Página 1 dos resultados de 32 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

A divulgação da informação ambiental : um estudo com empresas do setor de energia elétrica do Brasil e da Península Ibérica

Carneiro, Célia Maria Braga
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
66.4%
A divulgação ambiental tem sido ampliada de forma voluntária ou obrigatória no âmbito mundial, desde a década de 1990. Os principais meios para divulgar são o relatório ambiental ou de sustentabilidade e a Internet. No setor de energia elétrica, no Brasil e na Península Ibérica, as empresas fazem divulgação voluntária utilizando as orientações internacionais da Global Reporting Initiative (GRI). No Brasil, o agente regulador definiu as orientações da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) para a elaboração do Relatório Socioambiental, que é de publicação voluntária. Na Espanha, há uma normalização obrigatória específica do setor e uma abrangente. Em Portugal, há uma legislação ampla, que também se aplica às empresas da indústria de energia elétrica. O estudo da divulgação ambiental voluntária foi analisado no Brasil e na Península Ibérica, visando a cumprir o objetivo geral e os específicos. O objetivo geral da pesquisa foi identificar os fatores determinantes do nível da divulgação da informação ambiental nas empresas do setor de energia elétrica no Brasil, considerando a pressão dos stakeholders externos, no exercício de 2007 e no período de 2006‐2009. Os objetivos específicos consideram: identificar o nível da divulgação da informação ambiental no Brasil e na Península Ibérica...

Relato de sustentabilidade : práticas no setor da construção civil

Caetano, Dina da Costa
Fonte: Instituto Politécnico de Leiria Publicador: Instituto Politécnico de Leiria
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 19/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
96.21%
Dissertação de Mestrado em Finanças Empresariais apresentada à ESTG - Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Leiria.; O relatório de sustentabilidade é a prática de medir e divulgar através de um relatório, o desempenho económico, social e ambiental de uma organização empresarial. O processo de relato é voluntário, no entanto verifica-se um gradual crescimento na divulgação desta informação. Este estudo caracteriza-se por ser exploratório e foi desenvolvido através da análise aos relatórios e contas anuais e relatórios de sustentabilidade publicados nos anos de 2009, 2010 e 2011 por empresas do setor da construção civil. Efetuaram-se três ensaios distintos, o primeiro consistiu na análise de conteúdo tendo por base 10 empresas do setor da construção civil, 3 empresas portuguesas e 7 empresas espanholas que divulgam relatórios de sustentabilidade. O segundo ensaio consiste num estudo de caso sobre uma das maiores empresas do distrito de Leiria no setor da construção civil e o terceiro ensaio consiste numa proposta de implementar a sustentabilidade que poderá ser utilizada como referência por qualquer empresa dentro do setor da construção civil.

Uma investigação do nível de sustentabilidade das companhias de papel e celulose e a influência das informações financeiras sobre a qualidade da divulgação socioambiental; An investigation of the level of sustainability in companies on cellulose and paper segment and the influence of financial information on quality of environmental and social disclosure

Ciofi, José Leandro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
76.31%
O conceito de sustentabilidade tem sido discutido em âmbito mundial e influenciado de modo crescente as decisões de mercado nos mais diversos países. As nações, os governos, as corporações, os gestores e os cidadãos tiveram suas posturas e questionamentos ampliados sob os pontos de vista econômicos, sociais e ambientais. A propagação de uma geração verde não somente afetou questões ambientais como também transformou as informações de enfoque sustentável em importantes direcionadores ao mercado. Em meio a este cenário, as corporações dos mais diversos segmentos passaram a ter de criar mecanismos de comunicação com toda sua gama de interessados, de maneira a consolidar suas posturas e divulgar práticas responsáveis em toda a sua cadeia produtiva e operacional. Ao mesmo tempo em que as entidades priorizam geração de riqueza ao acionista, a influência do conceito de sustentabilidade impulsionou os gestores a justificarem os meios para se chegar ao lucro, desde a extração da matéria-prima até a expedição dos produtos acabados. Observava-se, neste contexto, que começam a surgir as primeiras distinções entre as empresas. Face à indagação sobre quem faz mais e as condições necessárias para isso, surgiu o objetivo deste trabalho: investigar o nível de responsabilidade socioambiental das empresas do setor de papel e celulose. Haverá a apuração do nível de aderência das empresas do setor de papel e celulose ao modelo de relatório de sustentabilidade da Global Reporting Initiative - GRI; e a confrontação deste nível de aderência com informações financeiras apresentadas pelas companhias da amostra...

