Página 1 dos resultados de 3565 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Terra e habitação: o problema e o falso problema: as políticas de obscurecimento do preço da terra na política habitacional em Curitiba; Land and housing - the problem and the false problem: obscurity policies of land price in housing policy in Curitiba

Bertol, Laura Esmanhoto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.22%
Essa dissertação tem como objeto de estudo o preço da terra como elemento político na produção pública de habitação e na produção do espaço em Curitiba. A habitação de interesse social configura-se hoje como um falso problema. Falso, não porque as carências no setor habitacional não existam e não se configurem enquanto um problema. É um falso problema porque sua formulação está baseada somente em explicações economicistas que ignoram o preço da terra como um elemento político. Para a reformulação do problema da habitação a partir de suas características intrísecas, a produção da Companhia de Habitação Popular de Curitiba foi analisada desde a sua fundação em 1965 até o ano de 2010, ano de início dessa pesquisa, demontrando a relação entre o preço da terra e as transformações das tipologias e localização de unidades habitacionais produzidas. Demonstra-se ainda que ao longo dos diversos planos, projetos e leis elaborados, principalmente pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba e pela Companhia de Habitação Popular de Curitiba o discurso sobre o preço da terra como problema e a descrição da natureza de problema que ele constitui, diverge ao longo do tempo, bem como as soluções formuladas que normalmente tem o sentido de buscar terras mais baratas ao invés de pautar o preço destas. Os principais elementos apontados pela COHAB-CT ao longo de sua história como limitantes para a produção habitacional: a escassez de terra...

O crédito à habitação : uma evidência empírica em Portugal

Miguel, Ana Cristina Fernandes dos Santos
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /01/2015 Português
Relevância na Pesquisa
37.19%
Mestrado em Contabilidade e Gestão de Instituições Financeiras; A dissertação baseia-se no estudo do crédito à habitação em Portugal, e divide-se em quatro partes. Na primeira parte iremos fazer uma primeira abordagem ao crédito. Irá ser referido qual a sua evolução histórica e a sua origem etimológica, quais as modalidades de crédito existentes, será abordado ainda os elementos do crédito (montante, juro, prazo, aplicação, risco e garantia) e por último irá ser referido os tipos de instituições de crédito existentes em Portugal. A segunda parte da dissertação irá abordar o crédito à habitação. Iremos passar duma análise geral do crédito, para uma análise mais específica, que irá incidir na modalidade do crédito à habitação, como foi anteriormente referido. Primeiro iremos começar por referir a importância e a evolução do crédito à habitação, e por último iremos referir os componentes do crédito à habitação, que são: o regime do crédito à habitação, as taxas de juros, as prestações, as modalidades de reembolso, as garantias, a moratória, e reembolso antecipado e transferência de crédito. Na terceira parte da dissertação será feito um enquadramento de Portugal de forma a introduzir alguns dados para posteriormente serem analisados na evidência empírica. Será referida a localização de Portugal...

Avaliação da Qualidade dos Edifícios de Habitação Após Ocupação em Portugal: Uma Proposta

Rodrigues, Fátima Sofia de Almeida
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.19%
Dissertação de Mestrado em Engenharia Civil; Este documento apresenta um estudo que se intitula “Avaliação da Qualidade dos Edifícios de Habitação Após Ocupação em Portugal: uma Proposta”, e desenvolve uma “proposta” que define os aspectos de qualidade de uma habitação após ocupação para os utilizadores portugueses. A realização desta proposta pretende contribuir para o desenvolvimento de um Sistema de Avaliação da Qualidade de Edifícios de Habitação Após Ocupação em Portugal. A definição desta proposta para Portugal foi conseguida através do levantamento e análise dos aspectos de qualidade identificados nos Sistemas de Avaliação Pós-ocupacionais noutros países, e nos Sistemas e Estudos da Qualidade Habitacional realizados em Portugal, incluindo os Métodos de Avaliação de Projecto de Edifícios de Habitação. Desta análise comparativa, definiram-se os aspectos de qualidade que avaliam uma habitação após ocupação, e que associados, formam os grupos de qualidade, nomeadamente Localização, Funcionalidade dos Espaços, Conforto, Áreas da Habitação, entre outros. Estes aspectos foram testados através de um inquérito dirigido a um conjunto de utilizadores de Viseu, com o objectivo de verificar os aspectos que são importantes na atribuição de qualidade do uso diário de uma habitação. Da análise dos resultados deste inquérito é possível identificar os aspectos mais importantes e menos importantes que os utilizadores consideram necessários para atribuir qualidade ao uso diário de uma habitação. Os resultados demonstram que...

