Página 1 dos resultados de 280 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Evaluation of in vitro percutaneous enhancement effect of papain and pequi oil on diclofenac sodium permeation through human skin; Avaliação in vitro da papaína e do óleo de pequi como promotores de permeação cutânea para diclofenaco de sódio em pele humana

LOPES, Patrícia Santos; PINTO, Claudinéia Aparecida Sales de Oliveira; BABY, André Rolim; VELASCO, Maria Valéria Robles; TAQUEDA, Maria Elena; KANEKO, Telma Mary
Fonte: Divisão de Biblioteca e Documentação do Conjunto das Químicas da Universidade de São Paulo Publicador: Divisão de Biblioteca e Documentação do Conjunto das Químicas da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
37.88%
The purpose of this research was to determine the potential of papain and pequi oil as penetration enhancers for diclofenac sodium (DS) across human skin in vitro. The permeation studies were conducted with vertical diffusion cells. The enhancers were associated or not in gels in different concentrations. In vitro studies reveled that papain 0.2% (w/v) presented an elevated enhancer property for diclofenac sodium (J = 0.3369 mg/cm²x h). Pequi oil 10% (w/v) generated a reduced flux value (J = 0.1848 mg/cm²x h) and a combination of both enhancers presented a medium value of J = 0.2187 mg/cm²x h. Papain was found to be better enhancer than pequi oil.; O objetivo desta pesquisa foi determinar in vitro o potencial da papaína e do óleo de pequi como promotores de penetração cutânea para o diclofenaco de sódio (DS) através de pele humana. Os estudos de penetração foram conduzidos em células de difusão vertical. Os promotores foram associados ou não em géis em concentrações distintas. A avaliação in vitro revelou que a papaína 0,2% p/p apresentou propriedade promotora maior para o diclofenaco de sódio (J = 0,3369 mg/cm²x h). O óleo de pequi 10,0% p/v promoveu redução do fluxo (J = 0,1848 mg/cm²x h) e a combinação de ambos os promotores apresentou valor mediano de fluxo de J = 0...

Caracterização química, avaliação da atividade antioxidante in vitro e in vivo, e identificação dos compostos fenólicos presentes no Pequi (Caryocar brasiliense, Camb.); Chemical characterization, in vitro and in vivo antioxidant activity evaluation, and identification of the phenolic compounds present in the pequi fruit (Caryocar brasiliense, Camb.)

Lima, Alessandro de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/04/2008 Português
Relevância na Pesquisa
37.97%
O estresse oxidativo produzido no organismo relaciona-se com o aparecimento e/ou desenvolvimento de uma série de doenças crônico-não transmissíveis. Os compostos fenólicos, presentes nos vegetais, são capazes de neutralizar as estruturas radicalares; diminuindo, portanto, o risco de surgimento de patologias a elas associadas. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a atividade antioxidante do fruto e da amêndoa do pequi e a participação desta atividade na prevenção do processo oxidativo em ratos. Foram obtidos, de forma seqüencial, os extratos etéreo, alcoólico e aquoso, bem como as frações de ácidos fenólicos livres (AFL), esterificadas solúveis (AFS) e insolúveis (AFI) da polpa e da amêndoa do pequi. Todos os extratos e frações foram avaliados quanto à atividade antioxidante in vitro pelos ensaios de co-oxidação do β-caroteno/ácido linoléico, DPPH (radical 1,1-diphenil-2-picrilhydrazil), ABTS (radical 2,2'azinobis-(3-ethylbenzthiazoline-6-sulfonic acid), ORAC (Capacidade de Absorção de Radicais Oxigênio) e Rancimat; e apresentaram expressiva atividade antioxidante. Entre os extratos, o aquoso da polpa apresentou maior atividade; entre as frações, a AFL da polpa se destacou nos ensaios β-caroteno/ácido linoléico...

Efeitos da radiação gama do Cobalto-60 em frutos de pequi (Caryocar brasiliense Camb.); Effects of gamma radiation from Cobalt-60 on pequi fruits (Caryocar brasiliense Camb.)

