Página 1 dos resultados de 767 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Síntese de lipídios estruturados por interesterificação de banha e óleo de soja para obtenção de sucedâneo da gordura do leite humano; Synthesis of structure lipids by interesterification of lard and soybean oil for obtain human milk fat substitute

Silva, Roberta Claro da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/03/2008 Português
Relevância na Pesquisa
66.55%
O leite humano é um alimento completo, possui todos os nutrientes em quantidade e qualidade necessárias, proporciona proteção contra infecções e alergias e estimula o sistema imunológico. Os lipídios do leite humano são fonte energética; veículos para as vitaminas lipossolúveis; contêm ácidos graxos poliinsaturados necessários para o desenvolvimento cerebral; contêm precursores de prostaglandinas e hormônios; e são constituintes essenciais para as membranas celulares. Muitas mães, por razões médicas, metabólicas ou econômicas, dependem de fórmulas artificiais para alimentar seus filhos. Portanto, a composição dos ácidos graxos e a sua distribuição nas cadeias dos triacilgliceróis devem ser alvos de estudos em fórmulas infantis, sendo que os triacilgliceróis do leite humano devem servir de modelo para os componentes lipídicos. Recentemente, diversos estudos apontam a interesterificação como alternativa para a produção de sucedâneos da gordura do leite humano. Assim, o objetivo deste trabalho foi explorar diversas possibilidades da modificação lipídica para a obtenção deste sucedâneo. As matérias-primas utilizadas foram banha e óleo de soja, gorduras facilmente obtidas e de baixo custo no Brasil. Neste trabalho...

Efeitos do uso de aditivo no leite humano cru da própria mãe em recém-nascidos pré-termo de muito baixo peso; Effects of the use of additive in the raw human milk of mothers of very low birth weight preterm newborns

Martins, Evelyn Conti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
66.57%
A nutrição do recém-nascido pré-termo de muito baixo peso representa um desafio para a equipe multiprofissional devido a condições especiais, como o metabolismo acelerado, diminuição das reservas orgânicas, maior risco de complicações associadas à imaturidade do sistema digestivo e a capacidade reduzida de adaptação frente a situações de sobrecarga hidro-eletrolítica. A preocupação com a nutrição do pré-termo justifica-se pela necessidade de promover velocidade de crescimento físico e desenvolvimento semelhantes à da vida intra-uterina. Objetivos: a) Geral; comparar o ganho ponderoestatural e a freqüência de complicações clínicas em recém-nascidos prétermo com peso inferior a 1500g, alimentados exclusivamente com leite humano cru da própria mãe, com e sem a suplementação de aditivo, até atingirem o peso de 1800g; b)Específicos: descrever e comparar o ganho pondero-estatural e a freqüência de complicações clínicas em recém-nascidos pré-termo com peso inferior a 1500g, alimentados exclusivamente com leite humano cru da própria mãe, com e sem a suplementação de aditivo, até atingirem o peso de 1800g. Métodos: Ensaio clínico prospectivo randomizado duplo-cego em 40 recém-nascidos pré-termo com peso de nascimento inferior a 1500g internados em unidade de terapia intensiva neonatal no período de agosto de 2005 a abril de 2007. Para detectar a diferença de 3...

Leite humano como fonte de bactérias lácticas produtoras de bacteriocinas e com potencial probiótico; Human milk as a source of lactic acid bacteria producing bacteriocins and probiotic potential