Análise do relatório GRI enquanto ferramenta para a mensuração da sustentabilidade empresarial; Analysis of GRI Reporting as a tool for measuring corporate sustainability

Rocha, Tatiana Aparecida Coêlho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
116.63%
O aumento significativo da deterioração das condições ambientais e sociais em muitas partes do mundo indicam que a sustentabilidade como um todo pode estar ameaçada. Assim a sustentabilidade empresarial tornou-se um objetivo bastante almejado e de fundamental importância não só para as empresas que sofrem constantes pressões sociais, mas também para toda a humanidade. Por esses motivos, cada vez mais empresas estão adotando relatórios de sustentabilidade para demonstrar seu engajamento com a sustentabilidade empresarial. Para tanto, é preciso utilizar indicadores adequados para a mensuração de desempenho dessas organizações em relação à sustentabilidade. Assim, esta dissertação analisou relatórios de sustentabilidade e identificou que o relatório de sustentabilidade GRI vem sendo utilizado não apenas como um relatório de transparência mas como um certificador, portanto tem como objetivo avaliar se o GRI pode ser analisada como ferramenta adequada para a caracterização de empresas brasileiras enquanto sustentáveis, por meio de revisão bibliográfica, pesquisa em modelos de indicadores de sustentabilidade e análise dos relatórios das seis empresas brasileiras atestadas como A+. Como resultado desta pesquisa verificou-se que o GRI deve ser melhorado em vários e importantes aspectos para que possa ser usado como certificador da Sustentabilidade Empresarial.; The significant increase of deteriorating environmental and social conditions in many parts of the world indicate that sustainability as a whole may be threatened. Thus corporate sustainability has become a very desired objective and of fundamental importance not only for companies that suffer constant social pressures...

Disclosure socioambiental e custo de capital próprio de companhias abertas no Brasil; Social and environmental disclosure and cost of equity capital of public companies in Brazil

Rover, Suliani
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/02/2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.55%
O objetivo do trabalho é investigar a relação entre o disclosure voluntário socioambiental e o custo de capital próprio de companhias abertas no Brasil. Com base na Teoria da Divulgação Voluntária, espera-se uma relação negativa entre o disclosure socioambiental e o custo de capital próprio. Para tanto, selecionou-se as 91 empresas que compõem o Índice Brasil (IBrX), consideradas como as mais negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (BOVESPA). A pesquisa é composta por dois períodos de análise. O primeiro compreende os anos de 2001 a 2010 e foi utilizado na análise para verificar a relação entre a publicação do Relatório de Sustentabilidade e o custo de capital próprio, enquanto o segundo período, de 2008 a 2010, se constitui na base de análise para examinar a relação entre o disclosure socioambiental e o custo de capital próprio. A métrica de disclosure voluntário socioambiental foi elaborada a partir de 20 pesquisas, na qual resultou em 80 subcategorias, sendo 40 referentes à divulgação social e 40 relacionadas ao meio ambiente. Por meio da análise de conteúdo de 272 Demonstrações Financeiras e de 178 Relatórios de Sustentabilidade, mensurou-se o nível de disclosure socioambiental das empresas. O custo de capital próprio foi estimado por uma abordagem ex ante mediante a utilização dos modelos de Claus e Thomas (2001)...

Indicadores sociais de responsabilidade social corporativa: análise da utilização no contexto brasileiro; Social indicators of corporate social responsibility: analysis of use in the Brazilian context

Melo, Milena Silva de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
96.42%
As discussões da temática responsabilidade social corporativa (RSC) intensificaram-se nos últimos tempos. O processo de globalização e incremento de inovações tecnológicas estreitaram as barreiras, possibilitando troca de informações e desenvolvimento de novos modelos. Observa-se um pensamento crítico no processo produtivo das organizações, gerando cobranças por ações éticas e socialmente responsáveis tanto pelo Estado como pela sociedade. Neste contexto, a sustentabilidade perpassa do modelo individualista para um modelo de integração da empresa e as partes interessadas no negócio. A comunicação das práticas sociais ganha relevância e estruturam-se em relatórios de balanços sociais ou relatórios de sustentabilidade. Os relatórios evoluíram conforme o contexto histórico e a dialética da conceituação de RSC. Hoje, estes se encontram estruturados em diretrizes e indicadores para compreensão do público. Este estudo se propôs a verificar a evolução do grau de aderência plena (GAPIE-GRI) e o grau de evidenciação efetiva (GEE) aos indicadores de desempenho social (práticas laborais, trabalho decente e direitos humanos) das empresas brasileiras que publicaram o relatório de sustentabilidade GRI de 2007 a 2012...