Santos, Márcio Ramatiz Lima dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/07/2008 Português
Relevância na Pesquisa
38%
O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da radiação gama do Cobalto-60 nas características pós-colheita de frutos de pequi (Caryocar brasiliense Camb.). O cerrado brasileiro e o segundo maior bioma das Américas e concentra grande variedade de espécies vegetais e animais. Muitos frutos, ainda desconhecidos da maioria dos brasileiros, começam a ser revelados e têm atraído a atenção de muitos pesquisadores devido as suas características nutricionais, entre eles está o pequi. Os frutos obtidos no Estado de Goiás foram selecionados, lavados e procedeu-se a retirada da casca (descarte) para se obter o endocarpo comestível (caroço). Os caroços foram pesados, separados em lotes de 150 g, embalados em filme de polietileno biorientado, etiquetados e submetidos à radiação gama nas doses 0,0, 0,4 0,6 e 1,0 kGy, no irradiador multipropósito do IPEN/USP. As amostras foram analisadas quanto aos parâmetros físicos (perda de peso, textura, cor) e químicos (pH, acidez titulável, sólidos solúveis totais, °Brix, relação SST/ATT, extrato etéreo, cinzas, umidade, proteína, fibra alimentar, carotenóides totais e atividade antioxidante). A perda de umidade foi proporcional à dose de radiação aplicada, sendo a maior perda (22...

Avaliação dos compostos fenólicos e das propriedades antioxidantes da polpa do pequi (Caryocar spp) processado e in natura; Evaluation of phenolic compounds and antioxidant properties of pulp pequi (Caryocar spp) processed and fresh

Oliveira, Lucillia Rabelo de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/07/2010 Português
Relevância na Pesquisa
38.07%
O pequi caracteriza-se por possuir expressiva quantidade de compostos fenólicos, que por apresentarem propriedades antioxidantes estão associados com a prevenção da formação de radicais livres. Além de ser consumido in natura, é também comumente consumido na forma processada. No entanto, sabe-se que os antioxidantes presentes nos vegetais podem ser afetados pela forma de processamento e provocam alterações dos teores de fenólicos totais (FT) bem como da sua atividade antioxidante. Este trabalho objetivou avaliar o teor de FT e as propriedades antioxidantes da polpa do pequi processado e in natura. Foram obtidos os extratos alcoólicos (EALC) e aquosos (EAQ), a partir de amostras liofilizadas de diversas polpas de pequi processado (em conserva) e também do in natura, bem como as frações de ácidos fenólicos livres (AFL), ésteres solúveis de ácidos fenólicos (AFS) e ésteres insolúveis de ácidos fenólicos (AFI) de pequi processado (CB1). Os EALC e EAQ, além dos líquidos provenientes das conservas (LC), foram avaliados quanto aos teores de FT, onde se verificou que os EAQ do pequi in natura, principalmente, e do processado tiveram um maior conteúdo de FT quando comparados aos EALC. Os LC, por sua vez, apresentaram valores médios ainda maiores que os EAQ. Com relação ao teor de FT das frações...

Ação dos compostos antioxidantes na redução do estresse oxidativo em modelo experimental de câncer de pulmão: estudo do pequi (Caryocar brasilense camb); The action of the antioxidant compounds in the reduction of the oxidative stress in an experimental model of lung cancer: the study of the pequi (Caryocar brasiliense camb)

