Página 1 dos resultados de 24 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Variações no posicionamento dos eixos visuais em pacientes submetidos a cirurgias de estrabismo; Variations of postoperative ocular alignment in patients submitted to strabismus surgery

BRUM, Graciela Scalco; ANTUNES-FOSCHINI, Rosália Maria Simões; ABBUD, Christine Mae Morello; BICAS, Harley Edison Amaral
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.28%
OBJETIVOS: Determinar as variações no ângulo de posicionamento ocular pós-operatório em pacientes submetidos a cirurgias para correção de estrabismo e identificar possíveis fatores de risco associados a tal ocorrência. MÉTODOS: Foi realizado estudo retrospectivo de 819 pacientes portadores de estrabismo submetidos à cirurgia para correção do desvio ocular entre janeiro de 1995 e dezembro de 2005 no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Os pacientes foram divididos em quatro grupos quanto ao tipo de desvio pré-operatório (esotropia alternante, esotropia monocular, exotropia alternante e exotropia monocular) e as variações no posicionamento ocular foram quantificadas em cada grupo. RESULTADOS: A prevalência de variações no posicionamento ocular (pós-operatório) maiores que 10∆ entre o total de pacientes estudado foi de 33,5% (274 pacientes). Entre estes, foi verificada maior frequência de desvios no sentido exotrópico (178 pacientes ou 65,0%) do que no sentido esotrópico (96 pacientes ou 35,0%), diferença esta que foi estatisticamente significativa (teste do qui-quadrado; p<0,001). CONCLUSÕES: Instabilidade no posicionamento ocular pode ocorrer ao longo do tempo em pacientes submetidos a cirurgias de estrabismo. Tal ocorrência reforça a necessidade do desenvolvimento de alternativas terapêuticas a fim de proporcionar maior estabilidade ao sistema oculomotor no pós-operatório de cirurgias de estrabismo.; PURPOSE: To determine the drift variations of the postoperative alignment in patients who underwent strabismus surgery and to identify possible risk factors associated with such occurrence. PATIENTS AND METHODS: We reviewed the variations in postoperative alignment drift of 819 patients who underwent rectus muscle surgery from January...

Efeitos da injeção intraorbitária de carboximetilcelulose 6,0% em coelhos: análise histológica e da mecânica ocular; Effects of intraorbital injection of 6.0% carboxymethylcellulose in rabbits: histological and ocular mechanics evaluation

SIMÃO, Maria Lúcia Habib; CHAHUD, Fernando; BICAS, Harley Edison Amaral
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.52%
OBJETIVO: Avaliar se a carboximetilcelulose 6,0% é capaz de atuar como modificadora do sistema oculomotor de coelhos por meio de forças de ação viscoelástica, a durabilidade de seu eventual efeito e reações teciduais à aplicação. MÉTODOS: Foram utilizados 25 coelhos da raça Nova Zelândia, divididos em dois grupos experimentais: um tratado com injeção peribulbar de carboximetilcelulose (CMC) 6,0% e um controle que foi submetido à injeção peribulbar de 3,0 cc de soro fisiológico. No grupo tratado com CMC, variou-se o volume total injetado, obtendo-se, assim, quatro subgrupos (1,0, 1,5, 2,0 e 3,0 cc). Foram realizadas medidas da força necessária para promover movimentos tangenciais de adução, avaliação clínica e medidas da pressão intraocular antes, imediatamente após a injeção da substância e no 7º, 30º e 60º dia pós-operatório. A eutanásia dos animais foi realizada no 60º dia pós-operatório para análise histológica dos tecidos perioculares. RESULTADOS: A força média encontrada, 60 dias após a injeção da CMC 6,0%, foi menor no subgrupo tratado 1,0 e maior nos subgrupos tratados 1,5, 2,0 e 3,0 relativamente à força antes da injeção. Nos subgrupos em que houve aumento da força, a análise histológica revelou processo inflamatório do tipo histiocitário com formação de fibrose e a presença da CMC nos tecidos perioculares. CONCLUSÕES: A carboximetilcelulose 6...

