização, este trabalho objetiva apreender, junto aos docentes e discentes de uma instituição federal de ensino superior da Região Centro-Oeste do Brasil, a compreensão sobre a formação crítico-reflexiva, assim como as estratégias para essa formação no contexto da enfermagem. O percurso metodológico adotado foi baseado na abordagem qualitativa, amparada pelo referencial teórico da educação de Paulo Freire, sendo o empírico captado mediante a realização de entrevistas semiestruturadas com docentes e discentes da IES cenário da pesquisa, além de fontes secundárias sobre a proposta do curso de enfermagem. Procedeu-se à análise de conteúdo em sua vertente temática, identificando-se três categorias empíricas: o docente da IES - dimensão pessoal e profissional; formação crítico-reflexiva do enfermeiro - componentes e sujeitos fundamentais do processo educativo; o olhar dos docentes e alunos sobre a formação crítico-reflexiva do enfermeiro. Destaca-se...

Produção científica e formação de recursos humanos em bioquímica no Rio Grande do Sul

Berti, Luciana Calabró
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
85.96%
A produção científica brasileira em Bioquímica está crescendo rapidamente, e o Rio Grande do Sul se destaca nesse contexto. Por esta razão, o objetivo deste estudo é caracterizar, no período de 1999 a 2010, os professores/pesquisadores de Bioquímica das IES públicas federais, 1 pública estadual e privadas do RS, analisando sua produção científica (número de artigos científicos publicados, número de dissertações e teses orientadas) e fomento estadual (FAPERGS) e federal (CNPq, CAPES e FINEP). Além disso, objetiva também analisar o perfil, a produção científica, a formação de recursos humanos e a rede de colaboração científica dos Doutores formados nos PPGs em Bioquímica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS e em Bioquímica Toxicológica da Universidade Federal de Santa Maria, UFSM. Constatamos que a maioria dos professores/pesquisadores em Bioquímica de todas as Instituições, públicas ou privadas, é titulada, mas nem todos conseguem exercer atividades de pesquisa aliadas àquelas de ensino nas instituições que os acolhem e que os PPGs em Bioquímica da UFRGS e Bioquímica Toxicológica da UFSM criaram vínculos para investigação científica que propiciaram o intercâmbio de professores/pesquisadores de tal maneira que muitos orientadores que atuam em ambas IES...

A formação de recursos humanos em odontologia e as exigências do setor público

Lazeris, Andréa Manente
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
85.97%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Odontologia; Necessário se faz investigar a estrutura em que se fundamenta a odontologia e o setor público de saúde, analisando suas contradições e compreender as relações entre a prática pública e a formação profissional odontológica. O objetivo geral do presente estudo é avaliar a formação de recursos humanos em odontologia frente às exigências do setor público. Foi realizada pesquisa aplicada, quantitativa e exploratória, sendo classificada como tipicamente de campo, caracterizando-se como um estudo de caso. Foi aplicado um questionário entre os cirurgiões-dentistas que trabalham no Serviço Público de Saúde do município de Itajaí-SC. Foram analisados os procedimentos realizados no município e na instituição formadora, a Universidade Federal de Santa Catarina. A maioria dos profissionais sugere necessidade de alterações no ensino da profissão, afinal, os resultados contrastantes encontrados indicam filosofias de tratamento opostas, revelando um predomínio da visão curativa e reabilitadora em relação à preventiva no exercício público da profissão no município pesquisado.

Cultura organizacional, práticas de gestão de recursos humanos e absentismo: contributos para a análise da trilogia nas unidades orgânicas do Instituto Politécnico de Setúbal