Aspectos positivos e negativos no modelo de reporte proposto pela GRI: a opinião das organizações que reportam; Positive and negative aspects in the reporting model proposed by GRI : the view of organizations that report

Quilice, Thiago Ferreira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
86.66%
A prática de divulgar relatórios de sustentabilidade tem se tornando comum em organizações por todo o mundo; em especial no Brasil, há uma forte tendência de crescimento na adoção desta prática. O objetivo deste trabalho foi identificar porque as organizações reportam e os aspectos positivos e negativos no modelo de reporte de sustentabilidade proposto pela Global Reporting Initiative (GRI), na opinião dos funcionários apontados nos relatórios de sustentabilidade como responsáveis por eles; estas informações são importantes porque poucas pesquisas investigam os relatórios de sustentabilidade a partir deste ponto de vista e porque oferece à GRI pontos específicos a serem melhorados. A pesquisa foi realizada por meio da análise de conteúdo, sem a utilização de softwares específicos para o método, das respostas dos funcionários de 27 empresas às questões: Por que elaborar relatório de sustentabilidade? Quais aspectos positivos você identifica no modelo de reporte proposto pela GRI? e quais os negativos? Como resultado, foram obtidas sete categorias sobre por que as organizações emitem relatório de sustentabilidade: apoiar a gestão, acompanhar o mercado, prestar contas, contribuir com outras empresas...

Análise do uso do modelo Global Reporting Initiative para elaboração do relatório de sustentabilidade das empresas de energia elétrica no Brasil; Analysis of the use of the Global Reporting Initiative model for sustainability reporting by electricity utilities in Brazil

Mariana Rocha Camargos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/07/2012 Português
Relevância na Pesquisa
86.62%
Na tentativa de atender à preocupação crescente com os impactos provocados pelas atividades das organizações, diversas empresas começaram a publicar relatórios de sustentabilidade corporativos. O setor elétrico brasileiro, seguindo uma tendência mundial, tem a grande maioria de suas companhias utilizando a estrutura da Global Reporting Initiative (GRI) como um modelo para elaboração do relatório de sustentabilidade. Neste contexto, buscou-se avaliar como as empresas brasileiras de energia elétrica têm utilizado as diretrizes da GRI. Verificou-se se os princípios estabelecidos pela GRI foram obedecidos na elaboração do relatório, se as empresas utilizaram as diretrizes de maneira homogênea e se as exigências da agência reguladora - ANEEL - influenciaram no conteúdo do relatório GRI. Foram, ainda, entrevistados profissionais da área de Responsabilidade Social Corporativa de algumas das empresas avaliadas, na tentativa de entender a importância estratégica dos relatórios de sustentabilidade, bem como os motivadores para o uso do modelo GRI. Os resultados apontam para uma heterogeneidade entre os conceitos de sustentabilidade adotados, a escolha de indicadores e a qualidade da informação entre os relatórios de diferentes companhias. É também observada grande influência da ANEEL no conteúdo dos relatórios GRI. As entrevistas com os profissionais demonstram grande preocupação das empresas com a imagem que transmitem às partes interessadas e destacam o papel fundamental do relatório de sustentabilidade na criação de um canal de comunicação entre a empresa e o público.; In an effort to attend to the growing concern about the social and environmental impact of organizational activities...