Variabilidade da atividades cerebral em resposta a estímulos vestibular e ocolomotor avaliada por fMRI; Variability of cerebral activity in response to vestibular and oculomotor stimuli evaluated by fMRI

Justina, Hellen Mathei Della
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/05/2005 Português
Relevância na Pesquisa
46.58%
A avaliação da variabilidade inter-individual da atividade funcional é de grande importância na utilização da ressonância magnética funcional (fMRI) no contexto clínico. O objetivo principal desse estudo é analisar a variabilidade da ativação cerebral dos sistemas vestibular e oculomotor, através da fMRI em resposta à estimulação optocinética horizontal e aos movimentos de rastreio e sacade dos olhos. Para isso, imagens por ressonância magnética foram obtidas de vinte e três voluntários assintomáticos (treze para o estudo optocinético e dez para os estudos rastreio e sacade) em um scanner de 1.5 T Siemens (Magneton Vision) com seqüências do tipo EPI-BOLD. Os mapas estatísticos foram obtidos no programa Brain Voyager, utilizando o método Modelo Geral Linear. Encontramos ativação significante no córtex visual primário, ao longo do giro occipital médio e inferior, no giro temporal médio, superior e inferior, no giro pós- e pré-central, ao longo do giro frontal inferior, superior e médio, no giro supramarginal, no lobo parietal superior e inferior, na ínsula e no cíngulo anterior e posterior. Grupos de atividade também foram encontrados em estruturas subcorticais (putamen, globo pálido, corpo caloso e tálamo)...

Estudo das projeções hipotalâmicas para a região urocortinérgica do complexo oculomotor.; Study of the hypothalamic projections to the urocortinergic cells in the oculomotor complex.

Silva, André Valerio da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
26.16%
O neuropeptídeo urocortina 1 (UCN 1) tem entre os seus principais locais de expressão o núcleo de Edinger-Westphal (EW) e o núcleo lateral superior da oliva. Após sua descoberta, sugeriu-se que o EW e o núcleo paraventricular do hipotálamo (PVH) possuíssem papéis complementares e opostos na resposta ao estresse, porém, não existem trabalhos que relacionam anatomicamente núcleos hipotalâmicos e o EW. A fim de contribuir para esta área foi proposto o mapeamento das aferências hipotalâmicas do EW, através da injeção de Fluoro-Gold neste núcleo e posterior mapeamento de suas aferências. Os resultados encontrados foram: PVH, área hipotalâmica lateral (LHA) e o núcleo posterior do hipotálamo (PH) e outras regiões do sistema nervoso central. Para controle, o traçador anterógrado Amina Dextrana Biotinilada, foi injetado nos núcleos/áreas hipotalâmicas PVH, LHA e PH sendo encontradas fibras próximas as células urocortinérgicas do EW. Nossos dados mostram um possível envolvimento das células UCN 1 do EW com o controle de funções autonômicas e neuroendócrinas.; The neuropeptide urocortin 1 (UCN 1) has its main sites of expression at the Edinger-Westphal nucleus (EW) and the lateral superior olivary nucleus. After its discovery has suggested that EW and paraventricular nucleus of hypothalamus (PVH) have complementary and opposing roles in the stress response. However...

Avaliação precoce do comportamento oculomotor em bebês com displasia broncopulmonar; Early assessment of oculomotor behavior in babies with bronchopulmonary dysplasia

