Página 1 dos resultados de 182 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Beauveria bassiana, fungo entomopatogénico da traça-da-oliveira em Trás-os-Montes: caracterização morfológica e molecular.

Baptista, Paula; Coelho, Valentim; Bento, Albino; Lino-Neto, Teresa; Pereira, J.A.
Fonte: Escola Superior Agrária de Ponte de Lima Publicador: Escola Superior Agrária de Ponte de Lima
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
46.78%

Beauveria bassiana, fungo entomopatogénico da traça-da-oliveira em Trás-os-Montes: caracterização morfológica e molecular.

Baptista, Paula; Coelho, Valentim; Bento, Albino; Lino-Neto, Teresa; Pereira, J.A.
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
46.78%
A traça-da- olivelra, Prays oleoe (Bern.), é uma praga chave da oliveira na região de Trás- os-Montes. Uma possível alternativa a luta química contra esta praga, reside na utilização de fungos entomopatogénicos (FE). Dado o desconhecimento da presença e expressão destes fungos em Portugal foi recentemente efectuado o isolamento in vitro de fungos, associados a pupas de traça-da-oliveira parasitadas, provenientes de olivais localizados na região de Trás- os-Montes. No presente trabalho pretendeu-se caracterizar morfologicamente e molecularmente um dos isolados obtidos.

Detecção e identificação de Metarhizium anisopliae em larvas de Diatraea saccharalis por Primers específicos. ; Detection and identification of metarhizium anisopliae within infected sugarcane borer diatraea saccharalis larvae using specific primers.

Destefano, Ricardo Henri Rodrigues
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/06/2003 Português
Relevância na Pesquisa
46.95%
A região espaçadora ITS rDNA tem sido utilizada como uma importante ferramenta molecular para a identificação de fungos. Neste estudo a região ITS1 - 5.8S - ITS2 foi analisada em diferentes espécies do fungo entomopatogênico Metarhizium incluindo M. anisopliae, M. album e M. flavoviride com o objetivo de se construir primers específicos para a detecção e identificação do fungo no interior de larvas infectadas de Diatraea saccharalis. A amplificação desta região produziu um fragmento único de aproximadamente 540 pb para as linhagens E9, B/Vi e C, e de 600 pb para a linhagem 14 de M. anisopliae var. anisopliae; de 650 bp para M. album e 600 pb para M. flavoviride. Os produtos de PCR obtidos foram digeridos com diferentes enzimas de restrição Afa I, Alu I, Dde I, Hae III, Hpa II e Sau 3A I; e os perfis de PCR-RFLP mostraram nítidas diferenças entre as espécies analisadas. O sequenciamento da região ITS1 – 5.8S – ITS2 permitiu o desenho de primers específicos para as linhagens de M.a. var. anisopliae do Brasil e da Austrália. A amplificação não ocorreu em linhagens de M. álbum, M. flavoviride e Beauveria bassiana. Os DNAs extraídos de larvas infectadas pelas linhagens E9, B/Vi e C do Brasil e linhagem 14...

Riqueza e alterações morfofisiológicas associadas à infecção por vírus de RNA de fita dupla no fungo entomopatogênico Metarhizium anisopliae; Richness and morphophysiological changes associated with infection by double-stranded RNA virus in the entomopathogenic fungus Metarhizium anisopliae

Santos, Viviane
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
46.78%
O Brasil é o país líder no uso do fungo entomopatogênico Metarhizium anisopliae para o controle pragas agrícolas. Pouco se conhece sobre a diversidade e o impacto dos micovírus em M. anisopliae sensu stricto. Este trabalho mostra a riqueza dos micovírus associados a isolados de M. anisopliae da coleção de entomopatógenos da Universidade de São Paulo, usinas sucroalcooleiras e produtos microbianos à base do entomopatógeno. RNAfd foram encontrados em 55% dos 36 isolados de Metarhizium e apresentaram 16 diferentes padrões eletroforéticos consistindo de 3 a 18 bandas de RNAfd em gel de poliacrilamida. RNAfd não foram detectados em nenhum dos produtos comerciais utilizados no presente estudo. Os diferentes padrões de vírus encontrados nos isolados aqui estudados, aparentemente, não têm relação com os locais onde foram coletados. O inibidor de síntese protéica ciclohexamida não foi eficiente na eliminação dos vírus de RNAfd em nenhum dos isolados de fungos testados. Colônias dos isolados de M. anisopliae ESALQ 866, M. anisopliae ESALQ 1256 e M. anisopliae CTC F8 foram curadas por meio do cultivo monoconidial ou isolamento de ponta de hifas. Alguns segmentos do isolado M. anisopliae PL26 foram perdidos após o subcultivo de ponta das hifas. Colônias de M. anisopliae ESALQ PL26 obtidas por meio do cultivo monoconidial ou subcultivo de ponta de hifas apresentaram grande variabilidade morfológica...

