Página 1 dos resultados de 27 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Associação entre volume cerebral e medidas de inteligência em adultos saudáveis: um estudo por ressonância magnética estrutural e volumetria baseada em voxel; Association between brain volume and intelligence measures in healthy adults: a structural magnetic resonance study and voxel-based volumetry

Duarte, Everton
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/09/2011 Português
Relevância na Pesquisa
57.35%
Introdução: As funções cognitivas sofrem influência da idade, tanto no seu desenvolvimento como no seu declínio. De forma geral, as medidas de inteligência se relacionam com o volume de substância cinzenta (SC) em áreas cerebrais específicas e sofrem influência com o processo de envelhecimento. Em crianças e adolescentes as áreas envolvidas são o córtex pré-frontal, enquanto nos idosos e adultos jovens os córtices frontais e temporais desempenham um papel importante. Objetivo: Identificar quais áreas cerebrais estão implicadas nas variações das medidas de inteligência em uma amostra representativa de adultos jovens e idosos saudáveis. As hipóteses principais são: 1) haverá uma associação indireta entre distribuição de SC e idade envolvendo áreas de córtex frontal e temporal; 2) em adultos, as medidas de QI estimado irão se mostrar estáveis em decorrência da estabilidade entre as funções de inteligência fluida e cristalizada; 3) em idosos, as medidas de QI estimado apresentarão correlação direta com a distribuição de SC envolvendo o córtex temporal e límbico; 4) em idosos, as medidas de inteligência fluida apresentarão correlação direta com a distribuição de SC em córtices frontal e pré-frontal; 5) em idosos...

Evidências de validade convergente do SON-R 6-40, um teste não-verbal de inteligência

Almeida, Gabriel Olimpio Nascimento de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
46.73%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2013.; Estudos que fornecem evidências de validade dos escores de um teste são essenciais para assegurar uma interpretação correta dos seus resultados. Assim, este estudo investigou a validade convergente do teste não-verbal de inteligência SON-R 6-40 com dois outros testes que medem nteligência: o SON-R 2½-7[a] e a forma A da Bateria de Provas de Raciocínio (BPR-5). O SON-R 6-40 é um teste não-verbal de inteligência para pessoas entre 6 e 40 anos de idade que foi publicado na Holanda em 2010. O teste foi normatizado e validado para Holanda e Alemanha. O SON-R 2½-7[a] é um teste não-verbal de inteligência para crianças entre 2 anos e 6 meses e 7 anos e 11 meses que foi normatizado para o Brasil em 2009. Ambos os testes SON-R foram desenvolvidos para medir a inteligência fluida, assim reduzindo a influência de fatores socioeconômicos no desempenho do teste. O teste BPR-5 é uma bateria de provas que avaliam cinco diferentes tipos de raciocínio: Raciocínio Verbal (RV), Raciocínio Abstrato (RA)...

Intelligence, age and schooling : data from Battery of Reasoning Tests (BRT-5)

Primi, Ricardo; Couto, Gleiber; Almeida, Leandro S.; Guisande, M. Adelina; Miguel, Fabiano Koich
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Curso de Pós-Graduação em Psicologia Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Curso de Pós-Graduação em Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
26.93%
Intelligence is commonly divided into two distinctive areas: fluid intelligence (Gf), which is understood as the skill of reasoning or intelligence as a process, and crystallized intelligence (Gc) that involves skills that are more related to learning and experience (knowledge-based skills). The objective of the present work was to investigate the effects that schooling and age exert on fluid and crystallized intelligence measuring students’ results in sub-tests of the Battery of Reasoning Test (BRT-5). This study considered a sample composed of 1,722 students – 603 were assessed with Form A of the battery and 1,119 with Form B. The results show that intelligence is systematically associated with schooling and age. Some difficulties in separating the effects of cognitive development from the effects of formal learning on students’ cognitive performance are also emphasized.; A inteligência é comumente dividida em fluida (Gf), entendida como habilidade de raciocínio ou inteligência como um processo, e cristalizada (Gc) como as habilidades mais associadas à aprendizagem e experiência (habilidades associadas aos conhecimentos). No presente trabalho, o objetivo foi investigar os efeitos que a escolarização e a idade exercem sobre Gf e Gc tomando os resultados dos alunos nos subtestes da Bateria de Provas de Raciocínio (BPR-5). Este estudo considerou uma amostra composta por 1722 estudantes respondendo 603 à forma A dessa bateria e 1119 à sua forma B. Os resultados apontam relações sistemáticas entre inteligência...