Responsabilidade social corporativa: estudo sobre o aperfeiçoamento do balanço social em uma empresa do ramo de energia elétrica

Pereira, Giselle
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 54 f.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
75.88%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Curso de Ciências Contábeis.; Na conjuntura atual do mercado econômico é necessário que as empresas se destaquem diante dos stakeholders. A Responsabilidade Social Corporativa vem sendo um destes meios para a diferenciação e, através do demonstrativo associado a ela, o Balanço Social, é possível expor as ações realizadas pela empresa. O uso do Balanço Social se iniciou pelas exigências feitas pelos colaboradores e hoje se estende à comunidade e ao meio ambiente. No Brasil, a utilização do Balanço Social vem crescendo atualmente, mesmo não havendo obrigatoriedade de sua elaboração e divulgação. No entanto, não existe um único modelo a seguir, fazendo com que a análise do Balanço Social como um todo - e também na comparação com outras empresas- possa ser prejudicada. Assim, o objetivo geral é propor o aperfeiçoamento do modelo de Balanço Social usado por uma empresa brasileira do ramo de energia elétrica dos anos de 2007 a 2009. Para atender este objetivo têm-se os seguintes objetivos específicos: estudar e analisar os atuais Balanços Sociais: IBASE e Instituto ETHOS, bem como Relatório de Sustentabilidade GRI; estudar a DVA - Demonstração do Valor Adicionado e estudar e analisar os Balanços Sociais e a Demonstração do Valor Adicionado da empresa estudada. Quanto à metodologia no que se refere aos objetivos...

Indicadores de desempenho ambiental evidenciados nos relatórios de sustentabilidade

Tannuri, Guillermina
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 232 p.| il., grafs.
Português
Relevância na Pesquisa
76.2%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Contabilidade, Florianópolis, 20013.; As partes interessadas das organizações estão demandando cada vez mais informações sobre o desempenho ambiental delas. Uma das formas de satisfazer esta demanda se dá por meio da utilização de indicadores nos relatórios de sustentabilidade. No entanto, tratando-se de publicações voluntárias, nem todos os indicadores são evidenciados com o mesmo nível de transparência e qualidade. O objetivo desta pesquisa consiste em analisar os indicadores de desempenho ambiental evidenciados nos relatórios de sustentabilidade das empresas listadas no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), a partir dos seguintes atributos de qualidade: compreensibilidade, integridade, neutralidade e comparabilidade. Para isso, optou-se por uma pesquisa do tipo descritiva, predominantemente qualitativa, e valeu-se de elementos da técnica de análise de conteúdo. Foram selecionados 35 relatórios dos quais foram analisados, para cada relatório, 30 indicadores ambientais evidenciados de acordo com a diretriz GRI. Os resultados demonstraram que, os indicadores com um maior nível de qualidade foram aqueles que informaram sobre as emissões de gases de efeito estufa; sobre a disposição dos resíduos; e sobre o consumo de água e energia. De modo geral...

Análise comparativa do modelo de balanço social proposto pelo IBASE com o relatório de sustentabilidade global reporting initiative

Amadeo, Márcio Luiz
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: f.; 77 f.
Português
Relevância na Pesquisa
106.14%
TCC (Graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socioeconômico. Curso de Ciências Contábeis; O presente trabalho objetiva apresentar uma análise comparativa do modelo de balanço social proposto pelo Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas – IBASE com o relatório de sustentabilidade proposto pela organização internacional Global Reporting Initiative, o GRI. A partir da industrialização começaram a surgir movimentos sociais por uma maior responsabilidade das empresas com relação ao meio ambiente e com a comunidade em que estão inseridas. Com a globalização e o mercado competitivo as empresas estão se preocupando mais com a questão social. Assim, as empresas passaram a praticar a responsabilidade social, ou seja, desenvolver ações que contribuam para a melhoria da qualidade de vida tanto dos colaboradores como também de toda a sociedade. Os relatórios sociais são documentos cujas informações demonstram as atividades desenvolvidas por uma empresa em prol do social, isto é, sua responsabilidade social. Então, no trabalho foram abordados os modelos de relatórios social atualmente mais utilizados no Brasil. Cabe destacar que em alguns países como França, Portugal e Bélgica...