Avaliação do potencial de poupança de energia na habitação em Portugal

Grilo, João Manuel Gonçalves Serra
Fonte: Faculdade de Ciências e Tecnologia Publicador: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.16%
Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia do Ambiente, perfil de Gestão e Sistemas Ambientais; O consumo de energia no Mundo contribui para a perda de qualidade ambiental devido aos impactes que provoca, emissões de gases de efeito de estufa, poluição de vários sistemas e consumo de recursos não renováveis. Em Portugal, além do problema da degradação ambiental, mais de 80 % da energia consumida é importada, situação que deixa o País exposto à volatilidade dos mercados energéticos. Existem actualmente seis milhões de habitações no País, das quais 68 % são residências habituais. O sector residencial representa 18 % do total de energia final consumida em Portugal e o consumo per capita tem vindo a aumentar ao longo da última década, tendência que poderá estar a inverter-se. Os objectivos principais da presente dissertação passam por identificar o potencial de poupança de energia na habitação em Portugal e como pode ser atingido. O cumprimento dos objectivos estabelecidos é realizado utilizando uma série de 200 ““auditorias”” a habitações, inter-validadas com estudos nacionais sobre o sector e literatura científica. As várias formas de atingir a poupança estimada são avaliadas em termos de custo-eficácia e aplicabilidade. O potencial de poupança identificado é desagregado por tipos de medidas tendo sido...

A casa tanto é minha como tua! : Kambioos - modelo de habitação mínima

Carvalho, Ana Rita Gomes
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.2%
Em pleno século XXI o Homem, como sujeito pensador, sonhador e ilusionista é constantemente bombardeado por diversos factores conferidos por um mundo global, que lhe incutem conceitos de inovação, transformação e permuta. Vivemos numa sociedade cada vez mais extremista, e se por um lado é consumista, por outro é despojada. Vivemos numa pluralidade de sentidos, meios e conceitos. Questões como mobilidade, espaço-tempo ou rentabilidade reflectem-se no modo de vida do ser humano. A habitação é o meio que permite ao homem sobreviver, pelo imperativo abrigo. A habitação é a forma de arquitectura mais globalizada e é também por ela que o Homem estabelece maior proximidade com o conceito arquitectónico. É por este motivo que é dada maior importância a esta temática. Ao longo dos tempos o homem foi evoluindo, nas suas formas de socializar, pensar e consequentemente de viver e a habitação foi sempre acompanhando tais transformações, onde a arquitectura foi assumidamente metamórfica. E hoje como estará este processo de metamorfose? Acompanha a arquitectura todas as reais necessidades do Homem global? Diversas são as problemáticas que diariamente confrontam a arquitectura apelando a novas soluções, exemplo disso são os problemas socioeconómico e a consequente discrepância social. Considerando o arquitecto como transformador do espaço e capaz de entender tais problemáticas...

Solução de habitação evolutiva-adaptável : proposta de sistema modular flexível

Caetano, Daniel Amaro
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.27%
Cada vez mais é comum as famílias contemporâneas quererem um espaço habitacional que, além de atender às suas condições sócio culturais e económicas, seja capaz de responder às suas necessidades habitacionais, sujeito a novas mudanças ao longo do tempo, sem grandes custos e adaptando-se a novas funcionalidades. Este é um dos grandes desafios para os arquitectos, a habitação evolutiva e adaptável, que permite alterar os usos dentro dela, ocupá-la de maneira variada ao longo do tempo, “transformá-la” em função das necessidades actuais ou futuras dos utilizadores. Uma habitação onde a evolução e a adaptabilidade habitacional definem uma área com o propósito de recriar um abrigo humano que seja e faça parte da nossa identidade e, também da envolvente do meio que nos rodeia. Neste sentido é necessário pensar a arquitectura ligada à habitação como um “organismo” aberto à mudança, consequentemente adaptável a uma maior diversidade sócio-cultural e mais duradoura. Neste sentido a dissertação aborda o tema da evolução e adaptabilidade habitacional no contexto da habitação unifamiliar, através da flexibilidade e estratégias que possibilitam “repensar conceptualmente a habitação, incorporando a ideia de habitação como processo...

