Página 1 dos resultados de 238 itens digitais encontrados em 0.012 segundos

Desempenho organizacional e suas relações com competências gerenciais, suporte organizacional e treinamento; Organizational performance and its relation with management competencies, perceived organizational support and training; El desempeño organizacional y sus relaciones con competencias gerenciales, apoyo organizacional y capacitación

Brandão, Hugo Pena; Andrade, Jairo Eduardo Borges; Guimarães, Tomás de Aquino
Fonte: Departamento de Administração da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo Publicador: Departamento de Administração da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.17%
Na pesquisa aqui relatada, objetivou-se verificar a existência de relações preditivas entre as competências expressas por gerentes de agências bancárias, a percepção deles sobre o suporte organizacional, o número de horas dedicadas por eles a treinamentos e o desempenho das agências em que atuam. Valeu-se de questionários estruturados para coleta de dados primários, sendo a amostra constituída por 186 gerentes de agências e 77 superintendentes regionais do Banco do Brasil. Utilizaram-se, também, dados secundários sobre o desempenho das agências em seis dimensões: resultado econômico, estratégia e operações, sociedade, clientes, processos e comportamento organizacional. Foram realizadas análises de regressão padrão para teste do modelo de investigação. As competências relativas à gestão estratégica e à gestão financeira revelaram-se preditoras de diferentes dimensões do desempenho das agências. Outras competências (gestão de processos e gestão socioambiental), o número de horas dedicadas a treinamentos e a percepção dos gestores acerca das práticas de gestão de desempenho da empresa (uma dimensão do suporte organizacional) apresentaram efeitos menos abrangentes. Depois de isolados os efeitos de variáveis de controle...

Stress ocupacional em profissionais de saúde e seus efeitos a nível individual (saúde psicológica) e organizacional (comprometimento afectivo)

Pinheiro, Sandra Angelina da Costa
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.17%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia do Trabalho, das Organizações e Recursos Humanos); Os efeitos negativos do stresse na saúde e bem-estar têm sido estudados em vários grupos de profissionais, todavia, existem razões especiais como referem Quick, Murphy & Hurrel (1992) e Melo, Gomes & Cruz (1997) para constituir os profissionais da saúde como um grupo particularmente afectado pelo stress. O objectivo desta dissertação é o estudo dos efeitos do stress a nível individual - saúde psicológica e a nível organizacional - comprometimento organizacional afectivo num grupo de profissionais de saúde. Outro objectivo será a análise dos níveis de stress ocupacional e o estudo da relação de variáveis sócio-demográficas e profisissionais – sexo, idade e experiência profissional – com o stress. Exploraremos também a relação da percepção de apoio organizacional com o stress e com o comprometimento afectivo. Os dados analisados foram recolhidos junto de 302 profissionais, 90 a exercerem numa instituição de saúde privada e 212 sócios da Associação Portuguesa de Fisioterapeutas. A recolha de dados procedeu-se no primeiro caso através de questionários em formato papel e...

O efeito moderador das necessidades sócio-emocionais de pertença à organização na relação entre a percepção de suporte organizacional e o bem-estar do indivíduo

Amaral, Carlos Manuel Correia
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.3%
Mestrado em Psicologia Social e das Organizações / PsycINFO Content Classification Code System: 3000 Social Psychology; 3600 Industrial & Organizational Psychology; No presente estudo pretendeu-se explorar o impacto da percepção de suporte organizacional no bem-estar dos colaboradores, nomeadamente na percepção que estes têm da sua saúde e, em segundo lugar, verificar o papel moderador que as necessidades de pertença à organização poderão ter nessa relação. Neste sentido foi recolhida uma amostra de 171 colaboradores de uma empresa do ramo da grande distribuição. Os resultados mostram que a percepção de suporte organizacional só é preditora da percepção que o indivíduo tem da sua saúde geral quando as suas necessidades de pertença à organização são elevadas. Os resultados obtidos demonstram a importância que os processos de vinculação à organização podem ter para o fortalecimento do efeito da percepção de suporte organizacional no bem-estar dos indivíduos.; In the present study we aimed to explore the impact of perceived organizational support in the welfare of the employees, including the perception that they have of their health and, secondly, to verify the moderating role that the needs for belonging to the organization might have in this relationship. In this sense it was collected a sample of 171 employees of a company in the business of large retailers. The results show that perceived organizational support is only a predictor of the perception that the individual has of his overall health when his needs for belonging to the organization are high. The results demonstrate the importance that the linking process to the organization may have to strengthen the effect of perceived organizational support on the well-being of individuals.

