Página 1 dos resultados de 161 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Aleitamento materno exclusivo em lactentes atendidos na rede pública do município de Joinville, Santa Catarina, Brasil; Exclusive breastfeeding in infants attending public health care units in the municipality of Joinville, State of Santa Catarina, Brazil

FRANCO, Selma Cristina; NASCIMENTO, Maria Beatriz Reinert do; REIS, Marco Antonio Moura; ISSLER, Hugo; GRISI, Sandra Josefina Ferraz Ellero
Fonte: Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira Publicador: Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
76.11%
OBJECTIVES: to identify the prevalence of exclusive breastfeeding in children attending the public health system and its association with variables relating to the mother and the child. METHODS: cross-sectional study conducted in the course of the 2005 National Immunization Campaign, in the city o Joinville, State of Santa Catarina, Brazil. Carers for 889 children answered a questionnaire including questions about the mother and the child at the vaccination sites. Descriptive statistics and chi-square test were used to analyze data, with a level of significance of 5%. RESULTS: the observed prevalence for breastfeeding was 90.7%, 84.2% and 73.5%, in children under four, six and twelve months of age, respectively. Exclusive breastfeeding rates were 53.9% among children under four and 43.6% among those under six months. Use of pacifiers was significantly associated with the absence of exclusive breastfeeding both in children under four and in those under six months of age (p<0.001). Mother work outside home was associated with the absence of exclusive breastfeeding in children aged under six months (p=0.001). CONCLUSIONS: exclusive breastfeeding rates among infants under 12 months of age attending public health system were lower than those recommended by the World Health Organization. The use of pacifiers and the mother work may negatively influence exclusive breastfeeding.; OBJETIVOS: identificar a prevalência do aleitamento materno exclusivo entre lactentes atendidos na rede pública municipal e sua associação com variáveis maternas e do lactente. MÉTODOS: estudo transversal realizado durante a Campanha Nacional de Vacinação em 2005...

Caracteristícas do aleitamento materno no município de Joinville, SC; Characteristics of breastfeeding in the city of Joinville, SC

Nascimento, Maria Beatriz Reinert do
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/08/2009 Português
Relevância na Pesquisa
76.32%
O aleitamento materno é o modo mais natural e seguro de alimentação na primeira infância. O leite humano proporciona uma combinação única de nutrientes, células vivas e elementos de defesa, assim como benefícios nutricionais, imunológicos, psicológicos e econômicos reconhecidos e inquestionáveis, tanto a curto como a longo prazo. Como política global de saúde pública, a Organização Mundial da Saúde recomenda que a amamentação seja exclusiva até o sexto mês de vida. Após essa idade, alimentos complementares devem ser iniciados, e o aleitamento materno mantido beneficamente até dois anos ou mais. É essencial tomar conhecimento das condições de saúde, de assistência e de vida de uma determinada população, inclusive àquelas relativas à nutrição infantil, para tanto, o diagnóstico rápido dos índices de aleitamento materno em campanhas de vacinação constitui uma importante estratégia. O objetivo geral desse estudo foi determinar a prevalência do aleitamento materno entre os lactentes menores de um ano de idade no município de Joinville (SC). Os objetivos específicos foram: caracterizar o tipo de aleitamento entre os lactentes menores de um ano de idade, conhecer a prevalência do aleitamento materno exclusivo em lactentes de quatro e seis meses de vida...

Eficácia de uma estratégia de promoção do aleitamento materno e alimentação complementar saudável direcionada a mães adolescentes e avós maternas nas taxas de aleitamento materno exclusivo e na época de introdução dos alimentos complementares

Oliveira, Luciana Dias de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
65.87%
Objetivo: Avaliar a eficácia de sessões de aconselhamento em alimentação infantil dirigidas a mães adolescentes e avós maternas nas taxas de aleitamento materno exclusivo e na época de introdução dos alimentos complementares ao longo dos primeiros seis meses de vida das crianças. Método: Foi conduzido um ensaio clínico randomizado envolvendo 323 mães adolescentes, seus recém-nascidos e as avós maternas das crianças, alocadas para quatro grupos distintos, segundo a coabitação ou não da adolescente com a mãe e a sua exposição à intervenção. Esta constituiu-se de cinco sessões de aconselhamento em amamentação - na maternidade, e aos 7, 15, 30 e 60 dias e uma sessão abordando também a alimentação complementar, aos 120 dias. As informações sobre as práticas alimentares das crianças foram coletadas mensalmente nos primeiros seis meses de idade por telefone. O impacto da intervenção foi medido comparando-se as curvas de sobrevida do aleitamento materno exclusivo (AME) e as da época de introdução de outros leites e alimentos complementares nos diferentes grupos. Foram comparadas as medianas do AME e da época de introdução de outros leites (dados coletados em dias) entre os diferentes grupos. Como a coabitação com a avó materna não teve impacto significativo na época de introdução dos alimentos complementares e de outros leites...