Tomando o envelhecimento bem-sucedido como desenvolvimento psicológico : efeito da TOM e da inteligência

Guimarães, Cláudio Miguel da Costa
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
46.6%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia Clínica e da Saúde); Alguns autores têm referido que o envelhecimento bem-sucedido pode ser concetualizado como desenvolvimento psicológico; mas faltam estudos que testem a relação entre esta concetualização e seus preditores. Neste estudo pretendemos contribuir para a clarificação desta questão. Objetivos: (1) avaliar a associação entre medidas de desenvolvimento psicossocial do adulto e uma medida de envelhecimento bem-sucedido tanto em jovens adultos como em adultos idosos; (2) avaliar a associação entre medidas de teoria da mente e de envelhecimento bem-sucedido; (3) tomar como critérios de envelhecimento bem-sucedido a resolução das crises normativas sugeridas por Erikson e avaliar a sua associação com medidas de teoria da mente e de inteligência. Desenho: administração a uma amostra de 44 jovens adultos, estudantes universitários e a uma amostra de 43 adultos idosos, estudantes em universidades seniores, dos seguintes; Instrumentos: (a) Inventário de Expressões Comportamentais de Intimidade; (b) Lista de Comportamentos Generativos; (c) Escala de Integridade do Ego; (d) Questionário SOC; (e) RMET-RAV; (f) Tarefa das Piadas Visuais; (g) Subteste de vocabulário. Resultados: encontramos uma correlação positiva significativa entre a integridade: e o teste de vocabulário...

Estudo de validação da bateria de provas de raciocínio (BPR-5)

Primi,Ricardo; Almeida,Leandro S.
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2000 Português
Relevância na Pesquisa
26.44%
Esse estudo investiga a validade e precisão da BPR-5, versão reduzida da Bateria de Provas de Raciocínio Diferencial (BPRD) de Almeida (1988), composta por cinco subtestes: Raciocínio Abstrato, Raciocínio Verbal, Raciocínio Numérico, Raciocínio Espacial e Raciocínio Mecânico. A BPR-5 foi aplicada em 1243 alunos brasileiros (N=771) e portugueses (N=472) da sexta série do ensino fundamental até a terceira série do ensino médio. Os coeficientes de consistência interna variaram de 0,62 a 0,84 e os de precisão pelo método das metades de 0,65 a 0,87. Encontrou-se um único fator explicando aproximadamente 55% da variância representando uma medida composta de inteligência fluida, cristalizada, processamento visual e habilidade quantitativa e conhecimento prático de mecânica. As correlações da BPR-5 com as notas escolares foram, no geral, positivas chegando a atingir 0,54 (p < 0,01). Conclui-se que a BPR-5 constitui um instrumento eficiente e rápido para avaliação simultânea do raciocínio geral e das aptidões podendo ser útil aos profissionais em suas diversas áreas de atuação.

Competências e habilidades cognitivas: diferentes definições dos mesmos construtos

Primi,Ricardo; Santos,Acácia A. Angeli dos; Vendramini,Claudette Medeiros; Taxa,Fernanda; Muller,Franz August; Lukjanenko,Maria de Fátima; Sampaio,Isabel Silva
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2001 Português
Relevância na Pesquisa
26.54%
Recentemente, os programas de avaliação implementados pelo governo brasileiro têm chamado a atenção para uma dimensão humana com uma longa tradição de pesquisa na Psicologia, as habilidades cognitivas. Neste artigo procura-se analisar o modelo conceitual de habilidades e competências subjacente ao Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e compará-lo com os modelos contemporâneos da inteligência humana pela ótica da psicometria e psicologia cognitiva. Embora empreguem terminologias diferentes, os modelos referem-se a dimensões comuns da capacidade humana, nomeadamente a inteligência fluida e cristalizada mas ainda faltam estudos de validade de construto para evidenciar com mais clareza o que o ENEM avalia.

