Página 1 dos resultados de 7526 itens digitais encontrados em 0.027 segundos

Análise dos impactos da linha Finem na produção industrial brasileira por meio de vetores autoregressivos

Malafaia, Karla de Alvarenga Charles
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.22%
Este trabalho se propõe a testar e quantificar a importância do investimento de longo prazo, captado pela série de desembolsos da linha BNDES Finem, na produção industrial brasileira. Através dos modelos de causalidade de Granger e Função resposta ao impulso, podemos verificar as respostas acumuladas ao longo de três anos da linha Finem a choques positivos de um desvio padrão nas variáveis inflação, produção industrial, spread, e, da mesma forma um choque na variável Finem com resposta nas variáveis acima descritas. Além disso, é possível identificar a importância do BNDES como um ator anticíclico em períodos de crise como na economia brasileira. Como resultado, encontramos que apesar dos desembolsos Finem não Granger causarem a produção industrial brasileira, se testadas em conjunto com dados de inflação e a diferença entre a Selic e a TJLP rejeita-se a hipótese nula de não causalidade a 1% de significância. Já os testes de funções de resposta ao impulso indicam que a taxa de crescimento da produção industrial tem resposta positiva a um choque de desvio padrão nos desembolsos de Finem. Contudo, se testada em conjunto um choque no Finem apesar de impactar positivamente a produção industrial acaba pressionando a inflação.

As práticas discursivas dos operários em empreendimentos de produção industrial autogestionária

Webler, Darlene Arlete
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
56.04%
Esta tese apresenta nossa pesquisa acerca das práticas discursivas de trabalhadoresassociados em empreendimentos de produção industrial na modalidade da autogestão, no Rio Grande do Sul. Trata-se de empreendimentos autogestionários que se instauraram a partir de empresas de gestão capitalista – ou seja, de massas falidas – e que se apresentam atualmente como alternativas de geração de trabalho e renda e de construção de novas relações sociais de produção. Nosso propósito principal reside em comprovar que as práticas discursivas emergentes na organização operária autogestionária instituem um novo campo discursivo, o que significa dizer que se trata de um acontecimento discursivo. Assim, o estudo passa pela observação dos discursos que emergem dos e sobre os sujeitos autogestionários, revelando novas concepções de trabalho, novas práticas discursivas que são atravessadas por saberes confluentes, contraditórios e até antagônicos à autogestão. A opção teórica, para o presente estudo, está alicerçada na perspectiva da Análise do Discurso, de linha francesa, a partir de Michel Pêcheux, caracterizando-se pelo enfoque nos processos de produção de sentido e de suas determinações histórico-sociais...

Business cycle in the industrial production of brazilian states

Portugal, Marcelo Savino; Morais, Igor Alexandre Clemente de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
56.17%
Este artigo aplica o modelo de Mudanças Markovianas com o propósito de verificar duas características da produção industrial de seis importantes estados brasileiros. Primeiramente, nós tentamos determinar os períodos dos ciclos de negócio e, logo depois, nós verificamos a existência ou não de um componente não observável que é comum a todas as séries de 1980 a 2001. As características desse comovimento são verificadas através de modelos multivariados. Os resultados das estimativas univariadas nos permitem inferir sobre a existência de um comportamento similar entre a produção industrial dos estados do sudeste e dos estados do sul. O modelo multivariado eficientemente captura o comportamento cíclico da produção industrial quando usado regionalmente, então revelando uma dinâmica para os períodos de crescimento e recessão, que difere entre essas duas regiões.; The present paper applies the Markov switching model with the aim of checking two industrial production features of six major Brazilian states. Firstly, we try to determine the date of business cycles and, soon afterwards, we verify the existence or not of an unobservable component that is common to all series from 1980 to 2001. The characteristics of this comovement are checked by multivariate models. The results from the univariate estimates allow us to infer about the existence of a similar behavior between the industrial production of the southeastern states and that observed in the southern states. The multivariate model efficiently captures the cyclic behavior of industrial production when used regionally...

Prevendo o crescimento da produção industrial usando um número limitado de combinações de previsões

Hollauer,Gilberto; Issler,João Victor; Notini,Hilton H.
Fonte: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2008 Português
Relevância na Pesquisa
55.96%
O objetivo central deste artigo é o de propor e avaliar modelos econométricos de previsão para o PIB industrial brasileiro. Para tanto, foram utilizados diversos modelos de previsão como também combinações de modelos. Foi realizada uma análise criteriosa das séries a serem utilizadas na previsão. Nós concluímos que a utilização de vetores de cointegração melhora substancialmente a performance da previsão. Além disso, os modelos de combinação de previsão, na maioria dos casos, tiveram uma performance superior aos demais modelos, que já apresentavam boa capacidade preditiva.