Trento, Fabiana Katia Helena de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
66.58%
Além do aspecto nutricional de suma importância, é notória a contribuição do leite humano para o processo de desenvolvimento da microbiota intestinal do recémnascido, um importante mecanismo de defesa do organismo contra doenças infecciosas. O papel do leite humano como fonte de bactérias probióticas, principais constituintes da microbiota intestinal, tem sido tópico de pesquisas recentes. Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de determinar e comparar a composição da microbiota de oito amostras de leite humano e verificar o potencial de utilização desse produto como fonte de bactérias probióticas. Para tanto, utilizaram-se cinco meios de cultivos seletivos para contagem presuntiva de gêneros normalmente encontrados em leite humano: lactococos, enterococos, bifidobactérias e propionibactérias. A análise quantitativa da microbiota demonstrou tendência de diminuição da contagem em função do aumento do tempo de lactação. A análise qualitativa confirmou a presença de distintos gêneros de bactérias lácticas potencialmente probióticas com algumas variações entre as amostras de leite humano. Na segunda etapa 800 colônias isoladas a partir dos cinco meios de cultivos e caracterizadas como bactérias lácticas foram selecionadas quanto às suas propriedades probióticas (produção de bacteriocina...

A influência da aditivação do leite humano no crescimento bacteriano in vitro; A influência da aditivação do leite humano no crescimento bacteriano in vitro

Campos, Letícia Fuganti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.55%
INTRODUÇÃO: A lactoferrina disponível no leite materno desempenha função imunológica e protege recém-nascidos de infecções por se ligar ao ferro e privá-lo de bactérias patogênicas, o que resulta em atividade bacteriostática contra organismos patogênicos ferro dependentes. A utilização de aditivo de leite materno suplementado com ferro poderia prejudicar os efeitos protetores da lactoferrina e aumentar os riscos de infecção em recém-nascidos. OBJETIVO: Comparar o crescimento bacteriano no colostro puro versus colostro com aditivo de leite materno suplementado com ferro. MÉTODO: O crescimento bacteriano de Escherichia coli, Staphylococcus aureus e Pseudomonas aeruginosa foi comparado em 78 amostras de colostro puro ou colostro com aditivo do leite humano suplementado com ferro. Para análise qualitativa, discos de papel filtro foram imergidos nas amostras de leite materno puro ou leite materno com aditivo suplementado de ferro e incubados por 48 horas em placas de Petri contendo 101 Unidades Formadoras de Colônia por ml (UFC/ml) de cada cepa de bactérias. Para a análise quantitativa, 1ml de cada cepa de bactérias contendo 107 UFC/ml foi homogeneizado com 1ml de colostro puro ou colostro com aditivo do leite humano suplementado com ferro e semeado em placa de Petri. O número de UFC/ml foi contado após 24 horas de incubação a 37oC. RESULTADOS: A análise qualitativa não mostrou diferença no crescimento bacteriano. Na avaliação quantitativa...

Leite humano com baixo teor de lactose : uma alternativa no tratamento da intolerancia a lactose em lactentes e crianças

Bottaro, Silvania Moraes
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 57f.| grafs., tabs
Português
Relevância na Pesquisa
66.56%
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciencias Agrarias; A pesquisa teve como objetivo reduzir a lactose do leite humano para que possa ser usado no tratamento dietético de lactentes ou crianças com intolerância secundária à lactose, evitando a introdução precoce de outro alimento. O processo para cinco tratamentos de hidrólise foi desenvolvido através de uma enzima comercial, do qual obteve-se a média de 75,35% de hidrólise da lactose do leite humano. O valor protéico do leite humano não apresentou variação nos resultados, antes e após o tratamento de hidrólise. O teor médio de lipídios foi inferior para todas as amostras hidrolisadas comparando com as amostras não hidrolisadas. O leite humano hidrolisado comparado com o não hidrolisado apresentou teores equivalentes de sólidos totais, cinzas, acidez total, acidez em ácido láctico, cálcio e fósforo. As condições higiênico-sanitárias do leite humano, mostraram ausência de Salmonella sp e Listeria monocytogenes tanto nas amostras de leite humano não hidrolisadas como nas hidrolisadas. Todas as amostras apresentaram o mesmo índice de coliformes fecais e Sthaphylococcus aureus antes e após a hidrólise. A avaliação do leite humano hidrolisado...

