Página 1 dos resultados de 1224 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

O crescimento dos gastos públicos e seu impacto no crescimento econômico

Pires, Jônatas Lemos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.59%
O presente trabalho apresenta inicialmente as razões para a interferência do governo na economia, fazendo uma breve revisão histórica do crescimento dos gastos públicos em diversos países desde o final do século XIX até o final do século XX. Posteriormente faz um resumo das principais teorias que procuram explicar o crescimento do tamanho do setor público relativamente à economia. Mostra, também, que há uma relação inversa entre o crescimento econômico e o crescimento dos gastos públicos nos principais países industrializados. Por fim, apresenta uma questão atual nos debates sobre os dispêndios públicos: a questão da produtividade do setor público da economia, segundo o estudo de Cândido Júnior (2001).

Impactos regionais dos gastos públicos sobre a criminalidade nos estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul: uma análise descritiva

Spindola, André Luiz
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 83 f.
Português
Relevância na Pesquisa
66.56%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; O presente trabalho tem como objetivo desenvolver um estudo empírico sobre a relação dos índices de criminalidade versus o assistencialismo governamental. Através desta análise se demonstrará a relação dos gastos públicos em segurança e sua aplicação em políticas sociais como educação e previdência social nos três estados da federação que compõem a região sul do país, alçando o estudo às condições sócio-econômicas da população, bem como, a análise das taxas de analfabetismo, desemprego, concentração de renda, entre outros, dos estados acima referidos. Neste norte, buscará a conclusão sobre qual política é mais eficaz no combate ao crime e a violência atualmente estabelecida, se a atual política de repressão, a qual visa apenas aumentar o efetivo policial, muitas vezes, em detrimento de um eficaz treinamento ou preparo psicológico do agente público, encarregado de reprimir a criminalidade ou a política de assistencialismo que se funda na educação e no favorecimento da criação de oportunidades à população menos favorecida, ampliando-lhe o horizonte de alternativas como forma de mantê-la distante do interesse de viver à margem da legalidade. O presente estudo faz uma análise descritiva de dados...

Análise da relação entre crescimento econômico e gastos públicos nas maiores cidades da região Sul do Brasil

Bogoni,Nadia Mar; Nelson,Hein; Beuren,Ilse Maria
Fonte: Fundação Getulio Vargas Publicador: Fundação Getulio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.66%
Estudos que analisam os impactos da política fiscal sobre o crescimento econômico de países, estados e municípios são recorrentes. As questões de pesquisa mais comumente consideradas levam a investigar se os gastos públicos podem elevar o crescimento econômico com o aumento da produtividade do setor privado. Neste sentido, o objetivo deste estudo é investigar a relação existente entre o crescimento econômico, considerando o Produto Interno Bruto (PIB), e as variáveis que compõem os gastos públicos das maiores cidades da região Sul do Brasil. Trata-se de uma pesquisa descritiva com abordagem quantitativa e de corte seccional. Para tal, o artigo apresenta um modelo matemático não linear multivariável que é avaliado empiricamente por meio de uma aplicação para os gastos públicos das maiores cidades da região Sul do Brasil. A partir da utilização do modelo, estimou-se o PIB para as cidades e comparou-se com os valores reais do PIB. Os resultados mostram um erro de estimação de 22,45% para uma confiabilidade de 85,16%. Conclui-se que os gastos dos governos locais têm um importante papel no crescimento econômico.

Federalismo realocativo: sobre-representação legislativa e gastos públicos no hemisfério ocidental

Gibson,Edward L.; Calvo,Ernesto F.; Falleti,Tulia G.
Fonte: Centro de Estudos de Opiniao Publica da Universidade Estadual de Campinas Publicador: Centro de Estudos de Opiniao Publica da Universidade Estadual de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2003 Português
Relevância na Pesquisa
66.63%
Este artigo trata da economia política do federalismo e a questão básica examinada é se a sobre-representação de territórios (estados e províncias) nas legislaturas nacionais dos sistemas federais afeta a distribuição territorial dos gastos públicos dos governos federais. A hipótese testada é que afeta e a sobre-representação territorial produz uma distorção dos gastos federais que beneficia as populações que vivem em territórios sobre-representados. Para captar essa conexão entre sobre-representação territorial e a distribuição não-proporcional de fundos públicos foi introduzida uma distinção conceitual: os países em que essa conexão existe são identificados como casos de federalismo realocativo, enquanto que os países com padrões territoriais de gastos públicos que são proporcionais à população são identificados como casos de federalismo proporcional. Os argumentos baseiam-se em dados subnacionais dos quatro maiores países federais do hemisfério ocidental: Estados Unidos, Brasil, México e Argentina.