Produção industrial no Brasil: uma análise de dados em tempo real

Cusinato,Rafael Tiecher; Minella,André; Pôrto Júnior,Sabino da Silva
Fonte: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.02%
A recente literatura sobre análise de dados em tempo real tem mostrado que diversas medidas de atividade econômica passam por importantes revisões de dados ao longo do tempo, implicando limitações relevantes para o uso dessas medidas. Organizamos um conjunto de dados de produção industrial (PI) em tempo real para o Brasil e avaliamos a extensão na qual as séries de crescimento e hiato da PI são revisadas. Encontramos revisões substanciais de crescimento mensal, da média móvel trimestral e do hiato da PI.

Produção industrial

Martins, Humberto Eustáquio Soares
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 23054 bytes; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.09%
Comenta o crescimento da produção industrial do Brasil, apresentado dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE. Explica que esse crescimento é vinculado ao consumo doméstico, de acordo com uma demanda maior de eletrodomésticos, produtos farmacêuticos, móveis e itens relacionados com a indústria automobilística. Ao final, sintetiza, elaborando que a produção industrial significa as riquezas industriais de um país, onde se desenvolve grande atividade de transformação de matéria prima gerando mais emprego e desenvolvimento.

Estimativas do valor da produção industrial e elaboração de coeficientes de exportação e importação da indústria brasileira: 1985-96; Texto para Discussão (TD) 563: Estimativas do valor da produção industrial e elaboração de coeficientes de exportação e importação da indústria brasileira: 1985-96; Estimates of the value of industrial production and processing of export ratios and import of Brazilian industry: 1985-96

Haguenauer, Lia; Markwald, Ricardo; Pourchet, Henry
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
66.23%
O trabalho tem como objetivo a elaboração de séries desagregadas do valor da produção industrial brasileira para o período 1985-96 e a estimativa de coeficientes de exportação, de importação e de penetração das importações, também desagregados setorialmente, para o mesmo período. Na primeira parte do trabalho, as séries desagregadas do valor da produção industrial são desenvolvidas com base em duas metodologias diferentes. Os resultados obtidos são comparados com séries oriundas de outras fontes de dados, levando à escolha da série que, na opinião dos autores, fornece melhor aproximação para a estimativa desagregada do valor da produção industrial brasileira no período. A segunda parte do trabalho é destinada ao cálculo dos coeficientes de exportação (exportação/valor da produção), de importação (importação/valor da produção) e de penetração das importações (importação/consumo aparente). Os resultados obtidos são, mais uma vez, comparados com aqueles derivados de outros estudos divulgados recentemente. O trabalho conclui com a identificação e a explicação das discrepâncias encontradas.; 77 p. : il.

Ciclos de negócios em uma perspectiva não-linear: modelo auto-regressivo de “transição suave” para o índice geral de produção industrial brasileiro e bens de capital

Faleiros, João Paulo Martin; Alves, Denisard Cneio de Oliveira
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
66.11%
O objetivo deste artigo é investigar os aspectos e conseqüências da não-linearidade no índice geral de produção industrial e índice de produção de bens de capital brasileiro, que podem ser adequadamente descritos pelo modelo Smooth Transition Autoregressive (STAR). Essa família de modelos incorpora um comportamento assimétrico permitindo aos ciclos de negócios alternarem endogenamente entre diferentes tipos de regimes. Além do mais, um teste é realizado com vistas a distinguir entre não-linearidade e additive outliers (AO). Os resultados são interpretados por meio das raízes do polinômio característico, que provê informações relevantes a respeito das propriedades dinâmicas, e também pela extrapolação determinística da estimativa do modelo STAR. Conclui-se que a produção geral da indústria e a produção de bens de capital transitam de um momento de profunda recessão para uma situação de crescimento positivo de modo violento.; p. 277-305 : il.

