Página 1 dos resultados de 2099 itens digitais encontrados em 0.010 segundos

Higher microsatellite diversity in Plasmodium vivax than in sympatric Plasmodium falciparum populations in Pursat, Western Cambodia

Orjuela-Sánchez, Pamela; Sá, Juliana M.; Brandi, Michelle Cristina do Couto; Rodrigues, Priscila Thihara; Bastos, Melissa S.; Amaratunga, Chanaki; Duong, Socheat; Fairhurst, Rick M.; Ferreira, Marcelo Urbano
Fonte: Academic Press; New York Publicador: Academic Press; New York
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.98%
Previous microsatellite analyses of sympatric populations of Plasmodium vivax and Plasmodium falciparum in Brazil revealed higher diversity in the former species. However, it remains unclear whether regional species-specific differences in prevalence and transmission levels might account for these findings. Here, we examine sympatric populations of P. vivax (n = 87) and P. falciparum (n = 164) parasites from Pursat province, Western Cambodia, where both species are similarly prevalent. Using 10 genome-wide microsatellites for P. falciparum and 13 for P. vivax, we found that the P. vivax population was more diverse than the sympatric P. falciparum population (average virtual heterozygosity [HE], 0.87 vs. 0.66, P = 0.003), with more multiple-clone infections (89.6% vs. 47.6%) and larger mean number of alleles per marker (16.2 vs. 11.1, P = 0.07). Both populations showed significant multi-locus linkage disequilibrium suggestive of a predominantly clonal mode of parasite reproduction. The higher microsatellite diversity found in P. vivax isolates, compared to sympatric P. falciparum isolates, does not necessarily result from local differences in transmission level and may reflect differences in population history between species or increased mutation rates in P. vivax.; National Institutes of Health (NIH) Grant RO1 AI 075416; Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) Grant 470570/2006-7; Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) Grant 07/51199-0

Detection of Plasmodium falciparum and Plasmodium vivax subclinical infection in non-endemic region: implications for blood transfusion and malaria epidemiology

Maselli, Luciana M; Levy, Debora; Laporta, Gabriel Z; Monteiro, Aline M; Fukuya, Linah A; Ferreira-da-Cruz, Maria F; Daniel-Ribeiro, Claudio T; Dorlhiac-Llacer, Pedro E; Sallum, Maria Anice M; Bydlowski, Sergio P
Fonte: BioMed Central Publicador: BioMed Central
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
67.02%
Abstract Background In Brazil, malaria is endemic in the Amazon River basin and non-endemic in the extra-Amazon region, which includes areas of São Paulo state. In this state, a number of autochthonous cases of malaria occur annually, and the prevalence of subclinical infection is unknown. Asymptomatic infections may remain undetected, maintaining transmission of the pathogen, including by blood transfusion. In these report it has been described subclinical Plasmodium infection in blood donors from a blood transfusion centre in São Paulo, Brazil. Methods In this cross-sectional study, representative samples of blood were obtained from 1,108 healthy blood donors at the Fundação Pró-Sangue Hemocentro de São Paulo, the main blood transfusion centre in São Paulo. Malaria exposure was defined by the home region (exposed: forest region; non-exposed: non-forest region). Real-time PCR was used to detect Plasmodium falciparum and Plasmodium vivax. Subclinical malaria cases were geo-referenced. Results Eighty-four (7.41%) blood donors tested positive for Plasmodium; 57 of these were infected by P. falciparum...

Anopheles oswaldoi (Diptera, Culicidae): análise do segundo espaçador interno transcrito (ITS2) do DNA ribossômico e da susceptibilidade à infecção com Plasmodium vivax.; Anopheles oswaldoi (Diptera, Culicidae): analysis of the second internal transcribed spacer (ITS2) of the ribosomal DNA and the susceptibility to infection by Plasmodium vivax.

Marrelli, Mauro Toledo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/03/2000 Português
Relevância na Pesquisa
66.94%
Resultados anteriores sugerem que existem diferenças biológicas entre espécimens de Anopheles oswaldoi capturados no Estado do Acre e os do Estado de Rondônia, Brasil. Esta espécie tem sido apontada como um importante vetor de malária em localidades do Peru e Acre. Entretanto, em Rondônia, somente um número pequeno de A. oswaldoi alimentados em pacientes com malária desenvolveram infecção nas glândulas salivares. Além disso, há suspeita de que espécimens identificados como A. oswaldoi, capturados em áreas abertas em Costa Marques, Rondônia, são na verdade A. konderi, e que A. oswaldoi sensu stricto estaria restrito a áreas de florestas. Estes dados, juntamente com as dificuldades encontradas na identificação de anofelinos do grupo Oswaldoi, baseadas em critérios morfológicos, sugerem que espécimens de A. oswaldoi são membros de um complexo de espécies crípticas. A distinção de espécies crípticas de insetos vetores é de grande importância, já que diferentes membros em um complexo podem exibir diferenças na ecologia, capacidade vetorial e resposta a medidas de controle. Análise de sequências de DNA, particularmente da região do ITS2 do cistron do DNA ribossômico, tem sido usada como um caracter diagnóstico em alguns grupos de espécies crípticas...

