Página 1 dos resultados de 1117 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

The host marking pheromone application on the management of fruit flies - a review

Silva, Márcio Alves; Bezerra-Silva, Gerane Celly Dias; Mastrangelo, Thiago
Fonte: Brazilian Archives of Biology and Technology Publicador: Brazilian Archives of Biology and Technology
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.59%
The aim of this work was to review the role of the host marking pheromone (HMP) and its application in integrated management programs for the fruit flies. Initially the oviposition behavior of tephritids has been analyzed with emphasis on Ceratitis capitata. The deposition of HMP, which consists in the last stage of the oviposition behavior has been characterized and discussed about evolutive aspects and the biological meaning of the tephritidae communication through the HMP. Finally, the perspectives on the use of HMP in the integrated management of fruit flies have been discussed.

Biodiversidade de mosca-das-frutas do gênero Anastrepha (Diptera, Tephritidae) no campus Luiz de Queiroz, Piracicaba, São Paulo.; Biodiversity of anastrepha fruit flies (dip., tephritidae) on the luizde queirozcampus, Piracicaba, São Paulo.

Uramoto, Keiko
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/07/2002 Português
Relevância na Pesquisa
56.49%
Este trabalho foi conduzido na área abrangida pelo campus Luiz de Queiroz/Universidade de São Paulo, no município de Piracicaba, Estado de São Paulo. Teve como objetivos, determinar a composição do gênero Anastrepha Schiner, sua distribuição e a análise quantitativa da população. Além disso, verificou-se a relação da flutuação populacional com variáveis bióticas e abióticas e a associação das espécies de plantas hospedeiras, estabelecidas na área, com as espécies de Anastrepha.Foram examinadas 23.263 fêmeas de Anastrepha coletadas em armadilhas McPhail e 18 espécies pertencentes a 9 grupos infragenéricos foram assinaladas. A distribuição das fêmeas por armadilha foi fortemente agregada, com 5 armadilhas (6%) capturando 50% do total de fêmeas. Apenas A. fraterculus (Wiedemann) e A. obliqua (Macquart) foram dominantes. A. fraterculus foi a espécie mais freqüente, representando 80,2% do total de fêmeas capturadas no campus e a mais constante ocorrendo em 98,04% das amostras. Em ordem decrescente de freqüência, seguiram-se A. obliqua (12,6%), A. pseudoparallela (Loew) (3,1%) e A. bistrigata Bezzi (2,1%). As demais espécies apresentaram freqüência menor que 1%. O valor elevado do índice de Simpson (0...

Moscas-das-Frutas (Diptera: Tephritidae) em pomares de goiaba no norte de Minas Gerais: biodiversidade, parasitóides e controle biológico. ; Fruit flies (diptera: tephritidae) in guava orchards in the north of Minas Gerais state: biodiversity, parasitoids and biological control.

Corsato, Clarice Diniz Alvarenga
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/03/2004 Português
Relevância na Pesquisa
66.81%
A incidência de moscas-das-frutas é um fator de preocupação todos os anos nos perímetros irrigados do norte de Minas Gerais, principalmente em pomares de goiaba, acarretando aumentos nos custos e perdas na produção. Para se estabelecer um programa de controle de moscas-das-frutas, torna-se necessário o prévio conhecimento dos aspectos ecológicos dos tefritídeos e seus parasitóides. Portanto, o presente trabalho teve por objetivo conhecer a biodiversidade de moscas-das-frutas e de seus parasitóides em dois pomares comerciais de goiaba da região, os índices de infestação das moscas-das-frutas e a capacidade de Diachasmimorpha longicaudata parasitar moscas-das-frutas em goiaba no norte de Minas Gerais. Após três anos de coletas, em armadilhas tipo McPhail e em frutos, foram coletados 48.482 tefritídeos, sendo 45.012 exemplares de Anastrepha e 3.470 de Ceratitis capitata. Foram capturadas 18 espécies de Anastrepha, sendo que, A. turpiniae, A. manihoti, A. leptozona e A. barbiellinii estão sendo registradas pela primeira vez no norte de Minas Gerais. A. zenildae e A. fraterculus representaram mais de 90% de todas as moscas coletadas em armadilhas, sendo associadas às classes “super” de dominância, freqüência...

Moscas-das-frutas em citros: densidade de armadilhas para monitoramento, efeito do pH na atração e determinação do nível de controle. ; Fruit flies in orange groves: trap density for monitoring, effect of attractant ph and establishiment of an action threshold level.