A política industrial em uma perspectiva de longo prazo; Texto para Discussão (TD) 590: A política industrial em uma perspectiva de longo prazo; Industrial policy in a long-term perspective

Gonçalves, Robson R.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
56.11%
O escopo central deste texto é oferecer uma análise atualizada de elementos para uma política industrial com consistência a longo prazo. A partir da discussão do impacto das alterações no ambiente macroeconômico dos anos 90 sobre a competitividade industrial, conclui-se pela existência de um grande espaço para a consecução de uma política industrial, ainda que em moldes bastante distintos daqueles observados durante a etapa de industrialização substitutiva de importações. A necessidade de alterar tanto o próprio conceito quanto a prática da política industrial se impõe como resultado da crescente relevância assumida por elementos atualmente centrais para o sucesso industrial; dentre eles, a integração econômica internacional, a manutenção de elevados níveis de concorrência e o dinamismo tecnológico. O alvo central de tal política industrial deve ser a melhora das condições gerais de competitividade, com a redução do tempo de aprendizado necessário ao incremento qualitativo da produção industrial do país e com a criação de um autêntico sistema nacional de inovação. O resultado potencial seria a constituição de um “processo de substituição de exportações”, o qual poderia contribuir para o equilíbrio do balanço de pagamentos do país.; 29 p.

Revisão metodológica da PIM-PF e impactos sobre a trajetória da produção industrial; Methodological revision of the Monthly Industrial Research - Physical Production (PIM-PF) and impacts on the industrial production trajectory

Carvalho, Leonardo Mello de
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Carta de Conjuntura - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
66.22%
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou em abril último, através da sua Coordenação de Indústria, a reformulação implementada na Pesquisa Industrial Mensal-Produção Física (PIM-PF). No mês seguinte, foram divulgados os dados referentes a março de 2014. Dentre as mudanças metodológicas introduzidas, visando retratar de maneira mais fiel a evolução da produção do setor industrial brasileiro, destacam-se: i) reclassificação das atividades de acordo com a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) na sua versão 2.0; ii) atualização do sistema de ponderação dos produtos, tendo como base a pesquisa Produção Industrial Anual (PIA) em nível de empresa e produto, cuja referência passa a ser o ano de 2010; e iii) atualização da amostra de produtos, setores e informantes. Em relação aos aspectos metodológicos, a migração para o sistema de classificação das atividades industriais com base na CNAE 2.0 provocou algumas alterações importantes na pesquisa.; p. 105-110 : il.

Participação das exportações na produção industrial dos estados brasileiros : uma análise para o período 2000-2010; Exports’ participation in the industrial production of brazilian states : a review for the 2000-2010 period

Nonnenberg, Marcelo José Braga; Berner, Luís
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Boletim de Economia e Política Internacional - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
66.25%
O objetivo deste artigo é analisar a evolução da relação entre exportações de produtos manufaturados e produção industrial no Brasil, entre 2000 e 2010. Com base nos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), foi calculada a relação entre exportações e produção industrial para esse período por Unidade da Federação. Em linhas gerais, a participação das exportações de produtos manufaturados na produção industrial brasileira pouco se alterou no período, mantendo-se em torno de 20%. Na análise por estados, o quadro que se sobressai é que a grande maioria apresenta maior competitividade externa nos setores mais intensivos em recursos naturais e mão de obra. Ao mesmo tempo, verifica-se uma perda de competitividade das exportações de setores mais intensivos em tecnologia e aumento da participação das exportações nos setores mais intensivos em recursos naturais.; p. 5-14

Previsão do nível e ciclo da produção industrial; Previsão do nível e ciclo da produção industrial: Textos para Discussão Interna (TD) 161; Level forecasting and industrial production cycle

Markwald, Ricardo; Moreira, Ajax R. B.; Pereira, Pedro L. Valls
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
56.09%
O trabalho tem como objetivo a construção de um indicador antecedente (leading indicator) visando à previsão das reversões cíclicas de uma série alvo, no caso, o índice da produção da indústria geral. São explorados métodos alternativos de agregação das séries antecendentes optando-se pela escolha de ponderadores obtidos a partir de uma regressão de mínimos quadrados ordinários entre a série-alvo e as séries antecedentes. Adicionalmente, é ajustada uma função de previsão que relaciona dinamicamente o indicador antecedente com a série-alvo e são calculadas também as probabilidades de ocorrência de reversão. Na linha sugerida por Neftçi admite-se que a série-alvo possa ser representada por um processo estocástico que nos momentos (pontos) de reversão muda de regime. A partir desse pressuposto, o trabalho procede ao reconhecimento desses pontos com base nas séries-alvo observada e prevista, para uma dada probabilidade de falsa indicação.; 43 p. : il.

