Página 1 dos resultados de 2791 itens digitais encontrados em 0.013 segundos

Sistema endocanabinóide e neuroprotecção no sistema nervoso central

Oliveira, Leandro Jorge Nunes de Carvalho
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
96.28%
Introdução: Neuroprotecção é a estratégia terapêutica que tenta impedir ou atrasar a perda neuronal e, portanto, a evolução de uma doença. Em contraste com as terapêuticas sintomáticas, as estratégias neuroprotectoras actuam nos mecanismos patológicos subjacentes às manifestações clínicas da doença. Os canabinóides têm emergido como moléculas promissoras em neuroproteção, com potencial clínico, por serem capazes de reduzir a excitotoxicidade, o influxo de cálcio e as lesões oxidativas. São igualmente capazes de ajudar a promover a sobrevivência da tecido neuronal lesado, recuperar neurónios da hipoxia ou trauma e diminuir a inflamação ao actuarem em processos da glia que regulam a sobrevivência neuronal e restaurar o suprimento sanguíneo à área lesionada por reduzirem a vasoconstrição produzida por vários factores derivados do endotélio. Objectivos: Demonstrar, à luz dos conhecimentos actuais, a neuroprotecção no sistema nervoso central induzida pela activação do sistema endocanabinóide. Serão sumariamente descritos os avanços mais recentes do conhecimento sobre mecanismos celulares e moleculares pelos quais os canabinóides podem impedir/atrasar a degeneração, a tumorogénese e proteger de insultos agudos...

O processo inflamatório, a resposta imune "in situ" e a morte neuronal em sistema nervoso central de pacientes com raiva transmitida por morcegos; Inflammatory process, in situ immune response and neuronal death in central nervous system of patients with rabies transmitted by bats

Fernandes, Elaine Raniero
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/06/2009 Português
Relevância na Pesquisa
96.26%
A raiva é uma doença do sistema nervoso central que é quase invariavelmente fatal. Apesar de causar cerca de 60.000 mortes/ano, a raiva ainda permanece uma doença negligenciada na maioria dos países, principalmente naqueles em desenvolvimento. O objetivo do nosso estudo foi verificar nos microambientes meningeal, perivascular e intraparenquimatoso do sistema nervoso central, o processo inflamatório, a resposta imune do hospedeiro e a morte dos neurônios frente à infecção rábica transmitida por morcegos. Verificamos que a raiva humana transmitida por morcegos é uma meningoencefalomielite. Através de reação imuno-histoquímica caracterizamos e quantificamos in situ a distribuição do antígeno viral, o fenótipo de células inflamatórias, as células expressando citocinas pró inflamatórias, citocinas representativas de padrão Th1 e Th2 e células em apoptose. O antígeno viral foi encontrado difusamente no parênquima cerebral, em maior abundância em neurônios, não diferindo sua distribuição em relação as regiões cerebrais. As células da glia, em especial os astrócitos, estavam imunomarcadas com o antígeno da raiva, assim como as células endoteliais e células mononucleadas da luz vascular. Esses achados contribuíram para a hipótese da ocorrência de uma via hematogênica alternativa de disseminação viral...

Estudo da expressão do gene SAH e do gene codificador da proteína ATRAP em áreas do sistema nervoso central e sua relação com a gênese da hipertensão essencial verificada em ratos SHR; Study of SAH gene and codifying ATRAP protein gene in areas of central nervous system and your relation with essential hypertension verifying in SHR rats

