Página 1 dos resultados de 94 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Comunidade de fungos endofíticos associada à cana-de-açúcar convencional e geneticamente modificada; Community of endophytic fungi associated with conventional and genetically modified sugarcane

Stuart, Rodrigo Makowiecky
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/11/2006 Português
Relevância na Pesquisa
46.83%
A diversidade da comunidade endofítica de fungos associada à cana-de-açúcar transgênica tolerante a imazapyr e suas linhas de cultivo não transgênicas foi avaliada por isolamento e ARDRA (Amplified rDNA Restriction Analysis). Cultivares transgênicos e não-transgênicos, e seu manejo (aplicação do herbicida ou remoção manual de daninhas), foram considerados para verificar o possível efeito indireto da cana-deaçúcar geneticamente modificada (GM) sobre a comunidade de fungos endofíticos. O total de quatorze haplótipos de ARDRA foram observados na comunidade endofítica de cana-de-açúcar. O seqüenciamento da região ITS1-5.8S-ITS2 revelou uma comunidade rica representada por doze famílias diferentes do filo Ascomicota. Alguns dos isolados demonstraram alta similaridade com gêneros que ocorrem comumente como endófitos em plantas de clima tropical, como Cladosporium, Eppicoccum, Fusarium, Guignardia, Pestalotiopsis e Xylaria. A análise de variância molecular (AMOVA) indicou que as flutuações observadas na composição dos haplótipos estão relacionadas tanto ao cultivar transgênico quanto a aplicação do herbicida. Enquanto a aplicação do herbicida induziu mudanças rápidas e transientes na comunidade de fungos...

Interação entre bactérias endofíticas e do rizoplano com Eucalyptus; Interaction between endophytic and rhizoplane bacteria with Eucalyptus

Ferreira, Anderson
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/02/2008 Português
Relevância na Pesquisa
47.21%
Os microrganismos endofíticos são aqueles, cultiváveis ou não, que habitam o interior da planta hospedeira sem causar danos aparentes ou estruturas externas visíveis. Essa interação microrganismos-planta é intrínseca a determinadas espécies de plantas e/ou bactérias. Nas últimas décadas os estudos de microrganismos endofíticos têm sido realizados em diversas plantas hospedeiras, sendo esses estudos direcionados principalmente para a diversidade e características benéficas induzidas, inclusive o controle biológico de doenças. A doença causada pelo fungo Ceratocystis fimbriata é considerada emergente no setor florestal. O Brasil está entre os maiores produtores mundiais de eucalipto e a expansão do setor juntamente com o cultivo clonal tem acarretado o aumento da incidência de patógenos. O surgimento de novas doenças exige estudos relacionados tanto a interação do agente patogênico com hospedeiro quanto de todos os componentes do patossistema. Neste contexto, os microrganismos endofíticos têm sido descritos como potenciais controladores biológicos de doenças. Dessa forma, o presente trabalho teve por objetivos avaliar a interação de C. fimbriata com a comunidade bacteriana associada à Eucalyptus sp. Adicionalmente...

Diversidade da comunidade bacteriana endofítica de sementes de soja e o seu potencial biotecnológico; Endophytic bacterial community diversity of soybean seeds and its biotechnological potential

Assumpção, Laura de Castro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/01/2009 Português
Relevância na Pesquisa
47.05%
Tecidos vegetais, incluindo as sementes, são habitados por microrganismos denominados endofíticos, cuja interação com a planta pode conferir características vantajosas ao hospedeiro. Sabe-se que o crescimento de plantas é influenciado por fatores como a síntese de ácido-indolacético (AIA), solubilização de fosfato, fixação de nitrogênio e controle de fungos fitopatogênicos. Antes da comercialização, as condições de armazenamento de sementes de soja podem restringir o desenvolvimento de microrganismos devido à baixa temperatura e umidade. Esse fato leva ao interesse de exploração de microrganismos endofíticos resistentes a essas condições. O estudo e a caracterização dessas comunidades são de grande interesse agronômico e biotecnológico, sendo possível sua aplicação em sementes, introduzindo no campo plantas com superior potencial de produção. Com os objetivos de comparar a comunidade bacteriana endofítica de sementes de soja geneticamente modificadas e convencionais; e de isolar e caracterizar essas comunidades, sementes de 12 cultivares de soja foram amostradas, de onde 3504 isolados bacterianos foram obtidos. Os isolados foram agrupados morfologicamente de acordo com a coloração e taxa de crescimento das colônias...

