Página 1 dos resultados de 122 itens digitais encontrados em 0.014 segundos

A cultura da cebola no litoral centro do Rio Grande do Sul : análise de suas especificidades como subsídio para o desenvolvimento regional

Muradás, Jones
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
175.94%
o presente estudo efetua um diagnóstico da cultura da cebola no Litoral Centro, municípios de São José do Norte, Mostardas e Tavares, do Rio Grande do Sul realizando a análise de suas especificidades a partir do reconhecimento, da descrição da área, da análise dos dados estatísticos e das informações dos diversos aspectos socioeconômicos que configuram o ambiente e a sua dinâmica,fornecendo informações e proposta de recuperação econômica consistentes para a tomada de decisões dos agentes públicos e privados. O resultado da análise das especificidades do Litoral Centro nos leva a reconhecer fatos relevantes que determinam a estagnação da região como um todo. Podemos dizer que os principais incômodos a cebolicultura e a região são: o isolamento geográfico e o abandono político/econômico da região; o baixo índice de educação da população da região; ausência de profissionalismo entre os cebolicultores; a inércia das tradições; o individualismo do camponês e a desorganização do associativismo/cooperativismo; ausência de infraestrutura pública. Com este estudo pode-se investigar, projetar políticas e estratégias que ajudem a transformar a cebolicultura da região em um real fator de desenvolvimento regional.

Indicações geográficas, o caso da região com indicação de procedência Vale dos Vinhedos

Falcade, Ivanira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
115.71%
O trabalho analisa as mudanças no espaço geográfico da Região Vitivinícola do Vale dos Vinhedos, localizada em parte dos municípios de Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul (RS), relacionadas com a implementação da Indicação Geográfica de Procedência para vinhos da região. As mudanças são consideradas tendo como referência os conceitos de espaço geográfico – território socialmente construído e historicamente localizado - e de região – parte do espaço que contém o todo, e a metodologia derivada destes conceitos. No espaço desta região foram implementadas alterações nos últimos anos relacionadas, sobretudo, a modernização da vitivinicultura pelos produtores locais. A imagem da vitivinicultura tradicional ainda permanece associada à identidade do espaço referida, principalmente, a valores do grupo social de origem italiana. Este espaço moderno/tradicional tem sido utilizado, também, para atrair o enoturista, uma maneira de expandir e consolidar o (re)conhecimento do topônimo Vale dos Vinhedos e o produto a ele associado – o vinho. Porém foi a vitivinicultura moderna que demandou as pesquisas que contribuíram para a implementação da primeira Indicação Geográfica brasileira: a Indicação de Procedência Vale dos Vinhedos. As rugosidades espaciais de tempos passados...

A Contribuição da inovação territorial coletiva e da densidade institucional nos processos de desenvolvimento territorial local/regional : a experiência da coopercana - Porto Xavier/RS

Rambo, Anelise Graciele
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
115.87%
A presente pesquisa propõe estabelecer uma discussão em torno da inovação territorial coletiva e da densidade institucional e sua contribuição para o desencadeamento de processos de desenvolvimento territorial local/regional, principalmente no âmbito dos territórios periféricos. Entende-se que, à medida que os atores locais/regionais desencadeiam ações de forma coletiva, buscando uma interação com as demais escalas de poder e gestão, constituindo uma densidade institucional, seja possível promover processos de desenvolvimento territorial local/regional, de modo a atender as demandas e necessidades dos atores locais/regionais. Da mesma forma, considera-se fundamental a preocupação destes atores com a inovação territorial coletiva, ou seja, a busca coletiva por inovações quanto a gestão do território, tendo por base as potencialidades locais/regionais. Buscar-se-á demonstrar tais pressupostos a partir da experiência da Coopercana, do município de Porto Xavier/RS. Esta consiste numa Cooperativa autogestionária, sendo a única usina produtora de álcool hidratado do Estado. Além de ser uma experiência inovadora, percebe-se relativa densidade institucional em torno da mesma, havendo uma considerável interação entre atores locais/regionais e...