A incorporação da responsabilidade social e sustentabilidade: um estudo baseado no relatório de gestão 2005 da companhia paranaense de energia - COPEL

Bassetto,Luci Ines
Fonte: Universidade Federal de São Carlos Publicador: Universidade Federal de São Carlos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.41%
O presente trabalho trata dos conceitos e práticas da Responsabilidade Social e Sustentabilidade Empresarial. Estabeleceu-se como objetivo geral demonstrar como a COPEL está inserindo tais práticas em sua gestão da Responsabilidade Social e Sustentabilidade. Neste sentido, foram propostos os seguintes objetivos específicos: a)Identificar e caracterizar os indicadores e relatórios de prestação de contas utilizados na empresa COPEL para medir e apresentar os resultados de sua gestão sustentável; b) Identificar e analisar as ações sustentáveis executadas pela empresa. Como instrumento de análise adotou-se o Relatório de Gestão de 2005. A análise indicou um grande esforço da COPEL no sentido de inserir-se como empresa de Responsabilidade Social incorporando o conceito do Instituto Ethos para desenvolvimento de seu modelo de gestão. E, como empresa sustentável, implementando ações por meio das seguintes plataformas: como signatária do Pacto Global; como empresa sustentável por meio do ISE- BOVESPA 2005, adoção de alguns princípios dos Objetivos do Milênio e Norma AA 1000. O principal indicador utilizado para a análise foi a GRI adotada na forma "de acordo". Ao atender a todos os princípios da GRI para elaboração de Relatório...

Relatório de sustentabilidade: perfil das organizações brasileiras e estrangeiras segundo o padrão da Global Reporting Initiative

Campos,Lucila Maria de Souza; Sehnem,Simone; Oliveira,Murilo de Alencar Souza; Rossetto,Adriana Marques; Coelho,Ana Lúcia de Araújo Lima; Dalfovo,Michael Samir
Fonte: Universidade Federal de São Carlos Publicador: Universidade Federal de São Carlos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 Português
Relevância na Pesquisa
106.5%
Este trabalho teve o objetivo de descrever a evolução da publicação mundial de relatórios de sustentabilidade organizacionais, com base nos indicadores da Global Reporting Initiative (GRI), no período de 1999 a 2010. Identificou-se a evolução de adesão aos indicadores GRI pelas organizações, mediante análises quantitativas das publicações por: i) regiões (continentes); ii) países; iii) setores de atuação; iv) níveis de aplicação das diretrizes GRI; e v) nível de aderência às diretrizes GRI. Trata-se de uma análise documental, com enfoque quantitativo, de natureza descritiva, que fez uso de estatística descritiva por meio do software Statistica e de planilha eletrônica Excel para proceder à análise dos dados. Conforme dados de GRI (GLOBAL..., 2011), constatou-se que as regiões com maior adesão à publicação de relatórios no modelo GRI foram a Europa, que obteve maior representatividade com 47,60% do total, seguida pela Ásia com 17,02% e América do Norte com 13,92%. Os países com maior volume de publicações foram em ordem: Espanha, Estados Unidos, Japão e Brasil, que somaram 33,54% do total. Dentre os setores com maior adesão aos indicadores para elaboração de relatórios de sustentabilidade...

Indicadores de sustentabilidade em indústrias de vestuário no APL de Maringá/Cianorte - PR

Barcelos, Silvia Mara Bortoloto Damasceno
Fonte: Ponta Grossa Publicador: Ponta Grossa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
76.61%
Latino "Sustentare" means to sustain, maintain, support, maintain in good repair, maintain and resist, hence the term sustainable means capable of being maintained or supported. Sustainability is based on the Triple Bottom Line, also called the pillars or dimensions. In this context, the various areas, has gained high importance due to environmental, economic and social rights, becoming a tool to differentiate between the organizations through which they can develop strategies and actions in order to be more competitive and sustainable. The organizations have entered information important in their decision making by means of sustainability indicators. One of the tools used worldwide and is considered one of the most complete in terms of indicators is the GRI (Global Reporting Initiative), which presents in its guidelines, key indicators, and additional sectoral organizations that assist in reporting sustainability, in order to position themselves differently towards their stakeholders. Therefore, this study was to evaluate the viability of the GRI-G3 guidelines for sustainability report generation in MPMDs apparel industries in Maringá APL / Cianorte - PR. Thus, the theoretical concepts discussed were related to sustainability...