Caracterização molecular e morfofisiológica de diferentes isolados do fungo entomopatogênico Metarhizium anisopliae e análise morfológica do processo de infecção em Boophilus microplus

Arruda, Walquíria
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
47.09%
A caracterização molecular e morfofisiológica de 28 isolados de Metarhizium ssp. foi avaliada por análises de seqüências do espaçador transcrito interno (ITS1 e ITS2), presença de elementos dsRNA e taxa de crescimento e esporulação em diferentes temperaturas e pH. A patogenicidade de 19 isolados do fungo entomopatogênico Metarhizium ssp. foi avaliada para fêmeas ingurgitadas do carrapato Boophilus microplus. As alterações cronológicas durante o processo de infecção Metarhizium anisopliae isolado E6 em B. microplus foi avaliada em detalhe por microscopia óptica e eletrônica de varredura e transmissão. O seqüenciamento do espaçador transcrito interno confirmou a identidade taxonômica dos isolados avaliados como M. anisopliae var. anisopliae ou M. anisopliae var. majus e mostrou que dois isolados (CG291 e CG423), previamente classificados como Metarhizium flavoviride, são pertencentes a M. anisopliae var. anisopliae. Os testes sobre a influência da temperatura e pH no desenvolvimento e esporulação dos isolados evidenciaram que a melhor temperatura de crescimento para a maioria desses foi 28oC e que o crescimento foi ótimo na faixa de pH entre 4 a 9. Os bioensaios mostraram que três isolados (C14, CG47 e CG97) foram altamente patogênicos para fêmeas ingurgitadas de B. microplus sendo tão virulentos quanto o isolado E6...

Análise funcional do gene chit1 do fungo entomopatogênico Metarhizium anisopliae

Souza, Tatiana Soares Ferreira de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
67.15%
Metarhzium anisopliae é um fungo entomopatogênico que infecta uma variedade de artrópodes. É o entomopatógeno melhor caracterizado, tendo a capacidade de penetrar ativamente através da cutícula de seus hospedeiros. Durante a infecção, Metarhizium produz hidrolases, como proteases, lípases e quitinases que auxiliam na penetração da cutícula de seus hospedeiros e também estão relacionadas ao processo de colonização. Nosso grupo de pesquisa tem se dedicado ao estudo de genes que atuam na etapa de penetração dos hospedeiros, em especial, caracterizando o sistema de degradação da quitina em M. anisopliae. Três genes que codificam quitinases já foram caracterizados em M. anisopliae: o gene chit1, que codifica uma endoquitinase de 42 kDa (BOGO, 1998), o gene chi2 que codifica uma quitinase de 42 kDa e o gene chi3 que codifica uma endo/exo quitinase de 30 kDa (SILVA et al., 2005). Entretanto, apenas a quitinase de 30 kDa foi demonstrada ser produzida durante o processo de penetração. A função dos outros dois genes não foi ainda determinada. O objetivo deste trabalho foi estudar a função do gene chit1 em M. anisopliae por meio da superexpressão da endoquitinase de 42 KDa. Neste, e em trabalhos anteriores do grupo...