Análise ambiental da bacia hidrográfica do Arroio Kruze - região metropolitana de Porto Alegre - RS

Penteado, Adriana de Fátima
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
105.87%
O enfoque do presente trabalho tem por objetivo geral o estudo ambiental da bacia hidrográfica do arroio Kruze, localizada entre as latitudes de 29º 45’ e 29º 50’ sul e longitudes de 51º 03’ e 51º 09’ oeste, entre os municípios de São Leopoldo, Sapucaia do Sul e Novo Hamburgo, os quais pertencem à região metropolitana de Porto Alegre - RMPA, capital do estado do Rio Grande do Sul. Para atingir o objetivo geral deste trabalho, desenvolveram-se os seguintes objetivos específicos: análise do quadro geomorfológico, geológico e pedológico; levantamento do processo de urbanização, em âmbito regional; no nível local : elaboração e análise dos mapas geomorfológico, de declividade, hipsométrico e do modelo 3D do terreno, representando as diferentes formas do relevo e os processos a ele relacionados; elaboração e análise do mapa de uso e ocupação do solo; correlação do uso e da ocupação do solo com os dispositivos legais e/ou institucionais (Plano Diretor e o Código Florestal). A metodologia de trabalho compreendeu revisão bibliográfica, buscando a relação dos diferentes itens analisados com a realidade regional e local; trabalhos de campo para o levantamento e a aferição das informações obtidas; e a elaboração dos mapas acima citados...

Identificação de padrões distintos de desenvolvimento na Região Sul do Brasil : uma análise multivariada

Tavares, Jean Max
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
105.95%
Diversas políticas regionais não tiveram êxito na redução das desigualdades existentes no Brasil devido à idéia de que é preciso promover o desenvolvimento a qualquer custo numa região atrasada. Vinculado aos aspectos teóricos da Nova Geografia Econômica e, em particular, das economias de aglomeração, esse artigo argumenta que as desigualdades são inerentes até mesmo em regiões desenvolvidas e que o estímulo a essas regiões devem ser incentivados, elevando a produtividade das mesmas. Especificamente, o objetivo dessa tese é mostrar a existência e a localização das desigualdades regionais na região Sul do Brasil e em cada uma das mesorregiões de seus Estados sob uma perspectiva multidimensional, através de 16 variáveis ligadas às áreas de infra-estrutura pública, urbanização, educação, renda, população, identidade local, geografia e finanças públicas (IBGE, 2000) por meio de técnicas de estatística multivariada. Por fim, foram obtidos diversos indicadores que classificaram a região Sul e as mesorregiões de cada um de seus Estados em diferentes níveis de desenvolvimento. Revelou-se que Santa Catarina, sozinha, possui 60% dos municípios mais desenvolvidos da região Sul, seguido pelo Paraná e Rio Grande do Sul...

Contrabandistas na fronteira gaúcha: escalas geográficas e representações textuais; Smugglers at the gaucho border: geographic scales and textual representations

Dorfman, Adriana
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
105.86%
O contrabando é uma prática eminentemente geográfica, podendo ser descrito como o comércio ilícito baseado nas diferenças – de preço, qualidade e disponibilidade de mercadorias – geradas pelas barreiras aduaneiras associadas à delimitação dos Estados-Nação. Esse tipo de comércio internacional ilegal exige de seus agentes o conhecimento da geografia aplicada da fronteira, aprendida na experiência da condição fronteiriça. Esta tese coloca bases metodológicas para o estudo da geografia dos contrabandistas na(s) cidade(s) de Santana do Livramento (Brasil) - Rivera (Uruguai). Seu objetivo é explorar as práticas dos contrabandistas naquele lugar, abordando a dimensão cotidiana da fronteira internacional e estabelecendo bases para um estudo geográfico do contrabando. Nesta análise, partimos da literatura de fronteira e dos contos de contrabando, representações textuais em circulação na região, dentro da Comarca do Pampa, onde o contrabandista figura como um personagem tradicional, depositário de verdades locais. Passamos ao exame da história e das teorias sobre a fronteira, que mostraram que a intensificação do povoamento e da urbanização do limite deveu-se às iniciativas estatais de demarcação dos territórios nacionais. Ainda assim...