Pereira, Silvana Alves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
46.41%
O presente estudo avaliou o sistema oculomotor medido por movimentos oculares em bebês com diagnóstico de Displasia Broncopulmonar (DBP). Bebês com idade gestacional 37 semanas, dependentes de oxigênio em concentrações acima de 21% por mais de 28 dias foram incluídos no grupo DBP, bebês nascidos a Termo (idade gestacional > 37 semanas), não internados foram incluídos no grupo nascido a termo e bebês prematuros (idade gestacional < 37 semanas), que permaneceram internados e que não fizeram uso de oxigênio por mais de 10 dias foram incluídos no grupo prematuro. Os bebês dos três grupos tinham exame oftalmológico de biomicroscopia e de fundo de olho com resultados normais. Foram excluídos do estudo, bebês em uso de oxigênio sob ventilação mecânica e/ou drogas vasoativas, com diagnóstico de hemorragia intracraniana, retinopatia da prematuridade e malformações motoras e/ou neurológicas congênitas ou adquiridas identificadas no exame neonatal ou durante a estadia no berçário. Todos os bebês realizaram uma única avaliação binocular. As avaliações foram realizadas com os bebês sentados confortavelmente e eram compostas pela avaliação de quatro movimentos oculares: sacadas (SAC), perseguição lenta (PL)...

O sistema optico acessorio em aves : padrões de resposta dos neuronios que se projetam no complexo nuclear do oculomotor

Ana Maria Marcondes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/1981 Português
Relevância na Pesquisa
26.58%
Por ter sido identificado anatomicamente em todas as classes de vertebrados com sistema visual desenvolvido, o sistema óptico acessório tem despertado, recentemente, o interesse de muitos pesquisadores. A nível retínico as células ganglionares deslocadas de DOGIEL fazem sinapses com os receptores e cutros circuitos retinianos, tendo já sido comprovado que essa categoria de células é a única que se projeta no núcleo da raiz óptica basal. Esse núcleo, por sua vez, dá origem a um sistema de fibras dirigidas ao complexo nuclear do oculomotor, cerebelo vestibular, complexo olivar inferior, pré-tecto, núcleo do troclear, núcleo intersticial e núcleo da raiz óptica basal contralateral. Apesar da quantidaded relativamente grande de dados neuro-anatômicos a respeito da organização central dessa via visual, o conhecimento de suas funções é bastante limitado. Ela tem sido apontada como participante no nistagmo optocinético e na discriminação de intensidade luminosa. Alguns estudos eletrofisiológicos demonstraram que neurônios do núcleo da raiz óptica basal parecem apresentar grandes campos receptivos e sensibilidade a estímulos em movimento. /com finalidade de esclarecer alguns aspectos funcionais desse sistema foram feitos registro unitários extracelulares de 94 células que se projetam no complexo nuclear do oculomotor de pombos...

Relação entre sinais e sintomas em pacientes com disfunções da visão binocular, acomodativas e oculomotoras

Sampaio, Maria de Fátima Teixeira
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 Português
Relevância na Pesquisa
16.16%
Dissertação de mestrado em Optometria Avançada; Na prática clínica, muitas vezes o profissional se depara com alterações da função acomodativa ou da visão binocular, no entanto, dada a forte relação entre estes dois sistemas, um indivíduo com um problema acomodativo pode apresentar um problema binocular secundário, assim como um indivíduo com um problema binocular pode apresentar uma disfunção acomodativa secundária. Hoje em dia, a maioria da população necessita de um uso frequente da visão próxima. As tarefas mais realizadas em visão próxima são a leitura e a utilização de computadores, smarpthones e tabletes, e estas estão frequentemente associadas a um maior desconforto visual e cefaleias, sugerindo assim a possível existência de disfunções binoculares e/ou acomodativas e motoras do sistema visual. Na tentativa de compreender melhor estas queixas, foi entregue um inquérito específico (anexo II), a todas as pessoas entre os 15 e 35 anos que se dirigiram ao meu local de trabalho com o objetivo de realizar o exame visual. Foram apenas considerados os pacientes que não tiveram alteração na sua refração desde a última consulta para descartar este fator como causa das queixas visuais. É de realçar que maioritariamente os pacientes analisados eram estudantes universitários de Coimbra (55%). Foi avaliado o estado refrativo e a visão binocular...