Superóxido dismutases do fungo entomopatogênico e acaricida Metarhizium anisopliae

Castro, Luiza Amaral de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
56.89%
As superóxido dismutases são metaloenzimas amplamente distribuídas entre os organismos e desempenham um importante papel na defesa celular contra os danos provocados por espécies reativas de oxigênio mediados pelo radical superóxido, um subproduto do metabolismo oxidativo. As SODs são classificadas em quatro grupos, dependendo de seu cofator metálico, em CuZnSOD; MnSOD, FeSOD e NiSOD. Além de sua função intrínseca, as SODs estão implicadas em outros processos com a adesão e a sinalização celular e na patogenicidade. Em particular, a participação das SODs em processos patogênicos tem se mostrado muito ampla, abrangendo os mais variados sistemas patógeno-hospedeiro. Visando estudar o processo de penetração do fungo filamentoso Metarhizium anisopliae em carrapatos, as enzimas com atividade SOD foram descritas e parcialmente caracterizadas, apresentando três tipo de atividade: CuZn, Mn e Fe.Para melhor caracterizar as SODs de M. anisopliae, neste trabalho purificamos e caracterizamos a CuZnSOD. A enzima apresenta uma massa presumida em géis desnaturantes de ~20 KDa. A etapa de cromatografia de gel filtração foi substituída, com sucesso, por uma cromatografia de afinidade, apresentando ganho no rendimento total de 92%...

Estudo funcional de genes do fungo entomopatogênico Metarhizium anisopliae

Staats, Charley Christian
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
57.07%
O fungo filamentoso Metarhizium anisopliae é o entomopatógeno melhor caracterizado em nível molecular, em especial em relação a sua patogênese, principalmente pelo isolamento de genes diferencialmente expressos durante a infecção de hospedeiros. A infecção é um processo multifatorial complexo e os genes candidatos devem ser analisados funcionalmente. Para tal, uma das estratégias mais bem sucedidas é o desenvolvimento de sistemas para a geração de mutantes nulos por inativação gênica, mediada por recombinação homóloga. Neste trabalho, esta estratégia foi aplicada ao fungo M. anisopliae por intermédio da Agro-transformação. Inicialmente, padronizamos este sistema utilizando como alvo o gene trp1 deste fungo, envolvido no anabolismo do aminoácido triptofano. Obtivemos uma freqüência de recombinação homóloga em torno de 20 % para este locus. Como a integração do DNA exógeno é majoritariamente ectópica, nos valemos desta característica para construir uma biblioteca de mutantes de inserção e procedemos a uma caracterização preliminar de conídeos de mutantes morfológicos em relação a sua sensibilidade à radiação UV-A. Mostramos assim que este sistema é aplicável para o estudo funcional de genes no fungo. Dentre os prováveis fatores envolvidos no processo de infecção de M. anisopliae estão algumas hidrolases e o nosso grupo tem se dedicado a caracterização das quitinases neste fungo. As quitinases em particular são atraentes do ponto de vista de sua função...

Caracterização funcional da proteína gliceraldeído-3-fosfato desidrogenase na superfície celular do entomopatógeno Metarhizium anisopliae

Broetto, Leonardo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
47.03%
A proteína gliceraldeído-3-fosfato desidrogenase (GAPDH) é uma enzima essencial na via da glicólise e da gliconeogênese, catalisando a fosforilação oxidativa do substrato gliceraldeído-3-fosfato em 1,3- bifosfoglicerato na presença de NAD+ e fosfato inorgânico, sendo também capaz de catalisar a reação inversa. A enzima é um homotetrâmero, tendo monômeros com massa de 36 kDa. Além desta atividade, a proteína pode ainda desempenhar outras funções importantes em vários processos celulares. A partir da descrição da expressão diferencial do gene gpdh1 (GAPDH) do fungo entomopatogênico Metarhizium anisopliae em condições que mimetizam a infecção, desenvolvemos este estudo para caracterizar a sua possível participação em outros processos celulares. Diversas análises foram realizadas para caracterizar o gene gpdh1 e sua proteína cognata. Os padrões de expressão, tanto em nível transcricional como em nível protéico foram avaliados sob condições de regulação fisiológica, evidenciando um padrão de regulação hierárquico em resposta às diferentes fontes de carbono adicionadas a culturas do fungo. Utilizando 2D-SDS-PAGE, anti-soro anti GAPDH e espectrometria de massas, identificamos isoformas de GAPDH sendo expressas pelo fungo...