Políticas de desenvolvimento regional no Rio Grande do Sul : vestígios, marcas e repercussões territoriais

Cargnin, Antonio Paulo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
166.01%
Esta investigação analisa as principais repercussões territoriais das políticas públicas elaboradas com o propósito de combater as desigualdades regionais no Estado do Rio Grande do Sul nas últimas décadas. A tese aqui defendida é a de que essas políticas, no seu conjunto, apresentam repercussões territoriais que são construídas nas relações do Estado com os demais atores responsáveis pela dinâmica territorial. Foram pesquisados, no território gaúcho, os efeitos de cinco políticas elaboradas com o propósito de reduzir as desigualdades regionais, em diferentes escalas. Na escala nacional, foi estudada a Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR). Na escala estadual, foram avaliadas as políticas elaboradas para o desenvolvimento da Metade Sul, a Política de Desenvolvimento Regional de 1998, o Grupo de Trabalho para o Desenvolvimento das Regiões Menos Desenvolvidas de 2001 e os resultados do Estudo de Desenvolvimento Regional e Logística do Rio Grande do Sul, concluído em 2006. Na investigação, foram avaliados os pressupostos da formulação de cada uma das políticas, identificados os atores que as protagonizaram e analisada a distribuição territorial dos valores investidos para, com isso, identificar possíveis repercussões. A pesquisa sustenta que a reversão de uma situação de subdesenvolvimento de algumas regiões passa por uma postura propositiva do Estado...

A Monocultura do eucalipto e a monopolização do território na metade sul do Rio Grande do Sul; The monoculture of eucalyptus and the monopolization of territory in the southern half of Rio Grande do Sul

Morelli, Luiz Alberto da Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
165.97%
Esta pesquisa está inserida no campo das Análises Ambientais. O tema desta tese é a silvicultura do eucalipto. A análise foi realizada em escala regional através da implantação de bases florestais por empresas de celulose na Metade Sul do Rio Grande do Sul. O objetivo é usar as possibilidades analíticas da Geografia para identificar e analisar os discursos no Campo Político, no Campo Econômico, no Campo Técnico, no Campo Social, no Campo Ambiental e no Campo Territorial. O método utilizado foi o da abordagem histórica qualitativa. As fontes de coletas de informações foram baseadas na pesquisa bibliográfica e documental, possibilitando uma análise crítica do processo. A pesquisa documental buscou notícias referentes ao tema da Silvicultura de eucalipto, no período de 1999-2009, publicadas, nos Cadernos e Seções do Jornal Zero Hora, que tratam matérias sobre Política, Economia, Ambiente, Agricultura e Informações Gerais. Estas informações foram pesquisadas e coletadas no período de 2007 a 2010, diretamente nos exemplares dos jornais, disponibilizados e acessados no Museu de Comunicação do Estado - Hipólito da Costa. As notícias selecionadas foram transcritas e resumidas para formarem uma base de dados informacionais para ser analisada nesta tese. Para relacionar e analisar os acontecimentos históricos e o discurso envolvido nas notícias...

Análise escalar das dinâmicas territoriais de desenvolvimento e as contribuições da nova sociologia econômica e nova economia institucional : um estudo de experiências no noroeste gaúcho