Métodos alternativos na correção de transtornos oculomotores

Bicas,Harley E. A.
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2003 Português
Relevância na Pesquisa
26.02%
INTRODUÇÃO: O equilíbrio do sistema oculomotor depende de múltiplos fatores, para cujas correções os procedimentos são geralmente indiretos (modificação de respostas musculares, não das causas inervacionais) e, em muitos casos (correção de paralisias, dissinergias, nistagmos), insatisfatórios. Métodos para controle específico dos mecanismos de comando não têm sido possíveis, pelas peculiaridades próprias do sistema nervoso central, restando, pois, os de introdução de forças de movimentação ou de contenção sobre o próprio olho. ANÁLISES DE MÉTODOS ALTERNATIVOS: FORÇAS DE MOVIMENTAÇÃO: Entre os métodos com perspectivas de produção de rotações oculares, são revistos os de transposições musculares, com proposta para favorecer a ação abdutora de oblíquos. Referem-se ainda a métodos de aproveitamento de forças acumuladas em mecanismos distensíveis, ao de estimulação elétrica direta sobre músculos, e ao de geração de forças originadas por campos magnéticos (em modelos de construção experimental). FORÇAS DE CONTENÇÃO: Para se contrapor a ações musculares excessivas ou indesejáveis, propõe-se o uso de forças de contenção geradas por meio de fixações distensíveis (do olho à órbita)...

Efeitos da injeção intraorbitária de carboximetilcelulose 6,0% em coelhos: análise histológica e da mecânica ocular

Simão,Maria Lúcia Habib; Chahud,Fernando; Bicas,Harley Edison Amaral
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
26.26%
OBJETIVO: Avaliar se a carboximetilcelulose 6,0% é capaz de atuar como modificadora do sistema oculomotor de coelhos por meio de forças de ação viscoelástica, a durabilidade de seu eventual efeito e reações teciduais à aplicação. MÉTODOS: Foram utilizados 25 coelhos da raça Nova Zelândia, divididos em dois grupos experimentais: um tratado com injeção peribulbar de carboximetilcelulose (CMC) 6,0% e um controle que foi submetido à injeção peribulbar de 3,0 cc de soro fisiológico. No grupo tratado com CMC, variou-se o volume total injetado, obtendo-se, assim, quatro subgrupos (1,0, 1,5, 2,0 e 3,0 cc). Foram realizadas medidas da força necessária para promover movimentos tangenciais de adução, avaliação clínica e medidas da pressão intraocular antes, imediatamente após a injeção da substância e no 7º, 30º e 60º dia pós-operatório. A eutanásia dos animais foi realizada no 60º dia pós-operatório para análise histológica dos tecidos perioculares. RESULTADOS: A força média encontrada, 60 dias após a injeção da CMC 6,0%, foi menor no subgrupo tratado 1,0 e maior nos subgrupos tratados 1,5, 2,0 e 3,0 relativamente à força antes da injeção. Nos subgrupos em que houve aumento da força, a análise histológica revelou processo inflamatório do tipo histiocitário com formação de fibrose e a presença da CMC nos tecidos perioculares. CONCLUSÕES: A carboximetilcelulose 6...

Variações no posicionamento dos eixos visuais em pacientes submetidos a cirurgias de estrabismo