Maciel Filho, Paulo Roberto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/09/2010 Português
Relevância na Pesquisa
96.18%
A hipertensão essencial é uma doença que afeta cerca de 20% da população adulta, chegando a 50% no caso dos idosos, sendo que os mecanismos de sua gênese ainda não são totalmente conhecidos. O objetivo deste trabalho é investigar a expressão de dois genes relacionados aos mecanismos renais de controle da pressão arterial em três áreas do sistema nervoso central de ratos (bulbo dorsal, bulbo ventrolateral e hipotálamo) através da técnica de PCR em tempo real, avaliando, desta forma seu possível envolvimento nos mecanismos centrais relacionados à gênese da hipertensão em ratos espontaneamente hipertensos. Um deles, o gene SAH, cujo papel ainda não foi totalmente caracterizado, tem apresentado taxas de transcrição mais altas em ratos espontaneamente hipertensos (SHR) em relação aos correspondentes normotensos WKY. O segundo gene, codificador da proteína associada ao receptor AT1 da angiotensina II (ATRAP) está relacionado com a internalização destes receptores, tendo, portanto, uma grande importância nos mecanismos reguladores da pressão arterial. Nossos resultados mostram, pela primeira vez, a transcrição de ambos os genes nas três áreas do sistema nervoso relacionadas com o controle central da pressão arterial. Ainda não foi possível estabelecer uma relação entre a expressão do gene SAH com o desenvolvimento da hipertensão em qualquer dos estágios do desenvolvimento da linhagem SHR. O gene codificador da proteína ATRAP apresentou um aumento de expressão nos ratos hipertensos entre 1 e 2 meses de idade...

Cromatografia em fase gasosa como técnica de triagem para diagnóstico laboratorial das intoxicações agudas por medicamentos depressores do sistema nervoso central (OU) Cromatografia em fase gasosa como técnica de triagem para diagnóstico laboratorial das intoxicações agudas por medicamentos que causam síndrome de depressores do sistema nervoso central; Capillary gas chromatography screening for diagnosis of acute poisoning by drugs that cause depression syndrome

Mello, Sueli Moreira de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/1997 Português
Relevância na Pesquisa
96.21%
A estatística das principais causas das intoxicações mostra que os depressores do sistema nervoso central (SNC) têm uma participação significativa. No Centro de Controle de Intoxicações da Unicamp, em 1995, 30% das intoxicações foram por medicamentos, sendo a metade por depressores do SNC. A avaliação do paciente intoxicado, freqüentemente inclui, além de exames clínicos, análises laboratoriais para identificação de agentes tóxicos presentes em amostras biológicas. Os procedimentos analíticos com esta finalidade utilizam diversas técnicas, entre elas as cromatográficas. O objetivo do presente trabalho foi desenvolver e otimizar um método de triagem para diagnóstico laboratorial das intoxicações por medicamentos que causam depressão do SNC, através da cromatografia em fase gasosa, para ser utilizado em análises de urgência em Centros de Controle de Intoxicações. Foram selecionados 21 fármacos depressores do SNC a partir de critérios de freqüência e importância clínico-toxicológica. As técnicas de extração apresentaram recuperação relativa entre 66,4 e 92,6% para a urina e entre 36,7 e 82,6% para o plasma. O estudo de precisão apresentou coeficiente de variação entre 4,3 e 13,7% para as amostras de urina e entre 7...

Características do envolvimento do Sistema Nervoso Central na Polirradiculoneuropatia Inflamatória Desmielinizante Crônica: um estudo mediante técnicas quantitativas de Imagem por Ressonância Magnética; Characteristics of involvement of the central nervous system in chronic inflammatory demyelinating polyneuropathy: a quantitative magnetic resonance imaging study.

Carmo, Samuel Sullivan
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
96.17%
A polineuropatia inflamatória desmielinizante crônica (PIDC) é uma síndrome caracterizada fundamentalmente pela disfunção do Sistema Nervoso Periférico e que afeta muito a qualidade de vida dos pacientes. O envolvimento da PIDC com o Sistema Nervoso Central tem sido descrito, maiormente como sendo subclínico, porém não há estudos sobre a caracterização deste envolvimento de uma forma ampla e quantitativa. Avaliamos 11 pacientes com PIDC, todos tratados e sem sinais clínicos de alterações centrais, e 11 controles, pareados em gênero e faixa etária de 19 a 69 anos. Foram adquiridas neuroimagens em uma máquina de Ressonância Magnética de alto campo (3T) usando diferentes técnicas de imagens; volumétricas ponderadas em T1, volumétricas de inversão e recuperação com atenuação de fluidos e ponderadas em T2, relaxométricas de cinco ecos para mapas de T2, de transferência de magnetização e por tensor de difusão. As imagens foram processadas em diferentes ferramentas computacionais e foram obtidos resultados para estudos da difusibilidade, volumetria, morfometria, tratometria e conectividade cerebral, além de achados radiológicos para os pacientes. As análises de grupos foram executadas por; 1) testes paramétricos monocaudais de duas amostras pareadas para os resultados da volumetria...