Análise de intervenção via estimação clássica e Bayesiana de fatores de desconto: uma aplicação para o índice da produção industrial no Brasil; Texto para Discussão (TD) 464: Análise de intervenção via estimação clássica e Bayesiana de fatores de desconto: uma aplicação para o índice da produção industrial no Brasil; Intervention analysis by classical and Bayesian estimation of discount factors: an application to the index of industrial production in Brazil

Lima, Elcyon Cayado Rocha; Ehlers, Ricardo Sandes
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
66.17%
Neste artigo especificamos um modelo de univariado estrutural, que decompõe séries de tempo em componentes não-observáveis, para o índice da produção industrial e comparamos os resultados obtidos para os componentes e sazonal, quando os de desconto, inclusive os dos períodos com quebras estruturais (Plano Cruzado e Plano Collor), são estimados através de métodos clássicos e bayesianos (Amostragem Ponderada-Reamostragem). Os principais resultados encontrados são: a) os componentes do índice da produção industrial não são significativamente diferentes quando se utiliza um procedimento estimação clássico ou bayesiano dos fatores de desconto. Este resultado decorre do formato da verossimilhança, que apresenta um pico elevado numa pequena região do espaço dos possíveis valores dos fatores de fatores desconto; b) o procedimento bayesiano de se fixar subjetivamente os fatores de desconto pode implicar um afastamento substancial entre a distribuição a priori do desconto e a verossimilhança; e c) os fatores sazonais estimados não são substancialmente diferentes dos obtidos através do método X11- Arima.; 26 p. : il.

Previsão da inflação e produção industrial pós-choque via análise de intervenção; Textos para Discussão Interna (TD) 94: Previsão da inflação e produção industrial pós-choque via análise de intervenção; Forecast inflation and post-shock industrial production through intervention analysis

Migon, H. S.; Brasil, G. H.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
66.12%
As recentes medidas econômicas (fev./86) ocasionararam mudanças estruturais em toda a economia brasileira. Nessa situação, uma modelagem que permita considerar explicitamente esses impactos é de extrema importância. Duas intervenções realizadas com o modelo linear dinâmico proposto por Harrison-Stevens (1976) são elaboradas: como método de previsão para a inflação e para produção industrial geral e de bens de consumo.; 18 p. : il.

Indicadores de emprego e produção industrial: uma nota metodológica; Indicators of employment and industrial production: a methodological note; Textos para Discussão Interna (TD) 51: Indicadores de emprego e produção industrial: uma nota metodológica

Reis, Eustáquio; Bonelli, Regis
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
66.22%
Este trabalho se propõe a apontar alguns problemas nos indicadores de emprego e produção industrial obtidos a partir da Pesquisa Industrial Mensal do IBGE (PM), mostrando inconsistência entre esses indicadores e as estatísticas de emprego e produção que são publicadas pelas Pesquisas Industriais (PI) do próprio IBGE. Concluiu-se que existem evidências seguras de que os indicadores mensais de emprego e produção obtidos da Pesquisa Mensal tenderam a subestimar as variações de emprego e produção na Indústria de Transformação.; 41 p. : il.

Uma Descrição preliminar da produção setorial da indústria entre 2007 e 2010

Bahia, Luiz Dias; Pompermayer, Fabiano Mezadre; Gusso, Divonzir Arthur
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Radar - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
56.17%
O objetivo deste trabalho é descrever preliminarmente o trajeto da produção industrial com abertura máxima de setores fornecida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em sua Pesquisa Industrial Mensal (PIM). Veremos que a recuperação da produção física industrial indica que o país superou a crise de 2008, chegando ao ponto de surgirem temores, entre os agentes de política econômica e no setor financeiro, de recrudescimento da inflação. Na análise setorial, entretanto, observa-se que a recuperação centrou-se, em parte, em subsetores diferentes dos que vinham puxando o crescimento imediatamente anterior à crise. Em anexo, serão apresentados todos os subsetores industriais, com seu melhor índice PIM no período pré-crise, o mesmo índice em março de 2010, ordenados pela relação entre estes dois dados.; p. 3-8 : il.