Plasmodium vivax: Caracterização Molecular de Recaídas Utilizando um Segmento Polimórfico do Gene MSP1 como Marcador Genético.; "Plasmodium vivax: molecular characterization of relapses using a polymorphic segment of MSP1 gene as genetic marker"

Kirchgatter, Karin
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/05/1997 Português
Relevância na Pesquisa
66.97%
Plasmodium vivax é a espécie de malária humana de maior distribuição geográfica, com 35 milhões de casos por ano. No Brasil, é a espécie mais prevalente, sendo responsável por cerca de 70% dos casos de malária. Diferentemente do P. falciparum, o P. vivax apresenta hipnozoítas, formas que se mantêm em estágio dormente no fígado e que, após um período de tempo variável, por mecanismos ainda desconhecidos, causam novo ataque malárico denominado recaída. Para contribuir para um melhor conhecimento acerca das recaídas causadas por P. vivax, neste trabalho foram analisadas amostras pareadas referentes ao ataque primário e à recaída de 10 pacientes que se infectaram na Amazônia Brasileira. Através da amplificação de um segmento polimórfico do gene que codifica a Proteína de Superfície do Merozoíta 1 (PvMSP1), foi encontrado um índice de 40% de infecções mistas, presentes inclusive durante a recaída, indicando que a ativação de hipnozoítas não é clonal. Em análise mais detalhada deste segmento polimórfico, utilizando técnicas de clonagem e sequenciamento, foi possível verificar que a população de parasitas obtida durante o ataque primário é idêntica àquela que surge nas recaídas. O estudo da resposta IgG específica naturalmente adquirida contra a região C-terminal da PvMSP1...

Níveis e avidez de anticorpos IgG específicos para a porção de 19kDa da região C-terminal da proteína-1 de superfície de merozoítos de P. vivax (MSP1 19) em grupos populacionais expostos à malária; Level and avidity of specific IgG antibodies to C-terminal 19kDa of Plasmodium vivax merozoite surface protein 1 (MSP119) in population groups exposed to malaria

Kudó, Mônica Eriko
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/02/2007 Português
Relevância na Pesquisa
66.99%
O objetivo deste trabalho foi estudar a resposta imune, quanto ao nível e à avidez dos anticorpos IgG, dirigidos contra o antígeno recombinante derivada da Proteína 1 de Superfície de Merozoíto de Plasmodium vivax (PvMSP119) em indivíduos residentes em diferentes áreas endêmicas do Brasil, empregando o teste ELISA. Para tanto, foram estudadas amostras de indivíduos expostos à malária, infectados ou não e em acompanhamento terapêutico. Na padronização das condições de reação, obteve-se uma sensibilidade de 95,00% em amostras de pacientes com gota espessa positiva para P. vivax e uma especificidade de 99,50% em amostras de indivíduos saudáveis e com outras patologias. Entre as amostras de pacientes com P. falciparum, 7,14% foram reagentes. O estudo dos diferentes grupos de pacientes com malária vivax mostrou haver diferença significante entre os primo infectados e aqueles com episódios anteriores de malária, sendo os níveis (IR) e avidez (IA) de IgG mais baixos nos primo infectados, embora os níveis de anticorpos já estivessem elevados nesses pacientes. A predominância de IgG anti-PvMSP119 de baixa avidez nos pacientes primo infectados por P. vivax, sugere um baixo grau de proteção, mesmo na presença de elevados níveis de anticorpos observados já no início da infecção. A análise dos indivíduos não infectados mostrou haver uma associação negativa dos resultados de IR com o tempo decorrido desde o último episódio de malária e associação positiva com o número de malárias anteriores. Em relação aos IA houve associação positiva com ambos os parâmetros...