Inteligência emocional e provas de raciocínio: um estudo correlacional

Jesus Junior,Adauto Garcia de; Noronha,Ana Paula Porto
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.93%
O presente estudo propôs-se a investigar a validade convergente do Mayer, Salovey e Caruso Emotional Intelligence Test - MSCEIT, um instrumento de avaliação da Inteligência Emocional, por meio da correlação com as Baterias de Provas de Raciocínio - BPR-5, de inteligência fluida e cristalizada. A amostra consistiu de 191 universitários, com idades variando entre 17 e 60 anos, provenientes dos cursos de Pedagogia, Educação Física, Administração, Ciências contábeis e Sistemas de Informação de uma instituição particular do interior do estado de São Paulo. Os instrumentos utilizados foram aplicados em duas sessões coletivas em grupos separados por seus cursos. A correlação geral entre MSCEIT e BPR-5 foi baixa e significativa (r=0,18; p<0,05) indicando certa convergência de construtos. No entanto, essa correlação aumentou (r=0,28; p<0,01) quando suprimidas as provas de Raciocínio mecânico e espacial (BPR-5), pelo fato de avaliarem outras habilidades além da inteligência fluida e cristalizada.

Evidências preliminares da efetividade do treinamento cognitivo para melhorar a inteligência de crianças escolares

Mansur-Alves,Marcela; Flores-Mendoza,Carmen; Tierra-Criollo,Carlos Julio
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 Português
Relevância na Pesquisa
46.98%
Objetivou-se verificar a efetividade de um programa de treinamento cognitivo (TC) para melhorar a inteligência de crianças escolares. Participaram do TC 16 crianças (M = 8,75 anos; DP = 0,44) divididas em grupo controle (GC) e grupo experimental (GE), avaliadas no pré e no pós-teste com medidas de inteligência fluida, cristalizada e desempenho escolar. O TC consistiu da aplicação de tarefas de memória de trabalho por dois meses. Não foram encontradas diferenças significativas entre as medidas pré e pós-teste de inteligência. Entretanto, após o treinamento, observou-se redução das diferenças entre Gc e Gf em medidas de inteligência fluída. No caso do teste Raven, a diferença entre GC e GE (favorável a GC) caiu de um d = 0,126 para d = 0,058. No teste TNVRI a diferença inicial a favor de GC (d = 0, 177) passou a ser negativa (d = -0,384), portanto a favor de GE. Esse pequeno benefício não foi observado nos testes de conhecimento escolar, nos quais os maiores ganhos no pós-teste foram do GC. Os resultados encontram suporte parcial na literatura. Contudo, estudos com uma amostra maior, maior tempo de treinamento e de intervalo entre os pós-testes são necessários para verificar a generalidade de tais achados.

Estudo da estrutura fatorial da bateria multidimensional de inteligência infantil

Schelini,Patrícia Waltz; Wechsler,Solange
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 Português
Relevância na Pesquisa
46.65%
Este trabalho teve como principal objetivo o estudo da estrutura fatorial da Bateria Multidimensional de Inteligência Infantil, destinada à avaliação intelectual de crianças de sete a doze anos, por meio de algumas capacidades incluídas no Modelo Cattell-Horn-Carroll. Os resultados demonstraram que, no que diz respeito às correlações entre os testes e à análise fatorial confirmatória, parece ter havido, de maneira geral, uma concordância entre os dados obtidos e os estudos associados ao modelo teórico. Além disso, a bateria mostrou-se capaz de avaliar fundamentalmente as capacidades de inteligência cristalizada e velocidade de processamento cognitivo. A maior parte da variância dessas capacidades gerais foi explicada pelos testes destinados a mensurá-las.

Condição cognitiva de crianças de zona rural

Flores-Mendoza,Carmen Elvira; Nascimento,Elizabeth do
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2007 Português
Relevância na Pesquisa
46.82%
O estudo objetivou analisar a situação cognitiva de crianças da zona rural. Participaram do estudo 144 crianças com idade entre seis e onze anos de idade de uma vila rural, de situação socioeconômica bastante precária, situada na zona norte do Estado de Minas Gerais. Empregaram-se as Matrizes Progressivas de Raven e os subtestes Aritmética, Dígitos e Código do Teste Wechsler Intelligence Scale for ChildrenIII. Os resultados mostraram, de forma geral, que as diferenças de desempenho nos testes estão associadas à idade apenas em grupos de menor idade. A comparação de uma subamostra de crianças rurais (n=59) com uma de crianças urbanas (n=143) de sete e oito anos de idade, com equivalência de nível de escolaridade, apontou uma diferença de 30 pontos de quociente intelectual no teste Raven e uma diferença média de 16,18 pontos de quociente intelectual nos subtestes aritmética e dígitos. Conclui-se que déficits ambientais afetam com maior intensidade a inteligência fluida do que a inteligência cristalizada.