Prates, Maria do Rosário; Cordeiro, João Pedro Pina
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 27/10/2011 Português
Relevância na Pesquisa
76.04%
Comunicação apresentada na Conferência Investigação e Intervenção em Recursos Humanos 2011 – Gestão para a Cidadania, Vila do Conde; A cultura organizacional manifesta-se, em parte, nas práticas de gestão de recursos humanos de uma organização, estando presente nos seus vários processos (recrutamento e selecção, acolhimento, integração, formação, entre outros). As práticas de gestão de recursos humanos têm influência no comportamento dos trabalhadores de uma organização, contribuindo decisivamente para a formação da cultura organizacional. Tanto a cultura organizacional, como as práticas de gestão de recursos humanos, influenciam as percepções, os sentimentos e comportamento dos trabalhadores de uma organização, podendo contribuir para um menor ou maior nível de absentismo. Neste sentido, com esta comunicação pretende-se analisar a inter-relação entre cultura organizacional, práticas de gestão de recursos humanos e absentismo. Para esta investigação foi realizado um estudo de caso de carácter exploratório, desenvolvendo-se num âmbito de descoberta relativamente aos objectivos em análise. Partindo do contributo do Modelo Explicativo do Absentismo se Steers e Rhodes (1990), pretendeu estudar-se de que forma a cultura organizacional e as práticas de gestão de recursos humanos das diferentes Unidades Orgânicas do Instituto Politécnico de Setúbal influenciam o absentismo dos trabalhadores não docentes. Utilizou-se o inquérito por questionário...

Formação de adultos : desafios, articulações e oportunidades em tempo de crise

Mira Leal, Susana; Caldeira, Suzana Nunes
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Livro
Publicado em /11/2011 Português
Relevância na Pesquisa
76.08%
As profundas alterações ao nível social e económico, das dinâmicas de trabalho e emprego, da estrutura e funcionamento das organizações têm vindo a reclamar uma atenção crescente às questões da formação de adultos. Esta atenção aparece consubstanciada num conjunto já significativo de documentos europeus de referência na área da educação e da formação, que visam, entre outros aspetos, estimular o prosseguimento, nos diferentes países, de políticas no domínio da aprendizagem ao longo da vida. Neste enquadramento, em Portugal, os responsáveis governativos e educativos têm vindo a investir na concretização de um conjunto de medidas de ação educativa e formativa que passam pelo prolongamento da escolaridade obrigatória, pela adequação e qualidade das ofertas formativas, de nível básico, secundário e superior, pela valorização de conhecimentos, competências e experiências profissionais, entre outros aspetos. Também o setor privado tem vindo a reconhecer cada vez mais a importância do desenvolvimento do seu potencial humano para fazer face às exigências de modernização, produtividade e competitividade que se lhe colocam atualmente, ainda mais num ambiente de elevada retração económica como o que o país atravessa. Neste sentido...

Estudo prospectivo sobre a formação de recursos humanos no sector do Desporto e Turismo na região do Algarve : estudo de caso em unidades de alojamento na região do Algarve

Beles, Miguel José Batista Martins
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa Publicador: Universidade Técnica de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
75.96%
Mestrado em Gestão do Desporto - Organizações Desportivas; A pertinência deste tema surge face ao panorama actual que vivemos em termos de oferta turística na Região do Algarve, caracterizado pela sazonalidade resultante da preferência generalizada das unidades de alojamento em apostar no tradicional “Sol e Mar”, e no cluster de luxo Golfe, durante a maior parte do ano, surgindo uma lacuna quanto à caracterização de um dos subsectores emergentes do Turismo em Portugal - o Turismo vocacionado para o Desporto - sobre a qual nos propômos intervir. Numa primeira fase, pretendemos investigar de que forma a organização turística da Região do Algarve, corresponde ou terá capacidade de dar resposta a estas novas dinâmicas, e tirar ilações sobre possíveis inovações tecnológicas e orientações estratégicas que possam conduzir a um enquadramento de recursos humanos especializados, na prestação de serviços de cariz desportivo em ambiente turístico. Numa segunda fase, tendo por base a informação recolhida, pela realização de pesquisa científica sobre o tema, entrevistas a informantes privilegiados e estudos de caso em 8 unidades de alojamento, são traçados cenários, quanto à evolução da prestação de serviços desportivos do sector...