Polimorfismo antigênico e reconhecimento de regiões variáveis da proteína 1 de superfície de merozoíto de Plasmodium vivax (PvMSP-1) por anticorpos naturalmente adquiridos na Amazônia Ocidental Brasileira; Antigenic polymorphism and recognition of variable domains of merozoite surface protein 1 of Plasmodium vivax (PvMSP-1) by naturally acquired antibodies of subjects from Brazilian Western Amazonia

Bastos, Melissa da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/10/2007 Português
Relevância na Pesquisa
66.96%
A MSP-1 de Plasmodium vivax (PvMSP-1), o principal alvo para o desenvolvimento de uma vacina contra a malária, é constituída por seis domínios altamente polimórficos flanqueados por seqüências conservadas. Apesar de evidências de que a divergência na seqüência da PvMSP-1 é está sendo mantida por mais de cinco milhões de anos por seleção balanceada exercida pela imunidade adquirida pelo hospedeiro, a especificidade dos anticorpos adquiridos naturalmente contra a PvMSP-1 ainda é pouco estudada. Este trabalho mostra que 15 proteínas recombinantes que correspondem às variantes da PvMSP-1 comumente encontradas em parasitos locais foram pouco reconhecidas por 376 indivíduos não-infectados com idade entre 5 e 90 anos expostos à malária na Amazônia rural; menos de 30% dos indivíduos tiveram anticorpos IgG detectáveis contra no mínimo uma variante dos blocos 2, 6 e 10 que foram expressas, embora 54,3% reconheceram o domínio conservado C-terminal PvMSP-119. Apesar da proporção de respondedores às variantes da PvMSP-1 ter aumentado substancialmente durante infecções agudas subseqüentes por P. vivax, os anticorpos não foram necessariamente específicos para as variantes da PvMSP-1 encontradas nos parasitos infectantes. São discutidos a contribuição relativa do polimorfismo antigênico...

Imunizações pré-clínicas contra malária utilizando uma proteína recombinante baseada no domínio II do antígeno 1 de membrana apical de Plasmodium vivax; Pre-clinical immunizations against malaria using a recombinant protein based on domain II of Plasmodium vivax apical membrane antigen 1

Omori, Fernanda Gentil
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/02/2010 Português
Relevância na Pesquisa
67.04%
O Antígeno 1 de Membrana Apical (AMA-1) tem sido sugerido como candidato a compor uma vacina contra estágios assexuados sanguíneos de Plasmodium. Recentemente nosso grupo identificou o domínio II (DII) de AMA-1 de Plasmodium vivax (PvAMA-1) como uma região altamente reconhecida por anticorpos IgG de indivíduos brasileiros infectados por P. vivax. No presente estudo avaliamos as propriedades imunogênicas da proteína recombinante DII, produzida a partir de Escherichia coli. Grupos de 6 camundongos fêmeas BALB/c foram imunizados quatro vezes com 10 µg dessa proteína na presença de diferentes formulações de adjuvantes [Adjuvante Completo/Incompleto de Freund (ACF/AIF), MPL-TDM, TiterMax, Hidróxido de Alumínio (Alum), Quil A, QS-21 e CpG-ODN 1826], individualmente, ou em combinação (Alum + QS-21 ou Alum + CpG-ODN 1826)). Nosso objetivo foi avaliar comparativamente a resposta de anticorpos (IgM, IgG e isotipos de IgG), induzida pelos diferentes esquemas de imunizações, visando futuros estudos pré-clínicos em primatas não humanos. Os títulos de anticorpos IgG contra (o ectodomínio) PvAMA-1 foram determinados por ELISA, duas semanas após cada imunização. A presença de IgM e dos isotipos de IgG também foi avaliada após o final do esquema de imunizações. Nossos resultados demonstraram que a proteína recombinante DII foi altamente imunogênica em camundongos BALB/c quando administrada na presença dos adjuvantes testados. Altos títulos de IgG1...

Avaliação das propriedades imunogênicas das proteínas 3α e 3β da superfície do merozoíto de Plasmodium vivax; Analysis of the immunogenic properties of protein 3α and 3β of the merozoite surface of Plasmodium vivax

Bitencourt, Amanda Romagnoli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/09/2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.99%
O avanço no desenvolvimento de uma vacina contra o Plasmodium vivax exige a identificação de antígenos capazes de induzir uma resposta imune protetora contra a malária. O presente estudo avalia o potencial da proteína-3 da superfície de merozoítos de P. vivax (PvMSP-3), como candidata a vacina. As proteínas recombinantes representando a região C-terminal da MSP-3α e diferentes regiões (N e C-terminal e proteína inteira) da MSP-3β de P. vivax foram utilizadas como antígeno. A imunogenicidade destas proteínas recombinantes foi avaliada em camundongos BALB/c, utilizando adjuvantes agonistas de TLR (flagelina FliC de Salmonella Typhimurium e CpG ODN) ou adjuvantes convencionais, tais como hidróxido de alumínio, saponinas, TiterMax Gold e adjuvante incompleto de Freund. Os títulos de anticorpos IgG foram determinados por ELISA utilizando soros de camundongos coletados duas semanas após cada dose de imunização. Nossos resultados demonstraram que a MSP-3α e a MSP-3β foram capazes de induzir altos títulos de anticorpos em camundongos na presença de diferentes adjuvantes, incluindo agonistas de TLR. Dentre as formulações testadas, aquelas contendo os adjuvantes CPG ODN 1826, Quil A, TiterMax e adjuvante incompleto de Freund foram mais imunogênicas e...