Paiva, Paulo Eduardo Branco
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2004 Português
Relevância na Pesquisa
66.81%
Este trabalho teve por objetivos: avaliar o efeito do pH inicial e o tempo de permanência no campo do atrativo alimentar Milhocina® com o conservante bórax (tetraborato de sódio) na captura de moscas-das-frutas em armadilhas do tipo McPhail; estudar densidades de armadilhas para monitoramento de moscas-das-frutas e determinar um nível de dano e de controle em cultura de laranja. Foram realizados três experimentos de campo, o primeiro em junho de 2002 em pomar de laranja de maturação precoce, cultivar Hamlin, em Itaju, região central do estado de São Paulo, para se avaliar a captura de moscas-das-frutas em armadilhas com os atrativos Milhocina® em pH 4,5, Milhocina® com bórax em pH 4,5, 6,5 e 8,5, aos 2, 4, 6 e 8 dias após a instalação no pomar. O segundo experimento foi desenvolvido de junho a agosto de 2002 (inverno seco) com laranja Hamlin em Itaju, e o terceiro experimento foi realizado de janeiro a março de 2003 (verão chuvoso) com laranja de maturação tardia, cultivar Natal, em Porto Feliz, região sul do estado, ambos para se avaliar as densidades de uma, duas, quatro e oito armadilhas por hectare e a relação entre a captura de moscas-das-frutas nas armadilhas e frutos danificados. Em Itaju, as maiores capturas de Ceratitis capitata (Wiedemann...

Infestação de moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae e Lonchaeidae) relacionada à fenologia da goiabeira (Psidium guajava L.), nespereira (Eriobotrya japonica Lindl.) e do pessegueiro (Prunus persica Batsch); Correlating the infestation of fruit flies (Diptera: Tephritidae and Loncheidae) to the guava, peach and loquat trees phenology

Souza Filho, Miguel Francisco de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/03/2006 Português
Relevância na Pesquisa
56.77%
Os experimentos de campo foram realizados em 2002 e 2003 em três pomares no município de Monte Alegre do Sul, SP, representados por uma coleção de linhagens de goiabeiras (janeiro a abril), uma coleção de cultivares de nespereiras (agosto a setembro) e uma coleção de cultivares de pessegueiros (setembro a outubro). Nos ensaios de infestação, foram utilizadas três linhagens de goiaba (Guanabara, L7P28 e 252), duas cultivares de nêspera (Precoce Campinas e a Precoce 264-54) e três cultivares de pêssego (Aurora 2, Dourado 1 e Régis). Para a determinação do período de infestação, aplicou-se o processo de ensacamento e desensacamento quinzenal e semanal da goiaba e nêspera, respectivamente, e apenas o ensacamento semanal no pêssego. Cada experimento iniciou-se com os frutos ainda no início de seu desenvolvimento (frutos verdes). Para o processo de desensacamento, no início dos experimentos foram ensacados 500 e 400 frutos de goiaba e nêspera, respectivamente. Em cada ensaio, desde o início (frutos verdes pequenos) até a completa maturação, quinzenalmente (goiaba) ou semanalmente (nêspera e pêssego) foi ensacada/desensacada uma amostra de 30 frutos, os comprimentos e diâmetro eram mensurados e retirava-se amostras para realização das análises físico-químicas em laboratório. Após o completo amadurecimento...

Comportamento olfativo de três espécies de parasitóides (Hymenoptera: Braconidae) de moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae); Olfactory behavior of three parasitoid species (hymenoptera: braconidae) of fruit flies (diptera: tephritidae)