Identificação de proteínas secretadas e quitinases do fungo entomopatogênico Metarhizium anisopliae

Beringer, Juliana da Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
57%
Metarhizium anisopliae é considerado um organismo modelo para estudos relacionados com interações entre artrópodes e microrganismos. Durante estas interações ocorre a secreção de várias proteínas, incluindo enzimas hidrolíticas que degradam a cutícula do hospedeiro durante a etapa de penetração. As quitinases de Metarhizium vêm sendo alvo de muitos estudos, pois além de participar da degradação da cutícula, estas enzimas têm funções importantes na biologia do fungo, participando do remodelamento da parede celular. Este trabalho teve como objetivo identificar proteínas secretadas diferencialmente expressas durante o cultivo do fungo, em condições que mimetizam a interação com o hospedeiro e validar as quitinases propostas pela análise in silico do projeto genoma de M. anisopliae. Sobrenadantes de culturas do fungo na presença de glicose, quitina cristalina e N-acetilglicosamina foram analisados utilizando eletroforese uni e bidimensional seguida de análise por espectrometria de massas (MS). Através de comparação com bancos de dados (NCBI e proteínas preditas de M. anisopliae) identificamos 38 proteínas, das quais quatro são quitinases: a quitinase CHIT30 (chi3), a quitinase CHIT42 (chit1) e duas quitinases preditas pela análise in silico...

Simulação do impacto do fungo Nomuraea rileyi em populações da lagarta da soja, Anticarsia gemmatalis

Sujii,Edison Ryoiti; Tigano,Myrian Silvana; Sosa-Gomes,Daniel
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2002 Português
Relevância na Pesquisa
56.89%
O fungo entomopatogênico Nomuraea rileyi (Farlow) Samson produz epizootias em populações de lagarta da soja, Anticarsia gemmatalis (Huebner), controlando naturalmente a praga em determinadas condições. No entanto, a epizootia nem sempre ocorre a tempo de evitar que as populações desta praga causem dano econômico à cultura. Foi criado um modelo matemático para simular a ocorrência de N. rileyi em populações de A. gemmatalis nas lavouras de soja da Flórida, EUA. O objetivo deste trabalho foi desenvolver um sistema que integrasse esse modelo a outros modelos (fenologia da soja e da praga, interações inseto-planta e dinâmica populacional da praga), a fim de gerar simulações mais precisas no manejo da praga. Estes modelos foram construídos a partir de estudos ecológicos dos organismos envolvidos, conduzidos nas áreas de soja no Brasil. O sistema integrado foi desenvolvido com base em equações de diferenças que são processadas pelo programa STELLA, versão 5.0 Research. A avaliação do modelo em Planaltina, DF, e Londrina, PR, demonstraram que o sistema é capaz de simular a ocorrência de epizootias ou explosões populacionais da lagarta da soja.

Effect of deltamethrin on germination and virulence of Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. on Triatoma infestans (Klug)

Alzogaray,Raul; Luz,Christian; Silva,Ionizete G.; Lecuona,Roberto E.; Tigano,Myrian S.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1998 Português
Relevância na Pesquisa
46.89%
Foi avaliada a ação do inseticida deltametrina sobre a capacidade de germinação e virulência do fungo entomopatogênico Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. contra ninfas de 3° estádio de Triatoma infestans (Klug) (Hemiptera: Reduviidae). Após 12 horas em cultura submersa, observou-se uma diminuição significativa da germinação de conídios de B. bassiana em proporção ao aumento da concentração do inseticida. Na mais alta dose aplicada, 550 mmg/ml, foi observado retardamento da germinação com 24 e 36 horas e interrupção do desenvolvimento do fungo após esse tempo. A exposição de ninfas de 3° estádio a concentrações subletais de deltametrina não alterou de forma significativa a virulência de B. bassiana.

Cinética da esporulação e viabilidade de conídios de Nomuraea rileyi (Farlow) samson sobre cadáveres da lagarta-da-soja, Anticarsia gemmatalis Hübner (Lepidoptera: Noctuidae), em condições de campo

SUJII,EDISON R.; CARVALHO,VANESSA A.; TIGANO,MYRIAN S.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2002 Português
Relevância na Pesquisa
46.89%
O fungo entomopatogênico Nomuraea rileyi (Farlow) Samson pode produzir epizootias em populações de lagarta-da-soja, Anticarsia gemmatalis Hübner, controlando essa praga naturalmente. No entanto, o fenômeno nem sempre ocorre a tempo de evitar que populações de A. gemmatalis atinjam o nível de dano econômico na cultura. Observações sobre a produção de conídios em cadáveres de A. gemmatalis em condições de campo mostraram que alta umidade relativa e precipitação são fatores determinantes na cinética da esporulação do fungo in vivo. O início da esporulação foi retardado e a produção de conídios diminuída quando cadáveres de A. gemmatalis infectados com N. rileyi foram submetidos a períodos longos de estresse hídrico (umidade relativa de 25-30%). Observações no campo também demonstraram que a viabilidade de conídios de N. rileyi pode permanecer elevada (>75% germinação) por períodos de até 10 dias na superfície de cadáveres, servindo como fonte de inóculo durante esse período.