Brum,Graciela Scalco; Antunes-Foschini,Rosália Maria Simões; Abbud,Christine Mae Morello; Bicas,Harley Edison Amaral
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2011 Português
Relevância na Pesquisa
25.92%
OBJETIVOS: Determinar as variações no ângulo de posicionamento ocular pós-operatório em pacientes submetidos a cirurgias para correção de estrabismo e identificar possíveis fatores de risco associados a tal ocorrência. MÉTODOS: Foi realizado estudo retrospectivo de 819 pacientes portadores de estrabismo submetidos à cirurgia para correção do desvio ocular entre janeiro de 1995 e dezembro de 2005 no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Os pacientes foram divididos em quatro grupos quanto ao tipo de desvio pré-operatório (esotropia alternante, esotropia monocular, exotropia alternante e exotropia monocular) e as variações no posicionamento ocular foram quantificadas em cada grupo. RESULTADOS: A prevalência de variações no posicionamento ocular (pós-operatório) maiores que 10∆ entre o total de pacientes estudado foi de 33,5% (274 pacientes). Entre estes, foi verificada maior frequência de desvios no sentido exotrópico (178 pacientes ou 65,0%) do que no sentido esotrópico (96 pacientes ou 35,0%), diferença esta que foi estatisticamente significativa (teste do qui-quadrado; p<0,001). CONCLUSÕES: Instabilidade no posicionamento ocular pode ocorrer ao longo do tempo em pacientes submetidos a cirurgias de estrabismo. Tal ocorrência reforça a necessidade do desenvolvimento de alternativas terapêuticas a fim de proporcionar maior estabilidade ao sistema oculomotor no pós-operatório de cirurgias de estrabismo.

Intoxicação em suínos pela ingestão de sementes de Aeschynomene indica (Leg.Papilionoideae)

Oliveira,Fabiano N.; Rech,Raquel R.; Rissi,Daniel R.; Barros,Ricardo R.; Barros,Claudio S.L.
Fonte: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Publicador: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2005 Português
Relevância na Pesquisa
25.92%
Relata-se um surto espontâneo de intoxicação em suínos pela ingestão de sementes de Aeschynomene indica e a reprodução da doença nessa espécie animal. O surto espontâneo ocorreu numa propriedade de criação de suínos localizada na região central do Rio Grande do Sul. Nessa propriedade havia 100 suínos (20 matrizes e 80 suínos jovens de várias categorias). Os suínos eram alimentados com uma ração feita na propriedade pela mistura de 50% farelo de milho, 25% de farelo de soja, 5% de um suplemento vitamínico-mineral de origem comercial e 20% quirera de arroz contaminada por 40% de sementes de A. indica. Embora aparentemente todos os suínos tenham recebido a mesma ração, apenas os suínos de 45 dias de idade foram afetados; as taxas de morbidade, mortalidade e letalidade foram respectivamente 25%-40%, 8,5%-20% e 25%-66%. Os sinais clínicos apareceram cerca de 24 horas após o início da administração da ração contendo sementes de A. indica e incluíam vários graus de incoordenação no andar, quedas, decúbito esternal com membros pélvicos posicionados afastados entre si, decúbito lateral e morte. Não foi possível determinar quantos suínos se recuperaram e quanto tempo levou a recuperação. Um suíno foi submetido à eutanásia e necropsiado na propriedade. A doença foi reproduzida em 5 suínos jovens (A-E) alimentados com uma ração contendo 10% (Suíno A)...

Controle postural e sistema vestíbulo-oculomotor em atletas de tiro esportivo da modalidade pistola

Lourenço,Carla Porto; Silva,André Luís dos Santos
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.5%
INTRODUÇÃO: O tiro esportivo desenvolve nos atletas destreza, concentração e equilíbrio. A estabilidade do atirador depende da resistência deste contra perturbações internas e externas que afetem seu equilíbrio. OBJETIVO: Avaliar o controle postural e sistema vestíbulo-oculomotor de atletas atiradores de pistola. MÉTODO: Análise descritiva do tipo transversal. Avaliaram-se oito atletas com idade média de 37 anos (dp ± 8,11), afiliados à Confederação Brasileira de Tiro Esportivo. Utilizou-se prontuário sociodemográfico; estabilometria associada a simulador de tiro e sistema de videonistagmoscopia computadorizada. RESULTADOS: Observou-se em todos os voluntários, dominância motora à direita; metade deles atira com os dois olhos abertos; tempo médio de prática de 14 anos (dp ± 9) e média de treino semanal de 14 horas (dp ± 13). Metade relatou lesão associada ao tiro. Na estabilometria observou-se correlação nas velocidades anteroposterior e mediolateral.À videonistagmoscopia, nenhum atleta apresentou alteração patológica. CONCLUSÃO: O controle postural dos atletas avaliados possui alterações significativas para as velocidades de deslocamento do centro de pressão nas direções anteroposterior e mediolateral. O sistema vestíbulo-oculomotor não mostrou correlação com o controle postural e se apresentou sem alterações funcionais para todos os voluntários.