Silva, José Wilson Pereira da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/07/2005 Português
Relevância na Pesquisa
56.51%
Entre os inimigos naturais das moscas-das-frutas, os representantes da subfamília Opiinae (Hymenoptera: Braconidae) têm sido os mais utilizados em programas de controle biológico. Entretanto, algumas espécies da subfamília Alysiinae são comumente relacionadas ao parasitismo desses dípteros, em particular Asobara anastrephae (Muesebeck). No estudo da eficiência desses parasitóides é de fundamental importância o conhecimento dos estímulos utilizados para a localização do hábitat de seus hospedeiros. Dessa forma, foram avaliadas as respostas olfativas do parasitóide exótico Diachasmimorpha longicaudata Ashmead, e dos nativos, Doryctobracon areolatus (Szépligeti) e A. anastrephae a frutos de goiaba (Psidium guajava L.) com e sem larvas de moscasdas- frutas, em condições de laboratório. D. longicaudata e D. areolatus foram também estudados em telado. As fêmeas de D. longicaudata e de D. areolatus responderam aos odores de frutos podres não-infestados, embora D. areolatus também tenha sido atraído aos frutos em maturação inicial (de vez). As fêmeas dessas espécies demonstraram reconhecer os voláteis de frutos com larvas de Ceratitis capitata (Wied.). No entanto, em bioensaios realizados com frutos contendo larvas de diferentes instares...

Espécies de parasitóides (Hymenoptera: Braconidae) de moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) no estado de São Paulo: caracterização taxonômica, distribuição geográfica e percentagem de parasitismo; Braconid parasitoids (hymenoptera) of fruit flies (diptera: tephritidae) in the state of são paulo: taxonomic characterization, geographic distribution and percentage of parasitism

Marinho, Cláudia Fidelis
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/04/2004 Português
Relevância na Pesquisa
56.53%
A partir de 148 amostras com parasitóides da família Braconidae, provenientes de levantamentos realizados com as moscas-das-frutas no Estado de São Paulo, foi feito estudo taxonômico, de distribuição e de associação com as moscas hospedeiras e fruteiras. Em 33 municípios, foram coletados 3.009 exemplares. A subfamília Opiinae foi a mais abundante com 96,2% dos exemplares. Apenas 3,8% dos parasitóides pertenciam à subfamília Alysiinae. Foram coletadas seis espécies de braconídeos: Doryctobracon areolatus (Szépligeti), Doryctobracon brasiliensis (Szépligeti), Utetes anastrephae (Viereck), Opius bellus (Wesmael) e Opius sp. (Wesmael), além do alisiíneo Asobara anastrephae (Muesebeck). A maior parte dos braconídeos (77,5%) pertencia a D. areolatus. Esta espécie foi associada ao maior número de espécies frutíferas (26), em 7 famílias, e ocorreu na maioria dos municípios amostrados (30). Foi associada a Anastrepha fraterculus (Wied.), A. obliqua (Macquart) e A. amita Zucchi, sendo obtida pela primeira vez de larvas de moscas em frutos de wampi, Clausena lansium (Lour) Skeels, e de canela-batalha, Cryptocarya aschersoniana Mez. Doryctobracon brasiliensis foi associada apenas A. fraterculus, sendo registrado pela primeira vez em ameixa-japonesa...

Avaliação do potencial inseticida de Azadirachta indica (Meliaceae) visando ao controle de moscas-das-frutas (Diptera:Tephritidae); Evaluation of the insecticidal potential of Azadirachta indica (Meliaceae) aiming the control of fruit flies (Diptera: Tephritidae)

Silva, Márcio Alves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
56.38%
Avaliou-se a bioatividade de derivados do nim (Azadirachta indica A. Juss.) como componente de isca para adultos e como regulador de crescimento de Ceratitis capitata (Wied.) e Anastrepha fraterculus (Wied.), determinando-se, ainda, o efeito de concentrações subletais de extratos de nim e o efeito deterrente de oviposição do extrato metanólico de folhas sobre C. capitata. Utilizando o extrato aquoso de amêndoas de nim, estimou-se a CL50 para adultos e imaturos, cujos valores foram 7.522 e 1.368 ppm para os adultos e 13.028 e 9.390 ppm para os imaturos de A. fraterculus e C. capitata, respectivamente. Subsequentemente, o óleo de amêndoas, os extratos de folhas, de ramos e de amêndoas de nim em diferentes solventes (água, metanol, diclorometano e hexano) foram comparados com base nas CL50 obtidas para adultos e para imaturos. Posteriormente, foram estimadas concentrações subletais (CL15 = 39 ppm, CL30 = 225 ppm e CL45 = 888 ppm) do extrato aquoso de amêndoas para adultos de C. capitata e avaliouse nessas concentrações o efeito do extrato aquoso de amêndoas, de folhas em metanol e de ramos em diclorometano sobre a reprodução e a longevidade dessa espécie. A deterrência de oviposição do extrato metanólico de folhas de nim em diferentes concentrações (10.000...