Colombo, Natália Beatriz Rigoldi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
38%
Introdução. Uma alimentação rica em antioxidantes pode prevenir e reparar danos oxidativos causados pelas espécies reativas de nitrogênio e oxigênio, como o dano no DNA e a peroxidação lipídica e pode reduzir o risco de câncer, aterosclerose e outras doenças degenerativas. A polpa do Caryocar Brasiliense Camb, mais conhecido como pequi, é uma fruta do cerrado brasileiro que possui altos níveis de antioxidantes como os carotenóides, vitamina C e E e compostos fenólicos. Objetivos. Verificar a atividade antioxidante do óleo e do extrato da polpa do pequi na diminuição do estresse oxidativo em um modelo experimental de carcinogênese pulmonar. Métodos. O estudo foi realizado em 40 camundongos BALB/C machos: 35 animais foram submetidos a duas doses intra-peritoniais de 1,5 g/kg de uretana (U = 5), 10 destes camundongos receberam por gavagem 15uL de óleo da polpa do pequi (UO = 10), 10 animais receberam gavagem de 15uL de extrato etanólico de polpa de pequi (UE = 10) e os 10 animais restantes receberam por gavagem 3?g/kg de betacaroteno (UB = 10). 5 camundongos não receberam as doses de uretana nem a gavagem (C = 5). Após 60 dias, os grupos foram sacrificados. A defesa antioxidante enzimática foi mensurada pelo teste bioquímico. A atividade antioxidante do óleo de pequi foi avaliada nos tecidos do pulmão pelo teste bioquímico de TBARS (substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico) e os danos do DNA pelo método de teste de cometa. A expressão gênica e protéica das óxido nítrico sintases foi analisada por biologia molecular e imunohistoquímica...

Desenvolvimento e análise sensorial do tablete de pequi (Caryocar brasiliense)

Barbosa, Regina Celi Moreira Vilarinho
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xvi, 70 f.| il., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
37.88%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos.; O Pequi ( Caryocar brasiliense) é uma espécie que aparece mais comumente em vegetação cerrado Stricto sensu e campo cerrado e sua utilização é extremamente importante, uma vez que o mesmo apresenta elevado potencial nutricional, sócio - econômico e ambiental. Considerando a escassez de informações e pesquisas relacionadas à obtenção de produtos a partir da matéria-prima pequi foi proposto uma pesquisa de desenvolvimento, análise nutricional, microbiológica e sensorial do tablete de pequi. Para estimar a fórmula do tablete com melhor resultado de cor, sabor e odor de pequi foi investigada a influência de três variáveis: farinha de pequi (FP), amido (A) e isolado protéico de soja (IPS), através de um delineamento central composto rotacional. Com base neste delineamento foram feitas combinações apropriadas das três variáveis (x1 = farinha de pequi, x2 = amido e x3 = isolado protéico de soja), em cinco diferentes níveis de variação e os resultados foram analisados por regressão de superfície de resposta. Os resultados da análise descritiva quantitativa das 20 formulações de tablete de pequi mostraram que não foram percebidos pelos julgadores os sabores rancificado e amargo e portanto...

Avaliação dos efeitos antigenotóxicos, antioxidantes e farmacológicos de extratos da polpa do fruto do pequi (Caryocar brasiliense CAMB)

Miranda-Vilela, Ana Luisa
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
38.07%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, 2009.; O consumo diário de antioxidantes naturais protege contra danos oxidativos causados por espécies reativas de oxigênio (ERO) e pode reduzir o risco de câncer, aterosclerose e outras doenças degenerativas. O treinamento físico induz adaptações benéficas, mas exercícios extenuantes ou com frequência de treinamento muito elevada aumentam a geração de ERO, resultando em danos oxidativos no DNA e nos tecidos. O pequi (Caryocar brasiliense Camb.) é uma fruta típica do Cerrado Brasileiro, bem conhecida na culinária regional e usada na medicina popular para tratar várias enfermidades. Sua polpa contém diversos antioxidantes como carotenóides, vitamina C e compostos fenólicos, e sua composição de ácidos graxos é representada principalmente pelos ácidos oléico (51,37 a 55,87%) e palmítico (35,17 a 46,79%). O objetivo deste estudo foi investigar os efeitos antigenotóxicos, antioxidantes e farmacológicos de extratos da polpa do pequi, através de estudos in vivo em camundongos e atletas humanos (corredores de rua). Os testes pré-clínicos e toxicológicos em camundongos mostraram que os extratos não tiveram efeito clastogênico ou genotóxico sobre as células e ambos protegeram os animais contra danos oxidativos no DNA induzidos por bleomicina ou ciclofosfamida...