An??lise do conte??do energ??tico do leite humano administrado a rec??m-nascidos de muito baixo peso ao nascimento

Vieira, Alan A.; Moreira, Maria Elisabeth Lopes; Rocha, Adriana D.; Pimenta, Hellen Porto; Lucena, Sabrina L.
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.64%
Objetivo: Avaliar e comparar o conte??do energ??tico do leite humano cru e do leite humano processado oferecidos aos rec??mnascidos com peso de nascimento menor que 1.500 g no Instituto Fernandes Figueira. M??todos: Foram avaliadas al??quotas com 0,5 ml de leite humano cru e de leite humano processado, determinando-se primeiramente o cremat??crito e, posteriormente, por meio da aplica????o de f??rmulas matem??ticas, o teor energ??tico. Foram avaliadas 462 amostras de leite humano, sendo 401 de leite humano processado e 61 de leite humano cru. Resultados: A m??dia do percentual de gordura obtida foi de 3,0??1,2% no leite humano processado e de 8,9??4,6% no leite humano cru (p < 0,001). A m??dia do conte??do energ??tico calculado foi de 53,6??7,2 kcal/100 ml no leite humano processado e de 85,9??27,9 kcal/100 ml no leite humano cru (p < 0,001). Conclus??o: Foram encontrados percentual de gordura e conte??do energ??tico significativamente menores no leite humano processado em rela????o ao leite humano cru, sugerindo que o processo de manipula????o pode afetar a qualidade do leite humano processado ofertado aos rec??m-nascidos.

Teste alternativo para detec????o de coliformes em leite humano ordenhado

Novak, Franz Reis; Almeida, Jo??o Aprigio Guerra de
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.57%
Objetivo: comparar um m??todo alternativo com o teste do n??mero mais prov??vel (NMP) para detec????o de coliformes totais em leite humano ordenhado. M??todos: 343 amostras de leite humano ordenhado, obtidas a partir de frascos oriundos de coleta domiciliar, recebidas pelo Banco de Leite Humano do Instituto Fernandes Figueira - IFF, por doadoras previamente orientadas, foram encaminhadas ao laborat??rio de controle de alimentos do IFF e empregadas na compara????o de dois m??todos: 1 - t??cnica do n??mero mais prov??vel, conforme descrito no Standard methods for the examination of dairy products; 2 - m??todo alternativo proposto. Resultados: os microorganismos do grupo coliformes foram detectados em 31,2% das amostras analisadas, com popula????es variando de 3,0 x 100 a 1,1 x 104 coliformes totais N.M.P/ml. A compara????o do teste cl??ssico com o alternativo revelou resultados semelhantes quanto ?? recupera????o de microorganismos coliformes em amostras de leite humano ordenhado. O m??todo alternativo detectou a presen??a de coliformes totais em todas as amostras contaminadas e em quatro amostras n??o contaminadas, segundo o teste de NMP. Conclus??o: o teste alternativo permite constatar a presen??a ou aus??ncia de coliformes...

Bancos de leite humano: contextualização e relevância : monografia : human milk banks: background and importance

Gomes, Filomena Isabel Machado
Fonte: Porto : edição de autor Publicador: Porto : edição de autor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 2 vols.(tese + relatório); 30 cm
Português
Relevância na Pesquisa
66.55%
Resumo da tese: Os Bancos de Leite Humano são serviços estabelecidos com o objectivo de colher, avaliar, processar e distribuir o leite humano doado para dar a resposta a necessidades médicas especiais dos indivíduos aos quais é prescrito. Os principais destinatários são recém-nascidos de pré-termo e/ou de muito baixo peso que, por algum motivo, não têm acesso ao leite da própria mãe. Pela particular constituição do leite humano, descreve-se ainda o seu uso em determinados quadros patológicos de adultos. Comparativamente à alimentação com fórmulas infantis, existem evidências que apontam para um crescimento a curto prazo menos acentuado nos recém-nascidos alimentados com leite humano doado (que não se demonstram reflectir a longo prazo) mas este alimento confere outras numerosas vantagens nas quais se destaca o tratamento e prevenção da enterocolite necrosante. A fortificação com determinados componentes mostra-se benéfica em alguns casos. O conceito dos Bancos de Leite Humano não é novo e a sua distribuição geográfica é bastante heterogénea, podendo verificar-se algumas diferenças entre as práticas de vários países. No entanto, estas práticas revelam-se suficientemente seguras para se poder afirmar que a melhor opção para alimentar o recém-nascido quando o leite da própria mãe não está disponível é o leite proveniente destas instituições.; Thesis abstract: Human milk banks are services established for the purpose of collecting...