Criação massal em dieta líquida e radioesterilização da mosca-sul-americana Anastrepha sp.1 aff. fraterculus (Wied., 1830) (Diptera: Tephritidae); Mass production in liquid diet and radioesterilização of South American fruit fly Anastrepha sp.1 aff. fraterculus (Wied., 1830) (Díptera: Tephritidae)

Kamiya, Aline Cristiane
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/10/2010 Português
Relevância na Pesquisa
56.38%
Tanto as técnicas de controle biológico quanto a Técnica do inseto estéril (TIE), são utilizadas em vários países para o controle, supressão e até mesmo erradicação de moscas-das-frutas e outras pragas da agricultura, pecuária e saúde publica. O uso de tais técnicas minimiza o emprego contínuo de inseticidas, protege o ambiente e se adequa aos padrões de segurança alimentar. No entanto, é necessário para a implementação de tais programas, tecnologia para produzir milhões de parasitóides e a própria praga em laboratório com qualidade biológica similar aos insetos encontrados na natureza e com custo competitivo com o controle químico. Os objetivos deste trabalho foi estabelecer protocolos para criação artificial de A. sp. 1 aff. fraterculus em dieta larval líquida que permita atingir níveis de criação massal, para uma possível diminuição no custo da criação e determinar a dose de radiação esterilizante para adultos de A. sp. 1 aff. fraterculus atendendo os parâmetros de qualidade exigidos pela Técnica do Inseto Estéril com insetos provenientes da criação do Laboratório de Radioentomologia do CENA/USP. Foram testadas sete dietas em relação à dieta convencional utilizada no laboratório de Radioentomologia do CENA/USP...

Padrões de emissão acústica em moscas-das-frutas do gênero Anastrepha (Diptera: Tephritidae) e suas implicações no isolamento reprodutivo pré-copulatório; Acoustic emission patterns in fruit flies of genus Anastrepha (Diptera: Tephritidae) and precopulatory reproductive isolation

Takata, Roberto Mitsuo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/02/2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.59%
Três tipos de sons de cortejo foram descritos para machos de tefritídeos: de chamada, na ausência de fêmeas; de aproximação, na proximidade de fêmeas; e de pré-cópula, após a monta das fêmeas pelos machos. Nas espécies do gênero Anastrepha em que foram registrados sons de acasalamento, somente dois tipos estão presentes: de chamada e de précópula. As emissões acústicas de acasalamento de algumas espécies foram caracterizadas quanto a parâmetros como duração e freqüência dos sons, incluindo a espécie nominal Anastrepha fraterculus - importante praga da fruticultura nacional. No entanto, até o presente momento, nenhum estudo teve como foco a diferenciação dentro do complexo A. fraterculus, constituído por diversas espécies crípticas - das quais, três caracterizadas para o Brasil: A. sp. 1 aff. fraterculus, A. sp. 2 aff. fraterculus e A. sp. 3 aff. fraterculus. Este trabalho procurou caracterizar o padrão de emissão acústica de chamada de populações do complexo A. fraterculus (duas de A. sp. 1, uma de A. sp 2 e uma de A. sp. 3) e de A. obliqua, em relação à duração de pulso (PD), intervalo entre pulsos (IPI) e freqüência fundamental (FF), comparando com dados disponíveis na literatura para outras espécies. Os parâmetros acústicos de A. sp. 1 de Serra Negra - SP - não se diferenciaram estatisticamente dos parâmetros de A. sp. 2 de São Sebastião - SP. O padrão de emissão de A. sp. 3 de São Sebastião - SP -...

Produção em grande escala do parasitoide Diachasmimorpha longicaudata (Hymenoptera: Braconidae) em larvas hospedeiras de Anastrepha fraterculus e Ceratitis capitata (Diptera: Tephritidae) linhagem mutante tsl-V; Large-scale production of the fruit fly parasitoid Diachasmimorpha longicaudata (Hymenoptera: Braconidae) using Anastrepha fraterculus and Ceratitis capitata (Diptera: Tephritidae) tsl-Vienna 8 strain as hosts