Importância da criação de infra-estruturas e da formação de recursos humanos no desenvolvimento: Os casos de Cabo Verde e São Tomé e Príncipe

Cardoso, Maria Manuela lemos e Castro
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 18/04/2008 Português
Relevância na Pesquisa
86.01%
Este trabalho procurou ser uma análise da importância das infra-estruturas e da formação de recursos humanos no desenvolvimento dos Pequenos Estados Insulares em Desenvolvimento. Sendo países com especificidades muito próprias que lhes conferem também níveis diferentes de vulnerabilidade, o estudo empírico procurou mostrar que, no caso de Cabo Verde e de São Tomé e Príncipe, o investimento na criação de infra-estruturas, quando associado à prestação de serviços de qualidade, pode ser directamente gerador de valor, induzir outros investimentos ou criar condições sociais para o desenvolvimento. Também a formação de recursos humanos pode, através da implementação de sistemas educativos de qualidade, ser geradora de desenvolvimento ao criar cidadãos social e politicamente activos, potenciadora da atracção de investimentos produtivos ou da prestação de serviços de maior valor acrescentado. Nesta análise, as componentes do IDH serviram de linha orientadora, embora outras de carácter qualitativo tivessem servido para colmatar falhas que uma análise quantitativa sempre apresenta ou para chegar a algumas conclusões quando não foi possível quantificar investimentos ou indicadores de desenvolvimento. Esta análise suportou-se num quadro teórico que não pôde deixar de tocar conceitos de desenvolvimento e de infra-estrutura...

O currículo integrado da faculdade de enfermagem UERJ: uma reflexão sobre a formação de recursos humanos para o SUS

Freire,Renata Pascoal; Guimarães,Raphael Mendonça; Henriques,Regina Lúcia Monteiro; Mauro,Maria Yvone Chaves
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2003 Português
Relevância na Pesquisa
75.94%
O presente trabalho trata de um estudo exploratório, com abordagem qualitativa, baseado nos moldes de estudo de caso, cujo objeto é uma análise da formação de recursos humanos em enfermagem considerando o Currículo Integrado da FENF/UERJ. O locus da pesquisa é a Faculdade de Enfermagem da Universidade do estado do Rio de Janeiro. Os objetivos traçados foram: (a) Levantar a história da construção do Cuirrículo Integrado da FENF/UERJ; (b) confrontar a proposta inovadora da FENF/UERJ com a proposta de formação de recursos humanos do SUS.. Dada a análise de documentos e da revisão bibliográfica, vislumbrou-se uma proposta de ensino integrada, que atende às demandas do perfil profissional desejado pelo SUS, além de se propor a formar um aluno crítico, politicamente ativo e capaz de reconhecer situações-problema e empenhar-se em resolve-la, de acordo com os rigores técnicos e científicos.

Políticas de formação de recursos humanos em saúde e enfermagem

Almeida,Luciana Pavanelli von Gal de; Ferraz,Clarice Aparecida
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2008 Português
Relevância na Pesquisa
86.09%
O movimento sanitário trouxe ao cenário da educação demandas de formação em saúde orientada para atenção básica, tendo em vista o descompasso da atuação profissional diante das necessidades de saúde da população. Trata-se de pesquisa documental com objetivo de identificar no marco das Conferências Nacionais e de Recursos Humanos em Saúde, no período de 1986 a 2005, as políticas de formação de recursos humanos. Os resultados revelaram que o debate acerca da formação em enfermagem se inscreve nas seguintes categorias: marcos legais da formação em enfermagem; dimensão curricular na formação em saúde; perspectiva das metodologias de ensino-aprendizagem e capacitação de recursos humanos em saúde. Essa trajetória de debate assinala o caminho a percorrer na atualidade pelas diferentes instâncias de formação.

Formação de recursos humanos em saúde no Brasil: uma revisão integrativa

Vendruscolo,Carine; Prado,Marta Lenise do; Kleba,Maria Elisabeth
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2014 Português
Relevância na Pesquisa
95.99%
A Revisão Integrativa da Literatura analisou temáticas de estudos relacionados à formação de profissionais orientada para o Sistema Único de Saúde, de 2001 a 2012. Para a busca, em outubro de 2012, utilizaram-se os descritores: "Formação de Recursos Humanos" and "Sistema Único de Saúde", em consulta ao portal Biblioteca Virtual em Saúde. Foram encontrados 86 trabalhos, e 30 contemplavam os critérios de inclusão, os quais foram analisados, identificando-se as dimensões temáticas: princípios e diretrizes do SUS como orientadores da formação; necessidades do usuário e dos serviços de saúde; e papel dos diferentes sujeitos e organizações na mudança. Confirma a importância da formação como operadora essencial das mudanças na prática dos trabalhadores da saúde. Recomenda-se a realização de pesquisas com vistas ao fortalecimento dos dispositivos de reorientação da formação e ao aprofundamento do debate.