Variabilidade genética de isolados de Curtobacterium sp. associados a citros; Genetic variability of Curtobacterium sp. associated to citrus plants

Belmonte, Uira Camilo Furlan
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/05/2009 Português
Relevância na Pesquisa
47.13%
Microrganismos endofíticos são aqueles, cultiváveis ou não, que habitam o interior da planta hospedeira sem causar danos aparentes, podendo ou não apresentar estruturas externas visíveis. Esta interação endófito-planta é intrínseca a determinadas espécies de plantas e/ou bactérias. Embora bactérias do gênero Curtobacterium sejam normalmente estudadas como fitopatógenas, este grupo vem sendo isolado como endófito de diferentes espécies vegetais, tais como citros, trevo, arroz, batata, milho, olmeiro, café e álamo. Tais bactérias vem sendo estudada no controle de doenças em pepino, batata e fumo, na promoção de crescimento, interagindo com bactérias promotoras de crescimento (PGPR) e fitopatógenas. Neste contexto, o objetivo do presente estudo foi estudar a variabilidade genética e fisiológica de Curtobacterium sp. isolados endofiticamente de citros, por meio das técnicas moleculares ARDRA, RAPD, AFLP e sequenciamento do gene 16S rRNA, além de características fisiológicas (coloração da colônia, fitopatogenicidade e perfil enzimático). Além dos isolados endofíticos de citros, foram utilizados isolados endofíticos e fitopatogênicos de diversas culturas proveniente de diferentes regiões do Brasil e outros países. Embora a coloração das colônias seja uma característica altamente variável...

Diversidade de bactérias diazotróficas endofíticas de mangue vermelho (Rhizophora mangle) e avaliação do potencial biotecnológico.; Diversity of endophytic diazotrophic bacteria of red mangrove (Rhizophora mangle) and evalution of the biotechnological potential.

Gottardo, Eduardo Penteado
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/06/2009 Português
Relevância na Pesquisa
46.99%
Manguezais são considerados ecossistemas costeiros, localizados na transição entre os ambientes terrestre e marinho. Esse ambiente é característico de regiões tropicais e subtropicais, sendo encontrados em todo o mundo, principalmente no Brasil, Indonésia e Austrália. A ocorrência de grande quantidade de matéria orgânica potencializa o fato de que os microrganismos são importantíssimos na ciclagem de nutrientes nestes ambientes. Microrganismos endofíticos podem ser extremamente relevantes para os vegetais existentes em manguezais por habitarem o interior destes, em todo seu ciclo de vida ou somente em parte dele, sem prejudicá-lo ou causar qualquer dano aparente ao mesmo. Os endofíticos podem conferir ao seu hospedeiro características importantes, tais como, maior resistência a condições de estresse, suprimento de nutrientes e outros componentes de interesse biotecnológico (como enzimas, antibióticos e drogas de interesse farmacêutico). O presente estudo visou, assim, verificar a diversidade de bactérias diazotróficas endofíticas existentes em mangue vermelho (Rhizophora mangle) da Ilha do Cardoso (Cananéia SP) e estudar a biodiversidade funcional dos principais grupos e potencial biotecnológico.; Mangroves are considered a coastal ecosystem...