Andrade, Renata Morelli de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
56.43%
No mundo todo, o manejo integrado de moscas-das-frutas é feito com associação do controle biológico aplicado e técnica do inseto estéril. Além da boa eficiência no campo, a associação dessas técnicas é também favorecida pelo fato de ambos os organismos, insetos estéreis e parasitoides, poderem ser produzidos massalmente na mesma fábrica com menor custo. Visando à produção massal do parasitoide de moscas-das-frutas Diachasmimorpha longicaudata e de insetos estéreis para atender a programas de manejo integrado de Ceratitis capitata e Anastrepha fraterculus, o presente trabalho foi desenvolvido no Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA), da Universidade de São Paulo, entre os anos de 2006 a 2012. Durante esse período, metodologias de criação em laboratório foram implementadas e permitiram o desenvolvimento da tecnologia necessária para a produção desses insetos em grande escala no Brasil. Dados de 25 gerações do parasitoide produzido em grande escala em C. capitata tsl-Viena 8 e 51 gerações em A. fraterculus, bem como os efeitos e diferenças desses hospedeiros na qualidade do parasitoide foram analisados. É possível criar o parasitoide D. longicaudata em ambos os hospedeiros, C. capitata linhagem tsl-Viena 8 e A. fraterculus...

Estrutura da comunidade de moscas-das-frutas (Diptera: Lonchaeidae e Tephritidae) e seus parasitoides (Hymenoptera) relacionados a espécies de plantas em uma policultura orgânica no município de Paraibuna - SP; Community structure of the fruit-fly (Diptera: Tephritidae and Lonchaeidae) and their parasitoids (Hymenoptera) related to plants species in organic polyculture in the municipality of Paraibuna - SP

Kelsen Ferreira Freitas
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
56.91%
As espécies de plantas disponíveis em uma comunidade, sua estrutura e abundância são elementos cruciais que influenciam nas dinâmicas e interações de populações de insetos herbívoros, uma vez que definem a base de recursos e refletem na interação com outras populações de insetos herbívoros, como predadores e parasitoides. Estudos relacionados às moscas-das-frutas concentram-se em levantamentos de espécies, em especial aquelas consideradas pragas, e abordam principalmente os padrões populacionais. A densidade populacional de tefritídeos e lonqueídeos está intimamente ligada à abundância de plantas hospedeiras e de seus inimigos naturais. Os parasitoides das moscas-das-frutas são micro-himenópteros (Hymenoptera) que atacam e se alimentam das larvas dentro dos frutos. O reconhecimento de padrões de interação das moscas-das-frutas com plantas hospedeiras, em especial nas espécies nativas, e as relações com seus inimigos naturais são importantes para a compreensão da utilização dos recursos disponíveis em uma comunidade e pelo reconhecimento de diferenças na dieta entre as espécies ou populações de uma mesma espécie. O objetivo deste trabalho foi estudar a estrutura da comunidade de moscas-das-frutas e seus parasitoides em diferentes espécies de plantas em uma policultura orgânica entre fragmentos de Mata Atlântica localizada no município de Paraibuna. A utilização de plantas hospedeiras difere entre as espécies de moscas-das-frutas. Apesar de a policultura causar alterações da fisionomia vegetal...

Fruit flies (Diptera, Tephritidae) and their parasitoids on cultivated and wild hosts in the Cerrado-Pantanal ecotone in Mato Grosso do Sul, Brazil

Taira,Tiago Ledesma; Abot,Alfredo Raúl; Nicácio,José; Uchôa,Manoel Araécio; Rodrigues,Sérgio Roberto; Guimarães,Jorge Anderson
Fonte: Sociedade Brasileira De Entomologia Publicador: Sociedade Brasileira De Entomologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 Português
Relevância na Pesquisa
56.78%
Fruit flies (Diptera, Tephritidae) and their parasitoids on cultivated and wild hosts in the Cerrado-Pantanal ecotone in Mato Grosso do Sul, Brazil. Information on frugivorous flies in cultivated or wild host plants and their parasitoids in the Cerrado-Pantanal ecotone in Aquidauana, Mato Grosso do Sul is presented and discussed. Fruit fly samples were collected weekly in specific fruit trees, and McPhail® traps were installed in the same trees for a period of two years. The fruit flies infested ripe and unripe fruits of Averrhoa carambola L., Schoepfia sp., Psidium guajava L. and Pouteria torta (Mart.) Radlk and mature fruits of Anacardium occidentale L. and Inga laurina (Sw.) Willd. Nineteen fruit fly species were obtained with the combination of sampling methods (collecting fruits and trapping), nine of them obtained with both methods, five found only in fruits and five only in traps. This is the first record of Anastrepha striata Schiner in a species of Sapotaceae, as well as for A. castanea Norrbom and A. daciformes Bezzi in Schoepfia sp. (Olacaceae), and for A. distincta Greene in fruits of P. guajava in the state of Mato Grosso do Sul. Fruit collections simultaneously associated with capture of fruit flies by McPhail traps in the same host plants are essential to understand the diversity of fruit flies and their relationship with hosts and parasitoids. Species of Braconidae and Pteromalidae were recovered...