Sistema de teleoftalmologia para auxílio ao pré-diagnóstico de disfunções oculomotoras

Batista, Jessé Haniel do Nascimento
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica; Automação e Sistemas; Engenharia de Computação; Telecomunicações Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica; Automação e Sistemas; Engenharia de Computação; Telecomunicações
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.02%
The vision is one of the five senses of the human body and, in children is responsible for up to 80% of the perception of world around. Studies show that 50% of children with multiple disabilities have some visual impairment, and 4% of all children are diagnosed with strabismus. The strabismus is an eye disability associated with handling capacity of the eye, defined as any deviation from perfect ocular alignment. Besides of aesthetic aspect, the child may report blurred or double vision . Ophthalmological cases not diagnosed correctly are reasons for many school abandonments. The Ministry of Education of Brazil points to the visually impaired as a challenge to the educators of children, particularly in literacy process. The traditional eye examination for diagnosis of strabismus can be accomplished by inducing the eye movements through the doctor s instructions to the patient. This procedure can be played through the computer aided analysis of images captured on video. This paper presents a proposal for distributed system to assist health professionals in remote diagnosis of visual impairment associated with motor abilities of the eye, such as strabismus. It is hoped through this proposal to contribute improving the rates of school learning for children...

Estudio del seguimiento ocular: comportamiento del sistema oculomotor frente a distintas velocidades de estímulo, en sujetos normales y patológicos

Gavilán, Javier
Fonte: Universidade Autônoma de Madrid Publicador: Universidade Autônoma de Madrid
Português
Relevância na Pesquisa
25.92%
Tesis doctoral inédita leída en la Universidad Autónoma de Madrid, Facultad de Medicina. Fecha de lectura: 17 de Diciembre de 1982

Evaluation of central and peripheral vestibular patients with the video-head impulse test

Luís, Leonel Almeida
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 06/03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
16.44%
Dizziness and vertigo are highly prevalent symptoms that accompany a wide variety of conditions including peripheral vestibular dysfunction, central (vestibular) lesions and somatoform disorders. A correct diagnosis is the prerequisite for successful treatment, which should be directed towards the underlying pathophysiology. Neurophysiological methods that test the integrity of the peripheral and central vestibular system circuitry are essential to make an accurate diagnosis in clinical practice. Currently, that assessment is achieved primarily through eye movement analysis in response to semicircular canal stimulation, namely through caloric stimulation and head impulses. The quantification of the vestibulo-ocular reflex (VOR) dynamic parameters and the characterization of quick eye movements (QEM) triggered with head impulses can now be non-invasively and easily assessed with the video headimpulse test (vHIT). This provided a unique opportunity to carry out neurophysiological studies on the oculomotor responses generated by head impulses in humans. Our aim was to determine if the involvement of central vestibular pathways caused differential disturbances in VOR dynamic changes when explored with the vHIT, which could contribute not only to the differential diagnosis of patients but also to the understanding of VOR control mechanisms. We explored normal subjects and patients diagnosed with acute vestibular syndrome with spontaneous nystagmus of peripheral and central origin and hereditary neurodegenerative disorders. Looking for a simple sign of peripheral disease with the vHIT we noticed anti-compensatory eye movements (AQEM) in patients with peripheral aetiologies of spontaneous nystagmus (SN). In the first study we looked for the accuracy of AQEM to differentiate central from peripheral origins of SN. We recorded the eye movements in response to horizontal head impulses in a group of 43 consecutive patients with acute vestibular syndrome (12 with central...

