Página 1 dos resultados de 1736 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

Política monetária e indicadores macroeconômicos da região metropolitana de São Paulo; Monetary policy and São Paulo metropolitan area macroecomic variables

Sanematsu, Flávio Cysneiros
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/12/2006 Português
Relevância na Pesquisa
66.71%
Este estudo investiga as possíveis relações entre a política monetária brasileira e variáveis macroeconômicas que abrangem apenas a Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) durante o período de janeiro de 2000 a agosto de 2005, período esse caracterizado pelo regime de metas inflacionárias. O objetivo dessa investigação é tentar compreender se, dadas as diferenças entre a economia brasileira e a economia da RMSP, a dinâmica dos indicadores dessa região segue a trajetória esperada pela autoridade monetária ao formular a política monetária. Com base em modelos de vetores auto-regressivos (VAR), são encontrados indícios de que a atividade econômica da RMSP é sensível a choques na política monetária. Ao longo do regime de metas inflacionárias, a dinâmica das taxas de inflação corrente para os índices de preços dessa região, o IPC-FIPE e o IPCA-RMSP, não dá evidências claras de que são afetadas pela política monetária, mas as encontradas para a trajetória das expectativas de inflação de 12 meses indicam que as expectativas respondem a choques na política monetária. Por outro lado, a política monetária nacional não se mostrou sensível a choques na atividade econômica da RMSP, mas se mostrou sensível a choques inflacionários nos preços da região. Em relação ao pass-trough do câmbio sobre os preços da RMSP...

Efeitos reais da transmissão de política monetária: comparação empírica entre Brasil e Argentina

Matsumoto, Kensuke
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.68%
None; Partindo-se do pressuposto de que uma grande distinção entre as respostas de duas economias a um determinado choque monetário seria um obstáculo à adoção de uma moeda única para ambas, a dissertação consta de um estudo comparativo dos efeitos reais da transmissão de política monetária entre os dois principais países membros do Mercosul – Argentina e Brasil. Para tanto, foi adotada a técnica econométrica da autoregressão vetorial – VAR, com identificação recursiva de Cholesky. O trabalho está dividido em três partes. As duas iniciais tratam, respectivamente, das conceituações do mecanismo de transmissão de política monetária e das possíveis fontes de divergência entre países quanto à ocorrência dos efeitos reais. A terceira parte reproduz a análise empírica e os resultados correspondentes. Os resultados indicam mecanismo de transmissão de política monetária mais atuante na Argentina. Para um choque monetário contracionista de um desvio padrão, a taxa de variação do PIB real cairia cerca de 0,77 pontos percentuais, em dois trimestres, nesse país, contra aproximadamente 0,24 pontos, em três trimestres, no Brasil. Quanto à variação da taxa de inflação, no momento inicial haveria manifestação do efeito pricepuzzle...

Dois exercícios de política monetária e fiscal com atuação ótima do Banco Central

Faria, Ricardo Meirelles
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Português
Relevância na Pesquisa
66.67%
O objetivo da tese é analisar questões relativas à coordenação entre as políticas monetária e fiscal no Brasil após a adoção do regime de metas de inflação. Utiliza-se de um modelo de metas de inflação para uma economia pequena e aberta para a incorporação um bloco de equações que descrevem a dinâmica das variáveis fiscais. Tendo por base os conceitos de Leeper (1991), ambas as entidades, Banco Central e Tesouro Nacional, podem agir de forma ativa ou passiva, e será este comportamento estratégico que determinará a eficiência da política monetária. Foram estimados os parâmetros que calibram o modelo e feitas as simulações para alguns dos choques que abalaram a economia brasileira nos últimos anos. Os resultados mostraram que nos arranjos em que a autoridade fiscal reage a aumentos de dívida pública com alterações no superávit primário, a trajetória de ajuste das variáveis frente a choques tende a ser, na maioria dos casos, menos volátil propiciando uma atuação mais eficiente do Banco Central. Nestes arranjos, o Banco Central não precisa tomar para si funções que são inerentes ao Tesouro. Também são analisadas as variações no comportamento do Banco Central e do Tesouro Nacional em função de diferentes composições da dívida pública. Os resultados mostram que a estrutura do endividamento público será benéfica...