Produtos naturais de fungos endofíticos associados a espécies de Asteraceae e ensaio antibiótico no modelo de infecção em "Caenorhabditis elegans"; Natural products from endophytic fungi found in association with Asteraceae species and antibiotic assay in the "Caenorhabditis elegans" infection model

Guimarães, Denise Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/02/2010 Português
Relevância na Pesquisa
47.26%
O estudo de fontes naturais pouco exploradas e que exibem interações ecológicas específicas no seu habitat tem sido enfatizado como estratégico para a descoberta de novas substâncias bioativas. Microrganismos endofíticos são fontes de produtos naturais relativamente pouco estudadas. Estes microrganismos vivem no interior de um vegetal sem causar danos aparentes ao hospedeiro. A interação ecológica específica entre os microrganismos endofíticos e sua planta hospedeira pode estimular a biossíntese de novos produtos naturais bioativos. Os fungos endofíticos "Glomerella cingulata" e "Guignardia mangiferae" foram isolados da folhas de "Viguiera arenaria". O fungo "G. mangiferae" foi cultivado em diferentes condições: meios líquidos Czapek, extrato de malte e caldo batata-dextrose e meio sólido de arroz. Extratos e frações obtidas com o cultivo de "G. mangiferae" foram avaliados em ensaios antimicrobianos, citotóxicos e enzimáticos. Foram realizados procedimentos cromatográficos com os extratos brutos, obtendo-se 13 substâncias puras, sendo cinco delas inéditas na literatura. Entre as novas substâncias, quatro são derivados tricicloalternarenos. O extrato bruto etanólico oriundo do cultivo em extrato de malte foi o mais promissor nos ensaios biológicos realizados. A partir desse extrato foi isolado a chaetoglobosina D...

Utilização de culturas mistas como estratégia para estimular a biossíntese de produtos naturais por fungos endofíticos; Utilization of mixed cultures as a strategy to stimulate the biosynthesis of natural products by endophytic fungi

Chagas, Fernanda Oliveira das
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
47.24%
O estudo das interações planta-microrganismos tem sido de grande interesse ao longo dos últimos anos. Atualmente, as interações que ocorrem entre microrganismos que vivem em estreita relação também vêm merecendo grande atenção, pois forças competitivas e mutualísticas podem induzir a produção de novos metabólitos bioativos. Portanto, estudar interações existentes entre os microrganismos endofíticos que colonizam uma mesma planta parece ser uma estratégia promissora para a obtenção de substâncias quimicamente diferentes, eventualmente bioativas. Através da utilização de culturas mistas de microrganismos, o presente trabalho contribuiu para o conhecimento da relação existente entre os fungos endofíticos SS13 (Papulaspora immersa), SS50 (Fusarium oxysporum), SS67 (Nigrospora sphaerica), SS77 (Alternaria tenuissima) e SS84 (Phoma betae), isolados da planta medicinal Smallanthus sonchifolius (yacon), e sua implicação no aumento da diversidade química de produtos naturais microbianos, com o intuito de se identificar metabólitos secundários anticancerígenos. Para isso, os fungos foram cultivados em culturas singles e mistas em meios de cultivo líquidos e semi-sólidos. Foram utilizados diferentes meios de cultura...

Interações entre bactérias endofíticas e do rizoplano com fungos causadores da murcha e cancro de Eucalyptus; Interactions among endophytic and rhizoplane bacteria with fungi that cause wilt and canker in Eucalyptus