Rambo, Anelise Graciele
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
125.97%
O presente estudo propõe compreender a dinâmica de experiências locais/regionais de desenvolvimento, representativas da nova ruralidade marcada pela diversidade e heterogeneidade de experiências. Para tal, valer-se-á da Geografia Política, em especial, da abordagem territorial e escalar, auxiliada por referências da Nova Sociologia Econômica e Nova Economia Institucional. Quando se trata de processos de desenvolvimento territorial, na perspectiva da Geografia Política, o adjetivo territorial, remete a relações de poder, ou seja, à capacidade que os atores detém de tomar decisões e transformar ou reestruturar o espaço, de impregnar novos usos sobre o território. O exercício de poder expresso pelos usos do território está relacionado tanto às estruturas sociais, quanto a condições institucionais que se expressam em múltiplas escalas. A hipótese que embasa a pesquisa considera que as experiências de organização local/regional resultam de um processo de embededness e vêm sendo potencializadas por meio do fortalecimento dos laços fracos, da interação com instituições de múltiplas escalas e assim dão origem a dinâmicas territoriais de desenvolvimento. Para tal, são comparadas duas experiências coletivas do noroeste do Rio Grande do Sul. Uma diz respeito ao Pacto Fonte Nova do município de Crissiumal...

Condições de vida, políticas públicas e efeitos no desenvolvimento rural : uma análise do programa “RS Rural” no contexto das desigualdades regionais no Rio Grande do Sul

Aguiar, Marcos Daniel Schmidt de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
165.9%
Esta pesquisa procura captar efeitos no desenvolvimento de comunidades escolhidas nas regiões do Litoral Norte, Campanha e Vale do Taquari a partir de projetos financiados pelo Programa RS Rural. Para tanto, são tomadas a ideia de desenvolvimento humano em suas diversas dimensões e a metodologia proposta por KAGEYAMA (2008) para identificar simultâneamente, fatores condicionantes, características e efeitos no desenvolvimento, o que foi realizado através de um Índice de Condições de Vida – ICV que aproxima ambas ideias e de uma análise multidimensional dos investimentos realizados, junto aos beneficiários. Reflexões em torno do paradigma de desenvolvimento são utilizadas para compreender a complexidade do meio rural quando se tem um quadro de desigualdades regionais na execução de políticas públicas. Da mesma maneira, recorre-se a pressupostos da geografia e estudos em economia regional do Rio Grande do Sul, que revelam diferenças e disparidades na origem e na atualidade do desenvolvimento rural gaúcho. Por fim, detectam-se homogeneidades e heterogeneidades entre as regiões e os lugares analisados no que tange as condições de vida dos beneficários do RS Rural. A pesquisa também evidenciou que o programa trouxe significativas melhorias para as populações beneficiadas e disparidades regionais detectadas neste momento podem levar a um processo mais rápido de desenvolvimento sustentável uma das localidades estudadas.; This research seeks to capture effects on the development of communities in selected regions of the Litoral Norte...

Caracterização do cultivo de trigo na região norte do Estado do Rio Grande do Sul através das estimativas oficiais de área cultivada, produção e rendimento de grãos; Characterization of wheat crop in the north region of Rio Grande do Sul State, Brazil, through official estimations of cropping area, grain production and yield

Junges, Amanda Heemann; Fontana, Denise Cybis; Melo, Ricardo Wanke de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
165.85%
O objetivo deste trabalho foi caracterizar o cultivo de trigo na região norte do Estado do Rio Grande do Sul. Foram empregados dados oficiais de área cultivada e produção de grãos, de 2000 a 2008, dos municípios que compõem as regionais EMATER/RS Caxias do Sul, Erechim, Passo Fundo, Ijuí e Santa Rosa. Os dados foram provenientes do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA/ IBGE). Considerando-se a área cultivada com cereais de estação fria, o trigo tem sido a principal cultura produtora de grãos estabelecida no período de outono-inverno-primavera. A produção de trigo no Estado concentra-se nas regionais analisadas, responsáveis, na média dos anos, por mais de 80% da quantidade produzida de grãos. Variações interanuais nos rendimentos regionais foram associadas, especialmente, às variações das condições meteorológicas, dada não existência de tendência tecnológica no período. Maiores rendimentos regionais de grãos de trigo e menores coeficientes de variação foram registrados nas regionais localizadas na porção leste (Caxias do Sul e Erechim). A análise de agrupamentos identificou grupos de municípios similares quanto ao rendimento médio municipal de grãos de trigo: baixos rendimentos de grãos (média de 1.444kg ha-1)...