Política monetária e ativos financeiros no Brasil : o efeito das ações e das declarações de política monetária sobre os ativos financeiros brasileiros

Correia, Renato de Mendonça
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.72%
Vários trabalhos internacionais têm analisado o impacto das ações de política monetária, representadas pelas decisões sobre a taxa básica de juros da economia, sobre os ativos financeiros e, mais recentemente, tem crescido o interesse também na análise do impacto das declarações das autoridades de política monetária, dado que elas podem sinalizar os futuros rumos da política monetária. O presente estudo contribui com o extenso conjunto de estudos acerca do sistema de metas de inflação brasileiro ao analisar o impacto das ações e declarações de política monetária sobre alguns ativos financeiros brasileiros. As ações são representadas pelas decisões do Copom referentes ao nível da taxa Selic e as declarações pela divulgação das respectivas atas. Conclui-se, resumidamente, que há evidências de que as ações de política monetária influenciam o preço dos ativos financeiros no Brasil, principalmente de curto prazo, e as declarações influenciam o preço dos ativos de médio e longo prazo. Tais resultados são coerentes com os obtidos em estudos internacionais.

As surpresas na política monetária e suas implicações na estrutura a termo de juros : o caso brasileiro

Barbosa, Raphael de Almeida
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.75%
O objetivo do trabalho é estudar a relação entre “surpresas” na política monetária, reveladas pelas mudanças não-esperadas na taxa de juros de curto prazo (Selic) e a estrutura a termo da curva de juros para o caso brasileiro. Será testado o efeito de movimentos não-esperados da política monetária sobre a estrutura a termo de juros, utilizando como medida de surpresa da política monetária o erro de previsão do mercado para a taxa de juros estabelecida pela autoridade monetária. O trabalho está estruturado em 4 capítulos, além desta introdução. A introdução consiste no detalhamento da importância do problema e como o trabalho está organizado. O capítulo 1 compreende a revisão da literatura em duas partes: a parte 1 realiza uma síntese de alguns trabalhos sobre o tema e a parte subseqüente apresenta alguns resultados empíricos já conhecidos. No capítulo 2 será estudado o caso brasileiro, e definida a metodologia e hipóteses analisadas. O terceiro capítulo consiste nas estimações e resultados. Por último, o capítulo 4 disserta a respeito das conclusões obtidas, limitações do trabalho e questões para futuras pesquisas.

Evolução da eficiência do canal de crédito na política monetária brasileira

Marcatti, Fernanda Consorte Ribeiro
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.75%
O presente trabalho apresenta evidências empíricas para o canal de crédito no Brasil, utilizando como base o trabalho de Nelson Sobrinho (2003). O trabalho consisti-se de uma análise descritiva e de diversos testes econométricos baseados em diferentes indicadores do mercado de crédito, monetário e de produção real. A análise descritiva mostrou que embora a proporção crédito/ PIB no Brasil seja pequena quando comprada a outras economias, a mesma tem crescido nos últimos anos. Da mesma forma, por mais que o custo do crédito (medido pelo spread bancário) seja elevado, há uma tendência declinante, o que já sugere alguma evolução positiva para o canal do crédito no país. De fato, calculamos que a medida de alavancagem das empresas brasileiras vem aumentando, e esse aumento pode indicar dependência das firmas aos bancos, uma das condições necessárias para a operação do canal de crédito. Por outro lado, vimos que a maturidade das operações de crédito no Brasil tem se expandido fortemente, e esse crescimento pode gerar alguma perda de eficiência no canal de crédito como transmissor da política monetária. Os testes de causalidade de Granger mostram que crédito Granger causa o produto com defasagem inferior ao encontrado em trabalhos terminados em períodos anteriores há 10 anos...

Ensaios sobre política monetária e fiscal no Brasil

Caetano, Sidney Martins
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.72%
Esta tese apresenta três ensaios sobre política monetária e fiscal dentro do atual regime de metas de inflação. O primeiro ensaio buscou estudar uma possível integração monetária-fiscal ao determinar uma regra ótima de política monetária com restrição fiscal, analisando os efeitos de diversas preferências sobre a regra ótima em função da alteração dos pesos dados para os desvios da razão superávit primário/PIB em relação à sua meta pré-estabelecida. Os resultados mostraram que a regra ótima obtida apresenta uma resposta negativa das taxas de juros aos choques na relação dívida/PIB. Ainda, superávits primários/PIB maiores permitiriam reduções maiores nas taxas de juros e proporcionais aos pesos que essa variávelobjetivo teria na função de perda social. Do ponto de vista tradicional do mecanismo de transmissão da política monetária, a resposta positiva das taxas de juros a uma desvalorização real do câmbio e a uma elevação do prêmio de risco seria mantida. Portanto, os resultados sugerem que a adoção de uma meta explícita para o superávit primário/PIB tem conseqüências positivas sobre a regra ótima de política monetária e para a redução da taxa de juros, bem como na eficiência do atual instrumento de política monetária. O segundo ensaio buscou analisar a relação risco default através do modelo de regressão beta...