Teste alternativo para detecção de coliformes em leite humano ordenhado

Novak,Franz R.; Almeida,João Aprígio Guerra de
Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria Publicador: Sociedade Brasileira de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 Português
Relevância na Pesquisa
66.57%
Objetivo: comparar um método alternativo com o teste do número mais provável (NMP) para detecção de coliformes totais em leite humano ordenhado. Métodos: 343 amostras de leite humano ordenhado, obtidas a partir de frascos oriundos de coleta domiciliar, recebidas pelo Banco de Leite Humano do Instituto Fernandes Figueira - IFF, por doadoras previamente orientadas, foram encaminhadas ao laboratório de controle de alimentos do IFF e empregadas na comparação de dois métodos: 1 - técnica do número mais provável, conforme descrito no Standard methods for the examination of dairy products; 2 - método alternativo proposto. Resultados: os microorganismos do grupo coliformes foram detectados em 31,2% das amostras analisadas, com populações variando de 3,0 x 100 a 1,1 x 104 coliformes totais N.M.P/ml. A comparação do teste clássico com o alternativo revelou resultados semelhantes quanto à recuperação de microorganismos coliformes em amostras de leite humano ordenhado. O método alternativo detectou a presença de coliformes totais em todas as amostras contaminadas e em quatro amostras não contaminadas, segundo o teste de NMP. Conclusão: o teste alternativo permite constatar a presença ou ausência de coliformes, tornando-se útil no controle de qualidade dos frascos de leite humano ordenhado pasteurizados...

Análise do conteúdo energético do leite humano administrado a recém-nascidos de muito baixo peso ao nascimento

Vieira,Alan A.; Moreira,Maria E. L.; Rocha,Adriana D.; Pimenta,Hellen P.; Lucena,Sabrina L.
Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria Publicador: Sociedade Brasileira de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 Português
Relevância na Pesquisa
66.64%
OBJETIVO: Avaliar e comparar o conteúdo energético do leite humano cru e do leite humano processado oferecidos aos recém-nascidos com peso de nascimento menor que 1.500 g no Instituto Fernandes Figueira. MÉTODOS: Foram avaliadas alíquotas com 0,5 ml de leite humano cru e de leite humano processado, determinando-se primeiramente o crematócrito e, posteriormente, por meio da aplicação de fórmulas matemáticas, o teor energético. Foram avaliadas 462 amostras de leite humano, sendo 401 de leite humano processado e 61 de leite humano cru. RESULTADOS: A média do percentual de gordura obtida foi de 3,0±1,2% no leite humano processado e de 8,9±4,6% no leite humano cru (p < 0,001). A média do conteúdo energético calculado foi de 53,6±7,2 kcal/100 ml no leite humano processado e de 85,9±27,9 kcal/100 ml no leite humano cru (p < 0,001). CONCLUSÃO: Foram encontrados percentual de gordura e conteúdo energético significativamente menores no leite humano processado em relação ao leite humano cru, sugerindo que o processo de manipulação pode afetar a qualidade do leite humano processado ofertado aos recém-nascidos.