O custo social da depredação do cerrado brasileiro : o caso do pequi (Caryocar brasiliense Camb.); The social cost of depletion of the brazilian cerrado biome : the situation of the pequi (Caryocar brasiliense Camb.)

Viana, Maria Cristina Magalhães
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.91%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Florestal. 2010.; Neste trabalho analisou-se a depredação do Bioma Cerrado, enfocando os custos sociais impostos pela redução e perda dos recursos naturais, em especial o pequi (Caryocar brasiliense Camb.), no período de 1990 a 2008. O custo social da depredação dos recursos naturais pode ser representado pelo custo de oportunidade desses recursos para a sociedade, caso esses recursos não tivessem sido degradados. Foi considerado aqui o custo social da depredação do pequi para a sociedade - esta representada pelos consumidores e produtores do pequi. Os custos foram quantificados com base no conceito de excedente econômico de Marshall. Utilizou-se o modelo teórico desenvolvido por Lindner e Rose (1978), e aperfeiçoado por Rose (1980) e Norton e Davis (1981). Foram necessários três parâmetros para quantificar estes custos: elasticidade-preço da demanda, elasticidade-preço da oferta e fator de deslocamento da curva de oferta (K). O custo social médio foi estimado em R$ 922 mil reais de 2008, no período de 1990 a 2008. Os produtores regionais arcaram com 54% do custo social total e os consumidores com os 46% restantes. O custo social total representou uma média de 48% do valor comercializado da produção do pequi durante o período estudado. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT; This study examined the depletion of the Cerrado biome focusing on the social costs imposed on society by the reduction and loss of natural resources particularly the pequi (Caryocar brasiliense Camb.)...

Propriedades físicas, químicas e bioquímicas de pequi (Caryocar brasiliense camb.) de diferentes regiões do cerrado

Ribeiro, Débora Melo
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.91%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Nutrição Humana, 2011.; O Cerrado possui grande diversidade de frutos, destacando-se o pequi, que parece possuir um bom potencial antioxidante pela presença de compostos bioativos em sua polpa, porém é pouco explorado em pesquisas. Diante da importância do estudo dos compostos bioativos e sua atividade antioxidante, assim como da biodiversidade do bioma Cerrado, é relevante pesquisas que considerem as diferenças físicas, químicas e bioquímicas de frutos oriundos de diferentes regiões do Cerrado. Este estudo envolveu a investigação de compostos bioativos e atividade antioxidante na polpa de frutos de pequi oriundos de oito diferentes regiões do Cerrado de quatro estados (Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais e Tocantins), considerando suas diferenças físicas, químicas e bioquímica. Para análise física, avaliou-se: massas do fruto, mesocarpo e caroço; diâmetros do fruto e caroço; alturas do fruto e caroço; número de caroços, e massa e rendimento da polpa, além da análise de cor. A polpa dos frutos foi analisada quanto à composições centesimal e em ácidos graxos, teores de compostos fenólicos e carotenoides totais e potencial antioxidante...

A política pública de incentivo à estruturação da cadeia produtiva do pequi (Caryocar brasiliense)

Afonso, Sandra Regina
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
37.93%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Florestal, 2012.; O extrativismo de produtos florestais não madeireiros (PFNMs) vem trazendo valores significativos ao país e às comunidades das florestas. Para o cerrado, a produção não madeireira tem se mostrado uma importante estratégia de desenvolvimento econômico e de estímulo à conservação do bioma. Apesar disso, o bioma vem sendo ameaçado pela política econômica de incentivo ao desenvolvimento agropecuário. Ainda assim, observam-se iniciativas de produtores agroextrativistas nos cerrados que, recentemente, passaram a receber políticas próprias. A presente tese avalia os resultados alcançados e as perspectivas futuras da política pública de incentivo à estruturação da cadeia produtiva do pequi, bem como analisa essa cadeia produtiva no norte de Minas Gerais. Observou-se que a atuação do Estado por meio dessa política pública, iniciada em 2008, alcançou resultados, para os atores envolvidos na cadeia produtiva do pequi, em ações de fortalecimento institucional e de aproximação com parceiros das instituições nas cinco dimensões estudadas: sócio-cultural, econômica, organizacional, institucional e ambiental. A análise diagnóstica e prospectiva da cadeia produtiva do pequi no norte de Minas Gerais contribuiu para a conclusão da necessidade de se aprimorar as políticas no sentido de se avançar nas dimensões ambiental e institucional...