Lagos da planície costeira sul-riograndense : base de dados da paisagem natural

Tedesco, Alexandre
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
115.75%

Risco climático, vulnerabilidade socioespacial e eventos climáticos extremos relacionados ao calor e ao frio no estado do Rio Grande do Sul- Brasil

Silveira, Renata Dias
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 377 p. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
125.88%
Pós-graduação em Geografia - FCT; A vulnerabilidade aos extremos climáticos está relacionada ao nível de desenvolvimento da sociedade, seguindo a lógica de que quanto menor o nível de organização e de planejamento do espaço, maior será a repercussão desses fenômenos, ou seja, maior será o grau de vulnerabilidade da população exposta àquela ameaça. O processo de ocupação e de desenvolvimento do território do Rio Grande do Sul levou a desigualdades regionais, que hoje se manifestam na organização do espaço, nos arranjos produtivos e na situação socioeconômica da população. Com base nessas premissas têm-se como objetivo principal compreender o risco climático a que está sujeito a população sul-riograndense a partir da análise da repercussão dos eventos climáticos extremos relacionados ao frio e ao calor nas regiões socioeconômicas do Rio Grande do Sul. Os limites dos eventos climáticos extremos de calor e de frio foram estabelecidos de acordo com as estações do ano e para tanto se utilizou a técnica dos quantis, aplicada em 13 estações meteorológicas (INMET), ao longo da série 1992-2009. Os episódios foram classificados em evento extremo Q (0,90) e evento alerta Q (0,85). Os eventos extremos podem ainda se constituir em superevento Q (0...

Complexo agroindustrial do fumo e território

Silveira, Rogerio Leandro Lima da
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 2 v.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
105.95%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-graduação em Geografia; Esta tese busca apreender o processo histórico de formação do território do Vale do Rio Pardo, região localizada no centro do Rio Grande do Sul e principal área de produção, de processamento e de comercialização de fumo em folha do país, além de lugar estratégico do complexo agroindustrial (CAI) do fumo no Brasil. Nosso objetivo principal foi analisar a dinâmica relacional entre a constituição e o funcionamento do CAI do fumo e a produção do espaço urbano e regional. Especificamente, buscamos compreender como historicamente se processou a relação entre as sucessivas divisões territoriais do trabalho e a formação da rede urbana regional, identificando o modo como se processou a organização e a utilização do território regional. Metodologicamente, elaboramos essa análise através de ampla revisão bibliográfica sobre a formação socioespacial, sobre a fumicultura e o CAI do fumo, da consulta às fontes de dados secundários relativos à região e da realização de entrevistas semi-estruturadas com representações dos distintos segmentos que integram o CAI do fumo. Observamos em cada período da formação do território regional um conjunto de variáveis e de eventos...

Rio Grande do Sul: uma proposta de regionalização geoeconômica

Brum Neto,Helena; Bezzi,Meri Lourdes; Castanho,Roberto Barboza
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia, Instituto de Geografia, Programa de Pós-Graduação em Geografia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia, Instituto de Geografia, Programa de Pós-Graduação em Geografia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 Português
Relevância na Pesquisa
135.88%
A abordagem regional reflete a inter-relação sociedade-natureza em diferentes nuances a partir da construção do espaço geográfico. O enfoque da pesquisa foi definido em virtude dos objetivos propostos para a análise regional, uma vez que a mesma engloba os aspectos humanos e as relações que mantêm entre si na produção e reprodução do espaço. Tendo como foco central a questão regional gaúcha, propôs-se regionalizar o Rio Grande do Sul, considerando os aspectos geoeconômicos. Tal proposição de estudo individualizou sete regiões geoeconômicas e sub-regiões, nas quais se desenvolveram as principais atividades produtivas do Estado, baseadas, principalmente, na agropecuária. Considerando as transformações impostas pelo capital, como agente reorganizador dos padrões espaciais e responsável pela sua flexibilização frente às exigências impostas pelo processo de globalização, procurou-se classificar as regiões geoeconômicas de acordo com a sua dinâmica e em função dos novos atores econômicos que se inserem neste espaço. Pôde-se observar, então, as semelhanças e singularidades materializadas no território gaúcho pelo acúmulo de práticas voltadas à produção econômica, estritamente atreladas à questão da identidade cultural em função da expressividade do regionalismo no Estado gaúcho.