The host marking pheromone application on the management of fruit flies - a review

Silva,Márcio Alves; Bezerra-Silva,Gerane Celly Dias; Mastrangelo,Thiago
Fonte: Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar Publicador: Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
66.59%
The aim of this work was to review the role of the host marking pheromone (HMP) and its application in integrated management programs for the fruit flies. Initially the oviposition behavior of tephritids has been analyzed with emphasis on Ceratitis capitata. The deposition of HMP, which consists in the last stage of the oviposition behavior has been characterized and discussed about evolutive aspects and the biological meaning of the tephritidae communication through the HMP. Finally, the perspectives on the use of HMP in the integrated management of fruit flies have been discussed.

Hosts and parasitoids of fruit flies (Diptera: Tephritoidea) in the State of Tocantins, Brazil

Bomfim,Darcy A.; Uchôa-Fernandes,Manoel A.; Bragança,Marcos A.L.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 Português
Relevância na Pesquisa
56.48%
Fruit flies were obtained from 13 species of naturally infested fruits in the central region of Tocantins State, from January to October 2005. A total of 1,753 female flies were collected that belong to 11 species: Anastrepha coronilli Carrejo & González, A. fraterculus (Wied.), A. mucronota Stone, A. obliqua (Macquart), A. sororcula Zucchi, A. striata Schiner, A. turpiniae Stone, A. zenildae Zucchi, Anastrepha sp., Ceratitis capitata (Wied.) and Neosilba sp. Also six species of parasitoids were associated to Anastrepha larvae: Asobara anastrephae (Muesebeck), Doryctobracon areolatus (Szépligeti), Doryctobracon sp., Opius bellus Gahan, Opius sp. and Utetes anastrephae (Viereck).

Anastrepha fruit flies (Diptera, Tephritidae) from two municipalites of the state of Roraima, Brazil, with three new records.

MARSARO JUNIOR, A. L.; ADAIME, R.; SOUZA FILHO, M. F. de; LIMA, C. R; TRASSATO, L. C.
Fonte: Revista de Agricultura, Piracicaba, v.88, n. 1, p. 41-43, 2013. Publicador: Revista de Agricultura, Piracicaba, v.88, n. 1, p. 41-43, 2013.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
56.39%
We collected fruit flies in McPhail traps in two municipalities of the state of Roraima, Brazil. In Amajari we collected five Anastrepha species (including a probable new species) and in Boa Vista we coUected 10 species. This is the first report of Anastrepha fractura Stone, Anastrepha fraterculus (Wiedemann) and Anastrepha longicauda Lima in the state of Roraima.; 2013

Anastrepha fruit flies (Diptera, Tephritidae) from two municipalites of the state of Roraima, Brazil, with three new records.

MARSARO JUNIOR, A. L.; ADAIME, R.; SOUZA FILHO, M. F. de; LIMA, C. R; TRASSATO, L. C.
Fonte: Revista de Agricultura, Piracicaba, v. 88, n. 1, p. 41-43, 2013. Publicador: Revista de Agricultura, Piracicaba, v. 88, n. 1, p. 41-43, 2013.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
56.39%
We collected fruit flies in McPhail traps in two municipalities of the state of Roraima, Brazil. In Amajari we collected five Anastrepha species (including a probable new species) and in Boa Vista we coUected 10 species. This is the first report of Anastrepha fractura Stone, Anastrepha fraterculus (Wiedemann) and Anastrepha longicauda Lima in the state of Roraima.; 2013

Biodiversidade de moscas-das-frutas (Diptera: Tephritoidea) e de seus parasitoides em diferentes microrregiões do estado de Alagoas; Biodiversity of fruit flies (Diptera: Tephritoidea) and its parasitoids in different microregions of Alagoas