O ambiente interior e a saúde dos ocupantes de edifícios de habitação

Abreu, Catarina Fabíola Cardoso
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.16%
O tema ambiente interior em edifícios surge forçosamente associado à energia e ao conforto. A energia está sempre associada ao consumo de energia e o objectivo será sempre o de reduzir o consumo para níveis aceitáveis. Já o conforto é um parâmetro muito complexo e difícil de quantificar, já que depende não só de diversos parâmetros externos mas também da sensibilidade e tipo de reacção dos indivíduos, do seu comportamento e actividade. O conceito de qualidade do ambiente interior é um tema bastante complexo e abrangente, que depende de um grande número de factores como a temperatura, a humidade relativa, a velocidade do ar, a existência de odores, a concentração de micro-organismos ou poeiras em suspensão no ar e a iluminação, entre outros. Estes factores podem ser agrupados em quatro grandes áreas, a qualidade do ar, a qualidade higrotérmica, a qualidade acústica e a qualidade da iluminação. A preocupação relativa à qualidade do ambiente interior aumenta com o crescimento do número de “edifícios doentes”. A utilização adequada dos equipamentos e de soluções construtivas mais eficientes ao nível dos edifícios constituem uma forma de alcançar significativas poupanças de energia...

A política de habitação e o direito à cidade: um estudo a partir das ações do Departamento Municipal de Habitação de Gravataí-RS

Silva, André Luís da$$d1984-
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.23%
O presente estudo objetiva discutir a garantia do acesso à cidade, através da política de habitação desenvolvida pelo poder local. Para tanto tem como lócus de investigação o Município de Gravataí, através das ações do Departamento Municipal de Habitação (DEMHAB) e com isso, além da produção de conhecimento, visa contribuir para o aprimoramento da política habitacional do Município. Trata-se de uma pesquisa do tipo avaliativa formativa ex-post, com ênfase qualitativa, fundamentada na teoria crítica de inspiração marxiana. O estudo teve o método dialético-crítico como orientação teórica e metodológica, a partir de suas categorias teóricas de análise: historicidade, totalidade e contradição. Os sujeitos desta pesquisa são os usuários beneficiados em projetos habitacionais do DEMHAB, bem como os gestores e técnicos executores desta política. Além das entrevistas realizadas, desenvolveu-se uma análise documental sobre o Plano Local de Habitação de Interesse Social (PLHIS) de Gravataí.O PLHIS é um dos instrumentos de planejamento que compõem o Sistema de Habitação de Interesse Social (SHIS), em âmbito municipal, e se destina ao planejamento das ações na área da habitação, apontando o planejamento estratégico municipal para o atendimento das demandas ligadas à habitação de interesse social...

O trabalho do assistente social na política de habitação de interesse social: o direito à moradia em debate

Nalin, Nilene Maria
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.19%
O processo de urbanização/industrialização tardia no Brasil está marcado pelo domínio do capital e os seus rebatimentos na classe trabalhadora, ou seja, impediu que esta se apropriasse da parcela de solo urbano que lhe cabia por direito, acirrando a exclusão socioespacial. A negação do direito de morar e os dilemas pertinentes à segregação existentes nas cidades brasileiras são problematizados nesta tese, como também a nova configuração da Política de Habitação de Interesse Social (PHIS) instaurada a partir da criação do Ministério das Cidades em 2003 e, de forma análoga, a política urbana, em razão de que são indissociáveis. No seu conjunto, estes elementos convocam o Serviço Social, como área de conhecimento, a apreender esta forma de exclusão, além das respostas dadas a ela, no âmbito das políticas públicas. Assim, a tese centra-se na efetivação do trabalho do assistente social na PHIS e, de modo paralelo, na análise dos Planos Locais de Habitação de Interesse Social (PLHIS) da região Sul e no PlanHab. O referencial adotado na presente pesquisa é o dialético-crítico, contemplando a articulação de dados quantitativos e qualitativos. O processo investigativo se configurou com o seguinte problema de pesquisa: Como se efetiva o trabalho do assistente social na política de habitação de interesse social nas três esferas de governo? No que tange ao objetivo geral...