Teoria comparada e a economia política da expansão dos gastos públicos

Rezende,Flávio da Cunha
Fonte: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
66.56%
O artigo desenvolve uma análise comparativa de teorias sobre o fenômeno da expansão dos gastos públicos produzidos pela Economia Política nos últimos 25 anos. A análise busca identificar os principais mecanismos causais e as variáveis utilizadas pelas explicações rivais e complementares que integram a matriz de argumentações contemporâneas sobre tal fenômeno.

Gastos públicos com diárias e passagens nas instituições de ensino superior : uma análise para a Universidade de Brasília

Bezerra, João Alves
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.66%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Programa de Pós-Graduação em Economia, Mestrado Profissional em Economia, 2015.; Esta pesquisa teve como objetivo analisar como os gastos públicos realizados através do pagamento de diárias e de passagens têm contribuído com a melhora das Instituições Federais de Ensino Superior - IFES. Apresentou uma revisão da literatura sobre as principais questões a respeito dos gastos públicos, como se dão e como deveriam ser realizados os investimentos em educação no Brasil. Com destaque para: A importância dos gastos públicos; Finanças públicas – conceitos básicos; Importância dos recursos investidos em educação; O Sistema de Concessão de Diárias e Passagens – SCDP. Dados referentes a execução financeira com pagamento de diárias e concessão de passagens no período de 2009 a 2014 de vinte Instituições Federais de Ensino Superior, com recorte e analise mais detalhada da Universidade de Brasília. ______________________________________________________________________________________________ ABSTRACT; This research had as objective to analyse how the public expenses accomplished trough the payment of daily expenses and tickets have contributed with the improvement of the Federal Institutes of Higher Education - IFES. It presented a literature review about the main questions in respect of public expenses...

Gastos públicos na agricultura: evolução e mudanças; Texto para Discussão (TD) 948: Gastos públicos na agricultura: evolução e mudanças; Public spending in agriculture: evolution and change

Gasques, José Garcia; Verde, Carlos Monteiro Villa
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
66.66%
O presente trabalho analisa os gastos públicos na agricultura por meio de um retrospecto dos anos mais recentes, além de dar maior ênfase às mudanças ocorridas nos últimos dois anos. Outra preocupação deste trabalho é atualizar estudos anteriores sobre os gastos públicos em agricultura realizados pelos autores, com a preocupação de manter a mesma base de dados, o que possibilita estatística de melhor qualidade e também garante a comparabilidade das informações. As principais fontes de informações são o Balanço Geral da União e o Orçamento das Operações de Crédito, ambos de responsabilidade da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) do Ministério da Fazenda (MF). As informações dessas duas fontes complementam-se quanto ao nível de detalhamento. Por exemplo, no Orçamento das Operações de Crédito estão detalhadas as informações sobre as políticas de preços mínimos, de estoques e de financiamento rural. Tais informações também se encontram no Balanço Geral da União, mas de maneira agregada. Utilizou-se, como em trabalhos anteriores, o conceito de despesa realizada, que corresponde aos gastos efetivamente realizados pelo governo.; 31 p. : il.

Gastos públicos em agricultura: retrospectiva e prioridades; Texto para Discussão (TD) 1225: Gastos públicos em agricultura: retrospectiva e prioridades; Public spending on agriculture: retrospective and priorities

Gasques, José Garcia; Villa Verde, Carlos Monteiro; Bastos, Eliana Teles
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
66.81%
Este trabalho tem por objetivo fazer uma retrospectiva dos gastos públicos em agricultura e organização agrária, e indicar as prioridades de políticas, agrícola e agrária no âmbito dos gastos públicos, tomando-se como período de análise 1980 a 2005. Quanto a retrospectiva, pretende-se recompor séries de dispêndios públicos apresentadas em trabalhos anteriores. Essa recomposição de algumas séries de gastos se torna importante por ser feita segundo uma mesma metodologia ao longo dos anos considerados. A análise das prioridades do gasto será realizada tomando-se algumas políticas como de comercialização e crédito rural, política agrária e pesquisa e desenvolvimento. No trabalho concluiu-se que há grande concentração dos gastos públicos em poucas subfunções e em reduzido número de programas. Em 2005, quatro programas concentraram 88,0% dos dispêndios em agricultura e 90,0% em organização agrária. Observa-se um conjunto expressivo de programas cujos montantes de recursos são inexpressivos, como aqueles relacionados a produtividade, sustentabilidade, treinamento, pesquisa e outros. Grande concentração dos gastos públicos em poucas subfunções e em reduzido número de programas. Em 2005, quatro programas concentraram 88...