Análise computacional do genoma e transcritoma de Plasmodium vivax: contribuições da bioinformática para o estudo da malária; Computational analysis of the Plasmodium vivax transcriptome and genome: bioinformatics contributions for the malaria investigation

Corrêa, Bruna Renata Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/04/2012 Português
Relevância na Pesquisa
67.03%
Plasmodium vivax é o parasita causador de malária humana com maior distribuição global, responsável pela redução da qualidade de vida de milhões de pessoas ao redor do mundo. O objetivo geral do trabalho foi contribuir, através de metodologias estatísticas e de bioinformática, para o entendimento do mecanismo de escape da eliminação pelo baço do hospedeiro utilizado por P. vivax. Para isso, primeiramente realizou-se a análise estatística de um experimento de transcritômica, através de microarrays. Esse experimento foi conduzido previamente pelo grupo de colaboradores do presente estudo, utilizando um modelo animal, Aotus lemurinus griseimembra, com o objetivo de identificar genes de P. vivax expressos somente em parasitas retirados de macacos que possuíam o baço intacto. Em uma segunda fase, foi projetado um tiling array contendo todos os éxons e as regiões 5UTR e 3UTR disponíveis do genoma de P. vivax, que será utilizado para a realização de mais investigações a respeito da influência da presença do baço na expressão gênica de P. vivax. Na última etapa, foi conduzida uma melhoria na anotação funcional do genoma de P. vivax, através de uma metodologia automática, com o objetivo de adicionar informações para auxiliar na interpretação biológica dos resultados obtidos anteriormente e em estudos futuros.; Plasmodium vivax is the parasite that causes the human malaria type with the largest global distribution and it is responsible for quality of life impairment of millions of people around the world. The general purpose of this study was contribute to understand the mechanism used by P. vivax to scape from the host spleen elimination...

Avaliação da resposta imune de anticorpos contra proteínas recombinantes derivadas do Antígeno 1 de Membrana Aplical (AMA-1) de Plasmodium vivax em indivíduos de áreas endêmicas de malária do Brasil; Evaluation of immune response antibodies against recombinant proteins derived from the Apical Membrane Antigen 1 (AMA-1) of Plasmodium vivax in individuals of malaria-endemic areas of Brazil

Múfalo, Bruno Corrêa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/10/2007 Português
Relevância na Pesquisa
67.04%
O Antígeno 1 de Membrana Apical (AMA-1) de Plasmodium sp tem sido sugerido como candidato a compor uma vacina contra a malária. No presente estudo geramos cinco proteínas recombinantes baseadas em diferentes regiões do ectodomínio de AMA-1 de Plasmodium vivax, o qual compreende os domínios I a III, com intuito de mapear regiões particularmente imunogênicas da proteína. Cada uma das cinco proteínas recombinantes foi expressa em Eschericha coli a partir do vetor pET-28a em fusão com a cauda de histidina e purificadas por cromatografia de afinidade. As diferentes proteínas recombinantes foram comparadas, por ELISA, quanto ao reconhecimento por anticorpos IgM, IgG e subclasses de IgG de 100 indivíduos infectados por P. vivax procedentes de áreas endêmicas do Estado do Pará e 32 indivíduos não infectados que relataram terem sido acometidos de mais de 10 episódios prévios de malária procedentes do município de Terra Nova do Norte (MT). As freqüências de indivíduos que apresentaram anticorpos IgM foram mais baixas e variaram de 4% (DIII) a 36% (DII-III). Por outro lado, as freqüências de indivíduos que apresentaram anticorpos IgG para DI, DII, DIII, DI-II e DII-III foram 13%, 65%, 12%, 59% e 58%, respectivamente. Podemos observar que as proteínas recombinantes contendo o DII foram particularmente imunogênicas durante a infecção natural. Com o objetivo de avaliar se os epítopos reconhecidos nas cinco proteínas baseadas nos diferentes domínios estão expostos na proteína recombinante correspondente ao ectodomínio (DI-III) gerada previamente...