Costa, Simone Silva da
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Agronomia; Produção vegetal; Proteção de plantas; Programa de Pós-Graduação em Agronomia; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Agronomia; Produção vegetal; Proteção de plantas; Programa de Pós-Graduação em Agronomia; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
56.74%
Alagoas state consists of 102 cities shared in three mesoregions: backwoods, west and east. It shows diversity of plant species arousing greater interest in exploring the activities of pests in these habitats. This work was conducted in areas located in five counties in the state of Alagoas: Palmeira dos Índios, Arapiraca, Maceió, Anadia and Junqueiro. It Aimed to identify the species of fuit flies, parasitoids and their hosts, as well as the fauna analysis obtained. To obtain flies McPhail® traps were installed and held gathering fruit. Of the samples collected in traps were examined McPhail® 18.551 specimens of Ceratitis capitata (Wiedemann, 1824) and 31,863 females of Anastrepha, of which 12 species were identified. The municipality of Anadia showed the highest species richness and Junqueiro of the smallest. As for fruits, was collected approximately 730 kg in all municipalities, belonging to 14 families and 25 species were sampled. We identified 7224 females of Anastrepha, which identified eight species, 2401 specimens of C. capitata and six species of Neosilba. Of the 13 species captured in traps eight tephritids emerged from fruit samples: A. fraterculus (Wiedemann, 1930), A.obliqua (Maquart, 1835), A. pickeli Lima 1939 A. serpentine (Wiedemann...

Biodiversidade de moscas-das-frutas (Diptera, Tephritidae) em Moçambique; Biodiversity of fruit flies (Diptera, Tephritidae) in Mozambique; Biodiversité des mouches des fruites (Diptera, Tephritidae) au Mozambique

Garcia, Flávio Roberto Mello; Bandeira, Romana Rombe
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.63%
Os levantamentos das espécies de moscas-das-frutas, especialmente as da família Tephritidae, suas plantas hospedeiras e parasitóides são fundamentais para uma melhor compreensão da bioecologia desses grupos de insetos, dada sua importância econômica para a fruticultura mundial. Existe uma tendência de que esses estudos se tornem ainda mais importantes, uma vez que é necessário saber rotineiramente se determinada espécie ocorre em um dado país e em quais hospedeiros. O projeto teve como objetivo geral conhecer a ecologia das moscas-das-frutas no sentido de compreender a dinâmica da sua população em Moçambique com vista ao desenvolvimento de estratégias de manejo integrado e reduzir perdas económicas na produção de frutas. São listadas 59 espécies de moscas-das-frutas pertencentes a 27 gêneros incluídas em quatro subfamílias para Moçambique. A subfamília Dacinae foi a que apresentou o maior número de espécies (61,0%). O gênero com maior número de espécies no país é Dacus correspondendo a 32,2% (19 espécies) do total, seguido por Ceratitis (9 espécies) com 15,2%, os demais gêneros apresentam poucas espécies. Seis espécies correspondem a novos registros para Moçambique: Ceratitis punctata, Ceratitis quinaria...

Acoustic courtship songs in males of the fruit fly Anastrepha ludens (Diptera: Tephritidae) associated with geography, mass rearing and courtship success

Briceño,R.D; Hernández,Ma. del Refugio; Orozco,Dina; Hanson,Paul
Fonte: Revista de Biología Tropical Publicador: Revista de Biología Tropical
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2009 Português
Relevância na Pesquisa
56.69%
The Sterile Insect Technique (SIT) has been used successfully to control or eradicate fruit flies. The commonly observed inferiority of mass-reared males, compared with wild males, when they are paired with wild females, is apparently due to their inadequate courtship. Anastrepha ludens males produce two types of wing vibration during courtship and mating, the "calling sound" and the "premating or precopulatory sound". There were clear differences in the calling songs between successful and unsuccessful courtships in sterile (irradiated) and fertile Mexican flies. Among sterile flies, successful males produce longer buzzes, shorter interpulses and a higher power spectrum in the signal. Fertile flies showed the same trend. For mating songs a significant difference occurred in two parameters: power spectrum between sterile and fertile flies with respect to the type of song, and the signal duration and intensity were greater in non-irradiated flies. Calling songs of wild flies compared with laboratory grown flies from Mexico had shorter interpulses, longer pulses, and a greater power spectrum. However, in the case of premating songs, the only difference was in the intensity, which was significantly greater in wild males. An unexpected result was not observing pulses during pheromone deposition in wild males from Costa Rica. Comparing the premating songs of wild flies from Costa Rica and Mexico...