Prioridades e orientação dos gastos públicos em agricultura no Brasil; Texto para Discussão (TD) 365: Prioridades e orientação dos gastos públicos em agricultura no Brasil; Priorities and orientation of public spending in agriculture in Brazil

Gasques, José Garcia; Villa Verde, Carlos M.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
66.63%
Este trabalho procura dar continuidade a estudos realizados sobre gastos públicos em agricultura. Atualiza as informações básicas já levantadas e publicadas e aprofunda os conhecimentos sobre essa questão. Analisa os gastos efetuados pela União e estados quanto à natureza, distribuição e estrutura. Discute as principais alterações havidas nos instrumentos de política agrícola, tendo em vista a nova orientação dos gastos decorrentes das restrições impostas, principalmente, pela política fiscal. O trabalho abrange o período 1990/93.; 25 p.

Aspectos políticos e econômicos das receitas e dos gastos públicos no Brasil; Texto para Discussão (TD) 297: Aspectos políticos e econômicos das receitas e dos gastos públicos no Brasil; Political and economic aspects of revenue and public expenditure in Brazil

Holanda, Antônio Nilson Craveiro
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
66.6%
O seminário teve como objetivo identificar e discutir as causas do crônico desequilíbrio fiscal do Brasil; analisar as instituições e procedimentos ligados à formulação das políticas de receitas e gastos públicos e apresentar propostas alternativas para melhorar a sua influência e eficácia; discutir os efeitos de progressiva mudança do papel do governo no processo de formulação de políticas de receitas e gastos, particularmente no que se refere aos temas específicos de privatização, seguridade social, federalismo fiscal e relações entre Executivo e Legislativo; 42 p.

Sistema de Informações sobre os Gastos Públicos da Área de Educação - SIGPE: diagnóstico para 1995; Texto para Discussão (TD) 674: Sistema de Informações sobre os Gastos Públicos da Área de educação - SIGPE: diagnóstico para 1995

Abrahão, Jorge; Fernandes, Maria Alice Cunha
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
66.73%
Este trabalho apresenta o Sistema de Informações sobre os Gastos Públicos da Área de Educação (SIGPE) do IPEA, formado por um conjunto de bases de dados que permitem a elaboração de séries de indicadores sobre esse tipo de gasto. O sistema possibilita o acompanhamento, o dimensionamento e a análise dos gastos públicos realizados na área de Educação, utilizando parte das informações que vêm sendo trabalhadas e desenvolvidas pelo IPEA para as diversas áreas de política social desenvolvidas pelas três esferas de governo. Os resultados alcançados neste trabalho mostram que o atual sistema de informações sobre os gastos sociais desenvolvidas pelo IPEA é um fundamental elemento de referência para a elaboração de indicadores financeiros para a análise dos gastos públicos da área de Educação, que podem ser de grande utilidade para os formadores, formuladores e implementadores de políticas públicas voltadas para a área, em todas as esferas de governo.; 40 p. : il.

Recursos para a agricultura e a orientação dos gastos públicos; Texto para Discussão (TD) 229: Recursos para a agricultura e a orientação dos gastos públicos; Resources for agriculture and orientation of public spending

Gasques, José Garcia; Villa Verde, Carlos M.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
66.59%
O trabalho analisa os gastos públicos na agricultura, destacando as prioridades do governo nos últimos anos quanto às políticas e aos programas. Discute a redução de recursos públicos e privados para a agricultura, especialmente nas principais políticas agrícolas. Além disso, analisa as implicações decorrentes do esvaziamento das políticas tradicionais e a reorientação do gasto público para os incentivos fiscais e fundos constitucionais.; 26 p.