Efeito antioxidante do óleo de pequi em cápsula nos pacientes com lúpus eritematoso sistêmico

Sousa, Thaís Muniz Montalvão
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.93%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, 2012.; Introdução: Indicadores de estresse oxidativo, tais como produtos de oxidação de ácidos nucleicos, proteínas e lipídeos, estão aumentados em pacientes com lúpus eritematoso sistêmico (LES) em comparação com indivíduos saudáveis. Como o estresse oxidativo tem sido implicado na fisiopatogenia do LES e na aterosclerose precoce nesses pacientes, uma possibilidade é o uso adjuvante de antioxidantes, particularmente as formas de suplementação natural. Objetivos: Primários - verificar em pacientes com LES se a suplementação do óleo da polpa de pequi em cápsula reduz: 1) as lesões no DNA, mensuradas por meio do índice de dano ao DNA obtido com o ensaio do cometa; 2) o colesterol total e a fração lipoproteína de baixa densidade (LDL); 3) os níveis de proteína C reativa ultrassensível (PCRus); 4) os níveis de ácido úrico. Secundário – verificar, por meio de ensaio cometa, se o nível de dano ao DNA é aumentado nos pacientes com LES em relação ao apresentado por indivíduos controles saudáveis. Pacientes e Métodos: Foi realizado um ensaio clínico controlado randomizado...

Avaliação das interações entre a suplementação antioxidante com o óleo de pequi (caryocar brasiliense camb.) e os polimorfismos nos genes da α-actinina-3 (ACTN-3), eritropoetina (EPO) e seu receptor (EPOR) nos resultados do hemograma, marcadores bioquímicos e peroxidação lipídica, em corredores de rua

Ribeiro, Ieler Ferreira
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.93%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Patologia Molecular, 2013.; O exercício físico, por aumentar o consumo de oxigênio, pode produzir um desequilíbrio entre a geração de espécies reativas de oxigênio (ERO) e a capacidade de defesa antioxidante do organismo, levando ao estresse oxidativo. Esta sobrecarga oxidativa pode acarretar dano celular e graves lesões musculares com consequente processo inflamatório. Neste contexto, muitos atletas consomem suplementos antioxidantes para evitar os danos oxidativos, a inflamação e o consequente comprometimento do desempenho. O pequi (Caryocar brasiliense Camb.), um fruto típico do cerrado brasileiro, contém diversos componentes antioxidantes, importantes para reduzir ERO produzidas durante a atividade física. Visto que nutrientes presentes na alimentação podem interagir com o genoma humano para influenciar a saúde e a doença, e variabilidade genética também pode influenciar a resposta à dieta, estudos que avaliem esta interação podem contribuir para futuras intervenções dietéticas baseadas no conhecimento do requerimento nutricional, do estado nutricional e do genótipo. Alguns polimorfismos já foram descritos na literatura como agentes interferentes do desempenho atlético em determinadas categorias de esportes. Entre eles...

Avaliação hematológica e do potencial genotóxico, antigenotóxico e antioxidante do óleo e dos extratos etanólico, hidroetanólico e aquoso da polpa do pequi (Caryocar brasiliense Camb.) em camundongos Swiss