Anormalidades dentárias em crianças submetidas a tratamento antineoplásico para neoplasias do sistema nervoso central; Tooth abnormalities in pediatric patients submitted to antineoplastic treatment for central nervous system neoplasms

Demasi, Ornella Florio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/07/2015 Português
Relevância na Pesquisa
96.28%
INTRODUÇÃO: As neoplasias do sistema nervoso central são frequentes nafaixa etária pediátrica e o tratamento antineoplásico pode resultar em efeitos adversos agudos ou tardios na cavidade oral. As anormalidades dentárias de forma, tamanho e número de dentes podem ocorrer se o tratamento por radioterapia de crânio e coluna, quimioterapia ou ambas forem coincidentes com a época de formação dentária em pacientes pediátricos. A gravidade das alterações depende do tipo de tratamento e da idade do paciente ao diagnóstico. OBJETIVOS: Avaliar a frequência de anormalidades dentárias em pacientes tratados para neoplasias do sistema nervoso central. MÉTODOS: Neste estudo transversal foram avaliados 31 pacientes com diagnóstico de neoplasia do sistema nervoso central que estavam fora de terapia há pelo menos um ano, comparativamente com um grupo controle composto por 31 pacientes saudáveis, pareados por idade com o grupo de estudo. As anormalidades dentárias foram avaliadas por meio de radiografias panorâmicas. RESULTADOS: A idade média ao diagnóstico dos pacientes do grupo de estudo foi de 7,3 ± 3,9 anos e as neoplasias mais frequentemente observadas foram meduloblastoma (58,1%), astrocitoma (25,8%) e ependimoma (3...

Efeito da anoxia e da reoxigenação sobre o metabolismo do sistema nervoso central do caracol terrestre megalobulimus abbreviatus; Effects of anoxia and reoxygenation on the metabolism of the central nervous system of the land snail Megalobulimus Abbreviatus

Fraga, Luciano Sturmer de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
96.21%
Animais tolerantes à anoxia são essenciais para o estudo dos mecanismos capazes de proteger tecidos sensíveis, como o coração e o sistema nervoso, de períodos de reduzida disponibilidade de oxigênio. Por ser um animal terrestre tolerante às reduções ambientais na tensão de oxigênio, o caracol Megalobulimus abbreviatus representa um excelente modelo para a análise da tolerância do sistema nervoso à anoxia. No presente estudo foram avaliados diferentes parâmetros do metabolismo do sistema nervoso central (SNC) de caracóis submetidos aos períodos de 3 h ou 12 h de anoxia e ao período de 15 h de reoxigenação após 3 h de anoxia. Além disso, foi analisada a possível existência de ritmicidade circadiana na atividade da forma ativa da enzima glicogênio fosforilase (GFa) e na concentração de glicose hemolinfática. Os resultados destes estudos demonstraram que a maior atividade GFa nos gânglios cerebrais de M. abbreviatus, assim como os níveis mais elevados de glicose hemolinfática do caracol ocorrem no início da escotofase, período de maior atividade comportamental do caracol. A partir desses resultados, foi necessária a utilização de um grupo controle para cada um dos períodos experimentais de anoxia analisados...