Três ensaios sobre política monetária no Brasil : assimetrias nos efeitos reais de choques monetários, preferências do Banco Central e regras monetárias ótimas

Aragón, Edilean Kleber da Silva Bejarano
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.68%
Esta tese é composta de três ensaios. No primeiro ensaio, nós examinamos se os efeitos reais das ações de política monetária no Brasil são assimétricos. Para isto, estimamos modelos Markov-switching que permitem que os choques monetários positivos e negativos afetem a taxa de crescimento do produto de forma assimétrica nos estados de expansão e recessão econômica. Os resultados obtidos mostram que: i) quando as ações de política monetária são mensuradas através das inovações ortogonalizadas para a taxa Selic em um modelo VAR, os efeitos reais de choques monetários negativos são maiores do que os de choques positivos no estado de expansão e os efeitos reais de choque negativos são maiores em expansão do que em recessão econômica; ii) quando a variação na taxa de juros Selic é tomada como medida de política monetária, nós constatamos também assimetrias entre os efeitos reais de variações positivas e negativas na taxa Selic durante a fase de recessão, e entre os efeitos reais de variações negativas na taxa Selic entre as fases do ciclo de negócios. No segundo ensaio, nós procuramos aperfeiçoar o entendimento da política monetária brasileira sob o regime de metas de inflação através da calibração das preferências do Banco Central. m específico...

Ensaios sobre política monetária

Andrade, Carlos Henrique Coêlho de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.75%
Esta tese é composta por três ensaios. O primeiro deles construiu um conjunto de indicadores para as condições monetárias e financeiras no Brasil que levam em consideração as interações entre a política monetária e o setor financeiro: os chamados índices de condições monetárias (MCI) e financeiras (FCI). Tais índices são capazes de sintetizar os efeitos das principais variáveis monetárias e financeiras sobre a atividade econômica. Em um ambiente financeiro cada vez mais sofisticado, como é o caso do Brasil, é importante que se leve em consideração não apenas o impacto direto da política monetária, mas também o impacto da interação entre a política monetária e o setor financeiro (medida pelos MCIs e FCIs). Adicionalmente, foram realizados testes para avaliar se tais índices são capazes de prever movimentos futuros do produto real. O primeiro teste utilizado foi o da causalidade de Granger, que concluiu que os índices de condições monetárias e financeiras causam, no sentido de Granger, o PIB. Em seguida verificou-se o poder de previsão dos MCIs e FCIs fora da amostra, concluindo-se que, em geral, os índices apresentaram uma melhor performance quando comparados aos valores defasados do próprio PIB. O segundo ensaio procurou analisar os impactos da abertura econômica...

Política monetária e produto regional no Brasil (2002-2011)

Guimarães, Rafael Rockenbach da Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.69%
O presente estudo consiste em verificar se são simétricos os efeitos da política monetária brasileira sobre a atividade econômica das cinco grandes regiões que integram o país. A estratégia desenvolvida combina as técnicas de análise de componentes principais (ACP), para decompor as variáveis que medem a atividade econômica regional em componente comum e componentes região-específicos, e de vetores autorregressivos (VAR), com objetivo de observar o comportamento dessas variáveis em resposta a choques de política monetária. Os resultados obtidos indicam simetria dos efeitos da política monetária no produto de cada uma das cinco regiões brasileiras, pois o componente comum responde à política monetária conforme o esperado, representando a simetria desse efeito. Adicionalmente, os componentes idiossincráticos das regiões indicaram ausência de impacto da política monetária. Portanto, ao afetar o componente comum à atividade econômica regional e não impactar seus componentes idiossincráticos, a política monetária pode ser considerada simétrica.; This work presents an analysis of whether the effects of Brazilian monetary policy in regional outputs are symmetric or not. The strategy developed combines the techniques of principal component analysis (PCA) to decompose the variables that measure regional economic activity in common and region-specific components; and vector autoregressive (VAR)...