Efeito da evaporação e pasteurização na composição bioquímica e imunológica do leite humano

Braga,Lucylea P. M.; Palhares,Durval B.
Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria Publicador: Sociedade Brasileira de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2007 Português
Relevância na Pesquisa
66.6%
OBJETIVO: Avaliar os efeitos da evaporação e da pasteurização do leite humano na sua composição bioquímica e imunológica e em sua osmolaridade. MÉTODOS: As amostras de leite humano maduro foram divididas em quatro grupos de estudo: leite humano in natura, leite humano pasteurizado, leite humano evaporado a 70% do volume inicial e leite humano pasteurizado e evaporado a 70%, com 12 diferentes amostras de leite em cada grupo. Das amostras dos grupos, foram dosadas as concentrações de sódio, potássio, cálcio, fósforo, magnésio, proteína, gordura, lactose, imunoglobulina A e osmolaridade. RESULTADOS: A pasteurização do leite humano não mostrou alterações estatisticamente significantes na concentração dos elementos sódio, potássio, cálcio, fósforo, magnésio, proteína, gordura, lactose, nem na osmolaridade; no entanto, mostrou redução significante na concentração média de imunoglobulina A. A evaporação mostrou aumento estatisticamente significativo de 38% em média na concentração dos elementos sódio, potássio, cálcio, fósforo, magnésio, proteína, gordura e lactose e redução média de 45% na concentração da imunoglobulina A, sem alteração significativa da osmolaridade em relação ao leite sem processamento. CONCLUSÃO: Através da evaporação a 70% do volume inicial do leite humano...

Qualidade microbiológica de leite humano obtido em banco de leite

Serafini,Álvaro B; André,Maria Cláudia D P B; Rodrigues,Márcia A V; Kipnis,André; Carvalho,Cynthia O; Campos,Maria Raquel H; Monteiro,Érica C; Martins,Fábia; Jubé,Thiago F N
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 Português
Relevância na Pesquisa
66.55%
OBJETIVO: Determinar a prevalência de microrganismos indicadores e potencialmente patogênicos que indicam as condições higiênico-sanitárias das amostras de leite humano ordenhado coletadas em banco de leite. MÉTODOS: Foram realizadas análises microbiológicas de 338 amostras de leite humano ordenhado, sendo 194 de leite cru e 144, pasteurizado, coletadas em banco de leite humano de um hospital materno infantil de Goiânia, GO. As análises microbiológicas foram realizadas com semeadura em ágar Mc Conkey, de acordo com o tipo de bactéria. RESULTADOS: No leite cru, verificou-se a presença de Staphylococcus spp. Streptococcus spp., bolores e leveduras e Enterobacteriaceae. Observou-se que Staphylococcus aureus esteve presente em 10 (5,2%) amostras, Staphylococcus epidermidis em 28 (14,4%), Streptococcus spp. em três (1,6%), bolores e leveduras em 43 (22,2%) e Enterobacteriaceae em 49 (25,3%). Das 144 amostras de leite humano ordenhado pasteurizado, detectaram-se Staphylococcus aureus em cinco (3,5%), Staphylococcus epidermidis em 15 (10,4%), Staphylococcus lugdenensis em duas (1,4%), Streptococcus spp. em quatro (2,8%), bolores e leveduras em 37 (25,7%) e Enterobacteriaceae em nove (6,3%). CONCLUSÕES: Os resultados mostraram um alto grau de contaminação no leite cru. No leite pasteurizado...