Geração e análise da imunogenicidade de proteínas recombinantes baseadas nas diferentes formas do antígeno circumsporozoíta de Plasmodium vivax visando o desenvolvimento de uma vacina universal contra malária.; Generation and analysis of the immunogenicity of recombinant proteins based on different forms of the circumsporozoite antigen of Plasmodium vivax for the development of a universal vaccine against malaria.

Teixeira, Lais Helena
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/03/2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.97%
O P. vivax é a segunda espécie mais prevalente causadora de malária no mundo. Medidas de controle ineficientes exigem o desenvolvimento de novas estratégias de prevenção, como vacinas, novas drogas e novos inseticidas. O objetivo geral do trabalho foi gerar uma formulação vacinal universal com proteínas e adenovírus recombinantes capazes de induzir anticorpos contra as diferentes formas alélicas da proteína circumsporozoíta (CSP) do P. vivax. As proteínas foram produzidas em E. coli e purificadas por cromatografia de afinidade e troca iônica. A obtenção destas proteínas nos permitiu testar qual seria a melhor formulação vacinal para a indução de anticorpos contra as três formas alélicas da proteína CSP de P. vivax (PvCSP). Anticorpos específicos reconheceram esporozoítas do P. vivax por imunofluorescência. Por fim testamos o uso de dois adenovírus recombinantes, um símio e um humano, deficientes em replicação, expressando as três regiões imunodominantes da proteína PvCSP em fusão. Estes foram capazes de induzir resposta imune específica contra as proteínas PvCSP sendo testados em esquema de prime-boost heterólogo, onde camundongos foram primados com os adenovírus e nas doses-reforço receberam a mistura com as três proteínas recombinantes.; The Plasmodium vivax is the second most prevalent species of malaria in the world. Inefficient measures of control used today demand the development of new strategies for prevention...

Avaliação da imunogenicidade de proteínas recombinantes baseadas em antígenos de diferentes estágios do Plasmodium vivax expressos em Pichia pastoris; Immunogenic evaluation of recombinant proteins expressed in Pichia pastoris based on Plasmodium vivax antigens from different parasite stages

Lima, Luciana Chagas de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
67.02%
O Plasmodium vivax é a espécie causadora de malária de maior distribuição mundial e maior prevalência nas Américas. A complexidade do ciclo de vida do parasito e sua extensa diversidade antigênica têm dificultado a obtenção de uma vacina eficaz e inferem que seja pouco provável que este objetivo seja alcançado utilizando um único antígeno. Neste contexto, a combinação de regiões imunodominantes de antígenos de um ou mais estágios do ciclo de vida do Plasmodium pode ser uma estratégia com melhor prognóstico na indução de resposta imune protetora e duradoura contra a atividade parasitária. Este trabalho avaliou a imunogenicidade, em camundongos, de uma formulação vacinal composta pela mistura dos antígenos CSP, pré-eritrocítico e AMA-1, o qual é expresso em ambos os estágios, préeritrocítico e eritrocítico assexuado. A proteína quimérica yPvCSAllFL, que contém epítopos para células B da região central (repeats) das 3 variantes alélicas PvCSP-VK210, PvCSP-VK247 e PvCSP-P. vivax-like fusionados, e a yPvAMA-1 foram expressas com sucesso em leveduras Pichia pastoris e purificadas por métodos cromatográficos para a imunização de camundongos BALB/c e C57BL/6, na presença do adjuvante Poly(I:C)...

Diversidade genética em Plasmodium vivax: variação temporal e espacial em uma comunidade rural Amazônica.; Genetic diversity of Plasmodium vivax over time and space: a community-based study in rural Amazonia.

Batista, Camilla Luiza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.96%
Para examinar como o nível de diversidade genética de Plasmodium vivax em uma comunidade varia no tempo e no espaço, investigamos a dinâmica de polimorfismos do parasito durante as primeiras fases de ocupação de um assentamento agrícola na Região Amazônica brasileira. A caracterização por microssatélites de 84 isolados de P. vivax, colhidos ao longo de três anos, revelou uma diversidade genética de moderada a alta (heterozigosidade esperada média, 0,699), com uma grande proporção (78,5%) de infecções por múltiplos clones (IMC), mas também um forte desequilíbrio de ligação (DL) consistente com um raro cruzamento entre os haplótipos. Observamos uma pequena influência temporal na diversidade genética dos haplótipos do parasito e nenhum padrão de distribuição espacial dos mesmos. Em amostras consecutivas colhidas de um mesmo indivíduo observou-se uma intensa renovação de haplótipos ao longo do tempo. Um único haplótipo foi compartilhado por três indivíduos cujas amostras foram colhidas durante um surto; todos os outros 81 haplótipos foram recuperados apenas uma vez. A menor diversidade parasitária, com a menor proporção de IMC e um DL mais intenso, foi observada no momento do surto, fornecendo um claro exemplo de uma estrutura populacional epidêmica de um patógeno humano. Todos os parâmetros populacionais retornaram aos valores prévios ao surto durantes os últimos anos de estudo...