A influência política dos banqueiros na condução da política monetária brasileira durante o regime de alta inflação (1975-1994); The banker`s influence on Brazilian monetary policy during the high inflation regime

Luiz Carlos de Andrade Kessler
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.71%
Este trabalho tem como objetivo evidenciar a influência política do empresariado financeiro na condução da política monetária brasileira. Subsidiado por perspectivas teóricas sobre o Estado, a verificação desta influência foi guiada pelas seguintes abordagens: Elitista, Pluralista, Escolha Racional, Marxista e Neo-institucionalista. Cada qual com suas metodologias próprias, questões e hipóteses subjacentes diferenciadas da questão principal deste trabalho, mas que auxiliaram na sua resolução. Os resultados empíricos dos diversos modelos formulados, de acordo com cada abordagem foram parecidos, problemas de autocorrelação serial devido à má especificação (omissão de variáveis) ou coeficientes de determinação com valores extremamente baixos, evidenciando pouca influência da política na condução da política monetária. Estes resultados embora refutem a hipótese original que os banqueiros têm grande influência na política monetária brasileira, também revelam a dificuldade de se constatar qualquer influência política sobre uma matéria que responde fortemente a eventos conjunturais. Não satisfeito com resultado apresentado pelas abordagens tradicionais, resolveu-se buscar um abordagem mais apropriada à análise política da política econômica...

Transmissão da política monetária

Tomazzia, Eduardo Cardeal
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 107 f.| grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
66.74%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Economia, Florianópolis, 2009; Este estudo tem como objetivo investigar características importantes da política monetária e sua transmissão na economia brasileira entre 1995 e 2009, entre elas as respostas das principais variáveis macroeconômicas aos choques de política monetária exógena e não esperada, as quebras estruturais destas relações e também a reação da produção industrial desagregada. Para tanto, utilizou-se da estimação de modelos VAR e SVAR para captar o efeito exógeno da política monetária, cuja identificação das restrições foi realizada por métodos de análise sistêmica de estruturas. Além disso, a estabilidade dos parâmetros estimados foi flexibilizada pela estimação de modelos MS-VAR, o que trouxe insights sobre as mudanças estruturais da economia brasileira. Foram identificados três regimes de transmissão da política monetária: (i) 1995 a 1998, coincidente com o regime de câmbio semi-fixo, com a taxa de câmbio sendo o elemento preponderante na definição da taxa SELIC, que cumpria a função de absorver dos choques externos; (ii) 1999 a meados de 2003...

O impacto da política monetária do BCE na Zona Euro : os casos da Alemanha-Luxemburgo e Portugal-Grécia

Soares, Ana Cristina Guedes
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.68%
Dissertação de mestrado em Economia Monetária, Bancária e Financeira; Este trabalho tem como tema a recente União Monetária Europeia, e de que forma os seus países membros se estão a adaptar à política monetária que surgiu com a criação de um novo banco central para toda a Zona Euro: o BCE. A criação de uma moeda única para o velho continente foi um passo gigante, na tentativa de unir um conjunto de países de forma a criarem uma moeda com poder mundial, de onde todos os Estados-membros poderiam tirar proveito. No entanto, mesmo sendo ainda um projeto recente, a União Monetária Europeia está já a ultrapassar um período de muita instabilidade, devido à crise económica mundial que se atravessa e, se não conseguir sobreviver a este primeiro teste, poderá vir a sucumbir e falhar, apesar do contínuo esforço para a continuação da moeda. Assim, o presente trabalho tem como objetivo o estudo da Política Monetária levada a cabo pelo BCE, e tentar explicar de que forma o seu objetivo principal de manutenção da estabilidade de preços acaba por influenciar outros fatores fundamentais da economia. É importante referir que, mesmo tendo apenas um objetivo de Política Monetária, o BCE acaba por influenciar outras variáveis económicas. Para tal...

Cláusulas de escape para a política monetária num regime de inflation targeting

Moreira, José Miguel Marques
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /04/2002 Português
Relevância na Pesquisa
66.75%
Mestrado em Economia Monetária e Financeira; De entre os arranjos monetários que foram surgindo na literatura económica como soluções para o problema do enviesamento inflacionista associado à inconsistência temporal da política monetária, o regime de Inflation Targeting corresponde seguramente ao que mais adeptos tem reunido nos últimos anos. Embora com um desenho adequado um Inflation Targeting possa ser dotado de um razoável grau de flexibilidade, o facto dessa opção envolver quase sempre um trade-off entre a credibilidade e a flexibilidade da política monetária, e o facto do regime atribuir, por natureza, bastante relevância à estabilidade dos preços (e, portanto, à necessidade de manter uma imagem anti-inflacionista), levam a que a ocorrência de choques da oferta particularmente significativos possa causar grandes dificuldades ao regime para lidar com os aspectos da economia real. Isto levanta a questão acerca da utilidade da existência de cláusulas de excepção no âmbito destes arranjos de política monetária. Após mostrar que existem regimes de Inflation Targeting que têm estatutariamente previsto (embora de forma pouco explícita) a possibilidade de alterar a forma como a política monetária é normalmente conduzida sempre que ocorram determinadas circunstâncias...