Simulação do impacto do fungo Nomuraea rileyi em populações da lagarta da soja, Anticarsia gemmatalis.

SUJII, E.R.; TIGANO, M.S.; SOSA-GOMES, D.
Fonte: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.37, nº 11, p. 1551-1558, nov. 2002. Publicador: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.37, nº 11, p. 1551-1558, nov. 2002.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
56.89%
O fungo entomopatogênico Nomuraea rileyi (Farlow) Samson produz epizootias em populações de lagarta da soja, Anticarsia gemmatalis (Huebner), controlando naturalmente a praga em determinadas condições. No entanto, a epizootia nem sempre ocorre a tempo de evitar que as populações desta praga causem dano econômico à cultura. Foi criado um modelo matemático para simular a ocorrência de N. rileyi em populações de A. gemmatalis nas lavouras de soja da Flórida, EUA. O objetivo deste trabalho foi desenvolver um sistema que integrasse esse modelo a outros modelos (fenologia da soja e da praga, interações inseto-planta e dinâmica populacional da praga), a fim de gerar simulações mais precisas no manejo da praga. Estes modelos foram construídos a partir de estudos ecológicos dos organismos envolvidos, conduzidos nas áreas de soja no Brasil. O sistema integrado foi desenvolvido com base em equações de diferenças que são processadas pelo programa STELLA, versão 5.0 Research. A avaliação do modelo em Planaltina, DF, e Londrina, PR, demonstraram que o sistema é capaz de simular a ocorrência de epizootias ou explosões populacionais da lagarta da soja.; 2002

Estudo de metarhizium anisopliae (metsch) sorok: toxicidade a compostos extraídos de tibraca limbativentris stal (heteroptera: pentatomidae), efeitos de agroquímicos utilizados na cultura do arroz e aumento da patogenicidade a T. limbativentris com doses subletais de inseticidas químicos; Study of metarhizium anisopliae (metsch) sorok: toxicity of the compounds extracted from tibraca limbativentris stal (heteroptera: pentatomidae), effects of agrochemicals used in rice crops and enhanced pathogenicity to T. limbativentris with sublethal doses of chemical insecticides

Silva , Rodrigo Alves da
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Química (IQ); Instituto de Química - IQ (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Química (IQ); Instituto de Química - IQ (RG)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
47.31%
This study was divided in chapters that include various aspects of the interaction between the entomopathogenic fungus M. anisopliae with rice stink bug T. limbativentris as follows: Chapter 1 (Theoretical considerations) describes an introduction about the elements involved in this study as: the importance of rice crops for Brazil, as well as socio-economic and planted areas with this crop. It also covers information about life cycle and ecology of the rice stink bug, Tibraca limbativentris stal (1869) along with its importance as a pest. Chemical and biological control measures are discussed as well. Regarding the entomopathogenic fungus Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorokin, general aspects of taxonomy, morphology, infection process of this fungus to their hosts and virulence factors were also addressed. To sum up, chemical ecology was explored addressing intraspecific and interspecific interactions among insect family pentatomidae with emphasis on studies of chemical compounds of defense in order to understand the natural resistance of this group of insects to entomopathogenic fungi. Chapter 2 (Toxicity of compounds extracted from the cuticle and the stink methatoracic gland (MTG) of T. limbativentris to the fungus M. anisopliae) describes the susceptibility of different life stages of T. limbativentris to M. anisopliae and correlates these results with the fungicidal activity of aldehydes (E)-2-octenal and (E)-2-dedecenal extracted from metathoracic scent glands (MTG) of adults as well as the (E)-2-hexenal...

Patogenicidade de formulações bioinseticidas à base de Beauveria bassiana sobre a broca-do-olho-docoqueiro Rhynchophorus palmarum.