Ferreira, Anderson
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
47.2%
Os microrganismos endofíticos são aqueles, cultiváveis ou não, que habitam o interior da planta hospedeira sem causar danos aparentes ou estruturas externas visíveis. Essa interação planta-microrganismo é intrínseca a determinadas espécies de plantas e/ou bactérias. Nas últimas décadas os estudos de microrganismos endofíticos têm sido realizados em diversas plantas hospedeiras, sendo esses estudos direcionados, principalmente, para a diversidade e características benéficas induzidas, como o controle biológico de doenças. As doenças com sintomas de murcha e cancro são consideradas emergentes no setor florestal. O Brasil está entre os maiores produtores mundiais de Eucalyptus e a expansão do setor, juntamente com o cultivo clonal, tem acarretado o aumento da incidência de patógenos. O surgimento de novas doenças exige estudos relacionados tanto a interação do agente patogênico com hospedeiro quanto de todos os componentes do patossistema. Neste contexto, os microrganismos endofíticos e do rizoplano têm sido descritos como potenciais controladores biológicos de doenças. Dessa forma, o presente trabalho teve por objetivos avaliar a interação da comunidade bacteriana associada a Eucalyptus sp. com fungos causadores de murcha e cancro. Foi também estudada a diversidade e colonização desses endófitos em sementes e o efeito da germinação nessa interação. Adicionalmente...

Identificação e controle de microrganismos contaminantes no processo de micropropagação de cana-de-açúcar; Identification and control of microorganisms contaminants in sugarcane micropropagation process

Toledo, Cristiane Poletti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/10/2011 Português
Relevância na Pesquisa
56.84%
A cana-de-açúcar (Saccharum sp.) chegou ao Brasil com a implementação das primeiras capitanias. Hoje ela é cultivada em praticamente todos os estados brasileiros, sendo processada para a produção de açúcar e álcool combustível. Para suprir este mercado crescente com plantas de alta qualidade é necessária a utilização da técnica de cultura de tecidos aplicada à microprogação in vitro para produzir mudas livres de doenças e em larga escala. Porém a contaminação microbiana é um fator determinante no sucesso da produção de plantas micropropagadas, sendo responsável por grandes perdas no processo. Dentro deste contexto, o presente trabalho teve como principal objetivo encontrar antibióticos capazes de reduzir as perdas por contaminação bacteriana no processo produtivo de plantas micropropagadas de cana-deaçúcar sem afetar o desenvolvimento vegetal. Para tanto, foram realizados o isolamento e identificação dos contaminantes bacterianos presentes no material micropropagado, a seleção dos principais antibióticos capazes de inibir o crescimento destes contaminantes e posteriormente um processo de antibioticoterapia foi estabelecido. Os resultados obtidos através da identificação evidenciaram que a maioria dos contaminantes bacterianos é composta por microrganismos endofíticos...

Bioprospecção e caracterização de microrganismos endofíticos de isolados de sementes de guaranazeiro e o controle da antracnose (Colletotrichum spp.); Bioprospection and characterization of endophytic microorganisms isolated from guarana seeds and the control of anthracnose (Colletotrichum spp.)

Silva, Maria Carolina dos Santos e
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
67.34%
A cultura do guaranazeiro, (Paullinia cupana var. sorbilis) espécie nativa da região amazônica, é de grande importância para o Brasil, tanto do ponto de vista econômico quanto social. Atualmente, a comercialização do guaraná em rama (sementes torradas) é a maneira mais comumente utilizada na produção de xaropes e extratos de guaraná utilizados principalmente pelas indústrias de bebidas. O Brasil é o único produtor de guaraná no mundo, com destaque para o Estado do Amazonas e a Bahia. Entretanto, a produção de guaraná na região amazônica, centro de origem da planta, vem sendo cada vez mais afetada por condições fitossanitárias desfavoráveis, como a presença da antracnose, doença causada pelo fungo Colletotrichum spp.., que não se constitui um problema na Bahia. A finalidade da presente pesquisa foi de comparar microbiota endofítica de sementes dos dois estados na detecção de possíveis causas que poderiam explicar as diferenças de sanidade, além de procurar uma alternativa sustentável para a utilização de microrganismos endofíticos, que vivem no interior dos tecidos vegetais, e tem sido descritos como agentes de controle biológico de doenças através de vários mecanismos, dentre eles a produção de enzimas líticas. Assim...