Evidências de Pass-Through incompletos da taxa de juros, crédito direcionado e canal de custo da política monetária no Brasil

Silva, Igor Ézio Maciel; Paes, Nelson Leitão (Orientador); Bezerra, Jocildo Fernandes (Coorientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.69%
A formulação de políticas monetárias eficientes depende do entendimento dos seus diversos mecanismos de propagação. Alguns estudos procuraram analisar a operacionalidade de diferentes canais de transmissão para a economia brasileira, como, por exemplo, o canal tradicional da taxa de juros, o canal de crédito, canal de preço dos ativos e canal da taxa de câmbio, mas pouca atenção foi dada ao canal de custo. O canal de custo opera através da oferta agregada. Um aumento da taxa de juros promove aumento nos custos das firmas, o que gera incentivo para o aumento dos preços. Dessa forma, uma política monetária contracionista poderia promover um aumento do nível de preços ao invés de uma redução, fato este que tem sido documentado em estudos empíricos, sendo denominado como price-puzzle. O objetivo deste estudo foi analisar a operacionalidade do canal de custo da política monetária no Brasil, destacando o papel desempenhado pelos bancos. Para tanto, um modelo DSGE Novo-Keynesiano foi desenvolvido e estimado. Nesse modelo, o nível da taxa de juros para empréstimos cobrada pelos bancos influencia diretamente o custo das empresas. Além disso, o modelo incorpora rigidez no mercado financeiro (somente uma fração dos bancos reajusta sua taxa de juros para empréstimo a cada período)...

Regimes cambiais, controles de capitais e autonomia de política monetária

Gomes, Emílio Flávio Guerra
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.67%
Resumo: Nas últimas décadas observa-se uma clara tendência rumo à flexibilização da taxa de câmbio e liberalização da conta de capitais. Ambas as medidas são extremamente relevantes para condução de política monetária. Regimes cambiais flexíveis estão associados a uma maior volatilidade cambial e autonomia de política monetária. A livre mobilidade de capitais amplia a volatilidade e o desalinhamento cambial em países emergentes e, dado que a taxa de câmbio é um preço relevante para esses países, isso afetará a regra de política monetária. A proposta do presente estudo é investigar o ganho ou perda de autonomia de política monetária com adoção de diferentes regimes cambiais e níveis de mobilidade de capitais. Para isso foi estimado o impacto da adoção de instrumentos de controles de capitais, condicionado ao regime cambial, sobre a redução da volatilidade da taxa de câmbio e juros, utilizando a metodologia GARCH. Em termos gerais, os resultados obtidos indicam que os controles atuam no sentido de reduzir a volatilidade do câmbio o que permitiria maior autonomia na condução da política monetária, porém os resultados para a volatilidade da taxa de juros não foram conclusivos.

O canal do crédito bancário na transmissão da política monetária: evidência para Portugal

Nóbrega, Celso António Quintal
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /04/2005 Português
Relevância na Pesquisa
66.7%
Mestrado em Economia Monetária e Financeira; A teoria do canal do crédito veio juntar-se às teorias Keynesianas e Monetaristas na explicação da transmissão da política monetária à economia real. Segundo esta teoria, os impulsos da política monetária são transmitidos à economia real através dos problemas de informação assimétrica presentes no mercado do crédito, subdividindo-se em duas abordagens diferentes, a do canal do crédito em sentido lato e a do canal do crédito bancário. A evidência empírica presente na literatura, não é conclusiva quanto à existência do canal do crédito, existindo estudos, mesmo para a mesma economia, que concluem pela existência e outros que não. Em relação ao canal do crédito bancário, Portugal apresenta-se como um caso paradigmático. O presente trabalho pretende, assim, clarificar a questão da existência do canal do crédito bancário em Portugal. Com dados de um painel de bancos portugueses é estimada uma função de oferta de crédito, a partir da qual se testa até que ponto a concessão de crédito por cada banco está dependente do seu nível de depósitos, que se assume estar dependente da política monetária. Os resultados permitem concluir que a oferta de crédito reage às variações no nível de depósitos e...