SANTOS, M. C. dos; SANTOS, P. de M.; SENA FILHO, J. G. de; TEODORO, A. V.
Fonte: In: SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E PÓS-GRADUAÇÃO DA EMBRAPA TABULEIROS COSTEIROS, 5., 2015, Aracaju. Anais... Brasília, DF: Embrapa, 2015. p. 280, ref. 22-32. 1 CD-ROM. Editor Técnico: Marcelo Ferreira Fernandes, Embrapa Tabuleiros Costeiros. Publicador: In: SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E PÓS-GRADUAÇÃO DA EMBRAPA TABULEIROS COSTEIROS, 5., 2015, Aracaju. Anais... Brasília, DF: Embrapa, 2015. p. 280, ref. 22-32. 1 CD-ROM. Editor Técnico: Marcelo Ferreira Fernandes, Embrapa Tabuleiros Costeiros.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
47.24%
A broca-do-olho-do-coqueiro Rhynchophorus palmarum (Coleoptera: Curculionidae) é uma das principais pragas da cultura do coqueiro no Brasil. O fungo entomopatogênico Beauveria bassiana é eficaz no controle dessa praga, no entanto uma ausência de trabalhos descritos na literatura no que concernem a formulados a base do fungo é notória. Formulados de conídios de B. bassiana fornecem maior estabilidade ao meio externo, além de garantir um valor agregado do ponto de vista comercial.O presente trabalho teve por objetivo a avaliação da patogenicidade de formulados bioinseticidas à base do fungo entomopatogênico B. bassiana sobre a R. palmarum em condições de laboratório. Os experimentos foram realizados com diferentes formulados à base de matriz polimérica de Alginato (A) e bentonita (B) a 2, 4 e 6%, bem como Alginato e bentonita com diferentes granulometrias (4 e 6%). Os formulados foram avaliados quanto a liberação de conídios, viabilidade e patogenicidade a R. palmarum ao longo do tempo. No que se refere a liberação de conídios dos formulados AB2 e AB4, não houve diferença estatisticamente significativa entre os intervalos de 6 a 48 horas. Em relação à viabilidade, os formulados apresentaram alta taxa de germinação...

Persistence in soil of inoculum of Beauveria bassiana used to control Hedypathes betulinus in yerba maté plantation, Ilex paraguariensis; PERSISTÊNCIA NO SOLO DE INÓCULO DE Beauveria bassiana EMPREGADO PARA O CONTROLE DE Hedypathes betulinus EM PLANTIO DE Ilex paraguariensis

Borges, Larissa Rolim; Lazzari, Sônia Maria Noemberg; Pimentel, Ida Chapaval; Camargo, Lívia Cardoso Bueno de; Kalinoski, Lílian Mattos
Fonte: FUPEF DO PARANÁ Publicador: FUPEF DO PARANÁ
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 05/04/2011 Português
Relevância na Pesquisa
47.07%
Control measures of Hedypathes betulinus are restricted to agricultural practices and hand picking of adult insects. No chemical control is allowed in yerba maté cultivation areas. The objectives of this research were to verify the natural occurrence of the entomopathogenic fungus Beauveria bassiana in the soil of yerba maté in monoculture; to determine the persistence of inoculums in the soil after applications of the fungus; and to evaluate the influence of abiotic factors on fungus stability in the soil. The soil samples were taken from two experimental areas in a yerba maté plantation in the county of Campo Alegre, Santa Catarina, Brazil. The samples were analyzed in order to count, isolate and identify inoculums of B. bassiana and other fungi. After the confirmation that B. bassiana was not present in the soil, a suspension of the fungus was applied, twice in one of the areas and three times in the other. After the last application in February/2006, the inoculum persisted for 90 and 120 days, in the area with two and three applications, respectively. The temperature affected the persistence of B. bassiana in soil; however, the relative humidity did not.; O controle da broca-da-erva-mate, Hedypathes betulinus, limita-se ao emprego de práticas silviculturais e catação manual dos insetos adultos...