Estado nutricional e consumo de alimentos das crianças cadastradas no Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional do município de Lagoa dos Três Cantos-RS

Schaffazick, Ana Luiza
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
65.98%
A sociedade brasileira vive um período em que, apesar da fome e da desnutrição ainda estarem presentes, são crescentes as prevalências de obesidade. Este é um processo que tem sido denominado de transição nutricional. Este trabalho é um estudo transversal com universo de 62 crianças cadastradas no SISVAN, menores de 10 anos, residentes no município de Lagoa dos Três Cantos, Rio Grande do Sul. Foram avaliadas as características gerais, o estado nutricional e o consumo alimentar das crianças. A maioria reside na zona urbana; o grau de instrução materna é bom - 41,9% completaram o ensino médio e 9,7% das crianças nasceram com baixo peso. Observaram-se 1,6% de déficit de estatura e 12,9%, 10% e 9,6% de excesso de peso para os índices antropométricos peso/idade, peso/altura e IMC/idade, respectivamente. Já para o consumo alimentar foram encontradas significativas prevalências de ingestão de frutas, legumes/verduras, feijão, leite/derivados e carnes, havendo um declínio no consumo desses alimentos, com o aumento progressivo da idade, com exceção da carne. A maioria das crianças consumiu guloseimas em até três dias da semana. A prática de alimentar-se assistindo à televisão foi de 36,4%. E os aspectos negativos da pesquisa foram: baixas taxas de aleitamento materno exclusivo até os seis meses e o alto consumo precoce de refrigerantes e sucos industrializados. Esses resultados apontam a necessidade e importância dos programas de vigilância nutricional e educação em nutrição e saúde...

Alimentação e nutrição do lactente

Guerra, A.; Rêgo, C.; Silva, Diana; Ferreira, G.C.; Mansilha, H.; Antunes, H.; Ferreira, R.
Fonte: Universidade do Porto Publicador: Universidade do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
76.34%
Os autores apresentam os resultados de uma ampla revisão bibliográfica do conhecimento e práticas relativas à alimentação e nutrição do lactente, tendo por base a evidência científica existente e as recomendações dos principais comités de nutrição pediátrica.É sublinhada a importância do aleitamento materno, se possível de modo exclusivo durante os primeiros 6 meses de vida e é referida a evolução da maturação fisiológica e das preferências alimentares associadas à diversificação alimentar.São apresentados os principais dados relativos ao teor dos alimentos em nutrientes, à idade de início da diversifica-ção e ao modo de progressão da alimentação ao longo do primeiro ano de vida. São feitas considerações específicas em relação a grupos especiais de nutrientes, como é o caso dos micronutrientes, bem como no tocante a componentes com interesse para a saúde da criança, cada vez mais usados na alimentação do lactente, como é o caso dos pré e probióticos.As potenciais repercussões para a saúde da alimentação são também referidas, em particular no tocante à prevenção de alergias, risco cardiovascular e doença celíaca. Finalmente são abordados alguns dos aspectos mais relevantes para a alimentação e saúde do lactente ligados a dietas especiais nomeadamente vegetarianas e macrobióticas.

Alimentação diversificada no 1.º ano de vida : os alimentos comercializados em Portugal

Zuzarte, Luciana Paula Gaspar
Fonte: Universidade do Porto Publicador: Universidade do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.1%
Os cuidados alimentares devem ser iniciados logo nos primeiros tempos de vida. O 1º ano de vida reveste-se de importância crucial para o saudável desenvolvimento da criança, uma vez que é nesta fase que surgem importantes modificações. Nesta altura ocorrem muitas mudanças que permitem um perfeito desenvolvimento físico e psíquico, ao mesmo tempo que contribuem para o desenvolvimento de bons hábitos que, com maior probabilidade, se manterão pela vida fora. Toda a alimentação tem como principal função a satisfação das necessidades biológicas e fisiológicas de qualquer indivíduo. Por esta razão, é determinante o modo como o lactente é alimentado durante este período. A alimentação até cerca dos 4-6 meses deve ser exclusivamente de leite materno. A partir desta altura, deve iniciar-se a introdução de outros alimentos na dieta do lactente. No mercado nacional podemos encontrar diferentes tipos de alimentos prontos a comer, formulados de forma a satisfazer as necessidades nutricionais dos lactentes. É objectivo do presente trabalho juntar num único documento, todos os produtos comercializados em Portugal para esta etapa, fornecendo informação quantitativa da sua composição em macro e micronutrientes.