Perfil calórico do leite pasteurizado no banco de leite humano de um hospital escola

Moraes,Priscila Santa de; Oliveira,Márcia Maria B. de; Dalmas,José Carlos
Fonte: Sociedade de Pediatria de São Paulo Publicador: Sociedade de Pediatria de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.6%
OBJETIVO: Conhecer o perfil calórico e higiênico sanitário do leite humano do Banco de Leite Humano do Hospital Universitário de Londrina. MÉTODOS: Estudo quantitativo transversal do levantamento de dados obtidos de fontes secundárias de registros dos exames de teor calórico, avaliado pelo crematócrito, e da titulação de acidez pelo método de Dornic do leite humano, coletado pelo Banco de Leite Humano do Hospital Universitário de Londrina. RESULTADOS: Entre 2006 e 2009, foram analisadas 30.846 amostras de leite humano de doadoras de várias localidades, totalizando 5.869L de leite coletado e distribuído. Deste leite humano pasteurizado, 53,5% foi classificado como hipocalórico (menos que 580kcal/L), 36,4% como calórico e 8,3% como hipercalórico (maior que 711kcal/L). De acordo com as várias localidades de origem dos leites, o Banco de Leite Humano de Londrina foi o local onde se observou uma maior quantidade de doação nas três classificações. Ao exame da titulação de acidez Dornic do leite humano coletado, encontrou-se 60,8% com valores entre 4,1º e 8,0º Dornic. CONCLUSÕES: Grande parte do leite coletado é hipocalórica e está própria para o consumo em relação ao perfil higiênico sanitário. É preciso intensificar a coleta deste alimento para atender à demanda de leite hipercalórico para os recém-nascidos prematuros.

Alegações maternas para doação de leite humano

Lins da Silva, Suzana; Gorete Lucena de Vasconcelos, Maria (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
66.59%
A construção deste estudo, tendo como temática a doação de leite humano, estruturou-se em três partes: a primeira contempla um artigo de revisão integrativa, a segunda aborda o capítulo do caminho metodológico e a terceira consiste em um artigo original acerca das alegações maternas para doação de leite humano e a identificação de aspectos facilitadores e dificultadores do processo. O capítulo da revisão integrativa buscou analisar na literatura publicada como caminham as produções científicas sobre a doação do leite humano nas bases de dados Lilacs, Medline, Web of Science e Scopus, no período de 1999 a 2009, utilizando-se os descritores: aleitamento materno, bancos de leite, doação e leite humano, sendo identificados e incluídos oito artigos na revisão. O artigo original foi construído a partir de uma pesquisa qualitativa, realizada por meio de um estudo descritivo exploratório, com base em relatos de 16 doadoras de leite humano, seguindo o método de amostragem por saturação. Neste, o setting da investigação foi o Banco de Leite Humano do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP), em Recife-PE. Os relatos foram coletados no período de novembro de 2008 a fevereiro de 2009...

Leite humano suplementado versus leite humano não suplementado na alimentação de recém-nascidos de muito baixo-peso: efeitos sobre a mineralização óssea e o crescimento

Einloft, Paulo Roberto
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
66.63%
INTRODUÇÃO: Os recém-nascidos pré-termo de muito baixo peso, alimentados com leite humano, tem risco de apresentar deficiências na mineralização óssea e no seu crescimento. A suplementação do leite humano com compostos multinutrientes para a correção destas deficiências tem sido motivo de controvérsias.OBJETIVO: Avaliar a eficácia de um suplemento para o leite humano (FM85® Nestle Nutrition), com uma formulação recentemente modificada, desenvolvida com o propósito de melhorar a mineralização óssea e o crescimento de recém-nascidos pré-termos de muito baixo peso alimentados com leite humano.MÉTODOS: Foram estudados 19 recém-nascidos pré-termo com menos de 1500 g de peso ao nascimento, durante a internação na UTI-Neonatal do Hospital São Lucas da PUCRS, entre julho de 2006 e janeiro de 2010. Os recém-nascidos foram divididos em dois grupos: o grupo 1 recebeu leite humano acrescido de FM85® e o grupo 2 que recebeu leite humano sem FM85® . Foram registrados as medidas antopométricas. A mineralização óssea foi avaliada através de densitometria óssea de corpo inteiro com raio X de dupla energia. Durante todo o estudo foram realizados exames laboratoriais de controle como fosfatase alcalina, cálcio...