Satisfaction with human resource management practices and turnover intention in a five-star hotel: the mediating role of perceived organizational support

Duarte, A. P.; Gomes, D.; Neves, J.
Fonte: ESHT/UALG Publicador: ESHT/UALG
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2015 Português
Relevância na Pesquisa
66.19%
Employees’ satisfaction with human resources management (HRM) practices has been envisaged as a solid predictor of turnover; nonetheless, how these practices may influence employee’s behavior is still an unclear process. There are suggestions that HRM practices may be distal determinants of turnover, as their effects may be mediated by more proximal variables such as perceived organizational support. This study empirically tested a model of research arising from these theoretical suggestions in a five-star hotel. The data collected from the survey of 152 workers were subjected to structural equation analyses. The results showed that the theoretical model had a strong fit to the data, giving empirical support to the prediction that satisfaction with HRM practices reduces turnover intentions, by increasing perceived organizational support. The importance of these results is discussed and interpreted from the point of view of strategic gains associated to the quality of HRM practices for the management of voluntary turnover.

Why Does Mentoring Work? The Role of Perceived Organizational Support

Baranik, Lisa; Roling, Elizabeth A; Eby, Lillian T
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 01/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.38%
The authors examined the mediating role of perceived organizational support in the relationship between mentoring support received and work attitudes. Perceived organizational support partly mediated the relationship between specific types of mentoring support and job satisfaction and affective organizational commitment. Specifically, sponsorship, exposure and visibility, and role-modeling appear to be related to job satisfaction and organizational commitment through perceived organizational support. Perceived organizational support did not appear to mediate the relationship between other specific forms of mentoring support and job satisfaction and organizational commitment.

Antecedents of organizational engagement: exploring vision, mood and perceived organizational support with emotional intelligence as a moderator

Mahon, Edward G.; Taylor, Scott N.; Boyatzis, Richard E.
Fonte: Frontiers Media S.A. Publicador: Frontiers Media S.A.
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 18/11/2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.14%
As organizational leaders worry about the appalling low percentage of people who feel engaged in their work, academics are trying to understand what causes an increase in engagement. We collected survey data from 231 team members from two organizations. We examined the impact of team members’ emotional intelligence (EI) and their perception of shared personal vision, shared positive mood, and perceived organizational support (POS) on the members’ degree of organizational engagement. We found shared vision, shared mood, and POS have a direct, positive association with engagement. In addition, shared vision and POS interact with EI to positively influence engagement. Besides highlighting the importance of shared personal vision, positive mood, and POS, our study contributes to the emergent understanding of EI by revealing EI’s amplifying effect on shared vision and POS in relation to engagement. We conclude by discussing the research and practical implications of this study.

Comprometimento organizacional: os impactos das percepções de cultura e suporte organizacionais

Oliveira, Beatriz de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.43%
O construto comprometimento organizacional tem ocupado lugar de destaque no âmbito das pesquisas em comportamento organizacional a partir da segunda metade da década de 70 do século passado. Tal relevância é justificada pelo interesse dos pesquisadores em determinar as variáveis que lhe são antecedentes, correlatas e conseqüentes e também pelo interesse dos gerentes nos impactos por ele exercidos sobre o contexto organizacional, ao buscar formas de gerenciar o comprometimento de seus empregados, utilizando-o como diferencial na competitividade atual. No entanto, as pesquisas têm apontado lacunas quanto às características e ações organizacionais que desencadeariam o comprometimento do empregado com a organização. Assim, este estudo teve por objetivo testar um modelo que previa percepção de suporte organizacional como antecedente direto dos três componentes de comprometimento organizacional - Afetivo, Calculativo e Normativo - enquanto as percepções de cultura organizacional seriam seus antecedentes indiretos. A amostra foi composta de 202 empregados, de diferentes empresas de segmentos diversos do Triângulo Mineiro e região, que voluntariamente participaram do estudo. A coleta de dados foi realizada utilizando-se as seguintes escalas: Escala de Percepção da Cultura de Clube...