Roll, Mariana Matos
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
38.01%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Saúde, Programa de Pós-Graduação em Patologia Molecular, 2013.; Os radicais livres são espécies reativas produzidas sob condições fisiológicas e patológicas nos organismos aeróbios, que podem causar danos às macromoléculas biológicas e participar do desenvolvimento de doenças degenerativas e do processo carcinogênico. O consumo de antioxidantes naturais, a partir da dieta ou da suplementação com nutracêuticos e fitoterápicos, tem-se mostrado eficaz contra os efeitos deletérios das espécies reativas. O pequi (Caryocar brasiliense Camb.) é um fruto típico do bioma cerrado utilizado pela população nativa para fins gastronômicos, nutricionais e medicinais. A polpa do pequi contém diversos antioxidantes naturais como as vitaminas C e E, compostos fenólicos, carotenoides e óleos essenciais que podem atuar na proteção do DNA, lipídeos e proteínas contra os danos causados por espécies reativas. Baseando-se nas características da polpa do pequi, o objetivo do estudo foi avaliar o potencial antioxidante, genotóxico, antigenotóxico e as alterações hematológicas promovidas pelo tratamento com o óleo e os extratos etanólico, hidroetanólico e aquoso da polpa de pequi em camundongos Swiss de ambos os sexos. O quimioterápico doxorrubicina (DX)...

Paradoxical effect of a pequi oil-rich diet on the development of atherosclerosis: balance between antioxidant and hyperlipidemic properties

Aguilar,E.C.; Jascolka,T.L.; Teixeira,L.G.; Lages,P.C.; Ribeiro,A.C.C.; Vieira,E.L.M.; Peluzio,M.C.G.; Alvarez-Leite,J.I.
Fonte: Associação Brasileira de Divulgação Científica Publicador: Associação Brasileira de Divulgação Científica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.95%
Pequi is the fruit of Caryocar brasiliense and its oil has a high concentration of monounsaturated and saturated fatty acids, which are anti- and pro-atherogenic agents, respectively, and of carotenoids, which give it antioxidant properties. Our objective was to study the effect of the intake of a cholesterol-rich diet supplemented with pequi oil, compared to the same diet containing soybean oil, on atherosclerosis development, and oxidative stress in atherosclerosis-susceptible LDL receptor-deficient mice (LDLr-/-, C57BL/6-background). Female mice were fed a cholesterol-rich diet containing 7% soybean oil (Soybean group, N = 12) or 7% pequi oil (Pequi group, N = 12) for 6 weeks. The Pequi group presented a more atherogenic lipid profile and more advanced atherosclerotic lesions in the aortic root compared to the Soybean group. However, the Pequi group presented a less advanced lesion in the aorta than the Soybean group and showed lower lipid peroxidation (Soybean group: 50.2 ± 7.1; Pequi group: 30.0 ± 4.8 µmol MDA/mg protein) and anti-oxidized LDL autoantibodies (Soybean group: 35.7 ± 9.4; Pequi group: 15.6 ± 3.7 arbitrary units). Peritoneal macrophages from the Pequi group stimulated with zymosan showed a reduction in the release of reactive oxygen species compared to the Soybean group. Our data suggest that a pequi oil-rich diet slows atherogenesis in the initial stages...

Produção de biossurfactante por Candida lipolytica (UPC 0988) utilizando óleo de pequi como fonte alternativa de Carbono

Santana, Willma José de; Porto, Ana Lúcia Figueiredo (Orientadora); Takaki, Galba Maria de Campos (Coorientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.91%
A produção de biossurfactantes tem sido amplamente investigada nos últimos anos, considerando seu potencial biotecnológico e suas aplicações nos mais diversos setores industriais. O objetivo desta pesquisa foi à produção de biossurfactante por Candida lipolytica (UCP 0998), utilizando óleo da amêndoa e do endocarpo do pequi como fonte alternativa de carbono durante 72 horas a 150 rpm e 28º C através de planejamentos fatoriais. No primeiro planejamento fatorial completo 22 foram utilizadas as variáveis óleo da amêndoa e do endocarpo do pequi e glicose. Os resultados com o óleo da amêndoa do pequi, demonstraram uma tensão superficial de 30,51 mN/m, no ensaio 4 (20% de óleo e 1% de glicose), o melhor índice de emulsificação foi obtido com óleo de canola 50%, a produção de biomassa foi de 0,4396g/L. As atividades enzimáticas produzidas pela Candida lipolytica para esterase foi de 30mm e para lípase 15mm. Para óleo do endocarpo do pequi verificou-se a menor tensão superficial 31,96 mN/m, no ensaio 3 (10% de óleo e 1% de glicose), com o melhor índice de emulsificação com óleo de milho de 50%, a produção de biomassa foi 0,5107g/L. As atividades enzimáticas esterase foi de 23mm e de lípase 15mm. Foi realizado um segundo planejamento fatorial meia fração 2 5-1 selecionando o óleo da amêndoa do pequi para aumentar a produção do biossurfactante...