Estudo químico e biológico de fungos endofíticos isolados das folhas de Styrax camporum Pohl (Styracaceace)

Sordi, Renata
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 121 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
46.97%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Química - IQ; Microrganismos endofíticos são definidos como organismos que habitam pelo menos um período de seu ciclo vital, o interior de um vegetal, sem causar aparentemente nenhum dano a este. Na busca de novos organismos e novos metabólitos secundários, um estudo foi conduzido visando avaliar a diversidade química de fungos endofíticos por meio do isolamento e identificação de metabólitos secundários produzidos por Phomopsis stipata, um fungo endofítico obtido das folhas de Styrax camporum, uma planta do Cerrado brasileiro. Sete fungos foram isolados das folhas de Styrax camporum (SC-01, 02, 03, 04, 05, 06 e 07) e cultivados em meio de cultura líquido MDB, inicialmente em pequena escala (400 mL), durante 28 dias em incubadora rotatória à temperatura ambiente. A seguir, os caldos contendo os metabólitos secretados pelos fungos foram separados do micélio por filtração e submetidos à partição líquido-líquido com AcOEt, fornecendo os extratos brutos. Os extratos brutos obtidos foram submetidos a um processo de triagem química e biológica, que compreendeu análise do perfil cromatográfico e espectroscópico e avaliação das atividades: antioxidante (através do teste com DPPH)...

Microrganismos endofíticos de mandioca de áreas comerciais e etnovariedades em três estados brasileiros

Teixeira,Manoel Araújo; Melo,Itamar Soares de; Vieira,Rosana Faria; Costa,Francisco Eduardo Carvalho; Harakava,Ricardo
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 Português
Relevância na Pesquisa
47.09%
O objetivo deste trabalho foi realizar um levantamento da diversidade de microrganismos endofíticos, em plantas de mandioca (Manihot esculenta Crantz) coletadas de áreas comerciais, no Estado de São Paulo, e de etnovariedades dos estados do Amazonas e Bahia e, também, avaliar seu potencial para fixar N atmosférico e para produzir ácido indolacético. Nos três estados, foram identificadas 47 espécies de microrganismos pertencentes a 27 gêneros. Bacillus spp. foi o mais freqüente em todas as regiões. O maior número de gêneros foi encontrado em plantas provenientes do Estado do Amazonas, que apresenta a maior diversidade de microrganismos endofíticos. Amplificações por PCR do gene nifH foram avaliadas em espécies bacterianas pertencentes às gama-Proteobacteria. Isolados AIA positivos foram obtidos de material coletado em todos os estados, e foram representados por microrganismos pertencentes aos subgrupos gama-Proteobacteria, beta-Proteobacteria, Bacilli e Actinobacteria. A ocorrência de bactérias endofíticas em plantas de mandioca, com capacidade para fixar N atmosférico e produzir AIA in vitro, indica potencial para promover o crescimento da planta.

ATIVIDADE ENZIMÁTICA DE MICRORGANISMOS ISOLADOS DO JACATUPÉ (Pachyrhizus erosus L. Urban)

STAMFORD,Tânia L. Montenegro; ARAÚJO,J. Magali; STAMFORD,N. Pereira
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/1998 Português
Relevância na Pesquisa
47.09%
O isolamento e a identificação de microrganismos produtores de enzimas de interesse comercial, utilizando tubérculos de jacatupé (Pachyrhizus erosus L. Urban), foi o objetivo principal deste trabalho. Isolaram-se microrganismos endofíticos e epifíticos identificados por observação micromorfológica. A avaliação da atividade enzimática das linhagens foi determinada pelo método de difusão em ágar. As sessenta e oito linhagens isoladas dos tubérculos de jacatupé foram cultivadas em meio sólido específico para amilase, lipase, protease e celulase por 96h a 280 C. Os microrganismos epifíticos encontrados foram Pithomyces (7,3%), Aspergillus (19,2%), Fusarium (5,9%) e Trichoderma (5,8%), e os endofíticos foram Mucor (7,3%), Rhizopus (10,3%), Bacillus (19,0%), Staphylococcus (10,3%) e Nocardiopsis (15%). As linhagens de Nocardiopsis sp. apresentaram atividade lipolítica superior à do padrão, porém a atividade amilolítica não apresentou diferença significativa comparada com o padrão. As linhagens de Mucor sp., Pithomyces sp. e Staphylococcus sp. produziram atividade proteolítica abaixo do padrão. Nenhum isolado apresentou atividade celulolítica.