Investigando a saúde mental de trabalhadores: as relações entre suporte organizacional, satisfação e sentimentos de prazer e sofrimento no trabalho

Prado, Claudio Gonçalves
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.31%
A literatura tem mostrado a importância de estudos relacionados à saúde mental dos trabalhadores, e, recentemente, sobre o bem-estar no trabalho. Assim, esse estudo teve por objetivo testar um modelo que previa a satisfação no trabalho (como indicador de bem-estar no trabalho) como antecedente direto dos sentimentos de prazer e sofrimento enquanto renda, jornada de trabalho e a percepção de suporte organizacional seriam antecedentes indiretos. A amostra foi composta por 224 trabalhadores, vinculados a diversas funções em organizações distintas e que, voluntariamente, participaram do estudo. Para testar o modelo, foram realizadas oito análises de regressão múltipla hierárquica, cujos resultados apontaram o bloco das variáveis referentes às satisfações no trabalho como antecedente direto, enquanto o bloco das variáveis renda, jornada de trabalho e percepção de suporte organizacional se posicionaram como antecedentes indiretos para as quatro variáveis-critério de prazer e sofrimento no trabalho. Tais resultados confirmaram o modelo previsto. A seguir, foram calculadas regressões múltiplas stepwise para verificar os melhores preditores das variáveis-critério de prazer e sofrimento no trabalho. Os resultados identificaram que: (1) jornada de trabalho foi eliminada de todos os modelos...

Absenteísmo em contact center - estudo de caso com preditores micro e macroorganizacionais; Contact center absenteeism a case study with micro and macro-level predictors

Dias, Maiango
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.35%
O objetivo geral deste estudo foi o de investigar a capacidade de explicação do Absenteísmo no trabalho de operadores de tele-atendimento, através de um conjunto de variáveis micro e macro-organizacionais, especificamente, Percepção de Suporte Organizacional, Clima Organizacional, Comprometimentos Afetivo e Calculativo e os cinco fatores globais de Personalidade aferidos pelo teste de personalidade 16PF. Para investigar estas relações, foi realizado um estudo de caso em uma grande empresa de tele-atendimento (contact center), de onde foi retirada uma amostra de 360 participantes, que respondeu a escalas validadas e consistentes de percepção de Suporte, Clima, Comprometimentos Afetivo e Calculativo e ao teste de personalidade. Quatro meses após este procedimento, foram recolhidos os dados de Absenteísmo (total de dias perdidos). Foram, então, realizadas análises descritivas, correlacionais e de regressão múltipla stepwise, tendo a medida de Absenteísmo como variável dependente; estes procedimentos foram realizados para a amostra completa e, posteriormente, para dois grupos da mesma amostra, de operadores receptivos e ativos de teleatendimento. Os resultados indicaram, essencialmente, que o Absenteísmo da amostra geral (7...

An Analysis of Minor Hockey Officials and Perceived Organizational Support

Eckford, Shawn
Fonte: Brock University Publicador: Brock University
Tipo: Electronic Thesis or Dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
96.29%
Recent research suggests organizational factors should be considered in order to better understand the attrition of minor hockey. Consequently, the purpose of this quantitative study was to examine the extent to which minor hockey officials perceive organizational support (POS) from the minor hockey system, and to compare POS among minor hockey officials according to demographics. A total of 261 minor hockey officials were surveyed with the Survey of Perceived Organizational Support (SPOS). Results indicated significant differences according minor hockey official experience, certification level and extra-role performance. The findings are discussed in relation to POS and human resource management literature, and recommendations are made as to how administrators can better support these officials.