Avaliação da transferência gênica pela via nasal para o sistema nervoso central utilizando um vetor não viral

Dalberto, Tiago Pires
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
96.16%
O estudo de metodologias que possibilitem o acesso de moléculas terapêuticas ao cérebro evitando a barreira hematoencefálica (blood-brain barrier, BBB), é extremamente importante para o tratamento das doenças que afetam o sistema nervoso central. Os estudos se concentram na busca por vias seguras e pouco invasivas. Recentemente a via nasal tem mostrado resultados positivos na administração de fármacos ao sistema nervoso central de maneira segura, sugerindo a utilização desta via para a terapia gênica. Neste trabalho, foi estudada a administração intranasal de um vetor não viral, que codifica o gene da proteína verde fluorescente otimizada (enhanced green fluorescent proten, EGFP), diluído em água ou em solução de sulfato de zinco em camundongos adultos da linhagem BALB/c. Os resultados de RT-PCR mostraram que o vetor atingiu o cérebro em ambos tratamentos, e sua expressão foi mantida até 8 semanas após o tratamento. A expressão da EGPF em diferentes regiões cerebrais foi analisada 1, 2, 4 e 8 semanas após o tratamento, através de imunohistoquímica. Nossos resultados mostraram que um número muito pequeno de células foi transfectado em ambos tratamentos e que a freqüência destas células nas regiões cerebrais estudadas varia muito mesmo entre animais do mesmo grupo. O tratamento com sulfato de zinco não aumentou a eficiência do vetor. Os maiores números de células transfectadas encontradas foram no bulbo olfatório e hipocampos uma semana após o tratamento. Nossos resultados mostram pela primeira vez a expressão prolongada de um gene administrados pela via nasal no cérebro.; The investigation of methods that allow the access of therapeutic molecules to the brain...

Exposição curta a feromônios de ratos machos diminui a ansiedade e atividade locomotor-exploratória, e modula o perfil redox do sistema nervoso central e trato reprodutor de fêmeas virgens

Behr, Guilherme Antônio
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
96.23%
Sinais químicos são amplamente utilizados para comunicação social intra-específica em uma grande quantidade de organismos vivos, indo de bactérias a mamíferos. Como exemplo, mamíferos secretam juntamente com a urina moléculas que promovem modulações neuroendócrinas, com alterações no comportamento e fisiologia do animal que recebe o sinal. Neste trabalho foram utilizadas ratas Wistar fêmeas virgens, com quatro meses de idade, apresentando ciclo estral regular. As fêmeas utilizadas nos experimentos encontravamse na passagem de fase entre proestro e estro. Em uma sala isolada, as fêmeas foram expostas durante 90 minutos à maravalha condicionada por machos. Para analisar as possíveis alterações no comportamento das fêmeas após a exposição, foram realizados os testes comportamentais: labirinto em cruz elevada, campo aberto, e caixa claro-escuro. Para os ensaios bioquímicos as fêmeas foram sacrificadas e as estruturas do sistema nervoso central, hipotálamo, hipocampo, córtex frontal, e amídala; o bulbo olfatório; e as estruturas do sistema reprodutor, útero e ovários, foram isoladas e congeladas para análise. Foram analisados os seguintes parâmetros bioquímicos: as atividades das enzimas antioxidantes (superóxido dismutase...

Aspectos motores e neurais em ratos submetidos à lesão do sistema nervoso central e periférico e tratamento de reabilitação

Pagnussat, Aline de Souza
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
96.18%
O objetivo desta tese foi caracterizar o desempenho de ratos Wistar no teste do Staircase; avaliar se o treinamento de habilidade e de repetição poderia induzir diferente recuperação motora, adaptações morfológicas e plasticidade encefálica após lesão do plexo braquial e isquemia focal, além de analisar os efeitos da isquemia cerebral induzida por endotelina-1 na área média das fibras do músculo sóleo. Nossos resultados mostraram que ratos Wistar, de forma semelhante ao observado em outras linhagens, apresentam bom desempenho na tarefa do Staircase em 2 semanas após iniciado o período de treinamento; todavia, o número de animais capazes de atingir o critério mínimo (alcance e consumo de 15 esferas comestíveis) aumenta em torno de 10% quando o tempo de treinamento é estendido por mais algumas semanas. Após lesão do Sistema Nervoso Periférico (SNP), os animais submetidos à lesão do plexo braquial e treinamento de reabilitação por meio de tarefa de repetição apresentaram axônios em estágio mais avançado de recuperação, conforme evidenciado pela análise da espessura da bainha de mielina, diâmetro do axônio mielinizado e diâmetro total da fibra mielinizada. Em relação à avaliação comportamental...