Mandado adoptar: livros didáticos de História e Geografia do Rio Grande do Sul para as escolas elementares (1896-1902)

Almeida, Maximiliano Mazewski Monteiro de
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
165.99%
Na perspectiva da história cultural e, especialmente, da história dos manuais escolares, o estudo analisa os livros didáticos de história e geografia do Estado do Rio Grande do Sul, distribuídos para o ensino elementar pelo governo castilhista (entre 1896 e 1902) - História do Rio Grande do Sul para o ensino cívico, de João Cândido Maia (1898); O Rio Grande do Sul para as escolas, de José Pinto da Fonseca Guimarães (1896) e Geographia do Estado do Rio Grande do Sul, de Henrique Martins (1898) -, quanto à produção e circulação, à materialidade, ao conteúdo, às referências bibliográficas, à biografia dos autores. Analisando uma ampla e diversificada série de documentos manuscritos e impressos sobre a Instrução Pública do RS, procurando informações relativas à adoção de livros didáticos. A pesquisa verifica também as interpretações da historiografia sul-riograndense para estes livros escolares. O estudo analisa os primeiros discursos sobre a situação da instrução pública no Estado, após a proclamação da República, que evidenciam a necessidade de obras didáticas sobre a história e a geografia do RS, porém inexistentes, para implementar os programas de ensino público.Para isso, nas atas de sessões do Conselho Escolar...

Os Saberes tradicionais e o modo de vida camponês como elementos para a compreensão de uma nova forma de organização camponesa : o exemplo de Nova Padua/RS

Nicoloso, Tiago Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
125.86%
O presente trabalho busca analisar a importância dos saberes tradicionais e do modo de vida camponês como elementos para a compreensão de uma nova forma de organização camponesa a partir do exemplo de Nova Pádua/RS. Para tanto, é fundamental buscar no processo de colonização italiana no Rio Grande do Sul e, conseqüentemente, na história de formação de Nova Pádua, os fatores que permitem compreender os vínculos culturais com a Itália manifestos ainda hoje de forma tão intensa. Da mesma forma, a abordagem da questão camponesa permite a compreensão das relações entre a família, o trabalho e a terra no sentido de identificar um tipo particular de campesinato fortemente ligado às tradições. Como conseqüência desse processo a questão produtiva e a articulação econômica, como estratégias de desenvolvimento socioeconômico, se mostram fortemente relacionadas à manutenção e à reprodução da identidade baseada em valores e estruturas locais. No entanto, para melhor visualizar a dimensão dos efeitos gerados por esse processo histórico e produtivo a questão regional possibilita indicar e analisar os elementos de ordem simbólica que permitiram a consolidação de uma condição regional que representa e que referenda espacialmente o resultado da valorização dos saberes tradicionais e do modo de vida camponês No caso de Nova Pádua...

Espaço agrícola, ambiente e agroecologia: incidência de moscas-das-frutas (Diptera, Tephritidae) nos pomares de laranjado munícipio de Caraá, RS; Pace agricultural, atmosphere and agroecologia : incidence of fly-give-fruits (Diptera, Tephritidae) in the orchard of orange of the Caraá, RS