Força de trabalho em saúde mental no Brasil: os desafios da reforma psiquiátrica

Dal Poz,Mario Roberto; Lima,José Carlos de Souza; Perazzi,Sara
Fonte: IMS-UERJ Publicador: IMS-UERJ
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
76.03%
O artigo analisa a formação de recursos humanos em saúde mental em uma conjuntura de mudança do modelo assistencial no Brasil, um dos países que mais rapidamente vêm adotando um modelo de atenção comunitária em substituição ao modelo asilar. Os autores argumentam que a preparação dos recursos humanos é um dos pontos mais frágeis no processo de mudança do modelo de atenção à saúde mental no Brasil, apesar de esta dificuldade não ser exclusivamente da área de saúde mental, mas de toda a Reforma Sanitária Brasileira. Segundo os autores, o desafio é planejar de maneira articulada à formação profissional e à política assistencial, articulando saúde e educação. A sustentabilidade da nova política assistencial no longo prazo requer a elaboração de políticas adequadas para os recursos humanos, bem como o enfrentamento da desigualdade distributiva da força de trabalho.

O que dizem a legislação e o controle social em saúde sobre a formação de recursos humanos e o papel dos gestores públicos, no Brasil

Ceccim,Ricardo Burg; Armani,Teresa Borgert; Rocha,Cristianne Famer
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 Português
Relevância na Pesquisa
75.94%
O artigo apresenta as responsabilidades previstas em lei e imputadas pela sociedade ao exercício da condução legal e legítima do setor saúde, permitindo que se possa, no tocante à formação e desenvolvimento dos recursos humanos em saúde, avaliar o atendimento, omissões e descumprimento daquilo que já foi pensado, planejado e formulado para a educação de profissionais de saúde no Brasil pelo próprio Sistema Único de Saúde (SUS).

Protagonismo silencioso: a presença da OPAS na formação de recursos humanos em saúde no Brasil

Castro, Janete Lima de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
86.06%
The aim of this study is to assess the contribution of the Pan American Health Organization (PAHO) to the field of human resources for health in Brazil. The assumption is that this organization not only influenced the development of this field, but but that it was also influenced by Brazilian institutions and by national political movements, through the interaction of its consultants with these movements. Four projects were selected, through which the contribution of PAHO was evaluated: the Program for the Strategic Preparation of Health Personnel (PPREPS), the Project for the Large Scale Formation of Middle and Low Level Personnel (Large Scale Project), the Project for Qualification in the Development of Human Resources in Health (CADRHU) and the Project for the Managerial Development of Basic Units of the National Health System (GERUS). To operacionalize the study, we used three basic complementary procedures: a bibliographic research, documental research and an interview. The time frame considered was from 1975, the year an agreement was signed between PAHO, the Ministry of Health and the Ministry of Education and Culture, establishing PPREPS. It was through this program that the first PAHO team of national human resource consultants was contracted. The period between 1975 and 1999 was marked by political and social movements that changed the course of health in the country; among these was the Movement of Sanitary Reform in Brazil...

A formação de recursos humanos para pesquisa no Uruguai, a partir da experiencia do PEDECIBA

Adriana Barreiro Diaz
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/03/1996 Português
Relevância na Pesquisa
76.02%
Costuma-se conceber a formação de recursos humanos para pesquisa como um dos objetivos centrais, e até legitimadores, das práticas dos sistemas científicos. No decorrer deste trabalho situamos tal processo na trama de fatores vitais com os quais o mesmo se relaciona; contextualizando- a partir do caso uruguaio, e da experiência do PEDECIBA, c considerando que a conjunção de tais elementos vinculam a temática aos processos sócio-históricos, e ao pensamento gerado sobre a política científica e tecnol6gica. Assim, a formação de pesquisadores situa-se nos debates contemporâneos ocorridos sobe a necessidade de proceder ao desenvolvimento do conhecimento no nível local; de conceber as ciências básicas como pressuposto da inovação tecnol6gica, segundo a 16gica inerente à cadeia linear de inovação; de estreitar a vinculação com os setores produtivos; e de formar os recursos humanos necessários para cumprir adequadamente com tais propósitos e, também atingir 'massa crítica' para pesquisa. A partir desses elementos - e considerando que a formação de recursos humanos realmente tem lugar nos âmbitos característicos da prática de pesquisa, e na interação e DO intercâmbio próprios do cotidiano - objetivamos identificar as razões. motivos e pressupostos a partir dos quais os formadores e orientadores do PEDECIBA concebem a necessidade de formar; e em base nos quais efetiva - c cotidianamente - formam. Indagar sobre por que e para que formar recursos humanos para pesquisa revelou...