Produção industrial por intensidade tecnológica: setores intensivos em tecnologia foram mais afetados durante a crise

De Negri, Fernanda; Alvarenga, Gustavo; Santos, Carolina
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Radar - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
66.25%
Neste texto, investiga-se até que ponto a crise também teve impactos sobre a composição da produção industrial brasileira. Em outras palavras, busca-se saber se a crise afetou mais fortemente a produção industrial de produtos intensivos em tecnologia do que outros segmentos da indústria. Para tanto, os setores de atividade da Pesquisa Industrial Mensal do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (PIM-IBGE) foram agregados, segundo a metodologia proposta pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), em setores de baixa, média baixa, média alta e alta tecnologia. Calculou-se, para cada uma destas categorias, um índice composto de produção física, a partir da média ponderada dos índices de produção física dos setores que compõem cada uma das quatro categorias de análise. O fator de ponderação utilizado para o cálculo do novo índice foi a participação percentual de cada setor no valor bruto da produção de sua respectiva categoria em 2007 – último dado disponível da Pesquisa Industrial Anual (PIA).; p. 3-5 : il.

Prevendo o crescimento da produção industrial usando um número limitado de combinações de previsões

Hollauer, Gilberto; Issler, João Victor; Notini, Hilton H.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2008 Português
Relevância na Pesquisa
56.05%
O objetivo central deste artigo é o de propor e avaliar modelos econométricos de previsão para o PIB industrial brasileiro. Para tanto, foram utilizados diversos modelos de previsão como também combinações de modelos. Foi realizada uma análise criteriosa das séries a serem utilizadas na previsão. Nós concluímos que a utilização de vetores de cointegração melhora substancialmente a performance da previsão. Além disso, os modelos de combinação de previsão, na maioria dos casos, tiveram uma performance superior aos demais modelos, que já apresentavam boa capacidade preditiva.; The purpose of this article is to propose and evaluate forecasting models for the Brazilian industrial GDP. Most models are based on vector auto-regressions (VARs) or on restricted VARs, but models on the ARMA class are also entertained. We used many forecasting models and also combinations of these models. The use of cointegration vectors improves substantially the forecast performance of industrial GDP. Furthermore, in general, combining models out-performed individual models, even when the performance of the later was acceptable.

Produção industrial no Brasil: uma análise de dados em tempo real

Cusinato, Rafael Tiecher; Minella, André; Pôrto Júnior, Sabino da Silva
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.09%
A recente literatura sobre análise de dados em tempo real tem mostrado que diversas medidas de atividade econômica passam por importantes revisões de dados ao longo do tempo, implicando limitações relevantes para o uso dessas medidas. Organizamos um conjunto de dados de produção industrial (PI) em tempo real para o Brasil e avaliamos a extensão na qual as séries de crescimento e hiato da PI são revisadas. Encontramos revisões substanciais de crescimento mensal, da média móvel trimestral e do hiato da PI.; Recent literature on real-time data analysis has shown that several economic activity measures go through important revisions over time, limiting the use of those measures. We organize a real-time data set for industrial production (IP) in Brazil and assess the revisions of the series of IP growth and gap. We find that the revisions of month-over-month growth, three-month moving average growth and IP gap are substantial.

Relationship between investment in intangibles and total factor productivity: a study of the brazilian industrial sector; Relación entre inversiones en intangibles y productividad total de factores: un estudio del sector industrial brasileño; Relação entre investimentos em intangíveis e produtividade total de fatores: um estudo do setor industrial brasileiro

Vaz, Janderson Martins; Universidade Federal de Lavras - UFLA; de Benedicto, Gideon Carvalho; Universidade Federal de Lavras - UFLA; Carvalho, Francisval de Melo; Universidade Federal de Lavras - UFLA; de Mendonça, Fabrício Molica; Universidade Federal
Fonte: UFSC Publicador: UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 11/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
56%
The present study aimed to investigate the intangibility and total factor productivity (TFP) and verify causality relationship between these two variables in the Brazilian industrial sector. To that end, the variables were analyzed using the Granger causality test. The results of Granger causality tests showed that two of the twelve sectors analyzed showed causality of GI in the sense of Granger for TFP. On the other hand, two sectors showed causality of TFP in the sense of Granger for GI. These results concluded that the intangibility of the Brazilian industrial sector, despite having growth, has not yet reached the levels of intangibility of the companies belonging to the most developed countries.; El presente estudio tuvo como objetivo investigar la intangibilidad y la productividad total de factores (PTF) y verificar la relación de causalidad entre esas dos variables en el sector industrial brasileño. Para eso, las variables fueron analizadas por medio del test de causalidad de Granger. Los resultados de los tests de causalidad de Granger mostraron que de los doce sectores analizados, dos presentaban relación de causalidad del GI en el sentido de Granger para la PTF.  Por otro lado, dos sectores presentaron relación de causalidad de la PTF en el sentido de Granger para el GI. Esos resultados permitieron concluir que la intangibilidad del sector industrial brasileño...