Por uma moradia termicamente confortável: proposta de habitação de interesse social com ênfase no conforto térmico

Monteiro, Verner Max Liger de Mello
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo; Conforto no Ambiente Construído; Forma Urbana e Habitação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo; Conforto no Ambiente Construído; Forma Urbana e Habitação
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.86%
This research covers the topic of social housing and its relation to thermal comfort, so applied to an architectural and urban intervention in land situated in central urban area of Macaíba/RN, Brazil. Reflecting on the role of design and use of alternative building materials in the search for better performance is one of its main goals. The hypothesis is that by changing design parameters and choice of materials, it is possible to achieve better thermal performance results. Thus, we performed computer simulations of thermal performance and natural ventilation using computational fluid dynamics or CFD (Computational Fluid Dynamics). The presentation of the thermal simulation followed the methodology proposed in the dissertation Negreiros (2010), which aims to find the percentage of the amount of hours of comfort obtained throughout the year, while data analysis was made of natural ventilation from images generated by the images extracted from the CFD. From model building designed, was fitted an analytical framework that results in a comparison between three different proposals for dwellings housing model, which is evaluated the question of the thermal performance of buildings, and also deals with the spatial variables design...

Interesses da habitação social : políticas e processos no Rio Grande do Norte

Machado, Pascal
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo; Conforto no Ambiente Construído; Forma Urbana e Habitação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo; Conforto no Ambiente Construído; Forma Urbana e Habitação
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
47.19%
En 2003, le gouvernement brésilien (gestion Lula) a initié une nouvelle phase dans son histoire de l habitation, en intensifiant les constructions de logements sociaux au Brésil. Un tel accroissement a eut des répercussions tant en ville comme à la campagne, et fût marqué dans le Rio Grande do Norte, par la production a grande échelle d ensembles d habitations, dans les programmes de Gouvernement. Afin de viabiliser ces transformations, des instruments politiques, financiers et de gestion ont étés articulés conjointement, utilisant la répétition d une typologie d édification, comme modèle, accompagnée de la reproduction d une morphologie dans les constructions de logements sociaux. Afin de comprendre ce processus nous introduisons une recherche urbanistique et socio-économique du problème du logement social au Brésil, en cherchant à mettre en relation les aspects techniques avec les questions historique, professionnelles et culturelles, éléments complémentaires. Notre analyse cherche a identifier comment les politiques de gestion et financement officielles (administrées dans sa grande majorité par la Caisse Économique Fédérale -CEF-), influencent le processus de conception de projets, en provoquant les répétitions de type/morphologiques...

Reassentamentos de famílias em projetos de habitação social: avaliação de procedimentos e resultados do projeto Planalto II, Natal /RN

Diógenes, Maria Caroline Farkat
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo; Conforto no Ambiente Construído; Forma Urbana e Habitação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo; Conforto no Ambiente Construído; Forma Urbana e Habitação
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.86%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Este estudo tem como tema o reassentamento de famílias em projetos de habitação de interesse social. As experiências verificadas na trajetória de implementação de programas e projetos habitacionais em Natal evidenciam lacunas quanto à adoção dos princípios do Direito à Moradia, notadamente no que diz respeito à permanência das famílias na mesma área ou no seu entorno. A partir dessa questão, busca-se na presente pesquisa avaliar o deslocamento de famílias ocorrido no Projeto Planalto/DETRAN, relacionando os aspectos de inserção urbana e satisfação do morador. As referencias teórico conceituais se colocam: (i) no âmbito da avaliação de Programas e Projetos, com referências aos trabalhos de Sônia Draibe e Figueiredos (ii) no âmbito dos aspectos de inserção urbana e inclusão social. Nesse sentido destaca-se a vertente do Direito À Cidade a partir de autores como H. Lefebvre e de pesquisadores que focalizam a realidade das cidades brasileiras como Adauto Lúcio Cardoso, produções do Ministério das Cidades e Lefebvre, Nelson Saule Júnior. A abordagem do tema do deslocamento de famílias em programas habitacionais considerou-se ainda os estudos de Rosana Denaldi...