Azeite de pequi: efeito do aquecimento em temperatura de fritura e utilização como ingrediente na formulação de maionese; Pequil oil: effect of heating to temperature of frying and use as ingredients in the formulation of mayonnaise

RODRIGUES, Mara Lina
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos; Ciencias Agrárias - Agronomia Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos; Ciencias Agrárias - Agronomia
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
38.08%
Pequi is a fruit typical of the brasilian savanna and among the nutrients found in the internal mesocarp, the lipids are present in higher percentage. Due to the presence of carotenoid pigments, notorius as antioxidants, pequi oil has red-orange color. Among these carotenoids found beta-carotene, that has also pro-vitamin A activity. The mayonnaise, emulsion oil-inwater, is the sauce whith high lipids content more appreciated and consumed in the world. This research aimed to evaluate the effect of heating frying temperature with different exposure times on the characteristics of pequi oil and make mayonnaise substituting soybean oil for the oil pequi. To evaluate the effect of heating the pequi oil heat treated at frying temperature (180 ° C) between 0 and 60 minutes. There were the analysis of free fatty acid content, peroxide value, iodine value, TBA index, density, viscosity, fatty acid profile, total carotenoids expressed as ß-carotene and color. With the results of this analysis, its determine the kinetics of degradation of carotenoids and of color change. The content of free fatty acids, peroxide value, iodine value, thiobarbituric acid index, density and viscosity have not been many changes during this period. The content of carotenoids was almost all degraded...

Retenção do óleo de pequi em micropartículas de concentrado protéico de soro de leite e maltodextrina; Retention of pequi oil in microparticules of whey protein

Matta, Lucidarce Martins da
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos (EAEA); Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos - EAEA (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos (EAEA); Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos - EAEA (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
38%
The main objective this bstudy was microencapsulate pequi oil in whey protein concentrate (WPC) and maltodextrin by spray drying, studying the variables of microencapsulation process and subsequently to evaluate the stability of the microcapsules pequi oil by sorption isotherms, glass transition temperature and thermal stability. The study of the production process of microcapsules in pequi oil maltodextrin DE4-7 and WPC by atomization were conducted using a design central composite rotational complete. The independent variables were atomization pressure (2.6 - 5.5 bar) and inlet temperature (136-165 ° C) and the responses were mean diameter, yield and encapsulation efficiency. Microcapsules intended for the stability study were produced following process conditions: inlet temperature 170 °C, 4 bar atomizing pressure, compressed air flow, air drying and feeding, 2.4 m3.h-1 270 m3. h-1 and 120.0 mL.h-1, respectively. The sorption isotherms were determined by generating isotherms at temperatures of 20 °C, 30 °C and 40 °C, the glass transition temperature was measured by DSC and thermal stability by TG. Pequi oil used had monounsaturated fatty acid profile, with over 50% oleic acid, and thermal stability at temperatures of maximum 225 °C. Increasing the inlet temperature led to increased encapsulation efficiency and reduction in process yield. The microcapsules have spherical shape and their surfaces showed no pores and tooth...

Utilização do óleo de pequi como coletor na microflotação de apatita; The use of pequi´s oil as collector in apatite´s microflotation