Alimentação e nutrição do lactente; Feeding and nutrition of infants

Guerra, António; Rêgo, Carla; Silva, Diana; Ferreira, Gonçalo Cordeiro; Mansilha, Helena; Antunes, Henedina; Ferreira, Ricardo
Fonte: Sociedade Portuguesa de Pediatria Publicador: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
86.38%
Suplemento II; Os autores apresentam os resultados de uma ampla revisão bibliográfica do conhecimento e práticas relativas à alimentação e nutrição do lactente, tendo por base a evidência científica existente e as recomendações dos principais comités de nutrição pediátrica. É sublinhada a importância do aleitamento materno, se possível de modo exclusivo durante os primeiros 6 meses de vida e é referida a evolução da maturação fisiológica e das preferências alimentares associadas à diversificação alimentar. São apresentados os principais dados relativos ao teor dos alimentos em nutrientes, à idade de início da diversificação e ao modo de progressão da alimentação ao longo do primeiro ano de vida. São feitas considerações específicas em relação a grupos especiais de nutrientes, como é o caso dos micronutrientes, bem como no tocante a componentes com interesse para a saúde da criança, cada vez mais usados na alimentação do lactente, como é o caso dos pré e probióticos. As potenciais repercussões para a saúde da alimentação são também referidas, em particular no tocante à prevenção de alergias, risco cardiovascular e doença celíaca. Finalmente são abordados alguns dos aspectos mais relevantes para a alimentação e saúde do lactente ligados a dietas especiais nomeadamente vegetarianas e macrobióticas.; The authors reviewed the current knowledge and practices on infant feeding...

Práticas alimentares no primeiro ano de vida

Lima,Ana Paula Esmeraldo; Javorski,Marly; Vasconcelos,Maria Gorete Lucena de
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.12%
O estudo buscou analisar a literatura publicada referente às práticas alimentares no primeiro ano de vida de filhos de mães adolescentes, por meio de uma revisão integrativa nas bases de dados Lilacs, Medline e Cochrane, no período de 2000 a 2010. Foram utilizadas as palavras-chave: adolescente, aleitamento materno, alimentação mista e nutrição do lactente, sendo selecionados onze artigos científicos, que compuseram a amostra do estudo. Os resultados apontaram a incipiência de pesquisas publicadas sobre o tema proposto, sobretudo para as que versam sobre alimentação complementar, desvelando uma lacuna na produção mundial sobre o tema. Novas pesquisas, portanto, precisam ser desenvolvidas com foco em mães adolescentes, devendo-se explorar a alimentação infantil em toda sua dimensão.

Aleitamento materno exclusivo em lactentes atendidos na rede pública do município de Joinville, Santa Catarina, Brasil

Franco,Selma Cristina; Nascimento,Maria Beatriz Reinert do; Reis,Marco Antonio Moura; Issler,Hugo; Grisi,Sandra Josefina Ferraz Ellero
Fonte: Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira Publicador: Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2008 Português
Relevância na Pesquisa
76.11%
OBJETIVOS: identificar a prevalência do aleitamento materno exclusivo entre lactentes atendidos na rede pública municipal e sua associação com variáveis maternas e do lactente. MÉTODOS: estudo transversal realizado durante a Campanha Nacional de Vacinação em 2005, em Joinville, Santa Catarina, Brasil. Foi aplicado um questionário aos acompanhantes de 889 lactentes menores de um ano de idade nos postos de vacinação incluindo aspectos maternos e do lactente. Para a análise, utilizou-se estatística descritiva e o teste do qui-quadrado, com nível de significância de 5%. RESULTADOS as prevalências de amamentação foram 90,7%, 84,2% e 73,5%, nos lactentes com idade inferior a quatro, seis e doze meses, respectivamente. O índice de aleitamento materno exclusivo foi de 53,9% em menores de quatro e de 43,6% em menores de seis meses. O uso de chupeta esteve significativamente associado à amamentação não-exclusiva nas crianças com menos de quatro ou seis meses de idade (p<0,001) e o trabalho materno, entre aquelas com até seis meses (p=0,001). CONCLUSÕES: as taxas de amamentação exclusiva entre menores de um ano de idade atendidos na rede pública estão aquém do preconizado pela Organização Mundial da Saúde. O uso de chupeta e o trabalho materno podem interferir negativamente com o aleitamento materno exclusivo.