The frequency of HLA-DRB1 polymorphisms in Brazilian Plasmodium vivax malaria patients and in blood donors from the Amazon Region

Storti-Melo, Luciane Moreno; Costa, Daniela Reis da; Souza-Neiras, Wanessa Crhistina; Cassiano, Gustavo Capati; Bonini-Domingos, Claudia Regina; Rossit, Andrea Regina Baptista; Mattos, Luiz Carlos de; Machado, Ricardo Luiz Dantas
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 51-55
Português
Relevância na Pesquisa
66.97%
We evaluated the frequency of different HLA-DRB1 alleles in Plasmodium vivax-infected individuals and in healthy blood donors from malaria endemic areas of Brazil. Low-resolution human leukocyte antigen-DRB1 genotyping was performed for 73 malaria patients and 29 healthy blood donors. The most frequent alleles in individuals from northern Brazil were human leukocyte antigen-DRB1*04, *08, *07 and *13. The frequency of human leukocyte antigen-DRB1*07 was higher in malaria-infected individuals than in the control group, which reinforces the theory that this allele plays an important role in susceptibility to malaria. This study offers new information about a potential susceptibility factor for P. vivax malaria in a Brazilian population that is naturally exposed to malaria.; Este estudo avaliou a frequência de diferentes alelos HLA-DRB1 em indivíduos infectados por Plasmodium vivax e em doadores de sangue saudáveis provenientes de áreas endêmicas de malária do Brasil. Foi realizada uma genotipagem de baixa resolução dos alelos HLA-DRB1 em 73 pacientes com malária e em 29 doadores de sangue saudáveis. Os alelos mais frequentes em indivíduos do norte do Brasil foram HLA-DRB1 *04, *08, *07 e *13. A frequência de HLA-DRB1 *07 foi maior nos indivíduos infectados com malária do que no grupo controle...

Change in mutation patterns of Plasmodium vivax dihydrofolate reductase (Pvdhfr) and dihydropteroate synthase (Pvdhps) in P. vivax isolates from malaria endemic areas of Thailand

Kuesap,Jiraporn; Rungsrihirunrat,Kanchana; Thongdee,Pimwan; Ruangweerayut,Ronnatrai; Na-Bangchang,Kesara
Fonte: Instituto Oswaldo Cruz, Ministério da Saúde Publicador: Instituto Oswaldo Cruz, Ministério da Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 Português
Relevância na Pesquisa
67%
Malaria is the most important public health problem in several countries. In Thailand, co-infections of Plasmodium vivax and Plasmodium falciparum are common. We examined the prevalence and patterns of mutations in P. vivax dihydrofolate reductase (Pvdhfr) and P. vivax dihydropteroate synthase (Pvdhps) in 103 blood samples collected from patients with P. vivax infection who had attended the malaria clinic in Mae Sot, Tak Province during 2009 and 2010. Using nested polymerase chain reaction-restriction fragment length polymorfism, we examined single nucleotide polymorphisms-haplotypes at amino acid positions 13, 33, 57, 58, 61, 117 and 173 of Pvdhfr and 383 and 553 of Pvdhps. All parasite isolates carried mutant Pvdhfr alleles, of which the most common alleles were triple mutants (99%). Eight different types of Pvdhfr and combination alleles were found, as follows: 57I/58R/117T, 57I/58R/117T, 57I/58R/117T/N, 57L/58R/117T, 57L/58R/117T, 58R/61M/117N, 58R/61M/117N and 13L/57L/58R/117T. The most common Pvdhfr alleles were 57I/58R/117T (77.7%), 57I/58R/117T/N (1%), 57L/58R/117T (5.8%) and 58R/61M/117N (14.5%). The most common Pvdhfr alleles were 57I/58R/117T (77.7%), 57I/58R/117T/N (1%), 57L/58R/117T (5.8%) and 58R/61M/117N (14.5%). Additionally...

Utiliza??o do DELI-teste para avalia??o da sensibilidade in vitro do Plasmodium vivax ? Cloroquina em condi??es de campo no munic?pio de Tucuru?, Par?