Eficácia de um programa de estimulação de capacidades intelectuais

Zampieri,Marília; Schelini,Patrícia Waltz; Crespo,Carolina Rosa
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.98%
O modelo Catell-Horn-Carroll divide a inteligência em dez fatores gerais, decompostos em fatores específicos. Estudos da área abordam a possibilidade de estimulação da inteligência, por meio de programas específicos para esse fim. O objetivo do presente estudo foi desenvolver atividades para estimulação de três componentes desse modelo - Inteligência Fluida, Inteligência Cristalizada e Memória de Curto Prazo -, bem como implementar um programa de estimulação e avaliar sua eficácia. O programa foi realizado ao longo de 13 sessões. Participaram do estudo 22 crianças com idade entre 7 e 10 anos, divididas em dois grupos para a realização das atividades. Os instrumentos utilizados no pré e pós-teste foram a Escala Weschsler de Inteligência para Crianças - III, o Teste de Desempenho Escolar e as Matrizes Progressivas Coloridas de Raven. Os resultados apontaram aumento significativo no escore total da Escala Wechsler em todas as análises e no Teste de Desempenho Escolar, no que se refere à estimulação da inteligência cristalizada e memória de curto prazo, o que parece ser indicativo da eficácia do programa.

Evolução inicial dos estudos da inteligência do idoso: mitos e fatos

Rozestraten,Reinier Johannes Antonius
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 Português
Relevância na Pesquisa
57.01%
Apresentamos nesse artigo o início e o primeiro desenvolvimento dos estudos sobre a inteligência do idoso dentro do quadro das fases da psicogênese do comportamento : tomada de informação, processamento de informação, tomada de decisão, comportamento-resposta e feedback. Através dessa evolução que teve seu início no fim da I Guerra Mundial vêem-se surgir três mitos que aos poucos foram refutados: a) o mito que a inteligência é uma capacidade única em vez de um conjunto de diversas capacidades que se combinam de múltiplas formas; b) o mito que a inteligência como totalidade única se deteriora durante a velhice, enquanto se verificou posteriormente que apenas algumas capacidades agrupadas como inteligência fluida são afetadas enquanto outras caracterizadas como inteligência cristalizada ficam constantes ou até melhoram; e c) a idade avançada é o único fator que influencia o desenvolvimento ou deterioração das capacidades intelectuais. Em relação ao último mito Lehr afirma que há pelo menos mais nove fatores influentes: declínio de fator G, rapidez, aptidão inata, nível educacional, treinamento, ambiente estimulante, saúde, sucesso na vida e motivação.

Habilidades básicas e desempenho acadêmico em universitários ingressantes

Primi,Ricardo; Santos,Acácia A. Angeli dos; Vendramini,Claudette Medeiros
Fonte: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte Publicador: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 Português
Relevância na Pesquisa
37.07%
Recentes estudos sobre o desenvolvimento cognitivo adulto referem-se à distinção entre inteligência fluida como a capacidade geral de relacionar idéias complexas, formar conceitos abstratos e derivar implicações lógicas a partir de regras gerais e inteligência cristalizada como a capacidade de derivar conhecimento a partir de esquemas organizados de informações sobre disciplinas específicas. Para verificar a possível relação entre a habilidade cognitiva requerida e a área de conhecimento, este estudo foi proposto com o objetivo de investigar as correlações entre medidas de inteligência fluida e cristalizada com desempenho acadêmico em 960 alunos ingressantes dos cursos de Medicina, Odontologia, Engenharia Civil, Matemática, Psicologia, Pedagogia, Letras e Administração. As correlações encontradas indicam que o desempenho acadêmico está associado a diferentes perfis de habilidades cognitivas.

Teste de Inteligência R1-Forma B e G36: evidência de validade convergente

Santos,Acácia A. Angeli dos; Noronha,Ana Paula Porto; Sisto,Fermino Fernandes
Fonte: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte Publicador: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2005 Português
Relevância na Pesquisa
56.89%
Considerando-se a relevância de se obter medidas confiáveis para a avaliação da inteligência, este estudo foi proposto com o objetivo de verificar a validade convergente entre os testes R1-Forma B e o G36. Participaram 78 alunos que freqüentavam o Telecurso do ensino médio, com idades entre 15 e 64 anos (média = 36,84; DP = 10,10), sendo 27 (34,6%) do sexo feminino e 51 (65,4%) do masculino. Os resultados apontaram para uma alta correlação entre os testes (r = 0,80), o que permite afirmar que medem o mesmo construto. Apesar disso, a hipótese de que o G36 estaria mais correlacionado com o Fator 2 do R-1 não pôde ser confirmada. Esse dado pode indicar que o G36 não seja unidimensional e se relacione mais com a inteligência cristalizada do que com o fator g.