Óxido nítrico no sistema nervoso central do caracol terrestre Megalobulimus abbreviatus e seu provável envolvimento na nocicepção

Soster, Paula Rigon da Luz
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
96.16%
O óxido nítrico (NO) é um gás produzido através da ação da enzima óxido nítrico sintase (NOS), e age como um neurotransmissor no sistema nervoso de moluscos gastrópodos adultos. Não há informações, até o momento, da presença de neurônios contendo NOS em caracóis da espécie Megalobulimus abbreviatus, tanto jovens quanto adultos. Consequentemente, foi utilizada a técnica histoquímica da NADPH-d para mapear a distribuição nitrérgica no sistema nervoso central (SNC) de animais adultos e jovens. A reação foi observada em neurônios e fibras em todos os gânglios (pedais, pleural direito, pleural esquerdo, parietal direito, parietal esquerdo, visceral, cerebral e bucal) do SNC de caracóis jovens e adultos, e foi particularmente forte nos gânglios pedais e cerebral, onde neurônios positivos foram encontrados agrupados simetricamente nos gânglios pareados. Estes resultados fornecem evidência da existência de um sistema nitrérgico em M. abbreviatus jovens e adultos, onde a NOS foi encontrada em regiões específicas do SNC. Para estabelecer um possível envolvimento do NO no circuito nociceptivo neste caracol, usando histoquímica para NADPH-d e análise semiquantitativa de densidade óptica, foram caracterizados os neurônios produtores de NO nos gânglios pedais de M. abbreviatus jovens e adultos...

Utilização da terapia celular em afecções neurológicas do sistema nervoso central

Costa, Bruna Grandi da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
96.14%
As células-tronco são células indiferenciadas com capacidade de se subdividir indefinidamente e que em decorrência de estímulos podem se diferenciar e originar células especializadas. Tais células podem ser de natureza embrionária ou adulta, podendo ser classificadas também quanto à sua capacidade de diferenciação em totipotentes, pluripotentes, oligopotentes ou unipotentes. Enquanto as células-tronco embrionárias apresentam grande potencial terapêutico e por muito tempo foram consideradas a fonte mais promissora de células para terapia de substituição celular, alguns aspectos que podem limitar suas aplicações principalmente em relação a questões éticas do uso de embriões humanos e a possibilidade de rejeição devido à incompatibilidade imunológica entre paciente e doador. Alternativamente, cientistas têm estudado o uso de células-tronco obtidas de tecidos adultos, pois na maior parte deles existem células responsáveis pela integridade, reparo e remodelação dos tecidos. Além da medula óssea as células-tronco vêm sendo isoladas em diversos tecidos no organismo adulto, tais como: sangue periférico, cérebro, medula espinhal, polpa dentária, vasos sanguíneos, músculo esquelético, epitélio da pele e do sistema digestivo...

Hiperglicemia no perioperatório de pacientes pediátricos submetidos à ressecção de tumores do sistema nervoso central: incidência e prognóstico

Oliveira Filho, Nazel
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 50 f.
Português
Relevância na Pesquisa
96.2%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Anestesiologia - FMB; Nos últimos anos o interesse na ocorrência de hiperglicemia no perioperatório de pacientes adultos e pediátricos sem o diagnóstico prévio de diabetes vem aumentando. A maioria dos estudos que demonstram associação entre hiperglicemia e complicações no pós-operatório em pediatria foi realizada em crianças vítimas de trauma ou cirurgia cardíaca. Dados referentes à associação entre hiperglicemia e morbidades em crianças submetidas à ressecção de tumores do sistema nervoso central são escassos na literatura. Avaliar a incidência de hiperglicemia no perioperatório de crianças submetidas à neurocirurgia para ressecção de tumores do sistema nervoso central e correlacionar os níveis de glicemia do perioperatório com a ocorrência de complicações no pós-operatório e identificar os fatores de risco para hiperglicemia perioperatória. Dados de prontuários foram coletados em uma ficha padronizada com informações referentes ao procedimento anestésico-cirúrgico e condições perioperatórias dos pacientes. Hiperglicemia perioperatória foi definida como valores de glicemia ≥150 mg/dL. Análise binária multivariável para identificar fatores de risco de hiperglicemia. Efeitos e diferenças foram considerados estatisticamente significativos se p < 0...