AM?RICO, Ana Paula Lar?do
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
67.08%
O Estado do Par? ? um dos respons?veis pela maioria das notifica??es de mal?ria na Regi?o Amaz?nica. Plasmodium vivax ? a esp?cie mais freq?ente e a avalia??o da sensibilidade do mesmo ? cloroquina ? essencial para verificar se tal droga mant?m sua efic?cia. Entretanto, isso n?o era fact?vel em fun??o da n?o disponibilidade de metodologia de cultivo de curto prazo e da dificuldade de avalia??o da matura??o desse parasito. Recentemente, um sistema para cultivo de curto prazo de P. vivax foi introduzido, assim como uma metodologia de mensura??o (DELIteste) da matura??o/crescimento do parasito baseada na detec??o da enzima Lactato Desidrogenase do parasito (pLDH), permitindo estudos de sensibilidade dessa especie plasmodial aos antimal?ricos. O objetivo desse trabalho foi ent?o avaliar o desempenho dessa metodologia para avaliar a quimiossensibilidade de P. vivax a cloroquina em condi??es de campo no munic?pio de Tucuru?, no Estado do Para. Foram utilizados 44 pacientes positivos para mal?ria vivax, diagnosticados pelo exame de gota espessa, dos quais, ap?s consentimento, foram coletados 5mL de sangue. Uma suspens?o de hem?cias de cada paciente, preparada em meio de cultura especial (meios RPMI e Waymouth, soro AB+, hematocrito de 1,8%)...

Susceptibilidade experimental do Anopheles (Nyssorhynchus) nuneztovari Galbadon, 1940 ao Plasmodium vivax Grassi&Feletti, 1890 e Plasmodium falciparum Welch, 1897

SUCUPIRA, Izis M?nica Carvalho
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
66.99%
A import?ncia do An. nuneztovari como vetor prim?rio de mal?ria j? foi comprovado em pa?ses da Am?rica do Sul como Venezuela, Col?mbia e Peru. Na Amaz?nia brasileira, embora tenha sido encontrado naturalmente infectado com Plasmodium vivax e P. falciparum e em alta densidade, ? ainda considerado vetor secund?rio desta doen?a. O objetivo deste presente trabalho foi avaliar a susceptibilidade do An. nuneztovari ? infec??o por plasm?dios humanos. Para isso exemplares da gera??o F1, obtida em laborat?rio, de An. nuneztovari e An. darlingi (esp?cie controle) foram alimentados, em alimentador artificial, com sangue de pacientes com diagn?stico inicial de mal?ria causada por P. falciparum, cuja revis?o resultou no diagn?stico de infec??o mista. Todas as amostras sang??neas dos pacientes infectaram esp?cimes das duas esp?cies, n?o mostrando diferen?a significativa entre elas quanto ? susceptibilidade. Para detec??o de infec??o mal?rica nos mosquitos foi usado o teste ELISA (Enzime ? Linked Imunosorbent Assay) cujos resultados foram discordantes do diagn?stico laboratorial, j? que o teste detectou infec??es pelo P. falciparum, P. vivax VK210 ou P. vivax VK247entre os mosquitos positivos sugerindo que os pacientes apresentavam infec??o mista. Tamb?m foi observado o curto per?odo de desenvolvimento de oocistos e esporozo?tos...

Identification, characterization and antigenicity of the Plasmodium vivax rhoptry neck protein 1 (PvRON1)

Moreno Perez, Darwin A; Montenegro, Marjorie; Patarroyo, Manuel E
Fonte: Universidade do Rosário Publicador: Universidade do Rosário
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/acceptedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 24/10/2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.97%
Background: Plasmodium vivax malaria remains a major health problem in tropical and sub-tropical regions worldwide. Several rhoptry proteins which are important for interaction with and/or invasion of red blood cells, such as PfRONs, Pf92, Pf38, Pf12 and Pf34, have been described during the last few years and are being considered as potential anti-malarial vaccine candidates. This study describes the identification and characterization of the P. vivax rhoptry neck protein 1 (PvRON1) and examine its antigenicity in natural P. vivax infections. Methods: The PvRON1 encoding gene, which is homologous to that encoding the P. falciparum apical sushi protein (ASP) according to the plasmoDB database, was selected as our study target. The pvron1 gene transcription was evaluated by RT-PCR using RNA obtained from the P. vivax VCG-1 strain. Two peptides derived from the deduced P. vivax Sal-I PvRON1 sequence were synthesized and inoculated in rabbits for obtaining anti-PvRON1 antibodies which were used to confirm the protein expression in VCG-1 strain schizonts along with its association with detergent-resistant microdomains (DRMs) by Western blot, and its localization by immunofluorescence assays. The antigenicity of the PvRON1 protein was assessed using human sera from individuals previously exposed to P. vivax malaria by ELISA. Results: In the P. vivax VCG-1 strain...