Influência da perda de dentes sobre a função postural

Serralheiro, Bárbara Santos
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 12/06/2015 Português
Relevância na Pesquisa
26.61%
INTRODUÇÃO: Um dos principais nervos envolvidos no controlo neurológico do sistema estomatognático é o nervo trigémio, ou V par craniano. Existem relações anatómicas que sugerem a influência de porções do sistema trigémio na coordenação da postura e visão. As informações sensoriais dos receptores proprioceptivos do sistema estomatognático podem ser processadas com informações do sistema vestibular e oculomotor; por conseguinte, alterações que ocorram na estimulação do trigémio podem influenciar e eventualmente levar a desequilíbrios tanto nos sistemas vestibular como oculomotor. A existência de cadeias de músculos posturais também pode explicar que desordens na função dos músculos da mastigação e deglutição possam ser transmitidas à musculatura distal pela sua relação com os músculos da região cervical. Estes músculos posturais funcionam como uma unidade e são interdependentes entre si. Alterações na propriocepção e nos aferentes do trigémio, como as que ocorrem a nível do ligamento periodontal aquando da perda de dentes, parecem provocar um desequilíbrio nas cadeias de músculos posturais e consequentemente a alterações posturais. OBJECTIVOS: Contribuir para a sistematização da informação existente de modo a ajudar a fomentar a discussão científica em torno deste tema. METODOLOGIA: Foi conduzida uma pesquisa bibliográfica com recurso ao motor de busca PubMed...

VISÃO BINOCULAR. ESTRABISMOS; BINOCULAR VISION. STRABISMUS

Bicas, Harley E. A.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/03/1997 Português
Relevância na Pesquisa
26.39%
O poder de reconhecimento tridimensional do espaço (estereopsia), efeito da anteriorização dos eixos visuais ocorrida na filogênese, é criticamente discutido e as conseqüências da superposição dos campos visuais (diplopia, confusão e supressão) são explicadas. Para o funcionamento normal da visão binocular, torna-se necessário um sistema oculomotor que garanta a adequação posicional dos olhos a cada objeto de atenção visual, isto é, possa dar movimentos oculares ajustados (conjugados). Os componentes desse sistema (nervos, músculos e suas ações), as leis que o regem e modalidades de compensação, assim como seus defeitos (estrabismos) e as perdas visuais associadas (ambliopia, correspondência visual anômala, lesões de vias aferentes) são analisadas. Finalmente, com respeito aos desequilíbrios oculomotores (estrabismos e heteroforias) descrevem-se seus tipos e nomenclatura, etiopatogenia e tratamento.; The capability of a tridimensional knowledge of the space (stereopsis), which results from the anteriorization of the visual axes during the phylogenesis is critically discussed, and the consequences of the superimposition of the visual fields (diplopia, confusion and suppresion) are explained. For a normal function of the binocular vision it becomes necessary an oculomotor system which guarantees an adequate ocular position to any object of visual attention...

Interações bilaterais no sistema óptico acessório de pombos: um estudo neuroanatômico eletrofisiológico;

Cukiert, Arthur; Azevedo, T. A.; Brito, Luiz Roberto Giorgetti
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/1983 Português
Relevância na Pesquisa
36.5%
O sistema óptico acessório (SOA) tem sido objeto de intensa investigação nos últimos anos, sobretudo após a demonstração de suas ligações com mecanismos de integração visuo-motora. Um aspecto interessante emergente desses estudos, realizados principalmente em aves, diz respeito à possível existência de conexões recíprocas entre os núcleos principais desse sistema, bilateralmente. O presente estudo visou estudar esse aspecto da organização funcional do SOA em pombos, por métodos neuroanatômicos e eletrofisiológicos. Microinjeções eletroforéticas de peroxidase do rábano silvestre (HRP) ou HRP conjugada à aglutinina do germe de trigo (WGA-HRP) foram efetuadas no núcleo da raiz óptica basal (nROB), principal componente do SOA em aves. Em experimentos separados, foram feitos registros unitários e de campo no nROB, e aplicados pulsos elétricos no nROB contralateral o no trato óptico. Os principais resultados obtidos podem ser resumidos como segue: 1) Neurônios marcados retrogradamente por HRP ou WGA-HRP foram encontrados no nROB contralateral, em suas regiões central, dorsal e lateral. 2) A estimulaçao elétrica do nROB pode gerar potenciais de campono nROB contralateral, anti e ortodrômicos, 3) A atividade unitária no nROB pode ser suprimida...