Microrganismos endofíticos de mandioca de áreas comerciais e etnovariedades em três estados brasileiros.

TEIXEIRA, M.A.; MELO, I.S. de; VIEIRA, R.F.; COSTA, F.E.C.; HARAKAVA, R.
Fonte: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.42, n. 1, p.43-49, jan. 2007. Publicador: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.42, n. 1, p.43-49, jan. 2007.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
47.09%
O objetivo deste trabalho foi realizar um levantamento da diversidade de microrganismos endofíticos, em plantas de mandioca (Manihot esculenta Crantz) coletadas de áreas comerciais, no Estado de São Paulo, e de etnovariedades dos estados do Amazonas e Bahia e, também, avaliar seu potencial para fixar N atmosférico e para produzir ácido indolacético. Nos três estados, foram identificadas 47 espécies de microrganismos pertencentes a 27 gêneros. Bacillus spp. foi o mais freqüente em todas as regiões. O maior número de gêneros foi encontrado em plantas provenientes do Estado do Amazonas, que apresenta a maior diversidade de microrganismos endofíticos. Amplificações por PCR do gene nifH foram avaliadas em espécies bacterianas pertencentes às -Proteobacteria. Isolados AIA positivos foram obtidos de material coletado em todos os estados, e foram representados por microrganismos pertencentes aos subgrupos -Proteobacteria, -Proteobacteria, Bacilli e Actinobacteria. A ocorrência de bactérias endofíticas em plantas de mandioca, com capacidade para fixar N atmosférico e produzir AIA in vitro, indica potencial para promover o crescimento da planta.; 2007

Isolamento e atividade antimicrobiana de actinomicetos Endofíticos e da Rizosfera de melão-de-são caetano (Momordica charantia L.)

Teixeira Lima, Vânia; Magali de Araújo, Janete (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
47.14%
As plantas medicinais constituem uma fonte valiosa para o isolamento de microrganismos capazes de produzir diversas moléculas bioativas. Momordica charantia L., conhecida popularmente como Melão-de-São Caetano, pertence à família das Cucurbitáceas e é uma planta muito utilizada na medicina popular para o tratamento de várias afecções de origem microbiana. Folhas e raízes de Melão-de- São Caetano foram coletadas e, após a desinfecção, foram fragmentadas e plaqueadas nos meios Batata Dextrose Ágar (BDA) e Caseína Amido Ágar (CAA). A rizosfera foi processada por meio de diluição seriada, seguida de semeadura nos mesmos meios. Foram isolados 289 microrganismos endofíticos, sendo 71 das folhas (72% fungos, 21% bactérias e 7% actinomicetos) e 218 das raízes (55% fungos, 38% bactérias e 7% actinomicetos). Da rizosfera foram isolados 220 microrganismos (5% fungos, 47% bactérias e 48% actinomicetos). A avaliação da atividade antimicrobiana foi realizada através dos testes de bloco de gelose e de difusão em disco, utilizando os seguintes patógenos: Staphylococcus aureus, Bacillus subtilis, Escherichia coli, Mycobacterium tuberculosis, quatro linhagens de Malassezia spp. e quatro de Candida spp. Entre os actinomicetos endofíticos testados em bloco de gelose (ISP-2)...