Comparação de atividades de enzimas liquóricas com achados histopatológicos do sistema nervoso central de cães com encefalite por cinomose

Gama, Fernanda Gomes Velasque
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xxiv, 52 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
96.19%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Medicina Veterinária - FCAV; A análise do líquido cerebrospinal demonstra ser uma ferramenta complementar viável e eficaz ao exame clínico-patológico do sistema nervoso, especialmente auxiliando no diagnóstico e prognóstico das suas inúmeras enfermidades. Porém, as variáveis apreciadas ao exame de rotina do liquor, nem sempre propiciam a detecção de anormalidades sutis frente a algumas situações neuropatológicas agudas, como por exemplo, nas viroses. Sendo assim, se faz necessário o aprofundamento do estudo do liquor com o escopo de se buscar técnicas mais sensíveis à identificação de alterações estruturais do tecido nervoso, bem como à avaliação do prognóstico do quadro clínico. E, recentemente, tem sido utilizada com sucesso em humanos a avaliação de marcadores bioquímicos, dentre os quais as atividades enzimáticas liquóricas da creatina quinase, lactato desidrogenase e aspartato aminotransferase. Sendo assim, idealizou-se o projeto de pesquisa, em tela, com o objetivo de se avaliar amostras liquóricas de cães acometidos por cinomose, com atenção especial às atividades enzimáticas, e sua correlação com achados histopatológicos do sistema nervoso central. Para tanto...

Progesterone actions in protein phosphorylation in the central nervous system; Acção da progesterona em mecanismos de fosforização proteica no sistema nervoso central

Amorim, Miguel Augusto Rodrigues de
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
96.17%
O presente trabalho propõe-se esclarecer o papel que a progesterona e os seus metabolitos exercem no sistema nervoso central. Nos últimos anos, com a descoberta da síntese local de esteróides no cérebro, a progesterona, assim como outras hormonas sexuais, ganharam uma relevância crescente em fenómenos tais como plasticidade neuronal e neuroprotecção. Ainda que já se comece a entender o papel de muitas hormonas no cérebro, tal como o estrogénio, o papel da progesterona continua menos conhecido. Deste modo, o nosso trabalho centrou-se na elucidação dos efeitos da progesterona em fenómenos de sobrevivência celular, plasticidade neuronal/sináptica. Graças à colaboração com um grupo pioneiro em estudos sobre hormonas sexuais neuroactivas, o presente trabalho fornece uma importante contribuição ao entendimento do papel desta hormona no sistema nervoso central. Este trabalho fornece novos dados, relativamente ao papel da progesterona e dos seus metabolitos reduzidos na regulação de vias de sinalização associadas com sobrevivência celular, tal como Akt/PI3K e ERK. Também é analisado o efeito do tratamento hormonal na expressão e estado de fosforilação da proteína Tau, sendo ainda motivo de estudo cinases e fosfatases envolvidas nestes mecanismos.; The present work has as its main aim...