Teoria das inteligências fluida e cristalizada: início e evolução

Schelini,Patrícia Waltz
Fonte: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte Publicador: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 Português
Relevância na Pesquisa
47.2%
O objetivo deste estudo é apresentar a evolução da teoria das inteligências fluida e cristalizada. Assim, discute-se como a concepção de dois fatores gerais, denominados Inteligência Fluida e Cristalizada, ou Gf-Gc, foi capaz de conciliar modelos de compreensão da inteligência, como os desenvolvidos por Spearman, Thorndike e Thurstone. A princípio uma representação dicotômica da inteligência, o modelo Gf-Gc sofreu modificações desde a década de 1960, sendo sua versão mais recente conhecida como teoria das capacidades cognitivas de Cattell-Horn-Carroll. Conclui-se que a disseminação desta teoria permitirá que a inteligência seja representada, não por meio de uma capacidade única e estática, mas por múltiplas formas e passíveis de estimulação.

Bateria Multidimensional de Inteligência Infantil: desenvolvimento de instrumento

Schelini,Patrícia Waltz; Wechsler,Solange
Fonte: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia Publicador: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 Português
Relevância na Pesquisa
46.65%
O estudo objetivou elaborar um conjunto de testes, denominado "Bateria Multidimensional de Inteligência Infantil" ou BMI, para avaliar capacidades do Modelo Cattell-Horn-Carroll. Entre as capacidades avaliadas estão as de inteligência cristalizada, inteligência fluida, velocidade de processamento cognitivo, memória a curto prazo, armazenamento e recuperação associativa a longo prazo e conhecimento quantitativo. A BMI foi composta por nove testes, apresentados a duas amostras de participantes. A primeira foi formada por 240 crianças, com idade entre sete e 12 anos. Constituída para que novos itens fossem testados, a segunda amostra foi formada por outras 206 crianças. Os resultados demonstraram a influência altamente significativa da idade sobre o desempenho dos testes. Os testes Informação Geral, Indução, Desempenho em Matemática, Vocabulário Geral e Vocabulário Ilus-trado apresentaram elevados coeficientes de precisão. A análise dos índices de dificuldade e do poder discriminativo permitiu a seleção do conjunto mais adequado de questões para compor a configuração final da Bateria.

La Inteligencia general (g), la eficiencia neural y el índice velocidad de conducción nerviosa una aproximación empírica /

Bonastre Rovira, Rosa Maria
Fonte: Bellaterra : Universitat Autònoma de Barcelona, Publicador: Bellaterra : Universitat Autònoma de Barcelona,
Tipo: Tesis i dissertacions electròniques; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis Formato: application/pdf
Publicado em //2005 Português
Relevância na Pesquisa
36.74%
Cosnultable des del TDX; Títol obtingut de la portada digitalitzada; Para valorar la asociación de las diferencias individuales en inteligencia psicométrica (CI) con las diferencias en eficiencia neural, utilizamos los potenciales evocados cerebrales visuales (VEP) y el índice de la velocidad de conducción nerviosa (VCN) en la vía visual derivado de ellos. En una muestra de 20 sujetos (10 mujeres y 10 hombres) se registró la latencia P100 de los VEP (el primer potencial eléctrico transitorio registrado sobre el córtex visual primario), se tomaron medidas de longitud de la vía visual mediante resonancia magnética (RM), y se aplicaron los tests de Wechsler y las AMP de Raven para las medidas de inteligencia psicométrica o cociente intelectual (CI). Mediante los ANOVA no se hallaron diferencias significativas entre mujeres y hombres para ninguno de los parámetros neurofisiológicos (latencias y amplitudes) de los VEP, ni para ninguno de los valores del índice de la VCN neurovisual, ni para ninguna de la medidas psicométricas de inteligencia general, mientras, y era de esperar, sí se hallaron diferencias significativas en las medidas de longitud (tamaño) de la cabeza por RM. Los resultados no muestran correlación entre el parámetro tiempo medido por la latencia P100 o las medidas de velocidad de los VEP y las medidas psicométricas de inteligencia fluida (Gf). Este resultado no soportaría la hipótesis del tiempo de la transmisión neural rápida para la inteligencia general (g). La longitud (tamaño) de la cabeza no fue correlacionada con los parámetros de los VEP...