Beauveria bassiana efficiency to Hedypathes betulinus control in yerba maté, Ilex paraguariensis; EFICÁCIA DE Beauveria bassiana PARA O CONTROLE DE Hedypathes betulinus EM ERVA-MATE, Ilex paraguariensis

Borges, Larissa Rolim; Lazzari, Sônia Maria Noemberg; Borges- Arriagada, Lívia Rolim; Iede, Edson Tadeu
Fonte: FUPEF DO PARANÁ Publicador: FUPEF DO PARANÁ
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
47.04%
Yerba mate pest control, especially Hedypathes betulinus, is limited basically to silvicultural practices and insect removal, once application of chemical insecticides in such crop is not allowed. This research aimed to produce data for biological control of H. betulinus by evaluation of efficiency and number of applications of an entomopathogenic fungus Beauveria bassiana formulation for control of such pest species. The experiment was carried out on a yerba maté monoculture area, in Campo Alegre county, Santa Catarina, Brazil. The fungus was sprayed on trees’ trunk, following a chronogram of two and three applications, in different months. Efficiency of B. bassiana formulation could be demonstrated by the number of recaptured insects in areas of application, which was statistically lower than the one in the control area. However, there was no significant difference between two and three fungus application, with, respectively 18.4% and 17.7% of recaptured insects. Thus, only two yearly B. bassiana applications, in November and February, are enough to control H. betulinus and keep inoculum in an area of yerba maté monoculture.; O controle das pragas da erva-mate, dentre as quais a broca-da-erva-mate, Hedypathes betulinus, é limitado principalmente a técnicas silviculturais e catação manual...

EFEITO DE HERBICIDAS UTILIZADOS EM CANA-DEAÇÚCAR NO DESENVOLVIMENTO IN VITRO DO FUNGO ENTOMOPATOGÊNICO Metarhizium anisopliae (Metsch.) SOROKIN

DA COSTA, EDUARDO A. D.; MATALLO, MARCUS B.; ALMEIDA, JOSÉ E. M.; LOUREIRO, ELISÂNGELA S.; SANO, ALEXANDRE H.
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2005 Português
Relevância na Pesquisa
47%
Avaliou-se a compatibilidade dos herbicidas butafenacil, metribuzim, s-metolacloro, 2,4-D, glifosato, oxassulfurom e trifloxissulfuron no desenvolvimento do fungo entomopatogênico M. anisopliae (isolado IBCB 348), empregado para controle biológico de Mahanarva fimbriolata (Hemiptera: Cercopidae) conhecida como cigarrinhada- raiz da cana. Os herbicidas foram adicionados ao meio de cultura batata dextrose ágar (BDA) em temperatura aproximada de 45°C nas doses de campo mínimas e máximas recomendadas, fixandose o volume de calda em 200 L/ha. Após a solidificação do meio em placas de Petri, o fungo foi inoculado em três pontos eqüidistantes. As placas foram incubadas em câmara climatizada avaliandose o diâmetro médio das colônias formadas, o número de conídios por colônia e a viabilidade dos conídios do fungo após 20 e 48 horas da inoculação. Apenas o herbicida oxassulfurom, na menor dose testada (30 g/ha), foi classificado como tóxico ao M. anisopliae, sendo os demais classificados em ambas as doses como muito tóxicos. Quanto à viabilidade, somente os herbicidas oxassulfurom nas doses de 30 e 60 g/ha não afetaram a germinação do fungo até 20 horas após a inoculação e o glifosato a 0,5 e 6,0 L/ha até 48 horas. Os demais herbicidas mostraram-se incompatíveis...

Ocorrência do fungo entomopatogênico Beauveria bassiana (Balsamo) Vuill. em população de Aracanthus sp. (Coleoptera: Curculionidae) em feijoeiro

Pissinati, Aline; EMBRAPA; Mikami, Adriana Yatie; EMBRAPA; Fagotti, Dáfila; EMBRAPA; Ventura, Maurício Ursi; EMBRAPA
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2009 Português
Relevância na Pesquisa
67.15%
http://dx.doi.org/10.5007/2175-7925.2009v22n4p219Foi verificada a ocorrência natural do fungo entomopatogênico Beauveria bassiana sobre uma população de Aracanthus sp., em campo de feijoeiro, Londrina, PR. Foram realizadas quatro coletas contendo seis repetições cada. Os insetos mortos foram avaliados em relação à infecção do fungo (a cada 3 dias, por um período de 15 dias). Entre os insetos mortos observou-se que 72, 63, 84 e 79%, respectivamente em cada coleta, estavam infectados pelo fungo, indicando que este é um agente potencial de controle de Aracanthus sp.