Diversidade e atividade antimicrobiana de microrganismos endofíticos da planta medicinal Borreria verticillata (L.) G.F.W. Meyer

Conti, Raphael; Magali de Araújo, Janete (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
46.98%
Microrganismos endofíticos vivem intra e/ou intercelularmente em plantas hospedeiras, sem causar danos aparentes e são de grande importância biotecnológica para a indústria, agricultura e medicina. A planta medicinal Borreria verticillata, conhecida popularmente como vassourinha-de-botão é utilizada no tratamento de infecções e inflamações, além de apresentar atividade antimicrobiana contra Escherichia coli, Staphylococcus aureus e Pseudomonas aeruginosa. Folhas da base e do ápice superficialmente esterilizadas e fragmentadas foram distribuídas em placas de Petri com os meios: batata dextrose ágar para fungos; caseína amido ágar e meio folha modificado para actinobactérias e bactérias. Foram isolados 87 microrganismos dos quais 50,6% (44) fungos, 35,6% (31) bactérias e 13,8% (12) actinobactérias. A freqüência de isolamento foi maior nas folhas da base (20%) do que nas folhas do ápice (4%). Foi observado que entre os microrganismos identificados a nível de gênero, Guignardia, Methylobacteria e Microbispora respectivamente, fungo, bactéria e actinobactéria foram os de maior prevalência. Quanto a atividade antimicrobiana, fungos e actinobactérias foram selecionados através do ensaio primário por bloco de gelose . Dos 56 isolados analisados 28.57% (16) apresentaram atividade antimicrobiana contra bactérias Gram negativas...

Atividade antimcrobiana e caracterização molecular de microorganismos endofíticos isolados de folhas de Lonchocarpus guilleminianus (Tul.) Malme (rabo de macaco)

Duarte Pinto, Luciane; Magali de Araújo, Janete (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
46.87%
Foram isolados de folhas desinfetadas de rabo-de-macaco (Lonchocarpus guilleminianus) 36 microrganismos endofíticos, sendo 12 bactérias (9 Gramnegativas e 3 Gram-positivas) e 24 fungos filamentosos. No ensaio primário em Bloco de Gelose as 12 bactérias endofíticas não apresentaram atividade antimicrobiana, enquanto 10 (27,8%) fungos endofíticos foram ativos para Staphylococcus aureus, Bacillus subtilis, Pseudomonas aeruginosa, Escherichia coli, Candida albicans, Candida spp. (isolados de pacientes imunodeprimidos) e Aspergillus niger. Os 10 fungos com atividade antimicrobiana neste ensaio primário foram testados em 3 diferentes meios (MPE, M1 E SAB) e selecionado o melhor meio tempo de fermentação. Da fermentação dos 10 fungos endofíticos testados, 9 mostraram halo de inibição variando de 7 a 29mm para S. aureus, B.subtilis, E. coli, A. niger e Candida spp. (URM 720, URM 2224, URM 4224 e URM 4249). Dentre os meios utilizados, o meio MPE revelou-se o melhor para a produção de metabólitos bioativos. O fungo endofítico RM-23 apresentou halo de inibição de 29mm para Candida sp. (URM 4249) com 24 horas de fermentação no meio MPE. A variabilidade genética dos fungos endofíticos do gênero Colletotrichum sp. foi realizada através da técnica PCR-RAPD a qual gerou 2 grupos distintos com cerca de 20% de fragmentos comuns entre eles