The Employment Relationships of Junior Accountants: Importance of Perceived Organizational Support

Winter, Richard; Monroe, Gary
Fonte: School of Management, Marketing, and International Business, ANU Publicador: School of Management, Marketing, and International Business, ANU
Tipo: Working/Technical Paper
Português
Relevância na Pesquisa
86.26%
Organizational support theory (OST) and psychological contract theory (PCT) both assume employees form emotional attachments to the organization on the basis of global beliefs concerning the extent to which the organization is perceived to be able to reciprocate with desired material (e.g., salary, training and skill development) and socioemotional resources (e.g., help with problems, trust and respect, job security). This study utilizes OST and PCT to examine the employment relationships and work attitudes of junior accountants in Australian accounting firms – a cohort in which there is considerable industry churn each year. On the basis of social exchange theory, we expected junior accountants to report higher levels of perceived organizational support (POS), higher levels of affective commitment, and lower turnover intentions when they believed the organization had fulfilled its obligations to them under the psychological contract. As hypothesized, fulfillment of psychological contract obligations exerted significant positive effects on POS, and POS mediated the psychological contract fulfillment-work attitudes relationship. Findings indicate training and development contributes significantly to the degree of organizational support young accountants perceive at work. Implications of study findings are discussed with reference to related theory and characteristics of the target group.

O impacto das práticas de monitorização do supervisor no work engagement dos colaboradores

Craveiro, João Olímpio Bettencourt
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.2%
Mestrado em Psicologia Social e das Organizações; O presente estudo explorou a relação entre as práticas de monitorização do supervisor (observação e perguntas) e o bem-estar dos colaboradores, através do work engagement, bem como o papel mediador do suporte organizacional percebido na predição desta relação. Foi proposto que as práticas de monitorização do supervisor podem levar ao aumento ou diminuição do work engagement, consoante sejam percepcionadas como uma exigência ou como um recurso do trabalho, respectivamente. Um estudo correlacional efectuado com 143 colaboradores de diferentes sectores de actividade mostrou que as práticas de monitorização do supervisor têm um impacto diferenciado no work engagement, sendo a observação a única que tem uma relação significativa com este. A análise do modelo Da regressão foi consistente com um modelo de mediação total, em que as práticas de monitorização via observação predizem o suporte organizacional percebido, que por sua vez prediz o work engagement dos colaboradores. São discutias as implicações do presente estudo, em conjunto com as limitações e as sugestões para investigações futuras.; The study examined the relationship between supervisory monitoring practices (observation and asking) and employee well-being conceptualized by work engagement...

Clinical Nurse Educators' Adoption of Socioculturally-Based Teaching Strategies

Phillips, Janet M.
Fonte: [Bloomington, Ind.] : Indiana University Publicador: [Bloomington, Ind.] : Indiana University
Tipo: Doctoral Dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
66.22%
Thesis (Ph.D.) - Indiana University, Nursing Science, 2009; Nursing education is faced with addressing the challenge of educational reform as a result of the rapid changes in the complexity of health care delivery systems, increased technology and biomedical knowledge, a shortage in nursing faculty, and increased enrollment in schools of nursing. Although national nursing organizations have called for reform and innovation in nursing education little is known about the factors that are related to educators' adoption of such changes. The purpose of this descriptive, exploratory, correlational, survey study was to explore the adoption of socioculturally-based teaching strategies (SCBTS) by examining the following variables in relation to their adoption using Everett Rogers' diffusion of innovations model: (a) clinical nurse educators' perceived characteristics of SCBTS, (b) clinical nurse educators' perceived organizational support for innovation, and (c) selected demographic characteristics. Minimal research has been conducted regarding the factors related to clinical nurse educators' adoption of SCBTS, which may better prepare nurse graduates for today's health care system. Findings from this study suggest that adoption is not straightforward...

