Página 1 dos resultados de 151 itens digitais encontrados em 0.001 segundos
Resultados filtrados por Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem

A dinâmica da família que coabita e cuida de um idoso dependente

Salgueiro,Hugo; Lopes,Manuel
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
46.63%
Associado à progressão do envelhecimento, constata-se uma diminuição de algumas capacidades funcionais e um aumento da vulnerabilidade. A dependência acaba por surgir, sendo a família a principal instituição de apoio. Parece-nos assim pertinente questionar: qual a relação entre a dinâmica familiar e o coabitar e cuidar de um familiar idoso dependente? O objectivo foi, analisar o funcionamento da família cuidadora, relacionando o nível de dependência do familiar idoso e a idade dos cuidadores com a dinâmica familiar. Desenvolveu-se um estudo correlacional e transversal, com amostra intencional constituída por 80 famílias e 143 cuidadores. Usámos uma escala de avaliação do nível de dependência aos idosos e outra de avaliação da coesão e adaptabilidade familiar (FACES III). Conclui-se que o nível de dependência do idoso não altera a coesão e adaptabilidade familiar, contudo, o grupo etário do cuidador altera a dinâmica familiar, induzindo um potencial patológico.

Fragilidade no idoso: o que vem sendo produzido pela enfermagem

Linck,Caroline de Leon; Crossetti,Maria da Graça Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
46.59%
Este trabalho visa identificar a produção científica desenvolvida pela enfermagem frente à fragilidade no idoso, a partir de uma revisão integrativa da literatura, realizada nas bases Scientific Electronic Library Online (SciELO), Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS) e Scopus. Foram incluídos no estudo 16 artigos, sendo dois publicados em periódicos brasileiros e 14 em periódicos estrangeiros. Constata-se que, dos artigos analisados, 37,5% (6) enfocam a mudança de paradigma quanto ao modelo assistencial e 26,7% (4) destacam a família como cuidadora no contexto do idoso frágil. Pontua-se que o enfermeiro desempenha um papel impar no contexto da fragilidade, no desenvolvimento do cuidado individual e no suporte aos familiares e aos cuidadores dos idosos frágeis.