O ajustamento cíclico dos gastos públicos federais brasileiros; Texto para Discussão (TD) 632: O ajustamento cíclico dos gastos públicos federais brasileiros; The cyclical adjustment of the Brazilian federal government spending

Pereira, Rodrigo Mendes
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
66.63%
O objetivo deste artigo é construir uma série trimestral ciclicamente ajustada para os gastos públicos brasileiros na década de 90. Por meio da remoção da parte do orçamento que resulta de mudanças no ambiente econômico, obtivemos um índice das mudanças discricionárias na política fiscal, com o uso do método sugerido por Blanchard. Desse modo, descobriu-se que a parte endógena dos gastos tem forte relação negativa com a inflação, mas não com o PIB. Esse resultado é clara evidência do efeito Bacha, que sugere que a inflação no Brasil é utilizada como instrumento de redução dos gastos governamentais.; 25 p. : il.

Impactos macroeconômicos dos gastos públicos na América Latina; Texto para Discussão (TD) 1434: Impactos macroeconômicos dos gastos públicos na América Latina; Macroeconomic impact of public spending in Latin America

Silva, Alexandre Manoel Angelo da; Cândido Júnior, José Oswaldo
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
66.59%
Este artigo mensura os impactos macroeconômicos dos gastos públicos (consumo e investimento das administrações públicas) nas principais economias da América Latina por meio do modelo cointegrado dos vetores autorregressivos. No longo prazo, de maneira geral, os investimentos públicos tendem a afetar positivamente o produto e o consumo das famílias, embora tenha apresentado uma relação de substitutibilidade com o investimento privado. No curto prazo, na maioria dos casos, os multiplicadores do consumo do governo com relação ao produto, consumo e investimento privados são positivos e significativos, embora de pequena magnitude. Já os multiplicadores do investimento público para a maioria dos países são estatisticamente não significativos.; 35 p. : il.

Os gastos públicos no Brasil são produtivos?; Texto para Discussão (TD) 781: Os gastos públicos no Brasil são produtivos?; Public expenditures in Brazil are productive?

Cândido Júnior, José Oswaldo
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
66.75%
A preocupação com os efeitos dos gastos públicos na economia é recorrente, sobretudo seus impactos sobre o crescimento econômico. Diversos trabalhos teóricos e empíricos sugerem que os gastos públicos podem elevar o crescimento econômico, aumentando a produtividade do setor privado. Por outro lado, uma expansão dos gastos públicos financiados por impostos distorcivos e a ineficiência na alocação dos recursos podem superar o efeito positivo dessas externalidades. O objetivo deste trabalho é analisar teórica e empiricamente a relação entre gastos públicos e crescimento econômico no Brasil no período 1947/1995 de forma agregada, captando o balanço líquido da participação dos gastos sobre o produto interno, dado que existem fatores que sugerem possibilidades positivas e negativas. Os valores das elasticidades gasto-produto e o diferencial de produtividade em relação ao setor privado foram negativos. O conjunto de resultados sugere que a proporção de gasto público no Brasil está acima do seu nível ótimo e que existem indícios de baixa produtividade. Os efeitos sobre o crescimento serão mais danosos quanto mais distorcivo for o sistema tributário.; 28 p. : il.

O Ajustamento ciclíco dos gastos públicos federais brasileiros; The cyclical adjustment of the Brazilian federal government spending

Pereira, Rodrigo
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
66.63%
O objetivo deste artigo é construir uma série trimestral ciclicamente ajustada para os gastos públicos brasileiros na década de 90. Mediante remoção da parte do orçamento que resulta de mudanças no ambiente econômico, obtemos um índice das mudanças discricionárias na política fiscal. O método sugerido por Blanchard é utilizado para isso. Verificamos que a parte endógena dos gastos tem forte relação negativa com a inflação, mas não com o PIB. Esse resultado é uma evidencia clara do efeito Bacha, que sugere que a inflação no Brasil é utilizada como um instrumento dos gastos governamentais.; p. 563-584 : il.

Teoria comparada e a economia política da expansão dos gastos públicos

Rezende, Flávio da Cunha
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
66.56%
O artigo desenvolve uma análise comparativa de teorias sobre o fenômeno da expansão dos gastos públicos produzidos pela Economia Política nos últimos 25 anos. A análise busca identificar os principais mecanismos causais e as variáveis utilizadas pelas explicações rivais e complementares que integram a matriz de argumentações contemporâneas sobre tal fenômeno.; This paper develops a comparative analysis of key political economic approaches about the growth of public expenditures in the last 25 years. The main purpose of the analysis is to identify the key causal mechanisms and variables embedded in these theoretical frameworks in order to construct a main typology of explanatory possibility about the expansion of public expenditures in modern societies.