Suplemento homologo do leite humano acrescido ao leite humano de banco para alimentação do recém-nascido de muito baixo peso

Serafin, Paula de Oliveira
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
66.57%
O leite humano não modificado por apresentar uma enorme variabilidade nutricional seja por estágio da lactação, período do dia, paridade, ingesta materna, método de estocagem, armazenamento e administração tem se mostrado inadequado para alimentar o RNPT. A utilização de aditivos de origem bovina promove melhoria dos índices de crescimento em detrimento do perfil dos aminoácidos séricos e incidência de distúrbios gastrintestinais como enterocolite necrosante. Objetivo: Desenvolver, um composto lácteo a partir de leite humano de banco modificado, através do desnate, evaporação e retirada da lactose para ser utilizado na alimentação do recém-nascido pré-termo de muito baixo peso.Método: Foram utilizadas 20 amostras de pool de leite humano divididas em duas alíquotas para compor os dois grupos do estudo: leite humano modificado pelo desnate, evaporação e retirada da lactose (LHM) e leite humano acrescido de aditivo comercial FM85® (LHF). A comparação entre as variáveis mensuradas nas dietas propostas foi realizada por meio do teste paramétrico t-student pareado de uma amostra. A análise estatística foi utilizado a média e o erro padrão da média para todos os resultados que foram analisados estatisticamente utilizando o Microsoft Excel 2003 para planilhamento dos dados e o ―software‖ SigmaStat para Windows...

Efeito da evaporação e pasteurização na composição bioquímica e imunológica do leite humano

Braga, Lucylea Pompeu Muller; Palhares, Durval Batista
Fonte: Jornal de Pediatria Publicador: Jornal de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.6%
OBJETIVO: Avaliar os efeitos da evaporação e da pasteurização do leite humano na sua composição bioquímica e imunológica e em sua osmolaridade. MÉTODOS: As amostras de leite humano maduro foram divididas em quatro grupos de estudo: leite humano in natura, leite humano pasteurizado, leite humano evaporado a 70% do volume inicial e leite humano pasteurizado e evaporado a 70%, com 12 diferentes amostras de leite em cada grupo. Das amostras dos grupos, foram dosadas as concentrações de sódio, potássio, cálcio, fósforo, magnésio, proteína, gordura, lactose, imunoglobulina A e osmolaridade. RESULTADOS: A pasteurização do leite humano não mostrou alterações estatisticamente significantes na concentração dos elementos sódio, potássio, cálcio, fósforo, magnésio, proteína, gordura, lactose, nem na osmolaridade; no entanto, mostrou redução significante na concentração média de imunoglobulina A. A evaporação mostrou aumento estatisticamente significativo de 38% em média na concentração dos elementos sódio, potássio, cálcio, fósforo, magnésio, proteína, gordura e lactose e redução média de 45% na concentração da imunoglobulina A, sem alteração significativa da osmolaridade em relação ao leite sem processamento. CONCLUSÃO: Através da evaporação a 70% do volume inicial do leite humano...

Determinação do perfil de aminoácidos em recém nascidos pré-termo alimentados com dietas modificadas de leite humano.

Tavares, Luciana Venhofen Martinelli
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
66.59%
O aleitamento materno é a maneira mais segura de nutrir uma criança. Porém, quando usado para prematuros têm-se evidenciado deficiências nutricionais. Uma alternativa é o uso do leite humano aditivado. O objetivo deste estudo a determinação de aminoácidos em recém nascidos pré-termo alimentados com três dietas modificadas de leite humano. Foi estudado 30 recém nascidos pré-termo, idade gestacional inferior a 34 semanas com peso de nascimento igual ou inferior a 1500 gramas. Os recém nascidos foram acompanhados através de avaliações antropométricas mensurando peso, comprimento e perímetro cefálico, bioquímicas e para análise do perfil de aminoácidos foi colhida uma amostra de sangue antes de receberem a dieta e outra amostra no final do estudo antes da última dieta. Foram distribuídos de forma aleatória em 3 grupos conforme a dieta que receberam: leite humano de banco com 5% do aditivo FM85®; leite humano de banco aditivado com leite humano evaporado e leite humano do banco aditivado com leite humano liofilizado. Os resultados foram analisados estatisticamente utilizando o “software” Instat para Windows®, na versão 2.0. Foram utilizadas as diferenças na qual o valor de “p” foi menor que 0,05. A comparação entre os grupos foi realizada por meio dos testes: t’student pareado e ANOVA de 1 via de medidas repetitivas com pós teste de Tukey. Peso e comprimento não tiveram diferença significativa...