Silva, Tatiane Carvalho
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Gestão Organizacional (RC); Regional de Catalão (RC) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Gestão Organizacional (RC); Regional de Catalão (RC)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.93%
Pequi is an abundant fruit in the states that have the main phosphate concentration areas in Brazil. Fatty acids are substances that act as collectors in the phosphate flotation, and are present in vegetable oils. Pequi being an oleaginous fruit, its potential as a collector can be valued and explored in the region. In this context, this study aimed to apply the pequi’s oil, extracted from white and yellow pulp of the fruit, in apatite’s froth flotation, verifying its potential to be used as collector. This Brazilian fruit is rich in fatty acids with predominance of oleic and palmitic acids. For the white pulp (outer mesocarp) application, extraction procedures were performed using Soxhlet extractor, and subsequently was executed the separation of the solvent present in the extract. The yellow pulp (inner mesocarp) oil was obtained at Goiânia’s Central Market, and was produced by a specialized company. The pequi’s yellow pulp oil was subjected to chemical characterization, with the determination of its acidity, saponification, iodine and determination of unsaponifiable matter. The verification of this oil performance as collector was performed using microflotation in Hallimond tube, by varying the concentration of the collector and the pH of the solution. The microflotation was performed with samples of pure apatite. The mineral was subjected to chemical characterization and determination of density by pycnometry. Besides pequi’s oil...

Atividade recombinogênica induzida pelo extrato aquoso de pequi (Caryocar brasiliense) em células somáticas de Drosophila melanogaster; SMART

Castro, Antônio Joaquim de Souza
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.88%
A Caryocar brasiliense é uma planta, conhecida popularmente como pequi, nativa do cerrado brasileiro, amplamente utilizada na culinária brasileira. O fruto do pequizeiro apresenta alto teor de carotenos (que é uma pro-vitamina A) e retinol e vitamina C. Esses compostos são eficientes antioxidantes, seqüestrando radicais livres e prevenindo a ação mutagênica de agentes físicos e químicos. Contudo, em altas concentrações, podem ter efeitos recombinogênicos e mutagênicos. Para avaliar os efeitos genotóxicos do pequi foram preparados extratos aquosos do pequi (EAP) nas concentrações de 1%; 5% e 10%. Para tanto, utilizou-se o teste da mancha da asa em Drosophila melanogaster (Somatic Mutation And Recombination Test – SMART). O SMART foi realizado por meio dos seguintes cruzamentos: 1) – cruzamento Padrão (ST – Standard Cross): fêmeas virgens flare3 (flr3/TM3, Bds) foram cruzadas com machos mwh/mwh; 2) – cruzamento de alta bioativação (HB – “High Bioactivation Cross”), no qual fêmeas virgens ORR (ORR, flr3/TM3, Bds) foram cruzadas com machos mwh/mwh. Desses cruzamento foram obtidos dois tipos de descendentes: heterozigoto marcado (MH - mwh +/+ flr3); heterozigoto balanceado (BH - mwh +/+ TM3, Bds). Larvas de 72 horas...

O uso econômico da reserva legal no Cerrado: uma simulação do extrativismo sustentável do pequi; The economic use of the legal reserve in the Cerrado: a simulation of the sustainable extraction of pequi.

Sant'Anna, Ana Cláudia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.97%
O Código Florestal, instituído pela Lei Federal No 4.771, de 15 de setembro de 1965, obriga proprietários de terras em Goiás e de Minas Gerais a manter 20% de suas áreas como Reserva Legal (RL) (essa percentagem pode variar de um estado para outro). Essa medida, se por um lado, beneficia a população conservando o Cerrado e lhe garantindo a oferta de serviços ambientais, por outro, prejudica o proprietário que incorre em custos marginais privados maiores que os seus benefícios marginais. A manutenção da RL gera externalidades positivas para a população, mas, o baixo risco de punição incentiva o agricultor a cultivá-la mesmo descumprindo a lei. Um uso econômico rentável da RL incentivaria o proprietário a mantê-la e, consequentemente, conservaria o Cerrado e reduziria a necessidade de fiscalização das RLs pelo Governo. Nesse âmbito, avaliou-se a viabilidade de geração de renda pelo uso sustentável de RL no Cerrado, comparando-a à rentabilidade obtida com o cultivo da soja, por exemplo, para determinar se essa atividade seria suficientemente rentável para que o proprietário cumprisse o Código Florestal. A hipótese de que o extrativismo sustentável do pequi em RL constitui uma forma de amenizar as perdas do proprietário e de incentivá-lo à conservação do Cerrado em propriedade privada...