Acometimento ocular em pacientes com AIDS e toxoplasmose do sistema nervoso central: antes e depois do HAART

Zajdenweber,Moysés; Muccioli,Cristina; Belfort Jr,Rubens
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 Português
Relevância na Pesquisa
96.31%
OBJETIVO: Descrever o comprometimento ocular em pacientes com AIDS e toxoplasmose do sistema nervoso central, comparando os períodos pré e pós-terapia anti-retroviral (HAART). MÉTODOS: Em estudo retrospectivo, comparamos 118 pacientes com AIDS e toxoplasmose do sistema nervoso central que foram examinados em nossa instituição antes do pré e pós-terapia anti-retroviral (1994-1996) com 24 pacientes com AIDS e toxoplasmose do sistema nervoso central que foram tratados com pré e pós-terapia anti-retroviral (1996-1999). Todos os pacientes foram submetidos a exame oftalmológico completo e a testes específicos para confirmar o diagnóstico e não houve interseção entre os grupos. RESULTADOS: No grupo pré e pós-terapia anti-retroviral, foi encontrado 23% de toxoplasmose ocular entre os pacientes com toxoplasmose do sistema nervoso central. O envolvimento ocular foi bilateral em 37% dos casos. No grupo dos pacientes que receberam pré e pós-terapia anti-retroviral, que tinham CD4 médio de 256 cel/mm³ e carga viral média de 52.620 cópias, 16,6% apresentaram concomitantemente toxoplasmose ocular e toxoplasmose do sistema nervoso central. O envolvimento ocular foi bilateral em 50% dos casos. CONCLUSÃO: Pacientes com AIDS e toxoplasmose do sistema nervoso central apresentam freqüente associação com toxoplasmose ocular. Embora a incidência de infecções oportunistas tenha diminuído desde a introdução de pré e pós-terapia anti-retroviral...

Mortalidade por tumores do sistema nervoso central em crianças e adolescentes no Rio de Janeiro, Brasil, 1980-2009

Gasparini,Brenda; Monteiro,Gina Torres Rego; Koifman,Sergio
Fonte: Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 Português
Relevância na Pesquisa
96.21%
OBJETIVO: Foi descrever o padrão da mortalidade por tumores do sistema nervoso central em crianças e adolescentes do município do Rio de Janeiro, Brasil, no período 1980-2009. MÉTODOS: Dados dos óbitos foram extraídos do Sistema de Informação sobre Mortalidade. Foram calculadas taxas brutas de mortalidade e específicas por sexo e faixa etária. Para a análise de tendência, utilizaram-se modelos de regressão polinomial e estimativa da variação percentual anual. RESULTADOS: Entre 1980 e 2009, os tumores do sistema nervoso central representaram 23% do total de óbitos por neoplasias no município do Rio de Janeiro em menores de 20 anos. Desses óbitos, 54,7% ocorreram no sexo masculino, 90,8% tinham localização encefálica e 87,7% eram malignos. No período, a mortalidade diminuiu 1,5% ao ano. A maior taxa foi 2,25/100000, em 1984, e a menor 0,68/100000, em 2008 CONCLUSÃO: Os tumores do sistema nervoso central em crianças e adolescentes representam hoje um problema de saúde pública, não obstante a queda da mortalidade observada no período estudado no município do Rio de Janeiro. Para avaliar se a diminuição da mortalidade é decorrente da redução na incidência ou da melhoria no tratamento desses tumores, seria importante realizar outros estudos que possam desvendar fatores associados ao seu desenvolvimento...

A leptina e seu papel no sistema nervoso central

Ré, Carollina Fraga Da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
96.22%
A leptina é um hormônio peptídico codificado pelo gene ob e foi caracterizada primeiramente pela sua função na regulação da homeostase energética. O principal local de produção de leptina é o tecido adiposo, porém há evidências de sua produção em outros tecidos. Os níveis circulantes desse hormônio são proporcionais à quantidade de massa gorda e podem variar em resposta a muitos fatores, como o ciclo alimentação / jejum, entre outros. A leptina age via receptores transmembrana os quais podem ter seis isoformas diferentes. A sinalização da leptina se dá principalmente por sua ligação ao receptor de isoforma longa, o LRb, agindo através de diferentes vias de sinalização. O principal papel da leptina no Sistema Nervoso Central é na regulação da homeostase energética, onde age sobre os agentes anorexígenos e orexígenos para gerar um sinal de saciedade. Este hormônio pode ter papel importante também na regulação da homeostase da glicose, excitabilidade neuronal, aprendizagem e memória e pode ser neuroprotetor em diversas situações entre elas a Doença de Alzheimer. Em contrapartida, níveis elevados deste hormônio, como na obesidade, podem levar a resistência central a leptina. Pode-se concluir com o presente trabalho que a leptina pode ter diversas funções no Sistema Nervoso Central além do modelo homeostático inicialmente proposto. Além disso...