Habitação Social na Área Metropolitana de Lisboa. Tendências da gestão municipal contemporânea

Pato, Isabel; Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), DINÂMIA’CET-IUL, Lisboa; Pereira, Margarida; e-Geo, FCSH-UNL
Fonte: DINÂMIA'CET-IUL Publicador: DINÂMIA'CET-IUL
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 05/11/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.16%
A intervenção do Estado Social português foi insuficiente para corrigiras desigualdades de acesso à habitação e assegurar a sua disponibilização aos grupos mais desfavorecidos. No presente, na sequência do Programa de Assistência Financeira e da conjuntura recessiva instalada, está a ocorrer uma agudização das carências habitacionais, a par do acréscimo de dificuldades para a gestão da habitação social. O artigo desenvolve uma reflexão crítica em torno das transformações mais recentes da política de habitação, analisadas nas suas relações com: 1) o modelo de Estado Social adotado desde o 25 de abril e que hoje se reorienta no sentido do “capitalismo de bem-estar”; 2) as mudanças nas práticas da multiplicidade de organizações estatais (e suas extensões) envolvidas na implementação da política de Habitação Social e 3) os processos de gestão do parque público de habitação levados a cabo por autarquias da metrópole, olhadas no quadro das orientações do modelo social europeu. A análise do conjunto de dados de recolha direta e indireta sobre os processos de intervenção nos bairros sociais e de gestão do parque público de habitação municipal da área metropolitana de Lisboa permite enriquecer a reflexão crítica e sustentar pistas para repensar e intervir sobre a habitação social em Portugal.

Plano local de habitação - caso de estudo - Espinho

Amorim, Fernanda Maria Ferreira Pinto de
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.2%
Ao longo das últimas décadas as políticas públicas de habitação em Portugal têm sofrido várias alterações, reflexo da evolução política e do contexto económico e social em que se inserem, mas quase sempre com um carater reativo e desarticulado. Perante situações socioeconómicas distintas, o Estado tem assumido um papel diferente, de provisão e de regulação. O documento - Contributos do Plano Estratégico da Habitação - PEH, concluído em 2008, apesar de não constituir até ao momento, mais do que um plano de intenções, representa a proposta mais recente, assumindo novos paradigmas para uma política de habitação em Portugal. Em concreto e destacando: - Intervenções sobre o parque existente de forma integrada, considerando todos os elementos constitutivos de um habitat e não se resumindo à habitação social, visando a adequação da oferta global à procura. - Aposta na reabilitação e na qualificação de zonas consolidadas (em vez de construção nova, em ocupação dispersa) e na dinamização do mercado de arrendamento. - Alteração do papel do Estado: de provisor direto de habitação social para subsidiário e regulador. - Enfoque operativo na escala municipal, apontando para a realização de Planos Locais de Habitação A presente dissertação pretende constituir uma reflexão sobre a política habitacional e sobre o potencial dos Planos Locais de Habitação. Para tal recorreu a dados estatísticos...

