Página 1 dos resultados de 151 itens digitais encontrados em 0.001 segundos
Resultados filtrados por Publicador: Universidade do Estado do Rio Janeiro

Cuidar de um familiar idoso dependente no domicílio: reflexões para os profissionais da saúde

Vieira,Lizyana; Nobre,Joseane Rodrigues da Silva; Bastos,Carmen Célia Barradas Correia; Tavares,Keila Okuda
Fonte: Universidade do Estado do Rio Janeiro Publicador: Universidade do Estado do Rio Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 Português
Relevância na Pesquisa
46.59%
Ao conduzir um estudo qualitativo de caráter fenomenológico, para compreender o que é cuidar de um idoso dependente por meio do olhar de seus familiares, foi possível observar vários aspectos dessa vivência. Dentre eles, chamou a atenção o fato de que esses cuidadores enfrentam sobrecarga física e mental. OBJETIVO: apresentar os resultados relacionados à sobrecarga física e mental relatadas pelos cuidadores familiares de idosos dependentes, com o intuito de fornecer informações que possam contribuir de forma positiva para a complementação do trabalho das equipes de saúde voltado para os idosos dependentes, levando em consideração que ele também deve ser voltado para a assistência dos cuidadores familiares. MÉTODO: estudo descritivo-exploratório, qualitativo, de caráter fenomenológico. Foram realizadas entrevistas com cuidadores familiares de idosos dependentes. A coleta de dados foi realizada por meio de uma entrevista semiestruturada, baseada em uma pergunta orientadora. As entrevistas foram gravadas e transcritas para serem analisadas. RESULTADOS: o cuidador familiar de idosos dependentes é uma pessoa sobrecarregada do ponto de vista físico e mental, pelo acúmulo de funções e tipos de tarefas que assume. O estresse crônico relacionado a essa experiência pode alterar sua saúde. Conclusão: o fato de o cuidador familiar pertencer ao gênero feminino...

Síndrome de fragilidade no idoso: uma revisão narrativa

Lana,Letice Dalla; Schneider,Rodolfo Herberto
Fonte: Universidade do Estado do Rio Janeiro Publicador: Universidade do Estado do Rio Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
46.68%
Este estudo se propôs a realizar uma revisão narrativa sobre a temática da síndrome da fragilidade no idoso, visto que a literatura ainda carece de unanimidade quanto a sua conceituação. A revisão foi realizada nos meses de maio e junho de 2012, por meio dos descritores frailty, aged, frail elderly e aging e seus respectivos correspondentes em português nas bases de dados LILACS, MEDLINE, SciELO e PubMed. A amostra contemplou artigos publicados de 1990 a 2012, resultantes de pesquisas primárias quantitativas, qualitativas e estudos teóricos. Os 58 artigos selecionados na amostra final apontaram diferentes instrumentos metodológicos para identificar e quantificar a presença de fragilidade nos idosos. Demonstraram que a fragilidade no idoso envolve múltiplas dimensões e pode ser influenciada por fatores ligados ao próprio indivíduo ou fatores externos, os quais resultam em diferentes conceitos da síndrome da fragilidade no idoso. Conclui-se que os pesquisadores da área estão investindo na geração de conhecimento com o intuito de elaborar uma única definição que possa contemplar com mais propriedade o conceito da síndrome de fragilidade no idoso...