Rombencefalitis por Listeria: correlación clínico-radiológica

Aymerich,N.; Lacruz,F.; Gállego,J.; Soriano,G.; Ayuso,T.; Villanueva,J.A.
Fonte: Anales del Sistema Sanitario de Navarra Publicador: Anales del Sistema Sanitario de Navarra
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/08/2004 Português
Relevância na Pesquisa
25.92%
La rombencefalitis por Listeria es una infección grave e infrecuente del tronco cerebral. Afecta principalmente a sujetos previamente sanos. Clínicamente se manifiesta en dos fases: la primera con síntomas inespecíficos, de una semana aproximadamente de duración y la segunda con aparición de signos de focalidad neurológica a nivel del tronco cerebral. Presentamos el caso de un paciente con rombencefalitis por Listeria que inicialmente debutó con cefalea, náuseas y fiebre y a los diez días comenzó con afectación de pares craneales asimétrica, signos cerebelosos y alteraciones sensitivas en hemicuerpo izquierdo. Posteriormente se complicó con insuficiencia respiratoria aguda que precisó ingreso en Unidad de Cuidados Intensivos y con episodios de retención urinaria que requirieron sondaje. En la resonancia magnética cerebral realizada de forma precoz se objetivaron lesiones parcheadas hiperintensas en secuencias T2 al nivel de bulbo y protuberancia. Ante la sospecha clínico-radiológica de rombencefalitis por Listeria se inició tratamiento con ampicilina y tobramicina. A los días se detectó hemocultivo positivo para Listeria monocytogenes serotipo 4B resistente a ampicilina, por lo que se sustituyó por vancomicina. El paciente sobrevivió quedando al alta como secuelas trastorno oculomotor y molestias miccionales. Como conclusión destacamos la importancia del reconocimiento temprano de los signos clínicos de la enfermedad y de la realización de forma precoz de resonancia magnética...

El origen y las funciones de los sueños a partir de los potenciales PGO

Ramírez-Salado,Ignacio; Cruz-Aguilar,Manuel Alejandro
Fonte: Instituto Mexicano de Psiquiatría Ramón de la Fuente Publicador: Instituto Mexicano de Psiquiatría Ramón de la Fuente
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
26.02%
El fenómeno del sueño y de los sueños es algo que siempre ha fascinado al hombre. Sin embargo, el estudio científico del sueño es relativamente reciente. En 1953, Aserinsky y Kleitman encontraron que el sueño de ondas lentas (SOL) es interrumpido periódicamente por episodios de actividad EEG rápida, que se acompañan de movimientos oculares rápidos (MORs), y denominaron a esta fase "sueño MOR". Posteriormente, Dement y Kleitman, en 1957, descubrieron que estos movimientos oculares rápidos coinciden con la aparición de los sueños. Utilizando animales de experimentación se han estudiado los mecanismos subcorticales que subyacen al sueño MOR y se ha demostrado que éste depende de una actividad serotoninérgica de la vigilia, que promueve la formación de péptidos que ponen en marcha ciertas estructuras de la región pontina del tallo cerebral en donde se integran los mecanismos colinérgicos del sueño MOR. En la región pontina, a su vez, se generan potenciales monofásicos de alto voltaje (300-400 pV) que también pueden registrarse en el cuerpo geniculado lateral y en la corteza occipital, de allí el nombre de potenciales ponto-genículo-occipitales (PGO). Estos potenciales se propagan hacia el sistema oculomotor para provocar los MORs y posiblemente den origen a los fenómenos oníricos visuales. Además se ha demostrado que ciertas estructuras del sistema límbico...