A casa tanto é minha como tua! : Kambioos - modelo de habitação mínima

Carvalho, Ana Rita Gomes
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.2%
Em pleno século XXI o Homem, como sujeito pensador, sonhador e ilusionista é constantemente bombardeado por diversos factores conferidos por um mundo global, que lhe incutem conceitos de inovação, transformação e permuta. Vivemos numa sociedade cada vez mais extremista, e se por um lado é consumista, por outro é despojada. Vivemos numa pluralidade de sentidos, meios e conceitos. Questões como mobilidade, espaço-tempo ou rentabilidade reflectem-se no modo de vida do ser humano. A habitação é o meio que permite ao homem sobreviver, pelo imperativo abrigo. A habitação é a forma de arquitectura mais globalizada e é também por ela que o Homem estabelece maior proximidade com o conceito arquitectónico. É por este motivo que é dada maior importância a esta temática. Ao longo dos tempos o homem foi evoluindo, nas suas formas de socializar, pensar e consequentemente de viver e a habitação foi sempre acompanhando tais transformações, onde a arquitectura foi assumidamente metamórfica. E hoje como estará este processo de metamorfose? Acompanha a arquitectura todas as reais necessidades do Homem global? Diversas são as problemáticas que diariamente confrontam a arquitectura apelando a novas soluções, exemplo disso são os problemas socioeconómico e a consequente discrepância social. Considerando o arquitecto como transformador do espaço e capaz de entender tais problemáticas...

Solução de habitação evolutiva-adaptável : proposta de sistema modular flexível

Caetano, Daniel Amaro
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.27%
Cada vez mais é comum as famílias contemporâneas quererem um espaço habitacional que, além de atender às suas condições sócio culturais e económicas, seja capaz de responder às suas necessidades habitacionais, sujeito a novas mudanças ao longo do tempo, sem grandes custos e adaptando-se a novas funcionalidades. Este é um dos grandes desafios para os arquitectos, a habitação evolutiva e adaptável, que permite alterar os usos dentro dela, ocupá-la de maneira variada ao longo do tempo, “transformá-la” em função das necessidades actuais ou futuras dos utilizadores. Uma habitação onde a evolução e a adaptabilidade habitacional definem uma área com o propósito de recriar um abrigo humano que seja e faça parte da nossa identidade e, também da envolvente do meio que nos rodeia. Neste sentido é necessário pensar a arquitectura ligada à habitação como um “organismo” aberto à mudança, consequentemente adaptável a uma maior diversidade sócio-cultural e mais duradoura. Neste sentido a dissertação aborda o tema da evolução e adaptabilidade habitacional no contexto da habitação unifamiliar, através da flexibilidade e estratégias que possibilitam “repensar conceptualmente a habitação, incorporando a ideia de habitação como processo...

O ambiente interior e a saúde dos ocupantes de edifícios de habitação

Abreu, Catarina Fabíola Cardoso
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.16%
O tema ambiente interior em edifícios surge forçosamente associado à energia e ao conforto. A energia está sempre associada ao consumo de energia e o objectivo será sempre o de reduzir o consumo para níveis aceitáveis. Já o conforto é um parâmetro muito complexo e difícil de quantificar, já que depende não só de diversos parâmetros externos mas também da sensibilidade e tipo de reacção dos indivíduos, do seu comportamento e actividade. O conceito de qualidade do ambiente interior é um tema bastante complexo e abrangente, que depende de um grande número de factores como a temperatura, a humidade relativa, a velocidade do ar, a existência de odores, a concentração de micro-organismos ou poeiras em suspensão no ar e a iluminação, entre outros. Estes factores podem ser agrupados em quatro grandes áreas, a qualidade do ar, a qualidade higrotérmica, a qualidade acústica e a qualidade da iluminação. A preocupação relativa à qualidade do ambiente interior aumenta com o crescimento do número de “edifícios doentes”. A utilização adequada dos equipamentos e de soluções construtivas mais eficientes ao nível dos edifícios constituem uma forma de alcançar significativas poupanças de energia...