Fofonka, Luciana
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
115.81%
O Brasil é o maior produtor de laranjas do mundo, porém os problemas fitossanitários, como a incidência da mosca-das-frutas, vêm acarretando sérios impactos negativos de ordem sócio-econômica e ambiental. O município de Caraá, RS, está nos perímetros das regiões infestadas pela mosca-das-frutas, sendo a cultura da laranja a mais prejudicada por esse inseto. Para que o manejo da moscas-das-frutas seja eficiente e sustentável é interessante que o mesmo se baseie nos princípios da Agroecologia, requerendo um conhecimento prévio de vários aspectos que possibilitem o diagnóstico dessa praga. Nesse contexto, o presente estudo teve por objetivo contribuir para o controle da mosca-das-frutas nos pomares de laranjeiras do município de Caraá, RS. Para tanto, o trabalho foi dividido em duas grandes etapas. Na primeira etapa realizou-se o diagnóstico da incidência da mosca-dasfrutas nos pomares de laranjeiras do município de Caraá através da caracterização da área de estudo, da cultura da laranjeira e da incidência da mosca-das-frutas, demonstrando a espacialização das principais localidades produtoras de laranja. Utilizaram-se como fontes de pesquisa, bibliografias e entrevistas. Para a segunda etapa foi elaborado e aplicado na área de estudo um Plano de Manejo da mosca-das-frutas baseado na Agroecologia...

Região de influência da atividade industrial do Rio Grande do Sul por meio da análise da distribuição das unidades locais e assalariadas externos

Muradás, Wilson
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
165.84%
O presente trabalho tem por finalidade investigar os Centros de influência a partir dos assalariados externos, que são os empregados fora da sede da empresa. Eles indicam o poder de atuação da empresa associado a atividade econômica e as unidades locais, sendo controlados na estrutura econômica industrial no Rio Grande do Sul. Através deste conceito e com base nos dados da Pesquisa Industrial Anual de 1998, do IBGE, obtivemos resultados da atuação da Região Metropolitana de Posto Alegre, avaliada pelo número dos assalariados externos das diferentes atividades econômicas, dentro e foca do Estado; e a atuação das industrias nas diferentes regiões sócio-econômicas do Rio Grande do Sul também demonstrado por meio dos assalariados externos nos diferentes gêneros da indústria e no seu relacionamento com aspectos da integração econômica, bem como as diferentes categorias de bens de consumo. Contudo, esía abordagem apresenta uma diferente discussão à diversificação e a especialização dos centros de influência. A identificação dos centros de Influência reflete a questão da divisão territoriaJ do trabalho, as atividades econômicas por meio da atuação da indústria no Rio Grande do Sul, onde consideramos a hipótese de que esta dinâmica se consubstancia em forte relação de poder dos agentes econômicos sobre o espaço.; This paper aims to study Influence Centers through "branch employees" (employees who do not work in the finn's headquarters). They show the firm´s influence in Rio Grande do Sul State economic activity. Based on this concept and using IBGFs 1998 "Pesquisa Industrial Anual" data...

A análise escalar nos estudos das dinâmicas territoriais: considerações a partir de experiências de desenvolvimento rural no Rio Grande do Sul; Analysis in territorial dynamics studies: considerations about rural development experiences in Rio Grande do Sul

Rambo, Anelise Graciele; Filippi, Eduardo Ernesto
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo. Publicador: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 20/09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
105.88%
This article aims to analyze the dynamics of local/regional development experiences, based on a territorial and scalar approach, using Political Geography contributions. In this perspective, the processes of territorial development refer to power relations, in other words, the ability actors to make decisions and restructure the space, to impregnate new uses on the territory, which, in turn, stems from multiscale dynamics. We will use these references to analyze the biofuels production experiences, implemented by family farmers in northwestern Rio Grande do Sul.; Este artigo analisa a dinâmica de experiências locais/regionais de desenvolvimento com base na abordagem territorial e escalar, valendo-se sobretudo de referenciais da geografia política. Nessa perspectiva, os processos de desenvolvimento territorial remetem a relações de poder, à capacidade dos atores tomarem decisões e, assim, transformarem ou reestruturarem o espaço, aplicando novos usos ao território. Esses processos de dão em múltiplas escalas, e esses referenciais aportam a análise de experiências de produção de agrocombustíveis implementadas por agricultores familiares no noroeste do Rio Grande do Sul.