Anticorpos anti-célula-endothelial e envolvimento do sistema nervoso central na moléstia de Behçet; Anti-endothelial cell antibodies and central nervous system involvement in Behçet's disease

Souza, Romy Christmann; Lage, Laís; Goldesntein-Schainberg, Cláudia; Macedo, André Regis; Carrasco, Solange; Gonçalves, Célio Roberto
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2007 Português
Relevância na Pesquisa
96.17%
INTRODUÇÃO: Estudos anteriores detectaram a presence de anticorpos anti-célula endotelial (AACE) em pacientes com doença de Behçet, porém não há nenhuma evidência se a presença destes anticorpos exerce alguma influência na apresentação clínica ou atividade da doença. OBJETIVOS: Determinar a freqüência de AACE em pacientes com doença de Behçet e analisar possíveis associações clínicas. MÉTODOS: Foram selecionados 50 pacientes que preencheram corretamente os critérios diagnósticos para a doença de Behçet. Trinta e sete pacientes eram do sexo feminino e 13 do sexo masculino, média de idade de 44 ± 9 anos e tempo médio de seguimento de 10 ± 7,5 anos. O AACE foram analisados por ELISA utilizando células ECV-304 como substrato antigênico. A prevalência de AACE foi determinada e foram investigadas possíveis relações com características clínicas atuais e pregressas. RESULTADOS: Os AACE foram detectados no soro de 38% dos pacientes (13 na forma IgG, 4 IgM e 2 nas formas IgG e IgM). Observamos uma associação entre o AACE e história pregressa de envolvimento de sistema nervoso central (OR=5,4; p=0,03). Esta associação era mais evidente para o AACE na forma IgG (OR=6,0; p=0,02). Observamos também uma tendência de risco aumentado de aneurismas em pacientes com AACE na forma IgG (OR=2...

Estudo histológico e imunoistoquímico do sistema nervoso central de cães naturalmente infectados por Leishmania (Leishmania) chagasi; Histological and immunohistochemical study of the central nervous system of dogs naturally infected by Leishmania (Leishmania) chagasi

Ikeda, Fabiana Augusta; Laurenti, Márcia Dalastra; Corbett, Carlos Eduardo; Feitosa, Mary Marcondes; Machado, Gisela Fabrino; Perri, Silvia Helena Venturoli
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2007 Português
Relevância na Pesquisa
96.21%
O objetivo do presente estudo foi caracterizar as alterações histopatológicas e detectar por imunoistoquímica, a presença de formas amastigotas de Leishmania no sistema nervoso central de cães com e sem sintomatologia neurológica da doença. Foram utilizados dois grupos de animais; o primeiro foi composto de 18 cães com leishmaniose visceral sem evidência clínica de envolvimento neurológico, e o segundo, composto de 21 cães com leishmaniose visceral e sintomas neurológicos. As mais freqüentes alterações histopatológicas encontradas no sistema nervoso central de cães de ambos os grupos foram degeneração neuronal com neuronofagia, gliose, leptomeningite, congestão vascular, presença de infiltrado linfoplasmocitário perivascular e áreas de microhemorragia. Não foram observadas marcações antigênicas para formas amastigotas de Leishmania em nenhum fragmento do sistema nervoso central de cães de ambos os grupos; entretanto, a maioria deles apresentava marcação em parede de vasos sangüíneos, o que sugere a presença de antígenos parasitários circulantes.; The present study aimed to characterize the histopathological alterations and to detect, by immunohistochemistry, the presence of amastigote forms of Leishmania in CNS tissue of dogs with and without neurological clinical signs of the disease. Two groups of animals were used: the first was composed of 18 dogs with visceral leishmaniasis without clinical evidence of neurological involvement...