Práticas alimentares no primeiro ano de vida na percepção de mães adolescentes

Paula Esmeraldo Lima, Ana; Gorete Lucena de Vasconcelos, Maria (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
66.15%
A presente pesquisa teve como temática as práticas alimentares no primeiro ano de vida de filhos de mães adolescentes, estruturada em duas partes principais. A primeira consta de um artigo de revisão, que buscou analisar a literatura publicada referente à temática, por meio de uma revisão integrativa nas bases de dados LILACS, MEDLINE e Cochrane, no período de 2000 a 2010. Foram utilizadas as palavras-chave: adolescente, aleitamento materno, alimentação mista e nutrição do lactente, sendo selecionados 11 artigos científicos, que compuseram a amostra do estudo. Os resultados apontaram a incipiência de pesquisas publicadas sobre o tema proposto, sobretudo para as que versam sobre alimentação complementar, desvelando uma lacuna na produção mundial sobre o tema. A segunda parte corresponde a um artigo original, que teve como objetivo analisar as representações sociais de mães adolescentes sobre as práticas alimentares do filho no primeiro ano de vida, período este de maior vulnerabilidade aos erros alimentares. O percurso do estudo foi construído utilizando o método qualitativo, apoiando-se no referencial da Teoria das representações sociais. Teve como sujeitos mães adolescentes, residentes em duas comunidades assistidas pela Estratégia Saúde da Família...

Atenção ao puéperio

Universidade Aberta do SUS da Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS/UFMA
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // Português
Relevância na Pesquisa
65.86%
Unidade 03 do Curso Autoinstrucional de Capacitação em Atenção Integral à Saúde Sexual e Reprodutiva I, produzido pela UNA-SUS/UFMA e voltado para médicos que atuam na atenção básica. Aborda o puerpério e o aleitamento materno, destacando as principais condutas que a ESF deve conhecer sobre essa época de grande importância na vida da mãe e do bebê. Enfatiza, ainda, o reconhecimento das principais situações esperadas e não esperadas no período puerperal e os respectivos tratamentos e indicações preconizados pelo Ministério da Saúde.

Vantagens do aleitamento materno

Universidade Aberta do SUS da Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS/UFMA
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // Português
Relevância na Pesquisa
76.03%
Este material compõe o Curso Autoinstrucional de Capacitação em Atenção Integral à Saúde Sexual e Reprodutiva I, produzido pela UNA-SUS/UFMA e voltado para médicos que atuam na Atenção Básica. Trata-se de um recurso educacional interativo que apresenta as vantagens do aleitamento materno, tanto para a mãe, quanto para a criança.

Importância do aleitamento materno

Universidade Aberta do SUS da Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS/UFMA
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // Português
Relevância na Pesquisa
76.02%
Este material compõe o Curso Autoinstrucional de Capacitação em Atenção Integral à Saúde Sexual e Reprodutiva I, produzido pela UNA-SUS/UFMA e voltado para médicos que atuam na Atenção Básica. Trata-se de um vídeo que apresenta a importância do aleitamento materno, bem como o papel dos profissionais de saúde em apoiar, proteger e promover a amamentação.

Manejo clínico da amamentação

Universidade Aberta do SUS da Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS/UFMA
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // Português
Relevância na Pesquisa
65.86%
Material que compõe a unidade 03 do Curso Autoinstrucional de Capacitação em Saúde Sexual e Reprodutiva I, produzido pela UNA-SUS/UFMA e voltado para médicos que atuam na Atenção Básica. Apresenta as orientações para o manejo clínico da amamentação.

Armazenamento do leite materno

Universidade Aberta do SUS da Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS/UFMA
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // Português
Relevância na Pesquisa
75.86%
Vídeo que compõe o Curso Autoinstrucional de Capacitação em Atenção Integral à Saúde Sexual e Reprodutiva I, produzido pela UNA-SUS/UFMA e voltado para médicos que atuam na Atenção Básica. Aborda as técnicas e orientação para o armazenamento do leite materno.