Indicadores de desempenho sustentável na construção: estudo de caso

Seguro, Hélia Costa
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
76.47%
A utilização de indicadores voltados para a medição da sustentabilidade económica, ambiental e social nas empresas, tem tomado proporções de importância significativa no mundo e no país. Nesta tese, faz-se uma resenha histórica sobre a temática do desenvolvimento sustentável, reporta-se a importância das organizações produzirem um relatório de sustentabilidade, segundo as diretrizes da GRI – Global Reporting Initiative e conceituam-se indicadores de desempenho sustentável, que constituem uma ferramenta importante na tomada de decisão comprometida com o desenvolvimento sustentável, bem como outros termos relevantes. Os relatórios de sustentabilidade são o resultado de um processo que visa identificar, medir, divulgar e prestar contas sobre as ações das empresas com vista à sustentabilidade. Este tipo de comunicação permite atenuar o risco, e por vezes prevê-lo, proteger a imagem da empresa e assegurar uma posição competitiva. As vantagens vão desde a sensibilização dos colaboradores para as metas da empresa, relativamente ao desenvolvimento sustentável, até à atração de capital a longo prazo e condições de financiamento favoráveis. Assim, as empresas e todas as partes interessadas têm um instrumento que possibilita dialogar e implantar um processo de melhoria contínua do desempenho rumo ao desenvolvimento sustentável. Neste sentido...

Sustentabilidade e a elaboração do relatório de sustentabilidade baseado na realidade das empresas portuguesas

Pinto, Tiago Joel Teixeira
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
116.28%
Dissertação de Mestrado apresentada ao Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto para a obtenção do grau de Mestre em Auditoria, sob orientação da Exma. Senhora Doutora Susana Adelina Moreira Carvalho Bastos; Nota: 17 valores; Atualmente a situação económica mundialmente vivida gera um elevado grau de incerteza, o que acarreta inúmeros riscos que se traduzem em restrições ao acesso a recursos e a capital por parte das organizações em geral, sendo por isso necessário uma nova linguagem de harmonização para perceber os riscos não financeiros e as oportunidades que se apresentam às organizaçõas de forma a estas poderem alcançar o desenvolvimento sustentado. A integração da sustentabilidade na estratégia da empresa deve ser encarada como uma mais valia, através da gestão do risco e das aportunidades geradas. Um dos meios para atingir essa meta será pela elaboração do Relatório de Sustentabilidade. A Global Reporting Initiative, criada em 1997, faz parte de uma iniciativa internacional cuja missão é a de elaborar e divulgar diretrizes para a elaboração de Relatório de Sustentabilidade mais rigorosas e harmonizadas à escala mundial As diretrizes, têm sofrido alterações, no sentido de melhorar a informação do reporte da sustentabilidade pelas organizações. Estas alterações...

A divulgação de relatórios de sustentabilidade na América Latina: um estudo comparativo; Informes de la divulgación de la sostenibilidad en América Latina: un estudio comparativo; The disclosure of sustainability reports in Latin America: a comparative study

Calixto, Laura
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.28%
Este trabajo tuvo como objetivo analizar comparativamente las informaciones socioambientales difundidas por las empresas de América Latina en sus informes. Se hizo un análisis de contenido de las informaciones socioambientales divulgadas por una muestra de 226 organizaciones, en el período 2004-2009, divididas por país, empresa, sector y año. Fueron utilizadas las directrices voluntarias del The Global Reporting Initiative (GRI) como parámetro para analizar el contenido de los informes anuales, informes de sustentabilidad y Formularios 20F, disponibles en sitios de las organizaciones, o en las bolsas de valores en que negocian sus acciones. Los resultados de la investigación revelaron que la mayoría de las empresas de capital abierto en la región no ofrece información socioambiental en sus informes anuales o en informes específicos sobre la tema, mientras tanto, las empresas establecidas en Brasil son las que más destacan el asunto. En cuanto a la evolución y a la forma de divulgación de informaciones socioambientales, se verificó que el informe anual es el principal canal utilizado por las empresas para destacar tales informaciones, seguida por el informe de sustentabilidad, divulgado como parte del informe anual, o como una publicación específica.; This work aims to comparatively analyze the social and environmental information disseminated by Latin American companies in their reports. A content analysis was made of the social and environmental information disclosed by a sample of 226 organizations...