Perfil dos gastos públicos versus perfil econômico-social dos municípios paulistas; Profile of public expenditure versus social-economic profile of municipalities in the state of São Paulo

Varela, Patrícia Siqueira; Martins, Gilberto de Andrade; Corrar, Luiz João
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2009 Português
Relevância na Pesquisa
66.56%
This article aimed at both grouping municipalities in the State of São Paulo regarding profile of public expenditure per capita according to function, and describing the relationships among these groups and those obtained through the definition of the Paulista Index of Social Responsibility (IPRS). The interest in the subject stemmed from the awareness that groups of municipalities ranked by the IPRS have the same level of wealth but bear different results regarding social indices and vice-versa. The premise underlying the analyses - that the amount and quality of public expenditure would, in a way, characterize such situation - was adopted based on the characteristics of the production process of public goods. The results reached with clusters and correspondence analyses techniques showed that, to a certain degree, all municipalities presented high expenses as regards means functions; also the amount of revenue invested in social functions associated positively with the social economic indices of municipalities.; O presente artigo teve como objetivo agrupar municípios paulistas quanto ao perfil dos gastos públicos per capita por função e descrever as relações entre os agrupamentos obtidos e os grupos definidos pelo Índice Paulista de Responsabilidade Social (IPRS). O interesse surgiu da constatação de existência de grupos de municípios definidos pelo IPRS com o mesmo nível de riqueza e diferentes resultados quanto aos indicadores sociais e vice-versa. Com base nas características do processo produtivo de bens públicos...

Participação dos gastos públicos no grau de liberdade econômica: análise dos países em âmbito mundial

Almeida-Santos,Paulo; Toledo Filho,Jorge De
Fonte: ISCTE-IUL Business School Publicador: ISCTE-IUL Business School
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
66.66%
Este artigo tem como objetivo identificar o nível de importância que os gastos públicos representam na classificação geral do grau de liberdade econômica dos países em âmbito mundial. O estudo consiste em uma pesquisa descritiva, do tipo documental e de abordagem quantitativa dos dados. A amostra é composta por 167 países classificados no Index of Economic Freedom de 2010. Como técnicas de análise e interpretação dos resultados, são utilizadas a análise de componentes principais e a técnica da entropia informacional. Os resultados indicam que dentre as dez componentes estabelecidas pelo ranking final do grau de liberdade econômica dos países componentes da amostra, os gastos públicos são considerados o quarto fator determinante necessário para justificar a classificação dos países no Index of Economic Freedom. Os gastos são também o quarto fator de maior peso de informação para se estabelecer o grau de liberdade econômica dos países investigados. A partir desses achados, conclui-se que o controle dos gastos públicos é essencial para o crescimento da nação, principalmente quando estiver em equilíbrio com as receitas, como observado pela relação positiva moderada entre essas duas variáveis.

Federalismo realocativo: sobre-representação legislativa e gastos públicos no hemisfério ocidental

Gibson, Edward L.; Calvo, Ernesto F.; Falleti, Tulia G.
Fonte: CESOP/UNICAMP Publicador: CESOP/UNICAMP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Pesquisa qualitativa Formato: application/pdf
Publicado em 19/10/2015 Português
Relevância na Pesquisa
66.63%
Este artigo trata da economia política do federalismo e a questão básica examinada é se a sobre-representação de territórios (estados e províncias) nas legislaturas nacionais dos sistemas federais afeta a distribuição territorial dos gastos públicos dos governos federais. A hipótese testada é que afeta e a sobre-representação territorial produz uma distorção dos gastos federais que beneficia as populações que vivem em territórios sobrerepresentados. Para captar essa conexão entre sobre-representação territorial e a distribuição não-proporcional de fundos públicos foi introduzida uma distinção conceitual: os países em que essa conexão existe são identificados como casos de federalismo realocativo, enquanto que os países com padrões territoriais de gastos públicos que são proporcionais à população são identificados como casos de federalismo proporcional. Os argumentos baseiam-se em dados subnacionais dos quatro maiores países federais do hemisfério ocidental: Estados Unidos, Brasil, México e Argentina. AbstractThis article is an inquiry into the political economy of federalism and the basic question explored is, does the overrepresentation of territories (states or provinces) in national legislatures of federal systems affect the territorial distribution of public spending by federal governments? The hypothesis to be tested is that it does...