Canales de transmisión de la política monetaria: una revisión para el caso colombiano

Garizado Román, Paula Andrea; Londoño Martinez, Harold H.
Fonte: Universidad Autónoma de Occidente Publicador: Universidad Autónoma de Occidente
Tipo: Artículo Formato: PDF
Português
Relevância na Pesquisa
66.68%
El objetivo de este trabajo es evaluar empíricamente los canales de transmisión de la política monetaria en Colombia. Utilizando la metodología econométrica de vectores autoregresivos (VAR), se estima que tanto el canal del dinero como el canal del crédito transmiten los efectos de la política monetaria a la economía colombiana. Se evalúa de igual forma los resultados de una política monetaria expansiva a través del canal del crédito tanto en las empresas como en los hogares, acudiendo a modelos que contemplan variables relacionadas con ambos agentes y dando como resultado que el efecto liquidez sí se presenta para el caso colombiano, pero que lo que no funciona es el canal del crédito bancario, pues ante una innovación positiva en la base monetaria, el crédito reacciona positivamente para la cartera comercial. Estos resultados están mostrando diferencias que permiten cuestionar una homogeneidad en las consecuencias de la política monetaria de los distintos agentes en el mercado del crédito quedando evidenciado que existen diferencias entre los resultados de la política monetaria en el crédito a los empresarios y a los hogares.

O papel da incerteza na política monetária do Brasil durante o regime de metas de inflação

Silva, Newton Gracia da, 1990-
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 110 f. : il.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.69%
Orientador : Prof. Dr. Fabiano Dalto; Co-orientador : Prof. Dr. Fabio Scatolin; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas. Defesa : 28/04/2015; Inclui referências (fls. 105-110); Área de concentração : Economia política; Resumo: o presente trabalho tem o objetivo de analisar o papel da incerteza na elaboração da política de juros brasileira. A fim de conseguir isso, ele analisa o comportamento do Comitê de Política Monetária (Copom) através de várias ferramentas de comunicação, mas especialmente as suas atas de 1999 a 2013. Em primeiro lugar, discute-se o regime de metas inflacionárias e, especialmente, como as funções reação da política monetária funcionam enquanto mecanismo de decisão. Em segundo lugar, o trabalho aborda o tema da "política de juros e incerteza", mas, com foco em três categorias: incerteza paramétrica, modelo e global. Esta etapa é consideravelmente teórica e fornece subsídios para a análise posterior. Certamente, essa análise do processo decisório tem como objetivo compreender, mais detalhadamente, o papel da incerteza na política de juros do Brasil. Esta fase acessa diretamente a informação usada...

Propuestas alternativas al uso de la intervención esterilizada como instrumento de política monetaria en México

Mimbrera Delgado, Mónica Cristina
Fonte: XI Seminario de Economía Fiscal y Financiera Crisis, estabilización y desorden financiero Publicador: XI Seminario de Economía Fiscal y Financiera Crisis, estabilización y desorden financiero
Tipo: Ponencia/Presentación en Jornada, Congreso; PeerReviewed Formato: application/vnd.ms-powerpoint
Publicado em 30/03/2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.69%
Los esquemas de metas de inflación (IT) en los países en desarrollo establecen un objetivo primordial de estabilidad de precios, y excluyen otras metas importantes como la generación de empleo, el aumento de la inversión o la tasa de crecimiento económico. Los supuestos en los que se basa el enfoque de objetivos de inflación, argumentan que la única variable macroeconómica que la banca central puede controlar a largo plazo es la tasa de inflación, y que una estabilidad de precios es condición indispensable para alcanzar otras metas económicas (Mishkin, 2001; Bernanke et al, 1999). Así, la adopción de IT en las economías emergentes ha tenido como saldo una reducción del ritmo de crecimiento económico y de generación empleos, lo que se ha traducido en la incapacidad de este esquema de disminuir el índice de sacrificio que relaciona los costos del desempleo con el combate a la inflación (Epstein y Yeldan, 2008). Adicionalmente, la política convencional de incremento en las tasas de interés para contener la inflación ha conducido a distorsiones en la distribución del ingreso y en la asignación de los recursos financieros, en perjuicio del capital productivo y los salarios. En este trabajo, se propone analizar un enfoque alternativo de política macroeconómica que tenga como objetivo el cumplimiento de variables reales (empleo...