Estudo seccional revela um alto percentual de infecção assintomática por Plasmodium vivax em área do Rio Negro, Amazonas, Brasil; Cross sectional study reveals a high percentage of asymptomatic Plasmodium vivax infection in the Amazon Rio Negro area, Brazil

Suárez-Mutis, Martha C.; Cuervo, Patricia; Leoratti, Fabiana M.S.; Moraes-Avila, Sandra L.; Ferreira, Antonio Walter; Fernandes, Octavio; Coura, José Rodrigues
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
67.02%
Um estudo seccional parasitológico, clínico, sorológico e molecular, realizado em uma área altamente endêmica para malária, no Rio Negro, Estado do Amazonas, revela alta prevalência de infecção assintomática por Plasmodium vivax. Um total de 109 pessoas de 25 famílias residentes em cinco comunidades do Rio Padauiri, afluente do Rio Negro, foram estudadas. Noventa por cento dos habitantes (90,8%) tinham tido pelo menos um episodio prévio de malária. A sorologia mostrou 85,7% e 46,9% de positividade quando antígenos de P. falciparum e P. vivax MSP-1, foram respectivamente usados. Vinte amostras de sangue submetidas ao PCR foram positivas para P. vivax (20,4%), entretanto, nenhuma foi positiva para o P. falciparum por esta técnica. Nenhum paciente com PCR positivo durante o inquérito e seis meses antes ou depois teve manifestações clínicas de malária, portanto, podemos afirmar que eram assintomáticos. Somente uma criança de 12 anos de idade teve gota espessa positiva para P. vivax. Esta é a primeira descrição de infecção assintomática por Plasmodium na área estudada.; A parasitological, clinical, serological and molecular cross-sectional study carried out in a highly endemic malaria area of Rio Negro in the Amazon State...

Perfil clínico y parasitológico de la malaria por Plasmodium falciparum y Plasmodium vivax no complicada en Córdoba, Colombia

Knudson-Ospina,Angélica; Sánchez-Pedraza,Ricardo; Pérez-Mazorra,Manuel Alberto; Cortés-Cortés,Liliana Jazmín; Guerra-Vega,Ángela Patricia; Nicholls-Orejuela,Rubén Santiago
Fonte: Revista de la Facultad de Medicina Publicador: Revista de la Facultad de Medicina
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2015 Português
Relevância na Pesquisa
67.06%
Antecedentes. En Colombia existen pocos estudios que buscan encontrar diferencias clínicas y parasitológicas en la malaria causada por Plasmodium falciparum y Plasmodium vivax. Objetivo. Describir el perfil clínico y parasitológico de las malarias por Plasmodium falciparum y Plasmodium vivax no complicadas en Tierralta, Córdoba, Colombia. Materiales y métodos. Se evaluaron pacientes con paludismo no complicado por Plasmodium falciparum y Plasmodium vivax según los protocolos estandarizados por la Organización Panamericana de la Salud y se recolectó información clínica y parasitológica. De igual forma, se utilizó análisis multivariado por correspondencias múltiples para describir diferentes perfiles de pacientes con paludismo no complicado por estas dos especies antes de recibir tratamiento. Resultados. Se evaluaron 112 pacientes con edad entre 6 y 64 años, 59 (52.7%) con Plasmodium falciparum y 53 (47.3%) con Plasmodium vivax. Los síntomas más frecuentes fueron fiebre en 111 pacientes (99.1%; IC 95%: 81.5-100), sudoración en 105 (93.8%; IC 95%: 76.7-100) y dolor osteomuscular en 105 (93.8%; IC 95%: 76.7-100). Se presentaron con mayor frecuencia, y con diferencia significativa, en las infecciones por Plasmodium falciparum: diarrea en 18 pacientes (30.5%; IC 95%: 18.1-48.2); decaimiento en 49 (83%; IC 95%: 61.4-109.8); palidez palmar en 39 (66.1%; IC 95%: 47-90.4) y sequedad de mucosas en 12 (20.3%; IC 95%: 10.5-35.5). El escalofrío se presentó con mayor frecuencia en Plasmodium vivax (98.1%; IC 95%: 73.4-128.1). El análisis multivariado agrupó las variables en cuatro perfiles distintos de presentaciones clínicas así: 1) síntomas clínicos y su relación con el recuento parasitario...