Formação de recursos humanos na área da saúde do idoso

Diogo,Maria José D'Elboux
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 Português
Relevância na Pesquisa
85.91%
O texto aborda as questões vinculadas à formação de recursos humanos especializados e informais na área da saúde do idoso, com base na Política Nacional de Saúde do Idoso. Aponta para as dificuldades na formação desses recursos e as recomendações da Segunda Assembléia Mundial sobre o Envelhecimento.

O debate entre planejamento de recursos humanos para a saúde e autonomia universitária no parlamento brasileiro; The Brazilian national congress and the planning of human resources for health

Romero, Luiz Carlos
Fonte: Núcleo de Pesquisa em Direito Sanitário da Universidade de São Paulo Publicador: Núcleo de Pesquisa em Direito Sanitário da Universidade de São Paulo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Peer-reviewed article; ; ; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/11/2008 Português
Relevância na Pesquisa
85.84%
A Constituição Federal de 1988 atribuiu ao Sistema Único de Saúde, entre outras, a competência para "ordenar a formação de recursos humanos na área de saúde". Até o momento, o dispositivo não foi regulamentado. Proposição nesse sentido foi apresentada ao Senado Federal, em 1992, mas não prosperou. O artigo discute as dificuldades inerentes à regulamentação dessa matéria - em especial o entendimento da expressão "ordenar", ausente, até então, do ordenamento jurídico nacional e dos dicionários de termos jurídicos - e tramitação da proposição referida e os debates que ela suscitou nas duas casas do Congresso Nacional. Apesar da complexidade da matéria, a discussão do projeto centrou-se nos critérios para permitir a abertura de novos cursos de medicina e odontologia e se essa competência, ao ser atribuída ao setor saúde, fere ou não a autonomia universitária.; The Brazilian Federal Constitution of 1988 has given the competende for the Brazilian National Public Health System (SUS) to order the training of the human resources for health. Until now, this clause has been not regulated. A bill on this subject was proposed to the Federal Senate on 1992, but it did not succeed. This paper discuss the difficulties of this regulation - specially the meaning of the term "to order" which...

Formação de recursos humanos na área da saúde do idoso; La formación de los recursos humanos en la salud del anciano; Human resource formation in elderly's health

Diogo, Maria José D'Elboux
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2004 Português
Relevância na Pesquisa
86%
This paper deals with issues related to specialized and informal human resource training programs in the area of elderly's health, based on the National Elderly's Health Policy. It points out the obstacles and recommendations made by the Second World Assembly on Aging.; O texto aborda as questões vinculadas à formação de recursos humanos especializados e informais na área da saúde do idoso, com base na Política Nacional de Saúde do Idoso. Aponta para as dificuldades na formação desses recursos e as recomendações da Segunda Assembléia Mundial sobre o Envelhecimento.; El texto trata los aspectos relacionados con la formación de los recursos humanos especializados e informales en la salud del anciano, en el contexto de la Política Nacional de Salud del Anciano. Destaca las dificultades en la formación de estos recursos y las recomendaciones de la Segunda Asamblea Mundial sobre el Envejecimiento.

O que dizem a legislação e o controle social em saúde sobre a formação de recursos humanos e o papel dos gestores públicos, no Brasil

Ceccim,Ricardo Burg; Armani,Teresa Borgert; Rocha,Cristianne Famer
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 Português
Relevância na Pesquisa
75.94%
O artigo apresenta as responsabilidades previstas em lei e imputadas pela sociedade ao exercício da condução legal e legítima do setor saúde, permitindo que se possa, no tocante à formação e desenvolvimento dos recursos humanos em saúde, avaliar o atendimento, omissões e descumprimento daquilo que já foi pensado, planejado e formulado para a educação de profissionais de saúde no Brasil pelo próprio Sistema Único de Saúde (SUS).