La relation entre l’environnement de travail et l’engagement affectif envers l’organisation : l’effet modérateur de la génération

Caron, Étienne
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
66.23%
La présente recherche a comme objectif d’étudier l’effet de l’environnement de travail sur l’engagement affectif envers son organisation. Le concept de l’environnement de travail se compose de trois dimensions, à savoir les caractéristiques de l’emploi, la communication managériale et la perception du soutien organisationnel. Cette recherche vise également à comprendre s’il existe un effet modérateur de la génération sur la relation entre ces dimensions de l’environnement de travail et l’engagement affectif. Les générations Baby-boomers, X et Y sont celles à l’étude. Les données ont été collectées au sein de deux compagnies privées dont la main-d’œuvre n’est pas syndiquée. Au total, 110 participants ont répondu au questionnaire. Des analyses de régression multiple ont permis de vérifier l’effet distinct de chaque dimension de l’environnement de travail sur l’engagement affectif alors que des analyses de régression hiérarchique ont testé la présence d’un effet modérateur de la génération dans cette relation. Les résultats indiquent que les seules dimensions de l’environnement de travail ayant un effet direct et significatif sur l’engagement organisationnel affectif sont la communication managériale et la perception du soutien organisationnel. En ce qui a trait à la génération à laquelle appartient le travailleur...

Motivação, valor instrumental e percepção de suporte: um modelo preditor de impacto do treinamento

Santos, Tiago Regis Cardoso
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.27%
O objetivo deste estudo foi investigar a relação entre o Impacto do Treinamento no Trabalho, a variável dependente, e um conjunto de variáveis individuais, Motivação para Aprender, Motivação para Transferir e Valor Instrucional do Treinamento (cujas dimensões são Importância e Utilidade) e uma variável contextual, Percepção de Suporte Organizacional, em 95 participantes. Os resultados de r de Pearson indicaram que o Impacto correlaciona-se com a Motivação para Aprender, com a Utilidade e com a Importância. Já a regressão múltipla stepwise indicou que a Importância e a Motivação para Aprender explicam juntas 14% da variância do Impacto, sendo que a Motivação para Transferir, Utilidade e a Percepção de Suporte Organizacional não foram preditoras. Foram separados dois grupos a partir da característica Iniciativa para o Engajamento no Treinamento: 1) engajados por iniciativa própria, e 2) engajados a pedido da empresa. Comparando as médias dos grupos com t student, verifica-se que o grupo 1 percebeu Utilidade maior, e Percepção de Suporte Organizacional e Importância menores do que o grupo 2. Portanto, deve-se realizar treinamentos planejados considerando variáveis preditoras e oferecer suportes específicos para treinamentos. Novos estudos sobre a característica Iniciativa para o Engajamento no Treinamento são sugeridos...

Contribuição para a adaptação portuguesa da escala de Percepção de Suporte Organizacional de Eisenberger, Huntington, Hutchison e Sowa (1986)

Santos, Joana Vieira dos; Gonçalves, Gabriela
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.25%
Percepção de Suporte Organizacional foi definida por Eisenberger, Huntington, Hutchison e Sowa (1986) como o conjunto das crenças globais desenvolvidas pelo empregado sobre a extensão em que a organização valoriza as suas contribuições e cuida do seu bem-estar. Os mesmos autores estruturaram uma escala de suporte organizacional, com o intuito de avaliar as convicções dos activos humanos relativamente ao suporte dado pela organização (Eisenberger, Huntington, Hutchison, & Sowa, 1986). O objectivo deste estudo foi contribuir para a adaptação portuguesa da escala de Percepção de Suporte Organizacional de Eisenberger, Huntington, Hutchison e Sowa, (1986), através da versão constituída por 8 itens. Esta escala foi criada com o objectivo de avaliar as convicções dos colaboradores sobre o suporte dado pela organização. A amostra final total é constituída por 635 activos humanos de instituições de ensino superior públicas portuguesas. Foi possível identificar uma solução factorial composta por dois factores, componente afectiva e uma componente cognitiva. As análises de consistência interna revelam valores aceitáveis, pelo que as medidas fornecidas pela versão portuguesa podem ser consideradas fidedignas.; ABSTRACT:The Perceived Organizational Support was defined by Eisenberger...