Analysis of levels disclosure of sustainability reports of brazilian companies A + the Global Reporting Initiative GRI 2007

Leite Filho, Geraldo Alemandro; Prates, Lorene Alexandre; Guimarães, Thiago Neiva
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
66.27%
The new societal relations in contemporary world have caused great impacts on society. Consequently, governments and businesses have sought to practice their activities in a sustainable manner, balancing the responsibility to develop solutions that meet the needs of a population without compromising resources for future generations. Thus, this study aims to analyze the level of disclosure of information of social and environmental sustainability reports in 2007 of the companies concerned with application level A + by the Global Reporting Initiative (GRI) - Natura, Petrobras, Bunge, Real Bank, Bradesco and Itaú Bank. To get to the disclosure of information, techniques were used content analysis of qualitative and quantitative as well as non-parametric tests. The results showed that the selected companies did not respond promptly to the level of disclosure proposed by the GRI. The level of disclosure of information, we obtained the results from the application of a statistical test that measured the degree of disclosure of the sustainability report of the companies compared to an ideal level of disclosure. The results showed that none of the companies responded to the ideal level. It was concluded that quantitative levels of disclosure are statistically different between the sample.; As novas relações societais do mundo contemporâneo têm causado grandes impactos na sociedade. Consequentemente...

A EVOLUÇÃO DOS RELATÓRIOS DE SUSTENTABILIDADE DE EMPRESAS BRASILEIRAS DO SETOR DE ENERGIA ELÉTRICA

Morisue, Heloisa Maria Motta; FEA-RP/USP; Ribeiro, Maisa de Souza; FEA-RP/USP; Penteado, Isabela Alves de Morais; FEA-RP/USP
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais - Departamento de Ciências Contábeis Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais - Departamento de Ciências Contábeis
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Pesquisa Teórica-Empírica Formato: application/pdf
Publicado em 26/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
106.32%
Nos últimos anos, diante das pressões dos stakeholders, as empresas buscam maior transparência na divulgação de suas informações, dessa forma, além de aspectos econômicos, passaram a relatar ações associadas à sociedade e ao meio-ambiente por meio de Relatórios de Sustentabilidade. Devido a diversos fatores, a publicação desse documento tem sido uma prática cada vez mais frequente entre as empresas. Contudo, no que diz respeito a qualidade da informação, verifica-se que os relatórios apresentam diferentes níveis de profundidade. Dessa forma, o presente trabalho tem por objetivo verificar a evolução, nos relatórios de sustentabilidade, do grau de aderência plena e do grau de evidenciação efetiva aos indicadores de desempenho econômico, ambiental e social estabelecidos no modelo “G3” das Diretrizes para Elaboração de Relatórios de Sustentabilidade da Global Reporting Initiative (GRI), de empresas brasileiras do setor de energia elétrica no período de 2006 à 2009. A partir da análise dos relatórios, pode.se verificar o quanto do que foi requerido nos indicadores de desempenho pelas Diretrizes da GRI foi realmente divulgado e o quanto do potencial dessas informações foi efetivamente apresentado ao longo desse período. Os principais resultados mostram que houve evolução no grau de aderência plena e grau de evidenciação efetiva aos indicadores de desempenho no período...

Relatório de sustentabilidade no Brasil: análise da utilização nos setores serviços financeiros e energia

Melo, Milena Silva; Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto - Universidade de São Paulo; Caldana, Adriana Cristina Ferreira; Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto - Universidade de Sã
Fonte: Editora de Livros IABS Publicador: Editora de Livros IABS
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 30/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
116.49%
As discussões da temática sustentabilidade intensificaram-se nos últimos tempos. As preocupações com questões ambientais e sociais agregaram-se as econômicas. Houve um aumento das empresas que comunicam as estratégias de sustentabilidade por meio de relatórios de sustentabilidade. O modelo do relatório da Global Reporting Initiative é considerado um dos mais utilizados no contexto internacional. Este estudo objetiva investigar a evolução do grau de aderência plena (GAPIE-GRI) e grau de evidenciação efetiva (GEE) aos indicadores de desempenho social (práticas laborais e trabalho decente e, direitos humanos) das empresas brasileiras dos setores de serviços financeiros, energia e serviço público de energia, que publicaram o relatório de sustentabilidade GRI de 2007 a 2009. Observou-se que as empresas apresentaram resultados medianos nos índices GAPIE-GRI e GEE. O setor de energia apresentou índices mais elevados quando comparados aos do setor de serviços financeiros. Observou-se uma evolução na comunicação e comprometimento em comunicação efetiva dos indicadores sociais da amostra.