Bioprospecção de extratos de Croton Urucurana Baill e seus fungos endofíticos

López, Patricia Violeta Araújo
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.21%
Resumo: A bioprospecção de plantas medicinais e microrganismos endofíticos constitui uma atividade promissora na pesquisa e detecção de novos compostos com atividades biológicas de interesse na área da saúde e na área agronômica. Croton urucurana Baill (Euphobiaceae) é uma planta amplamente utilizada na medicina tradicional em países como Brasil, Paraguai e Uruguai. Entre as várias propriedades medicinais atribuídas à planta, destaca-se seu uso para tratar doenças de etiologia infecciosa. No presente trabalho foi avaliada a atividade antibacteriana e antifúngica de diferentes extratos de C. urucurana contra as bactérias gram positivas Staphylococcus aureus, Enterococcus faecalis e Streptococcus mutans, bactérias gram negativas Escherichia coli e Pseudomonas aeruginosa e contra os fungos filamentosos Microsporum gypseum, Fonsecaea monophora e Guignardia citricarpa. Devido ao fato de que nos últimos anos vários trabalhos vêm demonstrando a importância dos microrganismos endofíticos de plantas medicinais como fontes de compostos bioativos, neste trabalho também se realizou a bioprospecção de fungos endofíticos isolados da planta. Avaliou-se o potencial antibacteriano e antifúngico como também a capacidade de produção de compostos bioativos em diferentes meios de cultura desses microrganismos. Em relação à atividade da planta...

Fungos endofíticos de citros no controle biológico de Phyllosticta citricarpa

Jung, Luiz Fernando
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 123f. : il., algumas color., grafs., tabs.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.07%
Orientadora : Profª Drª Vanessa Kava-Cordeiro; Co-orientadora : Profª Drª Chirlei Glienke; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Genética. Defesa: Curitiba, 30/05/2012; Inclui referências; Área de concentração; Resumo: A citricultura brasileira é responsável por grande parte da produção mundial de citros. Entre as doenças que acometem a produção destaca-se a Mancha Preta dos Citros (MPC). Esta patologia vegetal de difícil controle é provocada pelo fungo Phyllosticta citricarpa (McAlpine) Van der Aa. Apesar de não deteriorar o conteúdo interno, o patógeno induz o aparecimento de lesões na casca do fruto, o que acarreta recusa para o comércio in natura e em casos mais severos promove a queda prematura dos frutos, reduzindo a produtividade. Restrições fitossanitárias impostas pelos países importadores acarretam a rejeição de cargas inteiras de frutos com sintomas, ocasionando grandes prejuízos aos países produtores. Devido aos problemas ambientais e de saúde, muitos fungicidas utilizados na agricultura vem sendo removidos do mercado, o que cria uma necessidade da substituição alternativa destes agroquímicos para o controle de pragas e patógenos. Neste contexto...

Seleção de microrganismos endofíticos com potencialidades para a biorremediação de ambientes contaminados com hidrocarbonetos de petróleo e/ou derivados; Selection of endophytic microorganisms for biorremediation in impacted soils with petroleum hydrocarbons and derivates

OLIVEIRA, Natalia Carvalhaes de
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Medicina Tropical; Medicina Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Medicina Tropical; Medicina
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
67.21%
Endophytic microorganisms live inside plants showing no apparently damage for the host, often assisting in survival of plants, helping its growth with production of phytohormones, phosphates solubilization, nitrogen fixation and enzymes production, or they can metabolize organic contaminants, like petroleum and derivates. This work aimed to isolated and identified endophytic microorganisms of plants present in impacted areas, as well as test their ability in petroleum and its derivatives degradation, identify bacteriocin production, to test their nitrogen fixation capability, phosphate solubilization, indol-acetic acid (IAA) and enzymes production. Plant samples were collected, in an area impacted with asphaltic and mud, were superficially disinfected using 70% ethanol, sodium hypochlorite and sterile distilled water. After macerated and fragmented, the samples were incubated at 30°C for about 72 hours, when growth of microorganisms was observed in culture media: Nutrient Agar, TSA (Tryptone Soya Agar) and King medium. The verification of petroleum and derivatives degradation capacity was performed in ELISA plates, exposing the bacteria to a solution of Minimal Medium, the dye DCPIP solution (2,6-dicloroindofenol sodium salt) and petroleum or derivative tested (burning oil...