Consumo alimentar de crianças que frequentam Centros Municipais de Educação Infantil

Inoue, Denise Yukari
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 120f. : il. color. tabs.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
65.99%
Orientadora: Profª. Drª. Claudia Choma Bettega Almeida; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Segurança Alimentar e Nutricional. Defesa: Curitiba, 31/07/2014; Inclui referências; Resumo: A alimentação da criança durante a infância tem repercussões ao longo de toda a vida, e sabe-se que os primeiros anos são cruciais para a formação dos hábitos alimentares. Diante da importância da alimentação na infância e sua relação com a ocorrência de distúrbios nutricionais, são necessários estudos que avaliem o consumo alimentar nesta fase. Desta forma, o objetivo do estudo foi avaliar o consumo alimentar de crianças frequentadoras de berçários dos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI), no município de Colombo, Paraná. Trata-se de um estudo transversal e descritivo, no qual foram incluídas 93 crianças que frequentavam os berçários de vinte e seis CMEI. O consumo alimentar nas instituições foi avaliado pelo método da pesagem direta individual dos alimentos em dois dias não consecutivos, e, no domicílio, utilizando-se o recordatório alimentar de 24 horas. Foram analisadas as medianas e o risco de inadequação de energia e de nutrientes (carboidrato...

Vantagens do aleitamento materno

Universidade Aberta do SUS da Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS/UFMA
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Formato: Material interativo em formato HTML contendo imagens coloridas e botões de ação.
Português
Relevância na Pesquisa
76.03%
Este material compõe o Curso Autoinstrucional de Capacitação em Atenção Integral à Saúde Sexual e Reprodutiva I, produzido pela UNA-SUS/UFMA e voltado para médicos que atuam na Atenção Básica. Trata-se de um recurso educacional interativo que apresenta as vantagens do aleitamento materno, tanto para a mãe, quanto para a criança.; Ministério da Saúde

Importância do aleitamento materno

Universidade Aberta do SUS da Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS/UFMA
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Vídeo Formato: Vídeo colorido em formato mp4 com 1 minuto e 10 segundos de duração.
Português
Relevância na Pesquisa
76.14%
Este material compõe o Curso Autoinstrucional de Capacitação em Atenção Integral à Saúde Sexual e Reprodutiva I, produzido pela UNA-SUS/UFMA e voltado para médicos que atuam na Atenção Básica. Trata-se de um vídeo que apresenta a importância do aleitamento materno, bem como o papel dos profissionais de saúde em apoiar, proteger e promover a amamentação.; Ministério da Saúde

Armazenamento do leite materno

Universidade Aberta do SUS da Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS/UFMA
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Vídeo Formato: Vídeo colorido em formato mp4 com com duração de 1 minuto e 53 segundos.
Português
Relevância na Pesquisa
75.86%
Vídeo que compõe o Curso Autoinstrucional de Capacitação em Atenção Integral à Saúde Sexual e Reprodutiva I, produzido pela UNA-SUS/UFMA e voltado para médicos que atuam na Atenção Básica. Aborda as técnicas e orientação para o armazenamento do leite materno.; Ministério da Saúde

ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR DO LACTENTE: SUBSÍDIOS PARA A CONSULTA DE ENFERMAGEM EM PUERICULTURA; SUPPLEMENTARY FEEDING OF INFANTS: ALLOWANCES FOR CONSULTATION IN NURSING CHILDCARE; ALIMENTACIÓN COMPLEMENTAR DEL LACTENTE: SUBSIDIOS PARA LA CONSULTA DE ENFERMERÍA EN PUERICULTURA

Santos, Carmina Silva; Coriolano, Maria Wanderleya de Lavor; Sette, Gabriela Cunha Schechtman; de Lima, Luciane Soares
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/09/2010 Português
Relevância na Pesquisa
86.24%
O presente artigo teve por objetivo investigar os fatores que influenciam, positiva ou negativamente, a alimentação complementar do lactente, a partir de publicações científicas no período de 1990-2009. O método foi a revisão integrativa da literatura nas bases de dados Medline, BDENF e Lilacs utilizando os descritores aleitamento materno, desmame e nutrição do lactente. Os resultados apontam que o padrão alimentar é fator de grande importância para a manutenção da saúde da criança, sendo delineado por um conjunto de fatores que provêm do contexto familiar, condições socioeconômicas e culturais e nível de escolaridade da mãe/cuidador. Propõe-se, na consulta de enfermagem em puericultura e a construção compartilhada do cardápio infantil entre o enfermeiro e o cuidador com vistas a oferecer à criança uma educação alimentar que previna doenças na vida adulta.; This paper aimed to investigate the factors that influence, positively or negatively, complementary feeding of infants, from scientific publications in the period from 1990 to 2009. The method was the integrative literature review in the databases Medline...