Family-Responsive Interventions, Perceived Organizational and Supervisor Support, Work-Family Conflict, and Psychological Strain

O'Driscoll, Michael Patrick; Poelmans, Steven; Spector, Paul E.; Kalliath, Thomas; Allen, Tammie D.; Cooper, Cary L.; Sanchez, Juan I.
Fonte: American Psychological Association Publicador: American Psychological Association
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.13%
This study examined organizational family-responsive policies, perceptions of the organization as family supportive, and supervisor support as issues that may be salient to the experience of conflict between paid employment (work) and family roles. Data w

El desempeño organizacional y sus relaciones con competencias gerenciales, apoyo organizacional y capacitación; Organizational performance and its relation with management competencies, perceived organizational support and training; Desempenho organizacional e suas relações com competências gerenciais, suporte organizacional e treinamento

Brandão, Hugo Pena; Borges-Andrade, Jairo Eduardo; Guimarães, Tomás de Aquino
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
96.28%
Na pesquisa aqui relatada, objetivou-se verificar a existência de relações preditivas entre as competências expressas por gerentes de agências bancárias, a percepção deles sobre o suporte organizacional, o número de horas dedicadas por eles a treinamentos e o desempenho das agências em que atuam. Valeu-se de questionários estruturados para coleta de dados primários, sendo a amostra constituída por 186 gerentes de agências e 77 superintendentes regionais do Banco do Brasil. Utilizaram-se, também, dados secundários sobre o desempenho das agências em seis dimensões: resultado econômico, estratégia e operações, sociedade, clientes, processos e comportamento organizacional. Foram realizadas análises de regressão padrão para teste do modelo de investigação. As competências relativas à gestão estratégica e à gestão financeira revelaram-se preditoras de diferentes dimensões do desempenho das agências. Outras competências (gestão de processos e gestão socioambiental), o número de horas dedicadas a treinamentos e a percepção dos gestores acerca das práticas de gestão de desempenho da empresa (uma dimensão do suporte organizacional) apresentaram efeitos menos abrangentes. Depois de isolados os efeitos de variáveis de controle...

Exchange relationships : examining psychological contracts and perceived organizational support

Coyle-Shapiro, Jacqueline A-M.; Conway, Neil
Fonte: London School of Economics and Political Science Research Publicador: London School of Economics and Political Science Research
Tipo: Article; PeerReviewed Formato: application/pdf
Publicado em /07/2005 Português
Relevância na Pesquisa
66.29%
Three hundred and forty seven public sector employees were surveyed on four measurement occasions to investigate the conceptual distinctiveness of the psychological contract and perceived organizational support (POS) and how they are associated over time. Results support the distinctiveness of the two concepts. In terms of their inter-relationships over time, drawing on psychological contract theory, we found little support for a reciprocal relationship between POS and psychological contract fulfillment. Under an alternative set of hypotheses, drawing on organizational support theory and by separating psychological contract fulfillment into its two components (perceived employer obligations and inducements), we found that perceived employer inducements was positively related to POS which, in turn, was negatively related to perceived employer obligations. Finally, the results suggest that POS and the components of psychological contract fulfillment are more important in predicting organizational citizenship behavior than psychological contract fulfillment.

A theoretical and empirical extension of the perceived organizational support construct: three papers examining the role of social comparison, organizational malevolence, and social resources

Champion, Stephen
Fonte: London School of Economics and Political Science Thesis Publicador: London School of Economics and Political Science Thesis
Tipo: Thesis; NonPeerReviewed Formato: text
Publicado em //2015 Português
Relevância na Pesquisa
66.38%
The perceived organizational support (POS) construct has received a significant degree of attention within the literature, helping scholars and practitioners alike to better understand and interpret the relational dynamic between the employee and their employer. However, this thesis contends that there are a number of assumptions, gaps and confounds that limit the extent to which POS can offer greater construct validity. As such, this thesis presents a collection of three stand-alone scholarly papers that aim to further develop and extend the POS construct as well as organizational support theory (OST), both theoretically and empirically. The first paper explores the theoretical assumption that an individual’s POS is increased by both the direct (i.e. idiosyncratic) receipt of supportive organizational treatment, as well as the observation of coworker (i.e. the group/collective) receipt of such treatment. This presents a potential confound in that OST also holds that POS is systemic of notions that the individual is treated fairly; thus hypothetically, an individual’s appraisal that, in comparison, other coworkers have received more supportive organizational treatment, could lead to notions of unfair treatment due to relative under-benefit. As such this paper explores the influence the social context and social comparison processes have regarding POS...