Avaliação dos procedimentos higiênico-sanitários utilizados durante a coleta domiciliar e o transporte do leite humano ordenhado; Assessment of the hygienic-sanitary procedures used during collection and transportation of household human milk

Menezes, Glória
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.55%
A promoção da amamentação é considerada umas das principais estratégias para sobrevivência infantil e o Leite Humano (LH) o alimento ideal para o recém-nascido de termo e pré-termo, capaz de garantir nutrientes essenciais para o seu desenvolvimento. Na falta ou volumes insuficientes do leite da própria mãe, especialmente para crianças hospitalizadas como os recém-nascidos pré-termo, a opção pelo leite humano ordenhado (LHO) de doadoras de Bancos de Leite Humano (BLH) torna-se uma alternativa eficaz. Os BLH enquanto entidades de apoio à amamentação captam, processam, e distribuem o LHO de doadoras e neste intuito se faz necessária à otimização operacional e o controle de riscos biológicos para o seu fornecimento seguro. O objetivo deste trabalho foi avaliar os procedimentos higiênico-sanitários praticados pelas doadoras de LH durante a ordenha e o armazenamento domiciliar, bem como o transporte do LHO até o BLH e associar os dados encontrados com os resultados das análises do controle de qualidade. Através da observação da ordenha e armazenamento no domicílio, foram preenchidos um check list com os procedimentos higiênico-sanitários e questionário sócio demográfico. Foram obtidas também as temperaturas das caixas térmicas de transporte do LHO das planilhas rotineiramente preenchidas. Os resultados da avaliação da acidez titulável e do exame microbiológico das amostras coletadas durante a observação foram obtidas nos livros de registro do BLH do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (BLH HC/UFU). Utilizou-se o teste Qui-quadrado...

Adesão à doação de leite humano e sua relevância para o funcionamento dos Bancos de Leite Humano

Matias, Luiza Laura Oliveira; Rosário, Carla de Carvalho
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
Português
Relevância na Pesquisa
66.56%
A oferta do leite materno exclusivo para as crianças essencialmente nos primeiros seis meses favorecem a uma ótima qualidade de vida com prevenção de muitas doenças. No entanto, algumas crianças por diversas condições não usufruem deste momento. Com este intuito busca-se discutir a necessidade do banco de leite estar sempre em condições favoráveis para que possamos fornecer o leite humano aos que precisam deste alimento tão necessário. Diante deste contexto, nosso objetivo é identificar as motivações que levam as puérperas a doarem o próprio leite aos Bancos de Leite Humano, levantar as causas para a não doação, e identificar se essas puérperas são preparadas e esclarecidas sobre a importância deste ato. Para realizarmos essa pesquisa foi utilizado o método de revisão integrativa, sendo utilizados 10 artigos de bases de dados diferentes, com conteúdo voltado para a doação de leite humano, experiência de mulheres doadoras, orientação e incentivo a doação de leite. Como resultado foi identificado como um dos motivos mais citados na doação do leite foi o excesso de produção de leite e em segundo lugar, as mulheres identificaram o desejo de sentir necessidade em ajudar o próximo. As que não doaram relatam não ter o conhecimento do funcionamento dos Bancos de Leite...