Pesquisa de satisfação dos beneficiários do Programa Minha Casa Minha Vida

Brasil. Ministério das Cidades. Secretaria Nacional de Habitação; Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Fonte: Ministério das Cidades. Secretaria Nacional de Habitação; Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Ministério das Cidades. Secretaria Nacional de Habitação; Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Livros
Português
Relevância na Pesquisa
46.86%
Apresenta avaliação sobre a percepção de satisfação dos beneficiários do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV) frente às mudanças em termos de custo de vida na nova moradia, o desempenho da unidade habitacional, o entorno da moradia e à inserção urbana . Traz a fundamentação da análise de percepção subjetiva dos moradores, verificando os conceitos de moradia, a técnica e o instrumento de coleta de informação, assim como os métodos de validação adotados. Descreve o processo de construção da amostra de empreendimentos e das moradias, completando a exposição metodológica. Analisa a validade dos instrumentos da pesquisa de opinião. Mostra o relato de sete visitas de campo realizadas com o objetivo de avaliar alguns aspectos não abordados de forma detalhada nos questionários de campo. Nas visitas, foram realizadas entrevistas com lideranças, moradores e representantes do poder público local, visando aprofundar as questões do acesso a serviços públicos e a sustentabilidade das famílias e dos empreendimentos. Apresenta resumo dos achados da pesquisa e uma avaliação dos fatores que interferem de forma mais decisiva na percepção dos beneficiários, buscando o aperfeiçoamento das políticas de habitação e inserção urbana com vistas à inclusão social e à cidadania.; 120 p. : il.

O Planejamento da habitação de interesse social no Brasil : desafios e perspectivas; Comunicados do Ipea 118 : O Planejamento da habitação de interesse social no Brasil : desafios e perspectivas

Krause, Cleandro Henrique; Acioly, Luciana; Balbim, Renato; Calixtre, André
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Comunicados do Ipea
Português
Relevância na Pesquisa
37.22%
O objetivo deste Comunicado é analisar os programas, ações e instrumentos atuais do Estado brasileiro em matéria de política habitacional para as classes de menor renda – ou habitação de interesse social (HIS) – bem como o papel da produção social da moradia. A habitação de interesse social define uma série de soluções de moradia voltada à população de baixa renda. A composição de agentes, recursos e as formas de gestão podem variar, fica clara, no entanto, a necessidade de algum tipo de subsídio financeiro, técnico ou organizacional, visto que este conceito se contrapõe ao de habitação de mercado, o qual se relaciona ao circuito da produção e das formas de investimentos. Na última década, sobretudo com a criação do Ministério das Cidades (MCidades), o termo passou a ser comumente utilizado e amplamente aceito por várias instituições e agências, ainda que, por vezes, acompanhado de outros equivalentes como: habitação de baixo custo, termo que se refere ao produto exclusivamente; habitação para população de baixa renda, que não designa o produto, mas sim sua destinação, sendo necessária a exata definição de baixa renda; e habitação popular, como termo mais genérico, que envolve uma grande diversidade de soluções destinadas às necessidades habitacionais...

Capturing and ranking customer’s requirements of social housing from post-occupancy evaluation and stated preference technique; CAPTURA E HIERARQUIZAÇÃO DE REQUISITOS DO CLIENTE DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL A PARTIR DA AVALIAÇÃO PÓS-OCUPAÇÃO E DA TÉCNICA DE PREFERÊNCIA DECLARADA

Conceição, Priscilla Assis; Imai, César; Urbano, Mariana Ragasi
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Arquitetura e Urbanismo Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Arquitetura e Urbanismo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado Por Pares; Estudo de caso; avaliação pós-ocupação; técnica preferência declarada; Formato: application/pdf
Publicado em 13/08/2015 Português
Relevância na Pesquisa
47.02%
Estudos sobre a geração de valor em habitações de interesse social têm sido realizados com o objetivo de melhorar a qualidade das habitações e o nível de satisfação de seus usuários. Sabe-se que a captura de requisitos do cliente é o primeiro passo para o processo de geração de valor. No entanto, há dificuldade em identificar os requisitos da população de interesse social para a habitação. O presente artigo tem como objetivo principal discutir a utilização da Avaliação Pós-Ocupação (APO) e da técnica de preferência declarada para a captura e hierarquização de requisitos do usuário final de habitação de interesse social. Desta forma, espera-se gerar subsídios para a inserção de melhorias nestas habitações por meio do processo de desenvolvimento de projeto. Para a realização da pesquisa foram utilizadas técnicas de APO como a aplicação de questionários estruturados na forma de entrevistas face a face, registros feitos a partir de levantamentos físico e fotográfico, e a aplicação da técnica de preferência declarada utilizando o instrumento jogo de cartas ilustradas. A amostra pesquisada foi de 93 entrevistas realizadas em um conjunto habitacional na cidade de Londrina-PR, cujo público se enquadra na faixa 1 do Programa Minha Casa...