Initial evolution of elderly intelligence studies: myths and reality; Evolução inicial dos estudos da inteligência do idoso: mitos e fatos

Rozestraten, Reinier Johannes Antonius
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2002 Português
Relevância na Pesquisa
57.01%
This paper presents the beginning and the first development of studies about the intelligence of the aged within the frame of the five phases of behavior psychogenesis: Information intake, information processing, decision making, response-behavior and feedback. In the course of this evolution that starts at the end of World War I, three myths emerged that successively were refuted: a) the myth that intelligence is a unique massive capacity instead of a joint of several capacities which may combine in multiple forms; b) the myth that this unique intelligence in its totality deteriorates during old age, but later was verified that only some capacities named "fluid intelligence" are affected meanwhile others characterized as "crystallized intelligence" are constant or even improved; e c) the old age factor is the unique factor that influences the development or deterioration of intellectual capacities. To this last myth Lehr asserts that there are at least more nine influencing factors: Decline of the G factor , speed, innate aptitude, educational level, training, stimulating environment, health, successful life and motivation.; Apresentamos nesse artigo o início e o primeiro desenvolvimento dos estudos sobre a inteligência do idoso dentro do quadro das fases da psicogênese do comportamento : tomada de informação...

Evolução inicial dos estudos da inteligência do idoso: mitos e fatos; Initial evolution of elderly intelligence studies: myths and reality

Rozestraten, Reinier Johannes Antonius
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2002 Português
Relevância na Pesquisa
57.01%
Apresentamos nesse artigo o início e o primeiro desenvolvimento dos estudos sobre a inteligência do idoso dentro do quadro das fases da psicogênese do comportamento : tomada de informação, processamento de informação, tomada de decisão, comportamento-resposta e feedback. Através dessa evolução que teve seu início no fim da I Guerra Mundial vêem-se surgir três mitos que aos poucos foram refutados: a) o mito que a inteligência é uma capacidade única em vez de um conjunto de diversas capacidades que se combinam de múltiplas formas; b) o mito que a inteligência como totalidade única se deteriora durante a velhice, enquanto se verificou posteriormente que apenas algumas capacidades agrupadas como inteligência fluida são afetadas enquanto outras caracterizadas como inteligência cristalizada ficam constantes ou até melhoram; e c) a idade avançada é o único fator que influencia o desenvolvimento ou deterioração das capacidades intelectuais. Em relação ao último mito Lehr afirma que há pelo menos mais nove fatores influentes: declínio de fator G, rapidez, aptidão inata, nível educacional, treinamento, ambiente estimulante, saúde, sucesso na vida e motivação.; This paper presents the beginning and the first development of studies about the intelligence of the aged within the frame of the five phases of behavior psychogenesis: Information intake...

Validade de Construto do Conjunto de Testes de Inteligência Cristalizada (CTIC) da Bateria de Fatores Cognitivos de Alta-Ordem (BaFaCAlO) / Construct Validity of The Set of Crystallized Intelligence Tests From Higher-Order Cognitive Factors Kit

Cristiano Mauro Assis Gomes; UFMG
Fonte: UFMG / UFU / UFSJ / UFJF Publicador: UFMG / UFU / UFSJ / UFJF
Tipo: Avaliado por Pares; Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
67.2%
Este artigo investiga a validade de construto do Conjunto de Testes da Inteligência Cristalizada (CTIC). Analisou-se a: (1) consistência interna (alpha de Cronbach) e (2) estrutura fatorial de cada um dos testes do CTIC (via análise fatorial exploratória), (3) validade convergente, validade divergente, (4) validade incremental do CTIC, e (5) a relação entre a inteligência cristalizada (Gc) e as variáveis sociodemográficas (via modelamento por equação estrutural). Os participantes foram 230 estudantes de uma escola federal de ensino médio. O alpha dos três testes do CTIC mostrou-se superior a 0,70. Cada teste apresentou dois fatores, representando níveis de dificuldade. Os testes do CTIC convergem para mensurar Gc e divergem em medir inteligência fluida (Gf). Gc, medido pelo CTIC, prediz o desempenho em português, além de g e Gf. Gc é explicada por g, série e nível socioeconomico e não é explicada pelo sexo e idade. Os resultados favorecem a validade do CTIC.